Busquemos a Deus com fé!

A ti, que habitas nos céus, elevo os olhos! Como os olhos dos servos estão atentos às mãos dos seus senhores, e os olhos da serva, à mão de sua senhora, assim os nossos olhos estão atentos ao Senhor, nosso Deus, até que tenha compaixão de nós.
Salmos 123:1‭-‬2 NAA
https://bible.com/bible/1840/psa.123.1-2.NAA

Na hora da dificuldade precisamos clamar a Deus. Não importa o que nossos olhos estejam vendo ou os nossos corações estejam sentindo, a última palavra vem do Senhor, o autor da vida!

Muitas são as circunstâncias que podem nos levar ao desespero, mas Deus pode nos livrar de todas. Não devemos ignorar o seu auxílio e nem o seu poder. Na Antiga Aliança o povo de Deus recebeu muitos livramentos em guerras onde estavam em minoria absoluta. Entregaram suas vidas ao Todo-Poderoso e venceram exércitos invencíveis.

Muitas vezes Deus é quem pelejará por nós e veremos a transformação completa do quadro que se apresentava de maneira desvantajoso em completa vitória. Tenhamos fé no Altíssimo, pois nossa constituição é fraca e Ele É poderoso para vencer as nossas batalhas. Confiemos em Deus e façamos a nossa parte. A dEle é a que não temos condições de realizar. Portanto, clamemos ao Senhor que tudo pode!

Seja uma questão financeira, emocional, de saúde, não importa. Se nEle nos refugiados teremos auxílio e proteção. Deus não ignora uma petição de seus filhos. Pelas suas muitas misericórdias pode ser que não ignore a petição de quem nunca o busca também. Por isso, esta é uma oportunidade de buscá-lo de maneira franca, pois ele se agrada de quem dEle se aproxima pela fé!

A vida é um desafio diário e é bom podermos contar com um Pai tremendo. Você já o busca desta forma? Se não, então tenha um encontro com Cristo, aquele que nos leva ao Pai! Jesus é o nosso caminho para Deus, aquele que veio trazer o entendimento certo e abrir as portas do céu para nós. Ele é agora o intercessor e quem nos ajudará nas pelejas da vida. Nele temos acesso ao Senhor Todo-Poderoso.

Em Cristo somos feitos filhos de Deus (João 1.12), aptos a recebermos da graça e da misericórdia. É através dele que podemos clamar ao Pai! Estejamos atentos ao Senhor e esperemos nele a mudança de nossas vidas. Será através de Cristo que teremos este suporte. Oremos em nome de Jesus e agradeçamos, pois pela fé no Senhor poderemos alcançar o que antes nos era impossível!

Ano 2#329

Declaremos as bençãos de Deus sobre as vidas!

Abençoaram a Rebeca e lhe disseram: És nossa irmã; sê tu a mãe de milhares de milhares, e que a tua descendência possua a porta dos seus inimigos.
Gênesis 24:60 ARA
https://bible.com/bible/1608/gen.24.60.ARA

Como abençoamos e a quem abençoamos? Rebeca recebeu um convite de casamento e o aceitou. Seus parentes, então, a abençoaram e declararam que ela fosse próspera na terra para onde iria ser desposada. Rebeca casou-se com Isaque, o filho da promessa e se tornou a mãe de Esaú e Jacó, sendo mãe de muitos milhares pois sua descendência se tornou a própria nação de Israel.

O que temos desejado e declarado na vida de nossos entes queridos? Que são pestes? Que não darão em nada? Que são insolentes? Ignorantes? Ou declaramos sobre eles as bençãos de Deus? Precisamos quebrar este ciclo de maldições que tendemos a verbalizar e fazer como ensinado na Palavra de Deus. Que das nossas bocas não saiam bençãos e maldições, apenas as bençãos!

Isaque abençoou a Jacó e este foi o pai dos doze patriarcas. Jacó, antes de morrer, profetizou sobre seus filhos e netos, abrindo o reino espiritual para que suas palavras fossem realizadas no mundo físico. Nossas palavras tem poder e precisamos cuidar do que e como falamos.

Que neste ano que se aproxima tenhamos boas palavras para com o nosso próximo. Desejemos aos nossos o que há de melhor e veremos no mundo espiritual as condições para que ocorram de maneira favorável. Em Cristo podemos pedir ao Pai as benção derramadas sobre Abraão. É herança dos que crêem. Tomemos posse e abençoemos as pessoas! Que seja uma semeadura abençoada, no nome de Jesus!

Ano 2#302

Toda a criação depende de Cristo!

Este é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação; pois, nele, foram criadas todas as coisas, nos céus e sobre a terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam soberanias, quer principados, quer potestades. Tudo foi criado por meio dele e para ele.
Colossenses 1:15‭-‬16 ARA
https://bible.com/bible/1608/col.1.15-16.ARA

Jesus não foi criado, sendo também pré-existeste à criação, tendo participado da formação de todas as coisas. Tudo foi criado por meio dele e para ele. Tornou-se o primogênito para liderar a humanidade de volta ao caminho da santidade.

Jesus é o que podemos conhecer de Deus, a manifestação em nossa realidade, pois não suportaríamos toda a sua glória enquanto estamos neste plano. Assim, Jesus é a imagem do Todo-Poderoso, aquele que nos mostra o caminho para o Pai.

Imaginemos o poder que está em Cristo, pois nele foram criados e estão sendo sustentadas todas as coisas que hoje conseguimos perceber. Ainda assim derramou o seu sangue para nos trazer vida, perdão de nossos pecados e nos socorrer em todos os momentos de aflição.

Temos um Deus pessoal que se importa com cada um de nós. Que move as regiões celestiais a nosso favor e não se cansa ou dorme enquanto estamos em necessidade. Este é Senhor e salvador, tendo se importado com cada um neste mundo.

Cristo é rei, sacerdote, intercessor e mediador. Cristo é a imagem que nos faz perceber a glória de Deus e nos convida a participarmos dela. Observemos e Caminhemos em seus passos, pois assim estaremos na direção certa em nossas vidas! Deus seja louvado por tão grande graça!

Ano 2#287

Deus é Pai e oleiro!!!

Mas agora, ó Senhor, tu és nosso Pai, nós somos o barro, e tu, o nosso oleiro; e todos nós, obra das tuas mãos.
Isaías 64:8 ARA
https://bible.com/bible/1608/isa.64.8.ARA

Glórias a Deus pelas misericórdias a nós dispensadas! O Pai foi manifesto pelo Filho e no Espírito Santo somos trabalhados na nossa constituição! O Deus triunfo realiza em nós a restauração necessária para adentrarmos na vida eterna!!!

Em Cristo passamos a ter Deus como Pai. Éramos seus inimigos, mas agora somos seus herdeiros! Maravilhosa graça nos foi dada para que hoje tenhamos este benefício. Pela obra de Deus fomos criados e somos restaurados. Tudo feito para louvor do seu nome!

Ter um Pai é ter proteção, amor, cuidados, alimento, vestimenta, teto, direção, apoio, alguém que fará por nós o que não sabemos fazer e nos ensinará o que for necessário para sermos bem sucedidos em nossas vidas. Deus nos molda como vasos de barro para servirmos ao Seu propósito maior. E isto é muito bom, pois recebemos este benefício que não é visível para muitas pessoas.

Ter esta percepção, como teve Isaías, é compreender nossa limitação e necessidade de cuidados. Saber que Deus é Pai é ainda melhor, pois nos traz esperança de dias gloriosos em sua presença. Busquemos o abraço do Pai amoroso, aquele que nos quer bem e move o mundo para que sejamos bem sucedidos naquilo que Ele nos propõe vivermos. Em Deus temos tudo o que precisamos e fora dele não há nada que devamos buscar!

Ele É Pai e também oleiro. Através das circunstâncias seremos moldados segundo a Sua vontade. Confiemos em Deus em todos os nossos caminhos. Tudo verá à pena!!!

Ano 2#285

Jesus é a revelação do caminho para o Pai.

Batizado Jesus, saiu logo da água, e eis que se lhe abriram os céus, e viu o Espírito de Deus descendo como pomba, vindo sobre ele. E eis uma voz dos céus, que dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo.
Mateus 3:16‭-‬17 ARA
https://bible.com/bible/1608/mat.3.16-17.ARA

Jesus é o Filho de Deus que encarnou para nos trazer vida abundante! Seu batismo nos revelou sua natureza, a Trindade, sua supremacia e sua humildade. Jesus Cristo sendo Deus viveu entre nós para nos mostrar o caminho para o Pai!

Jesus é o Cristo, o Messias prometido, o Senhor e Salvador, aquele a quem devemos ouvir e seguir. Nos passos de Jesus iremos morrer para este mundo e ressuscitar com ele para o vindouro, eterno, espiritual, sendo justificados e restaurados segundo a imagem e semelhança de Deus!

Deus se revelou no Filho e se alegrou pela obediência, que culminou com o sacrifício da morte, mas também na glória da ressurreição. No poder divino seremos seus discípulos e também cumpriremos sua justiça. É tempo do corpo de Cristo atuar nesta terra, exprimindo o amor de Deus para com a humanidade.

Jesus é amado e seremos também. Jesus alegra o Pai e a nossa obediência O alegrará também:

Respondeu Jesus: Se alguém me ama, guardará a minha palavra; e meu Pai o amará, e viremos para ele e faremos nele morada.
João 14:23 ARA
https://bible.com/bible/1608/jhn.14.23.ARA

A morada de Deus em nós, através de seu Espírito Santo é manifestação do amor dEle para conosco. O amor reside em nos ter enviado Jesus Cristo e nos revelar o caminho da salvação. Sem este caminho não retornamos para Deus. Neste caminho já estamos restabelecidos e seremos conformados com o Filho. Guardemos as palavras do Senhor, que significa ouvir, entender, concordar e praticar o evangelho da graça!

Ano 2#281

Cristo é fiel e justo para nos perdoar nossos pecados!

Se dissermos que mantemos comunhão com ele e andarmos nas trevas, mentimos e não praticamos a verdade. Se, porém, andarmos na luz, como ele está na luz, mantemos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo pecado. Se dissermos que não temos pecado nenhum, a nós mesmos nos enganamos, e a verdade não está em nós. Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça. Se dissermos que não temos cometido pecado, fazemo-lo mentiroso, e a sua palavra não está em nós.
1João 1:6‭-‬10 ARA
https://bible.com/bible/1608/1jn.1.6-10.ARA

O apóstolo João, assim como Paulo, declaram explicitamente a condição de pecadores enquanto estivermos neste corpo imperfeito, mas que em Jesus Cristo temos o perdão de nossos pecados. Glórias a Deus que há escape para nós pecadores!!!!!!

Vivenciei meu próprio preconceito a respeito dos convertidos onde acreditava que se a pessoa se achava salva, então não deveria pecar mais. Que o santo não pode pecar! Ora, faltava-me o correto entendimento sobre os tempos da salvação.

Assim como vemos uma criança ainda indefesa e incapaz e conseguimos projetar sobre ela um futuro profissional dedicado em alguma área, assim é o Senhor ao olhar para nós em nossa caminhada da santificação. Mesmo justificados por Cristo no momento em que recebemos a salvação pela fé ainda estamos suscetíveis a cometermos pecados. Estamos em crescimento espiritual a respeito de Cristo. Cometemos pecados em nossas mentes e ainda estamos sendo depurados nos pensamentos impuros que ainda construímos.

Paulo detalha este processo e nos esclarece como devemos buscar a restauração de nossas mentes a cada dia pela ação do Espírito Santo de Deus. João nos tranquiliza deixando claro que Jesus nos perdoa de todos os nossos pecados confessados em todos os tempos, mas que não devemos ser dos que permanecem pecando. Após sermos livres do senhorio do pecado mediante a conversão em Cristo nosso proceder deve evitar pecados, podendo ocorrer ocasionalmente, pois não atingimos a perfeição ainda.

Jesus Cristo nos chama a vivermos uma vida de adoração para louvor a Deus. Nos capacita a seguirmos nos seus passos. Jesus nos trouxe o poder de sermos feitos filhos de Deus e termos novamente acesso ao Pai! Isto nos dá toda a oportunidade de vivermos em comunhão uns com os outros e teremos mais vontade para isto. Nas trevas queremos apenas fazer o mal entre nós, mas na luz o bem! Esta mudança só ocorre em Cristo, pois em seu sangue somos purificados de toda a maldade.

Busquemos esta comunhão e conhecimento pleno do Senhor. Nossas vidas serão mudadas e impactadas ao fazermos o bem ao próximo e vivermos para Deus. Teremos alegrias e dificuldades, mas a paz do Senhor nunca mais se apartará de nós. Em Cristo somos purificados de toda injustiça, ainda que não sejamos maduros e completos. Esta benção só recebemos em Cristo, o salvador, Justo e mediador entre Deus e os homens!

Ano 2#279

Cristo estabelece o seu reino!

Por aquele tempo, exclamou Jesus: Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque ocultaste estas coisas aos sábios e instruídos e as revelaste aos pequeninos. Sim, ó Pai, porque assim foi do teu agrado. Tudo me foi entregue por meu Pai. Ninguém conhece o Filho, senão o Pai; e ninguém conhece o Pai, senão o Filho e aquele a quem o Filho o quiser revelar.
Mateus 11:25‭-‬27 ARA
https://bible.com/bible/1608/mat.11.25-27.ARA

Há um plano de revelação de Deus para o mundo e este está no controle de Cristo, o Filho! Jesus entregou-se na cruz para nos dar a salvação através da fé, mas os sábios e grandes, que alcançaram suas posições por mérito, não confiam que a salvação seja de outra maneira que não a deles. Para alguém racional, como posso ser justificado se não mereço justiça?

A esperança dos humildes é justamente poderem contar com a misericórdia e a graça de Deus. Sabem que não merecem, mas entregam-se nas mãos daquele que os pode livrar do mal. Nosso maior perigo espiritual é esperar contar com a nossa própria justiça ou obras para sermos felizes ou abençoados. Se reconheço que tudo procede de Deus, então vivo sabendo que a minha benção provém da misericórdia e da graça dEle e não do meu mérito. Afinal, minha constituição física é proveniente do imponderável e só Deus para saber porque tenho ou não alguma capacidade intelectual, artística, atlética, etc.

Em Jesus temos acesso ao Pai. Sem ele, não! Os humildes invocarão o nome de Cristo, os poderosos e sábios do mundo o resistirão. Mas, um dia poderão se sentir vulneráveis e tanto o orgulho da posição, riquezas e sabedoria não lhes trarão alegria, paz ou satisfação. Estas coisas só alcançamos plenamente em Jesus! Aí terão oportunidade de enxergar a Cristo!

Graças a Deus que enviou o Filho para nos reconciliar consigo e nos aproximar dEle. Em Jesus teremos a salvação prometida e a paz desejada. Ele está semeando o evangelho da graça entre nós, a todo momento. O que estamos esperando ou fazendo? Ouvindo, entendendo, concordando e praticando ou simplesmente refutando? Nossa resposta hoje refletirá na eternidade. Não há apenas este tempo de vida na terra. Há uma vida eterna a ser vivida e nossa resposta hoje refletirá como viveremos no futuro. Os sábios e instruídos confiam apenas no que enxergam, já os pequeninos em Deus! Em quem confiamos hoje?

Ano 2#277

Em Cristo temos tudo o que precisamos!

Quem ama seu pai ou sua mãe mais do que a mim não é digno de mim; quem ama seu filho ou sua filha mais do que a mim não é digno de mim; e quem não toma a sua cruz e vem após mim não é digno de mim. Quem acha a sua vida perdê-la-á; quem, todavia, perde a vida por minha causa achá-la-á.
Mateus 10:37‭-‬39 ARA
https://bible.com/bible/1608/mat.10.37-39.ARA

Por quantos anos muitos de nós buscamos ignorar o evangelho para termos a vida que queríamos porque achávamos que iríamos perder a nossa liberdade se nos entregássemos a Cristo? Só não sabíamos que já éramos escravos do pecado e que Satanás encontrava oportunidade o tempo todo para nos manter cativos neles.

Ao querermos reter nossa “liberdade” acabamos por perdê-la, pois o pecado não dá liberdade a ninguém, muito pelo contrário. Isto é o que Jesus chama de “achar a sua vida”, ou seja, ter o controle dela sem Cristo. Vivemos querendo agradar nossos entes queridos e parentes, mas eles só serão felizes se estiverem em Cristo. Assim também deve ser a nossa vida, centralizada no Senhor!

Perder a vida por causa de Jesus é colocá-lo no centro, no controle de nossas vidas, como modelo a seguir e Senhor da nossa vontade. É viver por seus preceitos, encontrando a paz, o amor e a alegria por agora sermos cuidados pelo Bom Pastor, de termos a herança espiritual dada pelo Pai, sendo conduzidos no Espírito Santo que nos fortalece contra o pecado que se oferece diante de nós.

Antes éramos fracos e cedíamos ao pecado, agora temos a liberdade de dizer não para ele. Até então éramos escravos do pecado, agora só pecaremos se não lutarmos contra nossos desejos. No Espírito Santo ganhamos o livre-arbítrio para servirmos, que significa decidir termos um Senhor. Assim como Cristo veio até nós, decidindo por nos servir, deixando a sua glória junto do Pai.

Tremenda é esta revelação de que perdemos para ganhar, que retendo perderemos e nada será melhor para nossos familiares que nos rendamos à Cristo. No final, só o Senhor é o necessário e plenamente suficiente para termos a verdadeira vida!

Ano 2#275

Cristo é a nossa salvação!

Então, lhes perguntou: Mas vós, quem dizeis que eu sou? Respondendo, Pedro lhe disse: Tu és o Cristo.
Marcos 8:29 ARA
https://bible.com/bible/1608/mrk.8.29.ARA

Pedro teve a profunda revelação espiritual a respeito de Jesus. Tal revelação é dada pelo Espírito Santo, pois as coisas espirituais só se discernem espiritualmente. João Batista também teve esta revelação e como Pedro reconheceu o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo.

Por causa da forma como é revelada, a partir de Deus, é que muitos possuem restrições para acreditarem. Mas, ignoram que só se conhece o que a nós é revelado. Se ninguém nunca entrou em uma biblioteca ou nunca acessou ferramentas de busca online, como conhecer outros países, culturas, planetas, fauna, flora e o reino mineral? Assim também o reino de Deus precisa ser exposto para ser conhecido.

E Deus está enviando mulheres e homens para esta tarefa, em todas as nações existentes. Ainda há muitas pessoas não alcançadas e a cada dia nascem mais. Onde o evangelho foi mais difundido, como na Europa, agora são outras religiões que estão prosperando. Importa que a revelação recebida por Pedro seja recebida por muitos, para que o mundo se converta ao Senhor.

Pedro teve a oportunidade de ver o verbo encarnado, sendo testemunha ocular dos milagres e maravilhas, bem como tantas outras pessoas. Isto não significa que todos os que viram o reconheceram. Quem não crer no Cristo enviado não participará de sua salvação. Quem crer e for batizado será salvo por meio de seu sacrifício redentor.

Qual a nossa participação nisto? Se cremos então entendemos a importância de compartilhar a nossa fé com quem ainda não teve a oportunidade de conhecer e decidir por Cristo. Quem não creu ainda é hora de pedir a misericórdia de Deus, pois não há outro caminho para a salvação eterna. O tempo se abrevia e cada dia pode ser nossa última chance de declarar nossa decisão. Todos podem ser salvos, mas somente os que estão acolhendo a revelação o serão.

Cristo é Senhor e salvador. Só precisa de salvador quem se reconhece afastado de Deus por seus pecados. A chave está em olhar para si e para Deus e entender que Ele É santo e, por isso, não há o que façamos para merecermos sua presença. Precisamos desta graça, senão permaneceremos apartados e inimigos de Deus. Sem remissão de pecados não há reconciliação!

Ano 2#274

No reino de Deus as crianças não são os pequenos!

Naquela hora, aproximaram-se de Jesus os discípulos, perguntando: Quem é, porventura, o maior no reino dos céus? E Jesus, chamando uma criança, colocou-a no meio deles. E disse: Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos tornardes como crianças, de modo algum entrareis no reino dos céus. Portanto, aquele que se humilhar como esta criança, esse é o maior no reino dos céus.
Mateus 18:1‭-‬4 ARA
https://bible.com/bible/1608/mat.18.1-4.ARA

Muitos confiam em suas ações para merecerem o reino de Deus ou para se tornarem grandes no reino, mas Jesus nos adverte para repensarmos nossos valores. A conversão é o processo de nos enxergarmos pecadores condenados, a caminho do precipício do inferno, e nos apegarmos ao Cristo, Jesus, como Senhor e salvador que nos liberta do domínio do pecado e nos reconcilia com Deus.

Ser como uma criança é enxergar nossa dependência de Deus como Pai e nos submetermos ao seu senhorio e amor. Sem estas atitudes não estaremos aptos a entrarmos no reino de Deus. Porque Jesus morreu por nós é que podemos receber tão grande salvação. Se não formos como crianças que obedecem, estaremos buscando viver na nossa força, ficando de fora do reino.

Não é a síndrome de Peter Pan, onde pessoas não desejam crescer ou amadurecer, mas é se enxergar como um necessitado de colo, proteção e amor de Deus! São estas coisas que nos mostram como a nossa vaidade em querermos ser autos suficientes nos afastam da verdade do evangelho.

Dependemos de um salvador capaz de nos reconciliar com Deus e nenhum outro além de Jesus Cristo pode fazer isto por nós. Os discípulos que estavam com ele ouviram estas palavras e nos contaram. Termos fé é confiarmos que Jesus é o caminho! Sejamos como as crianças que confiam no pai amoroso. Deus É Pai e nos aguarda de braços abertos. Por isso enviou Jesus para nos buscar, pois estávamos no caminho da morte eterna!

Glórias a Deus nas alturas e paz aos homens a quem ele quer bem!

Ano 2#270