Deus seja louvado!

Ó profundidade da riqueza, tanto da sabedoria como do conhecimento de Deus! Quão inexplicáveis são os seus juízos, e quão insondáveis são os seus caminhos! “Pois quem conheceu a mente do Senhor? Ou quem foi o seu conselheiro? Ou quem primeiro deu alguma coisa a Deus para que isso lhe seja restituído?” Porque dele, e por meio dele, e para ele são todas as coisas. A ele seja a glória para sempre. Amém!
Romanos 11:33‭-‬36 NAA
https://bible.com/bible/1840/rom.11.33-36.NAA

Verdadeiramente não conhecemos os caminhos do Senhor. Grande é a benção de podermos participar daquilo que Deus tem para cada um de nós. Gostaria no final desse segundo ano de Mensagens do Evangelho dedicar esse tempo para que possamos olhar mais para Deus e menos para o que realmente temos sido, porque dele provém todas as coisas. A mente dele é muito maior do que a nossa. O coração dele é muito maior que o nosso e seus sonhos e seus caminhos maiores ainda. A sua glória não tem fim e jamais conseguiremos enxergar toda a profundidade e justiça do SENHOR.

Sejamos humildes e queiramos ao menos enxergar a graça e a bondade de Deus. Que possamos efetivamente buscar mais dele e menos de nós. Quero agradecer ao SENHOR por dois anos inteiros de mensagens em que Ele nos sustentou, abençoou e direcionou. Que cada um que tenha lido alguma das mensagens possa ter tido um momento mais agradável com Deus. Que possamos olhar para o autor e consumador da fé por que tudo provém dele, feito através dele e para ele.

Somos criados para adorarmos a Deus e seremos tremendamente felizes quando assim conseguirmos viver. O mundo é o que estamos vendo, violências contra o próximo seja desenvolvendo seres microscópicos, código de destruição de máquinas ou invadindo e sequestrando a liberdade de outros. Deus não se agrada destas coisas e permitirá que a humanidade continue assim até um limite, o momento em que Jesus virá novamente, trazendo justiça e paz.

Temos fé neste Deus que nos tem dado tempo de arrependimento, mas tudo tem limite! Terrível é cair nas mãos do SENHOR quando ele enviar os cálices e tocar suas trombetas sobre a terra! Não devemos temer o diabo que já está condenado, mas o SENHOR que não deixará nenhuma injustiça sem a devida resposta. Em Jesus temos a justificação de nossos pecados. Corramos para ele enquanto podemos, pois os dias são maus e não somos feitos de material melhor que os outros seres humanos. Sem Jesus, todos temos o mesmo potencial para o mau, basta termos desejo e oportunidade!

A riqueza e o poder de Deus são para os que o temem. Vivamos para adora-lo e seremos abençoados, protegidos e libertos do pecado. Vivamos para mostrar a graça que alcançamos em Cristo! Tudo já foi dito nestes dois anos e tudo o que votarmos a dizer será sempre que a salvação veio de Deus em Cristo e que erramos ao esperar que nossas obras nos salvem. A profundidade da justiça de Deus está nEle nos dar a salvação porque não temos justiça própria. Portanto, sejamos gratos e humildes, pois o SENHOR é o autor da vida e da salvação. A morte existe para os que não atentam para isto. Deus seja louvado!!!

Ano 2#365

Preciosa é a salvação. Sejamos gratos!

Mas devemos sempre dar graças a Deus por vocês, irmãos amados pelo Senhor, porque Deus os escolheu desde o princípio para a salvação, pela santificação do Espírito e fé na verdade. Foi para isso que também Deus os chamou mediante o nosso evangelho, para que vocês alcancem a glória de nosso Senhor Jesus Cristo.
2Tessalonicenses 2:13‭-‬14 NAA
https://bible.com/bible/1840/2th.2.13-14.NAA

O evangelho não é crido por todos. Paulo nos lembra para darmos graça por termos sido alcançados. Se todos pecaram então ninguém tem mérito para recebê-la. Se fomos alcançados foi por pura graça e não há injustiça para com quem não foi. No entanto a graça é dada mediante a fé pela pregação do evangelho. Não sabemos quem terá um despertar ao ouvir tal pregação e não devemos parar de falar da salvação em Cristo Jesus.

Importa perseverar com todos para que o Espírito venha a convencer do pecado, da justiça e do juízo, trazendo temor e arrependimento aos corações. Sem mudança de atitude não houve real ação do Espírito Santo, e estaremos a nos enganar a respeito da nossa salvação.

Sem santificação e fé na verdade estaremos ao sabor da cultura a nossa volta, ora concordando com o evangelho, ora discordando dele. Uma vida dupla não agrada a Deus e somos chamados para adora-lo e não permanecer na desobediência e rebeldia.

Que busquemos alcançar a glória em Jesus Cristo, o Filho de Deus que nos trouxe tão grande graça e misericórdia. A ele toda honra e todo o poder pelos séculos dos séculos, amém!

Ano 2#358

Tempo de agradecermos por toda a ajuda recebida!

Alguns foram ter com ele, conduzindo um paralítico, levado por quatro homens. E, não podendo aproximar-se dele, por causa da multidão, descobriram o eirado no ponto correspondente ao em que ele estava e, fazendo uma abertura, baixaram o leito em que jazia o doente. Vendo-lhes a fé, Jesus disse ao paralítico: Filho, os teus pecados estão perdoados.
Marcos 2:3‭-‬5 ARA
https://bible.com/bible/1608/mrk.2.3-5.ARA

Fim de ano, tempo de agradecer a quem nos ajudou nas dificuldades, nos momentos difíceis de nossa caminhada ao longo do ano. Há pessoas especiais que enfrentam as lutas conosco, que quando não conseguimos mais caminhar até nos carregam de muitas formas. A estes, devemos ser gratos, pois nos serviram e nos sustentaram quando precisávamos.

Pode ser um amigo, parente ou um desconhecido, o bom samaritano que nos encontrou desmaiados pelo dia mal que nos derrubou e arrancou nossas forças. Pode ser aquele colega de trabalho que nos ensinou a suportar as exigências ou que facilitou nosso aprendizado, ou mesmo um parente ao nosso lado no meio da doença.

Importa pararmos e reconhecermos todo o amor que recebemos de Deus através dessas vidas. Uma palavra de incentivo, um presente, um abraço, um serviço prestado ou um ouvido amigo, toda forma de amor para conosco merece ser reconhecido e agradecido. Nestas horas veremos como temos sido cuidados por Deus em todas as circunstâncias.

Que não apenas sejamos gratos, mas também estejamos disponíveis e desejosos de sermos instrumentos de Deus para espalharmos o amor ao nosso próximo. Olhemos para os nossos entes queridos, amigos, vizinhos, um desconhecido, sem nos esquecermos dos órfãos e das viúvas e os menos afortunados. Deus é glorificado quando as pessoas se unem para se ajudarem.

Que possamos bendizer a Deus em todas as coisas, pois Ele tem cuidado de nós!

Bendizei ao Senhor, vós, todas as suas obras, em todos os lugares do seu domínio. Bendize, ó minha alma, ao Senhor.
Salmos 103:22 ARA
https://bible.com/bible/1608/psa.103.22.ARA

Ano 2#303

Misericórdia e gratidão andam juntas!

Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia.
Mateus 5:7 ARA
https://bible.com/bible/1608/mat.5.7.ARA

Muitas aflições estão ocorrendo em nossos dias e não é diferente de ontem e, infelizmente, nem de amanhã, porquanto o pecado trouxe maldição sobre a terra. Muitos de nós humanos precisamos de alguma ajuda, seja emocional ou material, principalmente em momentos de grande impacto social como em pandemias.

As ações sociais sempre são necessárias por esta causa e estamos em um momento de olharmos para o nosso próximo como fez o bom samaritano da parábola contada por Jesus. É certo que agir com misericórdia trará o consolo para quem a recebe e se torna uma oferta de quem fez a boa ação. E temos o entendimento também dado por Cristo de que é melhor dar do que receber, pois dá quem tem e recebe quem precisa!

Tiago nos declara que religião se expressa também pelo cuidado para com os órfãos, viúvas e necessitados. Queremos deixar claro que o cuidado em si não é o motivo da salvação de ninguém. Este cuidado com o próximo deve ser a expressão da gratidão alcançada pelo sacrifício de Cristo que nos trouxe a salvação e que é recebida por fé no salvador! Obras de ação social são a consequência de um coração voltado para a misericórdia. Devemos cuidar para não se tornarem motivo de orgulho ou vaidade pois, ainda que seja útil a quem recebe, só gerou arrogância no coração de quem doou.

Importa semearmos nas vidas das pessoas. Gratidão gera gratidão e transforma o mundo. Façamos a nossa parte e engrandeçamos o nome do Senhor! A ele toda a glória eternamente amém!

Ano 2#282

Evangelho não é mercadoria!

Porque nós somos para com Deus o bom perfume de Cristo, tanto nos que são salvos como nos que se perdem. Para com estes, cheiro de morte para morte; para com aqueles, aroma de vida para vida. Quem, porém, é suficiente para estas coisas? Porque nós não estamos, como tantos outros, mercadejando a palavra de Deus; antes, em Cristo é que falamos na presença de Deus, com sinceridade e da parte do próprio Deus.
2Coríntios 2:15‭-‬17 ARA
https://bible.com/bible/1608/2co.2.15-17.ARA

Evangelistas e missionários pregam o evangelho para que Deus seja conhecido e a obra de Cristo anunciada. Quando confiamos que todo homem é pecador, estando condenado ao inferno por estar afastado de Deus, então buscamos a reaproximação pelo arrependimento dos pecados, através daquele que nos justifica em sua entrega por nós na cruz, nos reconciliando com Deus, trazendo a salvação. O evangelho é isto, Cristo salvando o pecador arrependido.

Quando as pessoas que ouvem o evangelho pregado não o aceitam estão ignorando a única salvação anunciada, o que traz o cheiro de morte, pois estão decidindo não seguir a Cristo como Senhor e salvador. Quando quem ouve recebe a dádiva da redenção em Cristo, recebe vida eterna e o cheiro da vida passa a habitar em sua vida! Espiritualmente falando não ficamos como estávamos após ouvir a pregação do evangelho.

O evangelho não é mercadoria para se vender, pois não há como pagarmos a salvação. Jesus Cristo pagou pelos pecados de todos, o justo pelos injustos, e não há como reembolsar uma dívida impagável. Nosso papel é crer nesta obra tremenda que nos torna justificados e  aceitáveis novamente diante de Deus! Não existe graça que venha a receber algo de nós, mas pelo contrário. Recebemos de Deus o que não merecíamos e somos novamente recebidos pela própria oferta de Cristo por nós!

Ao recebermos Cristo como Senhor nos tornamos filhos de Deus e, ao mesmo tempo, irmãos de Cristo, co-herdeiros das promessas e também servos de Deus. Servir é dar nossas vidas para que outras vidas recebam das mesmas bençãos que já estamos recebendo. É dar e não receber, pois já recebemos de uma vez a salvação. Portanto, não se mercadeja o evangelho, pois é vida para os que crêem e morte para os que não crerem nas palavras de vida eterna.

Não há como pagarmos e, por isso, viveremos eternamente gratos pelo amor de Deus por nós! Também não devemos levar o evangelho por preço algum. Se algo receberemos é porque o trabalho e esforço foi valorizado e suportado por aqueles que se sentem agradecidos por terem tido a oportunidade de entender o estado de afastamento de Deus e a reconciliação em Cristo. Tremendo amor acaba gerando gratidão e desejo de suportar com recursos aqueles que estão levando o evangelho. Não por obrigação, mas tudo por desejo de abençoar porque estão sendo abençoados!

O amor de Deus constrange a todos os que são alcançados por este evangelho. O amor custa a própria vida e é muito mais do que qualquer dinheiro no mundo. Evangelho não é mercadoria e nem as pessoas são para se tornarem moeda para homens fazerem uso. Paulo nos lembra de todas estas questões. Deu a vida pelo evangelho e direcionou inúmeras gerações a seguirem o modelo de Cristo. Que o evangelho seja levado com sinceridade e objetivando a glória de Deus!

Ano 2#249

O que é sermos e estarmos em Cristo?

Chamou Jesus os doze e passou a enviá-los de dois a dois, dando-lhes autoridade sobre os espíritos imundos.
Marcos 6:7 ARA
https://bible.com/bible/1608/mrk.6.7.ARA

Muitos confundem a recepção de uma autoridade como algo que passaram a possuir de si mesmos, esquecendo-se que a autoridade está restrita à comissão recebida. Em outras palavras, a submissão dos demônios ocorre pelo poder de Jesus outorgado aos que são discípulos e não pelo poder do próprio discípulo.

A condição de ser representante não nos qualifica como poderosos e justos em nós mesmos, mas porque Jesus é! Por isso Judas Iscariotes pôde exercer autoridade sobre demônios mas também traiu ao próprio Senhor. Não é porque recebemos dinheiro da empresa para gastar milhões em aquisições para ela que me tornei milionário, não é mesmo?! Posso estar gastando milhões da empresa e não ter o que comer em casa…

A mordomia é a maneira como somos ensinados e, ao mesmo tempo, testados. Ao não termos em nossas casas aquilo que temos acesso em serviços, trabalhos ou outras atividades somos confrontados entre o manusear ou estabelecer poder sobre coisas que não possuímos e nos mantermos conscientes de que não são nossos, mas estamos sob comissão. Também é o caso de exercermos poder sobre pessoas que na verdade não nos respondem pelo que somos, mas pelo cargo que representamos.

Cristo nos envia a cuidar de suas ovelhas, como ajudadores da sua obra de salvação. As ovelhas se submetem aos líderes e lhes ajudam a continuar o trabalho de gerar ovelhas. Tanto a liderança como as ovelhas que ainda não líderes são ovelhas do Senhor. Há os que estão avocando as ovelhas para si e há ovelhas que não se submetem como ovelhas porque já estão exercendo poder e autoridade também. Nossa maior dificuldade é nos mantermos servos do Senhor e entre nós. A virtude está na humildade em reconhecer de quem é o poder e para quem o exercemos.

Jesus Cristo é o cabeça da igreja e somos todos discípulos do mestre. Em determinado momento estaremos em condições de discipular, em outros, de discipularmos. Importa que todos sigamos o mestre e não nos desviemos a nós e nem a ninguém do caminho. Se o Espírito Santo é quem estiver no controle não cairemos neste erro. Mas, será que está? Estamos vivendo debaixo do que o Espírito Santo nos propõe, proporciona e aponta?

Ser um religioso que não se submete à ação do Espírito Santo é usurpar do poder que Deus está entregando para nós. Se não entendermos quem somos e quem Deus É podemos cair neste erro. Jesus Cristo é Deus encarnado que viveu entre nós para servir, delegando a missão de continuarmos o seu trabalho. Não somos maiores que o mestre e, portanto, não somos justos por nós mesmos, mas justificados por ele. Esta verdade nos ajuda a entendermos a graça e a misericórdia e é mais que suficiente para nos motivar a amar aos que, como nós, estão sendo alcançados pelo evangelho.

Se o Senhor enviou os apóstolos lhes dando autoridade então estes foram comissionados a realizar a obra de Cristo no meio do povo. Esta comissão também foi dada a igreja e este é o tempo de fazermos a nossa parte. Sejamos zelosos dos dons e autoridade dadas pelo Senhor e entendamos para que os recebemos. Que possamos viver a mordomia, exercendo com diligência o que nos foi confiado. Bom é poder participar da obra redentora de Cristo e ver o mover de Deus em nosso meio.

Somos peregrinos e nada levaremos deste mundo a não ser as lembranças do que fizemos como homens e mulheres. Que possamos ter maravilhosas lembranças em reconhecimento de tudo o que nos foi dado sem termos merecido. Nascemos sem termos merecido, vivemos a partir de dons espirituais que não merecíamos e iremos invariavelmente voltar para Deus como espíritos, porque somos dEle. Neste tempo todo será maravilhoso se vivermos para Ele! Estamos em Cristo, somos de Cristo e Cristo é o Senhor!

E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas. Ora, tudo provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por meio de Cristo e nos deu o ministério da reconciliação,
2Coríntios 5:17‭-‬18 ARA
https://bible.com/bible/1608/2co.5.17-18.ARA

Quem está em Cristo é nova criação e está participando da reconciliação do mundo. Este é o chamado e o propósito de exercermos o poder do Senhor na terra!!

Ano 2#246

Qual a nossa necessidade? Jesus está aqui para nos ajudar!

Ora, descendo ele do monte, grandes multidões o seguiram. E eis que um leproso, tendo-se aproximado, adorou-o, dizendo: Senhor, se quiseres, podes purificar-me. E Jesus, estendendo a mão, tocou-lhe, dizendo: Quero, fica limpo! E imediatamente ele ficou limpo da sua lepra.
Mateus 8:1‭-‬3 ARA
https://bible.com/bible/1608/mat.8.1-3.ARA

Qual a nossa necessidade hoje? Uma cura? Emprego? Perdão? Em Jesus Cristo encontramos o que precisarmos. Ele não é um supermercado onde compramos o que precisamos, mas quem a todos dá liberalmente porque precisamos dele!

Cristo não nos pergunta do por que precisamos e nem coloca pré-requisitos para nos dar, pois ele é supridor do necessitado. Nossa transformação ocorre nele porque aprendemos sobre um amor não dependente do nosso desempenho ou gratidão, mas porque somos amados de Deus!

Nosso constrangimento ocorre quando nos damos conta de que não merecemos e ainda assim recebemos. Maior ainda é quando somos encontrados ao invés de buscá-lo! Não importa, Jesus é ministro do amor de Deus na vida de todos os necessitados de seu amor.

Pedi, e dar-se-vos-á; buscai e achareis; batei, e abrir-se-vos-á. Pois todo o que pede recebe; o que busca encontra; e, a quem bate, abrir-se-lhe-á.
Mateus 7:7‭-‬8 ARA
https://bible.com/bible/1608/mat.7.7-8.ARA

Oremos por ajuda. O Senhor está ao nosso alcance, basta orarmos da maneira que soubermos. Ele está esperando para conversar conosco e nos dar o que estamos precisando agora. Seu amor nos transformará, ainda que hoje só nos enxerguemos pecadores. Não é pelo que fazemos, mas por quem Ele É! Esta é a verdade do evangelho, onde nós pecadores somos visitados e alcançados pela graça e a misericórdia de Deus!

Ano 2#241

Em Cristo somos aperfeiçoados!

Jesus, porém, tendo oferecido, para sempre, um único sacrifício pelos pecados, assentou-se à destra de Deus, aguardando, daí em diante, até que os seus inimigos sejam postos por estrado dos seus pés. Porque, com uma única oferta, aperfeiçoou para sempre quantos estão sendo santificados. E disto nos dá testemunho também o Espírito Santo; porquanto, após ter dito: Esta é a aliança que farei com eles, depois daqueles dias, diz o Senhor: Porei no seu coração as minhas leis e sobre a sua mente as inscreverei, acrescenta: Também de nenhum modo me lembrarei dos seus pecados e das suas iniquidades, para sempre. Ora, onde há remissão destes, já não há oferta pelo pecado.
Hebreus 10:12‭-‬18 ARA
https://bible.com/bible/1608/heb.10.12-18.ARA

O Espírito Santo traz ao coração daquele que crê em Jesus Cristo a lei de Deus, não para serem seguidas como uma regra a ser observada por obrigação, mas para ser executada como algo agora natural. Se antes era uma obrigação não ofender, agora não se pensa em causar mal a alguém e, portanto, o ofender deixa de ser uma opção em nossas vidas.

A mudança trazida pelo Espírito Santo é o que Jesus chama de novo nascimento, uma nova natureza que passamos a ter porque o recebemos em nós. A presença do Espírito Santo nos transforma. Agora, se resistirmos ao Espírito, nenhuma vantagem resta para as nossas vidas, mas pelo contrário. Teremos uma consciência a nos acusar e a mostrar o nosso erro. Jesus Cristo fez a parte que só ele poderia fazer e agora espera que façamos a nossa parte. O poder nos foi concedido e devemos batalhar para derrubar os inimigos que se levantam contra o Senhor!

Interessante entendermos que no nome de Jesus podemos realizar as obras nesta terra. É uma autoridade, uma nobre missão e grande responsabilidade que deve ser assumida pelos seguidores de Cristo. Venceremos porque fomos justificados e estamos sendo preparados para vencer, no poder de Deus e não no nosso! Esta é a graça salvífica para transformação daquele que crê. O mundo precisa de Deus, ainda que não entenda ou o busque. Esta é a revelação trazida pelo evangelho, que Cristo veio ao mundo para salva-lo e agora o faz através da igreja.

Tempo da igreja realizar a sua parte. Tempo de haver transformação de vidas. Tempo de parar de pedir para termos o que já recebemos e fazer o que fomos chamados a fazer. Menos reclamação e mais ação em amor. Menos ofensas e mais cuidado. Menos preocupação com as quatro paredes e mais preocupação com as vidas que estão fora das paredes! Se não formos atrás dos descrentes o que resta a fazer? A obra é justamente discipular, cuidando dos que estão aprendendo a se santificar. Muitos acham que é apenas trazer para dentro e deixar se cuidar sozinho, outros acham que devem cuidar apenas dos que já estão dentro.

Vidas são indivíduos carentes de Deus que aprendem a graça e a misericórdia e passam a viver em gratidão. Não se usa vidas para serem manipuladas pelo evangelho, mas para viverem pelo evangelho. Precisamos muito aprender com Jesus, pois serviu o necessitado, o pecador, aquele que o cuspiu e negou, aquele que apenas esperava uma cura e a todos cuidou e trouxe alento, oportunidade e vida. Igrejas saudáveis multiplicam vida e não peso em se cuidar de vidas.

As dificuldades de cada ser humano são desafios a serem vencidos pela comunhão e não devem ser usadas contra as próprias pessoas que estão passando pela dificuldade. Isto quem faz é Satanás. Igreja gera vida em Cristo, o resto é ignorar o amor, o perdão e a graça. Usar o pecado contra as pessoas não é o que Cristo veio fazer em nosso meio, mas pelo contrário! Onde Cristo chega o pecado vai embora e já não há mais necessidade de sacrifícios pelo pecado!

Ano 2#237

Estamos comprometidos com a obra de Deus?

A saudação é de próprio punho: Paulo. Lembrai-vos das minhas algemas. A graça seja convosco.
‭‭Colossenses‬ ‭4:18‬ ‭ARA‬‬
https://bible.com/bible/1608/col.4.18.ARA

Paulo termina a carta aos Colossenses pedindo que se lembrem das suas algemas. Ou seja, do seu esforço, desprendimento, comprometimento com a obra de Deus, dando a própria vida pelo evangelho como Cristo fez por nós. Temos lembrado de Jesus em nossa comunhão na Ceia do Senhor, nos examinando para buscarmos arrependimento e cura, e devemos lembrar do esforço de nossos irmãos, nos unindo a eles para que o evangelho seja pregado em todos os lugares neste mundo.

Associar-se com um preso religioso é estar sob a mira de seus perseguidores. É se colocar também em risco. Não há dúvidas de que a igreja sempre será perseguida se estiver indo onde outras religiões fundamentalistas estiverem sedimentadas na sociedade. É de se esperar a resistência e até violência em alguns casos. Os apóstolos foram mortos por causa do evangelho e muitos cristãos também serão.

Paulo é um exemplo de dedicação e seu fim foi a morte após ter sido preso por duas vezes. Poderia ter parado após a primeira prisão, mas seguiu fielmente a Cristo. Hoje temos muitos ensinamentos através de seu testemunho e experiências compartilhadas. Nossa disposição depende do nosso comprometimento com Cristo. Assim como um casamento dura segundo o comprometimento do casal, assim é a nossa aliança com o Senhor.

Estamos prontos a irmos até a morte? Estamos preocupados com as vidas que seguem para o inferno? Desejamos de verdade sermos luz e sal, discípulos de Jesus? Isto exige preparo, disposição e perseverança. Deus busca os verdadeiros adoradores que o adorem em espírito e em verdade, sendo isto a expressão do nosso interesse em viver para Ele!

Ano 2#229

Sejamos justificados em Cristo!

Filhinhos, não vos deixeis enganar por ninguém; aquele que pratica a justiça é justo, assim como ele é justo. Aquele que pratica o pecado procede do diabo, porque o diabo vive pecando desde o princípio. Para isto se manifestou o Filho de Deus: para destruir as obras do diabo. Todo aquele que é nascido de Deus não vive na prática de pecado; pois o que permanece nele é a divina semente; ora, esse não pode viver pecando, porque é nascido de Deus. Nisto são manifestos os filhos de Deus e os filhos do diabo: todo aquele que não pratica justiça não procede de Deus, nem aquele que não ama a seu irmão.
1João 3:7‭-‬10 ARA
https://bible.com/bible/1608/1jn.3.7-10.ARA

Há uma diferenciação dentre os homens entre filhos de Deus e filhos do diabo. Esta se refere à prática ou não de pecados. O viver pecando é não conseguir viver da maneira justa, segundo os preceitos de Deus. A lei aponta o erro, mas não nos impede de errarmos. A lei aponta para o alvo, mas o acertar o alvo depende da flecha voar de maneira estável e corrigindo os efeitos de vento e gravidade durante o voo.

Setas tortas não acertam o alvo, ainda que o arqueiro tente corrigir a trajetória, pois não há como corrigir o efeito de uma estrutura corrompida. A seta torta não atingirá o alvo pois não tem correção e isto, em medidas espirituais, chama-se iniquidade.

O pecador que vive pecando é uma flecha torta, não possuindo capacidade de acertar o alvo, ou seja, deixar de pecar. A obra do Espírito Santo é retificar nossas vidas, nos tornando aptos a acertarmos o alvo. Conquistamos isto através de Cristo! No Senhor estamos aptos a amar e viver justamente. O que nos era impossível agora é possível, pela misericórdia de Deus!

Nossa vida de pecados deve ser deixada para trás, nos tornando discípulos de Jesus, e filhos de Deus. Se permanecermos em nossos pecados permaneceremos como filhos do diabo e a justiça de Deus nos lançará junto com o diabo no lago de fogo de onde não haverá escape. Hoje podemos decidir e está claro o que devemos fazer. Que tomemos a decisão de pertencemos à família de Deus e sermos chamados de Seus filhos!

Honremos o sacrifício de Cristo e busquemos viver de maneira justa. Por gratidão e consciência glorifiquemos o nome do Pai! As obras do diabo podem e serão destruídas nas nossas vidas se assim escolhermos. Deus é bom e não desampara a ninguém que lhE busca! Decidir viver justamente é ouvir a voz do Espírito Santo e ignorar a voz do diabo. É sermos capazes de dizer não à velha natureza e sim à nova. É buscar fazer o certo para agradar a Deus e resistir ao diabo.

Sujeitai-vos, portanto, a Deus; mas resisti ao diabo, e ele fugirá de vós.
‭‭Tiago‬ ‭4:7‬ ‭ARA‬‬
https://bible.com/bible/1608/jas.4.7.ARA

Agradeçamos pela graça e a misericórdia de Deus em nossas vidas que nos capacitam a sermos justos porque Cristo nos revelou e nos deu o poder de Deus para sermos transformados e libertos do cativeiro do pecado!

Ano 2#201