Entremos no rio de Deus!

Saiu aquele homem para o oriente, tendo na mão um cordel de medir; mediu mil côvados e me fez passar pelas águas, águas que me davam pelos tornozelos. Mediu mais mil e me fez passar pelas águas, águas que me davam pelos joelhos; mediu mais mil e me fez passar pelas águas, águas que me davam pelos lombos. Mediu ainda outros mil, e era já um rio que eu não podia atravessar, porque as águas tinham crescido, águas que se deviam passar a nado, rio pelo qual não se podia passar.
‭‭Ezequiel‬ ‭47:3-5‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/ezk.47.3-5.ara

No capítulo 47 do livro do profeta Ezequiel temos a descrição de águas que Deus gerou para que tudo seja abençoado, sustentado, constituído! Nessas águas somos levados a irmos até mais fundo, onde não teremos mais a capacidade de resistirmos às correntes.

Estamos vivendo um tempo onde precisamos mergulhar nas águas de Deus, para que sejamos limpos, estarmos imersos na Sua graça, de corpo, alma e espírito.

Nos rios de Deus estaremos por um tempo para nos arrefecermos do calor, para nosso descanso e para enxergarmos a vida que provém de Suas águas. À volta do rio dado por Deus tudo floresce e restaurará todas as águas onde chegar. Haverá abundância de alimentos e de sombra!

Ao nos achegarmos a Deus estaremos também acessando este rio. Não é hora de fugirmos de Deus, mas de nos achegarmos a Ele! Estamos cansados, famintos e passando calor e ainda assim estamos muitas vezes em rebeldia e arredios para com o Pai.

Mas, por quê? Qual motivo nos faz fugirmos de Deus? Às vezes estamos fugindo para que nossas obras más não sejam vistas, mas hoje o Senhor nos chama para nos perdoar e nos limpar, a nos alimentar e nos dar descanso!

Paremos de fugir daquele que deseja nos dar de sua graça e misericórdia. Paremos para escutar suas palavras de vida e paz. Se continuarmos a seguir pelos nossos caminhos de rebeldia não terminaremos bem, mas há um caminho de vida disponível a todos nós, em Cristo Jesus!

Que possamos encontrar este caminho, entrar neste rio e irmos o mais fundo para estarmos no centro da vontade de Deus. Lá acharemos descanso para vivermos com o Senhor e para nunca mais estarmos desgarrados e sozinhos. Busquemos o Senhor com todo o nosso coração!

Ano 2#69

Usemos mais as ferramentas de busca para entendermos as coisas de Deus!

Portanto, se fostes ressuscitados juntamente com Cristo, buscai as coisas lá do alto, onde Cristo vive, assentado à direita de Deus. Pensai nas coisas lá do alto, não nas que são aqui da terra; porque morrestes, e a vossa vida está oculta juntamente com Cristo, em Deus. Quando Cristo, que é a nossa vida, se manifestar, então, vós também sereis manifestados com ele, em glória.
‭‭Colossenses‬ ‭3:1-4‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/col.3.1-4.ara

Onde buscamos manter nosso foco será para onde canalizaremos nossas forças e pensamentos. Queremos ir para o céu, mas quanto temos pensado no lugar para onde vamos? Ao crermos em Cristo recebemos um passaporte para os céus e deveríamos viver com as nossas mentes lá, ainda que com os corpos aqui. É como desejar uma viagem a outro país e nunca buscar nenhuma informação à respeito dele estando já com as passagens marcadas!

A impressão é que temos uma viagem à frente que não é importante, mas o deixar as coisas aqui prontas para quando partirmos seja o principal. O problema é que o conhecimento do lugar para onde iremos nos capacitará a vivermos muito melhor aqui e agora, favorecendo nossa peregrinação aqui e ainda o conhecimento daquele lugar para outros. Quando estamos envolvidos com um assunto acabamos por falar dele com outros., não é mesmo?!

Mas, se o céu é apenas um assunto para depois, então não irei me ocupar das coisas do alto agora. Esta atitude não será útil neste momento e em nenhum outro, pois o conhecimento do alto é que nos capacita a vivermos cada vez melhor. Não busca-lo é viver ainda nas restrições de outrora, com uma visão terrena e sem armas espirituais. Precisamos buscar as coisas do alto para trazermos Cristo em nossas vidas. Sem isto, só nos frustraremos em permanecer em uma vida sem impacto e sem fruto, ainda que tenhamos as passagens e o visto para o lugar da glória de Deus!

Aproveitemos os dias para mergulharmos na comunhão do Espírito Santo, como se quiséssemos entrar diariamente em uma biblioteca celestial e ir conhecendo as coisas do alto. Fazendo assim não só teremos nossas mentes transportadas desde já, mas estaremos nos capacitando a trazer para cá a vida, o poder e o Fruto que o Espírito deseja manifestar em nós. Sem atitude permaneceremos no mesmo lugar. O tempo é Hoje e a direção é para o alto, onde vivo está o Senhor!

Precisamos fazer a busca por assuntos celestiais, sendo as palavras-chave: Jesus, Reino de Deus, Amor, Fé, Esperança, Santificação, Vida Eterna, Adoração e muitas outras. Um livro especial é a Bíblia que é a enciclopédia deixada por Deus para nós e que contém tudo o que precisamos. Outros livros existem para nos ajudar a entendermos os textos ali contidos e falam da experiência e estudo dos seus autores na busca do alto. Importa lermos mais, meditarmos mais e orarmos mais. Esta preparação é que nos permitirá deixar as coisas aqui arrumadas para a nossa ida e veremos que não levaremos nada conosco.

Bom, se é assim, não seria melhor encher a mala com o que vou precisar lá, já que nada do que tenho aqui poderá ir comigo a não ser as pessoas que aqui conheci? Se estamos indo para lá e nos enchendo das coisas de lá, então veremos o que realmente importa aqui e seremos sábios nos dias que nos restam. Seremos mais úteis ao nosso próximo e serviremos muito melhor! Apontemos o “browser” para a Palavra de Deus e falemos mais das coisas do alto. Todos ganharão com isto e Deus será glorificado!

Ano 2#68

Devemos buscar o Filho se quisermos o Pai.

O Pai ama ao Filho, e todas as coisas tem confiado às suas mãos. Por isso, quem crê no Filho tem a vida eterna; o que, todavia, se mantém rebelde contra o Filho não verá a vida, mas sobre ele permanece a ira de Deus.
‭‭João‬ ‭3:35-36‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jhn.3.35-36.ara

O evangelhista e apóstolo João mostra claramente que sem conhecermos a Cristo não teremos oportunidade de entendermos verdadeiramente o Pai. Quem não conhecer o Filho não conhecerá o Pai. E o desconhecimento de Deus nos leva a uma vida longe de seus propósitos.

O que fazer quanto a isto? Os que já creem devem expressar a vida de Cristo para ser manifesta aos que não creem ou não o conhecem. Sem testemunho, apenas com sinais e prodígios a atenção do descrente será alcançada. Deus providenciará que uma ou outra aconteça através de seus servos!

A vida eterna começa na transformação do caráter do homem para refletir a imagem e semelhança de Deus. Enquanto a transformação do caráter é obra do Espírito Santo, o testemunhar o novo caráter é a nossa obra. Assim é a cooperação entre nós e o Espírito. Sem ele não há renovação de vida, mas ele não realiza as obras que cabe a nós realizarmos.

Portanto, não receber o Espírito através da fé em Cristo é permanecer na busca de obras que não glorificam a Deus, ou realizar obras para tentar mostrar que merecemos a salvação ou nem uma coisa e nem outra. Sem termos o propósito alinhado com Deus é como jogarmos futebol sem sabermos para que gol correr. Queremos jogar e chutar, mas sem entender o motivo ou o objetivo a alcançar.

Cristo nos dá a verdadeira motivação, objetivo e a explicação de quem é Deus. Até entendermos isto permaneceremos na ilusão de sabermos quem somos e para onde vamos. Na nossa arrogância permaneceremos na rebeldia, mas na nossa humildade encontraremos a direção em Cristo para seguirmos no amor de Deus.

Ano 2#67

A nova vida é um trabalho diário de santificação!

Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que creem no seu nome; os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus. E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai.
‭‭João‬ ‭1:12-14‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jhn.1.12-14.ara

A graça e a verdade vieram abundantemente à Terra na pessoa de Cristo, o messias, o Filho de Deus encarnado! Era o Filho único, o unigênito, mas ao se entregar na cruz por nós, passou a ser o primogênito! Fez com que todos que crescem em seu sacrifício redentor se tornassem filhos de Deus e, portanto, irmãos e co-herdeiros das promessas do Pai!

Passar a ser irmão de Jesus significa possuir o Espírito Santo em nós e sermos capazes de fazer o que Jesus fez, trazendo a graça e a verdade a outros. Este é o papel da família espiritual criada em Cristo e chamada de Igreja. Não há Igreja sem Cristo e não há filiação em Deus sem termos recebido do Seu Espírito Santo através de Cristo!

Ser Cristão é buscar a filiação em Deus através de Jesus e seguir o caminho da vida à serviço do próximo para glorificar o nome do Pai. Isto em amor e gratidão por termos recebido a salvação que não merecíamos. O pecado nos impede de servirmos em amor e é necessário nascermos novamente de Deus para que isto seja possível.

Este novo nascimento faz com que boa parte do nosso velho homem/mulher sejam abandonados, enquanto a nova natureza começa a fazer uma transformação interna. Esta transformação se chama santificação e leva um tempo para cada um de nós.

Enquanto nos santificamos uma parte do velho homem continua lutando contra a nova natureza e isto é um processo pessoal em que temos de perseverar, não desanimar e clamar muitas vezes que o Espírito nos fortaleça para que a nossa carne morra de vez. Mas, algumas vezes leva mais tempo e precisamos continuar lutando. Isto é o caminhar com Jesus!

Os apóstolos passaram por isto e no livro de Atos lemos discussões, situações de conflito no abandono da Lei para a graça e outros fatores que fizeram com que os discípulos recebessem a direção do Espírito e nos ajudassem hoje em nosso tempo.

Sentir desejos antigos não é pecar, desde que não os acolhamos em nossas mentes e corações. Precisamos lutar contra isto, mas não significa que não fomos regenerados. Ser regenerado é ser capaz de lutar contra isto, pois antes não tínhamos força e muitas vezes nem o desejo de interromper tais situações, mas no Espírito Santo temos o domínio próprio que nos capacita a dizer não para o que não desejamos mais praticar!

Os filhos do Pai receberam poder em Jesus para viverem buscando e exercendo a santificação, um trabalho diário voluntário e dependente do pleno conhecimento de Cristo. Isto é maravilhoso, pois agora temos acesso a Deus pelo Filho, para vivermos o propósito a nós entregue na nova vida! Deus seja louvado!

Ano 2#66

Qual o papel da fé na evolução do homem?

Disse também Deus: Haja luzeiros no firmamento dos céus, para fazerem separação entre o dia e a noite; e sejam eles para sinais, para estações, para dias e anos. E sejam para luzeiros no firmamento dos céus, para alumiar a terra. E assim se fez. Fez Deus os dois grandes luzeiros: o maior para governar o dia, e o menor para governar a noite; e fez também as estrelas. E os colocou no firmamento dos céus para alumiarem a terra, para governarem o dia e a noite e fazerem separação entre a luz e as trevas. E viu Deus que isso era bom. Houve tarde e manhã, o quarto dia.
‭‭Gênesis‬ ‭1:14-19‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/gen.1.14-19.ara

Não há como em tão pequeno texto sermos capazes de resumir sem trazer simplificações grotescas ao entendimento de um assunto tão profundo se não adensarmos nosso discurso. Querendo falar da fé entre o Criacionismo e o Evolucionismo, tentaremos exemplificar a importância de olharmos o quadro geral ao invés de debates mais específicos.

A Bíblia expõe a criação do universo em uma sequência temporal que declara a vontade de Deus de gerar um ambiente pronto para a habitação da Sua criação. Assim vemos a geração de bilhões de estrelas de forma magnífica para que os tempos fossem estabelecidos para o acompanhamento da nossa história. O que sabemos pelas Escrituras é que ao sermos criados, já na forma adulta e sem uma derivação de algum tipo de criatura pré-existente, o universo já tinha uma aparência de bilhões de anos.

Assim como o homem foi criado já com aparência adulta, pelo entendimento bíblico, o universo também foi definido assim. Se usarmos nossa ciência, pelos cálculos de movimento de galáxias, teríamos bilhões de anos de existência do universo, e ainda assim estamos tateando para justificarmos se está em expansão ou contração, e nem temos como garantir que a teoria do Big-Bang (criada por um homem de fé), é verdadeira!

Quanto mais mergulhamos na ciência, mais nos maravilhamos com o detalhe do funcionamento do universo e da vida. Quando olhamos para as tecnologias humanas do 5G, dos carros elétricos, dos foguetes que levam máquinas a funcionarem em outros planetas já ficamos boquiabertos com a precisão e a beleza de como funcionam. E funcionam porque estão estabelecidos em conceitos matemáticos, materiais, química, física, teorias advindas do conhecimento do universo. Assim como vemos o design inteligente de carros e smartphones, como dizer que o universo é função do acaso?

Acreditar no acaso depois de estudarmos tanto para entender um funcionamento é ir na contramão da ciência. Portanto, ignorar o design inteligente não é nem fé e nem ciência, mas teimosia em não dar crédito a Deus! Cada um dará conta de sua teimosia, pois a natureza mostra em detalhes o cuidado de sua criação e evolução (Romanos 1). A partir da criação com idade aparente todos os seres se adaptaram às mudanças ambientais e da alteração causada pelo pecado do homem, que deixou de ser apenas herbívoro para se tornar onívoro. Tudo isto está explicado na Bíblia, mas a ignoramos e, muitas vezes, preferimos desconhecer para critica-la. A verdade é que ao conhece-la vamos nos rendendo a Deus por Sua imensa sabedoria e zelo para conosco!

A fé é acreditarmos que Deus criou o universo e suas leis, que o homem é criação cuidadosa de Deus e que se seguirmos o que Ele estabelece em Seu manual de vida, a Bíblia, seremos felizes em nosso pequeno tempo de vida. Ao querermos ignora-lo acabamos por gerar um caos à nossa volta e perdemos parâmetros para nos relacionarmos com Ele e com os demais homens. Interessante notar quantas descobertas científicas foram feitas por homens tementes a Deus! A ciência não impede a fé e nem a fé ao crescimento da ciência. Isto só ocorre quando há negacionismo por desconhecimento das coisas. Quanto mais conhecermos mais nos renderemos a Deus.

A verdadeira evolução é fruto do conhecimento em todas as áreas. Quanto mais meditarmos e estudarmos as Escrituras e toda ciência, mais nos aproximaremos do entendimento de um Criador amoroso e isto nos trará uma humildade cada vez maior até em relação ao nosso próximo. A fé traz respeito e revelação do amor para conosco e esta se chama Cristo, o verbo que gerou a vida em todo o universo!

No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e, sem ele, nada do que foi feito se fez. A vida estava nele e a vida era a luz dos homens. A luz resplandece nas trevas, e as trevas não prevaleceram contra ela.
‭‭João‬ ‭1:1-5‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jhn.1.1-5.ara

Ano 2#65

Onde temos buscado as palavras de vida eterna?

Então, perguntou Jesus aos doze: Porventura, quereis também vós outros retirar-vos? Respondeu-lhe Simão Pedro: Senhor, para quem iremos? Tu tens as palavras da vida eterna; e nós temos crido e conhecido que tu és o Santo de Deus.
‭‭João‬ ‭6:67-69‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jhn.6.67-69.ara

Ao reconhecermos Jesus Cristo como Senhor e salvador já não conseguimos deixar de segui-lo. Ao reconhecer que ele tem as palavras de vida eterna, como abandona-lo? No entanto, se não entendermos suas palavras também iremos nos escandalizar como muitos discípulos fizeram e o deixaram.

A questão fundamental reside em conhecer Jesus como o dono da vida, aquele que nos dá de si mesmo para que vivamos através dele. Se entendermos isto e nos apegarmos a esta verdade, então não o abandonaremos e nem o trairemos. E este discernimento vem através do Espírito Santo. Sendo assim, sem a manifestação de Deus para nos abrir a mente e coração, não temos como compreender a maravilha da graça que salva o homem.

Viver em Cristo requer mais que acreditar nele, é realizar as obras que ele deixou para nós. É andar nos seus passos através de nos alimentarmos do próprio Cristo. Isto é o espiritual agindo no material. É recebermos do Espírito Santo para agirmos neste mundo.

Ora, sem crer que Jesus é o Cristo e sem conhece-lo jamais seria possível confiarmos no Evangelho. Não há Evangelho sem Jesus e nem caminhar no Evangelho sem Jesus! Por isso a mensagem que ele deixou era de nos alimentarmos dele que é o Pão que desceu do céu, e que deveríamos beber do seu sangue que nos traz as promessas da Nova Aliança.

Glórias a Deus por tão grande graça! Tomemos posse desta herança bendita e prossigamos em conhecer a Cristo nos alimentando do Senhor e caminhando com ele! Seremos abençoados, transformados, cuidados, libertos e justificados em todo o tempo da caminhada.

Nosso propósito é o de nos santificarmos para nos encontrarmos com o Deus Santo e tremendo. No Dia do Julgamento exultaremos porque a fé que nos foi dada em Cristo terá feito a obra em nós e teremos o nosso nome escrito no Livro da Vida! Portanto, estejamos alegres pois as palavras de vida eterna em Cristo já estão nos transformando para a glória do SENHOR. Creiamos no Santo do Deus!

Ano 2#64

Devemos buscar o alimento divino!

Trabalhai, não pela comida que perece, mas pela que subsiste para a vida eterna, a qual o Filho do Homem vos dará; porque Deus, o Pai, o confirmou com o seu selo.
‭‭João‬ ‭6:27‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jhn.6.27.ara

Não podemos ficar sem nos lembrarmos do verdadeiro foco em nossas vidas. Temos muitas atividades, fazemos muitas coisas e nossas mentes não param de pensar o tempo todo. Mas, por que fazemos o que fazemos e para quem estamos fazendo?

Jesus Cristo nos ensina a não fazermos as coisas no automático, para que não caiamos no erro de vivermos pelas coisas visíveis e naturais. Nosso foco deve ser sempre em agradar a Deus, buscando as coisas do alto, nos alimentando espiritualmente e trabalhando para conquistarmos estas coisas.

Se ficarmos olhando apenas para este mundo a fim de conquista-lo em termos materiais, então faremos muito pouco ainda que sejamos bem sucedidos. O verdadeiro sucesso é vivermos para Deus, neste mundo, para que ganhemos para o próximo que virá. Aqui é só o início de uma jornada, que prosseguirá em um ambiente totalmente diferente.

Estamos vivendo como uma lagarta que em breve entrará em um casulo aguardando a transformação de nossos corpos mortais em corpos imortais. Hoje estamos nos arrastando pela terra, preocupados em comer folhas, mas estamos sendo chamados para voarmos!

Enquanto “comedores de folhas”, olhemos para os céus, para que estejamos atentos a buscarmos as folhas certas e levarmos outros conosco para a presença daquele que é o único que pode transformar lagartas em borboletas.

Muitos na tentativa de apenas comer se esqueceram do seu propósito e não estão atentos ao processo. As crisálidas não surgirão em volta de todas as lagartas, pois não estão se alimentando das folhas certas. Busquemos a Cristo e sejamos sadios para a vinda vindoura! Sem ele, estaremos fracos e doentes e não conseguiremos fazer a transição…

Ano 2#63

Olhe para Jesus e não para os problemas!

Respondeu-lhe Filipe: Não lhes bastariam duzentos denários de pão, para receber cada um o seu pedaço.
‭‭João‬ ‭6:7‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jhn.6.7.ara

As multiplicações de pães e peixes que Jesus fez nos declaram que não importam as circunstâncias que nos encontramos se Jesus está conosco! Da mesma forma milagrosa houve libertação de demônios e curas de todos os tipos. Não há nada impossível para Cristo!

Ora, se é assim, por que resistimos em ir-lhe ao encontro? Quanto pre-conceito há contra Jesus até os dias de hoje. Importa conhece-lo e ter um encontro genuíno com ele! Portanto, busquemos estar onde Jesus está passando e isto está ocorrendo em todo momento em que alguém fala do amor de Deus através de Jesus, o Evangelho da graça e a cada momento em que alguém traz a graça de Deus na vida do seu próximo.

Não olhe para o tamanho do seu problema, busque o Deus Todo-Poderoso e ouça a sua voz! Que o Senhor nos fortaleça e nos encaminhe para os dias que virão, pois trarão a necessidade de estarmos firmes em Suas promessas!

Ano 2#61

Procuremos a glória de Deus e não a dos homens!

Como podeis crer, vós os que aceitais glória uns dos outros e, contudo, não procurais a glória que vem do Deus único? Não penseis que eu vos acusarei perante o Pai; quem vos acusa é Moisés, em quem tendes firmado a vossa confiança.
‭‭João‬ ‭5:44-45‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jhn.5.44-45.ara

O crer em Jesus provém de confiarmos em Deus, pois desde os fundamentos do mundo proclamou a nossa redenção através de Cristo! Moisés descreveu como seria o santuário, os sacrifícios e as festas religiosas que já declaramos estarem sendo cumpridas em Cristo! Portanto, Moisés significa a Lei que apontava para Jesus!

Se alguém ainda deseja viver pela Lei que não aperfeiçoa, esta Lei lhe acusará no Dia do Julgamento, pois Leis mostram a transgressão, mas não tem poder de transformar o transgressor. Assim, quem viver pela Lei será condenado por ela. Olhar para a Lei é como se olhar mo espelho e nos encontrar transgressores. Olhar para Cristo é encontrar a transformação para que sejamos aptos a viver para Deus.

Jesus Cristo cumpriu a Lei e está a nosso favor para ser condenado em nosso lugar, pois em nossas fraquezas jamais conseguiríamos cumpri-la. Sendo assim recebedores da graça de Deus, pela morada do Espírito Santo em nós, pela fé em Jesus, passaremos a cumprir a Lei de coração e não mais de obrigação!

Por isto recebemos as condições para vivermos segundo a vontade de Deus! Sem Jesus não há como vivermos assim, pois a graça provém dele, bem como a visitação do Espírito Santo depende de aceita-lo como Senhor e salvador!

Aceitarmos a glória que vem do Deus único é nos sujeitarmos às Suas promessas e vivermos segundo o padrão bíblico. Se aceitarmos apenas a glória dos homens, viveremos por ela e nada de melhor irá nos acontecer, pois homens não possuem em si mesmos a glória do SENHOR. Portanto, olhemos para Deus e mudemos o nosso foco de busca e de vida.

Estamos muito agarrados as coisas comuns e pouco nos importamos com as coisas celestiais. No entanto são estas que importam para a vida eterna. Enquanto olharmos para o mundo estaremos buscando a glória dos homens e, nesta busca, seremos derrotados. Busquemos as coisas do alto, onde Deus habita e busquemos a Sua glória! Isto é sabedoria e trará a verdadeira vida!

Ano 2#60

Jesus está chamando trabalhadores!

Ao cair da tarde, disse o senhor da vinha ao seu administrador: Chama os trabalhadores e paga-lhes o salário, começando pelos últimos, indo até aos primeiros. Vindo os da hora undécima, recebeu cada um deles um denário. Ao chegarem os primeiros, pensaram que receberiam mais; porém também estes receberam um denário cada um. Mas, tendo-o recebido, murmuravam contra o dono da casa, dizendo: Estes últimos trabalharam apenas uma hora; contudo, os igualaste a nós, que suportamos a fadiga e o calor do dia. Mas o proprietário, respondendo, disse a um deles: Amigo, não te faço injustiça; não combinaste comigo um denário? Toma o que é teu e vai-te; pois quero dar a este último tanto quanto a ti. Porventura, não me é lícito fazer o que quero do que é meu? Ou são maus os teus olhos porque eu sou bom? Assim, os últimos serão primeiros, e os primeiros serão últimos [porque muitos são chamados, mas poucos escolhidos].
‭‭Mateus‬ ‭20:8-16‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/mat.20.8-16.ara

A cultura do mérito para recebimento nos dificulta entendermos o amor a nós dirigido por Deus. Enquanto estivermos nos comparando uns aos outros iremos achar que há um descompasso entre o que fazemos e o que recebemos de Deus. Por isso a graça é dificilmente entendida pelo mundo. O receber de Deus a salvação pela fé recai nesta visão da parábola acima recortada das escrituras. Muitos que creram logo no início de suas vidas terão o mesmo resultado que os que creram apenas no final, pois todos estes serão salvos.

Ora, por que então crer logo cedo? Por que enfrentar o calor e a fadiga de servir a Deus? Por vários motivos. O primeiro é que, enquanto não o servimos estamos como os que estavam de braços cruzados, sem propósito, sem tarefa, sem recompensa. Em segundo, depois que o Senhor passa buscando por trabalhadores, ninguém garante que passará novamente por nós! E em terceiro, quando não estamos dispostos a trabalhar para o Senhor não significa que ele insistirá e poderá ter sido a nossa única oportunidade.

O que sabemos é que se tivermos a oportunidade, então melhor é a abraçarmos antes que seja tarde demais! Oportunidade como esta não se encontra no mundo, somente em Deus e Ele quer que todos se salvem, mas nem todos entenderão a importância do chamado! O trabalho é algo que todos queremos, mas nem todos se dispõem por medo de perderem a sua liberdade. A verdade é que a liberdade que o mundo diz oferecer não é verdadeira, pois depende das alegrias que devem ser conquistadas com dinheiro ou algum tipo de serviço pessoal. No fim, será apenas uma fantasia proveniente de orgulho e vaidade.

O servir a Deus nos traz a oportunidade de vivermos com Deus e para Deus. A liberdade que o Senhor nos dá é a de fazermos em amor, não em obrigação, pois a recompensa será a mesma para todos neste mundo. A diferenciação virá na eternidade, onde as novas funções dependerão do que cada um praticou enquanto esteve aqui neste mundo. Lá o mérito se encarregará de nos diferenciar, mas aqui não. É um depósito a se fazer para um mundo que ainda não conhecemos. Pela fé somos salvos e na fé trabalhamos, pois tudo provém de promessa de uma herança espiritual em Cristo!

Que possamos investir cada vez mais no reino de Deus, pois os dias se abreviam e as oportunidades diminuem!

Ano 2#60