Gratidão gera perseverança na operação espiritual!

Respondeu João: O homem não pode receber coisa alguma se do céu não lhe for dada.
‭‭João‬ ‭3:27‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jhn.3.27.ara

Eu sou a videira, vós, os ramos. Quem permanece em mim, e eu, nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.
‭‭João‬ ‭15:5‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jhn.15.5.ara

João Batista reconhece que seus dons de profeta vieram de Deus e somente dEle é que recebemos as coisas espirituais. Jesus confirma que na obra de Deus a ser feita devemos estar conectados nele, pois sem ele nada poderemos fazer para a glória de Deus!

Esta consciência deve nos trazer a gratidão sobre o que temos recebido de Deus, pois se algo temos é porque o Senhor deseja que participemos com Ele em Sua obra. É um privilégio e oportunidade de fazermos cada vez mais e prosperarmos espiritualmente.

João Batista possuiu o ministério de divulgar a chegada de Cristo em seu reino espiritual. Viu o cumprimento das promessas de Deus e foi chamado de o maior no reino dos homens. Alegrou-se com a chegada do Senhor entre nós e fez até o fim a sua parte.

Precisamos ser gratos e aptos a buscarmos no Senhor tudo o que for necessário para cumprirmos nosso propósito. Jesus é o detentor dos recursos, o direcionador, co-participante quando estamos em dificuldade e nosso protetor quando o inimigo tenta nos desanimar e atrapalhar a nossa fé.

Em gratidão não nos exaltaremos, estaremos com os corações estabelecidos no amor de Deus e seremos perseverantes em ajudar a quem estiver precisando de nós. A quem estamos sendo gratos estaremos com uma dívida de fé, pois todo amor gera uma contrapartida em quem recebeu, algo da parte de Deus que incita à retribuição.

Ainda que não respondamos à quem nos deu, poderemos gerar esta resposta no coração de outros, favorecendo um ciclo virtuoso à nossa volta. Sejamos gratos a Deus pelo dom da vida e de tudo o que temos recebido nas regiões celestiais pela fé em Jesus Cristo e sejamos úteis nas mãos do Senhor!

Não há vitória sem Cristo!

Quando Moisés levantava a mão, Israel prevalecia; quando, porém, ele abaixava a mão, prevalecia Amaleque. Ora, as mãos de Moisés eram pesadas; por isso, tomaram uma pedra e a puseram por baixo dele, e ele nela se assentou; Arão e Hur sustentavam-lhe as mãos, um, de um lado, e o outro, do outro; assim lhe ficaram as mãos firmes até ao pôr do sol.
‭‭Êxodo‬ ‭17:11-12‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/exo.17.11-12.ara

Fui acostumado desde a infância a acreditar que Deus existia e via a tudo o que fazemos e que nos dá segundo as nossas ações. Porém, não fui ensinado a confiar que Deus poderia fazer muito mais em minha vida, pela vontade dEle em me abençoar, independentemente dos meus esforços. Ainda mais, que Deus, na Sua infinita misericórdia, poderia usar a minha vida para a glória dEle, ainda que eu não tenha feito algo para merecer isto.

Fomos ensinados a sempre esperar os resultados daquilo que fazemos por mérito nosso, mas a verdade é que este mérito depende da nossa formação física, intelectual e espiritual. Somos o resultado do cruzamento genético de nossos pais, do meio em que vivemos e do nosso empenho em diversas áreas, de acordo com os desígnios de Deus.

Somos capazes de obedecer e desobedecer, de entender e ignorar, de gostar ou não daquilo que deve ser feito, mas o importante é que temos sempre a oportunidade de enxergarmos e concordarmos com os planos de Deus para nós.

Enquanto ignorarmos os planos de Deus estaremos vivendo vidas egoístas e na nossa vaidade estaremos buscando os resultados pela nossa própria força. Não deve ser assim.

Moisés aprendeu que sua vida foi poupada para liderar um povo escravo à Terra Prometida, ainda que não se achasse em condições para isto. Seus planos foram mudados duas vezes, para deixar de ser um filho da filha de Faraó e se tornar o grande profeta e líder de Israel. Recebeu as tábuas da Lei e direcionou um povo por 40 anos no deserto.

Sob sua liderança o povo conquistou batalhas, mas era necessário que estivesse com a mão levantada. Quando se cansava o povo começava a perder, mostrando a dependência de Deus sobre eles, para se tornarem vitoriosos.

Não importa quão vitoriosos nos achemos, pois no final, tudo vem de Deus. O povo aprendeu a depender do Senhor ao ficar errante os 40 anos naquele deserto. Conheceram a dificuldade e o cuidado de Deus em suas vidas. Até que um dia entraram no lugar que deveriam conquistar.

Continuaremos a acreditar que vamos ser capazes de alcançar êxito porque temos todos os pré-requisitos ou vamos buscar em Deus a ajuda e agradecermos quando conquistarmos? Da mesma forma temos sido ensinados a buscar a salvação por nossos próprios esforços, por vaidade e ignorância de que os portais celestes pudessem ser conquistados sem a aquiescência do Senhor!

As credenciais celestiais dependem da vontade de Deus em nos dar. Devemos busca-la com todas as nossas forças, mas sem esquecer que Jesus Cristo é quem tem as chaves e o poder de nos transportar até lá. Prevalecer é consequência da misericórdia de Deus, pois não há quem mereça estar lá, ainda que seja a alma mais caridosa que possa existir.

Com a ajuda de Deus chegaremos aos portais eternos. Alcançaremos a Terra Prometida, porque aprouve a Ele nos chamar e salvar segundo Seu propósito. Temos a oportunidade de nos esforçarmos para que Ele veja nossa intenção de coração, mas a escolha é dEle e não nossa.

É como estar com muitos presentes nas mãos e sair para distribuir. Alguns estarão em lugares propícios para receberem independente de suas expectativas. Receberão porque estavam no lugar certo e na hora certa.

Há mérito nas nossas escolhas, mas não teremos salvação por isto. Teremos posições diferentes no reino por mérito, mas não o direito de entrarmos. Isto não é muito ensinado, não é mesmo?! Isto é a soberania de Deus e devemos nos alegrar porque nossos pecados nos fizeram estar longe e ainda assim Ele nos deu nova oportunidade em Cristo. Não por obras, mas pela graça.

Que possamos aprender a fé em Jesus Cristo, o presente de Deus para a humanidade. Jesus é a mão levantada que nos dá vitória. Sem ele, permaneceremos em nossos pecados e seremos derrotados eternamente…

Como estamos agindo em grupo? Cristo agiria assim?

Porque até mesmo importa que haja partidos entre vós, para que também os aprovados se tornem conhecidos em vosso meio.
‭‭1Coríntios‬ ‭11:19‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/1co.11.19.ara

Paulo trata da igreja de Corinto a respeito de confusões geradas durante reuniões dos membros onde a comunhão deveria ser o foco. Pessoas iam para a reunião não no intuito de gerar um ambiente harmônico, mas para produzirem vários tipos de constrangimento para outras pessoas.

No meio deste ambiente de confusão é possível identificar quem é pela confusão e quem não é. Esta condição é que motiva Paulo a dizer que nestas circunstâncias conseguimos separar o joio do trigo, sendo úteis para discernirmos quem é quem onde vivemos.

E nós? Como temos procedido onde estamos? Na família, trabalho ou ambiente social (redes sociais)? Somos dos que tumultuam ou dos que agregam? Vejamos que o tumulto aqui não é por opinião divergente, mas porque a vaidade fez com que alguns quisessem passar por cima dos outros e até de querer aparecer mais que outros!

O proceder de Cristo não é assim. Jesus se destacava pela autoridade e poder espiritual, não por vaidade. Pelo contrário, ao invés de vir como um ser poderoso em forma, tornou-se como nós, sujeito à limitação espacial, cansaço e irritação pela religiosidade existente.

Ainda assim Jesus trouxe a oportunidade de muitos que estavam separados da sociedade viverem novamente com seus entes queridos. Libertou, curou e evangelizou durante todo o seu ministério. Doou-se a todos até a morte, para ressuscitar em glória porque tudo fez com justiça!

Nosso proceder deve ser para a edificação e não para destruição de vidas. No primeiro verso deste capítulo Paulo clama para que eles fossem seus imitadores como ele era de Cristo. Que possamos olhar para as nossas vidas e não termos vergonha, mas que possamos dizer o mesmo que Paulo!!!

Em toda oportunidade sejamos dos que agregam, e não façamos nada por causa de grupos ou por vaidade, mas porque desejamos glorificar o nome de Deus através de nossos testemunhos. Andemos com temor e gratidão, pois a nossa vida nos foi dada de presente, a vida eterna que não tínhamos, mas a recebemos do Senhor!

Ano feliz é o ano em que Deus é o centro de nossas vidas!

Ah! Se o meu povo me escutasse, se Israel andasse nos meus caminhos! Eu, de pronto, lhe abateria o inimigo e deitaria mão contra os seus adversários. Os que aborrecem ao Senhor se lhe submeteriam, e isto duraria para sempre. Eu o sustentaria com o trigo mais fino e o saciaria com o mel que escorre da rocha.
‭‭Salmos‬ ‭81:13-16‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/psa.81.13-16.ara

Confiar em Deus é a melhor atitude de vida que podemos tomar. Ao reconhecermos nossa pequenez, incapacidade de controlar os eventos naturais e sobrenaturais, o que de melhor fazer? Se ficarmos preocupados em resolver situações fora de controle, o que iremos colher?

Confiar em Deus não é ficar de braços cruzados. Confiar é tirar o controle de nossas mãos e deixar nas mãos dEle em nossos planejamentos. Se entendermos que Deus é quem controla tudo o que acontece, meu plano passa então pela vontade dEle! Não tentarei fazer as coisas acontecerem conforme eu planejei, mas realizarei meu planejamento de mais curto prazo, atualizando conforme Deus for mostrando o caminho.

Assim, meus planos seguem os de Deus e não ficarei mais brigando com o Senhor quando as coisas não saírem conforme planejei. A Palavra diz que o Senhor nos dá o querer e o realizar! Basta estarmos em oração e com uma atitude de obediência que enxergaremos as portas abrindo e fechando, nos mostrando o caminho à seguir.

Não é fácil viver assim, mas se fosse para ser diferente teríamos outra indicação na palavra:

Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que comeremos? Que beberemos? Ou: Com que nos vestiremos? Porque os gentios é que procuram todas estas coisas; pois vosso Pai celeste sabe que necessitais de todas elas; buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Portanto, não vos inquieteis com o dia de amanhã, pois o amanhã trará os seus cuidados; basta ao dia o seu próprio mal.”
‭‭Mateus‬ ‭6:31-34‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/mat.6.31-34.ara

A fé é o que tem limitado recebermos as bençãos de Deus. Quem não confia não escuta! Se ouvirmos acessaremos todas as bençãos guardadas para 2021. Se não ouvirmos, estaremos reclamando por mais um ano a passar com lutas e tribulações.

2021 pode ser melhor que 2020, mas pode ser pior também. Será melhor se seguirmos os conselhos de Deus! Então, que possamos confiar no Deus Todo-Poderoso! Que em 2021 sejamos mais fervorosos e creiamos em Jesus Cristo que nos abriu o caminho para o Pai.

Sem Cristo não teremos nada além de um mundo caótico. Com Cristo, uma estrada com paradas para chorar e se alegrar, amigos e família para ajudarmos e recebermos ajuda, situações para orarmos clamando pela mão de Deus, para atuar em nosso favor. E, no final do ano, agradecer por termos visto os livramentos, saudades e oportunidades através de uma vida vivida para a glória dEle!

– Obrigado Senhor porque atravessamos 2020! Obrigado por tudo aquilo que construímos e vivemos, pois hoje enxergamos diferente de antes. Obrigado pelos novos amigos, desafios e circunstâncias que enriqueceram nossa experiência contigo. Que em 2021 o Senhor seja o nosso foco e continuemos a glorificar o teu nome. Abençoa as nações e nos livra do mal, fortalecendo o teu povo ainda que sejamos perseguidos pela fé que exercemos. Em nome de Jesus agradeço por todos os que caminharam conosco na leitura diária desta mensagem e que os textos possam glorificar o teu nome e trazer fé aos corações! Amém.

FELIZ 2021! Em Cristo será o melhor ano, confie!

Sejamos constantes na fé!

Se, porém, algum de vós necessita de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e nada lhes impropera; e ser-lhe-á concedida. Peça-a, porém, com fé, em nada duvidando; pois o que duvida é semelhante à onda do mar, impelida e agitada pelo vento. Não suponha esse homem que alcançará do Senhor alguma coisa; homem de ânimo dobre, inconstante em todos os seus caminhos.
‭‭Tiago‬ ‭1:5-8‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jas.1.5-8.ara

As ondas do mar vêm e vão segundo um fator externo e não por elas mesmas. Produzem um padrão segundo forças gravitacionais e ação do vento. Cada uma é diferente, sendo a repetição dos movimentos um padrão, mas sua duração, forma e desenvolvimento únicas.

O que estes versos descrevem é tal comportamento que exprime a inconstância de quem tem uma fé vacilante. Ora confia em Deus, ora não. Em determinado momento se comporta como alguém que realmente acreditou que sua oração chegou até Deus e em outros momentos, como se não tivessem passado pelo teto.

Deus ouve todas as orações e há circunstâncias na palavra que definem quando Ele não responde, porque não vai contra a sua própria palavra. Fora estas situações, toda oração gera uma reação no reino espiritual.

Há orações que recebem resposta imediata, outras demoram pois a situação precisa ser transformada e outras respostas sofrem interferência do inimigo de nossas vidas. O certo é que nenhuma deixa de ser ouvida, ainda que pareça demorado em serem respondidas.

A fé é a capacidade de confiarmos em Deus porque Ele É fiel e não deixará de responder segundo à sua soberania. Cabe a nós esperarmos com confiança e gratidão.

A inconstância na fé é um dos maiores impedimentos na resposta de Deus para nós. Não confiar nele é duvidar do que Ele É ou pode fazer, ou que a palavra não é verdadeira. Se assim é para nós, então o Senhor não tem que nos ouvir ou atender. Deus opera nos corações dos que confiam nele!

Precisamos reconhecer a glória e o poder soberano do Senhor e nos entregarmos completamente ao seu senhorio. Sermos dependentes gera fé de que Ele está cuidando de nós e teremos facilidade em confiar. Quanto mais me apoio nas minhas capacidades, menos dependo de Deus e menos confio no que está fora do meu controle.

E o que poderíamos controlar? O clima? Terremotos? Decisões humanas? Pestes e fome? Cada uma destas gera um rompimento da situação atual e podemos ficar completamente sem controle de uma hora para outra.

Pedir sabedoria é, em primeira mão, conhecer a Deus e seus preceitos. É enxergar a sua glória e saber agir conforme um filho de Deus! Peçamos tal sabedoria com fé, crendo e não duvidando, pois assim Jesus nos ensinou!

Quando o Senhor está no controle, então todas as coisas cooperam para o bem da pessoa que confiou, pois se refugiou na sombra do onipotente. Não vacilará o Senhor e não precisaremos nos preocupar. Estaremos em paz no meio de tempestades e não temeremos ainda que passemos pelo vale da sombra da morte! Isto é também sabedoria emocional que traz constância a quem assim vive!

Esperar em Deus é melhor!

Nos dias em que os juízes governavam Israel, houve grande fome na terra. Por isso, um homem deixou seu lar, em Belém de Judá, e foi morar na terra de Moabe, levando consigo esposa e dois filhos.
‭‭Rute‬ ‭1:1‬ ‭NVT‬‬
https://www.bible.com/1930/rut.1.1.nvt

O que fazer quando não enxergamos saída onde estamos? Se parece que iremos morrer se permanecermos em um lugar? Ficar ou ir embora?

Grandes dificuldades estão sendo enfrentadas pelas pessoas neste momento. Trabalhos infrutíferos ou não ter trabalho nos traz a ansiedade e a preocupação da fome ou da morte profissional.

Eilimeleque tinha esposa e dois filhos homens e resolveu partir da cidade de Belém com toda a família e foram morar fora dos limites de Israel. Seus filhos se casaram com mulheres da nova região e tanto o pai como os filhos morrem nesta peregrinação. A mulher e as noras ficam sozinhas, sem nenhum apoio. Noemi era a esposa e resolve voltar para a sua parentela.

Este é um caso de pessoas que buscaram fora do lugar onde Deus lhes designou que morassem para buscar prosperidade. A situação final da família se tornou pior que a inicial. Agora não só a fome ameaçava Noemi, mas perdera esposo e filhos.

Precisamos confiar em permanecer onde Deus nos planta, para que ali perseveremos em fé naquilo que Deus tem para nós. As pessoas que ficaram subsistiram e depois voltaram a prosperar, diferentemente da família que partiu. Partir sem pedir orientação de Deus é pior do que permanecer na ansiedade. Mas, ansiedade é não confiar nEle!

Nosso mundo está diferente por causa da pandemia. Muitos estão sob risco em seus trabalhos e outros já perderam o sustento. Muitos estão questionando se devem permanecer ou ir embora buscar em um “lugar mais propício”. A verdade é que o Senhor é quem tem a visão do futuro e só ele para nos guiar pelos dias que virão.

Portanto, humilhem-se sob o grande poder de Deus e, no tempo certo, ele os exaltará. Entreguem-lhe todas as suas ansiedades, pois ele cuida de vocês.
‭‭1Pedro‬ ‭5:6-7‬ ‭NVT‬‬
https://www.bible.com/1930/1pe.5.6-7.nvt

Estamos no tempo de nos submetermos ao Senhor e aguardar as orientações dele. Não há melhor coisa a fazer senão orar e meditar em sua palavra. Ter fé é justamente esperar em Deus, sabendo que ele tem a resposta, é agir segundo ele nos direciona e agradecer porque veio dele o escape!

Que a fé alcançada em Jesus Cristo nos fortaleça e traga as soluções, para a glória de Deus!

Não há cativeiro que resista à Cristo!

Entrementes, chegaram à outra margem do mar, à terra dos gerasenos. Ao desembarcar, logo veio dos sepulcros, ao seu encontro, um homem possesso de espírito imundo, o qual vivia nos sepulcros, e nem mesmo com cadeias alguém podia prendê-lo; porque, tendo sido muitas vezes preso com grilhões e cadeias, as cadeias foram quebradas por ele, e os grilhões, despedaçados. E ninguém podia subjugá-lo. Andava sempre, de noite e de dia, clamando por entre os sepulcros e pelos montes, ferindo-se com pedras. Quando, de longe, viu Jesus, correu e o adorou, exclamando com alta voz: Que tenho eu contigo, Jesus, Filho do Deus Altíssimo? Conjuro-te por Deus que não me atormentes!”
‭‭Marcos‬ ‭5:1-7‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/mrk.5.1-7.ara

Um homem tomado de demônios era incontrolável. Jesus o encontrou e os próprios demônios se prostraram porque não podem ignorar a autoridade de Jesus Cristo sobre toda potestade, nos céus, na terra e debaixo da terra.

Este homem foi liberto do cativeiro espiritual em que estava e esta experiência transformou sua vida imediatamente. Ele quis seguir a Jesus, mas o Senhor lhe incumbiu de dar seu testemunho de libertação nas cidades ao redor daquela, para que crescem no Filho de Deus!

Isto ocorre em praticamente todo o evangelho. Pessoas curadas, libertas e expostas em seus pecados reconheceram em Jesus a glória de Deus na visitação aos homens. Saíram a testemunhar imediatamente e atraíram para Jesus aqueles que precisavam das mesmas coisas.

Hoje não é diferente. Embora a medicina tenha evoluído ainda precisamos de curas maravilhosas. Ainda que tenhamos mais conhecimento, nossa vaidade continua nos levando ao pecado. Os demônios continuam atuando nas brechas do pecado de cada pessoa, enquanto não temos um encontro com Jesus!

Precisamos de Cristo para sermos libertos, curados e abençoados, em várias áreas de nossas vidas. Após a sua ressurreição e ascensão o Espírito Santo foi derramado sobre o mundo, para que a igreja fizesse o papel de Jesus até a sua volta.

A igreja são as testemunhas de Cristo que receberam o mesmo mandato que o homem liberto dos demônios. Somos chamados a declarar o que Cristo fez por nós, de onde nos tirou, do caminho da morte eterna!

Nada mais importa, pois esta atividade é o que permitirá que outros recebam também o Espírito e sejam livres, curados e restaurados, em nome de Jesus! Ou somos testemunhas ou estamos aguardando sermos alcançados por Cristo.

Para quem testemunha a gratidão é a motivação. Sejamos gratos por tão grande livramento e benção! Sejamos testemunhas do amor de Deus e da sua justiça! Que muitas vidas sejam alcançadas hoje, em nome de Jesus!

Glorifiquemos a Deus e não ao homem!

Chegando-se, tocou o esquife e, parando os que o conduziam, disse: Jovem, eu te mando: levanta-te! Sentou-se o que estivera morto e passou a falar; e Jesus o restituiu a sua mãe. Todos ficaram possuídos de temor e glorificavam a Deus, dizendo: Grande profeta se levantou entre nós; e: Deus visitou o seu povo.
‭‭Lucas‬ ‭7:14-16‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/luk.7.14-16.ara

Os milagres de Jesus trouxeram glórias a Deus no meio do povo. A humildade de Cristo transportava seus atos para o reconhecimento da graça de Deus. A medicina ainda não consegue trazer mortos à vida até hoje, portanto as ressurreições continuam sendo milagres atribuídos ao divino.

No entanto, Jesus é Deus e, por isso, tem o reconhecimento de todo Cristão que o segue. Outros não vieram dos céus, não estavam na criação do universo e nem conheceram ao Pai! Por que, então, colocar sobre eles o reconhecimento dos milagres?

Cristo estabeleceu que a igreja seria o seu corpo na terra e lhe daria poderes ainda maiores que os que ele praticou na terra para continuarmos o seu trabalho de glorificar a Deus. Se Jesus não tomou a glória para si, tampouco nós deveremos fazer desta forma.

Assim, glorificar a homens e mulheres por milagres praticados através deles não é certo. Sejamos gratos sim e os honremos até com recursos do mundo, mas a glória é de Deus! Errado é dobrar-se diante de homens suplicando por milagres, estejam vivos ou mortos. Isso é idolatria e condenado por Deus.

Podemos pedir ajuda, orações, ir até onde estas pessoas são usadas por Deus em vida, mas a glória é do Senhor, que distribuiu os dons. Se há dom é porque Deus distribuiu segundo a sua misericórdia.

Adoremos a Deus, pois ele é bom e a sua misericórdia dura para sempre. Dobremos nossos joelhos e entremos em nossos quartos, buscando o Senhor em espírito e em verdade, e ele nos encontrará e nos ajudará!

Homens são instrumentos de Deus e merecem nosso reconhecimento, mas não a nossa adoração. Isto lhes seria por laço para que na vaidade caíssem no erro de Satanás e sejam julgados culpados de subtrair a glória de Deus para si mesmos.

Deus e somente Deus seja glorificado!

Tenhamos fé e gratidão pela obra de Cristo em nós!

“E o servo de um centurião, a quem este muito estimava, estava doente, quase à morte. Tendo ouvido falar a respeito de Jesus, enviou-lhe alguns anciãos dos judeus, pedindo-lhe que viesse curar o seu servo. Estes, chegando-se a Jesus, com instância lhe suplicaram, dizendo: Ele é digno de que lhe faças isto; porque é amigo do nosso povo, e ele mesmo nos edificou a sinagoga. Então, Jesus foi com eles. E, já perto da casa, o centurião enviou-lhe amigos para lhe dizer: Senhor, não te incomodes, porque não sou digno de que entres em minha casa.”
‭‭Lucas‬ ‭7:2-6‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/luk.7.2-6.ara

Como as bençãos de Deus chegam na sua vida? Você fala com Jesus? Você tem amigos que falam com Jesus por você? Você trabalha para alguém que tem amigos que falam a Jesus por você?

Jesus ouviu o apelo dos anciãos do povo e foi a caminho daquela vida que precisava. Não eram os anciãos e nem o centurião, mas o servo do centurião…

Muitos hoje estão falando com Jesus a seu respeito, para que o mestre lhe abençoe e cure, o livre da causa dos seus problemas e lhe traga uma benção. Sejamos gratos a Deus, mas também aos que intercedem por nós.

Hoje somos abençoados, amanhã é nosso dia de interceder. Mas, conheço Jesus? Conheço alguém que conhece a Jesus? Creio que ele é poderoso para resolver esta causa?

Esta passagem demonstra a fé do centurião, mas também o processo pelo qual somos abençoados na terra, e isto começa tendo fé em Jesus.

Ele é o messias, o Filho de Deus, nosso intercessor diante do Pai, maravilhoso conselheiro, Deus forte, pai da eternidade, príncipe da paz, médico dos médicos, rei dos reis, senhor dos senhores, tudo de maravilhoso que pudermos entender e muito mais!

Creiamos em Cristo e que possamos dar este passo de fé, recebendo a salvação e sendo instrumento na vida de outras pessoas!

Viver o sobrenatural é parte da herança a nós prometida!

Quando Herodes estava para apresentá-lo, naquela mesma noite, Pedro dormia entre dois soldados, acorrentado com duas cadeias, e sentinelas à porta guardavam o cárcere. Eis, porém, que sobreveio um anjo do Senhor, e uma luz iluminou a prisão; e, tocando ele o lado de Pedro, o despertou, dizendo: Levanta-te depressa! Então, as cadeias caíram-lhe das mãos.
‭‭Atos‬ ‭12:6-7‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/act.12.6-7.ara

Há momentos onde apenas o sobrenatural de Deus pode resolver a nossa situação. Seja um cárcere, doença, problema financeiro ou até de relacionamentos, basta uma palavra de Deus para que o sobrenatural venha a transformar a nossa situação.

A fé é o catalisador destes movimentos celestiais. Quanto mais oramos, mais disponibilizamos anjos em favor das necessidades uns dos outros.

Quem está precisando das nossas orações neste momento? E nós? Do que estamos precisando do Senhor? Nestas horas é que a oração faz diferença. Não que Deus não responda às necessidades, mas porque Ele nos disponibilizou os recursos e delegou esta atividade! Assim, nossas orações possuem o poder de libertar cativos e oprimidos e habilitar a graça de Deus para quem precisa.

E todos precisamos, não é verdade?! Assim, comecemos o dia orando e agradecendo a Deus, pois Ele tem cuidado de nós!

Pedro foi liberto por interferência divina. Daniel recebeu um mensageiro de Deus para lhe revelar o futuro de Israel. As muralhas de Jericó caíram sem que nenhuma pedra fosse lançada contra ela. Abraão recebeu a visita de Deus! O que é mais extraordinário ou difícil para o Senhor?

Que não paremos de confiar nEle, o autor e consumador da nossa fé! Em Cristo fomos transformados em filhos adotivos e passamos a ter a autoridade para fazermos as obras do Senhor na terra. Portanto, não deixemos de clamar e buscar a solução para as dificuldades que nos cercam.

Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos tem abençoado com toda sorte de bênção espiritual nas regiões celestiais em Cristo,
‭‭Efésios‬ ‭1:3‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/eph.1.3.ara

Em Cristo fomos transformados em filhos e habilitados para a boa obra. Ergamos a cabeça com humildade e sejamos firmes no propósito de continuarmos o legado do Senhor! Aquele que nele crê fará obras ainda maiores que as dele. É promessa e Deus não mente! O que está faltando então, senão a fé para realizar todas as coisas?

O fiel verá grandes coisas, pois contará com a ajuda de Deus em todo tempo! É isto que significa gratidão e obediência! É poder realizar o sobrenatural porque decidiu fazer as obras que o Pai nos pediu para fazer enquanto aqui permanecermos!