#3_114 Marcos 11:25

E, quando estiverdes orando, se tendes alguma coisa contra alguém, perdoai, para que vosso Pai celestial vos perdoe as vossas ofensas.
Marcos 11:25 ARA
https://bible.com/bible/1608/mrk.11.25.ARA

Sim, é difícil, mas necessário. Assim é no Reino, recebemos perdão e, por isso, aprendemos a perdoar. Quem não perdoa não receberá perdão. E como somos pecadores, como adentrar na presença de Deus se não houver perdão para os nossos pecados?

Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia.
Mateus 5:7 ARA
https://bible.com/bible/1608/mat.5.7.ARA

Misericórdia é não pagar o mal com mal, mas com o bem. É justamente perdoar primeiro e parar com a maquinação em como dar o troco. Temos um Deus que a todos julga e dá segundo nosso proceder para com os outros.

Salvação é dom de Deus, pela fé. Quem a recebe é transformado interiormente e passa a viver segundo os preceitos divinos. Quem é alcançado também é perdoado e deve sempre se lembrar que não merecia tal benefício. Como cobrar de alguém diferente do que recebemos?

Obviamente há danos mais fáceis de serem perdoados que outros. Mas assim como há pecados que geram um mal maior para muitos e outros menores para poucos, todo pecado precisa de perdão. Precisamos aprender a perdoar.

Perdão passa por abrirmos mão de executarmos a nossa justiça própria e entregá-la nas mãos de Deus. Quando não perdoamos podemos até gerar males maiores do que os que nos foram feitos. Misericórdia é, sobretudo, não desejar se assemelhar com o que pratica a iniquidade. E isto agrada a Deus!

O primeiro passo do perdão é olharmos para nós e vermos quão abençoados somos pelo perdão que recebemos ao longo da vida. É permitir que outros o recebam de nós. É desistir de executar nossa sentença e libertar nossos corações e mentes da ofensa recebida. É viver sem olhar para o que aconteceu, na esperança de dias onde nada disto ocorrerá novamente porque o Senhor assim prometeu.

Precisamos perdoar, é urgente. Façamos a lista e comecemos agora mesmo. Não nos enganemos, temos situações que ainda nos prendem ao passado e é hora de seguirmos em frente. Não conseguiremos sem também recebermos perdão do Senhor!

#3_113 Mateus 26:64

Respondeu-lhe Jesus: Tu o disseste; entretanto, eu vos declaro que, desde agora, vereis o Filho do Homem assentado à direita do Todo-Poderoso e vindo sobre as nuvens do céu.
Mateus 26:64 ARA
https://bible.com/bible/1608/mat.26.64.ARA

Jesus é o Senhor e reina sobre toda a criação. Nele tivemos a garantia de eternidade quando também estaremos reunidos com o Todo-Poderoso.

Nossa apólice foi paga por ele mesmo, dando-nos a garantia em seu sangue que nos defenderá de todos os males, até daqueles que nós geramos por causa do pecado.

Não importa o que vier a ocorrer depois que ele nos salva, pois ele é quem garante a nossa salvação, quem restitui o dano, quem nos restaura à condição de justos e quem pode nos defender diante do tribunal quando o ofendido desejar tirar satisfação.

Não há apólice melhor de se ter do que esta, ainda mais que o próprio Senhor é quem a pagou. No entanto, será nos seus termos, pela fé, através do renovo do coração do segurado. Maravilhosa é esta obra do Senhor que nos dá garantia de vida sem que pudéssemos obte-la!

Busquemos a segurança que só o Senhor pode nos dar! Há uma expectativa de mal a vir sobre toda a terra. Quem está assegurado não sofrerá dano. Mas aí daquele que não estiver!

#3_112 2Pedro 3:9

Não retarda o Senhor a sua promessa, como alguns a julgam demorada; pelo contrário, ele é longânimo para convosco, não querendo que nenhum pereça, senão que todos cheguem ao arrependimento.
2Pedro 3:9 ARA
https://bible.com/bible/1608/2pe.3.9.ARA

Longanimidade é paciência. O Senhor está esperando pacientemente pela queda da resistência ao evangelho em alguns corações e mentes. É um trabalho demorado em alguns e a espera por outros que ainda não chegaram neste mundo.

Há um tempo para que as coisas aconteçam e precisamos esperar para que as estabeleçamos. “Timing” é especialidade do Senhor e precisamos aprender com ele a termos paciência também. Abrahão esperou 25 anos pelo filho da promessa, Cristo veio 700 anos depois da profecia de Isaías e estamos esperando 2000 anos para a sua volta.

Eis que certamente voltará e devemos estar preparados para a sua vinda. O cansaço só paralisa aquele que se esquece do por que se afadiga. Se olharmos para a eternidade com Cristo superaremos as lutas, perdas e danos, e seremos sempre gratos por tudo o que já alcançamos e alcançaremos.

Gratidão não é apenas pelo que fazem para conosco hoje, mas principalmente pelo que o Senhor já fez por nós. Há um banquete espiritual preparado para ocorrer em breve. Olhemos para a festa, para a linha de chegada e superaremos tudo o que estamos passando. A longanimidade de Deus é fruto de esperarmos por todos para aquele dia em que unidos adentraremos os céus e comeremos diante do Senhor!

#3_111 2 Tessalonicenses 3:5

Ora, o Senhor conduza o vosso coração ao amor de Deus e à constância de Cristo.
2Tessalonicenses 3:5 ARA
https://bible.com/bible/1608/2th.3.5.ARA

Sempre parte do Senhor a condução ao amor de Deus! Nossa necessidade de acreditarmos em nossa participação inicial no conhecimento de Deus nos afasta dEle.

Ficamos frustrados ao tentarmos sermos melhores para mostrar algo de bom e dificilmente conseguimos fazer algo melhor por esforço unicamente próprio. Sempre caímos na armadilha da vaidade porque olhamos primeiro para a nossa condição e nos medimos.

Adoção parte dos pais e não dos filhos. Somos primeiramente amados e só então reagimos em gratidão ao amor recebido. Deus nos amou primeiro, nós que costumeiramente pecamos contra o SENHOR, não tendo como contrabalancear o mal que causamos em relação ao bem que efetuamos. Sempre ficamos em haver enquanto o amor de Deus não nos cobre com o perdão de pecados.

Paulo ora para que os Tessalonicenses encontrem este amor proveniente de Deus e sejam constantes em Cristo. Que esta oração também nos alcance e nos transforme diariamente na semelhança do Filho para que glorifiquemos a Deus!

#3_110 Hebreus 8:6

Agora, com efeito, obteve Jesus ministério tanto mais excelente, quanto é ele também Mediador de superior aliança instituída com base em superiores promessas.
Hebreus 8:6 ARA
https://bible.com/bible/1608/heb.8.6.ARA

Alianças são feitas para que duas partes estabeleçam um procedimento de comum acordo. Geralmente ambas procuram favorecimento mútuo, mas o que poderíamos oferecer a Deus? Ele nos pede fidelidade!

A primeira aliança teve seu fim porque a humanidade não conseguiu cumprir com a sua parte. A segunda veio em Cristo para nos capacitar a sermos fiéis por obra do Espírito Santo em nossas vidas.

Deus proveu uma aliança para que pudéssemos cumprí-la! Isto é graça! Por isto é superior à primeira e rompeu com o sacerdócio levítico. Temos um Mediador eterno, ressurreto e poderoso para nos levar diante de Deus, pois que também é Deus!

Conheçamos e andemos nos caminhos deste Mediador maravilhoso! Busquemos servir em fidelidade, pois a promessa da eternidade é infinitamente superior a tudo o que conhecemos ou podemos conhecer nesta vida. Deus é fiel e o devemos ser também! Somente no Espírito Santo conseguiremos ser! Por isso precisamos deste Mediador!

#3_109 1 Coríntios 6:14

Deus ressuscitou o Senhor e também nos ressuscitará a nós pelo seu poder.
1Coríntios 6:14 ARA
https://bible.com/bible/1608/1co.6.14.ARA

Somos o corpo de Cristo e este é o cabeça da Igreja. Como Cristo ressuscitou e possui um corpo glorificado, assim a Igreja ressuscitará e também possuirá tal condição. Paulo nos explica que somos reflexo de Cristo e devemos ser como ele é.

A santificação de Cristo nos compele à santificação pessoal e coletiva! Santos se santificam para serem mais santos. Pecadores permanecem presos aos seus pecados. Trilhar a santidade é, antes de tudo, estar livre das amarras do pecado. Por que acreditamos tanto que pecadores estão livres do pecado para se santificarem a si mesmos sem o auxílio divino?

Tal não é verdade. Sem o Senhor em nossas vidas estaremos buscando justificativas para erros nesta vida e até aceitando doutrinas dirfaçadas em ciência para explicar a soberania de Deus. Se somos capazes de nos autosantificar, então Cristo morreu em vão por nós. A Lei dada nos Dez Mandamentos já seria suficiente para tal, bastando andarmos nos caminhos escritos por Deus e dados a Moisés.

E não é de admirar, porque o próprio Satanás se transforma em anjo de luz.
2Coríntios 11:14 ARA
https://bible.com/bible/1608/2co.11.14.ARA

Não vos voltareis para os necromantes, nem para os adivinhos; não os procureis para serdes contaminados por eles. Eu sou o Senhor, vosso Deus.
Levítico 19:31 ARA
https://bible.com/bible/1608/lev.19.31.ARA

Não confie, pois, na vaidade, enganando-se a si mesmo, porque a vaidade será a sua recompensa.
Jó 15:31 ARA
https://bible.com/bible/1608/job.15.31.ARA

Nossa vaidade nos impede de aceitarmos a verdade de que não somos merecedores da salvação. Ao tentarmos mostrar algum valor para Deus perdemos a essência do amor de Deus, da graça e da misericórdia. Pior, passamos a exigir o mesmo de nosso próximo para que possamos justificar estender a mão. Como poderia eu ajudar um homicida? Em meu íntimo já o teria condenado à morte! Glórias a Deus que não pensa assim de nós e nos amou enquanto pecadores!

Não precisamos buscar explicação para a justiça de Deus. Ele criou todas as coisas e está no controle de tudo. Que sejamos transformados por Ele em seu corpo e nos santifiquemos por ele e para ele, pois dele vem a nossa salvação!!!

Quem, pois, conheceu a mente do Senhor? Ou quem foi o seu conselheiro? Ou quem primeiro deu a ele para que lhe venha a ser restituído? Porque dele, e por meio dele, e para ele são todas as coisas. A ele, pois, a glória eternamente. Amém!
Romanos 11:34‭-‬36 ARA
https://bible.com/bible/1608/rom.11.34-36.ARA

#3_108 Deus projetou a vida!

Criou Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. E Deus os abençoou e lhes disse: Sede fecundos, multiplicai-vos, enchei a terra e sujeitai-a; dominai sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus e sobre todo animal que rasteja pela terra.
Gênesis 1:27‭-‬28 ARA
https://bible.com/bible/1608/gen.1.27-28.ARA

Olhemos para as nossas mãos. São simétricas, não iguais. Possuem destreza e força diferentes, mas têm um propósito comum. São semelhantes e foram-nos dadas para que funcionassem como ferramentas para nossa sobrevivência.

Na Engenharia de Sistemas aprendemos a gerar requisitos para que funções sejam realizadas a partir da construção e operação do sistema. Temos declarada a função da humanidade em Genesis 1:28, onde devemos ser capazes de nos multiplicar e dominar sobre toda a terra.

Para isto Deus criou a humanidade a partir de dois sexos, o masculino e o feminino. Homem e mulher foram criados como as mãos, sendo semelhantes mas não iguais, complementares para realizarem o propósito de sua criação. Não adianta termos dois homens ou duas mulheres no gênero, pois os elementos para a multiplicação não estarão ali.

Ainda que exteriormente haja alguma semelhança com o gênero identificado pelo indivíduo, interiormente não há os elementos necessários para que a função seja preenchida pelo arranjo do sistema. Temos aqui uma questão de engenharia e não de identificação de gênero.

Portanto, há que se manter os requisitos do sistema para que este se desenvolva e opere da maneira para a qual foi idealizado. Quando opera fora dos requisitos o sistema é forçado a se ajustar. Pode ser que consiga por um tempo, mas haverá uma ação de manutenção corretiva. Melhor seria fazer uma preventiva para que o sistema opere na sua condição ótima, mas isto não cabe ao próprio sistema faze-lo, mas seu operador.

Importa que não deixemos de operar segundo nos foi proposto porque alguns não conseguem operar desta forma. Podemos ajudar a mostrar como devemos operar, mas cada um sabe o motivo de estar operando da forma como está. O Construtor irá fazer um recall e as peças que estão fora da especificação serão trocadas, enquanto as demais serão lubrificadas. Há esperança para algumas que puderem ser retificadas. As já totalmente comprometidas serão retiradas e destruídas.

É tempo de olharmos para nossas vidas e nos ajustarmos ao projeto da criação. Cristo veio nos ajudar a fazer isto, não só revelando o projeto, mas restaurando-nos a tempo para a próxima inspeção. Que na misericórdia do Senhor sejamos abençoados na nobre missão de nos multiplicarmos e conquistarmos a criação, sem destruí-la.

Deus se agradou do que fez e considerou tudo bom! Não achemos que a nossa forma é melhor. Não somos capazes de saber ou fazer mais do que aquilo para o que fomos criados! Preenchemos os requisitos do projeto inicial e não os de tomarmos o lugar do Criador de todas as coisas, ainda que possuamos um requisito de semelhança para com Ele!

#3_107 Lucas 13:23-24

E alguém lhe perguntou: Senhor, são poucos os que são salvos? Respondeu-lhes: Esforçai-vos por entrar pela porta estreita, pois eu vos digo que muitos procurarão entrar e não poderão.
Lucas 13:23‭-‬24 ARA
https://bible.com/bible/1608/luk.13.23-24.ARA

Muitos acreditam que não haverá inferno ou tribunal, mas que Deus salvará a todos no fim. Jesus deixou claro que não será assim. Não é ignorando Deus e seus preceitos, o próximo e a criação, vivendo de qualquer maneira que alcançaremos o céu e estaremos livres do inferno.

Ao mesmo tempo fomos ensinados pelo mestre que se o próprio Deus não manifestasse a sua glória e expressasse o seu desejo de salvar, ninguém poderia ser salvo. Assim, há escape providenciado por Deus, mas nem todos conseguirão achar a saída deste mundo para a entrada na eternidade com o Senhor.

É como se estivéssemos em um transporte e houvesse poucas saídas de emergência e estivéssemos na iminência de um terrível acidente. Haverá fogo e o transporte será destruído e nem todos terão tempo de escapar. Quem souber para onde ir e estiver perto da porta conseguirá sair e estará a salvo.

Onde estamos sentados no transporte da vida? Estamos dormindo, sem prestar atenção no caminho e na saída de emergência? Ouvimos atentamente as orientações do responsável pelo transporte a respeito das ações em emergência? Vimos para onde correr se o acidente acontecer?

Muitos prestam atenção nestas coisas apenas para esta vida, mas a Palavra de Deus é o manual do vivente espiritual. Nela estão contidas as orientações para não ficarmos desatentos e estarmos preparados ao ouvirmos o sinal. A porta de saída desta vida é a de entrada para a próxima. Ela é estreita para os céus, larga para o inferno, e precisamos saber para onde ir quando o momento chegar.

Jesus está dando as instruções e é melhor ficarmos atentos! Nele encontraremos a saída e a salvação. Sem ele estaremos perdidos e morreremos quando o fogo chegar!

#3_106 Sabedoria é dada por Deus!

Dá, pois, ao teu servo coração compreensivo para julgar a teu povo, para que prudentemente discirna entre o bem e o mal; pois quem poderia julgar a este grande povo?
1Reis 3:9 ARA
https://bible.com/bible/1608/1ki.3.9.ARA

Desde novo Salomão entendeu que a grande dificuldade é saber discernir entre o bem e o mal. Esta questão tirou Adão e Eva do Paraíso e tira a todos os que desejam, por si mesmos, encontrarem a resposta. Diferentemente de Adão, Salomão pediu que o Senhor lhe desse tal capacidade.

Nossa vida é cheia de decisões que não conseguimos alcançar o fruto. Fazer curso A ou B, trabalhar na área X ou Y? Continuar um relacionamento ou permanecer em um emprego exigente de horas extras? Mudar-se ou permanecer onde estamos?

Noemi e sua família mudaram-se durante a seca que houve em Israel achando que dias melhores viriam na outra terra, mas foi de mal a pior. Saiu rica e com a família, mas voltou pobre e sem marido ou filhos. No entanto conheceu Rute que lhe gerou descendência, a raiz de Davi!

Nossas decisões devem ser feitas em Deus, pois na nossa pequena capacidade de ver os fatos não conseguiremos perceber o que ocorrerá depois de alguns anos. Se formos imediatistas podemos viver para aquilo que enxergamos e se formos preocupados com o que está longe podemos ignorar necessidades urgentes dos que estão a nossa volta.

Por isso importa-nos fazer como Salomão. Que a cada dia busquemos de Deus a direção a tomar e confiemos nela. Difícil é ouvir a princípio, mas com uma vida de leitura das escrituras e oração não seremos confundidos. A palavra nos ensinará os caminhos que não deveremos seguir e nas orações o que Deus tem para as nossas vidas.

Bom é sabermos que Deus se preocupa em nos ajudar, pois é misericordioso. Será que temos o desejo de ouvi-lo antes de decidirmos ou queremos ser como Adão e Eva que desejaram conhecer o bem e o mal para decidirem por si mesmos? Quem depende de Deus permanece no templo e quem deseja decidir por si mesmo fica do lado de fora!

#3_105 Mateus 7:12

Tudo quanto, pois, quereis que os homens vos façam, assim fazei-o vós também a eles; porque esta é a Lei e os Profetas.
Mateus 7:12 ARA
https://bible.com/bible/1608/mat.7.12.ARA

O evangelho nos ensina a semear o que desejamos colher. Muitos se entristecem por não receberem o que desejam onde estão e saem para buscar em outros lugares. Esquecem-se que se não mudarmos esta questão continuará sendo assim depois de nós. Temos uma opção em nossas vidas, de reclamarmos ou começarmos a fazer o que acreditamos que devia ser feito.

Isto deve ocorrer em todas as áreas de nossas vidas! Se em nosso trabalho não há gentileza, sejamos gentis. Se não há lealdade, sejamos leais. Se em minha família não há amor, que amemos primeiro. Se não recebi perdão, perdoarei primeiro.

Fomos colocados por Deus nesta vida para fazermos diferença e não para sermos mais um a reclamarmos. Aliás, murmuração é coisa do diabo e seus seguidores. Se sou de Cristo darei fruto onde estiver.

Não preciso sair de meu país apenas para ser melhor ou apenas receber o que desejo, mas posso e devo sair se for para me tornar melhor e voltar para transformar aqueles que não tiveram a mesma oportunidade. Também podemos ir para transformar aquele lugar, mas isto significa que os que lá estão não deram este passo primeiro.

Precisamos decidir a respeito de nosso egoísmo. Se vivo para mim, então minhas decisões de vida serão para maximizar a minha satisfação pessoal. Se vivo para Cristo, iremos decidir maximizar os efeitos para o reino. Isto significa ir na contramão da razão meramente humana, autopreservação e tantas outras coisas que nos tornam nossos senhores. Se sou de Cristo já não decido para mim, mas por causa dele.

Podemos enriquecer, mas para que seja para enriquecer a outros também. Podemos crescer em todas as áreas para que Deus seja glorificado através de nossas vidas, mas isto certamente significará ser útil para as pessoas. Olhemos para as nossas decisões e vejamos por que estamos onde estamos. Se não for para o Senhor então é para nós, e isto mostra que ainda precisamos nos render aos seus pés.

Cristo deu sua vida para que nós tivéssemos vida e cabe a cada um de seus discípulos entregar nosso tempo e recursos para que o reino cresça de todas as formas. Desenvolvemos um mundo melhor, para que outros recebam como gostaríamos de tê-lo encontrado! Assim Deus é glorificado e nosso legado preservado para toda a eternidade.