#3_98 Atos 2:21

E acontecerá que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.
Atos 2:21 ARA
https://bible.com/bible/1608/act.2.21.ARA

Quão grande graça! Não está escrito que aquele que produz grandes obras será salvo, mas o que invocar o nome do Senhor! As obras serão consequência da caminhada com e no Senhor!

O Espírito Santo nos conduz pelo caminho de Cristo, pelas suas pisaduras. Na caminhada seremos transformados! O discípulo aprende andando com o mestre. Jesus nos chama a segui-lo, não para sermos perfeitos e, então, segui-lo. Não há como sermos aperfeiçoados sem caminharmos com ele.

A religiosidade e a libertinagem não estão no caminho de Cristo, mas o amor, a misericórdia e a obediência à vontade de Deus. Sair do caminho para a direita ou esquerda é trilhar a libertinagem, em direção ao pecado, ou a religiosidade, onde regras humanas são mais importantes que a direção de Deus.

Precisamos cuidar de caminharmos com o Senhor, junto de seu povo. Discípulos fazem discípulos e se não formos discípulos verdadeiros de Cristo iremos ensinar religião ou o pecado. Sem olharmos para o mestre nos desviaremos do caminho.

Então, olhemos para o Senhor de cabeça erguida e o sigamos com confiança, pois não há pedras de tropeço no caminho de Cristo, apenas fora dele!

#3_94 Não postergue seu encontro com Cristo!

Disse ela à sua senhora: Tomara o meu senhor estivesse diante do profeta que está em Samaria; ele o restauraria da sua lepra.
2Reis 5:3 ARA
https://bible.com/bible/1608/2ki.5.3.ARA

A menina levada escrava apontou a solução da cura àqueles que a levaram ao cativeiro. Não se ocupou de reclamar da sua situação, mas de resolver a lepra de seu senhor.

Ela nos ensina que há um dom maior, o de se preocupar com a dor alheia, de desejar que outros não sofram como possamos estar sofrendo, ainda que sejam os causadores da nossa dor.

Cristão aponta Cristo para o mundo, o Salvador e solucionador da dor de todos nós. A humanidade fere a si mesma e ao cristão também, mas importa ainda mais apontar para aquele que pode resolver todas as dificuldades.

Cristo é o que nos restaura de nossa lepra espiritual. Sem ele não podemos ter a verdadeira comunhão, mas permanecemos afastados uns dos outros. Sem o perdão de pecados estaremos eternamente isolados uns dos outros, em morte eterna.

Cristo cura e salva hoje. Vamos ao seu encontro? Naamã foi até o profeta e voltou curado. Não esperou nem um instante depois que descobriu a oportunidade de cura! Não deixemos para depois o nosso encontro com Jesus!

#3_75 João 7:37-39

No último dia, o grande dia da festa, levantou-se Jesus e exclamou: Se alguém tem sede, venha a mim e beba.  Quem crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva.  Isto ele disse com respeito ao Espírito que haviam de receber os que nele cressem; pois o Espírito até aquele momento não fora dado, porque Jesus não havia sido ainda glorificado.

João 7:37-39

O Espírito Santo é referenciado muitas vezes como água nas escrituras. Jesus foi glorificado em sua morte e ressurreição e, no Dia de Pentecostes, o Espírito Santo foi derramado sobre toda a Terra. Daquele dia em diante os que creram em Jesus recebem o Espírito Santo em seu interior! Rios de água viva fluem do dentro, conforme a promessa de Cristo, desenvolvendo o Fruto do Espírito naquele que o recebeu!

Isto é vida para si e para outros, ser fonte de vida porque Deus habita no que creu e se torna um servidor do Reino de Deus. O compromisso em viver como discípulo é uma fonte de vida para que outros se acheguem e também creiam. Jesus estabeleceu sua igreja a partir da fé em sua obra e assim o caminho para o Pai está estabeleceido.

Quem crer passou da morte para a vida e se torna uma fonte para outros. Quem não crê permanece morto em seus pecados. Dura são estas palavras, por isso precisamos tanto da salvação em Jesus. Os judeus o menosprezaram e hoje muitos continuam fazendo isto. Importa conhecê-lo e nos rendermos ao seu chamado!

#3_72 Mateus 13:40-42

Pois, assim como o joio é colhido e lançado ao fogo, assim será na consumação do século. Mandará o Filho do Homem os seus anjos, que ajuntarão do seu reino todos os escândalos e os que praticam a iniquidade e os lançarão na fornalha acesa; ali haverá choro e ranger de dentes.

Mateus 13:40-42

Deus É Santo! Homens são pecadores. Não há comunhão entre Deus e o pecado. Por isso a condenação é certa para quem não for justificado. As Boas Novas do Evangelho são a proclamação da vida através de Jesus cristo, Senhor e salvador!

A justiça é lançar no fogo eterno o pecador com o seu pecado e dar liberdade aos que foram sentenciados justos pela misericórdia de Deus, através do sacrifício de Cristo. Portanto, cada um se preocupe com o seu destino, para onde irá após a morte nesta terra. Se para o fogo eterno ou para as moradas eternas.

Cristo veio nos trazer salvação. Creiamos em Jesus Cristo, o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo e dá salvação ao pecador. Não há salvação fora dele!

#3_43 Marcos 14:22-24

E, enquanto comiam, tomou Jesus um pão e, abençoando-o, o partiu e lhes deu, dizendo: Tomai, isto é o meu corpo. A seguir, tomou Jesus um cálice e, tendo dado graças, o deu aos seus discípulos; e todos beberam dele. Então, lhes disse: Isto é o meu sangue, o sangue da [nova] aliança, derramado em favor de muitos.

Marcos 14:22-24

Jesus realizou sua última ceia com seus discípulos, preparando-os para o que havia de vir. Ensinou-os que era necessário que o Cordeiro de Deus padecesse, fosse morto e crucificado, para que o seu sacrifício trouxesse a salvação para os que cressem nele. E assim o Cristo, nosso Senhor, fez uma Nova Aliança em seu sangue, para que não fossem as obras dos homens a prerrogativa para que entrassem no céu, mas a obra de Deus em seus corações.

A graça de Deus, já manifestada nas Escrituras, abundante na Terra por sua longanimidade, gerou uma nova oportunidade de arrependimento e restauração da humanidade. Sem o sacrifício de Cristo não conseguimos nos salvar. Nossas obras não são boas diante de Deus, pois feitas para serem trocadas por seu favor. É na obra feita por Cristo que encontramos o favor de Deus para conosco, acessível a todos, ricos e pobres, enfermos e sadios, de todas as raças, gênero e nação. Esta é a sabedoria e justiça de Deus!

Muitos querem que apenas um grupo possa ser salvo, outros que haja mérito, mas a verdade que só há mérito na Nova Aliança, feita para conosco através daquele que é sem pecado! Permanecemos em nossos pecados se Jesus cristo não for nosso Cordeiro sacrificial. Nele somos redimidos, justificados e santificados. É na cruz que recebemos novo nascimento e a partir dela que conseguiremos realizar as boas obras de quem foi salvo através do sangue de Jesus.

Que possamos celebrar tão gloriosa obra, as boas novas vindas do céu, em Cristo Jesus! Sem sua morte não haveria nossa justificação, pois o nosso pecado foi carregado por ele. Ele foi imputado em nosso lugar e seu sacrifício nos liberta de nossos pecados. Espiritualmente não há como nossas obras realizarem o mesmo feito. Não sejamos iludidos pela meritocracia. Ela não salva, mas nos deixa totalmente descrentes e ignorantes sobre a verdade do Evangelho. Jesus é o único caminho e somente através dele somos salvos!

O sangue de Jesus tem poder!

Portanto, se o sangue de bodes e de touros e a cinza de uma novilha, aspergidos sobre os contaminados, os santificam quanto à purificação da carne, muito mais o sangue de Cristo, que, pelo Espírito eterno, a si mesmo ofereceu sem mácula a Deus, purificará a nossa consciência de obras mortas, para servirmos ao Deus vivo! Por isso mesmo, ele é o Mediador da nova aliança, a fim de que os que foram chamados recebam a promessa da herança eterna, visto que houve uma morte para remissão das transgressões que foram cometidas sob a primeira aliança. Porque, onde há um testamento, é necessário constatar a morte de quem o fez. Sim, porque um testamento só é confirmado depois da morte de quem o fez, pois de maneira nenhuma um testamento tem força de lei enquanto ainda vive quem o fez.
Hebreus 9:13‭-‬17 NAA
https://bible.com/bible/1840/heb.9.13-17.NAA

A revelação de Cristo como o sacrifício perfeito para nos dar justificação de nossos pecados é uma verdade libertadora. O sangue de Jesus derramado na cruz tem poder para salvar a todos os que crêem. Ele é a nossa propiciação, o sacerdote perfeito e aquele que nos reconcilia com Deus!

Com sua morte o Novo Testamento nos é oferecido. Com sua ressurreição, podemos tomar posse de todas as promessas! Por que há tanta dificuldade em acreditarmos nisto? Porque fomos ensinados a respeito de mérito para salvação, merecer o céu porque realizamos boas obras. Mas isto é engano!

Todos nascemos pecadores e necessitados de perdão, pois em Adão recebemos o DNA da desobediência obstinada e confiamos em nossas decisões. O problema é que isto nos faz permanecer na ira de Deus e, por isso, há que se ter perdão de nossos pecados. Na Velha Aliança os sacerdotes faziam sacrifícios para que o povo pudesse receber este perdão. Mas era necessário que isto fosse feito anualmente.

Cristo se deu como sacrifício único e suficiente, para que definitivamente pudéssemos receber perdão de nossos pecados e sermos transformados em nosso caráter. Nele somos aperfeiçoados e recebemos nova natureza. O sangue de Jesus nos capacita a recebermos o Espírito Santo e sermos adotados como filhos de Deus!

Sem o sangue de Jesus não seria possível a nós. Tamanha graça não nos foi dada por mérito, mas pelo desejo de Deus! É por ele que somos alcançados e abençoados. Pela fé recebemos as promessas e a salvação. É no sangue de Jesus que podemos ser limpos e santificados.

Tamanho poder está ao alcance de todos. Que o evangelho do reino seja anunciado e muitas vidas alcançadas. Que o sacrifício de Jesus abençoe toda a humanidade e tenhamos tempos melhores que os que estamos vivendo. No sangue de Jesus teremos paz e abundância de amor. No poder do sangue de Jesus transformaremos o mundo!

Ano 2#354

Quem é de Deus ouve as palavras de Deus!

Vocês fazem as obras do pai de vocês. Eles responderam: — Nós não somos filhos ilegítimos. Temos um pai, que é Deus. Jesus disse: — Se Deus fosse, de fato, o pai de vocês, certamente me amariam, porque eu vim de Deus e aqui estou; pois não vim de mim mesmo, mas ele me enviou. Por que vocês não compreendem a minha linguagem? É porque vocês são incapazes de ouvir a minha palavra. Vocês são do diabo, que é o pai de vocês, e querem satisfazer os desejos dele. Ele foi assassino desde o princípio e jamais se firmou na verdade, porque nele não há verdade. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira. Mas, porque eu digo a verdade, vocês não creem em mim. Quem de vocês me convence de pecado? Se digo a verdade, por que não creem em mim? Quem é de Deus ouve as palavras de Deus; por isso, vocês não me ouvem, porque não são de Deus.
João 8:41‭-‬47 NAA
https://bible.com/bible/1840/jhn.8.41-47.NAA

Em toda família há uma linguagem interna. Seus membros muitas vezes nem precisam se manifestar verbalmente, mas apenas por olhares. Da mesma forma, a família de Deus se comunica pela verdade de Deus. Onde há mentira há a família do diabo. Pecadores se tornam filhos de Deus pela aproximação de Cristo que traz a revelação do Pai. Quem o ouve e recebe esta nova língua consegue entendê-lo e se comunicar com ele.

O agente de comunicação é o Espírito Santo. Torna-se o canal e, muitas vezes, codifica a mensagem para nós, pois nem sabemos orar como convém (Romanos 8:26)! Como crianças que olham um objeto com desejo e olham para o pai, assim são os que são novos convertidos que precisam que o Pai entenda o que querem sem conseguirem verbalizar. E o Pai sabe do que precisamos mesmo antes de abrirmos a boca, mas não é lindo ver uma pequena criança iniciar seu processo de verbalização?!

Os que são de Deus ouvem a sua voz e o obedecerão como a um pai. Os que não são ainda ignorarão a palavra de Deus, dela deboxarão e continuarão em seus pecados. Nestes últimos dias estamos colocando claramente os dois grupos de pessoas, os que já estão salvos e os que já estão condenados. Não há ninguém fora de um destes dois caminhos. O problema da humanidade é que se convença de que nasceu no caminho da condenação e precisa de um salvador, e isto só irá acontecer pela presença do Espírito Santo que nos convence do pecado, da justiça e do juízo.

Mas eu lhes digo a verdade: é melhor para vocês que eu vá, porque, se eu não for, o Consolador não virá para vocês; mas, se eu for, eu o enviarei a vocês. Quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo: do pecado, porque eles não creem em mim; da justiça, porque vou para o Pai, e vocês não me verão mais; do juízo, porque o príncipe deste mundo já está julgado.
João 16:7‭-‬11 NAA
https://bible.com/bible/1840/jhn.16.7-11.NAA

O diabo já está julgado, bem como os seus filhos. Quem o ouve seguirá pecando, mas quem seguir a Cristo deixará o pecado. Enquanto estivermos vivos temos a oportunidade de nos convertermos do mau caminho em que nascemos e seguir para o caminho da salvação em Cristo! Glórias a Deus que nos enviou seu Filho para nos dar esta saída! Seria impossível por nós mesmos! Quem pode escolher sobre algo que não conhece? Nascemos na mentira e só quem conhece a verdade poderia nos libertar do pecado!

Ano 2#346

Primeiramente obedeçamos a Deus!

Trouxeram os apóstolos, apresentando-os ao Sinédrio. E o sumo sacerdote os interrogou, dizendo: — Não é verdade que ordenamos expressamente que vocês não ensinassem nesse nome? No entanto, vocês encheram Jerusalém com a doutrina de vocês e ainda querem lançar sobre nós o sangue desse homem. Então Pedro e os demais apóstolos afirmaram: — É mais importante obedecer a Deus do que aos homens. O Deus de nossos pais ressuscitou Jesus, a quem vocês mataram, pendurando-o num madeiro. Deus, porém, com a sua mão direita, o exaltou a Príncipe e Salvador, a fim de conceder a Israel o arrependimento e a remissão de pecados. E nós somos testemunhas destes fatos — nós e o Espírito Santo, que Deus deu aos que lhe obedecem.
Atos 5:27‭-‬32 NAA
https://bible.com/bible/1840/act.5.27-32.NAA

É mais importante obedecer a Deus que aos homens. Alguns pedirão que contemos mentira, outros que roubemos por eles, outros que deixemos de fazer algo para que possam usufruir de alguma vantagem. Mas, se o fizermos estaremos pecando contra Deus.

Importa conhecer a Sua vontade e obedece-la e não ao que os homens desejam. Tudo que nos dizem a fazer que nos leva a pecar contra Deus deve ser evitado. Cuidemos, portanto, de como obedecemos aos homens.

Pior é quando ensinamos nossos filhos a mentir quando pedimos a eles que digam ao telefone que não estamos para alguém em específico. Pior ainda quando destruímos amizades e relacionamentos para que tenhamos alguma vantagem com outras pessoas.

Seis coisas o Senhor Deus odeia, e uma sétima a sua alma detesta: olhos cheios de orgulho, língua mentirosa, mãos que derramam sangue inocente, coração que faz planos perversos, pés que se apressam a fazer o mal, testemunha falsa que profere mentiras e o que semeia discórdia entre irmãos.
Provérbios 6:16‭-‬19 NAA
https://bible.com/bible/1840/pro.6.16-19.NAA

Recebe o Espírito Santo quem obedece a Deus ao se arrepender de seus pecados encontrando salvação em Cristo! Estes não temerão a justiça de Deus, pois já estão justificados. Ainda que o mundo se levante contra, e se levantará, será limitada a perseguição a este mundo. No vindoura será livre em adoração e alegria na presença de Deus!

Homens desejam viver por seu orgulho, mas devemos primeiro agradarmos a Deus e não a nós mesmos. Cuidemos do que estamos fazendo e vejamos a quem estamos verdadeiramente obedecendo!

Ano 2#332

Prestemos atenção na mensagem do Senhor!

O Senhor, Deus de seus pais, começando de madrugada, falou-lhes por intermédio dos seus mensageiros, porque se compadecera do seu povo e da sua própria morada. Eles, porém, zombavam dos mensageiros, desprezavam as palavras de Deus e mofavam dos seus profetas, até que subiu a ira do Senhor contra o seu povo, e não houve remédio algum.
2Crônicas 36:15‭-‬16 ARA
https://bible.com/bible/1608/2ch.36.15-16.ARA

Deus não se agrada de pecados e nem de pecadores. O inferno existe porque será o cárcere dos iníquos, daqueles que não foram ou serão perdoados de seus pecados. Os mensageiros de Deus, que se aplicam em dar o alarme do juízo de Deus são desprezados por muitos, senão a maioria. Se não fosse a misericórdia de Deus este mundo já teria sido destruído de novo e o será segundo o Livro das Revelações do Apocalipse.

Deus criou um mundo bom e não será diferente no reino celestial. Lá a maldade não prevalece. Aqui é lugar de separação, um tempo de preparação para a vida que virá. Assim como os pais e autoridades aplicam castigos, multas e todo tipo de correção, Deus também o faz para que voltemos para o bom caminho. No entanto Ele foi além. Veio até nós para nos mostrar como sermos segundo a Sua vontade.

Em Cristo temos a solução para os nossos desvios de caráter e personalidade. Nele temos a transformação diária que nos capacita a sermos como ele é. Em Jesus Cristo recebemos a justificação de nossos pecados e um novo tempo para vivermos de forma diferente. Cristo é o nosso reset para sairmos da situação de pecado constante para pecados acidentais.

Deus zela por seus decretos, seu nome, seu reino e sua criação. Não deixará impunes os que buscam ir de forma contrária aos seus mandamentos. Nos céus não entrarão os pecadores não arrependidos que ignoraram o Cordeiro de Deus! É tempo de parar e analizar nossos empreendimentos, se feitos em Deus, através de Cristo, ou feitos através de Satanás, a consciência dos tempos contrários a Deus. Não há meio-termo.

De Deus não se zomba, não se ignora, não se foge. Certamente seremos chamados a mostrarmos nossas obras e motivações. Os que estiverem em Cristo já estão semeando para a vida eterna. Os que ainda não estão em Cristo continuam trabalhando para viverem no fogo eterno. Aqui não será como lá. Não existe escape depois da morte, ou iremos para um caminho ou para o outro. Não há lugar de repescagem, somente a justiça que segue a morte.

Entreguemos nossas vidas ao Cristo de Deus, vivamos em santidade, honrando o nome do Senhor. Comecemos hoje o que esperamos viver no reino. Busquemos um encontro com Deus e isto começa prestando atenção na sua mensagem. Quem ouve a voz de Deus já está buscando viver com Ele. Começa nas pequenas coisas. Se ignorarmos as pequenas também iremos ignorar as grandes. Terrível será viver afastados de Deus eternamente…

Ano 2#309

Precisamos perdoar ou sermos perdoados?

Quando chegaram ao lugar chamado Calvário, ali o crucificaram, bem como aos malfeitores, um à direita, outro à esquerda. Contudo, Jesus dizia: Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem. Então, repartindo as vestes dele, lançaram sortes.
Lucas 23:33‭-‬34 ARA
https://bible.com/bible/1608/luk.23.33-34.ARA

O perdão de Cristo é para toda a humanidade que se refugie nele. Foi crucificado por causa de nossos pecados, indo até a cruz, entregando sua vida por nós. Não pecou, mas tornou-se maldito por causa de nossas transgressões, levando sobre ele todas as nossas iniquidades.

Cristo veio nos revelar a nossa condição de pecadores ignorantes e afastados de Deus. Por isso declarou que deveria haver perdão pela ignorância das ações de seus algozes. Muitas pessoas nos ofendem sem reconhecer o que estão fazendo, seja por motivo fútil ou por desconhecerem o que é bondade. Certo é que precisamos aprender a perdoá-los.

O perdão é um obstáculo espiritual nas nossas vidas. Enquanto não o superamos permanecemos na frustração, raiva e não conseguimos abrir nossos corações para outras possibilidades. Perdoar é um processo que deve se basear na fé em Deus e não em nós ou naqueles que nos importunaram.

O verdadeiro perdão nos traz alívio e vida de liberdade. Nos sentimos capazes de viver na plenitude do que somos em Deus, ainda que consequências ruins tenham ocorrido em nossas vidas. Não é fácil, mas é necessário. Perdoar é um exercício de corrida com obstáculos. Se não saltarmos em cada momento de ofensa acabaremos por ficar paralisados na nossa corrida espiritual.

Precisamos lembrar do perdão dado na cruz. Se fomos perdoados por nossas iniquidades, então também precisamos perdoar aqueles que estão na mesma situação que nós. Nossa luta não é contra as pessoas, mas contra Satanás que usa a vida delas contra nós ou a nossa contra elas. Se não somos servos de Deus, salvos em Cristo, permanecemos servos de Satanás, queiramos ou não.

Enquanto não somos perdoados por Cristo estamos sendo instrumento do diabo neste mundo. Assim, precisamos perdoar como fomos perdoados, se fomos perdoados pela fé no Senhor! Quem precisamos perdoar? A quem precisamos pedir perdão? Que o ano não termine sem resolvermos estas questões! No perdão começaremos um novo ano, com uma nova perspectiva, para a glória de Deus!

Ano 2#304