#3_208 Das riquezas

E eu vos recomendo: das riquezas de origem iníqua fazei amigos; para que, quando aquelas vos faltarem, esses amigos vos recebam nos tabernáculos eternos.
Lucas 16:9 ARA
https://bible.com/bible/1608/luk.16.9.ARA

Como usamos as riquezas adquiridas neste mundo? Geralmente para benefício próprio. Jesus descreve uma situação onde um administrador usou o dinheiro do seu senhor para construir uma condição vantajosa para si e para aqueles com os quais se relaciona.

Mostrou como as pessoas que estão vivendo para este mundo conseguem tirar vantagem das circunstâncias para construírem um bem estar para si. Comparou com os que desejam viver para Deus e declarou que estes nem sempre conseguem desenvolver a mesma estratégia do ganho comum a partir dos recursos do mundo.

Uma distorção destas palavras de Cristo tem sido a teoria da prosperidade, onde Cristãos teriam o poder de serem ricos e usufruírem hoje das bençãos de Deus como padrão. Jesus aponta o foco das riquezas do crente como o serviço ao próximo e não para si mesmo. Portanto, podemos possuir recursos deste mundo em abundância, mas não devemos retê-los vendo os irmãos sofrendo à nossa volta.

Fazer amigos para as moradas eternas é compartilhar do que temos para mostrar a graça de Deus. Quando damos algo para alguém que não mereceu recebê-lo estamos demonstrando o amor de Deus que enviou Jesus para salvar pecadores que não mereciam perdão. Enviou porque tem misericórdia de nós e devemos ser a imagem e semelhança de Deus em todos os seus aspectos.

Já mencionamos a questão da generosidade, mas queremos enfocar a estratégia de usar os recursos do mundo para crescimento do Reino de Deus. É uma questão de investimento no mundo vindouro:

Não acumuleis para vós outros tesouros sobre a terra, onde a traça e a ferrugem corroem e onde ladrões escavam e roubam; mas ajuntai para vós outros tesouros no céu, onde traça nem ferrugem corrói, e onde ladrões não escavam, nem roubam; porque, onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração.
Mateus 6:19‭-‬21 ARA
https://bible.com/bible/1608/mat.6.19-21.ARA

A sabedoria é usarmos os recursos para a glória de Deus. Será graça, misericórdia, generosidade, prosperidade e mordomia. Lembrando que tudo o que temos vem de Deus estaremos multiplicando os rendimentos divinos a 30, 60 ou 100 por 1!

Que possamos ter estratégia e não a vaidade a respeito dos recursos do mundo. Na sabedoria encheremis o Reino dos Céus e seremos abençoadores e abençoados desde agora. Esta é a verdadeira prosperidade bíblica, quando os recursos que temos transformam para melhor onde habitamos com o Senhor!

#3_179 Diploma não significa sabedoria

E disse ao homem: Eis que o temor do Senhor é a sabedoria, e o apartar-se do mal é o entendimento.
Jó 28:28 ARA
https://bible.com/bible/1608/job.28.28.ARA

Jó faz um discurso sobre todo o poder que o homem tem em alcançar os lugares mais longínquos e mais difíceis atrás de riquezas indo onde nenhum outro animal é capaz de ir. Ainda que tenha conseguido obter conhecimento isto não significa sabedoria.

A grande diferença é como entendemos as coisas de Deus. O sábio considera Deus acima de tudo, enquanto o conhecedor coloca o conhecimento acima de Deus, podendo até mesmo negar a Deus porque consegue explicar muitas coisas.

Jó coloca luz no ponto mais importante de nossas vidas terrenas, de que o verdadeiro conhecimento é saber ficar longe da maldade enquanto a verdadeira sabedoria é reconhecer a soberania e o poder de Deus!

O Evangelho pauta-se em ambos. Conhecer a Deus e vencer o mau através de Cristo! O Senhor se revelou a nós através de Jesus para que o conhecessemos e deixassemos o pecado. Esta virtude em Cristo é o que nos torna aptos ao reino de Deus.

Não importa quanto conhecimento ou riqueza, quantos feitos e renome tenhamos na terra. Nossos nomes são escritos no livro dos eleitos apenas quando Cristo os escreve lá e não será por nossa fama aqui. Muitos eleitos são desconhecidos de nós, mas bem conhecidos do Senhor porque o temeram e o amaram mais que ao mundo.

Nisto reside a verdadeira sabedoria, que Deus seja a prioridade em nossas vidas. O mundo será tratado de acordo com o propósito de Deus para cada um de nós, e assim precisaremos de mais ou menos conhecimento aqui. Sem o temor do Senhor de nada valerá titulações e diplomas. Cuidemos de nossa vaidade nestas coisas.

#3_174 Na nossa ignorância

Na verdade, sei que assim é; porque, como pode o homem ser justo para com Deus? Se quiser contender com ele, nem a uma de mil coisas lhe poderá responder.
Jó 9:2‭-‬3 ARA
https://bible.com/bible/1608/job.9.2-3.ARA

Nada sabemos a respeito de muitas coisas. Por isso precisamos ter humildade para com Deus. Como um adulto em relação a um bebê, somos completamente inexperientes a respeito da eternidade do Senhor. Como discutir com Ele a respeito de nossa criação? Nossa constituição? Das mazelas da vida? Da maldade que reina à nossa volta?

Na soberania divina precisamos reconhecer sua majestade e poderio. Não devemos confiar na nossa pequena experiência de vida para julgarmos a Deus em sua sabedoria. Por que, então, costumamos fazer isto? Somos teimosos em acreditar que já sabemos o bastante, e isto é pura vaidade.

Nestas horas é que devemos nos humilhar diante de Deus e buscar ouví-lo, não para experimentá-lo, mas para sermos edificados pelas suas misericórdias. Deus possui atributos revelados pessoalmente e não há quem não possa conhecê-lo em algum grau de medida. Nisto há sabedoria, que no ajuntamento dos que o buscam teremos uma melhor compreensão da vida.

As diversas manifestações de Deus nos revelam características que não devem ser isoladas. Deus não é só amor, nem só justiça e nem só misericórdia. Ele É isto e muito mais e não conseguimos entender o quadro geral justamente porque não temos capacidade para isto. Somos limitados no tempo e no espaço enquanto ele não. Nada pode um círculo entender de uma esfera a não ser a sua circunferência. Mas a circunferência é apenas um atributo revelado no papel em 2 D.

Que possamos nos submeter ao que conhecemos de Deus e buscar conhecê-lo cada vez mais. Nisto não erraremos, mas nunca atingiremos a plenitude do conhecimento. Ainda assim será proveitoso porque estaremos no caminho certo. E isto conta para Deus. Se assim não fosse Ele não se preocuparia em se revelar à nos. Cristo é o que conseguimos conhecer de Deus, a revelação para a humanidade a respeito da justiça e do amor divinos.

Prossigamos em conhecer Jesus e caminhar em seus passos. Viveremos o melhor de nossas vidas e estaremos glorificando o Senhor. Em Cristo somos transformados a cada dia para atendermos ao chamado divino. Não estaremos discutindo, mas obedecendo. No Senhor Jesus seremos edificados a verdadeira imagem e semelhança de Deus!

#3_157 Busquemos a sabedoria de Deus!

Tinha Ezequias vinte e cinco anos de idade quando começou a reinar e reinou vinte e nove anos em Jerusalém. Sua mãe se chamava Abia e era filha de Zacarias. Fez ele o que era reto perante o Senhor, segundo tudo quanto fizera Davi, seu pai.
2Crônicas 29:1‭-‬2 ARA
https://bible.com/bible/1608/2ch.29.1-2.ARA

Não há idade para se conhecer e obedecer a Deus! Salomão tinha dezesseis anos quando começou a reinar e Ezequias vinte e cinco. Ambos entenderam que reinar sem a sabedoria que provem de Deus seria a ruína de seu povo.

Assim é em nosso trabalho e família. Se tivermos a sabedoria que vem da obediência aos preceitos de Deus receberemos as bençãos por Ele prometidas. Não porque merecemos, mas porque nelas estamos semeando corretamente tanto em termos espirituais como naturais.

Filhos tendem a seguir o que os pais ensinam, mas não é verdade absoluta. Isto porque nem sempre aprendemos por motivação correta e logo que temos a liberdade de decidirmos podemos tomar caminhos diferentes dos aprendidos. Importa sabermos que os caminhos de Deus são perfeitos e não seremos abalados se permanecermos neles.

Louco é o que escolhe caminhos humanos. O sábio aprende com Deus e não se desvia do caminho. Jesus nos deixou o ensino da verdade de Deus, seus caminhos e vontade. Sábios seremos se o ouvirmos e seguirmos. Loucos se o ignorarmos. Os filhos de Deus terão a sabedoria do Senhor e não confiarão na voz de Satanás.

Os reis sábios nem sempre se mantiveram assim até o fim, pois na muita idade caíram no erro de confiar na própria sabedoria e deixar os caminhos de Deus. Importa não nos desviarmos em tempo algum. Glórias a Deus que hoje temos o Espírito Santo a nos alertar dos desvios. Como o GPS ele nos informa como voltar a rota certa. Não ignoremos os avisos pois seria perder a sabedoria e errar o destino.

O mundo nos impõe sair da rota, mas Deus abre nossa visão para não nos afastarmos do caminho. Ouçamos a Deus todo o tempo, não importando a nossa idade. O sábio deve permanecer assim por toda a vida, enquanto o louco precisa deixar a sua loucura.

#3_106 Sabedoria é dada por Deus!

Dá, pois, ao teu servo coração compreensivo para julgar a teu povo, para que prudentemente discirna entre o bem e o mal; pois quem poderia julgar a este grande povo?
1Reis 3:9 ARA
https://bible.com/bible/1608/1ki.3.9.ARA

Desde novo Salomão entendeu que a grande dificuldade é saber discernir entre o bem e o mal. Esta questão tirou Adão e Eva do Paraíso e tira a todos os que desejam, por si mesmos, encontrarem a resposta. Diferentemente de Adão, Salomão pediu que o Senhor lhe desse tal capacidade.

Nossa vida é cheia de decisões que não conseguimos alcançar o fruto. Fazer curso A ou B, trabalhar na área X ou Y? Continuar um relacionamento ou permanecer em um emprego exigente de horas extras? Mudar-se ou permanecer onde estamos?

Noemi e sua família mudaram-se durante a seca que houve em Israel achando que dias melhores viriam na outra terra, mas foi de mal a pior. Saiu rica e com a família, mas voltou pobre e sem marido ou filhos. No entanto conheceu Rute que lhe gerou descendência, a raiz de Davi!

Nossas decisões devem ser feitas em Deus, pois na nossa pequena capacidade de ver os fatos não conseguiremos perceber o que ocorrerá depois de alguns anos. Se formos imediatistas podemos viver para aquilo que enxergamos e se formos preocupados com o que está longe podemos ignorar necessidades urgentes dos que estão a nossa volta.

Por isso importa-nos fazer como Salomão. Que a cada dia busquemos de Deus a direção a tomar e confiemos nela. Difícil é ouvir a princípio, mas com uma vida de leitura das escrituras e oração não seremos confundidos. A palavra nos ensinará os caminhos que não deveremos seguir e nas orações o que Deus tem para as nossas vidas.

Bom é sabermos que Deus se preocupa em nos ajudar, pois é misericordioso. Será que temos o desejo de ouvi-lo antes de decidirmos ou queremos ser como Adão e Eva que desejaram conhecer o bem e o mal para decidirem por si mesmos? Quem depende de Deus permanece no templo e quem deseja decidir por si mesmo fica do lado de fora!

#3_67 Tiago 1:5-8

Se, porém, algum de vós necessita de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e nada lhes impropera; e ser-lhe-á concedida. Peça-a, porém, com fé, em nada duvidando; pois o que duvida é semelhante à onda do mar, impelida e agitada pelo vento. Não suponha esse homem que alcançará do Senhor alguma coisa; homem de ânimo dobre, inconstante em todos os seus caminhos.

Tiago 1:5-8

Conhecimento é proveniente da ciência, da experimentação com metodologia científica, estudos, inferências, observações a respeito dos fenômenos apresentados a cada um de nós. A sabedoria vem de Deus, está acima do conhecimento, pois só conhecemos o que nos é dado enxergar com nossos métodos científicos, mas Deus fez todas as coisas.

Ainda que tentemos alcançar todo conhecimento, isto nos será impossível, até porque estamos restritos a algumas poucas dimensões, enquanto Deus construiu o universo em diversas, em tantas que não podemos nem entender a matemática por detrás das equações que alguns gênios já se desdobraram em fazê-lo. Se muito entendemos quatro dimensões, mas a sabedoria está além delas.

Quem desejar ter sabedoria precisa recebê-la de Deus. Não é a toa que muitos buscam se afastar do mundo para acha-la, mas não é esta a verdadeira necessidade. Deus dá a quem o pede e não a quem se afasta do mundo para recebe-la. Se o mundo nos atrapalha? Só se nos deixarmos levar pelas nossas próprias paixões. Mesmo afastados ainda podemos ser atrapalhados em nossas mentes por aquilo que gostamos e desejamos.

Por isso temos a tendência de sermos inconstantes, pois colocamos mais importância nas coisas no que no Criador de todas as coisas. Se tivermos a verdadeira fé em Deus, será nele que meditaremos, em suas palavras e direções. A sabedoria que vem do alto já está escrita para nós, revelou-se através de Jesus cristo e continua nos impactando através do Espírito Santo de Deus. O que nos falta é termos fé para confiar de que tudo ali é verdade e nada mais importa.

As ondas vão e voltam, são inconstantes, mas o que confia no Senhor não é assim. Confia e age segundo a fé, não muda seus caminhos de acordo com a situação. São confiáveis como o Senhor e servem de fundamento para outros. Assim será quem tiver fé no Deus Todo-Poderoso, dono da sabedoria e que nenhum conhecimento será suficiente para adquiri-la!

#3_37 Jó 28:25-28

Quando regulou o peso do vento e fixou a medida das águas; quando determinou leis para a chuva e caminho para o relâmpago dos trovões, então, viu ele a sabedoria e a manifestou; estabeleceu-a e também a esquadrinhou. E disse ao homem: Eis que o temor do Senhor é a sabedoria, e o apartar-se do mal é o entendimento.

Jó 28:25-28

O relativismo ajuda-nos a caminhar a curto prazo, a partir de algo que vimos e queremos nos afastar ou aproximar. No entanto, não conseguimos ter o entendimento completo das coisas e este relativismo não nos ajuda a longo prazo, quando falamos de moral e ética para as nossas vidas. Basta mudar de país ou grupo de pessoas e conhecer novos valores e começamos a duvidar do que é fazer o bem ou mal em relação a onde estávamos.

Deus estabeleceu todas as coisas e constituiu uma lei universal. Nela temos o absoluto e temê-lo é, em primeira instância, fixar nossos valores no que Ele estabeleceu como bem e mal. Temer a Deus é obedecê-lo nos valores morais que foram definidos em sua lei, é nos deixar guiar por seu Espírito Santo, é não relativizar como o mundo faz.

Onde está a definição de mal para que eu me afaste? É o aborto um mal? Ter relações sexuais com o mesmo sexo um mal? Definir minha própria sexualidade é um mal? Tirar algo de alguém para resolver um problema maior é um mal? Matar alguém em legítima defesa é um mal? Matar alguém que matou outro é um mal? Cada cabeça dará uma resposta. Cada cultura terá suas percepções sobre esta e outras questões. Há sociedades onde podemos ter mais de um cônjuge, outras em que o casamento é proibido.

Tal relativização não é benéfica para a humanidade e a lei de Deus é nosso único ponto de apoio, nossa grade de navegação, para podermos atingir todo o potencial da nossa raça. Sem o temor do Senhor não há verdadeira sabedoria e nem conhecimento do bem e do mal. Já que assim decidimos no Éden, o podermos decidir nossos destinos, hoje só podemos fazer o caminho inverso e decidir obedecer à vontade de Deus. É deixar de relativizar e buscar o conhecimento absoluto da vontade d´Ele.

Em Cristo temos este caminho de volta, nosso ponto de origem e um navegador para nos balizar o caminho:

Lâmpada para os meus pés é a tua palavra e, luz para os meus caminhos. Salmos 119:105

Não há outro caminho a seguir. Todos os demais nos levarão à prática de coisas más diante de Deus. Uma mesma ação pode significar muitas coisas, mas pelo direcionamento divino será justiça. Se estivermos fora dos caminhos do Senhor estaremos fazendo pelo nosso braço, servindo apenas ao nosso egoísmo prático. Não sejamos assim, mas aqueles que caminharão sem dúvidas neste mundo que é relativo e sem interesse em estar ordenado. Os caminhos de Deus são superiores e nos levarão ao alto! E isto começa temendo-o, nos submetendo ao conhecimento verdadeiro que está nas Escrituras.

A verdadeira sabedoria provém de Deus!

Quem é sábio é forte, e aquele que tem conhecimento consolida a sua força. Porque com prudência você deve fazer a guerra; na multidão de conselheiros está a vitória.
Provérbios 24:5‭-‬6 NAA
https://bible.com/bible/1840/pro.24.5-6.NAA

Suz Tzu, Clausewitz e tantos outros nomes escreveram sobre a arte da guerra ou a questão de como gerenciar o campo de batalha de maneira coerente, gerando atrito no inimigo e sendo eficiente em seus processos de comado e controle para obter consciência situacional e serem vitoriosos. A verdade é que isto também chama-se sabedoria, conhecimento e saber ouvir seus experts que lhe aconselham.

Nossa vida ocorre em meio a batalhas espirituais, onde temos Satanás e seus anjos gerando todo tipo de problemas junto a humanidade caída e os filhos de Deus trazendo a vontade do Pai por onde passam. Neste conflito há vencedores e perdedores, há os que permanecem cativos em seus pecados e os libertos por Cristo, o Verbo de Deus!

Não há verdadeira sabedoria fora da Palavra de Deus. Nela há tudo o que o homem precisa para decidir, gerenciar e observar no mundo à sua volta. Tudo o que está alinhado com a verdade de Deus é bom para nós e o que está desalinhado nos tira do caminho e do amor de Deus. Quem são nossos conselheiros que podem nos trazer vitória? Só os que nos aconselham segundo os preceitos de Deus!

Conselhos que não provém de Deus não são sabedoria e nem graça, misericórdia ou justiça. Na guerra espiritual só se vence com o poder da sabedoria de Deus. E esta sabedoria é que nos dá a verdadeira força, nos traz prudência e discernimento para ouvir conselhos. Não sejamos tolos em seguir o mundo, pois este escolhe o mal, o pecado, a injustiça e o sofrimento alheio. O caminho do ímpio perecerá, pois não segue para Deus e nem o pode seguir!

Ano 2#350

Jesus é a sabedoria que veio do céu!

Felizes os teus homens, felizes estes teus servos, que estão sempre diante de ti e que ouvem a tua sabedoria! Bendito seja o Senhor, teu Deus, que se agradou de ti para te colocar no trono de Israel; é porque o Senhor ama a Israel para sempre, que te constituiu rei, para executares juízo e justiça. Deu ela ao rei cento e vinte talentos de ouro, e muitíssimas especiarias, e pedras preciosas; nunca mais veio especiaria em tanta abundância, como a que a rainha de Sabá ofereceu ao rei Salomão.
1Reis 10:8‭-‬10 ARA
https://bible.com/bible/1608/1ki.10.8-10.ARA

Governar bem exige mais que conhecimento, exige sabedoria. Salomão recebeu a dele de Deus, porque pediu-a justamente para poder governar bem o povo sob sua responsabilidade. A rainha de Sabá foi abalada por ser surpreendida por tamanha organização, serviço e até mesmo o asseio pessoal dos que serviam o palácio que não pôde deixar de comentar quão abençoados eram os súditos de Salomão, mais ainda os que o serviam bem próximos por poderem compartilhar desta sabedoria.

Recebemos de Deus uma sabedoria que nos transforma também por ouvi-la de perto, a sabedoria do evangelho! Jesus Cristo, o Filho de Deus, desceu para nos mostrar o caminho para o Pai. Esta sabedoria Salomão não conservou consigo e acabou se desviando no fim de sua vida.  Esta é a mais importante de todas pois nos fala de como sairemos deste mundo e não apenas como viveremos nele. O Senhor nos alerta que muitos se envaidecem em conhecer coisas e processos, mas se esquecem de buscar a sabedoria que nos tornará filhos de Deus!

A rainha do Sul se levantará, no Juízo, com os homens desta geração e os condenará; porque veio dos confins da terra para ouvir a sabedoria de Salomão. E eis aqui está quem é maior do que Salomão.
Lucas 11:31 ARA
https://bible.com/bible/1608/luk.11.31.ARA

Prossigamos em conhecer a Cristo, o Senhor e salvador do mundo. Tal sabedoria vale mais do que todo o dinheiro do mundo, ainda que também nos traga recompensas e prosperidade. Importa entregar nossas vidas a Jesus e termos acesso ao maravilhoso conhecimento espiritual que Deus preparou para o Seu povo. Jesus Cristo é maior do que Salomão porque é a própria sabedoria de Deus e a graça a nós confiada, o Filho de Deus, Senhor dos senhores, o servo e o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo!

Ano 2#262

Aquele que está em Cristo é livre da condenação do pecado!

Agora, pois, já nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus. Porque a lei do Espírito da vida, em Cristo Jesus, te livrou da lei do pecado e da morte.
‭‭Romanos‬ ‭8:1-2‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/rom.8.1-2.ara

Jesus Cristo é libertador! Nele temos a promessa do Espírito Santo em nós e do perdão de nossos pecados. Onde já não há pecados, não há condenação! Nossa nova vida é como termos uma tela em branco para pintarmos onde anteriormente estava sujo e borrado. É podermos reiniciar nossas vidas na presença de Deus, sem o peso do pecado que havíamos cometido.

Esta lei do Espírito muda toda a nossa história. Antes éramos pecadores sem capacidade de mudança de vida, ainda que tentássemos. Agora, o Espírito Santo nos convence do pecado, nos traz uma nova maneira de proceder e nos fortalece para permanecermos no caminho certo. Antes tínhamos apenas a ciência do erro, agora temos a força e a sabedoria para vivermos o acerto!

Mudança de vida espiritual é o que o evangelho da graça nos traz. O peso da lei não está mais sobre os que foram libertos por Cristo! O sangue derramado na cruz nos comprou do mundo e morremos para ele com Cristo. No Senhor ressuscitamos para uma vida de santidade, ainda que tenhamos de trilhar um árduo caminho diário dizendo não à nossa carne. E glórias a Deus que hoje entendemos e temos poder para dizer não!

Sem decidirmos por Cristo estaremos permanecendo no caminho do pecado, mas com ele, seguindo um novo caminho que nos levará às moradas eternas com Deus. Já não há condenação do pecado para os que estão em Cristo Jesus! Qual a sua escolha? Não deixemos para o dia de amanhã uma decisão tão importante e impactante como esta!

Ano 2#137