Podemos escolher entre reclamar e resolver!

Pela bênção que os retos suscitam, a cidade se exalta, mas pela boca dos perversos é derribada.
Provérbios 11:11 ARA
https://bible.com/bible/1608/pro.11.11.ARA

Quando um empreendimento é bem sucedido? Certamente não é aonde quem deve realizá-lo só reclama e maldiz. Vivemos tempos onde encontramos muitos indivíduos reclamando da sociedade em que vivem, mas esquencem-se que são parte dela e que a solução não é reclamar, mas fazer acontecer aquilo que gostariam de ver acontecer!

Jesus nos apresenta um caminho:

Digo-vos, porém, a vós outros que me ouvis: amai os vossos inimigos, fazei o bem aos que vos odeiam; bendizei aos que vos maldizem, orai pelos que vos caluniam. Ao que te bate numa face, oferece-lhe também a outra; e, ao que tirar a tua capa, deixa-o levar também a túnica; dá a todo o que te pede; e, se alguém levar o que é teu, não entres em demanda. Como quereis que os homens vos façam, assim fazei-o vós também a eles.
Lucas 6:27‭-‬31 ARA
https://bible.com/bible/1608/luk.6.27-31.ARA

No verso 31 de Lucas 6 Jesus nos apresenta uma forma de semeadura que quebra todo o ciclo de maldição, invertendo a ordem e nos colocando como protagonistas da mudança, ao invés de sermos reativos e maldizentes: “Como quereis que os homens voz façam, assim fazei-o vos também a eles.” No jargão mais comum e conhecido, é dando que se recebe.

Se desejamos respeito, respeitemos. Se desejamos justiça, sejamos justos. Queremos amor, amemos! O que estamos fazendo para mudar o mundo à nossa volta? Só murmurando contra ele ou semeando a mudança? Jesus transformou o mundo pelo seu exemplo de vida, morte e ressurreição. Não ficou reclamando de um mundo que queria destrui-lo e que ignorava a sua palavra. Deu sua vida por nós após ter vindo até nós para que hoje pudéssemos enxergar o caminho.

Precisamos decidir se vamos continuar reclamando ou fazer acontecer o que desejamos. Oremos a Deus e peçamos sabedoria, pois há muitas formas de fazermos o que esperamos acontecer, mas não é de qualquer jeito que será um benefício para todos. Mas, sempre encontraremos os que preferem ver “o circo pegar fogo” do que ajudar a apagar o incêndio…

Cristo nos ensinou a amar o próximo e este é o amor que muda o mundo. Não disse que devíamos buscar o amor do próximo e sim decidir ama-lo. É unilateral, sem esperar em troca. É dar sem esperar resposta, é semear sem esperar o resultado, é desejar o melhor e trabalhar para que outros tenham o que gostaríamos de ter. Se apenas um fizer muitos serão abençoados, mas se todos fizermos, todos serão abençoados, pois todos deram e receberam. Esta é a justiça de Deus e seu amor através de nós. Isto é ser discípulo de Jesus.

Ano 2#313

Em tempo, a figura é de um desenho de Hanna Barbera e a hiena (Hardy) passava o episódio inteiro reclamando da vida ao invés de ajudar o seu amigo Leão (Lupy) que tinha de resolver tudo e ainda arrastar a hiena com ele…

Comunhão é fundamental para um reino próspero!

Então, lhe trouxeram um endemoninhado, cego e mudo; e ele o curou, passando o mudo a falar e a ver. E toda a multidão se admirava e dizia: É este, porventura, o Filho de Davi? Mas os fariseus, ouvindo isto, murmuravam: Este não expele demônios senão pelo poder de Belzebu, maioral dos demônios. Jesus, porém, conhecendo-lhes os pensamentos, disse: Todo reino dividido contra si mesmo ficará deserto, e toda cidade ou casa dividida contra si mesma não subsistirá. Se Satanás expele a Satanás, dividido está contra si mesmo; como, pois, subsistirá o seu reino?
Mateus 12:22‭-‬26 ARA
https://bible.com/bible/1608/mat.12.22-26.ARA

Jesus explica aos religiosos que o poder de cura dele vem de Deus e não como um servo de Satanás que desfaz as obras do próprio diabo. Ora, se o meu reino realiza um trabalho de destruição de vidas e eu as restituo em saúde, como estou favorecendo-o? Certamente estou contra a ideia do reino!

Essa explicação nos traz um princípio fundamental de que para sermos vitoriosos precisamos estar em comunhão de propósito. Assim, uma família deve procurar viver em harmonia e não em contradição. O mesmo devemos buscar em qualquer ajuntamento de pessoas, senão estaremos brigando entre nós.

Ora, como manter a comunhão e visão comum? Como convencer pessoas a terem a mesma visão que nós? Certamente não é as obrigando a concordarem conosco ou melhor irem embora. Falta de diálogo é a primeira causa de separação entre casais e sociedades. Não se fazer entender e não ouvir as pessoas em suas demandas cria uma barreira para que continuem a andar juntas.

Outro motivo é o desencontro de propósitos. Se temos diferentes ideias do que queremos fazer e não chegamos a um acordo em como podemos nos unir para nos ajudarmos a chegar lá, então dificilmente conseguiremos permanecer em sociedade. Não podemos achar que só o que acreditamos é importante e não o que os outros pensam e desejam. Sem expor, negociar e viver com integridade nos tornará pessoas insensíveis e passaremos a fazer apenas o que desejamos

Assim começa a destruição de alianças como do casamento e também da própria aliança com Deus. Se passo a ignorar o que Deus espera de mim e só faço a minha vontade, já não ando em comunhão com o Senhor e já estou fora dos propósitos do reino, espalhando e não ajuntando com Cristo!

Como tenho me comportado com o Senhor? E meu casamento? E meu trabalho/escola? Minha igreja? E a minha nação/sociedade? Só interessa fazer o que eu desejo e como desejo ou preciso negociar com os demais para chegarmos juntos onde pretendemos ir em comum acordo? Perigoso é o caminho do arrogante que acredita ser o dono da verdade e não ouve a ninguém, ainda mais ao Espírito Santo!

E perseveravam na doutrina dos apóstolos e na comunhão, no partir do pão e nas orações. Em cada alma havia temor; e muitos prodígios e sinais eram feitos por intermédio dos apóstolos. Todos os que creram estavam juntos e tinham tudo em comum.
Atos 2:42‭-‬44 ARA
https://bible.com/bible/1608/act.2.42-44.ARA

Ter comunhão exige perseverança. Não é por obrigação, mas por submissão de uns aos outros que conquistaremos esta condição de vivermos bem juntos. Exige comprometimento de todos e não a vontade soberana de um. Se não tivermos comunhão no Espírito Santo com os demais cidadãos do reino acabaremos sendo um prejuízo para o próprio reino e não ajudaremos a crescê-lo, mas sim reduzi-lo.

Que possamos ser sensíveis ao Espírito Santo de Deus e perseveremos em andar juntos, termos a mesma doutrina, comermos juntos e adorarmos juntos a Deus. Que isto possa começar em casa e adentrar em nossas vidas com os membros da igreja e sociedade. Isolar-se das pessoas não traz comunhão. Cristo nos chama a termos a plena comunhão com ele pelo Espírito que nos deu ao crermos nele!

Ano 2#283

No Senhor temos ânimo para vencer os desafios!

Não sabes, não ouviste que o eterno Deus, o Senhor, o Criador dos fins da terra, nem se cansa, nem se fatiga? Não se pode esquadrinhar o seu entendimento. Faz forte ao cansado e multiplica as forças ao que não tem nenhum vigor. Os jovens se cansam e se fatigam, e os moços de exaustos caem, mas os que esperam no Senhor renovam as suas forças, sobem com asas como águias, correm e não se cansam, caminham e não se fatigam.
Isaías 40:28‭-‬31 ARA
https://bible.com/bible/1608/isa.40.28-31.ARA

Eu sempre tive dificuldades em correr, pois mentalmente já saia cansado quando tinha de fazê-lo. Também me faltava condicionamento físico, mas ainda assim era necessário não querer parar para poder ir até o fim.

Deus É esta “força de vontade” em nossas vidas! Na hora difícil é quem nos socorre e nos traz a esperança e a força necessárias para irmos até o fim. Os jovens que possuem força irão se cansar também, pois muitos trabalhos estão além de nossas capacidades e precisarão da perseverança que muitas vezes só é obtida pela experiência com Deus.

Os mais velhos já aprenderam que não conseguem sozinhos, mas que na diligência da ajuda divina conseguimos alcançar os propósitos de Deus. Aqui está a sabedoria, que fazer com Deus pode até demorar, mas nos anima por termos êxito naquilo que realizamos com a ajuda dEle! Traz renovo, alegria e sensação de empoderamento, pois grandes coisas são e serão alcançadas desta maneira!

Qual o projeto que está lhe deixando exausto(a)? Deposite a confiança no Senhor! Peçamos a ajuda, orientação e recursos a Ele. Façamos da maneira dEle e não da nossa. Sejamos perseverantes, pacientes e fervorosos, pois isto nos trará vigor e altivez para irmos até o fim. Assim foi com Jesus Cristo que suportou a morte no madeiro. Um sofrimento terrível, mas que nos trouxe a salvação. Fez por amor a nós e suportou a morte para nos dar vida!

Jesus nos garante ajuda e que venceremos com ele as aflições do mundo. Pela fé no Cristo podemos enfrentar os desafios que estão a nossa frente! Sejamos corajosos e Caminhemos com o Senhor!

Ano 2#268

O esforço certo é recompensado!

Então, saindo, percorriam todas as aldeias, anunciando o evangelho e efetuando curas por toda parte. Ora, o tetrarca Herodes soube de tudo o que se passava e ficou perplexo, porque alguns diziam: João ressuscitou dentre os mortos; outros: Elias apareceu; e outros: Ressurgiu um dos antigos profetas. Herodes, porém, disse: Eu mandei decapitar a João; quem é, pois, este a respeito do qual tenho ouvido tais coisas? E se esforçava por vê-lo.
Lucas 9:6‭-‬9 ARA
https://bible.com/bible/1608/luk.9.6-9.ARA

O esforço do rei Herodes não foi suficiente para ouvir Jesus enquanto podia. Não deu a devida prioridade e, quando finalmente teve a oportunidade de estar com Jesus nada ouviu do mestre.

Muitos têm a oportunidade de ouvir o evangelho e não ouvem. Outros perseveram em buscar a Cristo, seja no deserto, nos montes ou nas cidades. Qual tem sido a importância do Senhor em nossas vidas? Busquemos enquanto podemos encontrá-lo, pois poderá haver novo silêncio quando Cristo voltar para buscar a sua igreja!

Enquanto isto a igreja continua a fazer curas e ministrar o evangelho da salvação em Cristo. As ocupações de rei atrapalharam Herodes ter com Jesus nas pregações do mestre. Qual a desculpa que estamos dando? Trabalho? Filhos? Estudos? Os campos já estão brancos e o mestre não tarda para voltar. Grande será a alegria dos que o esperam!

Ano 2#261

Busquemos a revelação de Deus!

Revelação de Jesus Cristo, que Deus lhe deu para mostrar aos seus servos as coisas que em breve devem acontecer e que ele, enviando por intermédio do seu anjo, notificou ao seu servo João, o qual atestou a palavra de Deus e o testemunho de Jesus Cristo, quanto a tudo o que viu. Bem-aventurados aqueles que leem e aqueles que ouvem as palavras da profecia e guardam as coisas nela escritas, pois o tempo está próximo.”
‭‭Apocalipse‬ ‭1:1-3‬ ‭ARA‬‬
https://bible.com/bible/1608/rev.1.1-3.ARA

A revelação é um processo que se inicia em Deus e culmina com a entrega para o ser humano das verdades que transformarão a nossa vida. As revelações contidas em Apocalipse, o livro das revelações, colocam a pessoa de Jesus Cristo como mediador entre Deus e os homens, da mesma forma que em 1 Timóteo 2.5. Deus dá a Jesus uma revelação a ser transmitida. O anjo de Jesus expõe a revelação ao homem João em seu estado espiritual, que as escreve para que a humanidade pudesse ter acesso em todos os tempos.

A linguagem usada por João precisa ser recheada de significações para poder ser interpretada por todas as gerações, pois a mensagem é bendita e deve ser guardada pelos que a recebem e buscam entende-la. Há uma chave aqui, pois é para os servos do Senhor a interpretação! Portanto, recebe-la e considera-la já é um benefício e graça!

Há diversas formas de se interpretar as revelações em Apocalipse e não caberia neste espaço diário considera-las. Há cursos teológicos e diversas linhas que trazem profundas discussões a respeito, sendo que nosso intuito aqui é dar a importância a este tema que muitos não se preocupam em se aprofundar. Se a mensagem vem de Deus para os seus servos, então é importante. Se Jesus Cristo nos ensina para que possamos entender os tempos é porque importa para nós fazermos a correta distinção.

As revelações se iniciam expondo a visão de um Cristo em sua glória e de muitas advertências para a igreja antes de expor o julgamento que o mundo enfrentará. Jesus começa julgando a própria igreja antes de olhar para o mundo. E o que estamos vendo hoje é a prova de que realmente a igreja precisa se consertar com Deus. Movimentos de cristãos entre denominações e linhas nunca tiveram tantos números. Quantos católicos estão se tornando protestantes? Por que isto? Quantos protestantes estão mudando de denominação protestante? Por que isto? Quantos líderes religiosos sendo questionados por sua conduta diante do rebanho de Deus?

Importa conhecermos esta mensagem o quanto antes! Se não a conhecermos estaremos a mercê dos falsos profetas, do anticristo e dos movimentos bestiais que estão ocorrendo em nossos dias. Os servos do Senhor não serão confundidos porque estão se ocupando nos avisos e na busca de perseverar em viver pela verdade do evangelho. Há igrejas sendo formadas por ex-integrantes de igrejas porque líderes estão se perdendo na conduta do rebanho e as ovelhas estão sendo destruídas e mal-tratadas. Há que se voltar ao primeiro amor, fugir das falsas doutrinas, perseverar na verdade do evangelho antes que o Senhor volte e retire o candelabro, trazendo justiça para que os eleitos não se percam.

Que mensagem estamos seguindo? Que vida estamos levando? Nossas obras refletem tudo isto e queremos acertar, não é verdade?! Portanto, prossigamos em conhecer a mensagem revelada e cuidar de nossas vidas e apontar para Cristo, nosso mestre e Senhor que nos levará até dentro dos portões celestiais. O tempo se abrevia e devemos ser diligentes!

Ano 2#234

Perseveremos no caminho, olhando para Cristo!

Portanto, também nós, visto que temos a rodear-nos tão grande nuvem de testemunhas, desembaraçando-nos de todo peso e do pecado que tenazmente nos assedia, corramos, com perseverança, a carreira que nos está proposta, olhando firmemente para o Autor e Consumador da fé, Jesus, o qual, em troca da alegria que lhe estava proposta, suportou a cruz, não fazendo caso da ignomínia, e está assentado à destra do trono de Deus.
‭‭Hebreus‬ ‭12:1-2‬ ‭ARA‬‬
https://bible.com/bible/1608/heb.12.1-2.ARA

Jesus suportou a cruz porque viu o resultado de seu sacrifício. Foi obediente ao Pai e se entregou mirando o objetivo final. O escritor de Hebreus usa a figura do corredor que se desgasta para chegar na linha final e receber o prêmio. Já usamos esta figura diversas vezes e podemos continuar usando-a porque estabelece a necessidade da perseverança em meio ao cansaço, onde estamos suportando as dificuldades de agora porque olhamos para o que nos aguarda na linha de chegada.

Cristãos vivem melhor porque sabem que a chegada é estar na glória com Cristo e isto nos ajuda a enfrentar todas as dificuldades. Ainda mais porque não corremos sozinhos, mas com a ajuda do Senhor e muitos companheiros de corrida. É nestas horas que podemos nos apoiar mutuamente, quando um está pensando em desistir e outros reduzem a velocidade para apoiar, ou lembrando-nos uns aos outros do que virá após a chegada!

Se focarmos no aqui e agora sem olharmos atentamente para Cristo vamos sucumbir. Somos homens e mulheres com virtudes e egoísmos que lutam dentro de nós e precisamos do Fruto do Espírito (Gálatas 5.22,23) para superarmos nossas dificuldades internas e nos desembaraçarmos das ataduras que nos ligam ao mundo e suas perspectivas. Levamos estas coisas também para a corrida e, por isso, precisamos perseverar até o fim.

Há testemunhas vendo a nossa corrida e que serão impactadas pelo nosso modo de correr. Por elas também valerá a pena o nosso sacrifício, para que também desejem correr como nós. Assim, precisamos tomar fôlego no Espírito Santo e não desistirmos da carreira proposta, não nos deixando influenciar pelas iguarias finas do mundo ou de vaidades conquistadas na carreira, pois isto pode nos tirar o foco de Cristo!

A glória de estar com Deus é infinitamente superior às agruras a serem enfrentadas no caminho. Jesus está à direita de Deus nos chamando a nos assentarmos nas regiões celestiais com ele e o que iremos fazer? Ouvir a voz do mundo? Não! Ouçamos a voz de Cristo!

Ano 2#215

A luta de hoje nos fortalece para as de amanhã!

Saul respondeu: “Você não conseguirá lutar contra esse filisteu e vencer! É apenas um rapaz, e ele é guerreiro desde a juventude”. Davi, porém insistiu: “Tomo conta das ovelhas de meu pai e, quando um leão ou um urso aparece para levar um cordeiro do rebanho, vou atrás dele com meu cajado e tiro o cordeiro de sua boca. Se o animal me ataca, eu o seguro pela mandíbula e dou golpes nele com o cajado até ele morrer. Fiz isso com o leão e o urso, e farei o mesmo com esse filisteu incircunciso, pois ele desafiou os exércitos do Deus vivo!”. E disse ainda: “O Senhor que me livrou das garras do leão e do urso também me livrará desse filisteu!”. Por fim, Saul consentiu. “Está bem, então vá”, disse. “E que o Senhor esteja com você!””
‭‭1Samuel‬ ‭17:33-37‬ ‭NVT‬‬
https://bible.com/bible/1930/1sa.17.33-37.NVT

Esta passagem bíblica por diversas vezes nos eleva o entendimento do poder de Deus para nossa capacitação e êxito nos empreendimentos em nossas vidas. Davi enfrentou Golias porque teve experiências anteriores em vencer no poder de Deus contra animais perigosos. Os outros soldados não tiveram esta experiência e, por isso, não confiavam no Senhor dos Exércitos!

Foi na lida diária de defender as ovelhas que Davi aprendeu a ser forte. Usava o cajado para tirar as ovelhas da boca dos predadores e batia neles com o cajado. Pastorear não é bater nas ovelhas para lhes mostrar o caminho, mas bater nos predadores que vêm contra elas e guia-las pela voz. Assim é o SENHOR conosco!

Davi empreendeu batalhas para levar a nação de Israel a ocupar todo o território prometido por Deus a Abraão, trouxe a Arca da Aliança de volta a Israel e levantou novamente o tabernáculo, instituindo a adoração constante diante da aliança com Deus.

Errou também, sendo assassino e adúltero, mas reconheceu seu erro e recebeu tanto o perdão como o resultado do seu pecado em sua própria família. Deus É justo e misericordioso e não vai contra a própria palavra! Se assim entendemos, então teremos temor e fé, nos escorando na glória e majestade do Pai!

Nossas lutas de hoje nos fortalecem para as de amanhã, mas devemos sempre reconhecer que a vitória vem de Deus! Sejamos fortes e corajosos, ouvintes atentos e obedientes. Ovelhas se perdem por não ouvirem a voz do pastor e quem pastoreia deve usar o cajado da maneira certa. Defender as ovelhas de Deus é uma tarefa para poucos, mas o ser ovelha obediente a tarefa de todos nós!

Que possamos buscar a face do Senhor em todo tempo, nos fortalecendo e aprendendo a confiar no Todo-Poderoso. Enfrentemos as lutas de hoje com fé e ousadia, pois as de amanhã dependerão de como teremos êxito. A cada dia uma dificuldade e importa sabermos que o Senhor está conosco e não nos deixará passarmos sozinhos, ainda que andemos pelo vale da sombra da morte!

Perseveremos nas lutas e sejamos humildes na conquista. Permanecer de pé e guarda alta será necessário, pois não teremos muito tempo entre uma e outra luta. A vida na terra é uma sequencia de batalhas, preparação para um reino espiritual onde os crentes viverão na presença de Deus. Nosso descanso será nEle, sendo hoje o tempo de grande trabalho em nossas vidas. Importa usarmos as armas espirituais que nos foram dadas em Cristo Jesus. Sem elas não haverá vantagem alguma, pois o inimigo é espiritual.

Vistam toda a armadura de Deus, para que possam permanecer firmes contra as estratégias do diabo. Pois nós não lutamos contra inimigos de carne e sangue, mas contra governantes e autoridades do mundo invisível, contra grandes poderes neste mundo de trevas e contra espíritos malignos nas esferas celestiais. Portanto, vistam toda a armadura de Deus, para que possam resistir ao inimigo no tempo do mal. Então, depois da batalha, vocês continuarão de pé e firmes.
‭‭Efésios‬ ‭6:11-13‬ ‭NVT‬‬
https://bible.com/bible/1930/eph.6.13.NVT

Ano 2#208

Estamos gostando do que vemos pelo espelho?

Não se limitem, porém, a ouvir a palavra; ponham-na em prática. Do contrário, só enganarão a si mesmos. Pois, se ouvirem a palavra e não a praticarem, serão como alguém que olha no espelho, vê a si mesmo, mas, assim que se afasta, esquece como era sua aparência. Se, contudo, observarem atentamente a lei perfeita que os liberta, perseverarem nela e a puserem em prática sem esquecer o que ouviram, serão felizes no que fizerem.
‭‭Tiago‬ ‭1:22-25‬ ‭NVT‬‬
https://bible.com/bible/1930/jas.1.22-25.NVT

Quem pode ficar saciado apenas olhando outros comerem? Quem pode ficar mais forte apenas vendo outros fazendo exercícios? Como podemos dizer que fizemos algo só apenas de ouvir alguém dizendo como se faz?

Não se toma crédito de algo na indústria sem demonstrar a qualidade de um serviço. Assim também é na nossa vida. Não adianta dizer que sabemos algo se não comprovamos por nossas atitudes. Muitos estão se enganado e enganando a outros quando se apresentam como capacitados a fazer algo sem nunca terem feito de verdade.

A humildade é reconhecer que precisamos aprender a fazer para podermos prestar um serviço. Há pessoas capacitadas que sabem aprender ao fazer, e não estamos falando deste aspecto, mas o de se considerar pronto sem nunca ter feito aquilo, e pior, acreditar que sabe fazer sem ter ao menos tentado.

Olhar-se no espelho é ter consciência de quem somos e do que podemos ou não fazer. Esquecer-nos de nossas limitações e feições ocorre quando já não nos olhamos no espelho da verdade. O evangelho é este espelho que nos revela quem somos ou não em Cristo. Quando nos olhamos no espelho estamos vendo nossas imperfeições e preocupados com a nossa aparência. É nestas horas que decidimos nos arrumar e buscar parecer mais bonitos.

Ao vermos a palavra não podemos ignorar que estamos ainda carentes de muitos aspectos para termos a beleza de Cristo, mas que isto sirva de incentivo para buscarmos o embelezamento espiritual. E este vem com esforço para perdermos as rugas da falsidade, as gorduras do ódio, das manchas da mentira, e tantas outras imperfeições que precisam ser trabalhadas em nossas vidas.

Se não estamos satisfeitos com o que vemos no espelho então precisamos fazer algo para mudar. Não fazer é deixar de se importar consigo mesmo ou esquecer-se do estado em que estamos. Pior é se nem desejamos olhar no espelho, com medo de nos enxergarmos como realmente somos.

Mas, o espelho nos ajuda a termos um objetivo a alcançar, metas diárias. Se usufruirmos desta informação e a trabalharmos com perseverança nos alegraremos com o resultado. Quem não gosta de se ver bonito e elegante na frente do espelho? Apenas os que não se amam não desejam melhorar. Somos o templo do Espírito Santo e ele merece habitar em um lugar limpo, saudável e bonito. Somos os hospedeiros que cuidam do templo e se cuidarmos bem estaremos com um hóspede feliz que nos trará muitos benefícios ao se relacionar conosco!

Ano 2#204

Unidade se conquista com perseverança!

Havia na igreja de Antioquia profetas e mestres: Barnabé, Simeão, por sobrenome Níger, Lúcio de Cirene, Manaém, colaço de Herodes, o tetrarca, e Saulo. E, servindo eles ao Senhor e jejuando, disse o Espírito Santo: Separai-me, agora, Barnabé e Saulo para a obra a que os tenho chamado. Então, jejuando, e orando, e impondo sobre eles as mãos, os despediram.
‭‭Atos‬ ‭13:1-3‬ ‭ARA‬‬
https://bible.com/bible/1608/act.13.1-3.ARA

Oração, serviço e jejuns permitiu que este grupo de irmãos recebessem a direção do Espírito Santo para as suas vidas. Tamanha comunhão traz segurança nas decisões que mudarão ministérios e vidas, pois estabelecidas por meio da igreja.

A Palavra nos dá muitos exemplos de como vivermos e de como servirmos, mas cada experiência ali contada possui um contexto e um objetivo. Não podemos simplesmente acharmos que porque Pedro recebeu a palavra de Jesus para andar sobre as águas que todos nós podemos neste minuto caminhar assim também.

Em momentos posteriores deste mesmo livro Paulo não consegue seu intento em pregar na Ásia até que chegou na Macedônia. Importa ouvirmos e obedecermos a voz do Espírito Santo e isto não devemos fazer sozinhos quando temos um grupo de irmãos espirituais.

E perseveravam na doutrina dos apóstolos e na comunhão, no partir do pão e nas orações.”
‭‭Atos‬ ‭2:42‬ ‭ARA‬‬
https://bible.com/bible/1608/act.2.42.ARA

O modelo que nos foi deixado pelos primeiros Cristãos é o da perseverança na unidade e isto é conseguido por vivermos mais próximos. Não será com apenas um culto semanal que isto se tornará realidade. Precisamos buscar cultuar não apenas como uma assembléia semanal, mas com as nossas reuniões intermediárias, nas casas, ao longo das semanas e meses. Não se constrói relacionamentos duradouros ouvindo pregações pela internet ou sentando-se em um prédio e não participando da vida das pessoas.

Se nos isolarmos não estaremos vivendo como igreja. Por causa da pandemia muitos se isolaram, mas importa voltarmos aos poucos, com a segurança sanitária, para que não nos acostumemos e aceitemos este estilo de vida como “novo normal”. Cristianismo é relacionamento pessoal, onde ouviremos e seremos ouvidos, respeitados e serviremos uns aos outros.

Obviamente problemas de relacionamento podem acontecer. Estes mesmos dois, Paulo e Barnabé, deixaram de andar juntos por desentendimento na obra. O pivô da discussão, a quem Paulo não queria levar, tornou-se seu grande apoiador no final de sua vida. Mesmo Paulo foi emotivo e não quis escutar Barnabé, pois naquele momento não decidiram em unidade, jejuns e orações, mas por vaidade em dizer quem tinha razão. Ao menos Paulo, após esta separação, foi encomendado junto com Silas para sua nova missão (Atos 15.36-41).

O reino é edificado na perseverança da unidade e do amor e pelo respeito mútuo conseguiremos chegar lá! Que olhemos para o Senhor da seara, a quem devemos, em primeiro lugar, satisfazer com nossos esforços! Que o amor seja o vínculo perfeito e que possamos buscar a construção de um reino de paz e misericórdia.

Ano 2#193

Quem anda por fé não atola!

Temamos, portanto, que, sendo-nos deixada a promessa de entrar no descanso de Deus, suceda parecer que algum de vós tenha falhado. Porque também a nós foram anunciadas as boas-novas, como se deu com eles; mas a palavra que ouviram não lhes aproveitou, visto não ter sido acompanhada pela fé naqueles que a ouviram.”
‭‭Hebreus‬ ‭4:1-2‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/heb.4.1-2.ara

Um povo que havia acabado de atravessar o Mar Vermelho não confiou de entrar na Terra Prometida porque teve mais medo do povo que ali habitava do que confiar na direção de Deus para as suas vidas. Esta luta entre o que vejo e está me impedindo de prosseguir e a direção de Deus que extrapola minha razão é o ponto crucial que demandará uma atitude e posicionamento que a Bíblia chama de fé!

Sem fé seremos paralisados como que atolados nas dificuldades da vida. Ou tomamos posse das promessas de Deus e prosseguimos para andar sobre as águas, no meio de um mar que se abre ao seguirmos em sua direção, através do leito de um rio que parou de correr pela mão de Deus ou qualquer ordem celestial à nosso favor, ou sempre iremos murmurar nas calamidades.

Não é tempo de olharmos para as circunstâncias, mas de olharmos para o Deus Todo-Poderoso que nos traz a saída e o descanso para todo aquele que nEle confia. Ter fé é se apoiar no sobrenatural prometido por Deus, não em pensamento positivo, mas naquilo que está ao nosso alcance pela Palavra de Deus! Ora, como saber a diferença? Conhecendo a vontade de Deus escrita para nosso favor.

Sem conhecer a vontade de Deus estarei pedindo coisas muito provavelmente da maneira errada ou para fins nada proveitosos. Se assim fizer não poderei esperar que venham a acontecer. Se a Bíblia nos ensina que adultério é pecado então não vou pedir em oração e nem declarar que estou conquistando o cônjuge de alguém!

É um dos mandamentos não desejar a mulher, a casa, o escravo, o animal e, em nosso tempo, o carro do próximo. Estas coisas não serão abençoadas ainda que consigamos alcança-las. Não acreditemos que foi Deus quem nos deu como promessa, pois não terá vindo dEle. O descanso de Deus ocorre quando encontramos fé em viver pelos seus ensinos e promessas, quando já não mais estamos na nossa força peregrinando em rebeldia.

Entraremos no descanso prometido porque cremos em Cristo e no seu sacrifício. Quem está estabelecido na rocha não se preocupará com o amanhã, pois já entrou no descanso e nunca mais sairá dele. A fé é a maneira de vivermos além do que o mundo pode conhecer e sem ela nunca agradaremos a Deus. Vivamos pela fé no Senhor e vejamos as maravilhas acontecerem em nossas vidas. A primeira e mais importante será a salvação e todas as demais ocorrerão se permanecermos firmes no chamado!

Ano 2#138