A esperança está em Deus!

Ao desembarcar, viu Jesus uma grande multidão e compadeceu-se deles, porque eram como ovelhas que não têm pastor. E passou a ensinar-lhes muitas coisas.
‭‭Marcos‬ ‭6:34‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/mrk.6.34.ara

Jesus sempre estava ensinando e este foi um dos ministérios a que mais se dedicou em sua passagem pela Terra. Ao se compadecer da humanidade ensinava. Veio até nós para nos ensinar o caminho a seguir para o Pai e é por isto que ainda hoje é importante que seus ensinos permaneçam sendo transmitidos de geração em geração.

Jesus curou e alimentou aos que o buscavam, mas discipulou mais que tudo o que fez entre nós. Não é cura que nos traz salvação. Não é alimento que nos traz salvação. É o conhecimento de Cristo que salva e, por isso, Jesus se apresentou a nós!

Nossa compaixão por vidas em qualquer situação pode e deve nos mover a ajudar de todas as formas, mas sempre deve nos compelir a evidenciarmos a obra redentora de Cristo. Sem isto a humanidade permanecerá em suas mazelas e terá sido em vão a ajuda enviada, ainda que consigamos reduzir a violência, tristeza, fome, doença, pobreza e o cárcere dentre outros problemas sociais que enfrentamos todos os dias.

Sem o conhecimento e o temor a Deus não haverá mudança de vida e nem de estado de espírito, não haverá esperança de dias melhores e nem o desejo de ajudarmos permanecerá. Se o caos progredir e a fé se esfriar, não restará muito a fazer. Oremos para que a luz do mundo seja irradiada a todo momento e vidas sejam alcançadas. Preguemos o evangelho de Cristo e confiemos que a Palavra atingirá o propósito para o qual foi enviada!

Ano 2#74

Guardemos os mandamentos e caminhemos no caminho proposto!

“Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor; assim como também eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai e no seu amor permaneço.”
‭‭João‬ ‭15:10‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jhn.15.10.ara

Este é o preço de se andar com Jesus. A salvação é Cristo carregando a cruz de todos nós para nossa salvação, enquanto a santificação é cada um carregando a sua própria cruz seguindo a Cristo. Só Cristo poderia carregar a cruz de todo o mundo, pois só ele foi achado digno. Nele não havia pecado. Agora, cada um de nós tem a capacidade de caminhar com Cristo após a redenção recebida na cruz!

A salvação é recebida pela graça dada por Deus, mas não foi gratuita para quem a pagou, Jesus Cristo. Foi pago um alto preço, a vida do Justo, do Cordeiro Santo! Ao recebermos a graça passamos a caminhar com Jesus e iremos perceber a necessidade de nos desfazermos de alguns comportamentos e adquirirmos outros. Passamos do senhorio do pecado para o senhorio de Cristo e isto significa guardar os seus mandamentos.

Guardar um mandamento é recebe-lo e obedece-lo. Sem conhecer fica difícil obedecer. Conhecer a Cristo se faz, portanto, necessário. E é nesta caminhada que iremos carregar a nossa cruz porquanto, por vezes, será pesado deixar para trás pecados e também árduo adquirir virtudes. Jesus declarou que o fardo dele é leve e o jugo dele é suave, enquanto manter-se no pecado do mundo não é! O Espírito Santo será nosso guia, nos segurando pelas mãos, mas cada um deverá se esforçar para ir até o fim! Devemos estar alegres pois temos auxílio, direção e a certeza de que nossa perseverança agrada o coração de Deus, mas ao mesmo tempo entendendo de que este frutificar vem do próprio Deus que depositou em nós o Seu Espírito.

É um misto de esforço próprio e ajuda divina, uma cooperação transformadora que edifica em nós um caráter transformado. Carregar nossa cruz e seguir a Cristo tem um custo pessoal que também não é pouco para cada um de nós e precisa ser levado em consideração para não desistirmos no meio do caminho:

Se alguém vem a mim e não aborrece a seu pai, e mãe, e mulher, e filhos, e irmãos, e irmãs e ainda a sua própria vida, não pode ser meu discípulo. E qualquer que não tomar a sua cruz e vier após mim não pode ser meu discípulo. Pois qual de vós, pretendendo construir uma torre, não se assenta primeiro para calcular a despesa e verificar se tem os meios para a concluir? Para não suceder que, tendo lançado os alicerces e não a podendo acabar, todos os que a virem zombem dele, dizendo: Este homem começou a construir e não pôde acabar.
‭‭Lucas‬ ‭14:26-30‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/luk.14.26-30.ara

Sim, exige um esforço pessoal mas a recompensa já está à nossa frente e é a eternidade! Caminhemos no caminho proposto pelo mestre e vivamos com alegria, pois temos cuidado e direção, proteção e fortalecimento para todo o caminho a trilhar! Tenhamos fé, pois sem isto não conseguiremos chegar na cruz de Cristo, receber a redenção e nem carregar a nossa cruz. Sem fé não teremos confiança na cooperação do Espírito Santo e nem a certeza da recompensa. Sem fé não teremos a capacidade de enxergarmos o caminho que por vezes não será visível, apenas audível.

Oremos por conhecermos mais e mais a Cristo!

Ano 2#72

Devemos buscar o Filho se quisermos o Pai.

O Pai ama ao Filho, e todas as coisas tem confiado às suas mãos. Por isso, quem crê no Filho tem a vida eterna; o que, todavia, se mantém rebelde contra o Filho não verá a vida, mas sobre ele permanece a ira de Deus.
‭‭João‬ ‭3:35-36‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jhn.3.35-36.ara

O evangelhista e apóstolo João mostra claramente que sem conhecermos a Cristo não teremos oportunidade de entendermos verdadeiramente o Pai. Quem não conhecer o Filho não conhecerá o Pai. E o desconhecimento de Deus nos leva a uma vida longe de seus propósitos.

O que fazer quanto a isto? Os que já creem devem expressar a vida de Cristo para ser manifesta aos que não creem ou não o conhecem. Sem testemunho, apenas com sinais e prodígios a atenção do descrente será alcançada. Deus providenciará que uma ou outra aconteça através de seus servos!

A vida eterna começa na transformação do caráter do homem para refletir a imagem e semelhança de Deus. Enquanto a transformação do caráter é obra do Espírito Santo, o testemunhar o novo caráter é a nossa obra. Assim é a cooperação entre nós e o Espírito. Sem ele não há renovação de vida, mas ele não realiza as obras que cabe a nós realizarmos.

Portanto, não receber o Espírito através da fé em Cristo é permanecer na busca de obras que não glorificam a Deus, ou realizar obras para tentar mostrar que merecemos a salvação ou nem uma coisa e nem outra. Sem termos o propósito alinhado com Deus é como jogarmos futebol sem sabermos para que gol correr. Queremos jogar e chutar, mas sem entender o motivo ou o objetivo a alcançar.

Cristo nos dá a verdadeira motivação, objetivo e a explicação de quem é Deus. Até entendermos isto permaneceremos na ilusão de sabermos quem somos e para onde vamos. Na nossa arrogância permaneceremos na rebeldia, mas na nossa humildade encontraremos a direção em Cristo para seguirmos no amor de Deus.

Ano 2#67

A nova vida é um trabalho diário de santificação!

Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que creem no seu nome; os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus. E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai.
‭‭João‬ ‭1:12-14‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jhn.1.12-14.ara

A graça e a verdade vieram abundantemente à Terra na pessoa de Cristo, o messias, o Filho de Deus encarnado! Era o Filho único, o unigênito, mas ao se entregar na cruz por nós, passou a ser o primogênito! Fez com que todos que crescem em seu sacrifício redentor se tornassem filhos de Deus e, portanto, irmãos e co-herdeiros das promessas do Pai!

Passar a ser irmão de Jesus significa possuir o Espírito Santo em nós e sermos capazes de fazer o que Jesus fez, trazendo a graça e a verdade a outros. Este é o papel da família espiritual criada em Cristo e chamada de Igreja. Não há Igreja sem Cristo e não há filiação em Deus sem termos recebido do Seu Espírito Santo através de Cristo!

Ser Cristão é buscar a filiação em Deus através de Jesus e seguir o caminho da vida à serviço do próximo para glorificar o nome do Pai. Isto em amor e gratidão por termos recebido a salvação que não merecíamos. O pecado nos impede de servirmos em amor e é necessário nascermos novamente de Deus para que isto seja possível.

Este novo nascimento faz com que boa parte do nosso velho homem/mulher sejam abandonados, enquanto a nova natureza começa a fazer uma transformação interna. Esta transformação se chama santificação e leva um tempo para cada um de nós.

Enquanto nos santificamos uma parte do velho homem continua lutando contra a nova natureza e isto é um processo pessoal em que temos de perseverar, não desanimar e clamar muitas vezes que o Espírito nos fortaleça para que a nossa carne morra de vez. Mas, algumas vezes leva mais tempo e precisamos continuar lutando. Isto é o caminhar com Jesus!

Os apóstolos passaram por isto e no livro de Atos lemos discussões, situações de conflito no abandono da Lei para a graça e outros fatores que fizeram com que os discípulos recebessem a direção do Espírito e nos ajudassem hoje em nosso tempo.

Sentir desejos antigos não é pecar, desde que não os acolhamos em nossas mentes e corações. Precisamos lutar contra isto, mas não significa que não fomos regenerados. Ser regenerado é ser capaz de lutar contra isto, pois antes não tínhamos força e muitas vezes nem o desejo de interromper tais situações, mas no Espírito Santo temos o domínio próprio que nos capacita a dizer não para o que não desejamos mais praticar!

Os filhos do Pai receberam poder em Jesus para viverem buscando e exercendo a santificação, um trabalho diário voluntário e dependente do pleno conhecimento de Cristo. Isto é maravilhoso, pois agora temos acesso a Deus pelo Filho, para vivermos o propósito a nós entregue na nova vida! Deus seja louvado!

Ano 2#66

Onde temos buscado as palavras de vida eterna?

Então, perguntou Jesus aos doze: Porventura, quereis também vós outros retirar-vos? Respondeu-lhe Simão Pedro: Senhor, para quem iremos? Tu tens as palavras da vida eterna; e nós temos crido e conhecido que tu és o Santo de Deus.
‭‭João‬ ‭6:67-69‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jhn.6.67-69.ara

Ao reconhecermos Jesus Cristo como Senhor e salvador já não conseguimos deixar de segui-lo. Ao reconhecer que ele tem as palavras de vida eterna, como abandona-lo? No entanto, se não entendermos suas palavras também iremos nos escandalizar como muitos discípulos fizeram e o deixaram.

A questão fundamental reside em conhecer Jesus como o dono da vida, aquele que nos dá de si mesmo para que vivamos através dele. Se entendermos isto e nos apegarmos a esta verdade, então não o abandonaremos e nem o trairemos. E este discernimento vem através do Espírito Santo. Sendo assim, sem a manifestação de Deus para nos abrir a mente e coração, não temos como compreender a maravilha da graça que salva o homem.

Viver em Cristo requer mais que acreditar nele, é realizar as obras que ele deixou para nós. É andar nos seus passos através de nos alimentarmos do próprio Cristo. Isto é o espiritual agindo no material. É recebermos do Espírito Santo para agirmos neste mundo.

Ora, sem crer que Jesus é o Cristo e sem conhece-lo jamais seria possível confiarmos no Evangelho. Não há Evangelho sem Jesus e nem caminhar no Evangelho sem Jesus! Por isso a mensagem que ele deixou era de nos alimentarmos dele que é o Pão que desceu do céu, e que deveríamos beber do seu sangue que nos traz as promessas da Nova Aliança.

Glórias a Deus por tão grande graça! Tomemos posse desta herança bendita e prossigamos em conhecer a Cristo nos alimentando do Senhor e caminhando com ele! Seremos abençoados, transformados, cuidados, libertos e justificados em todo o tempo da caminhada.

Nosso propósito é o de nos santificarmos para nos encontrarmos com o Deus Santo e tremendo. No Dia do Julgamento exultaremos porque a fé que nos foi dada em Cristo terá feito a obra em nós e teremos o nosso nome escrito no Livro da Vida! Portanto, estejamos alegres pois as palavras de vida eterna em Cristo já estão nos transformando para a glória do SENHOR. Creiamos no Santo do Deus!

Ano 2#64

Devemos buscar o alimento divino!

Trabalhai, não pela comida que perece, mas pela que subsiste para a vida eterna, a qual o Filho do Homem vos dará; porque Deus, o Pai, o confirmou com o seu selo.
‭‭João‬ ‭6:27‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jhn.6.27.ara

Não podemos ficar sem nos lembrarmos do verdadeiro foco em nossas vidas. Temos muitas atividades, fazemos muitas coisas e nossas mentes não param de pensar o tempo todo. Mas, por que fazemos o que fazemos e para quem estamos fazendo?

Jesus Cristo nos ensina a não fazermos as coisas no automático, para que não caiamos no erro de vivermos pelas coisas visíveis e naturais. Nosso foco deve ser sempre em agradar a Deus, buscando as coisas do alto, nos alimentando espiritualmente e trabalhando para conquistarmos estas coisas.

Se ficarmos olhando apenas para este mundo a fim de conquista-lo em termos materiais, então faremos muito pouco ainda que sejamos bem sucedidos. O verdadeiro sucesso é vivermos para Deus, neste mundo, para que ganhemos para o próximo que virá. Aqui é só o início de uma jornada, que prosseguirá em um ambiente totalmente diferente.

Estamos vivendo como uma lagarta que em breve entrará em um casulo aguardando a transformação de nossos corpos mortais em corpos imortais. Hoje estamos nos arrastando pela terra, preocupados em comer folhas, mas estamos sendo chamados para voarmos!

Enquanto “comedores de folhas”, olhemos para os céus, para que estejamos atentos a buscarmos as folhas certas e levarmos outros conosco para a presença daquele que é o único que pode transformar lagartas em borboletas.

Muitos na tentativa de apenas comer se esqueceram do seu propósito e não estão atentos ao processo. As crisálidas não surgirão em volta de todas as lagartas, pois não estão se alimentando das folhas certas. Busquemos a Cristo e sejamos sadios para a vinda vindoura! Sem ele, estaremos fracos e doentes e não conseguiremos fazer a transição…

Ano 2#63

Façamos como Zaqueu!

Entrementes, Zaqueu se levantou e disse ao Senhor: Senhor, resolvo dar aos pobres a metade dos meus bens; e, se nalguma coisa tenho defraudado alguém, restituo quatro vezes mais. Então, Jesus lhe disse: Hoje, houve salvação nesta casa, pois que também este é filho de Abraão. Porque o Filho do Homem veio buscar e salvar o perdido.
‭‭Lucas‬ ‭19:8-10‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/luk.19.8-10.ara

O problema de Zaqueu era roubar as pessoas, tanto ricos como pobres. Ele era o típico explorador da condição que tinha como cobrador de impostos e pedia mais do que era devido, se tornando riquíssimo. Ao receber a visita de Jesus foi impactado e enxergou o seu pecado, arrependendo-se e determinando a restituição do dinheiro roubado a quem de direito.

Ao recebermos a visita de Jesus somos confrontados com os nossos pecados para termos a oportunidade de arrependimento e mudança espiritual que nos tornará em Filhos de Deus! Cristo pede para pousar em nossas vidas para nos trazer a visão correta de Deus e Sua vontade. Precisamos estar atentos como Zaqueu, pois não perdeu a única oportunidade que teve para estar com Jesus!

Hoje temos mais uma oportunidade quando participamos de um culto, oração, Estudo Bíblico ou meditação na Bíblia Sagrada. São a manifestação de Jesus de várias formas e nos transforma enquanto nos ligamos a ele. Sejamos pró-ativos e caminhemos com Cristo. Ele veio buscar e salvar o perdido, ou seja, aquele que está afastado do Deus da glória, do Criador, por causa dos pecados praticados contra as pessoas.

Eis que o Senhor está passando agora. Qual será a nossa atitude? Façamos como Zaqueu e sejamos abençoados, em nome de Jesus!

Ano 2#53

Pequenos erros, pequenas correções!

O rei havia mandado prender e encarcerar João para agradar Herodias. Ela era esposa de seu irmão, Filipe, mas Herodes tinha se casado com ela. João dizia a Herodes: “É contra a lei que o senhor viva com a esposa de seu irmão”. Por isso Herodias guardava rancor de João e queria matá-lo, mas não podia fazê-lo, pois Herodes o respeitava e o protegia, sabendo que ele era um homem justo e santo. Herodes ficava muito perturbado sempre que falava com João, mas mesmo assim gostava de ouvi-lo.
‭‭Marcos‬ ‭6:17-20‬ ‭NVT‬‬
https://www.bible.com/1930/mrk.6.17-20.nvt

Herodes teve a oportunidade de se arrepender de seu erro, mas preferiu agradar uma mulher com quem não deveria ter se relacionado. Ao invés de resolver sua vida acabou se comprometendo ainda mais, pois teve de mandar matar a João Batista por causa desta mesma mulher.

Há relacionamentos que não são benéficos para nós. Relacionamentos que são errados por princípio. Herodes adulterou com Herodias e fez de tudo para manter o relacionamento. Sendo rei tinha poder para isto, mas a consequência foi terrível. Priorizar relacionamentos pessoais em detrimento à palavra de Deus sempre trará seus problemas. Somos ensinados que um abismo gera outro abismo e que as intenções pesam muito diante de Deus.

Todos os dias temos a oportunidade de pararmos nossos erros. Pequenos erros, pequenas correções. Grandes erros, grandes correções! Herodes deixou o erro ir longe demais a ponto de ter de matar o profeta. Qual o peso emocional e espiritual que ele acabou por carregar? Certamente algo que só o levou a ir ainda mais longe. Vigiar e orar é buscar identificar estas situações perigosas em nossas vidas. É estarmos confrontando nossas ações e situações para que não venhamos a seguir o caminho do mal.

Estejamos sensíveis ao que o Espírito Santo nos diz, não apenas “gostar de ouvir”, mas obedecer. Deus tem o melhor para nós e precisamos confiar em Sua Palavra. Ela nos suporta em todo tipo de decisão e nos apruma diante da vida. É o Norte para não nos desviarmos e garantia de sermos bem sucedidos em todas as decisões que devemos tomar. Jesus é a própria Palavra e se desejamos viver por ele, então precisamos aprender com ele!

Ano 2#48

E depois da Páscoa?

Tende em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, pois ele, subsistindo em forma de Deus, não julgou como usurpação o ser igual a Deus; antes, a si mesmo se esvaziou, assumindo a forma de servo, tornando-se em semelhança de homens; e, reconhecido em figura humana, a si mesmo se humilhou, tornando-se obediente até à morte e morte de cruz. Pelo que também Deus o exaltou sobremaneira e lhe deu o nome que está acima de todo nome, para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, nos céus, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é Senhor, para glória de Deus Pai.
‭‭Filipenses‬ ‭2:5-11‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/php.2.5-11.ara

Que toda língua confesse que Jesus Cristo é Senhor, para a glória de Deus Pai! Ele morreu e ressuscitou para mostrar a todo o mundo que importava vir até nós, deixando a sua glória, vivendo entre nós de maneira singela, sem ostentação e sem exibir poder político ou militar. Seu reino não foi implementado por força, violência ou riqueza, pois não é nisto que consiste a eternidade com Deus.

Seu ministério foi de amor ao próximo, curando e libertando pessoas, trazendo poder sobre demônios, elementos da natureza e todo tipo de situações para nós sobrenaturais. Mostrou sinais para vermos que realmente não era apenas humano, mas também Filho de Deus! E é esta filiação que veio propor a todos nós. Não a temos até a recebermos de Jesus Cristo, pois ele é quem tem a autoridade de nos dar. Por isso é que todo joelho irá se dobrar e toda língua confessará Jesus como Senhor!

Seu senhorio será por todo o reino e sobre todos que forem recebidos como filhos do Pai Todo-Poderoso. Seu retorno será em breve, mas enquanto aguardamos, o reino está sendo estendido a corações e mentes, pelo Espírito Santo! Sua manifestação permanece nos testemunhos dos que são chamados e escolhidos, edificados na pedra fundamental, o próprio Cristo.

Esta edificação espiritual é diária e exige esforço de cada um. Viver por Cristo é também deixar a glória que possamos ter, olhar para o nosso próximo e servi-lo como Jesus fez. É vivermos a plenitude do Evangelho em amor. No início pode ser difícil, mas com o tempo seremos aperfeiçoados no Senhor. Ele nos dirige e fortalece, capacita e abençoa para toda a boa obra. Somos filhos, irmãos, amigos, mas servos uns dos outros. Ninguém é maior, ninguém é melhor, ainda que haverá separação e níveis de galardão nos céus. Lá sim haverá diferenças, mas aqui não.

Que andemos em amor e testemunho das Boas Novas da salvação em Cristo. Depois da Páscoa continuamos na visão da Páscoa, pois cada vida que recebe a salvação em Cristo, morre e ressuscita com ele no batismo. Se torna nova criatura e a morte já não tem mais poder sobre nenhum Cristão. A vitória da cruz é diária e traz cura e libertação aos crentes, justiça de Deus a todo o que crê! Jesus vive e está intercedendo por nós e virá nos resgatar. Caminhemos com ele agora e sempre, para a glória de Deus!

Ano 2#40

Afinal, estamos realmente obedecendo a Deus e o seu chamado ou apenas fingimos?

““O que acham disto? Um homem que tinha dois filhos disse ao mais velho: ‘Filho, vá trabalhar no vinhedo hoje’. O filho respondeu: ‘Não vou’, mas depois mudou de ideia e foi. Então o pai disse ao outro filho: ‘Vá você’, e ele respondeu: ‘Sim senhor, eu vou’, mas não foi. “Qual dos dois obedeceu ao pai?” Eles responderam: “O primeiro”. Então Jesus explicou: “Eu lhes digo a verdade: cobradores de impostos e prostitutas entrarão no reino de Deus antes de vocês. Pois João veio e mostrou o caminho da justiça, mas vocês não creram nele, enquanto cobradores de impostos e prostitutas creram. E, mesmo depois de verem isso, vocês se recusaram a mudar de ideia e crer nele.”
‭‭Mateus‬ ‭21:28-32‬ ‭NVT‬‬
https://www.bible.com/1930/mat.21.28-32.nvt

Na semana da crucificação, no dia em que alguns dizem ser na Terça-Feira daquela semana, Jesus foi até o templo e os religiosos o combateram a fim de provoca-lo de todas as formas e encontrarem ocasião de prende-lo. Jesus aproveitou para lhes mostrar a cegueira espiritual em que se encontravam. Mostrou que não adianta dizer que irá fazer algo se não fizer verdadeiramente. É falar de boca para fora.

Havia no templo o grupo de pessoas que estava ali para pedir perdão por seus pecados e os religiosos que faziam seus trabalhos devocionais. Jesus compara os dois grupos com dois filhos. O grupo de pecadores ao filho que disse que não iria fazer a vontade do pai mas se arrepende e faz, e o grupo dos religiosos que disse que iria fazer e acabou por não fazer o que deveria.

Ora, pecadores que se arrependem e passam a crer na salvação em Jesus entrarão no Reino de Deus, ao passo dos que se dizem tementes a Deus e não dão crédito ao evangelho continuam a desobedecer o Pai. Crer é atender o chamado da fé e passar a viver conforme este chamado. Ter fé é praticar segundo conhecemos. Sem fé em Jesus irei praticar o que conheço, mas longe do que Jesus nos ensina. A religiosidade nos leva a práticas que não trazem vida para nós e nem às pessoas à nossa volta. Religiosidade traz apenas peso e não nos transforma interiormente.

Jesus, entre este dia e a sua entrada em Jerusalém já havia condenado a figueira infrutífera e mostrou que uma árvore sem frutos não serve para nada!

De manhã, enquanto voltava para Jerusalém, Jesus teve fome. Encontrando uma figueira à beira do caminho, foi ver se havia figos, mas só encontrou folhas. Então, disse à figueira: “Nunca mais dê frutos!”. E, no mesmo instante, a figueira secou.
‭‭Mateus‬ ‭21:18-19‬ ‭NVT‬‬
https://www.bible.com/1930/mat.21.18-19.nvt

Não dar frutos é não produzir obras que glorifiquem a Deus. Muitos confiam em suas obras, mas Deus julga todas as coisas. Precisamos julgar se nossas obras são em obediência que glorifica a Deus ou em desobediência que só interessa a nós mesmos. Se fazemos para que vidas sejam edificadas ou porque as controlamos ou desejamos ter controle sobre elas.

Em uma semana conturbada precisamos verificar se nosso interesse é o de reconstruir uma nação ou resolver os nossos desejos. Se vamos edificar uma nação onde se possui Deus no centro ou os poderes dos homens. Estamos sendo testados e seremos cobrados por Deus pelas atitudes que tomarmos. Ele nos chamou para que vivêssemos em comunhão e unidade, que tivéssemos Jesus como líder e as pessoas como irmãos e irmãs.

Precisamos olhar para esta nação como a oportunidade de vivermos o verdadeiro evangelho. Vidas estão perecendo enquanto autoridades discutem quem manda mais. Pessoas estão com fome enquanto muitos estão vivendo uma vida normal isolados do resto da sociedade e não estão enxergando as mazelas sociais. Pessoas estão nas ruas tentando defender seus direitos sem conseguir resolver a questão, pois quem poderia comprar delas está dentro de casa e guardando dinheiro para um futuro incerto.

Se cremos em Jesus vamos primeiro estabelecer um reino espiritual em nossas vidas. Se Deus não estiver no centro, nada será resolvido. Não adiantará vacina, testes, isolamentos, economia voltando ao normal, etc. Aqui não é o destino final de nossas almas. Aqui é apenas um teste para a fase futura e não passa no teste quem busca viver para este mundo. Não frutifica aqui quem se preocupa com o viver melhor aqui, pois não há a verdadeira justiça enquanto não se conhece a Deus.

Precisamos crer e obedecer. Confiar e caminhar na direção de Deus. É Ele quem muda as circunstâncias, quem irá varrer esta praga, quem irá restaurar governos e restabelecer economias. Não será o homem sem Deus que conseguirá isto, pois Ele não permitirá que a maldade seja vencedora e a injustiça prevaleça. Ainda não chegou a hora da prestação de contas, mas não tardará!

O mundo tem a oportunidade de enxergar todos os danos que provocou e continua provocando a si mesmo por causa da vaidade. Que possamos ouvir a Deus e pedirmos perdão pelos nossos pecados e nos arrependermos de verdade. Assim poderemos voltar ao caminho e produzir frutos dignos, porque Deus É santo e merecedor do nosso esforço para a glória dEle!

Ano 2#34