#3_300 Você deseja ver a glória de Deus?

Então, ele disse: Rogo-te que me mostres a tua glória. Respondeu-lhe: Farei passar toda a minha bondade diante de ti e te proclamarei o nome do Senhor; terei misericórdia de quem eu tiver misericórdia e me compadecerei de quem eu me compadecer. E acrescentou: Não me poderás ver a face, porquanto homem nenhum verá a minha face e viverá.
Êxodo 33:18‭-‬20 ARA
https://bible.com/pt/bible/1608/exo.33.18-20.ARA

Moisés fez um pedido ousado e maravilhoso, tendo tido mais uma oportunidade inédita de vivenciar atributos de Deus! Com ele aprendemos que não se chega diante do Senhor sem sermos santificados e chamados. Não será de qualquer jeito que viveremos com o SENHOR!

O Deus da aliança é santo e pecadores não subsistem diante dele. Nem Moisés que teve privilégios diferenciados poderia ver a face de Deus e viver. Após sua morte viu a Cristo transfigurado (Mateus 17) embora os discípulos não conseguissem ver através da nuvem de glória!

Aprendemos, com esta passagem, que a salvação que buscamos, a de viver na presença de Deus, é dada para aqueles que ele chama. Ele têm misericórdia com quem deseja e se compadece da mesma forma. Implorar é uma forma de pedirmos, mas não significa que iremos conseguir.

Jesus negou o pedido de alguns para seguí-lo e chamou a outros que não estavam dispostos a fazê-lo em determinado momento (Mateus 8:21,22). É o Senhor quem chama e escolhe. A eleição é um conceito difícil de entendermos porque desejamos definir o critério para Deus.

Os que acreditam em mérito pessoal não concordam com esta abordagem, mas em nenhum lugar na bíblia o andar com Deus foi mérito do homem. Adão e Eva andavam com Deus até o pecado entrar em suas vidas. O problema do pecado foi a falta de fé em relação à Palavra. Confiaram na serpente e não no SENHOR.

Se fé é Fruto do Espírito (Gálatas 5:22,23) e o convencimento sobre o pecado, a justiça e o juízo de Deus são obra do Espírito Santo (João 16:8), quem pode determinar que este venha sobre nós para operar esta transformação em nossas almas? Ora, se acreditamos que esta obra é exclusiva de Deus, então acreditamos na eleição e não em livre-arbítrio.

Cristo veio para nos trazer regate, para nos dar os atributos necessários para que possamos ver a Deus na eternidade:

Então, ouvi grande voz vinda do trono, dizendo: Eis o tabernáculo de Deus com os homens. Deus habitará com eles. Eles serão povos de Deus, e Deus mesmo estará com eles. E lhes enxugará dos olhos toda lágrima, e a morte já não existirá, já não haverá luto, nem pranto, nem dor, porque as primeiras coisas passaram.
Apocalipse 21:3‭-‬4 ARA
https://bible.com/pt/bible/1608/rev.21.3-4.ARA

Jesus está criando o reino de Deus entre nós para que sejamos povo de Deus. O enxergar a misericórdia através da eleição não nos torna melhores que ninguém. No entanto nos torna devedores da graça, nos movendo a levar este Evangelho aos não alcançados. É mister que Cristo nasça em cada coração de cada geração. O trabalho não terminará enquanto Jesus não voltar e buscar a sua Igreja para ele mesmo (João 14:3)!

Quem verá a glória de Deus? A resposta é quem ele chamar e escolher! Quem deseja ver a glória de Deus? Nem todos desejam ou entendem ser necessário buscar esta revelação. Pelo Evangelho aprenderemos como é necessário termos este desejo em nossas vidas e como o Senhor resolveu esta questão através de Cristo, o Cordeiro de Deus!

#3_299 Deus quer o nosso bem!

E, subitamente, apareceu com o anjo uma multidão da milícia celestial, louvando a Deus e dizendo: Glória a Deus nas maiores alturas, e paz na terra entre os homens, a quem ele quer bem.
Lucas 2:13‭-‬14 ARA
https://bible.com/pt/bible/1608/luk.2.13-14.ARA

O homem claramente preocupa-se consigo mesmo e, por isto, nem sempre prioriza a coletividade. Nesta busca pelo individual geralmente ofendemos ao nosso próximo e também a Deus. É a isto que chamamos de pecado, pois peca quem vai na contramão do que Deus estabeleceu para nós.

Nosso erro precisa ser parado. Só paramos de fazer algo errado quando entendemos que estamos errando e há uma maneira melhor de fazer, evitando o erro. Na busca pela nossa felicidade muitas vezes ignoramos estas questões, dando mais importância ao objetivo do que o caminho para chegar nele.

Porque o nosso pecado nos afasta de Deus e Ele deseja que nos voltemos para os Seus caminhos foi necessário que Cristo viesse a este mundo de maneira a viver entre nós. O Deus encarnado que nos mostra uma vida de santidade e obediência ao Pai. Até então não conseguíamos enxergar a diferença e todos pecamos enquanto seguimos os nossos próprios caminhos.

O nascimento de Jesus mudou tudo! Deus aponta a saída através do Filho. A partir de então seremos salvos pelas ações de Cristo, seu exemplo, seu perdão, seu sacrifício e sua ressurreição! O que ele fez por nós é suficiente para sermos salvos! Já não é pelo que fazemos, mas porque ele fez!

Tal mudança afetou toda a nossa caminhada. Nos trouxe paz diante de um castigo que certamente viria a todos. Agora virá apenas aos que permanecerem na falta de fé no Filho. Sem Cristo continuamos morrendo em nossos pecados, mas através de Cristo viveremos com Deus!

A história da humanidade está separada entre antes e depois da vinda de Cristo. Quer queiram admitir ou não esta é a diferença na vida das nações, aqui e na eternidade. Deus quer bem a todos os homens e nos enviou seu Filho para que todo o que nele crer receba a vida eterna. Não há separação de pessoas para que o evangelho seja ensinado!

Por isso devemos dar glórias a Deus, pois em Sua infinita misericórdia trouxe o caminho para luz, a nós que estávamos em trevas da cegueira espiritual, na imundície de nossos pecados. Somos limpos por vontade dele através de Cristo! Vestes limpas, nova vida, santidade e justificação! Não é maravilhoso?!

#3_287 Jesus a tudo governa!

Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz;
Isaías 9:6 ARA
https://bible.com/pt/bible/1608/isa.9.6.ARA

Isaías nos escreve muito antes da chegada de Cristo ao mundo, profetizando a respeito do Messias, daquele que viria para ser muito mais do que pedimos ou pensamos para nós!

Jesus foi designado como Maravilhoso Conselheiro. É quem nos dirige para as melhores escolhas de nossas vidas. Também o designou como Deus Forte. Só há um Deus Forte e este é o Deus de onde Jesus É, Está e sempre Será. Fez todas as coisas e as sustenta em suas mãos!

O designa como Pai da Eternidade. É o criador da vida eterna, por ele somos chamados a vivê-la, a participar com ele. E Príncipe da Paz. Em Cristo não somos chamados para guerrearmos contra pessoas, mas contra potestades que se levantam contra estas pessoas. Em Cristo as vencemos e trazemos paz a este mundo, pois ele já venceu todas as coisas!

Jesus veio para ser muito mais além disto, mas já não seria o bastante? Quem é Jesus Cristo em nossas vidas? Já nasceu para nós? Que busquemos neste período olharmos para ele com a esperança de um mundo maravilhoso a ser construído pelo amor do Senhor para conosco!

#3_286 Sejamos puros de mente!

Todas as coisas são puras para os puros; todavia, para os impuros e descrentes, nada é puro. Porque tanto a mente como a consciência deles estão corrompidas.
Tito 1:15 ARA
https://bible.com/bible/1608/tit.1.15.ARA

Depois que aprendemos sobre malícia nunca mais olhamos para coisas duvidosas como algo positivo. Nossa tendência será sempre de imaginar o pior, o lado mal, a impureza que existe dentro de nós refletida nas pessoas.

Crianças assistem desenhos animados onde há inferências sexuais sem perceber. Depois que crescem e assistem novamente é que percebem as entrelinhas dos scripts. Em Romanos 16.19 Paulo nos chama a sermos conscientes para o bem e inocentes para o mal, para que Deus esmague a cabeça de Satanás debaixo de nossos pés.

O que precisamos é não focarmos nas coisas más, não buscarmos parceria com quem realiza o mal e nem conversarmos a respeito destas coisas. Precisamos ocupar nossas vidas com as virtudes, com o que edifica e ajuda, o que promove o bem entre as pessoas. Isto mudará a vida à nossa volta.

Naturalmente iremos olhar para uma situação já imaginando como melhorar, transformar, abençoar. As coisas já não serão do mal, mas uma oportunidade de se fazer o bem. Veremos a bondade onde ainda existe a maldade, pois estaremos com olhos de redenção para com os que estão no caminho errado.

A pureza virá aos nossos olhos, ao invés da impureza. Nudez já não será problema, ou violência, ou maledicência, ou imoralidade. Onde abundar o pecado superabundará a graça através de homens e mulheres transformados pelo evangelho, e isto começa quando nos entregamos a Deus e à sua palavra.

Busquemos a pureza interior, na santificação diária de nossas vidas. Depende de buscarmos mais, pois o Espírito Santo já nos foi dado quando Cristo nos chamou para sairmos das trevas para a verdadeira luz!

#3_282 Sejamos filhos de Deus!

Então, o servo, prostrando-se reverente, rogou: Sê paciente comigo, e tudo te pagarei. E o senhor daquele servo, compadecendo-se, mandou-o embora e perdoou-lhe a dívida.
Mateus 18:26‭-‬27 ARA
https://bible.com/bible/1608/mat.18.26-27.ARA

A vida Cristã baseia-se fortemente no entendimento de nossa dívida para com a graça de Deus! Reconhecemos que fomos perdoados por nossas transgressões e que não havia como pagarmos por isto. Jesus Cristo entregou-se para pagar a nossa dívida e se tornou nosso redentor. Fez porque nos ama e nos quer bem e reunidos com o Pai.

Se fomos perdoados por preço tão alto, como não perdoar os erros “mais baratos”? Ofender a santidade de Deus, traí-lo, magoá-lo e ignorá-lo é infinitamente mais forte do que sermos traídos, mortos e ofendidos. Esta falta de temor gera nossa falta de gratidão!

Se enxergamos a graça viveremos para termos paz com o nosso próximo. Iremos buscar santidade e justiça. Não significa evitar conflitos, mas resolvê-los com prudência e respeito ao próximo. Deixaremos nossa vaidade e usaremos da misericórdia para resolvermos conflitos.

Jesus nos mostra como a nossa tendência é contrária a tudo isto e que o final será terrível se não nos convertermos. Ele nos deu sua vida para que pudéssemos receber as nossas de volta e devemos fazer isto para que outros também possam viver! Reciprocidade da graça é característica Cristã que evidencia aqueles que nasceram de novo.

Neste final de ano vamos olhar para trás e escrutinar nossas vidas em busca de oportunidades de perdão. Resolvamos conflitos tanto quanto possível. Bom é poder virar os dias e anos exercendo graça e misericórdia. Sejamos filhos de Deus!

#3_277 Confessemos nossos pecados a Cristo!

Porque da janela da minha casa, olhando pela grade, vi entre os ingênuos, e descobri entre os jovens um que não tinha juízo.
Provérbios 7:6‭-‬7 NAA
https://bible.com/bible/1840/pro.7.6-7.NAA

Sempre alguém estará nos observando. Principalmente Deus! Nada passa despercebido neste mundo e certas atitudes nossas nos trarão malefícios inimagináveis. Esta passagem bíblica se refere à mulher adúltera caçando um jovem desavisado, mas poderia ser a respeito de corrupção no meio empresarial ou governamental. Serve-nos em muitos contextos.

Muitas vezes podemos cair em ciladas sem estarmos conscientes de sermos observados. Mas, se pudermos lembrar e nos preocupar se isto agrada ou não a Deus nos servirá de regra para tudo o que fizermos na vida. Falta apenas conhecer os mandamentos do Senhor e não erraremos se os obedecermos.

Agora, qual o nosso papel quando vemos alguém cair em ciladas? Podemos interferir na vida alheia? Devemos ou não fazê-lo? A Bíblia nos evidencia que dentro da igreja somos como irmãos e temos obrigação em livrar nossos familiares da fé de todo erro. Para com os de fora da fé irá depender de quão sábios são. Aqueles que estão tentando viver sabiamente nos ouvirão, enquanto os que riem-se do evangelho não.

O que fazer? Só conseguimos ajudar quando entendemos que, em qualquer dituação, mostrar Cristo é a solução. Quando o incauto cair na cilada que não quis confiar no conselho se lembrará que Cristo tem saída. É quando enxergamos nossos pecados e situação em que estamos que entendemos a necessidade de um salvador.

Busquemos o Senhor Jesus em todo tempo. Melhor quando estamos a nos encher de sua sabedoria nas escrituras, mas importa recebermos misericórdia e graça nos dias em que falharmos em obedecer seus ensinos. Que possamos hoje nos arrepender de nossos erros e procurar a Cristo. Ele viu tudo de errado que fizemos e perdoa os pecados do arrependido que o busca e o encontra. Pecado não perdoado é o pecado não confessado!

#3_266 Fé e humildade andam juntas!

A mulher disse: — É verdade, Senhor, pois os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa dos seus donos. Então Jesus exclamou: — Mulher, que grande fé você tem! Que seja feito como você quer. E, desde aquele momento, a filha dela ficou curada.
Mateus 15:27‭-‬28 NAA
https://bible.com/bible/1840/mat.15.27-28.NAA

A mulher cananéia foi até Jesus chamando-lhe Filho de Davi, clamando sem cessar por sua filha. Foi persistente por reconhecer que Cristo é misericordioso e bondoso. Sua fé no Senhor reforçou sua esperança de não sair de mãos vazias da presença dele, posicionando-se como quem não merecia receber mas desejava ardentemente.

Sua postura provocou uma resposta de Cristo que lhe deu a cura para a sua filha endemoniada. Vemos como a humildade e a fé combinadas trouxeram a existência o milagre através de Cristo. Assim também ocorreu com a mulher do fluxo de sangue, o cego no caminho de Jericó, o cego no monte, os dez leprosos e tantos outros registros do Novo Testamento.

Quando entendemos nossa dependência de Deus (humildade) e unimos com o reconhecimento do poder de Deus e sua misericórdia (fé), passamos a não ver impedimento para nenhuma circunstância que estejamos passando. Para rompermos de vez nos faltará a convicção de nosso propósito, pois precisaremos do motivo para pedirmos ao Senhor.

Não há limites a serem atingidos em Deus. Não há nada que o Senhor não tenha poder para fazer, segundo a Sua Palavra. Portanto, que nos enxerguemos em nossa condição e busquemos o propósito. As petições não serão necessariamente a nosso favor, mas para aqueles que estão no nosso caminho enquanto seguimos a direção de Deus.

Se complementarmos com a ousadia do Espírito Santo, tudo será possível enquanto vontade do Senhor. Nas escrituras sabemos que Ele está procurando pessoas com este perfil para poder delegar a elas o poder e autoridade para conquistarem vidas para o Reino dos Céus. Quem se candidata? Precisaremos da coragem de Pedro ao pedir para caminhar sobre as águas!

#3_261 Precisamos do batismo de Jesus!

Naqueles dias, apareceu João Batista pregando no deserto da Judeia. Ele dizia: — Arrependam-se, porque está próximo o Reino dos Céus.
Mateus 3:1‭-‬2 NAA
https://bible.com/bible/1840/mat.3.1-2.NAA

Cada dia está mais próximo o Reino dos Céus. Esta é a pregação que também precisamos ouvir. Cada geração precisa ouvir! Arrependimento é o que nos torna aptos a entendermos o sacrifício de Cristo que nos é oferecido!

O arrependido é aquele(a) que sente culpa pelo pecado praticado e tomou a atitude de não pecar mais. Obviamente precisará de ajuda para esta tarefa. Mas, não consegue sozinho, percebe sua incapacidade e a dor do pecado se torna um fardo insuportável. Daí precisa de uma saída!

Nestas circunstâncias é que Jesus Cristo se revela como o Cordeiro de Deus que perdoa nossos pecados e nos regenera. Traz novamente a comunhão com o Espírito Santo de Deus e nos concede a graça da santificação. Arrependidos estão desesperados por salvação e a encontram somente em Cristo!

Qualquer outro meio para chegar ao Pai não existe. Poderemos estar arrependidos mas não conseguiremos justificação. Só aumentará a dor e o desespero da vinda do Reino e do Inferno. E o arrependido sabe que irá para o Inferno. Se não fosse por Cristo não encontraríamos paz. Qualquer outra religião traz a promessa mas os corações não encontram o verdadeiro alento sem o Messias prometido!

João Batista pregou no deserto apontando para aquele que viria após ele batizando com o Espírito Santo. Sem este batismo só teremos arrependimento, que é o de João. Precisamos verdadeiramente do batismo de Jesus. Este nos trará a convicção da salvação, vida eterna e a paz que o mundo não dá.

#3_255 Em Cristo nos tornamos herança de Deus!

Em Cristo fomos também feitos herança, predestinados segundo o propósito daquele que faz todas as coisas conforme o conselho da sua vontade, a fim de sermos para louvor da sua glória, nós, os que de antemão esperamos em Cristo.
Efésios 1:11‭-‬12 NAA
https://bible.com/bible/1840/eph.1.11-12.NAA

Em todo o Novo Testamento iremos encontrar o apontamento para Cristo como único salvador, como os que esperam nele já estão salvos por meio da graça redentora. Esperar em Cristo de antemão é ser alcançado por ele e passar a viver esperando o seu retorno.

Ora, isto é da vontade de Deus, para que sejamos testemunhas da fé por confiarmos na existência daquele que não foi visto andando entre nós em carne e osso nestas gerações. Pela fé nas promessas é que estamos caminhando em Cristo.

Assim louvamos a Deus que revelou o Filho para que pudéssemos retornar ao Pai. Humanos pecadores redimidos por um sacrifício daquele que foi crucificado e não vimos, mas acreditamos! Nesta relação de fé reside a graça, pois só crê quem é tocado pelo Espírito Santo de Deus!

Deus tem os seus propósitos, é justo e santo. Não importa o que pensamos sobre Deus, pois não depende disto o fato dEle ser Deus! Sua majestade e glória estão acima de nós e tudo irá ocorrer como já foi declarado em sua palavra! Ele já viu de antemão, já nos avisou, aconselhou e disponibilizou a saída. É pegar ou largar.

Pegar sugere o fato de confiarmos nos relatos Bíblicos e o negar é a ignorância sobre o inferno que aguarda ao incauto e não justificado. Só em Cristo nos tornamos herança de Deus e isto deve ser bom aos nossos olhos, pois significa que há saída para nós pecadores! De pecadores a filhos de Deus, há coisa melhor? Glórias ao Senhor!

#3_234 A alegria da salvação!

Tenho grande alegria no Senhor! A minha alma se alegra no meu Deus, porque me cobriu de vestes de salvação e me envolveu com o manto de justiça, como noivo que se adorna de turbante, como noiva que se enfeita com as suas joias.
Isaías 61:10 NAA
https://bible.com/bible/1840/isa.61.10.NAA

Quanto mais enxergamos o abismo, nossas práticas pecaminosas, a santidade de Deus, mais nós damos conta do tamanho da graça e da misericórdia que recebemos através de Cristo!

Porque a humanidade ignora esta santidade é que não se ocupa de buscar a Deus. Ao nos colocarmos como o centro de nossas vidas não temos a convicção de que estamos errados. Mas, se temermos a Deus, tudo muda. Por isso as Escrituras nos ensinam que o temor ao Senhor é o princípio da sabedoria!

Temer a Deus faz com que o coloquemos acima de nós e, portanto, começamos a valorizar mais quem Ele É! Ao enxergarmos Sua vontade e a nossa atitude perceberemos que não conseguimos viver pelos preceitos divinos. Estamos caídos, afastados por um abismo. No Evangelho aprendemos que somente Cristo é a ponte para nos reconectar, nos dando capacidade de vivermos em santidade!

Deus nos cobre de vestes de salvação, santidade e justiça através de Cristo! É para nos alegramos e comemorarmos, como em uma festa de casamento! Nunca mais nos separaremos dEle e viveremos na Sua presença! Grande e maravilhosa é está visão, da promessa se cumprindo a todo o que nele crê!

Alegremo-nos hoje pela salvação alcançada! Se ainda não a alcançamos então comecemos a olhar para Deus e temê-lo! Seu amor trará justiça e os justos entrarão para as bodas. De fora ficarão os não justificados em seu Filho!