Provemos do amor de Deus!

Oh! Provai e vede que o Senhor é bom; bem-aventurado o homem que nele se refugia.
Salmos 34:8 ARA
https://bible.com/bible/1608/psa.34.8.ARA

Durante as lutas da vida podemos nos esquecer de que há um Deus zeloso, esperando para ser acessado por nós. Muitas vezes ignoramos o poder de Deus e acreditamos que é inalcançável ou que não merecemos. Realmente não merecemos, mas está ao alcance de todos que o buscarem.

Dificilmente homens e mulheres buscaram a Deus fora das suas dificuldades e só na extrema dificuldade, quando já não há mais nada a fazer, é que buscamos auxílio no sobrenatural. Mas não deve ser assim.

Deus se revelou a nós por meio de aparições, o envio de sua palavra, através de Cristo e, em nossos dias, através de pessoas que lhe servem. É no seu amor que somos alcançados. É na sua boa vontade e misericórdia que recebemos auxílio e fortaleza, socorro no meio das tribulações, sabedoria nas decisões, encorajamento para vivermos e livramento para não sermos derrubados pelo maligno.

É preciso confiar que Deus é bom e isso dependerá de provarmos da sua benção. Ao provarmos, constataremos que é verdade e, assim, nossa fé aumentará. É nesse ambiente de experimentação de Deus que seremos alcançados por sua graça e desejaremos cada vez mais a sua presença. Deus é bom, mas só descobre isto quem confia nEle!

Feliz será quem nEle se refugiar. É promessa do Deus Todo-poderoso!!! Fé é exercida nas nossas atitudes. Se confiamos nEle viveremos por suas palavras e alcançaremos o que nelas está definido. Vamos dar este passo de fé?!

Ano 2#327

A graça de Deus nos educa!

Porquanto a graça de Deus se manifestou salvadora a todos os homens, educando-nos para que, renegadas a impiedade e as paixões mundanas, vivamos, no presente século, sensata, justa e piedosamente, aguardando a bendita esperança e a manifestação da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus, o qual a si mesmo se deu por nós, a fim de remir-nos de toda iniquidade e purificar, para si mesmo, um povo exclusivamente seu, zeloso de boas obras.
Tito 2:11‭-‬14 ARA
https://bible.com/bible/1608/tit.2.11-14.ARA

Em Cristo temos a graça de Deus novamente manifesta sobre toda a humanidade, transitando dos mandamentos da Lei trazida por Moisés para a salvação pela fé em Jesus, nosso Cordeiro e sumo sacerdote. Houve a mudança da Velha Aliança para a Nova Aliança onde o homem agora possui poder espiritual dado por Deus para não mais ser escravo do pecado.

Em Cristo somos novas criaturas, tivemos um renovo espiritual, perdão de pecados e um restabelecimento de propósito em adorarmos a Deus através de nossas vidas. Essa aliança é muito superior à anterior, pois em Cristo somos transformados à semelhança de Deus, em santificação.

Assim, ao buscarmos dizer não ao pecado estamos nos educando a fazer as boas obras, vivendo de maneira piedosa. Isto é, buscando ajudar o próximo e não mais vivendo apenas para satisfazer os nossos ensejos. Esta vida no evangelho é realizada em perseverança, dom de Deus, que nos ajuda a caminhar diariamente no caminho percorrido por Jesus.

A vida Cristã é um exercício diário de piedade. É preciso ser transformado na mente para fazermos o bem sem esperar o retorno. Fazer porque é o que Jesus faria. Fazer porque glorifica a Deus e não por mérito de quem irá receber. Isto é graça, pois virá não por merecimento, mas pela vontade de quem doa. É uma educação não gerada na meritocracia. No entanto, porque recebemos é que iremos também dar. Não veio de nós e seremos instrumentos de Deus em outras vidas.

Jesus trouxe esta salvação para que pudéssemos viver segundo os propósitos de Deus. Somos educados pela graça a sermos atuantes e não expectadores. Cristo nos deu novo mandamento, que nos amássemos como ele nos amou. Isto é ter atitude de ir e amar e não apenas deixar de fazer mal. É ir até o próximo, expor-se, sofrer dano, mas não parar por isso. Somos educados a recebermos ofensas e injúrias por nossa atitude Cristã de exposição àqueles que nos ofenderão por ignorância e maldade.

Somos educados a perdoar os que nos ofendem, a dar a outra face, a desejar o bem aos nossos inimigos e sermos obedientes às autoridades constituídas. Somos educados a sermos como ovelhas indo para o matadouro, mas prontas a abençoar os que sofrem agindo como pastores corajosos que afastam os lobos do meio da criação. Somos educados a sermos humildes mas também ousados.

Somos educados a nos tornarmos como Cristo, em amor à criação de Deus. Seremos cordeiros e leões como Jesus Cristo é! Esta educação é perene e existe para que tenhamos o mesmo espírito de construir um reino espiritual de adoradores do Deus altíssimo. Isto começa aqui e agora, quando descobrimos que precisamos de um salvador.

Não há escola mais importante e renomada e nem haverá conclusão de curso aqui. O momento da colação de grau será no banquete do Cordeiro. Lá haverá grande júbilo quando então estaremos com todas as gerações de crentes, em uma única formatura de todos os tempos! Como será grande a festa!!!!

Ano 2#315

Deus se aproximou de nós em Cristo!

Aproximavam-se de Jesus todos os publicanos e pecadores para o ouvir. E murmuravam os fariseus e os escribas, dizendo: Este recebe pecadores e come com eles.
Lucas 15:1‭-‬2 ARA
https://bible.com/bible/1608/luk.15.1-2.ARA

Jesus Cristo veio para todos os pecadores, sem exceção. A promessa é que todo aquele que crer em Jesus como Senhor e Salvador está salvo por toda a eternidade. Quem não crer já está condenado. Isto significa que não há ascepção de pessoas. Não há denominação religiosa, cor, raça, nacionalidade ou condição financeira que traga salvação para alguém, somente Jesus Cristo!

A religiosidade impõe condições outras que não a fé em Jesus. Por isso se torna necessário não comer isto ou aquilo, guardar dias e festas, realizar obras e etc. Se Jesus nos salvou para toda a eternidade então não sou salvo pelo que fiz ou faço, mas pelo que ele fez por mim na cruz.

Paulo, em sua carta aos Romanos, explica que o amor de Deus derramado sobre nós a partir desta união em Cristo nos torna novas criaturas em Deus que passam a realizar as boas obras. Elas são consequência e não a causa de nossa salvação. Porque sou salvo vivo como um salvo. Não está em mim o ser santo, mas em Deus. Portanto é necessário que eu receba o Espírito Santo de Deus para me ajudar a santificar-me em resposta à salvação recebida.

Cristianismo onde Cristo não é o autor e consumador da fé e da nossa salvação não é Cristianismo, mas religiosidade que não salva e nem transforma. Há muitas denominações religiosas que se tornam semelhantes aos fariseus e os escribas. Pessoas que vivem o evangelho segundo suas tradições e não glorificam a Deus em seus corações, condenando a si mesmos e aos que lhes seguem.

No tempo de ministério de Jesus Cristo havia tais homens e hoje estes continuam a realizar tais obras que pervertem o entendimento de Cristo. A própria palavra quer dizer Messias, o prometido que traz a salvação de todos. Ora, crer nos ensinos de Jesus e não fazê-lo senhor de nossas vidas é viver atormentado por não saber se está salvo ou não e ainda se sentir obrigado em ajudar o próximo. Em Cristo não há nem a dúvida e nem o peso da obra. Ele nos liberta das práticas doutrinárias de homens e nos traz a paz e a alegria em servir.

Cuidemos de entregar nossas vidas ao verdadeiro Senhor, o autor da vida, o redentor e Cordeiro perfeito que tira o pecado do mundo. Estar em um lugar onde Cristo não é suficiente para nos trazer salvação é estar debaixo da religiosidade que não salva. A salvação traz a santificação que nos transformará de tal forma que o pecado de outrora nos incomodará, mas teremos força de dizer não. Em Cristo vencemos o pecado, mas sem ele permanece a nossa natureza pecaminosa.

Sem Cristo tentaremos ser santos sem alcançarmos o resultado esperado, mas em Cristo já somos justificados e teremos a alegria de vivermos a transformação diária. A religiosidade é a expressão exterior, para que outros vejam, mas Cristo nos transforma por dentro, obra do Senhor em nós que, certamente, aparecerá aos outros como consequência de quem nos tornamos. Se não estamos sendo transformados é porque estamos sendo religiosos. A fé dada pelo Senhor em suas promessas nos garante que não permaneceremos na iniquidade porque o obedeceremos de coração

Deixemos nossa religiosidade hoje e nos entreguemos de corpo, alma e espírito ao nosso Senhor e único mediador entre Deus e os homens, Jesus o Cristo!

Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim.
João 14:6 ARA
https://bible.com/bible/1608/jhn.14.6.ARA

Todo aquele que nega o Filho, esse não tem o Pai; aquele que confessa o Filho tem igualmente o Pai.
1João 2:23 ARA
https://bible.com/bible/1608/1jn.2.23.ARA

Aquele que tem o Filho tem a vida; aquele que não tem o Filho de Deus não tem a vida.
1João 5:12 ARA
https://bible.com/bible/1608/1jn.5.12.ARA

Jesus é o Filho de Deus! Creiamos nele somente e sejamos servos do Deus altíssimo. Nada mais importa para a salvação. Fora de Cristo tudo se torna religiosidade que castra a fé, impõe peso e não transforma. Ser Cristão é abandonar o pecado porque Deus se aproximou de nós e nos santificou no Filho!

Ano 2#310

Tempo de agradecermos por toda a ajuda recebida!

Alguns foram ter com ele, conduzindo um paralítico, levado por quatro homens. E, não podendo aproximar-se dele, por causa da multidão, descobriram o eirado no ponto correspondente ao em que ele estava e, fazendo uma abertura, baixaram o leito em que jazia o doente. Vendo-lhes a fé, Jesus disse ao paralítico: Filho, os teus pecados estão perdoados.
Marcos 2:3‭-‬5 ARA
https://bible.com/bible/1608/mrk.2.3-5.ARA

Fim de ano, tempo de agradecer a quem nos ajudou nas dificuldades, nos momentos difíceis de nossa caminhada ao longo do ano. Há pessoas especiais que enfrentam as lutas conosco, que quando não conseguimos mais caminhar até nos carregam de muitas formas. A estes, devemos ser gratos, pois nos serviram e nos sustentaram quando precisávamos.

Pode ser um amigo, parente ou um desconhecido, o bom samaritano que nos encontrou desmaiados pelo dia mal que nos derrubou e arrancou nossas forças. Pode ser aquele colega de trabalho que nos ensinou a suportar as exigências ou que facilitou nosso aprendizado, ou mesmo um parente ao nosso lado no meio da doença.

Importa pararmos e reconhecermos todo o amor que recebemos de Deus através dessas vidas. Uma palavra de incentivo, um presente, um abraço, um serviço prestado ou um ouvido amigo, toda forma de amor para conosco merece ser reconhecido e agradecido. Nestas horas veremos como temos sido cuidados por Deus em todas as circunstâncias.

Que não apenas sejamos gratos, mas também estejamos disponíveis e desejosos de sermos instrumentos de Deus para espalharmos o amor ao nosso próximo. Olhemos para os nossos entes queridos, amigos, vizinhos, um desconhecido, sem nos esquecermos dos órfãos e das viúvas e os menos afortunados. Deus é glorificado quando as pessoas se unem para se ajudarem.

Que possamos bendizer a Deus em todas as coisas, pois Ele tem cuidado de nós!

Bendizei ao Senhor, vós, todas as suas obras, em todos os lugares do seu domínio. Bendize, ó minha alma, ao Senhor.
Salmos 103:22 ARA
https://bible.com/bible/1608/psa.103.22.ARA

Ano 2#303

Jesus é a realização da promessa da salvação eterna!

De sorte que todas as gerações, desde Abraão até Davi, são catorze; desde Davi até ao exílio na Babilônia, catorze; e desde o exílio na Babilônia até Cristo, catorze.
Mateus 1:17 ARA
https://bible.com/bible/1608/mat.1.17.ARA

Em Mateus temos três ciclos do povo de Israel. No primeiro foi estabelecida a aliança e houve um numeroso crescimentono número de israelitas, sua saída do Egito e estabelecimento na Terra Prometida. No segundo ciclo, um tempo de perda de identidade, onde o reino se dividiu, brigaram entre si e não se converteram de seus maus caminhos. Em ambos os ciclos estavam mais preocupados em viver como as outras nações do que servir ao seu Deus.

Acabaram por ir para o cativeiro babilônico e lá se renderam ao grande Deus de Israel, voltando no terceiro ciclo a se tornarem um povo e a terem a aliança levada a sério. O problema no terceiro ciclo é que não entenderam a mensagem da Lei, preocupando-se mais com a letra do que com o Deus da aliança. Queriam exteriorizar os preceitos, mas estes não estavam em seus corações.

O final do terceiro ciclo é a vinda de Cristo, aquele que trouxe o entendimento de todas as coisas. O Filho revela o plano da salvação e se coloca como o Mediador das promessas de vida eterna. Estamos ainda neste ciclo, pois que o povo não o recebeu como salvador. Assim, há um hiato onde a igreja de Cristo está crescendo para realizar a obra que eles não quiseram realizar porque não creram em Jesus Cristo como o Messias.

Dois mil anos se passaram e estamos para fechar este ciclo, quando então todo joelho se dobrará e toda língua confessará que Jesus Cristo é Senhor. Ainda que em lutas, guerras, dificuldades que sempre existiram, importa que a salvação chegará a muitas vidas porque crerão nas boas novas trazidas em Cristo. O Natal é a promessa da restauração de todas as coisas e ela começa na fé em Jesus!

Ano 2#293

Nossa percepção de valor está correta?

Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova dentro de mim um espírito inabalável. Não me repulses da tua presença, nem me retires o teu Santo Espírito. Restitui-me a alegria da tua salvação e sustenta-me com um espírito voluntário.
Salmos 51:10‭-‬12 ARA
https://bible.com/bible/1608/psa.51.10-12.ARA

Davi reconheceu que só Deus poderia torná-lo um homem melhor. Que a salvação vem do Senhor e que o Espírito Santo nos é o capacitador para esta nova vida. Davi esperava o Messias, mas não o conheceu.

Bem-aventurados, porém, os vossos olhos, porque veem; e os vossos ouvidos, porque ouvem. Pois em verdade vos digo que muitos profetas e justos desejaram ver o que vedes e não viram; e ouvir o que ouvis e não ouviram.
Mateus 13:16‭-‬17 ARA
https://bible.com/bible/1608/mat.13.16-17.ARA

Tem sido mais fácil agradecermos alguém no YouTube por ter postado um vídeo a respeito de um assunto que nos interessa do que agradecermos a Deus pelo ensino a respeito da vida eterna. Temos nos preocupado mais com pequenas coisas e ignoramos  a grande necessidade da humanidade, a salvação de nossas almas!

Jesus Cristo é o Natal quando nasce em nossos corações e recebemos o Espírito Santo. Não há outro presente que importe ou mesmo que seja necessário. Nossa vida em Deus não pode ser calculada, pois a alternativa é a vida sem Ele. No que ou em quem podemos confiar senão no Senhor? Sem Ele como teremos paz e esperança?

O mundo continua abatido e desestruturado porque não está se apoiando no Todo-Poderoso. Estamos buscando o efêmero, passageiro e de pouco valor para as nossas vidas. Enquanto Cristo não estiver no nosso escopo de prioridade não estaremos buscando a Deus. Continuaremos tateando um mundo caído e esperando a sorte de ser encontrado pelo Senhor. Mas Ele já nos mostrou o caminho!

O mundo deseja ignorar o Cristo prometido porque não quer tomar posição, decidir por viver para Deus. Enquanto isto não acontece o caos se mantém a nossa volta. Muitos homens e mulheres no passado desejaram encontrar esta paz e não tinham como encontrá-la, mas hoje temos o evangelho para nos abençoar agora e sempre. Sejamos gratos por tão grande favorecimento pela vinda do Messias, o Cristo e Senhor Jesus!

Ano 2#291

Deus se revelou para grande salvação!

Fui buscado pelos que não perguntavam por mim; fui achado por aqueles que não me buscavam; a um povo que não se chamava do meu nome, eu disse: Eis-me aqui, eis-me aqui.
Isaías 65:1 ARA
https://bible.com/bible/1608/isa.65.1.ARA

Deus se declara para todos os povos e se manifesta para que seja visto e compreendido. Antes, tudo estava escondido na criação do mundo e o que podíamos aprender de um deus era seu poder limitado a algum aspecto de vida e seu humor (ou a falta dele) para com a humanidade.

Quando os patriarcas passam a servir a Deus, o Deus de Abraão, Isaque e Jacó, uma nação passa a conhecê-lo e as nações em volta a temê-lo. Mas, isto não impediu Israel de pecar contra o único Deus e Todo-Poderoso. Não o honraram e nem o serviram da maneira certa, sendo devastados e restaurados diversas vezes.

Deus, então, em sua misericórdia, envia Jesus Cristo, a encarnação do verbo, o autor da vida, o reconciliador, o caminho para o Pai, o amigo, o Cordeiro de Deus, o redentor. Jesus vem para que todos os povos conheçam a Deus e, através da comissão dada aos apóstolos e discípulos, está fazendo com que todos os povos conheçam e aprendam o único caminho para Deus.

Aquela que não estavam procurando o encontraram! Na pregação do evangelho da graça todos os povos serão alcançados. Deus está sinalizando seu amor para que todos possam aprender dele e o conhecerem. Estão sendo expostos a graça e o transformar do Espírito Santo. Uma aliança foi feita no sangue de Jesus, no seu sacrifício único e suficiente para nos trazer salvação.

Em Cristo temos o Deus eterno, o criador dos céus e da Terra. Busquemo-lo enquanto ainda pode ser achado. O tempo se abrevia e teremos grandes tribulações pela frente e o evangelho terá fortes opositores no mundo, para que ninguém ouça e conheça este Deus! Ele permitirá tudo isto para que haja justiça e separação entre os que o receberam e entre os que o negaram e decidiram não seguir pelos seus preceitos.

Jesus veio para trazer vida, o verdadeiro Natal de Boas Novas. Que esta data não seja reduzida a uma troca de presentes e comida à mesa, pois a salvação de Deus é muito mais que estas coisas. É vida eterna pela fé em Jesus e caminhada de santificação para a Jerusalém celestial. Lá sim é que poderemos descansar e nos banquetear, recebendo o maior presente de todos, a presença eterna do Senhor, o Deus que se revelou a nós!

Ano 2#286

Se permanecemos em Deus guardamos seus mandamentos

Ora, o seu mandamento é este: que creiamos em o nome de seu Filho, Jesus Cristo, e nos amemos uns aos outros, segundo o mandamento que nos ordenou. E aquele que guarda os seus mandamentos permanece em Deus, e Deus, nele. E nisto conhecemos que ele permanece em nós, pelo Espírito que nos deu.
1João 3:23‭-‬24 ARA
https://bible.com/bible/1608/1jn.3.23-24.ARA

Ora, se temos o bom depósito do Espírito Santo em nós, então temos comunhão com Deus e com os demais filhos! Como saber que temos o Espírito Santo? Quando conseguimos dizer não ao pecado e sim ao senhorio de Cristo, buscando amar ao próximo.

Nesta caminhada, ao guardarmos os mandamentos de Deus, temos o favorecimento das situações à nossa volta. Tudo coopera para o nosso bem, pois o Pai cuida dos filhos em todo tempo. Ainda que passemos lutas e dificuldades não seremos abalados, pois a boa mão de Deus está conosco. Cada dificuldade passa a ser superada com a presença de Deus cooperando em cada circunstância.

O evangelho se consolida em nossas vidas pela perseverança em santificação. Esta começa pela fé em Jesus e culmina com a nossa entrada no reino de Deus. Entre o início e o fim da caminhada está o Senhor a nos acompanhar. João nos lembra da obra de Deus que é conhecer e crer em Jesus Cristo, obedecendo aos seus mandamentos.

A presença do Espírito Santo em nós não é apenas a garantia da vida eterna, mas a da filiação a Deus, da herança espiritual, da co-participação do reinado com o Cordeiro, da experimentação da presença constante de Deus em nossas vidas, da certeza das promessas a nós estabelecidas, do amor de Deus para conosco, suas misericórdias e bem aventuranças, de sabermos que em nós está sendo estabelecida uma transformação diária para que sejamos como Jesus é, santos e justos diante de Deus!

A graça nos trouxe um benefício inalcançável por nós mesmos, a condição de conseguirmos amar a Deus e ao próximo. Não há maior mandamento e nem expectativa para conosco. Deus nos supriu de seu Espírito através de Cristo e podemos viver fortalecidos quando este está conosco. Busquemos o Senhor pela fé no Filho. Se temos o Filho, então temos também o Pai. Louvado seja Deus que nos enviou o Santo e verdadeiro, o autor da vida que nos traz a paz!

Ano 2#280

Nenhum pecado resiste a Cristo!

Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma. Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve.
Mateus 11:28‭-‬30 ARA
https://bible.com/bible/1608/mat.11.28-30.ARA

Há várias circunstâncias que trazem julgo e cansaço sobre as nossas vidas. Tudo isto por causa do pecado que começou na queda do homem no Éden. Até então o homem trabalhava no jardim e não se cansava. Não era escravo do pecado pois não havia rompido com a aliança e nem desobedecera a Deus. O pecado veio pela desobediência de Adão, assim como a graça veio pela obediência de Cristo!

Justamente porque Jesus obedeceu até a morte de cruz, tornando-se justificador de nossos pecados é que podemos ter esta promessa por certa. Ao vivermos por Cristo, com Cristo e em Cristo teremos vida nele, seu jugo é suave e seu fardo é leve. Ainda que hoje pareça ser mais trabalhoso e cansativo ao servirmos ao próximo, o gozo espiritual nos traz um descanso para a alma que uma praia, piscina ou rede na sombra jamais trará. Estas últimas são passageiras, mas as feitas em Cristo são eternas!

Aprendamos com o Senhor e nos entreguemos a ele de corpo, alma e espírito. Não há melhor caminho e nem outro que nos leve de volta aos braços do Pai. Nele acharemos o descanso desejado, imerecido e maravilhoso. Nele estaremos eternamente trabalhando com alegria e felicidade e não nos cansaremos de fazer o bem ao nosso próximo. Lá só há gratidão pelo renovo e restabelecimento da vida que nos foi extirpada pelo pecado, mas devolvida em Jesus Cristo, o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo!

Ano 2#278

Cristo estabelece o seu reino!

Por aquele tempo, exclamou Jesus: Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque ocultaste estas coisas aos sábios e instruídos e as revelaste aos pequeninos. Sim, ó Pai, porque assim foi do teu agrado. Tudo me foi entregue por meu Pai. Ninguém conhece o Filho, senão o Pai; e ninguém conhece o Pai, senão o Filho e aquele a quem o Filho o quiser revelar.
Mateus 11:25‭-‬27 ARA
https://bible.com/bible/1608/mat.11.25-27.ARA

Há um plano de revelação de Deus para o mundo e este está no controle de Cristo, o Filho! Jesus entregou-se na cruz para nos dar a salvação através da fé, mas os sábios e grandes, que alcançaram suas posições por mérito, não confiam que a salvação seja de outra maneira que não a deles. Para alguém racional, como posso ser justificado se não mereço justiça?

A esperança dos humildes é justamente poderem contar com a misericórdia e a graça de Deus. Sabem que não merecem, mas entregam-se nas mãos daquele que os pode livrar do mal. Nosso maior perigo espiritual é esperar contar com a nossa própria justiça ou obras para sermos felizes ou abençoados. Se reconheço que tudo procede de Deus, então vivo sabendo que a minha benção provém da misericórdia e da graça dEle e não do meu mérito. Afinal, minha constituição física é proveniente do imponderável e só Deus para saber porque tenho ou não alguma capacidade intelectual, artística, atlética, etc.

Em Jesus temos acesso ao Pai. Sem ele, não! Os humildes invocarão o nome de Cristo, os poderosos e sábios do mundo o resistirão. Mas, um dia poderão se sentir vulneráveis e tanto o orgulho da posição, riquezas e sabedoria não lhes trarão alegria, paz ou satisfação. Estas coisas só alcançamos plenamente em Jesus! Aí terão oportunidade de enxergar a Cristo!

Graças a Deus que enviou o Filho para nos reconciliar consigo e nos aproximar dEle. Em Jesus teremos a salvação prometida e a paz desejada. Ele está semeando o evangelho da graça entre nós, a todo momento. O que estamos esperando ou fazendo? Ouvindo, entendendo, concordando e praticando ou simplesmente refutando? Nossa resposta hoje refletirá na eternidade. Não há apenas este tempo de vida na terra. Há uma vida eterna a ser vivida e nossa resposta hoje refletirá como viveremos no futuro. Os sábios e instruídos confiam apenas no que enxergam, já os pequeninos em Deus! Em quem confiamos hoje?

Ano 2#277