#3_335 Evangelho é registro para a nossa fé em Cristo!

Na verdade, fez Jesus diante dos discípulos muitos outros sinais que não estão escritos neste livro. Estes, porém, foram registrados para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome.
João 20:30‭-‬31 ARA
https://bible.com/pt/bible/1608/jhn.20.30-31.ARA

Já mencionamos que os evangelhos foram escritos para crermos que Jesus Cristo é o Filho de Deus e sejamos salvos através da fé no Senhor! Mas, por que foi necessário escrevê-los? Por que Jesus não vem de tempos em tempos e se revela novamente a nós?

O mistério antes escondido foi o do projeto de Deus para que o reino dos céus fosse iniciado dentro de cada um de nós. Pela manifestação do Espírito Santo em cada crente, e não de Cristo, hoje somos convencidos do pecado, da justiça e do juízo de Deus. Cristo veio em carne para que o Evangelho fosse compartilhado agora pelos próprios homens, aqueles que receberam de Deus a comissão de cuidar do mundo.

Temos a responsabilidade para com a nossa raça e com a criação de Deus. Temos tido o costume de eleger pessoas para fazerem por nós o que deveria ser de responsabilidade individual. Esperamos que a força policial resolva a questão da violência e do roubo, mas não conseguimos compartilhar ou amar.

Assim tem sido na nossa vida espiritual, elegendo pessoas para serem nossa interface com Deus enquanto esta tarefa é pessoal através do Espírito Santo. Por isso foi necessário escrever e compartilhar o Evangelho, para que em todas as nações e gerações entendamos que somos os próprios responsáveis para que o reino de Deus cresça ao nosso redor.

E o início de nossa conversão é a cruz de Cristo. E a cruz faz sentido quando reconhecemos Jesus como Senhor. Os sinais hoje estão ocorrendo no meio dos crentes que partilham da autoridade espiritual que lhes é dada no nome de Jesus. Cristo está conosco por meio do seu corpo e não precisa aparecer novamente em carne até que venha reinar pessoalmente, segundo a vontade do Pai.

Pelas Escrituras conhecemos o Senhor e recebemos o Espírito da parte dEle. Passamos a ser as testemunhas e os sinais nos seguirão. Portanto, Deus estabeleceu a humanidade desde o Éden para prosseguir na caminhada em santidade e perseverança construindo um mundo justo.

Cristo veio e já estabeleceu a continuidade de nosso relacionamento anteriormente rompido com Deus e agora estamos sendo chamados, pelo Evangelho, a prosseguirmos a grande obra de nossas vidas. Façamos, portanto, a nossa parte, conscientes de que a partida na cruz nos levará à linha de chegada nos céus e não há outro início que poderia nos fazer chegar até o Pai!

#3_307 Não resistais ao ensino do Espírito Santo!

Respondeu-lhes Jesus: Não provém o vosso erro de não conhecerdes as Escrituras, nem o poder de Deus?
Marcos 12:24 ARA
https://bible.com/pt/bible/1608/mrk.12.24.ARA

Nossa ignorância a respeito de Deus nos faz errar continuamente para com Ele. É como ser um cidadão de uma cidade que não consegue interpretar sinais e legislações. O analfabetismo que tanto impossibilita uma pessoa de entender seus direitos e deverem também se aplica à vida espiritual. Enquanto não conhecermos os desígnios de Deus não poderemos viver da maneira certa.

Deus estabeleceu alianças para que isto tivesse um fim. Enviou profetas a orientar o povo e, por fim, a Jesus Cristo. Jesus nos trouxe o Espírito Santo para que as leis divinas estejam dentro de nós e não caiamos nas mesmas dificuldades que até hoje passam os que não conseguem entender as coisas de Deus.

No entanto, Paulo escreveu a respeito de como podemos nos opor ao Espírito e aos profetas, demorando a absorver seus ensinos (1 Tessalonicenses 5:16-22). Nossa vaidade e impaciência nos levam a não querermos passar tempo com leituras e orações, meditações e santificação. Isto faz com que sejamos piores em termos práticos. Se temos o autor dentro de nós a nos facitar o entendimento, como vamos ignorá-lo a ponto de permanecermos no erro?

Isto está se tornando comum no meio daqueles que se chamam de Cristãos. Uma grande parte ainda confia nas obras para salvação, invalidando o sacrifício de Cristo na cruz enquanto outra boa parte não se ocupa com a pregação do evangelho e nem com o cuidado para com os desafortunados. Dizemos que somos seguidores de Cristo mas nem de longe nos assemelhamos a ele.

É fácil ver como estamos nos enganando. Países com maioria Cristã em sua cidadania terrestre não estão conseguindo gerar mudança na nação. Não produzem líderes de quem sintam orgulho e suas estatísticas de adultério e desvios de conduta estão se aproximando dos valores de quem não se avoca ser de Cristo. Para nós se tornou vergonha. Estamos errando e muito em nossa forma de enxergarmos e praticarmos o evangelho.

Precisa começar dentro de cada um, quando damos guarida aos ensinos do Espírito Santo. Sem isto não haverá mudança ou melhoria. Que possamos nos arrepender e nos santificarmos para Deus. Somente dando bom exemplo de fé poderemos alterar o comportamento em nossas famílias e, um dia, de nossas nações. Somos a semente que Deus semeou no mundo e frutificaremos de acordo com o quanto estivermos embebidos no Evangelho da graça!

#3_276 Cuidemos dos pensamentos!

E dizia: — O que sai da pessoa, isso é o que a contamina. Porque de dentro, do coração das pessoas, é que procedem os maus pensamentos, as imoralidades sexuais, os furtos, os homicídios, os adultérios, a avareza, as maldades, o engano, a libertinagem, a inveja, a blasfêmia, o orgulho, a falta de juízo. Todos estes males vêm de dentro e contaminam a pessoa.
Marcos 7:20‭-‬23 NAA
https://bible.com/bible/1840/mrk.7.20-23.NAA

Jesus considerou que o mal está em nós. Pessoas, portanto, percebem as coisas de maneira diferente, de acordo com os seus valores. Assim, quando nos expressamos estaremos expondo como entendemos e a nossa intenção mostrará nosso estado de espírito.

Uma oportunidade será vivenciada de maneiras diferentes, de acordo com os desejos de cada pessoa. Um homem casado pode olhar para uma linda jovem com desejo sexual ou com olhos paternais. Dependerá dele e não dela. Cada situação assim se apresentará diante de nós e cabe-nos dominar nossas paixões segundo a ajuda do Espírito Santo.

Nossa santificação depende em parte de nossa luta diária contra nossa carne. Devemos evitar os caminhos que nos levam aos abismos pessoais e buscar aqueles que nos favorecem a elevação de nossos pensamentos. Precisamos ler mais as Escrituras, participar mais do corpo de Cristo e evitar os maus costumes, más conversasões e as más companhias.

Não coloquemos a culpa de nossas falhas em outros. Adão fez isto com Eva e não foi proveitoso. Se tivesse cuidado em obedecer a Deus não teria caído no pecado. Se Adão era perfeito e não tinha pecados até então, como podemos achar que somos invulneráveis? Podemos cair também se não cuidarmos de nossas vidas.

Cabe-nos dominar estas paixões, nossos olhos, ouvidos e boca mas, antes de tudo, nossas mentes e nosso coração. Sem observarmos o homem interior estaremos apenas nos dedicando a não realizar o intento, mas Jesus espera de nós seres maduros que nem pensam mais na maldade que cometíamos em pensamentos.

Cristo nos traz o poder da regeneração a partir de seu sacrifício. Quem nele crer será transformado a cada dia:

Mas a vereda dos justos é como a luz do alvorecer, que vai brilhando mais e mais até ser dia claro.
Provérbios 4:18 NAA
https://bible.com/bible/1840/pro.4.18.NAA

#3_273 Sejamos destemidos!

Os discípulos disseram: — Mestre, ainda há pouco os judeus queriam apedrejá-lo! E o senhor quer voltar para lá?
João 11:8 NAA
https://bible.com/bible/1840/jhn.11.8.NAA

O dever supera o medo sempre que tivermos certeza do nosso propósito. Sabendo que Deus nos dá tanto o querer como o realizar (Filipenses 2:13) não duvidaremos de nossos destinos e iremos contra tudo e todos.

Jesus voltou para a Judéia e a situação ficou ainda pior, pois ressuscitou a Lázaro, trazendo ainda mais visibilidade ao seu ministério. Nada lhe aconteceu até que chegasse a hora. Precisamos confiar que nossos dias já estão contados e só são abreviados quando somos desobedientes e rebeldes.

Há anjos a nos ajudarem, o Espírito Santo a nos capacitar, as escrituras a nos guiar e o Senhor a nos sustentar em todas as circunstâncias. Temer a quem? Só devemos temer a Deus. Todos os homens deveriam temer a Deus, pois a eternidade virá para todos, no céu ou no inferno. Céu para quem tem Cristo como justificador e inferno para quem não o tiver.

Que Judéia está nos ameaçando hoje? Que medo temos e por que? Qual o nosso propósito? Precisamos olhar para Deus e entender o momento em que vivemos. Não devemos recuar, sabendo que tomar a cruz e seguir a Cristo é estar no caminho que vai na contramão do mundo. Certamente a Judéia deseja nos destruir, mas tende bom ânimo, pois a vitória está com Cristo e seus discípulos!

#3_243 Precisamos viver pelas escrituras!

Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até o ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e é apta para julgar os pensamentos e propósitos do coração.
Hebreus 4:12 NAA
https://bible.com/bible/1840/heb.4.12.NAA

Pela palavra de Deus reconhecemos propósitos e pensamentos. Ela nos mostra a vontade de Deus e basta compararmos atitudes, obras e resultados de pessoas e grupos para percebermos se estão buscando ou não atenderem aos mandamentos do Senhor.

Mentiras, imoralidades, falta de freio nos desejos, rebeldia quanto às ordenanças de Deus, isso mostra um coração egoísta que não deseja edificar uma sociedade segundo os preceitos de Deus. Não entraremos na eternidade com Cristo se tivermos pensamentos e propósitos egoístas!

Jesus mostrou o caminho. Negar-se a si mesmo é não viver no pessoal, mas no coletivo. Então minha liberdade termina onde a do outro começa. Preciso pensar no que é melhor a longo prazo para todos e não o curto prazo que me atenda. Isto faz toda a diferença, pois se amo o meu próximo pensarei nele antes de decidir apenas para mim.

No Cristianismo não há liberdade plena como cidadão. Estamos restritos a lei do amor. Deixo de comer e me vestir como meu amadurecimento me permite para não escandalizar meu próximo. Deixo de ouvir músicas na altura e não desejarei que as pessoas tenham de se submeter aos meus gostos e horários.

Regras existem para que todos possam viver em coletividade. E estas regras devem refletir os mandamentos do amor de Deus. Começa dentro de casa para só depois ganhar nossos condomínios e nação. Quem não age desta forma fará leis que não atenderão à coletividade quando chegarem ao poder. Muitos hoje reclamam destes, mas fariam igual ou pior porque estariam no egoísmo do agora para atenderem aos seus próprios anseios.

Cuidemos de viver pela palavra de Deus sem hipocrisia. Devemos carregar nossas cruzes pois não é fácil abdicar dos próprios desejos em prol do próximo que muitas vezes não fez por merecer. Mas o amor de Deus é misericordioso para conosco e devemos ser assim também!

#3_216 Ouçamos e atentemos ao bom conselho!

Assim digo para que ninguém vos engane com raciocínios falazes.
Colossenses 2:4 ARA
https://bible.com/bible/1608/col.2.4.ARA

Há uma guerra de informações acontecendo à nossa volta. O preconceito e a cultura de não investigarmos antes de assumir uma posição nos tornam alvos fáceis de sermos manipulados por quem tem boa argumentação.

Até dentro das igrejas corremos o risco da manipulação doutrinária quando não temos o pleno conhecimento de quem é Cristo! Podemos pedir em nome de algum outro nome, homem ou mulher que já passou por esta terra, sem ser no nome de Jesus? Onde está escrito isto na Bíblia?

Podemos considerar que seremos ricos e abastados porque entregamos dízimos e ofertas na igreja? Riqueza é diferente de prosperidade! Há ensinos que desviam o povo e pessoas que se julgam Cristãs sem conhecer o mestre!

A igreja de Laodicéia recebeu de Paulo esta diretiva e no Apocalipse é esta a orientação de Jesus para tal igreja:

Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente. Quem dera fosses frio ou quente! Assim, porque és morno e nem és quente nem frio, estou a ponto de vomitar-te da minha boca; pois dizes: Estou rico e abastado e não preciso de coisa alguma, e nem sabes que tu és infeliz, sim, miserável, pobre, cego e nu. Aconselho-te que de mim compres ouro refinado pelo fogo para te enriqueceres, vestiduras brancas para te vestires, a fim de que não seja manifesta a vergonha da tua nudez, e colírio para ungires os olhos, a fim de que vejas. Eu repreendo e disciplino a quantos amo. Sê, pois, zeloso e arrepende-te.
Apocalipse 3:15‭-‬19 ARA
https://bible.com/bible/1608/rev.3.15-19.ARA

Precisamos de Cristo e não de raciocínios falazes. Precisamos de intimidade com o mestre sob o risco de não o conhecermos de verdade e não sermos suas ovelhas, mas apenas interessados em doutrinas. Isto serve para todos que, na vaidade, consideram-se ricos de palavras, doutrinas e recursos deste mundo, mas ignorantes e pobres em Cristo!

Não há maior perigo do que se amparar no conhecimento proveniente de outros sem que busquemos experimentar a verdade do evangelho. Erramos quando não conhecemos as escrituras e o poder de Deus. As escrituras precisam ser estudadas por cada um de nós, para podermos confrontar com as experiências que teremos em Cristo ou fora dele.

Como saber se Deus está em um negócio ou na igreja? Quando os seus preceitos estão sendo obedecidos e não ofendidos. Como saberei sem conhecer a palavra? Como saber se a experiência de alguém será repetida em minha vida? Sem intimidade com o Senhor, entenda-se comprar dele a sabedoria, não saberemos ao certo.

Estejamos atentos em todas as áreas de nossas vidas, pois muitos desejam nos enganar e nos desviar do caminho da sã doutrina. Cristo avisa as igrejas antes de sua volta para que estejamos bem atentos. Parece que Laodicéia é o tipo de igreja que não ouviu o conselho de Paulo!

#3_87 Salmos 119:17-19

Sê generoso para com o teu servo, para que eu viva e observe a tua palavra. Desvenda os meus olhos, para que eu contemple as maravilhas da tua lei. Sou peregrino na terra; não escondas de mim os teus mandamentos.

Salmos 119:17-19

Peregrinos em uma terra não a conhecem por completo. São passageiros naquele lugar. Assim somos nós. Estamos de passagem e conhecemos muito pouco da vida. Mas Deus conhece todas as coisas e as revela por sua Palavra.

Bom é podermos receber dEle o entendimento. Peçamos a Deus sabedoria para termos dias melhores e podermos louvar e bendizer o Seu nome!

#3_86 Salmos 119:7-8

Render-te-ei graças com integridade de coração, quando tiver aprendido os teus retos juízos. Cumprirei os teus decretos; não me desampares jamais.

Salmos 119:7-8

Enquanto não aprendemos uma língua não conseguimos entender o que está escrito. Deixamos de aprender muitas outras coisas quando não sabemos o básico nas diversas áreas do conhecimento. Assim também ocorre quando não conhecemos os preceitos de Deus.

Sem termos a noção básica de quem É Deus, sua obra, seus mandamentos, não conseguimos viver de maneira a honra-lo e nem vivemos da melhor forma possível entre nós. A falta de entendimento da vida espiritual está levando o mundo para a destruição, havendo sempre a intervenção divina para que isto não ocorra muito antes do tempo.

Glórias a Deus por sua paciência. É como um professor que não se cansa de ensinar as primeiras letras para sua sala. É tremendo ver o brilho nos olhos de quem entende a primeira palavra e passa a ler os letreiros nos caminhos. Nunca mais nos tornamos os mesmos.

O analfabetismo espiritual é ainda mais perigoso. Podemos até não sabermos ler, mas podemos ouvir a Palavra de Deus para nos desviarmos dos nossos maus caminhos. O pior analfabeto é o que não deseja ouvir para aprender, mantendo-se cego diante das oportunidades da vida e surdo para a maldade praticada em seu meio.

Cristo veio para nos dar nova vida, através do evangelho. Deus não desampara aquele que busca viver os seus preceitos. Os imprimirá em nossos corações para não nos afastarmos dEle novamente. Seremos transformados pelo conhecimento do SENHOR e viveremos uma nova vida abençoada por Ele.

#3_37 Jó 28:25-28

Quando regulou o peso do vento e fixou a medida das águas; quando determinou leis para a chuva e caminho para o relâmpago dos trovões, então, viu ele a sabedoria e a manifestou; estabeleceu-a e também a esquadrinhou. E disse ao homem: Eis que o temor do Senhor é a sabedoria, e o apartar-se do mal é o entendimento.

Jó 28:25-28

O relativismo ajuda-nos a caminhar a curto prazo, a partir de algo que vimos e queremos nos afastar ou aproximar. No entanto, não conseguimos ter o entendimento completo das coisas e este relativismo não nos ajuda a longo prazo, quando falamos de moral e ética para as nossas vidas. Basta mudar de país ou grupo de pessoas e conhecer novos valores e começamos a duvidar do que é fazer o bem ou mal em relação a onde estávamos.

Deus estabeleceu todas as coisas e constituiu uma lei universal. Nela temos o absoluto e temê-lo é, em primeira instância, fixar nossos valores no que Ele estabeleceu como bem e mal. Temer a Deus é obedecê-lo nos valores morais que foram definidos em sua lei, é nos deixar guiar por seu Espírito Santo, é não relativizar como o mundo faz.

Onde está a definição de mal para que eu me afaste? É o aborto um mal? Ter relações sexuais com o mesmo sexo um mal? Definir minha própria sexualidade é um mal? Tirar algo de alguém para resolver um problema maior é um mal? Matar alguém em legítima defesa é um mal? Matar alguém que matou outro é um mal? Cada cabeça dará uma resposta. Cada cultura terá suas percepções sobre esta e outras questões. Há sociedades onde podemos ter mais de um cônjuge, outras em que o casamento é proibido.

Tal relativização não é benéfica para a humanidade e a lei de Deus é nosso único ponto de apoio, nossa grade de navegação, para podermos atingir todo o potencial da nossa raça. Sem o temor do Senhor não há verdadeira sabedoria e nem conhecimento do bem e do mal. Já que assim decidimos no Éden, o podermos decidir nossos destinos, hoje só podemos fazer o caminho inverso e decidir obedecer à vontade de Deus. É deixar de relativizar e buscar o conhecimento absoluto da vontade d´Ele.

Em Cristo temos este caminho de volta, nosso ponto de origem e um navegador para nos balizar o caminho:

Lâmpada para os meus pés é a tua palavra e, luz para os meus caminhos. Salmos 119:105

Não há outro caminho a seguir. Todos os demais nos levarão à prática de coisas más diante de Deus. Uma mesma ação pode significar muitas coisas, mas pelo direcionamento divino será justiça. Se estivermos fora dos caminhos do Senhor estaremos fazendo pelo nosso braço, servindo apenas ao nosso egoísmo prático. Não sejamos assim, mas aqueles que caminharão sem dúvidas neste mundo que é relativo e sem interesse em estar ordenado. Os caminhos de Deus são superiores e nos levarão ao alto! E isto começa temendo-o, nos submetendo ao conhecimento verdadeiro que está nas Escrituras.

#3_35 Marcos 12:24

Respondeu-lhes Jesus: Não provém o vosso erro de não conhecerdes as Escrituras, nem o poder de Deus?

Marcos 12:24

Precisamos de equilíbrio e buscar tanto as escrituras quanto o poder de Deus! Ao buscar seu poder, sem as escrituras, acabo por esquecer o motivo do poder. Sem buscar o poder, mas as escrituras, deixo de lado o poder que impacta o mundo e olho apenas para mim. Deus fez os dois para que sejamos impactados e possamos revelar o seu poder através de nossas vidas. Ao buscarmos em separado estamos mais preocupados conosco. O evangelho é servir e, para isto, precisamos conhecer tudo o que o Senhor nos disponibiliza para a sua obra. Deus seja louvado!