#3_302 Vivamos com coragem!

Maravilhavam-se sobremaneira, dizendo: Tudo ele tem feito esplendidamente bem; não somente faz ouvir os surdos, como falar os mudos.
Marcos 7:37 ARA
https://bible.com/pt/bible/1608/mrk.7.37.ARA

Jesus trabalha de forma irrepreensível e maravilhosa. Não descansou enquanto havia o bem a ser feito. Não há dolo ou má vontade, desculpas ou mentiras em seu ministério. Tudo faz para abençoar as vidas das pessoas e lhes tirar suas mazelas e dificuldades!

Por onde passou não deixou de curar ou expulsar demônios, só realizando pouco em sua terra natal, pois não criam nele. Hoje não é diferente. Se há poucos sinais e maravilhas sendo feitos em nome de Jesus é porque não se está crendo em seu poder!

Ele deixou a ordenança de irmos em todas as nações pregando o evangelho da salvação. Declarou que está com todos os que forem em seu nome lhes dando autoridade e capacidade de realizar obras ainda maiores que as que ele fez entre nós (Marcos 16:15-18). O que nos impede então? Medo dos homens? Sim, medo de perdermos nossas vidas.

Ele não teve este medo e doou sua vida por nós. A verdade é que ele espera que o nosso amor supere o medo como ele nos amou!

Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a própria vida em favor dos seus amigos.
João 15:13 ARA
https://bible.com/pt/bible/1608/jhn.15.13.ARA

Precisamos vencer o medo da morte, pois esta já foi conquistada por Cristo na cruz em nosso favor. Oremos para que o amor floresça em nós sem restrições e sejamos como o mestre. A eternidade está assegurada para os que são de Cristo e todos morreremos um dia. Como morreremos é apenas um detalhe nos planos de Deus!

Muitos fugindo da dor morreram em acidentes ou de doença, outros encontraram a traição e a espada. Importa-nos que sejamos encontrados fiéis ao Senhor até o nosso último dia aqui. Oremos para que a nossa obediência vença o medo e isto só acontecerá se o nosso amor for mais forte que o desejo de preservarmos nossas próprias vidas.

Amemos a Deus e ao nosso próximo. O Senhor nos guardará do que for necessário para que a Sua obra seja feita. Não importa como iremos morrer, mas pelo que vivemos. Em Cristo a nossa morte terá sido uma vitória a mais para o reino de Deus!

#3_253 Não temas!

E Deus falou que a descendência dele seria peregrina em terra estrangeira, onde seriam escravizados e maltratados durante quatrocentos anos. — Deus disse ainda: “Castigarei a nação da qual forem escravos; e, depois disso, sairão daí e me servirão neste lugar.”
Atos 7:6‭-‬7 NAA
https://bible.com/bible/1840/act.7.6-7.NAA

Deus declara o que irá fazer aos seus servos. No entanto nos preocupamos mais com a dor do que com a alegria que virá após a dor passar. Processos que nos trazem dificuldades acabam por nos fazer crescer, mas temos a tendência de desviar destes como se fossem obstáculos ao nosso crescimento.

Se o povo se lembrasse de que seria escravo por 400 anos debaixo de uma nação poderosa teriam permanecido no Egito depois da morte de José? Certamente que não, mas naquele momento, estavam em uma boa localização e prosperando cada vez mais!

Certas dificuldades não parecem que irão ocorrer, mas sobrevém como as calamidades pelas quais Jó também passou. Sem a fé no Senhor nem Jó e nem o povo teriam resistido como resistiram. Nossa entrega nos momentos difíceis podem ocorrer se acharmos que estamos sozinhos e não temos saída.

A dor se torna tão grande que muitos tiram a própria vida, mas Deus tem saída para nós. Davi enxergou e declarou que ainda que passasse pelo vale da sombra da morte não temeria mal algum porque sabia que o Bom Pastor estaria com ele! Jó declarou que o Redentor dele vivia, então suportaria também!

Deus nos traz o escape e precisamos nos agarrar a suas promessas. Hoje podemos estar atemorizados com um futuro incerto, mas não será diferente se estivéssemos prosperando como o povo estava ao ser escravizado. O mais importante é confiar em Deus e saber que tudo passará e estaremos seguros com Ele!

Jó recuperou o que perdeu, o povo saiu da escravidão e nós também teremos a boa mão do Senhor a nosso favor. Não devemos temer o que está ocorrendo à nossa volta, pois nosso Pai está no controle de todas as coisas!

Jesus venceu a morte!

Eis que vos digo um mistério: nem todos dormiremos, mas transformados seremos todos, num momento, num abrir e fechar de olhos, ao ressoar da última trombeta. A trombeta soará, os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados. Porque é necessário que este corpo corruptível se revista da incorruptibilidade, e que o corpo mortal se revista da imortalidade. E, quando este corpo corruptível se revestir de incorruptibilidade, e o que é mortal se revestir de imortalidade, então, se cumprirá a palavra que está escrita: Tragada foi a morte pela vitória. Onde está, ó morte, a tua vitória? Onde está, ó morte, o teu aguilhão? O aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei. Graças a Deus, que nos dá a vitória por intermédio de nosso Senhor Jesus Cristo.
https://bible.com/bible/1608/1co.15.51-57.ARA

A morte existe porque existe o pecado. Quando o pecado entrou no mundo a raça humana passou a ter seus dias contados. Chegou a morte com todas as suas mazelas e tristezas. Temos vontade de viver para sempre, mas não será neste corpo que degenera e é corruptível. Por causa do pecado veio a primeira morte, a do corpo, que é inevitável! No entanto, Paulo fala de um evento onde uma trombeta tocará e haverá a transformação corporal dos viventes e a ressurreição dos mortos. Tal evento é um acontecimento onde a morte terá sido destruída e a humanidade terá outra constituição.

Jesus Cristo é a única resposta para a morte, tanto da primeira quanto da segunda. Temos a fé de que ressuscitaremos para sermos recebidos por ele no céu e não seremos lançados no inferno, que é a segunda morte. Se tememos a primeira morte, a segunda é muito pior. Sem Jesus, quem passará na balança da justiça de Deus? Que obras levaremos conosco que sejam justas e feitas apenas por nossa capacidade? Aliás, nossas capacidades são nossas ou as herdamos? Temos poder até que ponto a respeito da inteligência e modelo de decisão que temos?

Nossas decisões são pautadas na experiência e na herança física e ambas não estão no nosso total controle. Por isso necessitamos de Deus para encontrarmos o caminho e não nos desviarmos dele. Por isso Jesus Cristo veio nos mostrar O caminho que não está escrito nos corações do homem porque corrompidos fomos pelo pecado. A lei mostra o pecado, mas não tem poder de mudar o nosso comportamento. Aponta o erro e a consequência, mas não transforma. Somente em Jesus recebemos a ajuda e a justificação.

Neste dia em que lembramos da morte, lembremos do autor da vida, Jesus Cristo! Com ele esta morte passará e a outra não chegará. Seremos todos transformados ou ressuscitaremos para as moradas eternas com o Pai! Não haverá choro ou saudade, tristeza ou luto, mas a alegria de estarmos juntos para sempre debaixo da luz de Deus! Olhemos para as nossas vidas e busquemos a Cristo que nos livra do pecado e do inferno. Ajudemos os vivos que estão de luto, pois não só a saudade dói, mas as lutas do mundo ficam mais difíceis quando passamos sozinhos. E não deixemos de olhar para Jesus, a graça de Deus, que nos dá vitória sobre a morte eterna!

Ano 2#248