Qual o valor de uma vida para Deus? E para nós?

Então, formou o Senhor Deus ao homem do pó da terra e lhe soprou nas narinas o fôlego de vida, e o homem passou a ser alma vivente.
‭‭Gênesis‬ ‭2:7‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/gen.2.7.ara

Sempre pensamos em criar e construir coisas. Fomos criados a imagem e semelhança de Deus. Em nossas mentes criamos mundos e situações, ainda que não consigamos gera-las na vida real como Deus fez e faz!

Programadores de jogos eletrônicos criam cenários, enredos, seres eletrônicos de todos os tipos que obedecem a regras e padrões pre-estabelecidos, até que aprendam novos comportamentos em relação aos jogadores que se opõem ou colaboram nas tarefas dos jogos. Temos tentado estabelecer cópias de nós no mundo virtual, mas são muito aquém do que somos para Deus.

Nem de perto nossas criações possuem vida real ou tem o valor que temos, mas para o seu criador há toda a alegria de ver sua criação “vivendo” no mundo criado para ela. Outra grande diferença é que nossas cópias não possuem muitas diferenças entre si e acabam alcançando limitadas diferenças de comportamento nos computadores de cada jogador.

Deus nos criou com grande liberdade de expressão, adoração, alegria, funcionalidades, dons e toda a sorte de capacidades, ainda que acabemos por imitarmos uns aos outros e gerarmos comportamentos muito semelhantes em geral. Mas, a pior parte é que ainda não conseguimos valorizar a vida preciosa que temos. Por que digo isto? Por que, em geral, não nos importamos muito com o que está acontecendo fora das nossas vistas ou áreas de atuação. Não estamos comovidos com as milhares de mortes por pandemias ou fomes, e só culpamos governos e autoridades quando estas nos impactam diretamente.

Uma vida possui tudo o que o Criador idealizou e sua morte é a interrupção de infinitas possibilidades de transformação deste mundo. Indivíduos enfrentaram exércitos, descobriram vacinas, luz, comunicações, sistemas de transporte, arte, descreveram com palavras o mundo à nossa volta, registraram cenas que nos impactam até hoje, desbravaram novas fronteiras, mas também destruíram muitas vidas com suas vaidades e egoísmo.

E a nossa vida? Termina aqui ou há algo mais? Viveremos apenas para nós mesmos ou vivemos para expor nosso conteúdo guardado em nossos corações e mentes construídos pelo Criador? Iremos reclamar do cenário e nos atermos às limitações ou vamos buscar transformar o mundo à nossa volta para refletir o amor de Deus?

Quanto vale a nossa vida e a das outras pessoas?

Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
‭‭João‬ ‭3:16‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jhn.3.16.ara

Deus se importa com a sua criação e nos enviou o seu Filho para que nos lembrássemos do nosso valor como indivíduos e como coletividade! Há muito mais a ser feito através de nossas vidas, mas valor só é dado quando se compreende quem somos e o que se espera de nós. Deus enviou Jesus para que todos que crerem nele se tornem filhos de Deus, como na origem do mundo, com o propósito de amarmos e transformarmos esta Terra!

Assim, que possamos conhecer o Filho e o Pai, que possamos enxergar o valor de uma vida e nunca mais iremos ignorar o sofrimento alheio. Uma vida vale muito diante de Deus e deve valer para nós também. Confiemos no amor de Deus e o pratiquemos. Fazendo assim estaremos exercendo nossa filiação e valorizando a criação do Senhor para todo o sempre!

Natal é amor! Cristo nasceu para nos trazer vida!

Entrando na casa, viram o menino com Maria, sua mãe. Prostrando-se, o adoraram; e, abrindo os seus tesouros, entregaram-lhe suas ofertas: ouro, incenso e mirra.
‭‭Mateus‬ ‭2:11‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/mat.2.11.ara

Os magos encontraram Jesus pois seguiram os sinais e diretivas. Acharam-no em casa, com alguns dias de nascido, e se alegraram! Viram a promessa se cumprir e seus olhos contemplaram a salvação de Deus!

Aproximaram-se do Senhor, ainda que um recém-nascido, e o trataram como a um rei. Vieram à sua presença com presentes caros, como oferta a quem tem toda a honra e a glória!

Estes magos entenderam o que os judeus não haviam sequer esperado. Enxergaram os sinais e se aproximaram para louvor e adoração ao Rei dos reis e Senhor dos senhores, ao maravilhoso conselheiro, Deus forte, pai da eternidade e príncipe da paz!

Jesus é rei, sacerdote, Senhor, salvador, o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo, o redentor, o Cristo, o messias que havia de vir! Ele veio em forma humana, nascido de uma virgem, para luz da humanidade. Hoje a história se divide em antes e depois da primeira vinda de Jesus e depois será marcada pelo reino milenar de Cristo!

Como estamos vivenciando nossa entrega a Cristo? O adoramos e louvamos como Senhor? Temos a noção de sua divindade ou a desprezamos? Importa saber que somos irmãos de Jesus. Mas, precisamos aprender com Tiago e Judas que também nasceram de Maria, a partir da união com José, que entenderam a condição de servos, ainda que irmãos.

Jesus é amigo e também pastor! Ele é o que precisamos que ele seja em nossas vidas, desde que saibamos quem somos em Jesus também! Portanto, louvemos e adoremos o Senhor!

Que a ação do Espírito Santo nos revele a cada dia mais as grandezas de Cristo e nos capacite a nos tornarmos como ele é! Fomos chamados a isto, a sermos a imagem e semelhança de Deus. E, para nós, não há como não olharmos para Cristo, pois foi assim que o Pai nos revelou o Seu amor!

Que estas revelações nos façam admirar a criação e respeitar o nosso próximo. Se Jesus é Deus e veio nos servir na Terra, como nós não poderíamos deixar nossa vaidade e servirmos a quem precisa? Assim, amemos como Cristo nos ama. Esta é a lição que o Natal nos ensina! Deus desceu até nós por amor!

Glorifiquemos a Deus e não ao homem!

Chegando-se, tocou o esquife e, parando os que o conduziam, disse: Jovem, eu te mando: levanta-te! Sentou-se o que estivera morto e passou a falar; e Jesus o restituiu a sua mãe. Todos ficaram possuídos de temor e glorificavam a Deus, dizendo: Grande profeta se levantou entre nós; e: Deus visitou o seu povo.
‭‭Lucas‬ ‭7:14-16‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/luk.7.14-16.ara

Os milagres de Jesus trouxeram glórias a Deus no meio do povo. A humildade de Cristo transportava seus atos para o reconhecimento da graça de Deus. A medicina ainda não consegue trazer mortos à vida até hoje, portanto as ressurreições continuam sendo milagres atribuídos ao divino.

No entanto, Jesus é Deus e, por isso, tem o reconhecimento de todo Cristão que o segue. Outros não vieram dos céus, não estavam na criação do universo e nem conheceram ao Pai! Por que, então, colocar sobre eles o reconhecimento dos milagres?

Cristo estabeleceu que a igreja seria o seu corpo na terra e lhe daria poderes ainda maiores que os que ele praticou na terra para continuarmos o seu trabalho de glorificar a Deus. Se Jesus não tomou a glória para si, tampouco nós deveremos fazer desta forma.

Assim, glorificar a homens e mulheres por milagres praticados através deles não é certo. Sejamos gratos sim e os honremos até com recursos do mundo, mas a glória é de Deus! Errado é dobrar-se diante de homens suplicando por milagres, estejam vivos ou mortos. Isso é idolatria e condenado por Deus.

Podemos pedir ajuda, orações, ir até onde estas pessoas são usadas por Deus em vida, mas a glória é do Senhor, que distribuiu os dons. Se há dom é porque Deus distribuiu segundo a sua misericórdia.

Adoremos a Deus, pois ele é bom e a sua misericórdia dura para sempre. Dobremos nossos joelhos e entremos em nossos quartos, buscando o Senhor em espírito e em verdade, e ele nos encontrará e nos ajudará!

Homens são instrumentos de Deus e merecem nosso reconhecimento, mas não a nossa adoração. Isto lhes seria por laço para que na vaidade caíssem no erro de Satanás e sejam julgados culpados de subtrair a glória de Deus para si mesmos.

Deus e somente Deus seja glorificado!

Cantemos as maravilhas de Deus!

Bom é render graças ao Senhor e cantar louvores ao teu nome, ó Altíssimo, anunciar de manhã a tua misericórdia e, durante as noites, a tua fidelidade, com instrumentos de dez cordas, com saltério e com a solenidade da harpa. Pois me alegraste, Senhor, com os teus feitos; exultarei nas obras das tuas mãos.
‭‭Salmos‬ ‭92:1-4‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/psa.92.1-4.ara

O louvor é motivado por gratidão, por lembrarmos quem é o Senhor e o que faz por nós. Cantar traz todo um conjunto de transformação mental e até hormonal. Transforma-nos à medida em que levantamos nossas vozes para declarar a grandeza de Deus.

Muitas vezes deixamos de louvar, seja porque o local não permite ou porque deixamos cair no esquecimento. A verdade é que é uma atividade importante em nossas vidas.

Quando louvamos estamos declarando com a boca os feitos de Deus e promovendo em nós um alinhamento emocional. Cantar faz com que tenhamos mais foco em Deus e menos em nós.

Não temos noção de todos os benefícios que o canto, na forma de adoração, traz para as nossas vidas espiritual, emocional e física. Só sabemos que nos ajuda também a passar momentos de aflição.

Independentemente de cantarmos o Senhor realiza coisas grandiosas que merecem ser declaradas aos moradores de toda a Terra. Ele É digno de todo louvor e adoração. Os anjos louvam todo o tempo e seremos como os anjos ao chegarmos no céu.

Louvando aqui, em comunhão com outras pessoas, é um treino para o que virá. Imaginemos um coral celestial declarando a santidade de Deus e todos os benefícios que recebemos de suas mãos generosas… será glorioso!

Comecemos aqui, pois nos traz mais perto do que nos espera, é uma forma de adoração àquele que É merecedor e nos fortalece de todas as dificuldades a serem enfrentadas. Só há benefícios e o Pai se agrada!

“E, enquanto comiam, tomou Jesus um pão e, abençoando-o, o partiu e lhes deu, dizendo: Tomai, isto é o meu corpo. A seguir, tomou Jesus um cálice e, tendo dado graças, o deu aos seus discípulos; e todos beberam dele. Então, lhes disse: Isto é o meu sangue, o sangue da [nova] aliança, derramado em favor de muitos. Em verdade vos digo que jamais beberei do fruto da videira, até àquele dia em que o hei de beber, novo, no reino de Deus. Tendo cantado um hino, saíram para o monte das Oliveiras.
‭‭Marcos‬ ‭14:22-26‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/mrk.14.22-26.ara

Temos muito o que louvar pela Nova Aliança no sangue de Jesus Cristo! Tão grande amor que nos traz vitória sobre o pecado e a morte sempre nos trará a oportunidade de louvar a Deus!

Logo após a ceia Jesus cantou um hino com os discípulos. Um louvor que precedeu o seu sacrifício. Maravilhoso é Cristo que enalteceu o Pai até a morte! Louvemos aquele que nos ama e se entregou por amor a nós, para que pudéssemos receber a vida eterna!

Fomos chamados para sermos testemunhas do amor de Deus!

Fiel é esta palavra: Se já morremos com ele, também viveremos com ele; se perseveramos, também com ele reinaremos; se o negamos, ele, por sua vez, nos negará; se somos infiéis, ele permanece fiel, pois de maneira nenhuma pode negar-se a si mesmo.
‭‭2Timóteo‬ ‭2:11-13‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/2ti.2.11-13.ara

Uma vida com Cristo leva a estas reflexões. Temos um Senhor para caminharmos sob os seus preceitos. No entanto, alguns caminharam com Jesus e não permaneceram com ele. Judas é o maior exemplo. Viu a glória, os milagres, foi instrumento do poder de Deus e entregou o mestre por dinheiro.

Jesus é fiel, ainda que não sejamos. Ele é Deus, mesmo que não reconheçamos. Precisamos dele, ainda que não queiramos aceitar. Jesus é o único caminho para Deus, ainda que não entendamos isto agora!

Em nossa mensagem sobre o batismo (https://mensagensdoevangelho.org/2020/09/30/nos-batizamos-para-testemunhar-nosso-arrependimento/) declaramos que nos batizamos porque reconhecemos nossa condição de pecadores e encontramos em Cristo a salvação, a redenção e a propiciação pelos nossos pecados.

Batizar-se é morrer com ele para o mundo (mergulhando e afundando nas águas), enquanto viver com ele (voltar à tona após o mergulho) é ter a vida eterna desde já! O batismo é um símbolo poderoso que nos capacita a testemunhar em todo tempo e lugar!

Se não temos a vontade do batismo é porque não desejamos expor ao mundo a nossa fé cristã. Ainda não estamos livres do pecado, ainda não houve a alegria do entendimento do perdão eterno. Negar a Cristo é também negar o testemunho de suas obras em nós. É também ter vergonha de declarar a fé nele.

Assim, se não damos testemunho do que temos recebido dele, tampouco receberemos o testemunho dele diante dos anjos no dia do julgamento.

A boa notícia do evangelho é que pela fé já recebemos a salvação e se perseverarmos, já alcançamos a eternidade como reis e sacerdotes. Ele é fiel para cumprir suas promessas!

Portanto, prossigamos com fé até o trono da graça. Deus cuida de nós em todos os aspectos e já providenciou a saída para as nossas dificuldades. No mundo passamos por aflições, mas andando com Jesus venceremos todas elas!

Até a morte já foi vencida. Não deixaremos de existir, ainda que nosso corpo mortal se desfaça. Há um corpo glorificado a ser recebido das mãos do Senhor, como o troféu é recebido pelos vencedores. Será glorioso!

E muitos precisam saber desta verdade. Nosso testemunho começa quando confessamos a Cristo diante das pessoas, continua no batismo e permanece em nossas ações e palavras. Fomos chamados para duas coisas:

1 – Amar ao próximo como Jesus nos amou; e

2 – Sermos testemunhas de Cristo em todas as nações.

Cristo é amor, então, o primeiro item é testemunho também e nos dá a forma certa de realizar o segundo. O primeiro chama-se o Grande Mandamento e o segundo a Grande Comissão. Importa amar primeiro, pois que testemunho darei de Cristo se não for por amor? Será por religiosidade ou vaidade!

Sejamos testemunhas de Cristo, perseverando no amor e na graça do Pai. Fazendo isto estaremos adorando e glorificando a Deus em todo o tempo e lugar!

As respostas estão todas em Cristo! Pergunte a ele!

Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo caminho, mas o Senhor fez cair sobre ele a iniquidade de nós todos.”
‭‭Isaías‬ ‭53:6‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/isa.53.6.ara

As boas novas do evangelho significam que a salvação e sua manutenção não dependem do que fizermos, mas do que Cristo fez por nós! Ele já fez! Carregou sobre si as nossas iniquidades!

A maior dificuldade nossa é justamente compreender a graça de Deus! A ação do Espírito Santo na vida dos homens nos capacita a vivermos pelo amor, gratidão e fé. A identidade cristã permite nos enxergarmos como filhos de Deus, herdeiros de Deus, co-herdeiros de Cristo, a imagem e semelhança de Deus.

Isto foi possível porque Jesus nos trouxe de volta ao estado de religamento espiritual com Deus. Sem o Espírito Santo continuamos longe de Deus, incapazes de nos relacionarmos com Ele, de adora-lo como Ele merece, e nos sentindo impotentes ainda que consigamos realizar boas obras.

A tristeza que podemos sentir na tentativa de agradar a Deus é a mesma de um filho que busca agradar ao seu pai achando que será amado apenas se fizer desenhos, tirar boas notas ou se sair bem nas atividades do dia-a-dia. Um verdadeiro pai ama seus filhos independentemente de desempenho. Ama porque vieram de si, da sua semente!

Não amar a própria semente é não amar a si mesmo. Deus nos ama também porque Ele é amor e estabeleceu todas as coisas em amor. Assim, no plano de Deus deveria haver a oportunidade de restabelecer a comunhão eterna. Em todos os tempos temos relatos da revelação de Deus aos homens, fosse pela natureza, por doutrinas recebidas do alto ou aparições sobrenaturais de Deus.

Todas, no entanto, precisam ser confirmadas por Deus através do Filho. Jesus encerra em si todas as demandas por revelações de Deus para os homens. Nenhuma delas é superior ao sacrifício que nos traz a reconciliação com Deus. Em nenhuma outra revelação há o perdão eterno ou a possibilidade de vivermos com Deus pelo que Ele fez por nós!

Assim, o evangelho de Cristo nos traz o perdão e o Espírito de filiação que nos move a vivermos como Jesus viveu entre nós. É uma caminho sem volta, caminho de transformação, uma vereda para a luz divina, a percepção das verdadeiras prioridades, da alegria eterna, da consumação das coisas temporárias, a edificação de um querer viver em adoração e harmonia com toda a criação.

Não são necessárias várias passagens espirituais pela Terra, ou pagar dívidas espirituais adquiridas pelo pecado, ou experimentar cadeias espirituais eternas porque fizemos ou não por merecer. Nada disto importa quando recebemos o perdão em Cristo! Ele gerou o perdão em si mesmo, somos perdoados e justificados diante de Deus!

Esta é a aliança que farei com eles, depois daqueles dias, diz o Senhor: Porei no seu coração as minhas leis e sobre a sua mente as inscreverei, acrescenta: Também de nenhum modo me lembrarei dos seus pecados e das suas iniquidades, para sempre. Ora, onde há remissão destes, já não há oferta pelo pecado.”
‭‭Hebreus‬ ‭10:16-18‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/heb.10.16-18.ara

E também:

Agora, pois, já nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus. Porque a lei do Espírito da vida, em Cristo Jesus, te livrou da lei do pecado e da morte.”
‭‭Romanos‬ ‭8:1-2‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/rom.8.1-2.ara

Portanto, se em Jesus Cristo estamos, já não está sobre nós a condenação eterna e não tenho mais de pagar qualquer dívida de pecado. Não há carma e nem obra que me torne digno ou indigno, pois em Cristo somos justificados e nivelados diante de Deus! Esta é a justiça do Pai onde todos somos iguais perante o Senhor. Ou somos pecadores arrependidos e salvos em Cristo ou continuamos apartados de Deus e condenados à morte eterna!

Boas novas é sabermos que em Cristo já temos a solução para a nossa vida espiritual. Nada se compara à sabedoria e à justiça de Deus! Creia no Senhor Jesus e serás salvo!

Somos justificados e santificados por Deus!

“O mesmo Deus da paz vos santifique em tudo; e o vosso espírito, alma e corpo sejam conservados íntegros e irrepreensíveis na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo. Fiel é o que vos chama, o qual também o fará.”
‭‭1Tessalonicenses‬ ‭5:23-24‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/1th.5.23-24.ara

A visão e ensino dos apóstolos é sempre a de que seremos transformados por Deus e não pelo nosso esforço pessoal apenas.

Quem nos santifica? O Deus da paz! Quem nos cura? O Deus da criação! Quem nos conserva para o retorno de Cristo? O Deus da salvação!

Se Deus não nos criasse, não estaríamos aqui. Se não se revelasse, não o adoraríamos. Se não expusesse os nossos pecados e a salvação em Jesus, não nos arrependeríamos.

Sem o Espírito Santo não há santidade, fruto do Espírito ou segurança da salvação em nós! Sem Deus estamos a nossa própria sorte, sem finalidade ou esperança.

Com Ele há desenvolvimento, edificação, esperança e, o mais importante, a salvação. Será loucura achar que alguns irão para um lugar de comunhão com Deus e outros para um lugar sem a graça dEle?

Onde Deus estiver ali a Sua graça será manifesta. Onde Ele não estiver não haverá consolo. Se isto é razoável de se entender então podemos considerar a possibilidade de haver um paraíso e um inferno.

Cabe a cada um buscar a verdade entregue nas escrituras e decidir crer ou não nelas. Os que confiam o chamam de fiel e justo, e esperam a conclusão da obra espiritual que ocorrerá na volta de Jesus Cristo.

Qual a sua visão a respeito destas coisas? Saiba que nossa vida espiritual depende da decisão de acreditar nestas palavras dadas por Deus mediante Cristo. Esta é a fé que salva. Se ainda não a alcançou então peça, pois Deus a entrega a todos, sem acepção de pessoas.

Deus é bom, ainda que sejamos maus. A justiça é justamente dar a todos a mesma oportunidade de arrependimento. Não ignoremos a salvação, pois só em Deus ela existe e nos traz a paz de quem foi perdoado da impagável dívida do nosso pecado!

Marchemos e vejamos as maravilhas de Deus!

Disse o Senhor a Moisés: Por que clamas a mim? Dize aos filhos de Israel que marchem.
‭‭Êxodo‬ ‭14:15‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/exo.14.15.ara

Muitas vezes nos pegamos clamando ao Senhor por coisas que Ele já havia abençoado e declarado vitória. Moisés acabara de dizer aos Israelitas que o Senhor os livraria do exército egípcio. Então Deus falou a ele que mandasse os filhos de Israel marcharem!

O que muitas vezes precisamos fazer é marchar em frente e não olhar para trás, para a situação desvantajosa que nos escravisa pelo medo, mas olhar para a frente, para onde o Senhor nos ordena.

Não digo que isto seja fácil, ainda mais quando o seguir em frente significa passar pelo mar sem ter barcos!!!!! Mas, quando Deus fala Ele faz! Os Israelitas passaram a pé enxuto pelo mar, enquanto o exército de Faraó foi esmagado pelas águas.

Precisamos confiar no Senhor, nas suas palavras. Precisamos ter intimidade com Ele. Deus falava com Moisés, que falava com o povo. Hoje temos o Espírito Santo falando em nossos corações diretamente, se entregamos as nossas vidas a Cristo!

Mais uma vez posso dizer que em Cristo somos mais que vencedores, pois temos a mesma oportunidade que os Israelitas tiveram naquele tempo. Hoje temos o privilégio de sermos chamados de Seu povo, ao crermos em Jesus Cristo.

Não importará a situação, teremos o livramento de Deus, seus cuidados, sua cura! Ele nos ama e vai cuidar de todas as coisas. Ainda que o caminho seja difícil ele está conosco!

O que iremos fazer? Clamar ou marchar? Ainda que clamemos, Ele é amoroso e nos mostrará novamente o que fazer, como um pai que muitas vezes direciona o filho no caminho certo.

Glorifiquemos a Deus pelos seus grandes feitos! Com louvores e adoração traremos o conhecimento dos feitos de Deus para os que ainda não o conhecem! Festejamos, pois amanhã veremos as maravilhas acontecendo mais uma vez em nossas vidas!

O que realmente precisamos é da presença de Deus!

“Por esse motivo, eu me ajoelho diante do Pai, de quem todas as famílias no céu e na terra recebem o seu verdadeiro nome. E peço a Deus que, da riqueza da sua glória, ele, por meio do seu Espírito, dê a vocês poder para que sejam espiritualmente fortes.”
‭‭Efésios‬ ‭3:14-16‬ ‭NTLH‬‬
https://www.bible.com/211/eph.3.14-16.ntlh

Importa a presença de Deus em nossas vidas! Não há melhor situação do que termos Deus conosco! No princípio do mundo, Deus andava com o homem no jardim e agora, pelo Seu Espírito, anda novamente conosco. Cristo tornou isto possível na cruz!

O poder de Deus nos é transmitido pelo Espírito Santo, no caminhar Cristão. Há diferentes formas do Pai se apresentar em nossas vidas, e a mais perceptível não é pelas bençãos recebidas, mas pela paz e a alegria na caminhada com Ele.

Há muitas pessoas com saúde e dinheiro, mas sem paz ou alegria. Há muitos com poder e autoridade, mas não tem a presença do SENHOR!

O que é melhor? A presença dEle ou a falsa sensação de benção porque temos facilidades materiais? Não é porque sou rico que sou abençoado ou porque sou pobre e sou amaldiçoado. Benção e maldição são espirituais.

A presença de Deus traz conforto espiritual em qualquer circunstância, assim como a sua ausência nos impede de termos este conforto. A presença do Espírito Santo em nós é mais do que sermos abençoados, é sabermos que estamos com Deus e em Deus!

Paremos para refletir sobre a nossa vida espiritual. Estamos satisfeitos porque nos sentimos abençoados? No que consiste nossa fé? Estamos buscando o Deus da benção ou a benção de Deus somente?

O Pai deseja o melhor para os filhos e gosta de estar com eles. E os filhos? Gostam do Pai ou dos Seus presentes?

Oremos pela presença de Deus em nossas vidas e sejamos gratos pela nossa situação de hoje, seja ela qual for! Com Ele, seremos abençoados, eternamente!

Quem ama, confessa. Quem não ama, esconde.

“Portanto, todo aquele que me confessar diante dos homens, também eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus; mas aquele que me negar diante dos homens, também eu o negarei diante de meu Pai, que está nos céus.”
‭‭Mateus‬ ‭10:32-33‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/mat.10.32-33.ara

Ninguém precisa esconder algo se não estiver sendo pressionado para isto. Uma mentira é contada quando a verdade pode gerar dano a esta pessoa e ela sucumbe ao medo. Assim, para alguém negar a Cristo diante das pessoas é porque teme por sua própria vida ou sua condição profissional/social.

O trecho das escrituras foi retirado de uma conversa de Jesus com seus discípulos. O Senhor estava alertando que chegaria o dia em que pessoas seriam perseguidas por crerem nele e seriam coagidas a negar a Cristo por causa de sua vida aqui na terra.

Temos conhecimento de perseguições de cristãos em ao menos 50 países, com o pior caso na Coreia do Norte. Mas, chegará um tempo onde países de liberdade religiosa também se fecharão aos cristãos. Mas não devemos nos preocupar, pois ainda que sejamos mortos pelo nome de Cristo, estaremos com ele por toda a eternidade.

A vida com Cristo não se resume a esta vida. Se assim fosse, seríamos pobres coitados, sofrendo as dificuldades e aceitando ofensas e traições, ofertando grandes recursos enquanto outros vivem com mais facilidade. Se a vida fosse apenas aqui, teríamos muita dificuldade em viver assim.

Mas, o melhor está por vir! A vida na eternidade com o Senhor será sem parâmetros racionais em nosso mundo. Não haverá limites físicos, perdas emocionais ou financeiras, nem doenças ou calamidades.

Estamos vivendo em uma realidade que nos prepara para a próxima. Primeiramente reconhecendo nossa limitação e tendência para o mal, trazendo a humildade e gratidão aos nossos corações. Depois, aprendemos a amar sem esperar retorno, mas porque recebemos, podemos dar e iremos querer fazer assim, por graça e misericórdia.

Tudo isto porque fomos amados em Cristo e agora somos dele e vivemos através dele. Como nega-lo? Como dar as costas a quem nos deu vida? Como abandonar aquele que desceu do céu para nos mostrar o caminho para onde ele estava, e voltou para preparar lugar para nós? Somente se esta realidade nos importar mais que a próxima.

O Cordeiro de Deus vive e voltará em breve! Fiquemos firmes e não devemos temer aos que podem tirar a vida, mas glorificar ao que já nos deu a eterna e preciosa vida, o tesouro inesgotável de amor, paz e misericórdia!

Amemos ao Senhor com toda a nossa mente, coração, força e vontade, pois Ele é o único e verdadeiro Deus! Tudo irá valer a pena, até porque nossa ação é para o bem de outras pessoas, e estamos semeando para que elas também desejem esta maravilhosa promessa de Deus!