#3_116 João 16:8-11

Quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo: do pecado, porque não creem em mim; da justiça, porque vou para o Pai, e não me vereis mais; do juízo, porque o príncipe deste mundo já está julgado.
João 16:8‭-‬11 ARA
https://bible.com/bible/1608/jhn.16.8-11.ARA

Há três verdades declaradas nesta passagem. O pecado permanece naquele que não crê em Cristo, o Salvador! Cristo é Deus e reina soberanamente! Satanás já está condenado e não tem poder sobre Deus, ainda que possua influência em nosso plano terreno.

Quem não crê em Cristo está igualmente julgado e condenado, tendo o mesmo destino no lago de fogo! Quem nos revela tudo isto é o Espírito Santo de Deus, que nos convencerá de todas estas coisas!

Se somos convencidos só haverá uma saída: concordar! Ninguém poderá dizer que não entendeu a questão. O que estamos vendo hoje é a vaidade humana sobrepujar o entendimento a respeito de Deus. Povos mais antigos esperavam de uma força superior a ajuda para os seus desafios.

A tecnologia desenvolvida pela humanidade está se tornando o Deus moderno. Só nos dobramos quando esta ainda não resolve as questões que nos abalam como guerras e doenças. Não é a toa que estes sinais serão mais presentes daqui para a frente, pois só assim as pessoas se voltarão ao Criador!

Não por vontade dEle, mas porque a própria humanidade só pára para pensar e sentir nestas horas da calamidade e, ao nos provocarmos neste nível é quando paramos para ver o mal que fizemos. Até lá não há freio que nos faça repensar nossos modos contra nós mesmos. Deus está permitindo que façamos isto pois assim o Espírito Santo fala e há quem o ouça!

Sem a manifestação de Deus nos destruiríamos sempre. Glórias a Deus por sua misericórdia! Oremos pela situação do mundo. Já nos destruímos demais para continuarmos surdos ao que o Senhor está nos dizendo todo o tempo! Em Cristo somos regenerados e o final é diferente. Sem ele nos resta o mal que fazemos a nós mesmos e ao próximo. Já é o prelúdio do inferno que será infinitamente pior, pois não terá fim!

#3_107 Lucas 13:23-24

E alguém lhe perguntou: Senhor, são poucos os que são salvos? Respondeu-lhes: Esforçai-vos por entrar pela porta estreita, pois eu vos digo que muitos procurarão entrar e não poderão.
Lucas 13:23‭-‬24 ARA
https://bible.com/bible/1608/luk.13.23-24.ARA

Muitos acreditam que não haverá inferno ou tribunal, mas que Deus salvará a todos no fim. Jesus deixou claro que não será assim. Não é ignorando Deus e seus preceitos, o próximo e a criação, vivendo de qualquer maneira que alcançaremos o céu e estaremos livres do inferno.

Ao mesmo tempo fomos ensinados pelo mestre que se o próprio Deus não manifestasse a sua glória e expressasse o seu desejo de salvar, ninguém poderia ser salvo. Assim, há escape providenciado por Deus, mas nem todos conseguirão achar a saída deste mundo para a entrada na eternidade com o Senhor.

É como se estivéssemos em um transporte e houvesse poucas saídas de emergência e estivéssemos na iminência de um terrível acidente. Haverá fogo e o transporte será destruído e nem todos terão tempo de escapar. Quem souber para onde ir e estiver perto da porta conseguirá sair e estará a salvo.

Onde estamos sentados no transporte da vida? Estamos dormindo, sem prestar atenção no caminho e na saída de emergência? Ouvimos atentamente as orientações do responsável pelo transporte a respeito das ações em emergência? Vimos para onde correr se o acidente acontecer?

Muitos prestam atenção nestas coisas apenas para esta vida, mas a Palavra de Deus é o manual do vivente espiritual. Nela estão contidas as orientações para não ficarmos desatentos e estarmos preparados ao ouvirmos o sinal. A porta de saída desta vida é a de entrada para a próxima. Ela é estreita para os céus, larga para o inferno, e precisamos saber para onde ir quando o momento chegar.

Jesus está dando as instruções e é melhor ficarmos atentos! Nele encontraremos a saída e a salvação. Sem ele estaremos perdidos e morreremos quando o fogo chegar!

#3_94 Não postergue seu encontro com Cristo!

Disse ela à sua senhora: Tomara o meu senhor estivesse diante do profeta que está em Samaria; ele o restauraria da sua lepra.
2Reis 5:3 ARA
https://bible.com/bible/1608/2ki.5.3.ARA

A menina levada escrava apontou a solução da cura àqueles que a levaram ao cativeiro. Não se ocupou de reclamar da sua situação, mas de resolver a lepra de seu senhor.

Ela nos ensina que há um dom maior, o de se preocupar com a dor alheia, de desejar que outros não sofram como possamos estar sofrendo, ainda que sejam os causadores da nossa dor.

Cristão aponta Cristo para o mundo, o Salvador e solucionador da dor de todos nós. A humanidade fere a si mesma e ao cristão também, mas importa ainda mais apontar para aquele que pode resolver todas as dificuldades.

Cristo é o que nos restaura de nossa lepra espiritual. Sem ele não podemos ter a verdadeira comunhão, mas permanecemos afastados uns dos outros. Sem o perdão de pecados estaremos eternamente isolados uns dos outros, em morte eterna.

Cristo cura e salva hoje. Vamos ao seu encontro? Naamã foi até o profeta e voltou curado. Não esperou nem um instante depois que descobriu a oportunidade de cura! Não deixemos para depois o nosso encontro com Jesus!

#3_70 Mateus 13:16-17

Bem-aventurados, porém, os vossos olhos, porque veem; e os vossos ouvidos, porque ouvem. Pois em verdade vos digo que muitos profetas e justos desejaram ver o que vedes e não viram; e ouvir o que ouvis e não ouviram.

Mateus 13:16-17

Hoje temos uma Bíblia compilada, disponibilizada para centenas de línguas, de maneira a termos acesso a todo o conhecimento deixado por Deus em vários séculos. Sabemos como o Velho Testamento apontava para Cristo e qual foi o significado de sua vinda.

Nada disto era possível no tempo dos profetas. Isaías profetizou sobre Cristo 700 anos antes de sua vinda. Muitos países não tem este tempo de existência e só isto nos dá uma mostra da coesão e do poder da Palavra de Deus que permanece até os dias de hoje!

Jesus ensinou a todos os que estavam ao seu redor, mas muitos estavam com os olhos e ouvidos tampados. As escamas espirituais não nos permitem enxergar ou ouvir as verdades de Deus quando não desejamos nos submeter ao Seu poder.

Nem todos serão alcançados pelo evangelho da graça, e ter entendimento sobre Cristo é um tesouro a ser festejado como o próprio Senhor ensina. Temos o falso entendimento de que todos serão salvos e ninguém vai para o inferno, mas isto não é verdade.

Se o transgressor não fosse preso, onde estaria a justiça? Como poderíamos desejar fazer o bem se o resultado de se fazer o bem ou o mal fosse o mesmo? Deus separará cada um no Dia do Juízo e não haverá apelação de sentença no tribunal do SENHOR.

Quem tem Jesus tem o advogado de que precisa para ser justificado e viverá na liberdade, mas quem não o tiver será sentenciado à morte eterna. Ali haverá choro e ranger de dentes, diz o Senhor!

Será que nosso nome está escrito no Livro da Vida?

Vi um grande trono branco e aquele que nele se assenta, de cuja presença fugiram a terra e o céu, e não se achou lugar para eles. Vi também os mortos, os grandes e os pequenos, postos em pé diante do trono. Então, se abriram livros. Ainda outro livro, o Livro da Vida, foi aberto. E os mortos foram julgados, segundo as suas obras, conforme o que se achava escrito nos livros. Deu o mar os mortos que nele estavam. A morte e o além entregaram os mortos que neles havia. E foram julgados, um por um, segundo as suas obras. Então, a morte e o inferno foram lançados para dentro do lago de fogo. Esta é a segunda morte, o lago de fogo. E, se alguém não foi achado inscrito no Livro da Vida, esse foi lançado para dentro do lago de fogo.
Apocalipse 20:11‭-‬15 ARA
https://bible.com/bible/1608/rev.20.11-15.ARA

No tribunal divino haverá julgamento para a vida eterna. Há um livro de registro para quem “nasce de novo” e recebe a cidadania celestial. Seu nome é inscrito no Livro da Vida. Se nosso nome não estiver lá, então o lago de fogo será o nosso destino. Vejamos que não importam as obras se o nome não estiver lá! Muitos livros serão abertos e todas as obras anunciadas, de cada pessoa. Mas, o nome no Livro da Vida será determinante para a salvação!

Há um povo que não participará desta ressurreição para julgamento, aqueles que morreram pelo e para o Cordeiro! Estes terão a ressurreição anterior e reinado com Cristo em seu reino milenar e não passarão pela chamada segunda morte, a da condenação ao lago de fogo. O inferno será lançado lá, ou seja, será pior que o inferno!

João declara que diante do SENHOR e seu trono nem a terra e o céu permaneceram. Será algo terrível, tremendo, singular e espetacular. Temível será tal evento, pois definirá vida e morte eternas. Jesus é aquele que veio para colocar os nossos nomes no Livro da Vida, tornando nossas vidas e nossas obras justas diante de Deus!

Então, regressaram os setenta, possuídos de alegria, dizendo: Senhor, os próprios demônios se nos submetem pelo teu nome! Mas ele lhes disse: Eu via Satanás caindo do céu como um relâmpago. Eis aí vos dei autoridade para pisardes serpentes e escorpiões e sobre todo o poder do inimigo, e nada, absolutamente, vos causará dano. Não obstante, alegrai-vos, não porque os espíritos se vos submetem, e sim porque o vosso nome está arrolado nos céus.
Lucas 10:17‭-‬20 ARA
https://bible.com/bible/1608/luk.10.17-20.ARA

Muitos hoje estão preocupados com performance nos dons ou em obras, mas isto será consequência do chamado em Cristo, da permanência em suas mãos. Esta é a questão principal: Quem é Cristo em minha vida? Se é meu Senhor, então é meu salvador. Meu nome estará arrolado nos céus, no Livro da Vida, e isto é o que nos trará a paz neste mundo. Não saber para onde iremos depois da morte é o que gera o medo da morte. Medo de não saber se o inferno nos aguarda!

Em verdade, em verdade vos digo: quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou tem a vida eterna, não entra em juízo, mas passou da morte para a vida.
João 5:24 ARA
https://bible.com/bible/1608/jhn.5.24.ARA

Quem crê em Cristo não será julgado, pois a sentença foi retirada! Em Cristo há salvação eterna! Quem prometeu é Deus! O juiz já proferiu a sentença e a solução para o pagamento da dívida. Proveu o cancelamento do pecado através de Cristo. Só comparecerá ao trinlbunal quem não tem o intercessor, Jesus Cristo! Qual a escolha que faremos?

Ano 2#325

Prestemos atenção na mensagem do Senhor!

O Senhor, Deus de seus pais, começando de madrugada, falou-lhes por intermédio dos seus mensageiros, porque se compadecera do seu povo e da sua própria morada. Eles, porém, zombavam dos mensageiros, desprezavam as palavras de Deus e mofavam dos seus profetas, até que subiu a ira do Senhor contra o seu povo, e não houve remédio algum.
2Crônicas 36:15‭-‬16 ARA
https://bible.com/bible/1608/2ch.36.15-16.ARA

Deus não se agrada de pecados e nem de pecadores. O inferno existe porque será o cárcere dos iníquos, daqueles que não foram ou serão perdoados de seus pecados. Os mensageiros de Deus, que se aplicam em dar o alarme do juízo de Deus são desprezados por muitos, senão a maioria. Se não fosse a misericórdia de Deus este mundo já teria sido destruído de novo e o será segundo o Livro das Revelações do Apocalipse.

Deus criou um mundo bom e não será diferente no reino celestial. Lá a maldade não prevalece. Aqui é lugar de separação, um tempo de preparação para a vida que virá. Assim como os pais e autoridades aplicam castigos, multas e todo tipo de correção, Deus também o faz para que voltemos para o bom caminho. No entanto Ele foi além. Veio até nós para nos mostrar como sermos segundo a Sua vontade.

Em Cristo temos a solução para os nossos desvios de caráter e personalidade. Nele temos a transformação diária que nos capacita a sermos como ele é. Em Jesus Cristo recebemos a justificação de nossos pecados e um novo tempo para vivermos de forma diferente. Cristo é o nosso reset para sairmos da situação de pecado constante para pecados acidentais.

Deus zela por seus decretos, seu nome, seu reino e sua criação. Não deixará impunes os que buscam ir de forma contrária aos seus mandamentos. Nos céus não entrarão os pecadores não arrependidos que ignoraram o Cordeiro de Deus! É tempo de parar e analizar nossos empreendimentos, se feitos em Deus, através de Cristo, ou feitos através de Satanás, a consciência dos tempos contrários a Deus. Não há meio-termo.

De Deus não se zomba, não se ignora, não se foge. Certamente seremos chamados a mostrarmos nossas obras e motivações. Os que estiverem em Cristo já estão semeando para a vida eterna. Os que ainda não estão em Cristo continuam trabalhando para viverem no fogo eterno. Aqui não será como lá. Não existe escape depois da morte, ou iremos para um caminho ou para o outro. Não há lugar de repescagem, somente a justiça que segue a morte.

Entreguemos nossas vidas ao Cristo de Deus, vivamos em santidade, honrando o nome do Senhor. Comecemos hoje o que esperamos viver no reino. Busquemos um encontro com Deus e isto começa prestando atenção na sua mensagem. Quem ouve a voz de Deus já está buscando viver com Ele. Começa nas pequenas coisas. Se ignorarmos as pequenas também iremos ignorar as grandes. Terrível será viver afastados de Deus eternamente…

Ano 2#309

Jesus venceu a morte!

Eis que vos digo um mistério: nem todos dormiremos, mas transformados seremos todos, num momento, num abrir e fechar de olhos, ao ressoar da última trombeta. A trombeta soará, os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados. Porque é necessário que este corpo corruptível se revista da incorruptibilidade, e que o corpo mortal se revista da imortalidade. E, quando este corpo corruptível se revestir de incorruptibilidade, e o que é mortal se revestir de imortalidade, então, se cumprirá a palavra que está escrita: Tragada foi a morte pela vitória. Onde está, ó morte, a tua vitória? Onde está, ó morte, o teu aguilhão? O aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei. Graças a Deus, que nos dá a vitória por intermédio de nosso Senhor Jesus Cristo.
https://bible.com/bible/1608/1co.15.51-57.ARA

A morte existe porque existe o pecado. Quando o pecado entrou no mundo a raça humana passou a ter seus dias contados. Chegou a morte com todas as suas mazelas e tristezas. Temos vontade de viver para sempre, mas não será neste corpo que degenera e é corruptível. Por causa do pecado veio a primeira morte, a do corpo, que é inevitável! No entanto, Paulo fala de um evento onde uma trombeta tocará e haverá a transformação corporal dos viventes e a ressurreição dos mortos. Tal evento é um acontecimento onde a morte terá sido destruída e a humanidade terá outra constituição.

Jesus Cristo é a única resposta para a morte, tanto da primeira quanto da segunda. Temos a fé de que ressuscitaremos para sermos recebidos por ele no céu e não seremos lançados no inferno, que é a segunda morte. Se tememos a primeira morte, a segunda é muito pior. Sem Jesus, quem passará na balança da justiça de Deus? Que obras levaremos conosco que sejam justas e feitas apenas por nossa capacidade? Aliás, nossas capacidades são nossas ou as herdamos? Temos poder até que ponto a respeito da inteligência e modelo de decisão que temos?

Nossas decisões são pautadas na experiência e na herança física e ambas não estão no nosso total controle. Por isso necessitamos de Deus para encontrarmos o caminho e não nos desviarmos dele. Por isso Jesus Cristo veio nos mostrar O caminho que não está escrito nos corações do homem porque corrompidos fomos pelo pecado. A lei mostra o pecado, mas não tem poder de mudar o nosso comportamento. Aponta o erro e a consequência, mas não transforma. Somente em Jesus recebemos a ajuda e a justificação.

Neste dia em que lembramos da morte, lembremos do autor da vida, Jesus Cristo! Com ele esta morte passará e a outra não chegará. Seremos todos transformados ou ressuscitaremos para as moradas eternas com o Pai! Não haverá choro ou saudade, tristeza ou luto, mas a alegria de estarmos juntos para sempre debaixo da luz de Deus! Olhemos para as nossas vidas e busquemos a Cristo que nos livra do pecado e do inferno. Ajudemos os vivos que estão de luto, pois não só a saudade dói, mas as lutas do mundo ficam mais difíceis quando passamos sozinhos. E não deixemos de olhar para Jesus, a graça de Deus, que nos dá vitória sobre a morte eterna!

Ano 2#248

Estamos comprometidos com a obra de Deus?

A saudação é de próprio punho: Paulo. Lembrai-vos das minhas algemas. A graça seja convosco.
‭‭Colossenses‬ ‭4:18‬ ‭ARA‬‬
https://bible.com/bible/1608/col.4.18.ARA

Paulo termina a carta aos Colossenses pedindo que se lembrem das suas algemas. Ou seja, do seu esforço, desprendimento, comprometimento com a obra de Deus, dando a própria vida pelo evangelho como Cristo fez por nós. Temos lembrado de Jesus em nossa comunhão na Ceia do Senhor, nos examinando para buscarmos arrependimento e cura, e devemos lembrar do esforço de nossos irmãos, nos unindo a eles para que o evangelho seja pregado em todos os lugares neste mundo.

Associar-se com um preso religioso é estar sob a mira de seus perseguidores. É se colocar também em risco. Não há dúvidas de que a igreja sempre será perseguida se estiver indo onde outras religiões fundamentalistas estiverem sedimentadas na sociedade. É de se esperar a resistência e até violência em alguns casos. Os apóstolos foram mortos por causa do evangelho e muitos cristãos também serão.

Paulo é um exemplo de dedicação e seu fim foi a morte após ter sido preso por duas vezes. Poderia ter parado após a primeira prisão, mas seguiu fielmente a Cristo. Hoje temos muitos ensinamentos através de seu testemunho e experiências compartilhadas. Nossa disposição depende do nosso comprometimento com Cristo. Assim como um casamento dura segundo o comprometimento do casal, assim é a nossa aliança com o Senhor.

Estamos prontos a irmos até a morte? Estamos preocupados com as vidas que seguem para o inferno? Desejamos de verdade sermos luz e sal, discípulos de Jesus? Isto exige preparo, disposição e perseverança. Deus busca os verdadeiros adoradores que o adorem em espírito e em verdade, sendo isto a expressão do nosso interesse em viver para Ele!

Ano 2#229

Seremos separados pela nossa natureza!

O reino dos céus é ainda semelhante a uma rede que, lançada ao mar, recolhe peixes de toda espécie. E, quando já está cheia, os pescadores arrastam-na para a praia e, assentados, escolhem os bons para os cestos e os ruins deitam fora. Assim será na consumação do século: sairão os anjos, e separarão os maus dentre os justos, e os lançarão na fornalha acesa; ali haverá choro e ranger de dentes.
‭‭Mateus‬ ‭13:47-50‬ ‭ARA‬‬
https://bible.com/bible/1608/mat.13.47-50.ARA

Peixes se alimentam e crescem livremente em um lago ou mar, sendo pescados em qualquer fase da vida por meio de redes. Os pequenos passam pelos furos, mas os grandes permanecem e são capturados. Em algum momento os pescadores separam a pesca a partir das características do peixe que o tornam bom ou ruim para o consumo.

Jesus nos explica que assim é na separação para a eternidade. Estamos livres para vivermos à nossa maneira no mundo, mas no momento da separação os que não servirem para adentrar no céu serão lançados fora. Assim, nossa natureza em desenvolvimento é que fará a separação no final. Agora é o tempo para que iniciemos o processo de transformação espiritual, não na hora da separação.

Jesus Cristo veio para que a nossa natureza espiritual pudesse ser mudada, pois nascemos com a natureza carnal preservada e a espiritual cauterizada pelo pecado. É necessário que nos reconectemos à fonte espiritual divina, pois é este alimento espiritual que nos tornará aptos a adentrarmos o reino de Deus! Sem alimento espiritual permanecemos carnais e impróprios para entrarmos nos céus!

No sacrifício de Cristo está o portal para o alimento espiritual. Em Cristo temos acesso ao Espírito Santo e nele somos transformados de dentro para fora. Sem esta transformação diária permanecemos maus e nossas atitudes más permanecem em pensamentos e ações que realizamos neste mundo. No dia da separação os que estão em Cristo serão separados para entrarem com ele nos portões celestiais. Sem o alimento espiritual verdadeiro não teremos o aspecto esperado e não seremos semelhantes ao Senhor.

Se fizermos um experimento de tratar diferentemente dois grupos de seres vivos veremos que com o tempo seus aspectos se tornam diferentes. Uns podem ficar mais fortes e vistosos e outros com formato e coloração diferentes. Há um padrão celestial e apenas quem se alimenta do Espírito Santo se tornará semelhante à Cristo. Não haverá escape na hora da separação.

Em quem estamos colocando a nossa confiança? Do que estamos nos alimentando? Se desejamos ir para o céu precisamos de Jesus! Nele somos feitos a imagem e semelhança de Deus, com perdão de pecados e nova natureza. O mundo não é assim e não está buscando a Deus. A escolha é nossa e a rede já está vindo para nos capturar e separar!

Ano 2#210

Sejamos justificados em Cristo!

Filhinhos, não vos deixeis enganar por ninguém; aquele que pratica a justiça é justo, assim como ele é justo. Aquele que pratica o pecado procede do diabo, porque o diabo vive pecando desde o princípio. Para isto se manifestou o Filho de Deus: para destruir as obras do diabo. Todo aquele que é nascido de Deus não vive na prática de pecado; pois o que permanece nele é a divina semente; ora, esse não pode viver pecando, porque é nascido de Deus. Nisto são manifestos os filhos de Deus e os filhos do diabo: todo aquele que não pratica justiça não procede de Deus, nem aquele que não ama a seu irmão.
1João 3:7‭-‬10 ARA
https://bible.com/bible/1608/1jn.3.7-10.ARA

Há uma diferenciação dentre os homens entre filhos de Deus e filhos do diabo. Esta se refere à prática ou não de pecados. O viver pecando é não conseguir viver da maneira justa, segundo os preceitos de Deus. A lei aponta o erro, mas não nos impede de errarmos. A lei aponta para o alvo, mas o acertar o alvo depende da flecha voar de maneira estável e corrigindo os efeitos de vento e gravidade durante o voo.

Setas tortas não acertam o alvo, ainda que o arqueiro tente corrigir a trajetória, pois não há como corrigir o efeito de uma estrutura corrompida. A seta torta não atingirá o alvo pois não tem correção e isto, em medidas espirituais, chama-se iniquidade.

O pecador que vive pecando é uma flecha torta, não possuindo capacidade de acertar o alvo, ou seja, deixar de pecar. A obra do Espírito Santo é retificar nossas vidas, nos tornando aptos a acertarmos o alvo. Conquistamos isto através de Cristo! No Senhor estamos aptos a amar e viver justamente. O que nos era impossível agora é possível, pela misericórdia de Deus!

Nossa vida de pecados deve ser deixada para trás, nos tornando discípulos de Jesus, e filhos de Deus. Se permanecermos em nossos pecados permaneceremos como filhos do diabo e a justiça de Deus nos lançará junto com o diabo no lago de fogo de onde não haverá escape. Hoje podemos decidir e está claro o que devemos fazer. Que tomemos a decisão de pertencemos à família de Deus e sermos chamados de Seus filhos!

Honremos o sacrifício de Cristo e busquemos viver de maneira justa. Por gratidão e consciência glorifiquemos o nome do Pai! As obras do diabo podem e serão destruídas nas nossas vidas se assim escolhermos. Deus é bom e não desampara a ninguém que lhE busca! Decidir viver justamente é ouvir a voz do Espírito Santo e ignorar a voz do diabo. É sermos capazes de dizer não à velha natureza e sim à nova. É buscar fazer o certo para agradar a Deus e resistir ao diabo.

Sujeitai-vos, portanto, a Deus; mas resisti ao diabo, e ele fugirá de vós.
‭‭Tiago‬ ‭4:7‬ ‭ARA‬‬
https://bible.com/bible/1608/jas.4.7.ARA

Agradeçamos pela graça e a misericórdia de Deus em nossas vidas que nos capacitam a sermos justos porque Cristo nos revelou e nos deu o poder de Deus para sermos transformados e libertos do cativeiro do pecado!

Ano 2#201