Confiemos nas sagradas letras!

Tu, porém, permanece naquilo que aprendeste e de que foste inteirado, sabendo de quem o aprendeste e que, desde a infância, sabes as sagradas letras, que podem tornar-te sábio para a salvação pela fé em Cristo Jesus. Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra.”
‭‭2Timóteo‬ ‭3:14-17‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/2ti.3.14-17.ara

A salvação pela fé está nas escrituras sagradas. Jesus deu testemunho dos profetas usando as passagens que foram escritas pelo Espírito Santo através deles.

Sendo assim, devemos dar toda a importância ao que está escrito e não ficarmos dependentes de visões e declarações proféticas em nossas vidas. Não precisamos de profeta para nos dizer se estamos em pecado ou não, pois as letras sagradas já estabeleceram o certo e o errado.

Por que, então, ficamos esperando profecias para darmos o próximo passo? Jesus declarou todas as coisas e nos deu o Espírito Santo para nos guiar. Algum profeta é mais poderoso que o próprio Espírito?

Devemos ouvir o Espírito Santo em nós. Ele é quem sabe das nossas necessidades. Podemos ouvir profetas enviados de Deus, mas isto acontece quando estamos surdos e cegos para o que o Espírito está nos dizendo. Profecia é a excessão e não a regra!

Profeta fala quando há desvios ou quando haverá desvios. Se estamos andando pelo Espírito as profecias só nos trarão confirmação do que já estamos fazendo. Se não estamos, nos trará de volta à razão ou nos mostrará o resultado de nossas decisões de antemão.

Muitas vezes o profeta vê o futuro, não necessariamente a decisão a ser tomada, se é certa ou errada. Até para ouvirmos a profecia precisamos confirma-la à luz da palavra de Deus e no Espírito Santo.

Não busquemos profecias para vivermos apenas por elas. Precisamos confiar no Espírito. Deixemos que Ele nos envie os profetas quando estamos em decisões difíceis. Não nos esqueçamos que as escrituras nos revelam sobre tudo o que devemos decidir e confiemos na voz do Espírito Santo.

Quem vive de profecia não aprendeu a confiar no evangelho e ainda precisa de amadurecimento e cuidados especiais. Portanto, confiemos na infalível palavra que nos traz a revelação de Cristo e a fé que nos transforma nos filhos do Deus altíssimo!

Julguemos as profecias, pois Deus julgará os profetas!

“Minha mão será contra os profetas que têm visões falsas e que adivinham mentiras; não estarão no conselho do meu povo, não serão inscritos nos registros da casa de Israel, nem entrarão na terra de Israel. Sabereis que eu sou o Senhor Deus.”
‭‭Ezequiel‬ ‭13:9‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/ezk.13.9.ara

Muitos declaram serem profetas de Deus, levando conselhos e direção à partir do que consideram ser a vontade de Deus para as pessoas.

Deus deixa claro que os que profetizam do seu próprio coração, sem terem a direção de Deus, não terão parte com Ele na vida eterna. A mentira é do diabo e não há comunhão de Deus e o diabo em nenhuma área.

Falar em nome de Deus é um dom, que sempre pode ser imitado. Esta exortação em Ezequiel ocorre porque muitos imitadores existem, seja por vaidade ou por ignorância.

A diferença entre o verdadeiro e o falso profeta está na origem da palavra. Se não vier de Deus ela não tem validade.

Uma profecia pode ser condicionada à obediência ou pode ocorrer independentemente. Quando há alternativas para o homem, pois cada escolha nossa leva a uma situação ligeiramente ou totalmente diferente de futuro, Deus condiciona a resposta. Quando invariavelmente as escolhas trarão o mesmo resultado, então recebemos apenas o aviso do que virá.

Se não acontecer o que Deus determinou ser incondicional, então não foi Ele quem falou! Se Ele falou, então acontecerá.

Nas profecias condicionadas, dependerá de quem recebeu, pela fé, realizar ou não. Estas são mais difíceis de sabermos se Deus falou ou não. Se fizermos e der certo, ou se desobedecermos e o resultado foi o da profecia, então Ele também falou.

O problema ocorre quando não há coerência entre a realização e o resultado. Nestas horas deveremos julgar a profecia e não o profeta, pois este será julgado por Deus e não por nós!

Estejamos atentos às profecias que contrariam o que a Bíblia nos ensina. saibamos o que é de Deus na origem. Deus não contraria a sua própria palavra e não dará profecia que venha a desviar seus filhos do caminho da eternidade!

Estejamos atentos e oremos. Na comunhão do Espírito Santo há a revelação do que é bom para nós. Sem isto, seremos alvos fáceis para ouvirmos o que desejamos e realizarmos as vontades do coração…