#3_320 Não confie no que é transitório!

Uns confiam em carros, outros, em cavalos; nós, porém, nos gloriaremos em o nome do Senhor, nosso Deus.
Salmos 20:7 ARA
https://bible.com/pt/bible/1608/psa.20.7.ARA

Por que confiamos no transitório? Por que confiamos no que não tem como nos dar garantia de resultados? Confiança depende de termos certeza, de esperarmos que aconteça conforme nossas expectativas. Mas, não basta nossa esperança, pois nosso julgamento é baseado no que vemos e experimentamos, ou no que outros propagandeiam a nós.

Só há um que pode garantir que sua palavra será cumprida e este é Deus! Nada foge ao seu controle, visão, conhecimento e poder. Tudo está sob seu cuidado e nada lhe escapa ao acaso. Como confiar em pessoas que estão aprendendo com a vida? Hoje é e amanhã já não é mais, enganei-me sob tal assunto…

Mas, Deus não age assim. Tudo sabe, conhece e determina. Nosso arbítrio não é livre porque não conhecemos todas as opções para podermos decidir pela melhor. Assim, decidimos com parcialidade. O Senhor tudo conhece e define para o bem das nossas vidas.

Portanto, na hora de confiar não devemos fazê-lo baseando-nos no que sabemos sobre a situação, mas a partir do que Deus declara em sua palavra a respeito de nossas vidas. Quando confiamos nEle então todas as coisas cooperam para o nosso bem, até aquelas que não esperávamos e nos parecem desvantagem. Desistiríamos se olhássemos para as circunstâncias. Mas, se Deus manda continuar, confiaremos no que não temos, ou no que temos, ou confiaremos no Senhor?

Isto é ser provado na fé, quando a nossa confiança sai do que temos ou não temos e recai naquEle que tudo pode! Que sejamos mais fervorosos e confiemos em Deus! Ele nos enviou Jesus Cristo para que vivêssemos no caminho certo, na trilha dos que são justificados e santificados porque confiam em Deus. Aqueles que confiam em si mesmos permanecem nos caminhos do inferno, a começar pelos desgostos que viverá nesta terra.

#3_317 Deus está operando!

E sonhou: Eis posta na terra uma escada cujo topo atingia o céu; e os anjos de Deus subiam e desciam por ela.
Gênesis 28:12 ARA
https://bible.com/pt/bible/1608/gen.28.12.ARA

Tudo o que acontece aqui na terra já foi decidido no céu. Em um quarto de hospital o paciente é tratado de acordo com o que foi definido pelos especialistas. As enfermeiras servem segundo planilhas de remédios, alimentos e procedimentos que serão ministrados no horário certo.

Embora o mundo não seja um hospital esta rotina ajuda a entendermos como as coisas funcionam por aqui. Deus decide como tratar a humanidade, anjos trabalham a respeito e o que enxergamos neste plano é o resultado palpável dos remédios e procedimentos de Deus para tratar um mundo autodestrutivo.

Jacó fugia de casa por roubar de seu irmão a benção da primogenitura. Teve um encontro com Deus e aprendeu sobre a ação divina em sua vida. Precisamos entender que Deus age a nosso favor, pois vivemos nos machucando uns aos outros. A maldade está em nossas vidas e o pecado nos faz enfermar. O Senhor é misericordioso e trabalha para que o mundo seja transformado.

No tratamento de Deus somos restaurados. Nossa alta ocorrerá nos céus e até lá teremos recebido inúmeras intervenções para que venhamos a ter uma vida melhor. Cristo nos dá o sangue para vivermos através dele. Em seu sangue somos purificados de todos os males, como uma diálise única que possui efeito eterno. Em sua morte somos vacinados contra o pecado, para resistirmos às tentações que nos rodeiam.

Que possamos viver para Deus, com alegria, confiando na obra maravilhosa que não estamos enxergando, mas que já está preparada para nós mesmo antes da fundação do mundo!

#3_307 Não resistais ao ensino do Espírito Santo!

Respondeu-lhes Jesus: Não provém o vosso erro de não conhecerdes as Escrituras, nem o poder de Deus?
Marcos 12:24 ARA
https://bible.com/pt/bible/1608/mrk.12.24.ARA

Nossa ignorância a respeito de Deus nos faz errar continuamente para com Ele. É como ser um cidadão de uma cidade que não consegue interpretar sinais e legislações. O analfabetismo que tanto impossibilita uma pessoa de entender seus direitos e deverem também se aplica à vida espiritual. Enquanto não conhecermos os desígnios de Deus não poderemos viver da maneira certa.

Deus estabeleceu alianças para que isto tivesse um fim. Enviou profetas a orientar o povo e, por fim, a Jesus Cristo. Jesus nos trouxe o Espírito Santo para que as leis divinas estejam dentro de nós e não caiamos nas mesmas dificuldades que até hoje passam os que não conseguem entender as coisas de Deus.

No entanto, Paulo escreveu a respeito de como podemos nos opor ao Espírito e aos profetas, demorando a absorver seus ensinos (1 Tessalonicenses 5:16-22). Nossa vaidade e impaciência nos levam a não querermos passar tempo com leituras e orações, meditações e santificação. Isto faz com que sejamos piores em termos práticos. Se temos o autor dentro de nós a nos facitar o entendimento, como vamos ignorá-lo a ponto de permanecermos no erro?

Isto está se tornando comum no meio daqueles que se chamam de Cristãos. Uma grande parte ainda confia nas obras para salvação, invalidando o sacrifício de Cristo na cruz enquanto outra boa parte não se ocupa com a pregação do evangelho e nem com o cuidado para com os desafortunados. Dizemos que somos seguidores de Cristo mas nem de longe nos assemelhamos a ele.

É fácil ver como estamos nos enganando. Países com maioria Cristã em sua cidadania terrestre não estão conseguindo gerar mudança na nação. Não produzem líderes de quem sintam orgulho e suas estatísticas de adultério e desvios de conduta estão se aproximando dos valores de quem não se avoca ser de Cristo. Para nós se tornou vergonha. Estamos errando e muito em nossa forma de enxergarmos e praticarmos o evangelho.

Precisa começar dentro de cada um, quando damos guarida aos ensinos do Espírito Santo. Sem isto não haverá mudança ou melhoria. Que possamos nos arrepender e nos santificarmos para Deus. Somente dando bom exemplo de fé poderemos alterar o comportamento em nossas famílias e, um dia, de nossas nações. Somos a semente que Deus semeou no mundo e frutificaremos de acordo com o quanto estivermos embebidos no Evangelho da graça!

#3_282 Sejamos filhos de Deus!

Então, o servo, prostrando-se reverente, rogou: Sê paciente comigo, e tudo te pagarei. E o senhor daquele servo, compadecendo-se, mandou-o embora e perdoou-lhe a dívida.
Mateus 18:26‭-‬27 ARA
https://bible.com/bible/1608/mat.18.26-27.ARA

A vida Cristã baseia-se fortemente no entendimento de nossa dívida para com a graça de Deus! Reconhecemos que fomos perdoados por nossas transgressões e que não havia como pagarmos por isto. Jesus Cristo entregou-se para pagar a nossa dívida e se tornou nosso redentor. Fez porque nos ama e nos quer bem e reunidos com o Pai.

Se fomos perdoados por preço tão alto, como não perdoar os erros “mais baratos”? Ofender a santidade de Deus, traí-lo, magoá-lo e ignorá-lo é infinitamente mais forte do que sermos traídos, mortos e ofendidos. Esta falta de temor gera nossa falta de gratidão!

Se enxergamos a graça viveremos para termos paz com o nosso próximo. Iremos buscar santidade e justiça. Não significa evitar conflitos, mas resolvê-los com prudência e respeito ao próximo. Deixaremos nossa vaidade e usaremos da misericórdia para resolvermos conflitos.

Jesus nos mostra como a nossa tendência é contrária a tudo isto e que o final será terrível se não nos convertermos. Ele nos deu sua vida para que pudéssemos receber as nossas de volta e devemos fazer isto para que outros também possam viver! Reciprocidade da graça é característica Cristã que evidencia aqueles que nasceram de novo.

Neste final de ano vamos olhar para trás e escrutinar nossas vidas em busca de oportunidades de perdão. Resolvamos conflitos tanto quanto possível. Bom é poder virar os dias e anos exercendo graça e misericórdia. Sejamos filhos de Deus!

#3_281 Nossas ações impactam as pessoas!

Assim, pois, não é da vontade de vosso Pai celeste que pereça um só destes pequeninos.
Mateus 18:14 ARA
https://bible.com/bible/1608/mat.18.14.ARA

Deus não nos criou para destruir-nos. Sua vontade é que todos se salvem. Mas, a natureza do homem nos faz pecar e nos desviar do bom caminho. Por esta causa Cristo veio para marcar claramente como devemos viver neste mundo.

Nossos atos impactam os que estão à nossa volta. Basta lembrar como 10 espias influenciaram todo o povo de Israel a não confiarem em Deus, culminando em 40 anos de deserto e morte de toda uma geração.

Não seria tão desastroso se a influência negativa parasse em nós mesmos, mas o mal exemplo é copiado e multiplicado. Pecar geralmente está associado a uma ação contra alguém. Mentimos a respeito de algo ou alguém para outra pessoa. Roubamos de alguém, adulteramos com e contra alguém, desejamos algo que outra pessoa possui. Ou seja, quando peçamos fazemos mal não apenas para nós.

Nosso egoísmo atrapalha outras vidas. Nossa vaidade se sobrepõe a outras pessoas. Assim, o que fizermos de mal poderá influenciar aqueles que Deus criou e deseja que o amor esteja em suas vidas. Quando este mal alcança os pequeninos de Deus a sua irá se acende. Não ficará sem pagamento aquele que assim fizer.

Cristo nos traz o verdadeiro caminho da paz. Nos regenera em seu ato de perdão e nos dá o poder de não pecarmos, o que elimina o problema de impactarmos negativamente os pequeninos de Deus. Pelo contrário, passamos a semear o bem!

Jesus é a solução para a humanidade descontrolada em suas paixões, que não se importa em trazer malefícios a si e ao próximo. Cristo nos ensina a nos amarmos, sendo isto o que nos dá o poder de vivermos bem em coletividade. Cuidar primeiro das demandas do grupo cria limites para as nossas liberdades e isto é bom para que não geremos atrito ou problemas para todos.

Saber nossos limites nos dá a total liberdade dentro dos limites. Não ter limites é, no final das contas, não ter liberdade alguma, pois podemos estar violando condições pessoais ou coletivas sem nos dar conta ou sem nos preocuparmos com ninguém.

O evangelho é a doutrina de vida do Cristão. Vivê-lo no Espírito Santo é construir o reino de Deus nos corações dos homens. É cuidar de edificar os pequeninos, é fazer a vontade de Deus!

#3_277 Confessemos nossos pecados a Cristo!

Porque da janela da minha casa, olhando pela grade, vi entre os ingênuos, e descobri entre os jovens um que não tinha juízo.
Provérbios 7:6‭-‬7 NAA
https://bible.com/bible/1840/pro.7.6-7.NAA

Sempre alguém estará nos observando. Principalmente Deus! Nada passa despercebido neste mundo e certas atitudes nossas nos trarão malefícios inimagináveis. Esta passagem bíblica se refere à mulher adúltera caçando um jovem desavisado, mas poderia ser a respeito de corrupção no meio empresarial ou governamental. Serve-nos em muitos contextos.

Muitas vezes podemos cair em ciladas sem estarmos conscientes de sermos observados. Mas, se pudermos lembrar e nos preocupar se isto agrada ou não a Deus nos servirá de regra para tudo o que fizermos na vida. Falta apenas conhecer os mandamentos do Senhor e não erraremos se os obedecermos.

Agora, qual o nosso papel quando vemos alguém cair em ciladas? Podemos interferir na vida alheia? Devemos ou não fazê-lo? A Bíblia nos evidencia que dentro da igreja somos como irmãos e temos obrigação em livrar nossos familiares da fé de todo erro. Para com os de fora da fé irá depender de quão sábios são. Aqueles que estão tentando viver sabiamente nos ouvirão, enquanto os que riem-se do evangelho não.

O que fazer? Só conseguimos ajudar quando entendemos que, em qualquer dituação, mostrar Cristo é a solução. Quando o incauto cair na cilada que não quis confiar no conselho se lembrará que Cristo tem saída. É quando enxergamos nossos pecados e situação em que estamos que entendemos a necessidade de um salvador.

Busquemos o Senhor Jesus em todo tempo. Melhor quando estamos a nos encher de sua sabedoria nas escrituras, mas importa recebermos misericórdia e graça nos dias em que falharmos em obedecer seus ensinos. Que possamos hoje nos arrepender de nossos erros e procurar a Cristo. Ele viu tudo de errado que fizemos e perdoa os pecados do arrependido que o busca e o encontra. Pecado não perdoado é o pecado não confessado!

#3_261 Precisamos do batismo de Jesus!

Naqueles dias, apareceu João Batista pregando no deserto da Judeia. Ele dizia: — Arrependam-se, porque está próximo o Reino dos Céus.
Mateus 3:1‭-‬2 NAA
https://bible.com/bible/1840/mat.3.1-2.NAA

Cada dia está mais próximo o Reino dos Céus. Esta é a pregação que também precisamos ouvir. Cada geração precisa ouvir! Arrependimento é o que nos torna aptos a entendermos o sacrifício de Cristo que nos é oferecido!

O arrependido é aquele(a) que sente culpa pelo pecado praticado e tomou a atitude de não pecar mais. Obviamente precisará de ajuda para esta tarefa. Mas, não consegue sozinho, percebe sua incapacidade e a dor do pecado se torna um fardo insuportável. Daí precisa de uma saída!

Nestas circunstâncias é que Jesus Cristo se revela como o Cordeiro de Deus que perdoa nossos pecados e nos regenera. Traz novamente a comunhão com o Espírito Santo de Deus e nos concede a graça da santificação. Arrependidos estão desesperados por salvação e a encontram somente em Cristo!

Qualquer outro meio para chegar ao Pai não existe. Poderemos estar arrependidos mas não conseguiremos justificação. Só aumentará a dor e o desespero da vinda do Reino e do Inferno. E o arrependido sabe que irá para o Inferno. Se não fosse por Cristo não encontraríamos paz. Qualquer outra religião traz a promessa mas os corações não encontram o verdadeiro alento sem o Messias prometido!

João Batista pregou no deserto apontando para aquele que viria após ele batizando com o Espírito Santo. Sem este batismo só teremos arrependimento, que é o de João. Precisamos verdadeiramente do batismo de Jesus. Este nos trará a convicção da salvação, vida eterna e a paz que o mundo não dá.

#3_258 Sigamos a Cristo por fé!

Quanto a você, siga o seu caminho até o fim. Você descansará e, ao fim dos dias, se levantará para receber a sua herança.
Daniel 12:13 NAA
https://bible.com/bible/1840/dan.12.13.NAA

Poucos servos de Deus puderam ouvir a respeito de sua própria salvação diretamente de mensageiros do Senhor ou de Jesus. Temos confiado no evangelho que nos assegura que o que eles ouviram é também para todos os que crerem em Cristo.

Daniel ouviu uma profecia e também a promessa de que ressurgirá para receber a herança eterna. A nós importa entendermos a mensagem que disse para ele seguir o seu caminho até o fim!

Cristo é a porta, o caminho e a entrada para o céu. Quando ouvimos a palavra de seguir o caminho até o fim é para estarmos em Cristo todo o tempo. É nos santificarmos para agradarmos a Deus!

Permanecer até o fim no caminho é perseverar no conhecimento da verdade de Deus. Não permanece quem não conhece. Virão as lutas e dificuldades, seremos provados e provocados a todo tipo de pecado, mas com o Senhor não seremos desviados.

Muitos relaxaram no fim de suas vidas gerando danos à sua volta. Em Cristo isto não vai acontecer, pois ele cuida de nós. Não é na ignorância ou na nossa força que o caminho será mantido. Quando não vemos a trilha é onde os incautos se perdem e os verdadeiros crentes permanecem, pois já não andam por vista, mas por fé!

Precisamos seguir nosso caminho até o fim. Portanto, busquemos a voz do Senhor e jamais nos perderemos dele. O mundo tentará nos tirar do caminho, mas como Daniel orou e se separou do mundo para vencer, assim também o faremos para o Senhor. Ele nos conduz para a eternidade e jamais seremos confundidos!

#3_255 Em Cristo nos tornamos herança de Deus!

Em Cristo fomos também feitos herança, predestinados segundo o propósito daquele que faz todas as coisas conforme o conselho da sua vontade, a fim de sermos para louvor da sua glória, nós, os que de antemão esperamos em Cristo.
Efésios 1:11‭-‬12 NAA
https://bible.com/bible/1840/eph.1.11-12.NAA

Em todo o Novo Testamento iremos encontrar o apontamento para Cristo como único salvador, como os que esperam nele já estão salvos por meio da graça redentora. Esperar em Cristo de antemão é ser alcançado por ele e passar a viver esperando o seu retorno.

Ora, isto é da vontade de Deus, para que sejamos testemunhas da fé por confiarmos na existência daquele que não foi visto andando entre nós em carne e osso nestas gerações. Pela fé nas promessas é que estamos caminhando em Cristo.

Assim louvamos a Deus que revelou o Filho para que pudéssemos retornar ao Pai. Humanos pecadores redimidos por um sacrifício daquele que foi crucificado e não vimos, mas acreditamos! Nesta relação de fé reside a graça, pois só crê quem é tocado pelo Espírito Santo de Deus!

Deus tem os seus propósitos, é justo e santo. Não importa o que pensamos sobre Deus, pois não depende disto o fato dEle ser Deus! Sua majestade e glória estão acima de nós e tudo irá ocorrer como já foi declarado em sua palavra! Ele já viu de antemão, já nos avisou, aconselhou e disponibilizou a saída. É pegar ou largar.

Pegar sugere o fato de confiarmos nos relatos Bíblicos e o negar é a ignorância sobre o inferno que aguarda ao incauto e não justificado. Só em Cristo nos tornamos herança de Deus e isto deve ser bom aos nossos olhos, pois significa que há saída para nós pecadores! De pecadores a filhos de Deus, há coisa melhor? Glórias ao Senhor!

#3_250 Bília: Lições Aprendidas do Pecador Arrependido!

Pois tudo o que no passado foi escrito, para o nosso ensino foi escrito, a fim de que, pela paciência e pela consolação das Escrituras, tenhamos esperança.
Romanos 15:4 NAA
https://bible.com/bible/1840/rom.15.4.NAA

Lições Aprendidas nos ajudam mais em duas circunstâncias. A primeira é buscar evitar entrar em uma situação desfavorável enquanto a segunda nos mostra como poderíamos sair dela já que foi inevitável entrar.

A Bíblia nos ensina sobre o pecado, relatando casos e nos dando sabedoria em como evitar pecar contra Deus e o próximo. No entanto também nos ensina que nascemos propensos a pecar e iremos fazê-lo, mais cedo ou mais tarde.

Mostra como o pecado nos afastou de Deus já nas origens da humanidade e como nos manterá afastados dEle por toda a eternidade caso não sejamos perdoados. Assim, nossa principal Lição Aprendida é que existe graça de Deus porque Ele nos amou antes de nos criar e preparou um Cordeiro para nos trazer salvação pelo perdão de pecados.

Sabemos que iremos pecar, ainda que tentemos de todas as formas não fazê-lo. Mas, sabemos que temos um advogado junto ao Pai que nos justifica de nossos pecados. Sabemos que ele nos justifica porque nos ama e nos chama a santidade. Aprendemos que devemos buscar a santificação com todas as nossas forças, pois é assim que demonstramos gratidão a Deus pela nossa salvação e reduzimos o número de pecados a serem perdoados pelo Senhor.

Aprendemos que quem continua praticando o pecado sem buscar se deter não nasceu de novo, não se importa com a graça e precisa entregar-se a Cristo. Nas Lições Aprendidas da Bíblia somos justificados pela fé e não pelas obras, mas estas comprovam a fé transformada!

As Escrituras nos ajudam a enxergar nossas falhas e a saída dada por Deus para a remissão de nossos pecados. O que estaríamos fazendo sem saber do amor em Cristo? Se isto transformou nossas vidas como guardar tais lições somente para nós? Lindos são os pés dos que compartilham as Lições Aprendidas do Evangelho de Cristo!