Fazer o bem traz benefício a todos!

Mas, Quando Deus, nosso Salvador, revelou sua bondade e seu amor, ele nos salvou não porque tivéssemos feito algo justo, mas por causa de sua misericórdia. Ele nos lavou para remover nossos pecados, nos fez nascer de novo e nos deu nova vida por meio do Espírito Santo. Generosamente, derramou o Espírito sobre nós por meio de Jesus Cristo, nosso Salvador. Por causa de sua graça, nos declarou justos e nos deu a esperança de que herdaremos a vida eterna. Essa é uma afirmação digna de confiança, e quero que você insista nesses ensinamentos, para que todos os que creem em Deus se dediquem a fazer o bem. São ensinamentos bons e benéficos para todos.
‭‭Tito‬ ‭3:4-8‬ ‭NVT‬‬
https://bible.com/bible/1930/tit.3.4-8.NVT

O evangelho é a certeza de um mundo melhor. Ter a presença do Espírito Santo é o divisor de águas em nossas vidas. Sem o Espírito Santo estaremos cativos nos pecados, mas no Espírito temos o poder de não pecarmos mais. Melhor ainda é termos sido justificados pelo Senhor e salvos pela graça, por meio da redenção em Cristo!

Sem a salvação permaneceremos inimigos de Deus. O evangelho nos mostra esta verdade e também a saída em Cristo. Pregar o evangelho é amar ao próximo, pois é alerta-lo e mostrar a saída do pecado. Com a salvação vem a alegria em praticar o bem.

O que está acontecendo nas principais séries de TV dos últimos 20 anos senão mostrar a natureza humana na sua forma natural? Vemos violência, sexo desenfreado, busca pelo poder, infidelidades, mentiras e todo tipo de atitude que traz destruição de vidas. Em cada capítulo morre um personagem de maneira drástica em uma terra onde a lei dos homens não impede a corrupção ou s violência.

Sem a lei de Deus no coração do homem não haverá mudanças para melhor neste mundo. Quem nasceu do Espírito para de viver pelos preceitos da carne, buscando fazer o bem. As boas novas do evangelho apontam para um mundo que não deseja mudar e ainda assim recebe a visita de Deus que habilita a salvação aos que crerem. Sem o evangelho não há solução para este mundo. Cristo voltará para resolver de uma vez por todas a maldade dos homens, mas até lá, temos sua presença pelo Espírito e pela palavra de Deus.

Que estejamos atentos ao Espírito obedecendo à palavra. Assim seremos pessoas transformadas e preparadas para as boas obras praticadas em Cristo. Se somos dele estaremos obedecendo e nos tornando pessoas de bem. Fazer o bem traz benefício a todos à nossa volta, engrandecendo o nome do Senhor. Façamos o bem em gratidão, respondendo positivamente ao amor em Cristo Jesus!!!

Ano 2#202

Sejamos justificados em Cristo!

Filhinhos, não vos deixeis enganar por ninguém; aquele que pratica a justiça é justo, assim como ele é justo. Aquele que pratica o pecado procede do diabo, porque o diabo vive pecando desde o princípio. Para isto se manifestou o Filho de Deus: para destruir as obras do diabo. Todo aquele que é nascido de Deus não vive na prática de pecado; pois o que permanece nele é a divina semente; ora, esse não pode viver pecando, porque é nascido de Deus. Nisto são manifestos os filhos de Deus e os filhos do diabo: todo aquele que não pratica justiça não procede de Deus, nem aquele que não ama a seu irmão.
1João 3:7‭-‬10 ARA
https://bible.com/bible/1608/1jn.3.7-10.ARA

Há uma diferenciação dentre os homens entre filhos de Deus e filhos do diabo. Esta se refere à prática ou não de pecados. O viver pecando é não conseguir viver da maneira justa, segundo os preceitos de Deus. A lei aponta o erro, mas não nos impede de errarmos. A lei aponta para o alvo, mas o acertar o alvo depende da flecha voar de maneira estável e corrigindo os efeitos de vento e gravidade durante o voo.

Setas tortas não acertam o alvo, ainda que o arqueiro tente corrigir a trajetória, pois não há como corrigir o efeito de uma estrutura corrompida. A seta torta não atingirá o alvo pois não tem correção e isto, em medidas espirituais, chama-se iniquidade.

O pecador que vive pecando é uma flecha torta, não possuindo capacidade de acertar o alvo, ou seja, deixar de pecar. A obra do Espírito Santo é retificar nossas vidas, nos tornando aptos a acertarmos o alvo. Conquistamos isto através de Cristo! No Senhor estamos aptos a amar e viver justamente. O que nos era impossível agora é possível, pela misericórdia de Deus!

Nossa vida de pecados deve ser deixada para trás, nos tornando discípulos de Jesus, e filhos de Deus. Se permanecermos em nossos pecados permaneceremos como filhos do diabo e a justiça de Deus nos lançará junto com o diabo no lago de fogo de onde não haverá escape. Hoje podemos decidir e está claro o que devemos fazer. Que tomemos a decisão de pertencemos à família de Deus e sermos chamados de Seus filhos!

Honremos o sacrifício de Cristo e busquemos viver de maneira justa. Por gratidão e consciência glorifiquemos o nome do Pai! As obras do diabo podem e serão destruídas nas nossas vidas se assim escolhermos. Deus é bom e não desampara a ninguém que lhE busca! Decidir viver justamente é ouvir a voz do Espírito Santo e ignorar a voz do diabo. É sermos capazes de dizer não à velha natureza e sim à nova. É buscar fazer o certo para agradar a Deus e resistir ao diabo.

Sujeitai-vos, portanto, a Deus; mas resisti ao diabo, e ele fugirá de vós.
‭‭Tiago‬ ‭4:7‬ ‭ARA‬‬
https://bible.com/bible/1608/jas.4.7.ARA

Agradeçamos pela graça e a misericórdia de Deus em nossas vidas que nos capacitam a sermos justos porque Cristo nos revelou e nos deu o poder de Deus para sermos transformados e libertos do cativeiro do pecado!

Ano 2#196

Entre o individual e o coletivo, qual a nossa posição?

Ora, se Deus não poupou anjos quando pecaram, antes, precipitando-os no inferno, os entregou a abismos de trevas, reservando-os para juízo; e não poupou o mundo antigo, mas preservou a Noé, pregador da justiça, e mais sete pessoas, quando fez vir o dilúvio sobre o mundo de ímpios; e, reduzindo a cinzas as cidades de Sodoma e Gomorra, ordenou-as à ruína completa, tendo-as posto como exemplo a quantos venham a viver impiamente; e livrou o justo Ló, afligido pelo procedimento libertino daqueles insubordinados (porque este justo, pelo que via e ouvia quando habitava entre eles, atormentava a sua alma justa, cada dia, por causa das obras iníquas daqueles), é porque o Senhor sabe livrar da provação os piedosos e reservar, sob castigo, os injustos para o Dia de Juízo, especialmente aqueles que, seguindo a carne, andam em imundas paixões e menosprezam qualquer governo. Atrevidos, arrogantes, não temem difamar autoridades superiores, ao passo que anjos, embora maiores em força e poder, não proferem contra elas juízo infamante na presença do Senhor.”
‭‭2Pedro‬ ‭2:4-11‬ ‭ARA‬‬
https://bible.com/bible/1608/2pe.2.4-11.ARA

Deus é justo e justificará os arrependidos que se converterem através de Cristo. Deus não poupou quem se manteve na impiedade e reserva o inferno para receber a quem não teme permanecer na prática de pecados. Temos ouvido a respeito do julgamento que aguarda a todos os que tiveram vida e cabe a cada um buscar a verdade para si mesmo. Há muitas doutrinas e formas de religião, mas não se pode negar que, de alguma forma, temos a percepção de que haverá uma separação entre quem viveu apenas para si mesmo e quem serviu ao próximo.

Viver para si traz a questão de propósito vazio. Não deixar um legado através de alguém ou não viver para edificar outras pessoas nos torna insensíveis aos seus problemas e, por isso, ao nosso potencial de lhes causar problemas com nossas escolhas, atitudes e palavras. Quando estamos mais preocupados com os nossos resultados do que o resultado das demais pessoas podemos impactar e até impedir que cheguem onde poderiam chegar.

A cultura do coletivo vs individual nos faz enxergar a necessidade de esperarmos mais um pouco ou de abandonarmos nossos desejos pessoais em prol da maioria. Às vezes será ao contrário. Podemos precisar romper com alguns para que a maioria seja preservada ou que haja um recomeço a partir de um pequeno grupo que está com a mesma visão para que se possa evidenciar o propósito que havia para a coletividade maior.

Deus destruiu a Sodoma e Gomorra para que o mundo tivesse um parâmetro de limite da iniquidade, onde se deveria refrear a maldade antes que se tornasse irreversível. Já havia destruído uma vez todos os habitantes da Terra, para que a Sua vontade prevalecesse. Não podemos pensar apenas em nós, pois a nossa tendência é nos desviarmos da vontade de Deus. Se nos amarmos iremos refrear muitos ímpetos e teremos entendimento de como atender a visão do Senhor para as nossas vidas. Sozinhos iremos até contra autoridades constituídas pelo coletivo.

Que possamos meditar e buscar na palavra de Deus a sabedoria e no exemplo de Cristo, que deu a vida por nós, a conduta. Não podemos achar que somos os donos da verdade e vivermos sem ouvir as pessoas e o propósito de Deus para a nossa coletividade. Não é o que queremos, mas o que Ele definiu para nós. Esta é a diferença entre os obedientes e os desobedientes, os que desejam viver para Deus e os que desejam se justificar diante de Deus!

Sejamos humildes e olhemos para o nosso Senhor! Não veio aqui para ser servido, mas para servir. Não murmurou contra os que se voltaram contra ele, mas ofereceu perdão. Entregou seu sangue para os que não lhe queriam bem e assim é o chamado para os que queiram segui-lo. Somos como Jesus ou ainda somos egoístas? Peçamos perdão a Deus e nos arrependamos de nossos pecados. Enquanto há vida temos oportunidade de mudar, depois da morte virá o julgamento e não teremos mais chances para mostrarmos fé ou boas ações. Que o Senhor tenha misericórdia de nossas vidas!

Ano 2#193

Jesus é a graça que nos toma pela mão!

Replicou-lhes Jesus: Não está escrito na vossa lei: Eu disse: sois deuses? Se ele chamou deuses àqueles a quem foi dirigida a palavra de Deus, e a Escritura não pode falhar, então, daquele a quem o Pai santificou e enviou ao mundo, dizeis: Tu blasfemas; porque declarei: sou Filho de Deus? Se não faço as obras de meu Pai, não me acrediteis; mas, se faço, e não me credes, crede nas obras; para que possais saber e compreender que o Pai está em mim, e eu estou no Pai. Nesse ponto, procuravam, outra vez, prendê-lo; mas ele se livrou das suas mãos. Novamente, se retirou para além do Jordão, para o lugar onde João batizava no princípio; e ali permaneceu. E iam muitos ter com ele e diziam: Realmente, João não fez nenhum sinal, porém tudo quanto disse a respeito deste era verdade. E muitos ali creram nele.
‭‭João‬ ‭10:34-42‬ ‭ARA‬‬
https://bible.com/bible/1608/jhn.10.34-42.ARA

Jesus confirmou que toda a escritura é infalível. Confirmou os livros que os profetas escreveram sob inspiração divina, pois que falam das coisas de Deus e apontam para a salvação em Cristo!

Ora, as escrituras mostram vários aspectos de Deus e explicam a necessidade da graça. Se olharmos para o texto veremos que o pecado e o pecador estão condenados pela santidade de Deus. Assim, temos várias orientações para permanecermos longe do pecado que nos trará condenação eterna. Ao mesmo tempo, as escrituras mostram a necessidade de redenção a ser trazida pelo próprio Deus devido à sua misericórdia, proveniente da graça atuante na vida de todos os homens. Se por um lado somos pecadores destinados ao inferno, por outro lado temos uma oferta de escape pela fé no Filho de Deus!

Jesus mostra-se como a saída e os homens espiritualizaram de tal forma que não conseguiam enxergar que Deus poderia encarnar para prover para si um caminho que trouxesse os homens ao arrependimento. Em Cristo temos a saída para os nossos pecados, pois se fez redentor e os pagou na cruz quando se tornou o sacrifício perfeito. Não há mais condenação para os que estão em Cristo Jesus e nos tornamos justificados pela fé no sacrifício do Filho!

Somos deuses porque Deus assim nos criou para sermos e temos este potencial, só possível de ser plenamente atingido no processo da santificação proporcionada em Jesus. Nossa nova filiação é que nos capacita a entendermos os desígnios do Pai. Os sinais que são feitos por Jesus e em seu nome servem para evidenciar o poder de Deus que está em todo aquele que crê no Senhor. Pela fé e na autoridade dada à igreja é que podemos realizar tais sinais e continuar a obra deixada por Jesus para a igreja. A obra é apontar para Cristo, o autor e consumador da fé redentora que tira o pecado do mundo.

João Batista apontou para Jesus. João apenas batizava, mas a igreja hoje tem o poder recebido do próprio Senhor. João preparou o caminho e mostrou o Cordeiro de Deus. Assim a igreja deverá fazer, mas fará ainda mais ao realizar os sinais e maravilhas em nome do Senhor! Muitos crerão por causa dos sinais e outros apenas murmurarão porque não creram. O julgamento é de Deus e ocorrerá para separação entre os que creram e os que não creram.

Os que creem e desejam viver com Deus irão para o céu, enquanto os que não creram e nem desejaram viver com Deus irão para o inferno. Crer é também obedecer e desejar se santificar, pois ninguém verá a Deus sem ser santificado e isto só é possível através da fé em Jesus Cristo! Portanto, quem tem o Filho tem o Pai!

Todo aquele que nega o Filho, esse não tem o Pai; aquele que confessa o Filho tem igualmente o Pai.”
‭‭1João‬ ‭2:23‬ ‭ARA‬‬
https://bible.com/bible/1608/1jn.2.23.ARA

Por que Jesus precisaria vir ao mundo se já existiam as escrituras que apontaram os pecados? Porque a graça de Deus nos ajuda a deixarmos o pecado que é odioso ao Senhor. Portanto, a graça é superior à lei, porquanto nos ajuda ao invés de apenas apontar. Em Cristo somos ajudados a fugir do pecado. Quem ama não fica apenas alertando, mas toma a atitude de ajudar para que haja mudança de verdade! Jesus veio ao mundo para nos ajudar a encontrarmos o caminho para o Pai. Peguemos em sua mão amorosa e o sigamos!

Ano 2#192

Somos educados para as boas obras!

Porquanto a graça de Deus se manifestou salvadora a todos os homens, educando-nos para que, renegadas a impiedade e as paixões mundanas, vivamos, no presente século, sensata, justa e piedosamente, aguardando a bendita esperança e a manifestação da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus, o qual a si mesmo se deu por nós, a fim de remir-nos de toda iniquidade e purificar, para si mesmo, um povo exclusivamente seu, zeloso de boas obras.
‭‭Tito‬ ‭2:11-14‬ ‭ARA‬‬
https://bible.com/bible/1608/tit.2.11-14.ARA

A graça de Deus nos educa para deixarmos a impiedade e as paixões mundanas. Paulo traz o mesmo entendimento que o Antigo Testamento apontava para que a palavra de Deus fosse conhecida de todos, mas principalmente dos reis. Conhecer a palavra nos traz o temor ao SENHOR, que glorifica o nome dEle, nos faz entende-lo e nos aproxima de Sua misericórdia e amor infinitos. Também nos nivela em relação às pessoas pois nos enxergamos como pecadores que precisam do perdão divino. Ainda nos prospera e nos ajuda a criar nossa família no direcionamento correto, segundo os parâmetros de Deus!

Precisamos confiar e aguardar o retorno do Salvador Jesus Cristo, aquele que deu a vida por nós e está assentado à direita de Deus intercedendo por aqueles que creem nele como Deus e Senhor. Nele somos purificados de nossos pecados e nos santificarmos ao termos a ajuda do Espírito Santo para dizermos não ao pecado. O domínio próprio nos capacita a fugirmos das práticas que o mundo pratica e são contrárias ao direcionamento de Deus. Em Cristo isto muda em nossas vidas, ainda que tenhamos de pelejar contra a nossa natureza.

Seremos zelosos de boas obras, a saber, ajudar o próximo em suas necessidades, levar uma palavra de edificação quando há problemas de relacionamentos pessoais, visitar enfermos e prisioneiros, cuidar das viúvas, órfãos, estrangeiros sem apoio, e os pobres que estão passando grande dificuldade, apoiar vítimas de abusos, levantar-nos contra a violência doméstica, corrupção e leis contrárias à palavra de Deus e toda sorte de atos que edificam e prosperam a nossa comunidade. É buscar ser instrumento de benção na vida das pessoas!

Este deve ser o nosso proceder enquanto aguardamos a vinda do Senhor e Salvador Jesus Cristo, sem o qual não conseguiremos realizar estas obras. Que Deus seja glorificado através das nossas vidas!

Pois somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas.
‭‭Efésios‬ ‭2:10‬ ‭ARA‬‬
https://bible.com/bible/1608/eph.2.10.ARA

Ano 2#186

Estamos prontos a dizer: – Eis-me aqui?

Então, disse Maria ao anjo: Como será isto, pois não tenho relação com homem algum? Respondeu-lhe o anjo: Descerá sobre ti o Espírito Santo, e o poder do Altíssimo te envolverá com a sua sombra; por isso, também o ente santo que há de nascer será chamado Filho de Deus. E Isabel, tua parenta, igualmente concebeu um filho na sua velhice, sendo este já o sexto mês para aquela que diziam ser estéril. Porque para Deus não haverá impossíveis em todas as suas promessas. Então, disse Maria: Aqui está a serva do Senhor; que se cumpra em mim conforme a tua palavra. E o anjo se ausentou dela.
‭‭Lucas‬ ‭1:34-38‬ ‭ARA‬‬
https://bible.com/bible/1608/luk.1.34-38.ARA

Gabriel esclarece a forma como Maria conceberia um ente santo, como a promessa de Deus seria cumprida em sua vida, tendo de tomar uma decisão que mudaria para sempre a sua vida e a de toda a humanidade. Maria tinha a opção de escolha e decidiu confiar e executar a tarefa a ela apresentada. Confiou em Deus e até hoje é conhecida como a mãe de Jesus! Se não houvera aceito a oferta conheceríamos a mãe do mestre por outro nome!

Assim Deus faz para com todos os que Ele apresenta o evangelho da graça. Há a mensagem de aliança, a promessa de recebermos o Espírito Santo e gerarmos santidade. Podemos confiar ou não no mensageiro, pois a decisão é nossa. Quando confiamos somos tremendamente abençoados e temos a oportunidade de mudarmos o mundo! Estaremos gerando filhos na fé em Jesus Cristo!

Há o momento de decidirmos e dizermos aqui está a serva ou o servo do Senhor! Este é o momento mais importante, pois estaremos decidindo confiar 100% no chamado, na aliança a nós apresentada, passando a viver por ela e para a glória de Deus! Que tremenda oferta, nos dada através da vinda de Cristo! Até aquele momento isto não seria possível. Até Jesus nos trazer a salvação por meio de seu sacrifício estávamos vivendo no desespero de estarmos no rio caudaloso da vida e enxergarmos a cachoeira da morte eterna e não termos força para remar contra a queda ou chegar até às margens da salvação.

Em Cristo temos a vida eterna. Deus está enviando mensageiros a todas as vidas para que sejamos alcançados pelo Seu amor e nos tornemos filhos da graça e geradores de outros filhos de Deus! Isto é também ser bem-aventurado, pois veremos o trabalho de nossas mãos recompensados na eternidade!

Ouçamos atentamente ao convite! Recebamos a Jesus Cristo como Senhor dizendo a Deus: – Eis aqui o servo (a serva) do Senhor. Que se cumpra em mim a tua vontade, conforme a tua palavra! Perdoe os meus pecados através do sacrifício de Cristo e que o meu nome seja escrito no Livro da Vida e eu seja útil para a tua obra, em nome de Jesus!

Haverá festa nos céus para cada um que fizer de coração esta oração de entrega e muitas outras virão ao nos propormos em vive-la todos os dias de nossas vidas aqui e no reino de Deus! Que o Senhor seja louvado em todo tempo!

Ano 2#166

Confiemos no amor de Deus!

Eis que conceberás e darás à luz um filho, a quem chamarás pelo nome de Jesus. Este será grande e será chamado Filho do Altíssimo; Deus, o Senhor, lhe dará o trono de Davi, seu pai;
‭‭Lucas‬ ‭1:31-32‬ ‭ARA‬‬
https://bible.com/bible/1608/luk.1.31-32.ARA

Todavia, ao Senhor agradou moê-lo, fazendo-o enfermar; quando der ele a sua alma como oferta pelo pecado, verá a sua posteridade e prolongará os seus dias; e a vontade do Senhor prosperará nas suas mãos. Ele verá o fruto do penoso trabalho de sua alma e ficará satisfeito; o meu Servo, o Justo, com o seu conhecimento, justificará a muitos, porque as iniquidades deles levará sobre si. Por isso, eu lhe darei muitos como a sua parte, e com os poderosos repartirá ele o despojo, porquanto derramou a sua alma na morte; foi contado com os transgressores; contudo, levou sobre si o pecado de muitos e pelos transgressores intercedeu.
‭‭Isaías‬ ‭53:10-12‬ ‭ARA‬‬
https://bible.com/bible/1608/isa.53.10-12.ARA

Jesus é rei, sacerdote, Filho e Servo do Deus altíssimo. Veio para reinar, por ser descendente de Davi e descendente de Deus. Veio para dar a vida e servir à humanidade, de maneira a transformar a todos que crerem nele. O reinado de Cristo é, primeiramente, espiritual e assim tem se desenvolvido, mas será também físico quando na sua vinda futura. As Escrituras irão se cumprir cabalmente, pois Deus presenciou o futuro e nos avisou no passado!

Jesus reina e reinará para todo o sempre. João disse que tudo foi feito através dele. Isaías atesta o propósito de sua primeira vinda quando carregaria sobre si todo o pecado do mundo, sendo contado com os transgressores e tornando-se nosso intercessor. O escritor de Hebreus nos ensina sobre o sacerdócio eterno de Cristo e Paulo nos lembra que nele já vencemos o pecado e a morte!

Pedro nos fortalece ao incluir nossa parte ao olharmos para ele e o seguirmos, enquanto Lucas registrou tudo de todos para evidenciar o que a fé em Jesus proporcionou aos que se uniram aos discípulos. Toda a Bíblia foi escrita para exaltar a obra de Deus através de Cristo, pois nós caímos em Adão e fomos restaurados em Jesus. O único porém das escrituras é que atestam que nem todos verão esta glória porque não creram no Filho. Jesus é Senhor de muitos, mas não de todos. É Senhor daqueles que se submeterem ao seu ensino, sacerdócio e reinado, que forem adotados pelo Pai a partir do Filho, e não serão todos que farão esta aliança bendita.

Jesus Cristo veio para nos dar a vida eterna. Foi contado entre dois transgressores, os que foram crucificados junto com ele. Os dois refletem bem a nossa condição de que qualquer um pode receber a vida eterna em Cristo e que nem todos decidirão por ela. Os dois eram pecadores e tiveram a mesma oportunidade. Um arrependeu-se e pediu para estar com Cristo na eternidade, enquanto o outro o desprezou. Ambos morreram a primeira morte, mas aquele que recebeu a Cristo como Senhor já não verá a segunda morte!!!!

Jesus intercede por nós e já deu sua vida na cruz. Não há impedimento algum para o recebermos como Senhor, salvador, rei, amigo, irmão, mestre, conselheiro, aquele que nos resgatou das trevas para a sua maravilhosa luz. Nele não há pecado e, por isso, venceu a morte. Nele somos aperfeiçoados e transformados para sermos conforme ele é e não seremos envergonhados no Dia do Senhor. Pelo contrário, seremos justificados por aquele que deu a vida por nós, para que através dele sejamos santos e santificados por toda a eternidade!

Cristo está sendo anunciado e muitos o receberão com alegria. Façamos parte deste grupo e vivamos sem temer a morte, pois já foi vencida por ele e nós também a venceremos por causa dele! Ele carregou com os nossos pecados e intercede por todos. Não ignoremos esta dádiva, pois quem assim fizer estará vivendo por sua própria força e fora da vontade do Pai. Foi o Senhor que se agradou em moê-lo para que tivéssemos vida, para que tivéssemos oportunidade de perdão e restauração, para que finalmente pudéssemos retornar para os braços do Pai. Sim, Deus nos deu o Seu Filho para que pudéssemos nos tornar filhos também e esta graça bendita está ao alcance de todos que crerem nela.

Confiemos no amor de Deus! Que Cristo viva em cada coração e sejamos família espiritual, em nome de Jesus!

Ano 2#165

Alegrem-se, muito favorecidos!

No sexto mês, foi o anjo Gabriel enviado, da parte de Deus, para uma cidade da Galileia, chamada Nazaré, a uma virgem desposada com certo homem da casa de Davi, cujo nome era José; a virgem chamava-se Maria. E, entrando o anjo aonde ela estava, disse: Alegra-te, muito favorecida! O Senhor é contigo. Ela, porém, ao ouvir esta palavra, perturbou-se muito e pôs-se a pensar no que significaria esta saudação. Mas o anjo lhe disse: Maria, não temas; porque achaste graça diante de Deus.
‭‭Lucas‬ ‭1:26-30‬ ‭ARA‬‬
https://bible.com/bible/1608/luk.1.26-30.ARA

Gabriel, o anjo mensageiro de Deus, foi enviado tanto para anunciar o nascimento de João Batista como o de Jesus Cristo. Assim como Maria se espantou ao receber a visitação sobrenatural o mesmo ocorreu com Zacarias. O sacerdote deveria estar mais preparado, pois ministrava no templo e vivia para servir ao Senhor, mas Maria jamais esperaria tal visita. Esta é uma das questões quando vemos a resposta de cada um deles ao anjo e como este os tratou, mas o mais importante é a mensagem trazida!

Gabriel anunciou a Maria os planos de Deus para ela. Não havia outra mulher na região que fosse virgem, noiva de um homem da linhagem de Davi? Certamente que sim, mas Deus a escolheu! Esta escolha de Deus para conosco é o que chamamos de graça, favorecimento por vontade de quem deseja nos dar e não porque merecemos. Maria perturbou-se porque não esperava e nem estava buscando isto de Deus!

Gabriel lhe chamou de muito favorecida, aquela que tem o favor de Deus, abençoada, suportada pela graça do Senhor! Como receberíamos uma saudação destas, se estamos vivendo em um mundo natural, onde situações comuns ocorrem a nossa volta e nada de extraordinário parece estar acontecendo? Não conseguimos enxergar livramentos, a saúde, os benefícios enquanto não vemos os danos, doenças e dificuldades. Maria veria os livramentos de Deus nos meses a seguir, nos anos vindouros, por toda a sua vida. Jesus estaria ao seu lado por um tempo, e poderia contemplar a salvação do mundo a partir da concepção sobrenatural e do poder de Deus encarnado naquele que trouxe a redenção da humanidade.

Maria precisou ouvir do anjo que não temesse, pois Deus estaria com ela. Sim, com a presença do Senhor em nossas vidas podemos enfrentar o mundo natural e o sobrenatural. Podemos passar pelo deserto e alcançar lugares altos. Podemos suportar as ameaças dos inimigos e derrota-los porque quem está conosco é o Criador, o Altíssimo!!! É por causa dEle que somos vitoriosos e também combatidos! Mas, os inimigos se levantam para cair diante de nós, pois o Senhor dos Exércitos é quem vai à nossa frente!

Maria ainda estava buscando entender o processo e o anjo lhe explicaria o que importava para aquele momento. A nossa fé é exercida quando nos apoiamos no poder de Deus para enfrentarmos as situações, sejam fáceis ou difíceis. NEle seremos vencedores, alcançaremos êxito na missão, seremos felizes e impactaremos o mundo. Maria é conhecida de todos os Cristãos como a mais bem aventurada entre todas as mulheres, pois concebeu o salvador do mundo. Sofreu como todas as mães no início, mas sofreu ainda mais as batalhas espirituais como nenhuma outra, e quando viu o filho sacrificando-se pelo mundo. Alegrou-se ainda mais na ressurreição e pôde contemplar o filho como Senhor também de sua vida.

Verdadeiramente foi transformada pela fé, desde o momento em que recebeu a saudação do anjo Gabriel. E nós? Conhecendo esta palavra, como estamos nos preparando para enfrentarmos as questões diárias e importantes em nossas vidas? Se recebemos o convite do evangelho temos a oportunidade de sermos felizes e também conhecedores da graça de Deus, das lutas e das vitórias, da morte e ressurreição, do poder de Deus e do nosso propósito, da salvação e senhorio de Cristo em nossas vidas! Não ouviremos o evangelho por boca de anjos celestiais, mas de homens e mulheres, mensageiros da paz! Estes estão entre nós e também nos anunciam coisas tremendas que muitas vezes não damos importância, mas é hora de darmos!

Que a mensagem do evangelho provoque em nós a transformação interior que Maria sofreu, para que venhamos a receber a Cristo e tê-lo conosco por toda a eternidade. Que ele seja tudo em todos e possamos enxerga-lo não só com os olhos da fé, mas senti-lo conosco. Que possamos nos alegrar com a sua presença, pela graça de Deus que nos escolheu para sermos seus filhos e herdeiros. Que possamos atender ao chamado hoje, com a confiança de que o Senhor já nos deu vitória com Ele!

Ano 2#164

A que pai estamos honrando?

Replicou-lhe Filipe: Senhor, mostra-nos o Pai, e isso nos basta. Disse-lhe Jesus: Filipe, há tanto tempo estou convosco, e não me tens conhecido? Quem me vê a mim vê o Pai; como dizes tu: Mostra-nos o Pai?
‭‭João‬ ‭14:8-9‬ ‭ARA‬‬
https://bible.com/bible/1608/jhn.14.8-9.ARA

Somos 50% da carga genética de cada um de nossos pais biológicos. Assim, somos descendentes e herança genética de nosso pai e de nossa mãe. Seremos semelhantes em características de um e do outro, em formas de agir, pensar e até fisicamente.

Filipe pede a Jesus para mostrar o Pai e Jesus responde dizendo-lhe que ele, Jesus, é semelhante ao Pai. Se conhecermos a Jesus estaremos conhecendo o Pai, porque Jesus Cristo é Filho, legítimo, espiritual, proveniente de Deus! Jesus tem poder e autoridade concedidos por Deus para conduzir toda a humanidade de volta ao caminho da vida eterna, da filiação por novo nascimento em Espírito, para sermos a imagem e semelhança de Deus como fomos criados no Éden.

Em Jesus temos o resgate da natureza divina que perdêramos quando a humanidade pecou contra Deus. Ficamos apegados com a parte carnal, pois a espiritual deixou de ter comunhão com o Pai, e isto precisava ser concertado. Jesus veio restaurar nossa comunhão com Deus, sendo o caminho de volta, nossa luz na escuridão, nosso irmão mais velho que cuida dos pequenos!

A quem temos por Pai? Se Cristo é nosso irmão, então teremos semelhança com ele, em amor, paciência, graça e misericórdia. Mas se continuamos a roubar, defraldar, trair, adulterar e mentir sem sentirmos nenhum remorso, então temos por pai o diabo! Nossas ações acabam por refletir a nossa paternidade espiritual. Nossas atitudes são reflexo do relacionamento espiritual que temos nas regiões celestiais. E neste campo recebemos direcionamento de quem desejamos obedecer.

Nossa filiação espiritual foi comprometida no Éden pois havíamos sido criados para sermos filhos de Deus, até que tomamos outro caminho. A que pai desejamos nos assemelhar? A quem estamos seguindo? A quem estamos honrando? Se Deus é nosso Pai, seguiremos Sua direção e Cristo é nosso irmão. Temos esta segurança? Se ainda não temos, entreguemos hoje nossas vidas através de Cristo e recebamos roupas novas, uma aliança eterna, herança espiritual e um propósito maravilhoso!

O Pai está de braços abertos e nos justificará. Não importa o pecado que praticamos até aqui, pois a salvação é pela vontade de Deus para conosco. Senão, ninguém se salvaria. Se fosse possível sem a ação de Deus Jesus não precisaria vir para nos mostrar o caminho. Veio porque é necessário e nos ama! Que honremos este amor sacrificial que nos transforma em semelhantes ao Altíssimo porque receberemos a semente espiritual em nós, o Espírito Santo de Deus! Assim nos tornaremos semelhantes e começaremos a agir como Cristo, e alegraremos o coração do Pai!

O pai, porém, disse aos seus servos: Trazei depressa a melhor roupa, vesti-o, ponde-lhe um anel no dedo e sandálias nos pés; trazei também e matai o novilho cevado. Comamos e regozijemo-nos, porque este meu filho estava morto e reviveu, estava perdido e foi achado. E começaram a regozijar-se.
‭‭Lucas‬ ‭15:22-24‬ ‭ARA‬‬
https://bible.com/bible/1608/luk.15.22-24.ARA

Ano 2#163

Temos um embaixador celestial!

Tendo passado por Anfípolis e Apolônia, chegaram a Tessalônica, onde havia uma sinagoga de judeus. Paulo, segundo o seu costume, foi procurá-los e, por três sábados, arrazoou com eles acerca das Escrituras, expondo e demonstrando ter sido necessário que o Cristo padecesse e ressurgisse dentre os mortos; e este, dizia ele, é o Cristo, Jesus, que eu vos anuncio.”
‭‭Atos‬ ‭17:1-3‬ ‭ARA‬‬
https://bible.com/bible/1608/act.17.1-3.ARA

É necessário entender o papel de Cristo. É necessário entender por que Cristo padeceu e ressuscitou dentre os mortos. É necessário entender que Jesus é o Cristo que havia de vir! Quando se nasce em um lugar onde este ensino é praticado crescemos sem nos dar conta de que este conhecimento não é comum. Mas, há o porém de como Cristo tem sido ensinado e como as pessoas entendem a respeito dele.

Muitos hoje não entendem por que era necessário Cristo padecer em uma cruz de forma tão brutal se ele é Deus! Para que deixar a glória dos céus e se tornar homem, vivendo entre nós? Pelo mesmo motivo que uma nação estabelece uma embaixada/consulado em nações com quem pretende manter relações diplomáticas. É mostrar o que a nação visitada tem a ganhar se relacionando com a que possui o emissário e estabelecer uma parceria duradoura com vantagem mútua.

A grande diferença é que Cristo não foi bem recebido e nem desejaram manter relações duradouras com ele, pois não entenderam a mudança das relações espirituais que ele estava trazendo para nós. Ao invés de termos sacerdotes específicos a levarem nossas ofertas pelos nossos pecados, agora seríamos o próprio sacerdote que deve se santificar e dar a própria vida em sacrifício pelos outros, como Jesus fez!

A religiosidade começa na terceirização da culpa e da responsabilidade pelos meus atos e santificação. Quando ponho em alguém a responsabilidade de buscar a Deus e interceder em meu lugar, estou idolatrando e sendo religioso no aspecto de viver por regras e não por transformação pessoal. Cristo é aquele que traz até nós o reino de Deus, a compreensão do que teremos com o SENHOR se nos relacionarmos com Ele. Só temos a ganhar, nada a perder! Se deixarmos de fazer algo é porque há algo melhor a fazer e não pior!

Os valores do reino de Deus são diferentes do que a humanidade naturalmente deseja praticar. Era necessário que a santidade do SENHOR nos visitasse e falasse aos nossos corações como pessoas, a partir de um embaixador. Jesus veio até nós como homem, nascido de mulher a partir do relacionamento do Espírito Santo, não do ser humano, mas de Deus. Viveu entre nós para mostrar que, se tivermos relacionamento com o SENHOR, seremos capazes de vivermos em santidade. Ter morrido na cruz foi necessário para que se cumprisse a justiça de Deus de um cordeiro perfeito ser morto e seu sangue aspergido para justificação do pecador.

Sua ressurreição ocorreu porque nele não há pecado e a morte não tem poder sobre o justo. Em Cristo somos justificados e a morte não terá poder sobre nós também! Viu a importância de Cristo morrer e ressuscitar para mostrar o caminho para o Pai?! Este Cristo é Jesus de Nazaré, o rejeitado pelos homens, por aqueles que não enxergam o valor do verdadeiro relacionamento com Deus. Nossa cegueira deve ser rompida pela ação do Espírito Santo de Deus, a partir da acolhida da fé em Jesus Cristo.

Paulo explicou todas estas coisas entre os judeus, mas estes ainda não entenderam. Os gentios receberam e entraram antes na comunhão espiritual da família de Deus! A igreja é, majoritariamente, constituída por não judeus por causa desta questão de não entenderem a mensagem. Nos países cristãos muitos estão aprendendo de maneira errada a respeito de Cristo. Ainda hoje, pessoas que se chamam de cristãos, não entendem porque Jesus morreu na cruz, por que ele ressuscitou e quem é Cristo! Por isso não entregaram ainda as suas vidas e procuram viver pela submissão a regras e obras que não trazem a verdadeira transformação espiritual.

O relacionamento com Deus nos traz vida nova, mudança de pensamento, poder para viver de maneira mais alinhada com o reino de Deus, pois estamos sendo chamados a isto. Na embaixada de um país temos eventos para que os povos conheçam e possam aprender com a cultura evidenciada. Se não tivermos interesse de aprender não será por força que serei levado até aquele país. Entrar lá depende de sermos recebidos. Jesus trouxe a embaixada celestial para a Terra, para recebermos asilo na cidade celestial, mas só os que desejarem o visto para o passaporte lá chegarão. Não se recebe o visto se Jesus não der. Ele é o embaixador que concede o visto, o Espírito Santo. Ele recebeu este poder do Pai!

Busquemos o reino de Deus enquanto o SENHOR nos deu abertura em Cristo. Se dependermos de nosso desempenho estaremos fadados ao insucesso, pois estaremos buscando entrar através de invasão das fronteiras sem o visto de entrada. Seremos deportados e não seremos recebidos. Cristo morreu para nos dar acesso a Deus, sendo Jesus Cristo o nosso libertador e justificador! Ele é a porta de entrada ao reino de Deus! Não só o visto será dado, mas a cidadania, uma casa, uma herança e um serviço.

Muitos estão buscando fugir de seus países porque não possuem uma vida digna onde residem. Assim somos nós neste mundo. Não podemos nos sentir à vontade aqui. Nosso lugar definitivo é com o Pai, que espera que todos nos convertamos de nossos pecados e vivamos uma vida plena com Ele. Portanto, busquemos a Cristo Jesus, aquele que está preparando lugar para nos receber quando chegarmos nos portões celestiais. Lá só entrarão os justificados e que possuem o visto, o selo, o Espírito Santo dado através da fé em Jesus!

Ano 2#156