#3_267 Jesus proverá!

Mas os discípulos lhe disseram: — Onde haverá neste deserto pão suficiente para saciar tão grande multidão?
Mateus 15:33 NAA
https://bible.com/bible/1840/mat.15.33.NAA

Muitas vezes nos perguntamos como resolver uma situação difícil. E também acontece quando estamos obedecendo ao nosso propósito. Os discípulos precisavam distribuir pães a uma multidão e só enxergavam o deserto. Não sabiam que em Jesus estava a resposta e ele estava ao lado deles. Olharam para o problema e não para a solução!

Hoje temos a mesma situação ocorrendo ao nosso redor. Se é um emprego, desafio para uma nova sede de uma igreja, saúde, fome ou qualquer outro precisamos nos posicionar buscando o que estiver a nossas mãos e colocar diante de Jesus. Ele é multiplicador de pães, provedor de vida, saúde, abre portas, ressuscita os mortos, abre a vista aos cegos, expulsa demônios, gera do nada um universo e está sempre conosco!

Que problemas precisamos resolver? Mostremos a nossa fé em Cristo. Esta fé servirá como serviram os poucos pães e peixes para que ele manifeste a sua glória. Muitas vidas serão abençoadas, estaremos cooperando com o Reino e não desfaleceremos diante das circunstâncias! Jesus é provedor, não tenhamos dúvidas. Levemos até ele o que tivermos e nos preparemos para distribuir. Afinal, nosso propósito é compartilhar o que temos recebido de suas mãos (diakonos)!

#3_266 Fé e humildade andam juntas!

A mulher disse: — É verdade, Senhor, pois os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa dos seus donos. Então Jesus exclamou: — Mulher, que grande fé você tem! Que seja feito como você quer. E, desde aquele momento, a filha dela ficou curada.
Mateus 15:27‭-‬28 NAA
https://bible.com/bible/1840/mat.15.27-28.NAA

A mulher cananéia foi até Jesus chamando-lhe Filho de Davi, clamando sem cessar por sua filha. Foi persistente por reconhecer que Cristo é misericordioso e bondoso. Sua fé no Senhor reforçou sua esperança de não sair de mãos vazias da presença dele, posicionando-se como quem não merecia receber mas desejava ardentemente.

Sua postura provocou uma resposta de Cristo que lhe deu a cura para a sua filha endemoniada. Vemos como a humildade e a fé combinadas trouxeram a existência o milagre através de Cristo. Assim também ocorreu com a mulher do fluxo de sangue, o cego no caminho de Jericó, o cego no monte, os dez leprosos e tantos outros registros do Novo Testamento.

Quando entendemos nossa dependência de Deus (humildade) e unimos com o reconhecimento do poder de Deus e sua misericórdia (fé), passamos a não ver impedimento para nenhuma circunstância que estejamos passando. Para rompermos de vez nos faltará a convicção de nosso propósito, pois precisaremos do motivo para pedirmos ao Senhor.

Não há limites a serem atingidos em Deus. Não há nada que o Senhor não tenha poder para fazer, segundo a Sua Palavra. Portanto, que nos enxerguemos em nossa condição e busquemos o propósito. As petições não serão necessariamente a nosso favor, mas para aqueles que estão no nosso caminho enquanto seguimos a direção de Deus.

Se complementarmos com a ousadia do Espírito Santo, tudo será possível enquanto vontade do Senhor. Nas escrituras sabemos que Ele está procurando pessoas com este perfil para poder delegar a elas o poder e autoridade para conquistarem vidas para o Reino dos Céus. Quem se candidata? Precisaremos da coragem de Pedro ao pedir para caminhar sobre as águas!

#3_260 Confiemos no SENHOR!

Tornei-me objeto de deboche para todos os meus adversários, de espanto para os meus vizinhos e de horror para os meus conhecidos; os que me veem na rua fogem de mim. Estou esquecido no coração deles, como morto; sou como vaso quebrado.
Salmos 31:11‭-‬12 NAA
https://bible.com/bible/1840/psa.31.11-12.NAA

Vários motivos podem levar uma pessoa a se sentir como a pior pessoa do mundo. Situações não controladas podem ter levado uma pessoa ao colapso seja por drogas, violência, abusos, dívidas, etc., que as impede de viverem vidas prósperas.

Davi se tornou rei, mas na sua caminhada passou por esta situação. Já possuía a promessa de se tornar o rei de Israel, mas vivia perseguido por Saul e pelos inimigos. Passou anos no deserto em fuga, não tendo tranquilidade nem para dormir. Mas, as promessas de Deus se cumpriram na vida dele e vão se cumprir nas nossas também!

Quando olhamos para as circunstâncias podemos cair no erro de acharmos que só há saída vindo de alguma brecha que elas possam trazer. No entanto, Deus traz a solução de lugares que nem sempre estão envolvidos por estas circunstâncias. Precisamos entender que o SENHOR não é limitado pelos nossos parâmetros!

Esperar em Deus significa continuar lutando sabendo que dele virá a saída, principalmente quando não estamos enxergando! Fé é confiar sem ver, baseando-nos nas promessas de Deus. Hoje podemos contar com as misericórdias e graça divinas, sem sermos merecedores delas. Deus é bom e em Cristo nos amou enquanto ainda pecadores!

Olhemos para Deus agora. Não importa que situação estamos vivendo, nele acharemos saída. A morte ocorre para todos nós, mas só Deus pode permitir tirar as nossas vidas. Não é nossa, temos um propósito e devemos perseverar em alcançá-lo. Está difícil, glorifiquemos a Deus. Perdemos tudo, glorifiquemos a Deus. Estamos acorrentados, glorifiquemos a Deus!

Paulo escreveu palavras de consolo enquanto estava preso. Suas correntes eram apenas físicas, mas seu coração e mente estavam livres em Cristo! Morreu assassinado por seus inimigos, mas glorificou a Deus até o fim e hoje está vivo aguardando a ressurreição dos justos em Jesus!

Se estivermos centrados no SENHOR seremos vitoriosos nesta vida e alcançaremos a eternidade prometida. Tenho outra boa notícia, o próprio SENHOR é quem se aproxima para nos reanimar. Chamemo-lo e confiemos em suas palavras. Davi confiou e se tornou rei, fez diferença em sua e todas as gerações seguintes, ele que estava em condição de amargura e depressão foi o maior rei da história da Bíblia!

#3_252 Como filhos de Abraão.

Então Abraão saiu da terra dos caldeus e foi morar em Harã. E dali, com a morte de seu pai, Deus o trouxe para esta terra em que vocês agora estão morando. Nela, não lhe deu herança, nem sequer o espaço de um pé; mas prometeu dar-lhe a posse dela e, depois dele, à sua descendência, embora Abraão ainda não tivesse filhos.
Atos 7:4‭-‬5 NAA
https://bible.com/bible/1840/act.7.4-5.NAA

Abraão é uma figura formidável e modelo de fé para muitas nações! Quantas pessoas no mundo hoje tem Abraão como pai da fé? As maiores religiões monoteístas como o Judaísmo, Muçulmana e Cristianismo, em suas mais variadas formas, têm raíz em Abraão. Verdadeiramente se tornou o pai de muitas nações, conforme prometido por Deus!

Como isto ocorreu? Por fé! Ninguém se diz religioso se não crer em uma divindade. Mas a fé de Abraão não era comum. Iria matar em sacrifício o próprio filho. Quem tem fé para isto? Quem caminharia meses para alcançar um lugar nunca visto? Quem defenderia seu sobrinho e tantas pessoas capturadas por vários reis com poucas pessoas a seu lado?

Fé traz coragem, ousadia e perseverança. Sem fé não vamos muito longe, mas pela fé atravessamos todo tipo de dificuldades! Precisamos olhar para Deus como fez Abraão. Ele o conheceu e se firmou nele. Confiou, adorou e entregou os seus caminhos. Ensinou os seus a terem a mesma fé para serem bem sucedidos também.

A fé é passada de geração a geração ao testemunharmos de nossas experiências com Deus. Não é à toa que as escrituras são fundamentais, mas nem todos as leêm. Precisamos transmití-las de geração a geração, pois não nascemos conhecedores e experientes com Deus. Assim, continuamos a experimentar conforme ouvimos e transmitimos conforme aprendemos. Esta é a beleza da vida em coletividade.

Abraão viu anjos de Deus e conversou com eles. Hoje nós Cristãos temos a ação do Espírito Santo que fala conosco da mesma forma. Esta ação nos impulsiona pela fé a sermos como Abraão. Podemos ser intrépidos e caminharmos com Cristo e multiplicarmos esta palavra de vida. Assim são os descendentes de Abraão, os que tomam posse da Terra Prometida aqui e na eternidade!

#3_247 O Espírito revela-nos todas as coisas!

Mas, como está escrito: “Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam.” Deus, porém, revelou isso a nós por meio do Espírito. Porque o Espírito sonda todas as coisas, até mesmo as profundezas de Deus.
1Coríntios 2:9‭-‬10 NAA
https://bible.com/bible/1840/1co.2.9-10.NAA

O mundo não conhece a sabedoria de Deus, pois esta só é revelada pelo Espírito Santo! Paulo nos ensina que esta verdade não pertence ao mundo, mas apenas aos filhos de Deus!

Erra quem usa os versos acima dizendo que ninguém conhece a vontade de Deus. Ora, Ele a revelou em sua palavra e através do Filho. Como podemos dizer que ninguém sabe o que Deus preparou para nós? Paulo subiu aos altos céus. João viu nosso futuro e o escreveu no Apocalipse.

Precisamos estar atentos ao Espírito Santo de Deus e acalmar nossos corações. A igreja está na terra para trazer paz, consolo e a graça de Deus. Há uma vida eterna a ser ainda vivida pelos eleitos do Senhor. Não haverá choro ou ranger de dentes, miséria, dor ou choro. A morte terá sido destruída e viveremos eternamente com o Senhor.

Sem a revelação do evangelho o que o mundo espera que aconteça? O mundo está desesperado, sem paz, sem rumo, com medo da morte porque tem certeza do mal que pratica. Não sabe como será no julgamento de Deus! Por isso está paralisado de terror!

Assim, quem não vive pelo Espírito tem medo da morte enquanto quem vive tem paz e alegria pelo futuro que o aguarda! Sem Cristo só há o medo do inferno, mas com ele a certeza da justificação e perdão eternos. Esta é a certeza de todos os que professam o Cristianismo, pois o Senhor nos deu salvação através de Jesus e se comunica com seu povo através do Espírito Santo.

O mundo continua vendo os sinais do julgamento. Cada dia mais dificuldades se adicionam e, infelizmente, não haverá mudança por causa disto, apenas a confirmação de que apenas em Cristo temos a salvação. Quem já conhece o Espírito deve estar agradecido de contínuo e quem não conhece que o busque conhecer enquanto vida há!

#3_244 Continuemos a confiar!

Porque também a nós foram anunciadas as boas-novas, exatamente como aconteceu com eles. Mas a palavra que eles ouviram não lhes trouxe proveito, porque não foram unidos por meio da fé com aqueles que a ouviram.
Hebreus 4:2 NAA
https://bible.com/bible/1840/heb.4.2.NAA

Ouvir as palavras de Deus sem confiar nelas não traz proveito algum. É como se fossem contos de fada, que entretém mas não passam de estórias contadas para trazer algum sonho ou simplesmente para criar fantasias ao nosso redor.

Na história de Israel, contada na Bíblia, o povo não creu nas promessas e não pode entrar na Terra Prometida. Receberam profecias a respeito do Messias e não confiaram em Cristo em sua vinda como o Cordeiro crucificado.

Há muitas promessas na Palavra de Deus e hoje quem não está confiando no Evangelho é a própria Igreja de Cristo. Sinais deveriam seguir os que crêem, mas estes não estão se manifestando. Não temos buscado a face do Senhor, nos humilhado ou clamado em união. Não temos usado as chaves ou concordado de verdade para que haja a abertura dos céus para o nosso clamor.

A Igreja deve exercer seu mandato. Quem deve exercer o amor somos nós ao irmos até o necessitado e o enfermo. É a Igreja que deve ir ao pecador e expor o evangelho. É ela que se manifesta ao mundo em nome de Cristo, o cabeça! Quando não fazemos nossa parte, por que queremos reclamar com Deus como se Ele não tivesse feito a dEle?

Cristo venceu o mal e continua vencendo. No livro de Apocalipse temos a certeza de sua vitória em todas as áreas. Quem foi chamado, eleito e permaneceu fiel também vence com ele! Isto significa confiar, perseverar, ainda que tudo parece estar contrário. Jesus acalmou a tempestade quando todos no barco estavam assustados, amedrontados e preocupados com a morte.

Basta uma palavra de Jesus e tudo voltará a calmaria, vidas serão curadas e a paz será restabelecida. Creiamos e façamos a nossa parte. Se não obedecermos para estarmos no centro da tormenta não haverá necessidade de sinais e prodígios, não é verdade?!

#3_238 Fé gera obediência!!!

Assim também vocês, depois de terem feito tudo o que lhes foi ordenado, digam: “Somos servos inúteis, porque fizemos apenas o que devíamos fazer.”
Lucas 17:10 NAA
https://bible.com/bible/1840/luk.17.10.NAA

Nós versos que antecedem esta passagem de Lucas 17:10 Jesus está usando uma parábola para explicar aos discípulos a respeito do perdão. Ao dizer que devemos perdoar o próximo quantas vezes for necessário eles pedem para que Jesus lhes aumente a fé! Interessante perceber que Cristo declara que o perdão é questão de obediência em primeiro lugar!

Sabemos que a fé começa em reconhecer quem É Deus. Quando entendemos seu poder e sua vontade acabamos por enxergar nossa situação e confiar nos seus desígnios. Portanto, entender e obedecer são passos de fé! Ao aprendermos que o perdão já não é uma questão pessoal mas de obediência precisamos ultrapassar nossas dificuldades em abrir mão da vingança, desprender-nos da ofensa e liberarmos a pessoa do dever do resgate.

O que a pessoa irá fazer passará a ser problema dela com o Senhor. Não entraremos na discussão se devemos manter a comunhão ou não, mas apenas que precisamos retirar a ofensa a nós feita da pilha de débitos. Não iremos mais cobrar daqueles que pedirem perdão, quantas vezes nos ofenderem. Não é fácil, mas é necessário.

É o que devemos fazer e não seremos parabenizados por isso. Cristo perdoou uma humanidade que ofendeu a glória de Deus e muitas vezes não desejamos perdoar uma dívida ou um erro de percurso de alguém. Fé gera obediência. Sem fé é impossível agradarmos a Deus! Peçamos fé, sabendo que significará obedecer cada vez mais indo contra a nossa carne e desejos pessoais. Este é o caminho de Cristo!

#3_231 Realizando as obras em Deus!

porque Deus é quem efetua em vocês tanto o querer como o realizar, segundo a sua boa vontade.
Filipenses 2:13 NAA
https://bible.com/bible/1840/php.2.13.NAA

Se uno esta passagem a de Romanos 1:17 onde está escrito que a justiça de Deus se revela de fé em fé, temos que a nossa confiança será atendida na nossa transformação individual através da obra do Espírito Santo. O Fruto do Espírito, como está em Gálatas 5:22,23 nos é apresentado como um agir de Deus em nossas vidas para que possamos fazer a vontade de Deus.

Ora, se não fosse assim qual seria a diferença entre a Velha e a Nova Aliança se todos fôssemos capazes, por nós mesmos, de lutar contra os nossos desejos da carne? Cristo não precisaria vir então! E se não houvesse esta diferença, como eu poderia chamar de novo nascimento aquele que não possui a nova natureza do Espírito?

Nossa capacidade de respondermos positivamente aos desígnios de Deus é o que esperamos de um nascido de novo. E isto se deve à obra de Deus sobre aquele que crê. Afinal, se dependesse de nós então porque chama-se graça? Como então teríamos permanecido indiferentes a Deus?

Pela misericórdia do Senhor é que em Cristo somos resgatados de nossa ignorância para com a vontade do Pai. A vontade de Deus é boa, agradável e perfeita, nos capacitando para toda boa obra. Se temos fé nesta questão estaremos em condições de obedecermos com muito mais facilidade, pois não estaremos discutindo em nossas mentes sobre qual é a vontade de Deus para nós.

Se há uma nova direção e os recursos para realizar estão vindo às nossas mãos e o que iremos fazer não é contrário às Escrituras, então temos as condições de efetuarmos com alegria o que está sendo apresentado em nossas vidas. Ouçamos a voz do Espírito e trabalhemos para conquistar o que Deus nos coloca nas mãos. Assim Ele é glorificado em nossas vidas, o Reino cresce e somos edificados pela fé!

#3_199 Cristão ou anticristo?

e todo espírito que não confessa a Jesus não procede de Deus; pelo contrário, este é o espírito do anticristo, a respeito do qual tendes ouvido que vem e, presentemente, já está no mundo.
1João 4:3 ARA
https://bible.com/bible/1608/1jn.4.3.ARA

Jesus Cristo é o separador dos tempos, das alianças e das pessoas. A ignorância à respeito dele já é um juízo de Deus. Querendo ou não, sabendo ou não, conhecendo ou não ele é o Salvador do mundo!

Há urgência na pregação do evangelho e uma necessidade de todos conhecerem o plano da salvação em Cristo. Muitos se enganam achando que ele foi apenas um mestre, deixando uma doutrina de vida capaz de ser seguida por aqueles que se esforcem em viver por seus preceitos.

Ele é muito mais que isto, sendo o autor e consumador da fé, da vida, o construtor deste mundo, aquele que nos concede a vida eterna, o redentor e reconciliador de todos nós. Sem a obra espiritual de Cristo não temos como seguir o evangelho. Se não morrermos para os nossos pecados jamais poderemos ressuscitar com ele em nova vida.

Cristo é a porta, o pastor, o irmão, o amigo, nosso abrigo e Senhor. Quem não o vê desta forma ainda não foi restaurado e permanece sobre este a irá de Deus. Será alguém que não se ajuntou com o Senhor e acabará por ser destruído no fim dos tempos.

É urgente que vidas sejam alcançadas e a pregação do evangelho vem para isto. Se conhecemos alguém que ainda não entendeu o plano da salvação precisamos explicar para esta pessoa. Sem a conversão em Cristo o final é o Inferno. Não é brincadeira e não podemos ignorar a tragédia.

Todo Cristão é chamado a amar ao próximo e isto começa com o testemunho de quem é Cristo para nós. Não precisa ser teólogo, mas discípulo. Ele é mestre sim, mas muito mais que mestre. É quem nos dá vida abundante por graça e misericórdia. Jesus Cristo é o Filho de Deus e quem assim não o conhece se assemelha ao anticristo.

#3_177 Cristo se revela

Não deis aos cães o que é santo, nem lanceis ante os porcos as vossas pérolas, para que não as pisem com os pés e, voltando-se, vos dilacerem.
Mateus 7:6 ARA
https://bible.com/bible/1608/mat.7.6.ARA

Jesus estava no monte dando o seu sermão e acabara de falar para não julgarmos as pessoas porque seríamos julgados pelos mesmos parâmetros. Como então entender a sequência de sua fala quando declara que é perda de tempo falar com quem é cauterizado espiritualmente?

Julgamento é dar sentença, enquanto classificação vem da observação dos atos e palavras das pessoas. Podemos classificá-las mas não sentencia-las. Não está em nosso nível ainda o julgamento. Classificação depende de entendimento, regras bem estabelecidas e entendidas. Ou seja, depende de quem as definiu.

Cristo nos ensina a aprender com ele quem são os inimigos de Deus. Para estes não devemos gastar energia, pois irão se levantar contra nós e buscar nos destruir. Não entendem o valor do evangelho e não se submetem ao Senhor. Para estes resta a nossa oração, não a pregação. Será como jogar pérolas aos porcos que não as consumirão, mas as pisarão. Ou como dar o que é santo para que cães comam e eles se voltem contra os que lhes deram a comer para os dilacerar.

Dura é esta palavra, pois para nós a pregação do evangelho deveria vencer qualquer barreira, mas não é assim. A parábola do semeador já havia ensinado que vai depender da terra, do tipo de terreno em que irá cair. O preparo do terreno não é feito com a pregação e é aí onde erramos achando que conseguiremos convencer a todos só com a ministração da Palavra.

Há que se viver, interagir, descer e subir, enxergar a Deus e ter um encontro com Ele para estar preparado para receber a palavra de fé. Sem Cristo nossa fé se abala e vivemos ao sabor das circunstâncias. Com ele no nosso barco as tempestades se vão. Quem pode criticar seus discípulos? Quem nos convence do pecado, da justiça e do juízo é o Espírito Santo.

Portanto, se o Espírito não tocou uma vida insistir com ela será prejuízo nosso. Tenhamos sabedoria no falar. Criar confusão na insistência é um desserviço ao reino e um laço do inimigo para nós. Ficaremos decepcionados e até colocaremos peso sobre pessoas. O papel do Cristão é apontar para Cristo e só o enxergará a quem o Senhor se revelar!