Proclamemos os feitos do Senhor!

O que ouvimos e aprendemos, o que nos contaram nossos pais, não o encobriremos a seus filhos; contaremos à vindoura geração os louvores do Senhor, e o seu poder, e as maravilhas que fez. Ele estabeleceu um testemunho em Jacó, e instituiu uma lei em Israel, e ordenou a nossos pais que os transmitissem a seus filhos, a fim de que a nova geração os conhecesse, filhos que ainda hão de nascer se levantassem e por sua vez os referissem aos seus descendentes; para que pusessem em Deus a sua confiança e não se esquecessem dos feitos de Deus, mas lhe observassem os mandamentos; e que não fossem, como seus pais, geração obstinada e rebelde, geração de coração inconstante, e cujo espírito não foi fiel a Deus.
‭‭Salmos‬ ‭78:3-8‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/psa.78.3-8.ara

A humanidade cresce em conhecimento quando os registramos e ensinamos às gerações futuras. A gestão do conhecimento é também uma ciência, pois há que se escrever o que deu certo e o que deu errado e disseminar as boas práticas como lições aprendidas. A Bíblia é justamente um conjunto de livros que ensina a fé em Deus e o que acontece com quem tem fé nEle e com quem não tem esta fé. Como viver nas boas práticos e o que é estar fora delas.

A Palavra de Deus é um legado tão poderoso que apenas o Antigo Testamento manteve uma nação unida em propósito por quase 2000 anos sem ter o próprio território, mas com os mesmos valores, tradições e fé! O Novo Testamento gerou uma infinidade de filhos na fé de Abraão e que servem ao Senhor sendo uma só família em Cristo!

Não importa quanto tempo passe, sendo a humanidade a mesma desde Adão, o que serviu antes continua servindo hoje e servirá amanhã. Recebemos o legado e o passaremos a outros. Somos os mensageiros de nossa geração, mas que a mensagem não seja apenas repetida, mas vivida! Falar de boca para fora não nos transformará, ainda que outros possam ouvi-la e serem bons executores.

Precisamos passar pelo processo e experimentar cada exercício proposto. O primeiro é a fé e depois vem o amor! Sem estes dois não entenderemos o conteúdo e seremos apenas papagaios a repetir coisas desconexas, imitando sons sem lhes entender a motivação e significados. Sons não mudam nosso ser, mas atitudes!

Sejamos fiéis a Deus como Ele é para conosco. Conheçamos os seus feitos e preceitos e os declaremos às gerações futuras. Isto transformará a nós e ao nosso mundo. Se falharmos nisto estaremos nos preparando para vivermos na falta de amor e desconhecimento de Deus, em meio a guerras, fomes e violências. O mundo permanece no caos enquanto desconhecer a Deus e Sua vontade! A escolha é nossa!

Ano 2#8

Olhemos para o autor da fé!

Responderam-lhe: Se este não fosse malfeitor, não to entregaríamos. Replicou-lhes, pois, Pilatos: Tomai-o vós outros e julgai-o segundo a vossa lei. Responderam-lhe os judeus: A nós não nos é lícito matar ninguém; para que se cumprisse a palavra de Jesus, significando o modo por que havia de morrer.”
‭‭João‬ ‭18:30-32‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jhn.18.30-32.ara

Era comum os Judeus apedrejarem os que eram enquadrados em pecados para a morte definidos na Lei trazida por Moisés no monte de Deus! Iam apedrejar a mulher adúltera quando Jesus declarou para lançar a primeira pedra aquele que não tivesse pecado algum (João 8.7) e Estêvão foi martirizado por apedrejamento como descrito em Atos 7.58.

Jesus havia falado a Nicodemos em João 3.14 que assim como a serpente de bronze foi levantada no deserto para a cura do povo o Filho do Homem seria levantado para salvação dos que cressem nele. E ser levantado significava ser crucificado, não apedrejado. Jesus viu a sua morte e a profetizou. O poder de se olhar para o alto, a partir de um sacrifício pessoal daquele que tem poder para não ser tocado por nenhum homem, mas entregou-se como uma ovelha muda, é uma mensagem tremenda!

Jesus poderia ter sido apedrejado e martirizado como Estêvão, mas foi crucificado e levantado para que todos os que olhem para o seu sacrifício e o recebam como salvador tenham a remissão de seus pecados! Jesus é o sacrifício dado por Deus para cumprir sua justiça para com Ele mesmo! Para louvor de Seu nome ele nos deu o seu Filho e hoje temos a oportunidade de sermos salvos através dele!

Ouvi uma parábola nestes dias que nos ensina que, por causa do sacrifício de Jesus estar disponível a todos, ninguém irá para o inferno por ter cometido pecados, mas porque não desejou receber o perdão através de Cristo! Negá-lo é permanecer em nossos pecados, mas crer em sua redenção é “resetar” (recomeçar do zero) a vida espiritual com Deus!

Os Judeus não quiseram sujar as mãos, embora tenham assumido por toda a humanidade a responsabilidade do sangue derramado de Cristo. Pilatos lavou as mãos por ter reconhecido ser sangue inocente. E nós? O que faremos a respeito? Cuspiremos na cara de Jesus e zombaremos dele por também achar que ele é impostor e não precisamos de sua salvação? Vamos concordar em dizer que é uma farsa e gritar crucifica-o como os religiosos da época fizeram?

O Cordeiro de Deus foi crucificado, morto e sepultado, mas ressuscitou ao terceiro dia e está à direita de Deus Pai aguardando o tempo de sua volta. Olhemos para o autor e consumador da fé no momento de sua crucificação e creiamos nele, pois ele venceu a morte e é poderoso para perdoar pecados e nos dar a salvação eterna! Quem nele crer nunca morrerá espiritualmente pois ele cuidará de suas ovelhas por toda a eternidade!

Ano 2#7

Não deixe o pre-conceito lhe impedir de conhecer o evangelho!

Então, o sumo sacerdote interrogou a Jesus acerca dos seus discípulos e da sua doutrina. Declarou-lhe Jesus: Eu tenho falado francamente ao mundo; ensinei continuamente tanto nas sinagogas como no templo, onde todos os judeus se reúnem, e nada disse em oculto. Por que me interrogas? Pergunta aos que ouviram o que lhes falei; bem sabem eles o que eu disse.
‭‭João‬ ‭18:19-21‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jhn.18.19-21.ara

Jesus, ao ser preso, foi interrogado de maneira a buscarem com que lhe incriminar. Mas ele deixou bem claro que não haveria como incrimina-lo, pois nada havia sido falado em oculto e nem eram coisas de teor fora do contexto religioso ou inadequado. Jesus pregou nas sinagogas a respeito do reino de Deus, trazendo a verdade sobre o Cristo que havia de vir e veio em sua pessoa.

Enquanto as pessoas não enxergarem a verdade irão questionar a fé Cristã, pois não conseguirão entender graça salvífica e o caminho proposto por Cristo. A ignorância humana a respeito da santidade de Deus e do Seu amor pela criação chega a nos fazer seguir caminhos opostos aos dEle. Nossa intuição à respeito de Deus nos fala de algo tremendo e inatingível, mas na verdade está ao nosso alcance em Jesus!

Será que estamos questionando os ensinos de Jesus apenas por contrariedade? Por que antes de destruir suas palavras não vamos ouvi-las buscando entende-las? Jesus nos convida a perguntarmos aos que ouviram suas palavras se são de morte ou de vida, de guerra ou de paz, de maldição ou de benção, de destruição ou edificação.

Há muito pre-conceito contra o evangelho de Cristo e muitos motivos para tal, mas deixemos tudo de lado e busquemos nos aprofundar em seu entendimento. Fazendo assim iremos entender o poder da Palavra e do amor do Pai para conosco!

Ano 2#6

Tradição ou mandamento? O que é realmente importante?

“Por que transgridem os teus discípulos a tradição dos anciãos? Pois não lavam as mãos, quando comem. Ele, porém, lhes respondeu: Por que transgredis vós também o mandamento de Deus, por causa da vossa tradição?”
‭‭Mateus‬ ‭15:2-3‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/mat.15.2-3.ara

O que é mais importante: o mandamento de Deus ou a tradição religiosa? Em muitas denominações é necessário fazer um curso de Batismo antes das pessoas se batizarem, mas a Bíblia só nos declara que o único pré-requisito para o Batismo é crer em Jesus Cristo como Filho de Deus de todo o coração (Atos 8.37). E ainda assim é um versículo que não está em todos os manuscritos da carta de Atos encontrados!

Não pretendo questionar a tradição e doutrinas das denominações Cristãs, mas não podemos cair no mesmo erro dos anciãos Judeus e impedir que pessoas que desejem ter uma comunhão maior com Deus sejam bloqueadas por processos construídos por religiosidade. Nada na Palavra impede que um fumante ou alguém que ainda tome bebidas alcólicas seja batizado. Nada na Bíblia impede um homem que fuma ser um diácono em uma igreja. Homens que costumamos ler nos dias de hoje e que sustentaram teologias que praticamos hoje fumavam e bebiam, e isto não era escândalo no tempo deles.

Não estou dizendo que fumar e beber é boa coisa, apenas que não nos impedem de buscar a Deus. Tudo em excesso e descontrole é prejudicial à saúde e vai contra a direção de Deus para nossas vidas. Aquele que bebe e sai de sua consciência normal irá praticar pecados e levar o pecado para a vida de outros. Gerar doutrinas para cercar esta circunstância na vida não resolvem a questão e podem até impedir que tais situações sejam resolvidas na vida daqueles que desejam parar e não têm forças.

Temos doutrinas para nos ajudar em processos internos, mas precisamos julgar se tais processos estabelecidos não estão indo contra o princípio bíblico de que Jesus veio para salvar os enfermos! Ora, se sou enfermo e preciso de um médico, como posso ser afastado do médico por causa da minha enfermidade? A não ser que seja perigosa para a vida do médico, nada deve me impedir de busca-lo.

Jesus é o médico dos médicos e a Igreja é o seu corpo. Se a Igreja não consegue se purificar de seus pecados através do Espírito Santo, então vai construir barreiras para que pecadores convivam com seus membros. A Igreja precisa buscar a santidade para impactar o mundo. Se não se santificar, vai viver reclusa entre quatro paredes para não ser impactada pelo mundo e não alcançará o seu propósito.

Jesus está nos chamando para sermos santos como ele é santo. Para sermos justos como ele é justo. Para termos misericórdia como ele tem misericórdia! O que vamos fazer? Buscar sermos como Cristo e trazer ao mundo a graça de Deus ou fugiremos do mundo com medo de continuarmos pecando com o mundo? Ser separado para Deus, santo, é estarmos em Deus, não sendo amigos do mundo.

Não peço que os tires do mundo, e sim que os guardes do mal. Eles não são do mundo, como também eu não sou. Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade. Assim como tu me enviaste ao mundo, também eu os enviei ao mundo. E a favor deles eu me santifico a mim mesmo, para que eles também sejam santificados na verdade.
‭‭João‬ ‭17:15-19‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jhn.17.15-19.ara

Nossa santificação é resposta nossa à palavra de Deus! Não é vivermos reclusos, mas termos esta palavra nos transformando dia após dia. Que a palavra seja mais importante do que nossa religiosidade. Importa atendermos a Deus e não a homens. Importa vivermos o evangelho, pela fé em Jesus Cristo!

Ano 2#4

Quem quer ouvir a voz do Espírito Santo?

E tudo quanto pedirdes em meu nome, isso farei, a fim de que o Pai seja glorificado no Filho. Se me pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei. Se me amais, guardareis os meus mandamentos. E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, a fim de que esteja para sempre convosco, o Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê, nem o conhece; vós o conheceis, porque ele habita convosco e estará em vós.
‭‭João‬ ‭14:13-17‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jhn.14.13-17.ara

O Consolador é o Espírito Santo de Deus, enviado a partir do Pentecostes, dias após a ascensão de Jesus aos céus. Jesus declara aos seus discípulos que o Espírito Santo seria derramado sobre toda a Terra, mas falaria dele e dos seus ensinos ao coração dos homens que buscassem a Deus.

O mundo que não busca a Deus não reconhece o Espírito Santo, pois é espírito e não físico. Não o ouve e nem o pode ver ou sentir. A desconexão do homem com o Espírito de Deus é que nos torna insensíveis ao chamado divino. Jesus Cristo veio revelar o caminho de regresso a Deus. Aquele que crê em Jesus e no que foi dito por ele passará a perceber o Espírito Santo e o receberá dentro de si. Só então conseguirá ouvir a sua voz e ser guiado por ele.

O Espírito Santo está derramado sobre toda a Terra e está falando de Cristo. Quem “selecionar o canal correto”, como em um rádio, ouvirá a sua voz. E a faixa a ser ouvida só é dada em Cristo. Jesus trouxe a indicação espiritual de como ouvi-lo enquanto prepara lugar para quem está recebendo a transmissão celestial!

Sem o Espírito Santo continuaremos fazendo da nossa forma, com as nossas forças. Quem tem fé em Jesus recebe o Espírito e passa a ser ajudado por ele. E é esta ajuda que nos conduz até Deus, dia após dia. Em Cristo somos perdoados de nossos pecados e salvos, contando com o auxílio divino. Sem Cristo continuamos nos nossos pecados, ainda que nos esforcemos sobremaneira para nos livrar deles.

Por isto a mensagem do evangelho é pregada, para que os homens reconheçam seus pecados, peçam a Jesus para serem salvos por ele e recebam o Espírito Santo que nos ajudará na santificação! Sem fé em Cristo não há salvação e nem transformação de caráter! Se não ouvirmos a voz do Espírito Santo, quem nos convencerá de nossos pecados? Ou da justiça e juízos de Deus? Quem nos consolará em nossas dificuldades? Ou quem nos falará ao coração sobre alguém que precisa de ajuda? Quem revelará a vontade de Deus para as nossas vidas? Quem intercederá conosco em nossas orações?

O Espírito Santo é Deus! Jesus enviou seus apóstolos que ensinaram a todos nós a cremos e sermos batizados em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Quem crer e for batizado será salvo, porquanto tem a ajuda do próprio Deus para viver em santidade. Quem não crer continuará separado de Deus e de Sua vontade. Que possamos abrir mão do nosso livre-arbítrio e buscarmos apenas em Deus a direção das nossas vidas. Quem quer viver com Deus desejará fazer a vontade dEle e não mais a sua própria, e contará com a ajuda do divino Espírito Santo!

Quem se esconde nas trevas, nelas viverá pela eternidade…

O julgamento é este: que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz; porque as suas obras eram más. Pois todo aquele que pratica o mal aborrece a luz e não se chega para a luz, a fim de não serem arguidas as suas obras. Quem pratica a verdade aproxima-se da luz, a fim de que as suas obras sejam manifestas, porque feitas em Deus.
‭‭João‬ ‭3:19-21‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jhn.3.19-21.ara

Adão e Eva se esconderam de Deus logo que pecaram. Nosso reconhecimento do mal praticado nos faz querer que tais coisas fiquem em segredo. Alguém que rouba esconde a prática, da mesma forma que o vício da bebida, drogas e sexo não são comumente praticados de dia, na frente de qualquer pessoa.

Tais atos, no entanto, já estão ficando comuns de se ver de noite. Pessoas se prostituem e se drogam em áreas públicas, sem se darem conta de terem perdido a vergonha de esconderem seus atos. O mesmo está acontecendo na corrupção, onde receber “propina” se tornou algo comum, sem nem mais esconderem de juízes e promotores, alegando ser a prática adotada por todos.

Ora, se todos fazem, então deixou de ser um problema, certo? Errado! Pecado continua sendo pecado, erro continua sendo erro, corrupção continua sendo corrupção, bem como prostituição, adultério e mentiras, para enumerarmos alguns pecados. O viver deste modo é amar as trevas ao invés da luz. É amar as obras do diabo e ignorar as de Jesus!

Cristo veio trazer a única forma de vivermos com Deus, pois se continuamos a viver em pecado, jamais entraremos no reino dos céus. Sem o sacrifício de Cristo não poderíamos receber a justificação de nossos pecados, zerar a conta. Como pagar uma dívida quando estamos cheios de dívidas? Mas se alguém pagar as anteriores e pararmos de ter de pagar os juros, não será possível honrar novos compromissos?

Sem o perdão de nossos pecados não haveria como deixarmos de pecar. Com o Espírito Santo em nós, seremos capazes de dizer sim para Deus e não para o pecado. Viveremos na luz e não nas trevas, amaremos a verdade e não a mentira, a santidade ao invés das mazelas do pecado!

Sem Cristo não seremos transformados e continuaremos nas trevas. Ama-lo é amar a luz. Ignorar sua redenção é amar as trevas, pois não estamos desejando mudar de atitude diante de Deus. Haverá um dia em que seremos julgados, na luz, onde tudo o que tivermos feito e não tiver sido perdoado será usado para nos mostrar que não desejamos a luz e seremos mantidos nas trevas que desejamos ficar. O inferno é o lugar onde os que vivem nas trevas permanecerão por toda a eternidade, dentro do lago de fogo, pois é o desejo de quem preferiu viver afastado de Deus.

Deus será justo com a humanidade, pois a ama enquanto pecadores somos, dando a todos a opção de irem para a luz através de Cristo ou permaneceram nas trevas por vontade própria. Não vai adiantar colocar a culpa no diabo, serpente ou Satanás, pois ele não decide em nosso lugar. Ele apenas coloca na nossa frente aquilo que nos faz desejar o erro, mas não faz por nós. Cada um examine-se a si mesmo e tome a decisão de sair das trevas para a luz!

A porta é estreita, mas ainda está aberta para a nossa salvação! E aí? Vamos busca-la ou permaneceremos escondidos de Deus para sempre?

Eu sou a porta. Se alguém entrar por mim, será salvo; entrará, e sairá, e achará pastagem.
‭‭João‬ ‭10:9‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jhn.10.9.ara

Há o pecado, há um juiz e um juízo. Será que estamos atentos a isto?

Mas eu vos digo a verdade: convém-vos que eu vá, porque, se eu não for, o Consolador não virá para vós outros; se, porém, eu for, eu vo-lo enviarei. Quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo: do pecado, porque não creem em mim; da justiça, porque vou para o Pai, e não me vereis mais; do juízo, porque o príncipe deste mundo já está julgado.
‭‭João‬ ‭16:7-11‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jhn.16.7-11.ara

O Espírito Santo está derramado sobre toda a Terra para convencimento da humanidade a respeito da situação espiritual de todos nós. O termo “mundo” é referente ao pensamento comum da humanidade decaída por causa do pecado cujo príncipe é Satanás. Este já está condenado, aguardando em liberdade o cumprimento da sentença. Enquanto está livre continua convencendo pessoas a permanecerem em seus pecados e ignorando a voz do Espírito Santo.

Jesus cumpriu os preceitos sendo perfeito para com a Lei e estabelecendo uma nova aliança com a humanidade, a partir de seu sacrifício. Ele cumpriu a justiça e nele somos justificados. Esta fé em Jesus vem através do Espírito Santo também. Se não ouvirmos a voz do Espírito então não seremos convencidos de nossa condição de pecadores.

O pecado é todo desvio de propósito em nossas vidas. Deus nos criou para sermos santos. Não devemos falar mal de outras pessoas, nem mentir, ou roubar, ou cobiçar, ou desobedecer autoridades, ou ter uma vida sexualmente inadequada aos preceitos Bíblicos, conforme está escrito. Covardes, adoradores, e todo tipo de desvio é condenado e o resultado será a eternidade no lago de fogo. Quem nos convence disto também é o Espírito Santo.

Se não entendemos que somos pecadores destinados ao fogo eterno, então não buscaremos um salvador. Sem a fé no sacrifício de Jesus não teremos nenhuma alternativa a respeito da justificação e permaneceremos na condição atual de pecadores não arrependidos.

Ora, se não nos arrependermos não mudaremos de direção e permaneceremos nos pecados que o mundo pratica, sem nenhuma relutância ou preocupação. A santidade e justiça de Deus estarão distantes e não impactarão as nossas vidas e não nos voltaremos a busca-las. Sem a ação do Espírito Santo não haverá transformação de corações e mentes e o mundo permanecerá em seus pecados, pois é influenciado pelo príncipe do mal.

Jesus trouxe a oportunidade de sermos perdoados, justificados e santos. Foi preparar lugar para todos os pecadores arrependidos, convencidos pelo Espírito Santo que agora habita neles, a viverem com Deus. De fora permanecem os que não se arrependem e o destino será terrível. Bom seria que todos dessem ouvidos. Para isto o evangelho está sendo pregado, para que a fé em Cristo traga salvação para todos que crerem!

O Espírito Santo está a nossa volta e estará dentro de nós ao sermos convencidos do pecado, da justiça e do juízo. Ouçamos a sua voz e obedeçamos ao chamado, pois assim seremos transformados e abençoados para a eternidade com Deus!

Se me amais, guardareis os meus mandamentos. E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, a fim de que esteja para sempre convosco, o Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê, nem o conhece; vós o conheceis, porque ele habita convosco e estará em vós.
‭‭João‬ ‭14:15-17‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jhn.14.15-17.ara

Somos amigos de Jesus?

O meu mandamento é este: que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei. Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a própria vida em favor dos seus amigos. Vós sois meus amigos, se fazeis o que eu vos mando.
‭‭João‬ ‭15:12-14‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jhn.15.12-14.ara

Jesus destaca que o sinal que confirma a nossa amizade para com ele é o amor ao próximo. Mas, vejamos que é no nível que Jesus alcançou, a ponto de darmos a própria vida por eles. Isto significa dedicação, compromisso e atitude para com quem está próximo a nós.

Sempre falamos que a família, vizinhos, colegas de trabalho ou de estudo são os nossos próximos mais próximos e são destes que Jesus está falando para nós. É neste contexto que somos afligidos pelas discussões, traições, maledicências, tristezas, mas também na oportunidade de nos alegrarmos, abençoarmos, apoiarmos e vencermos juntos!

Se não amamos, então não somos amigos de ninguém, muito menos de Jesus! Se não amo a quem está próximo e por quem posso fazer diferença, por que acho que posso convencer Jesus de que sou seu discípulo? Ele morreu sendo esbofeteado, machucado, pregado na cruz, por todos aqueles que fizeram isto a ele também! Temos sofrido neste nível? Será que a ofensa é superior à de Cristo? Se for, será uma grande oportunidade de revelar ao reino espiritual como Cristo em nós vence qualquer dor e escárnio que possamos sofrer.

Não podemos permitir que a maldade continue em nosso meio. Não podemos nos calar sobre pessoas sofrendo ao nosso lado, bulling, assédios, estupros, violência doméstica, não podemos fechar os olhos e a boca contra estas mazelas. Se amamos ajudaremos na cura e libertação e não iremos proporcionar nada disto à ninguém, muito pelo contrário.

Por nossas ações mostraremos nosso amor, não pela omissão. É ajudando que confirmamos nossa amizade, e isto tem valor espiritual muito grande para todos que participam desta história a ser contada pela eternidade. Que Jesus tenha muitos amigos e que estejamos no grupo, pois aprendemos que o amor apaga multidão de pecados e na amizade entraremos juntos pelos portões celestiais dos justificados pela graça e pelo amor de Deus!

Deus nos chama à santidade!

Deus me mostrou o sumo sacerdote Josué, o qual estava diante do Anjo do Senhor, e Satanás estava à mão direita dele, para se lhe opor. Mas o Senhor disse a Satanás: O Senhor te repreende, ó Satanás; sim, o Senhor, que escolheu a Jerusalém, te repreende; não é este um tição tirado do fogo? Ora, Josué, trajado de vestes sujas, estava diante do Anjo. Tomou este a palavra e disse aos que estavam diante dele: Tirai-lhe as vestes sujas. A Josué disse: Eis que tenho feito que passe de ti a tua iniquidade e te vestirei de finos trajes.
‭‭Zacarias‬ ‭3:1-4‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/zec.3.1-4.ara

Satanás se nos opõe em nossas vidas espirituais, mas o Senhor deseja salvar a todos. Josué era separado para Deus, um sacerdote, e ainda assim não conseguia se manter santo, estando espiritualmente com as suas vestes sujas. O acusador de nossas almas não perde tempo para mostrar para Deus os nossos erros, nossos pecados. Mas, há um advogado junto ao Pai para nos defender quando pecamos e estamos arrependidos:

Filhinhos meus, estas coisas vos escrevo para que não pequeis. Se, todavia, alguém pecar, temos Advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo; e ele é a propiciação pelos nossos pecados e não somente pelos nossos próprios, mas ainda pelos do mundo inteiro.
‭‭1João‬ ‭2:1-2‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/1jn.2.1-2.ara

Não podemos e nem devemos viver no pecado, pois isto é iniquidade diante de Deus e vontade em permanecer assim. Pecado deve ser um acidente de percurso, algo que não desejamos fazer, mas aconteceu. Precisamos nos arrepender e confessar diante de Deus, para que sejamos perdoados.

Não há pecado sem perdão a não ser contra o Espírito Santo e este é justamente dizer que não temos pecado, fazendo-o mentiroso e debochando da graça em Cristo Jesus. Há um juiz e um advogado que nos julgarão no Dia do Senhor. Satanás é testemunha, mas não o acusador. Não é parte legítima do tribunal, porque no fim, nada lhe pertence. Pecamos contra Deus e não contra o diabo. Este é o que nos favorece errar para depois falar de nós, pois é mentiroso e pai da mentira.

Nossas vidas devem ser santificadas, para que possamos viver a plenitude da vontade de Deus. E ser santo é um chamado de Deus em nossas vidas, uma credencial que nos é dada pela graça. Assim como o sacerdote Josué recebeu vestes limpas pela palavra do Anjo do Senhor, assim é com todos aqueles que creem em Jesus! A mesma palavra nos é dada, ainda que Satanás fale contra nós!

Em Jesus somos livres do julgo de nossos erros e poderemos vestir vestes brancas na presença de Deus! Aleluias, por tão grande salvação! Jesus nos trouxe isto, e devemos nos apressar em buscar nele esta graça proveniente das misericórdias de Deus! Não deixemos para depois, pois não sabemos quanto tempo nos resta nesta vida. Pandemias, acidentes e tantas mazelas tem tirado vidas preciosas a nós em qualquer idade e tempo. Não temos o amanhã, somente o agora. Que Deus tenha misericórdia de nós!

Cristo é o maior pregador de todos os tempos!

Quando Jesus acabou de proferir estas palavras, estavam as multidões maravilhadas da sua doutrina; porque ele as ensinava como quem tem autoridade e não como os escribas.
‭‭Mateus‬ ‭7:28-29‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/mat.7.28-29.ara

É fácil saber quando alguém entende ou não de um assunto durante a sua explicação. A naturalidade com que fala, as ideias bem estabelecidas e nossa facilidade em entender o que foi dito mostra a capacidade de síntese e transmissão de quem ensina um assunto. Quando não conhecemos é difícil explicar e até mesmo de fazer entender-se.

Jesus explicou sobre o reino de Deus de tantas maneiras que as pessoas se maravilhavam com ele. Usou de várias parábolas (ainda que o significado não fosse transparente para alguns propositalmente) entendia-se a comparação com as coisas do dia-a-dia, estabelecendo uma base para discussão. Falar do espiritual para pessoas carnais demandou um repertório notável do Senhor.

Jesus, sendo Deus e criador de todas as coisas sabe muito bem como falar de si mesmo e explicar as coisas que construiu. Os profetas foram inspirados por Deus e, portanto, souberam o que Cristo quis que soubessem e falaram dele mesmo. Não foi à toa que Jesus confirmou todos os profetas e livros da Lei. Jesus declarou que veio cumprir o que dele estava declarado e toda a Lei seria espiritualmente embutida no coração daqueles que cressem na sua pessoa.

Jesus é o cumprimento da própria palavra verbalizada nas escrituras. Por isso foi chamado de Verbo pelo apóstolo João! E o Verbo se fez carne e habitou entre nós (João 1.14a). Sua glória foi vista e agora é conhecida de todos que creem nele! Em Cristo temos a explanação da criação, queda e redenção da humanidade, também a direção, libertação e santificação. Nele reside toda a sabedoria e a paz que nos levam à adoração. Em Cristo temos o alimento e a bebida eternas que nunca mais permitirá termos fome ou sede.

Nele há justiça e poder, residem todas as misericórdias e tudo o que de bom possa existir. Ele também é nosso advogado e viveu uma vida humana para se tornar o primeiro dos filhos ao invés de ser o único Filho! Jesus sabe todas as coisas e, por isso, maravilha a todos que o ouvem até nos dias de hoje. Não há como não ser capturado por sua mensagem de amor e arrependimento de pecados, pois veio para salvar a nós pecadores através do seu próprio sacrifício!

Jesus tem toda autoridade para falar o que falou e estabelecer em nós o reino de Deus. Quem mais pode fazer isto por nós? os grandes pregadores falam do que vivem e conhecem. Portanto, não há maior pregador do que Cristo, pois conhece tudo e viveu plenamente a mensagem que deixou para nós! Ele é o mestre e se quisermos segui-lo iremos beber e comer de sua fonte inesgotável, vindo de sua própria pessoa!