#3_266 Fé e humildade andam juntas!

A mulher disse: — É verdade, Senhor, pois os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa dos seus donos. Então Jesus exclamou: — Mulher, que grande fé você tem! Que seja feito como você quer. E, desde aquele momento, a filha dela ficou curada.
Mateus 15:27‭-‬28 NAA
https://bible.com/bible/1840/mat.15.27-28.NAA

A mulher cananéia foi até Jesus chamando-lhe Filho de Davi, clamando sem cessar por sua filha. Foi persistente por reconhecer que Cristo é misericordioso e bondoso. Sua fé no Senhor reforçou sua esperança de não sair de mãos vazias da presença dele, posicionando-se como quem não merecia receber mas desejava ardentemente.

Sua postura provocou uma resposta de Cristo que lhe deu a cura para a sua filha endemoniada. Vemos como a humildade e a fé combinadas trouxeram a existência o milagre através de Cristo. Assim também ocorreu com a mulher do fluxo de sangue, o cego no caminho de Jericó, o cego no monte, os dez leprosos e tantos outros registros do Novo Testamento.

Quando entendemos nossa dependência de Deus (humildade) e unimos com o reconhecimento do poder de Deus e sua misericórdia (fé), passamos a não ver impedimento para nenhuma circunstância que estejamos passando. Para rompermos de vez nos faltará a convicção de nosso propósito, pois precisaremos do motivo para pedirmos ao Senhor.

Não há limites a serem atingidos em Deus. Não há nada que o Senhor não tenha poder para fazer, segundo a Sua Palavra. Portanto, que nos enxerguemos em nossa condição e busquemos o propósito. As petições não serão necessariamente a nosso favor, mas para aqueles que estão no nosso caminho enquanto seguimos a direção de Deus.

Se complementarmos com a ousadia do Espírito Santo, tudo será possível enquanto vontade do Senhor. Nas escrituras sabemos que Ele está procurando pessoas com este perfil para poder delegar a elas o poder e autoridade para conquistarem vidas para o Reino dos Céus. Quem se candidata? Precisaremos da coragem de Pedro ao pedir para caminhar sobre as águas!

#3_261 Precisamos do batismo de Jesus!

Naqueles dias, apareceu João Batista pregando no deserto da Judeia. Ele dizia: — Arrependam-se, porque está próximo o Reino dos Céus.
Mateus 3:1‭-‬2 NAA
https://bible.com/bible/1840/mat.3.1-2.NAA

Cada dia está mais próximo o Reino dos Céus. Esta é a pregação que também precisamos ouvir. Cada geração precisa ouvir! Arrependimento é o que nos torna aptos a entendermos o sacrifício de Cristo que nos é oferecido!

O arrependido é aquele(a) que sente culpa pelo pecado praticado e tomou a atitude de não pecar mais. Obviamente precisará de ajuda para esta tarefa. Mas, não consegue sozinho, percebe sua incapacidade e a dor do pecado se torna um fardo insuportável. Daí precisa de uma saída!

Nestas circunstâncias é que Jesus Cristo se revela como o Cordeiro de Deus que perdoa nossos pecados e nos regenera. Traz novamente a comunhão com o Espírito Santo de Deus e nos concede a graça da santificação. Arrependidos estão desesperados por salvação e a encontram somente em Cristo!

Qualquer outro meio para chegar ao Pai não existe. Poderemos estar arrependidos mas não conseguiremos justificação. Só aumentará a dor e o desespero da vinda do Reino e do Inferno. E o arrependido sabe que irá para o Inferno. Se não fosse por Cristo não encontraríamos paz. Qualquer outra religião traz a promessa mas os corações não encontram o verdadeiro alento sem o Messias prometido!

João Batista pregou no deserto apontando para aquele que viria após ele batizando com o Espírito Santo. Sem este batismo só teremos arrependimento, que é o de João. Precisamos verdadeiramente do batismo de Jesus. Este nos trará a convicção da salvação, vida eterna e a paz que o mundo não dá.

#3_255 Em Cristo nos tornamos herança de Deus!

Em Cristo fomos também feitos herança, predestinados segundo o propósito daquele que faz todas as coisas conforme o conselho da sua vontade, a fim de sermos para louvor da sua glória, nós, os que de antemão esperamos em Cristo.
Efésios 1:11‭-‬12 NAA
https://bible.com/bible/1840/eph.1.11-12.NAA

Em todo o Novo Testamento iremos encontrar o apontamento para Cristo como único salvador, como os que esperam nele já estão salvos por meio da graça redentora. Esperar em Cristo de antemão é ser alcançado por ele e passar a viver esperando o seu retorno.

Ora, isto é da vontade de Deus, para que sejamos testemunhas da fé por confiarmos na existência daquele que não foi visto andando entre nós em carne e osso nestas gerações. Pela fé nas promessas é que estamos caminhando em Cristo.

Assim louvamos a Deus que revelou o Filho para que pudéssemos retornar ao Pai. Humanos pecadores redimidos por um sacrifício daquele que foi crucificado e não vimos, mas acreditamos! Nesta relação de fé reside a graça, pois só crê quem é tocado pelo Espírito Santo de Deus!

Deus tem os seus propósitos, é justo e santo. Não importa o que pensamos sobre Deus, pois não depende disto o fato dEle ser Deus! Sua majestade e glória estão acima de nós e tudo irá ocorrer como já foi declarado em sua palavra! Ele já viu de antemão, já nos avisou, aconselhou e disponibilizou a saída. É pegar ou largar.

Pegar sugere o fato de confiarmos nos relatos Bíblicos e o negar é a ignorância sobre o inferno que aguarda ao incauto e não justificado. Só em Cristo nos tornamos herança de Deus e isto deve ser bom aos nossos olhos, pois significa que há saída para nós pecadores! De pecadores a filhos de Deus, há coisa melhor? Glórias ao Senhor!

#3_234 A alegria da salvação!

Tenho grande alegria no Senhor! A minha alma se alegra no meu Deus, porque me cobriu de vestes de salvação e me envolveu com o manto de justiça, como noivo que se adorna de turbante, como noiva que se enfeita com as suas joias.
Isaías 61:10 NAA
https://bible.com/bible/1840/isa.61.10.NAA

Quanto mais enxergamos o abismo, nossas práticas pecaminosas, a santidade de Deus, mais nós damos conta do tamanho da graça e da misericórdia que recebemos através de Cristo!

Porque a humanidade ignora esta santidade é que não se ocupa de buscar a Deus. Ao nos colocarmos como o centro de nossas vidas não temos a convicção de que estamos errados. Mas, se temermos a Deus, tudo muda. Por isso as Escrituras nos ensinam que o temor ao Senhor é o princípio da sabedoria!

Temer a Deus faz com que o coloquemos acima de nós e, portanto, começamos a valorizar mais quem Ele É! Ao enxergarmos Sua vontade e a nossa atitude perceberemos que não conseguimos viver pelos preceitos divinos. Estamos caídos, afastados por um abismo. No Evangelho aprendemos que somente Cristo é a ponte para nos reconectar, nos dando capacidade de vivermos em santidade!

Deus nos cobre de vestes de salvação, santidade e justiça através de Cristo! É para nos alegramos e comemorarmos, como em uma festa de casamento! Nunca mais nos separaremos dEle e viveremos na Sua presença! Grande e maravilhosa é está visão, da promessa se cumprindo a todo o que nele crê!

Alegremo-nos hoje pela salvação alcançada! Se ainda não a alcançamos então comecemos a olhar para Deus e temê-lo! Seu amor trará justiça e os justos entrarão para as bodas. De fora ficarão os não justificados em seu Filho!

#3_229 A culpa não é das estrelas!

Por isso, você é indesculpável quando julga os outros, não importando quem você é. Pois, naquilo que julga o outro, você está condenando a si mesmo, porque pratica as mesmas coisas que condena.
Romanos 2:1 NAA
https://bible.com/bible/1840/rom.2.1.NAA

Somos míopes a nosso próprio respeito, nos julgando diferentemente em relação ao nosso próximo. Nele vemos com facilidade e apontamos rapidamente os defeitos, mas não é assim conosco. Tirando o problema da autoestima de alguns, em geral somos mais carrascos com as pessoas do que a respeito de nossas atitudes e pensamentos.

O evangelho nos condena por sermos tão pecadores quanto o nosso próximo mas não nos acharmos assim. Falamos de alguém que rouba ao erário público mas queremos burlar o pagamento de um imposto quando não concordamos com isto. Jesus nos ensina a dar a César o que é de Cesar e a Deus o que é de Deus.

Para tanto não podemos usar escalas pessoais, somente uma absoluta dada por Deus para ser nosso parâmetro de vida e morte. Enquanto aquele que desconhece a vontade de Deus burla seus mandamentos, porque não se importa com eles, aqueles que conhecendo esta vontade e confiando que obedecê-la o torna justo erram por confiar em si mesmos.

Tanto um como o outro se condenam, porque confiam em si mesmos e não na vontade de Deus. O segundo grupo possui uma religiosidade vã que critica sem viver pela fé exatamente como o primeiro grupo chamado de ímpios. Enquanto o primeiro deseja viver longe de Deus o segundo diz viver perto mas seu coração está longe. A respeito destas duas atitudes Jesus contou a Parábola do Filho Pródigo.

Se não for pela fé, então será por obras. Mas ninguém é salvo por obras e, portanto, erraremos quando acharmos que somos bons porque obedecemos. Somos pecadores justificados em Cristo e não pessoas perfeitas chamadas para o céu! A diferença entre o salvo e o não salvo é Cristo. Sem ele não há diferença alguma porque todos pecaram e pecam se não houver ação transformadora do Espírito Santo.

Assim, a crítica deve ser seguida pela oração e ação em graça redentora para que não venhamos a cair em condenação. Se já fomos alcançados por Cristo louvemos a Deus. Se não, clamemos por misericórdia. Sem ele continuamos sem justificação e a graça não nos alcançou ainda. Julgar o próximo serve para vermos de onde Cristo nos tirou, mas não para nos acharmos superiores.

Julgar é para tomar a atitude de ajudar e não de enterrar. Estender a mão e não pisar. De entender a graça de Deus através de Cristo e multiplicar esta graça onde é necessário. Cuidemos em como enxergamos a criação de Deus, caída pelo pecado e necessitada de graça. Que o Senhor venha ao encontro de pessoas e possamos ver a transformação em nossas vidas e na de nossos entes queridos, amigos e vizinhos, para a glória de Deus!

A culpa do pecado que efetuamos não é de Deus, mas nossa. Nós é que temos maus pensamentos e desejos, confiando em nosso próprio julgamento. Confiemos no Senhor e lembremos de que ele veio para nos salvar e transformar. Então não havia bondade em nós mesmos. Lembremos disto todos os dias e vivamos para transformar o mundo e não para condená-lo, pois já assim está!

#3_228 Nenhuma injustiça ficará impune!

A ira de Deus se revela do céu contra toda impiedade e injustiça dos seres humanos que, por meio da sua injustiça, suprimem a verdade.
Romanos 1:18 NAA
https://bible.com/bible/1840/rom.1.18.NAA

Deus está irado com a injustiça humana. Se não estivesse não precisaríamos falar sobre a sua misericórdia, paciência e graça. Não precisaríamos de um salvador e nem do evangelho. Sem a compreensão da sua santidade e ira contra o pecado as Escrituras não passam de estórias que muitos não acreditam.

Deus também é amor e, por isso, nos enviou Jesus. Mas, também é justo e não deixará impune as nossas transgressões se não houver justificação! A obra de Cristo em nós está justamente na nossa necessidade de sermos restaurados em nosso relacionamento com Deus. Foi rompido no Éden e continua até o momento em que cada um é justificado em Cristo.

Sem esta justificação não há perdão. Sem perdão a justiça virá contra nós e seremos lançados no cárcere eterno, sem visitas, saídas ou pena reduzida. É só imaginar que a companhia no cárcere será o diabo e seus anjos que estarão sendo atormentados também! Tal entendimento deveria nos trazer temor.

Aqueles que não tem suprimem esta verdade e fazem de conta de que nada vai acontecer. Sabem que vai, mas vivem como se tudo fosse terminar bem. Não será assim, mas o cálice da ira será derramado sobre esta terra. O evangelho é o que de mais precioso poderia haver. É a saída, nosso passaporte para a liberdade, a visão do céu e nosso alívio!

Cristo é a resposta da ira, a misericórdia que veio até nós, nossa segurança para que não sejamos contados com os injustos, ainda que tenhamos sido de igual forma. Quando Jesus justifica é para sempre e não precisaremos de outro advogado. Não há prisão eterna com Cristo, mas liberdade eterna!

No temor seremos gratos por termos sido salvos e nos preocuparemos em levar este entendimento a outros. Cristo veio para buscar um número de pessoas que desconhecemos e a justiça virá quando este número for atingido. Até lá vivamos em santificação e obediência de quem é grato.

Nossas obras não salvam e nem nos mantém salvos, só Cristo o faz. Mas um coração agradecido opera a graça e a misericórdia recebidas. Arrependimento é mudar de comportamento e amar é o símbolo da nova vida dada por Cristo. Quem suprime a verdade não ama, é descrente e carregará sobre si todo o mal que pratica. Nenhuma injustiça ficará impune!

#3_195 Salvação é pura graça!

Porquanto o que fora impossível à lei, no que estava enferma pela carne, isso fez Deus enviando o seu próprio Filho em semelhança de carne pecaminosa e no tocante ao pecado; e, com efeito, condenou Deus, na carne, o pecado, a fim de que o preceito da lei se cumprisse em nós, que não andamos segundo a carne, mas segundo o Espírito.
Romanos 8:3‭-‬4 ARA
https://bible.com/bible/1608/rom.8.3-4.ARA

Na carta de Paulo aos Romanos vemos claramente a defesa da argumentação de que sem Cristo não há como o homem ser salvo. A lei mostrou o nosso pecado que efetuamos por não controlarmos os desejos da carne. Cairemos em algum aspecto seja por ação ou pensamento. Já nascemos, portanto, condenados!

Por isso Deus enviou Jesus Cristo para efetuar todos os preceitos da lei em nosso lugar e, através dele, podermos também sermos justificados pela Nova Aliança em seu sangue. As Boas Novas do Evangelho trazem esperança para nós que não andávamos na luz!

Nossas vidas são impactadas pelo Espírito Santo e saímos das trevas para a maravilhosa luz em Cristo, passando a andar pelo Espírito e não mais pelos preceitos da carne. Nesta santificação já não há mais condenação, ainda que tenhamos deslizes aqui e ali, pois estamos sendo reformados como uma obra de Deus!

E obras iniciadas já são consideradas prontas por seus idealizadores, sendo executadas passo a passo, mas já anunciadas e exibidas no seu estágio final. Deus faz isto conosco. Trabalha em nós ao mesmo tempo que já nos declara justificados. Mesmo não sendo justos ainda pelo Espírito já somos considerados assim, pois aquele que está em nós já é!

E assim seremos mesmo quando entrarmos na presença de Deus na eternidade. Lá estaremos completos e santificados, obra de Deus em nós. Foge do evangelho que confia em suas forças tentando gerar obras que o levem para perto de Deus. Mas o Senhor já nos deu o Filho que se aproximou de nós enquanto pecadores, pois não adentraremos os céus se não formos justificados.

Pecadores precisam de justificação e está só existe em Cristo. Sem o Filho não chegaremos nos céus. Não importa quanto lutemos com as próprias forças. Nossa carne não dá conta! Ser convertido é ser entregue a Cristo, o verdadeiro evangelho, deixando o pecado porque agora o Espírito comanda a carne. Esta salvação é pura graça, não pode ser comprada!

#3_134 Judas 1:4

Pois certos indivíduos se introduziram com dissimulação, os quais, desde muito, foram antecipadamente pronunciados para esta condenação, homens ímpios, que transformam em libertinagem a graça de nosso Deus e negam o nosso único Soberano e Senhor, Jesus Cristo.
Judas 1:4 ARA
https://bible.com/bible/1608/jud.1.4.ARA

Continuamos na luta em expor que há um grave erro quando se declara que todos os “caminhos” levam a Deus. Jesus veio porque isto não é verdade. Se fosse ele não precisaria vir! Se todos somos filhos de Deus então nenhum sacrifício do Filho Unigênito seria necessário!

Há uma busca em todos os tempos de se desviar o entendimento da graça em Cristo, seu senhorio e na impossibilidade de chegarmos a Deus a não ser por ele. Jesus é o único caminho para a entrada no reino celestial e precisamos dele desesperadamente!

O Senhor construiu a ponte que faltava, o meio pelo qual podemos passar pelo abismo criado pelos nossos pecados para nos achegamos ao Deus santíssimo! Transformar em libertinagem a graça é considera-la acessível de maneira comum, sem a obra redentora de Cristo.

A impiedade é manter-se alheio ao perdão divino em Jesus e perseverar em alcançar mérito para obter esta graça. Somos vaidosos e perversos. Basta uma oportunidade e viramos as costas para os que nos ajudam e ajudaram. Quem pode manter-se santo por si mesmo?

A impiedade levará os que a abraçam para um destino muito diferente. É tempo de nos desviarmos dela e abraçarmos a Cristo, o único e suficiente salvador! Ele é Soberano e Senhor!!!!

#3_133 Lucas 1:77-79

“para dar ao seu povo conhecimento da salvação, no redimi-lo dos seus pecados, graças à entranhável misericórdia de nosso Deus, pela qual nos visitará o sol nascente das alturas, para alumiar os que jazem nas trevas e na sombra da morte, e dirigir os nossos pés pelo caminho da paz.”
Lucas 1:77‭-‬79 ARA
https://bible.com/bible/1608/luk.1.77-79.ARA

Zacarias, pai de João Batista, profetiza a obra de seu filho e do Messias. Lindas palavras que traduzem de maneira direta e simples o evangelho da salvação.

A salvação é o processo de redimir o pecador através do perdão de seus pecados. É graça de Deus, desejo dele para com os que não merecem tal benefício porquanto ainda pecam.

A visitação de Deus pela presença de Cristo entre nós é um choque para a humanidade. Todas as perspectivas anteriores era proveniente de um contato de curta duração através de aparições do anjo de Deus ou de profecias dadas aos homens através de um ou outro profeta.

Agora o Filho de revela, evidenciando a obra de Deus de maneira mais profunda e com benefícios que antes não tínhamos acesso. Cristo nos deu poder de falarmos com Deus sem precisarmos de outro intermediário e nem de um local específico.

Nele somos o próprio templo onde o Espírito Santo passa a habitar. Nos tornamos também sacerdotes e temos o privilégio de receber de Deus as palavras de vida para cada um de nós.

Uma mudança de aliança que gera uma mudança de comportamento. A santidade passa a ser fator de manutenção desta comunhão e vontade de alegrar o coração de Deus por tamanha misericórdia recebida.

A luz veio e trouxe a verdade de Deus. Cristo salva o pecador!!!! Quem se esconde da luz permanece nas trevas do pecado. A luz é boa, embora nos revele nosso estado. Importa enxergarmos e termos acesso ao tratamento do que ignora-lo e morrermos por medo de encarar a verdade.

Olhemos para a luz como os insetos se deixam enredar por ela! Que Cristo nos magnetize para a sua presença e sejamos mortos para nossos pecados e alcancemos a vida eterna com ele. A luz de Cristo é a graça de Deus para todo o que crê!

#3_107 Lucas 13:23-24

E alguém lhe perguntou: Senhor, são poucos os que são salvos? Respondeu-lhes: Esforçai-vos por entrar pela porta estreita, pois eu vos digo que muitos procurarão entrar e não poderão.
Lucas 13:23‭-‬24 ARA
https://bible.com/bible/1608/luk.13.23-24.ARA

Muitos acreditam que não haverá inferno ou tribunal, mas que Deus salvará a todos no fim. Jesus deixou claro que não será assim. Não é ignorando Deus e seus preceitos, o próximo e a criação, vivendo de qualquer maneira que alcançaremos o céu e estaremos livres do inferno.

Ao mesmo tempo fomos ensinados pelo mestre que se o próprio Deus não manifestasse a sua glória e expressasse o seu desejo de salvar, ninguém poderia ser salvo. Assim, há escape providenciado por Deus, mas nem todos conseguirão achar a saída deste mundo para a entrada na eternidade com o Senhor.

É como se estivéssemos em um transporte e houvesse poucas saídas de emergência e estivéssemos na iminência de um terrível acidente. Haverá fogo e o transporte será destruído e nem todos terão tempo de escapar. Quem souber para onde ir e estiver perto da porta conseguirá sair e estará a salvo.

Onde estamos sentados no transporte da vida? Estamos dormindo, sem prestar atenção no caminho e na saída de emergência? Ouvimos atentamente as orientações do responsável pelo transporte a respeito das ações em emergência? Vimos para onde correr se o acidente acontecer?

Muitos prestam atenção nestas coisas apenas para esta vida, mas a Palavra de Deus é o manual do vivente espiritual. Nela estão contidas as orientações para não ficarmos desatentos e estarmos preparados ao ouvirmos o sinal. A porta de saída desta vida é a de entrada para a próxima. Ela é estreita para os céus, larga para o inferno, e precisamos saber para onde ir quando o momento chegar.

Jesus está dando as instruções e é melhor ficarmos atentos! Nele encontraremos a saída e a salvação. Sem ele estaremos perdidos e morreremos quando o fogo chegar!