O encontro com Cristo impacta e transforma!

Saulo, respirando ainda ameaças e morte contra os discípulos do Senhor, dirigiu-se ao sumo sacerdote e lhe pediu cartas para as sinagogas de Damasco, a fim de que, caso achasse alguns que eram do Caminho, assim homens como mulheres, os levasse presos para Jerusalém. Seguindo ele estrada fora, ao aproximar-se de Damasco, subitamente uma luz do céu brilhou ao seu redor, e, caindo por terra, ouviu uma voz que lhe dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues? Ele perguntou: Quem és tu, Senhor? E a resposta foi: Eu sou Jesus, a quem tu persegues; mas levanta-te e entra na cidade, onde te dirão o que te convém fazer.”
‭‭Atos‬ ‭9:1-6‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/act.9.1-6.ara

O então Saulo, mais tarde conhecido como apóstolo Paulo, estava em perseguição contra os primeiros Cristãos, conhecidos como os do Caminho. Ele era um homem firme de propósito e desejava agradar a Deus. No entanto, estava seguindo o caminho errado. Como não houvesse quem tivesse coragem para evangeliza-lo, visto o apedrejamento de Estêvão que havia explicado o evangelho ao Sinédrio e fora rejeitado, o próprio Jesus fala com Saulo.

Isto está ocorrendo há séculos em toda a Terra. Regiões e pessoas não alcançadas pelos missionários do evangelho são visitados pelo próprio Senhor Jesus. Pessoas que antes eram contra Cristo tornam-se seus embaixadores, dando a própria vida pelo evangelho. Por que esta transformação tão radical?

Ter uma visitação do próprio Jesus não é algo que se possa ignorar ou ficar indiferente. A presença de Deus em nossas vidas nos impacta profundamente e não há como permanecer da mesma forma que estávamos antes. Mas, por que algumas pessoas têm este privilégio e a maioria não têm? Jesus responde a esta questão:

Mas o Senhor lhe disse: Vai, porque este é para mim um instrumento escolhido para levar o meu nome perante os gentios e reis, bem como perante os filhos de Israel; pois eu lhe mostrarei quanto lhe importa sofrer pelo meu nome.
‭‭Atos‬ ‭9:15-16‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/act.9.15-16.ara

A missão de Saulo era grandiosa, mas ele mesmo passaria por uma transformação interior profunda. Cada chamado exige um nível de preparo e cada propósito um chamado ao nível do empreendimento. A conversão pode ser tão marcante quanto o ministério, mas não é uma regra e não desejamos estabelecer doutrinas a partir disto. Tudo depende do quanto nos será necessário valorizarmos a obra de Deus em nossas vidas. Alguns precisam ver Jesus para isto, outros não!

Saulo tornou-se Paulo, incansável na pregação do evangelho a ponto de praticamente alcançar sozinho os gentios da região conhecida em sua época. Cada um de nós está sendo chamado pelo Senhor, para conhece-lo e caminharmos com ele para o seu reino. Não somos chamados a irmos sozinhos, mas levarmos junto conosco aqueles que nos cercam, para uma vida abundante a partir do que estamos vivenciando hoje.

Assim como Paulo ensinou e viveu para que outros vivessem, assim devemos ser. Cada um no seu chamado e na dimensão dada por Cristo. Como está a nossa compreensão do chamado? Temos certeza dele? Estamos caminhando em nossos propósitos? Ainda não nos encontramos com Jesus? Cada dia se torna uma nova oportunidade e podemos buscar o alimento de hoje para nossas vidas. O Senhor é tudo em todos e isto será o nosso combustível como foi para Paulo.

Continuemos a caminhar em busca de Cristo. Cedo ou tarde este encontro nos transformará para toda a eternidade e seremos conhecidos dele e com ele viveremos com alegria e paz, contentamento e confiança, pois é o Senhor de todas as coisas!

Ano 2#14

Fomos chamados para sermos testemunhas do amor de Deus!

Fiel é esta palavra: Se já morremos com ele, também viveremos com ele; se perseveramos, também com ele reinaremos; se o negamos, ele, por sua vez, nos negará; se somos infiéis, ele permanece fiel, pois de maneira nenhuma pode negar-se a si mesmo.
‭‭2Timóteo‬ ‭2:11-13‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/2ti.2.11-13.ara

Uma vida com Cristo leva a estas reflexões. Temos um Senhor para caminharmos sob os seus preceitos. No entanto, alguns caminharam com Jesus e não permaneceram com ele. Judas é o maior exemplo. Viu a glória, os milagres, foi instrumento do poder de Deus e entregou o mestre por dinheiro.

Jesus é fiel, ainda que não sejamos. Ele é Deus, mesmo que não reconheçamos. Precisamos dele, ainda que não queiramos aceitar. Jesus é o único caminho para Deus, ainda que não entendamos isto agora!

Em nossa mensagem sobre o batismo (https://mensagensdoevangelho.org/2020/09/30/nos-batizamos-para-testemunhar-nosso-arrependimento/) declaramos que nos batizamos porque reconhecemos nossa condição de pecadores e encontramos em Cristo a salvação, a redenção e a propiciação pelos nossos pecados.

Batizar-se é morrer com ele para o mundo (mergulhando e afundando nas águas), enquanto viver com ele (voltar à tona após o mergulho) é ter a vida eterna desde já! O batismo é um símbolo poderoso que nos capacita a testemunhar em todo tempo e lugar!

Se não temos a vontade do batismo é porque não desejamos expor ao mundo a nossa fé cristã. Ainda não estamos livres do pecado, ainda não houve a alegria do entendimento do perdão eterno. Negar a Cristo é também negar o testemunho de suas obras em nós. É também ter vergonha de declarar a fé nele.

Assim, se não damos testemunho do que temos recebido dele, tampouco receberemos o testemunho dele diante dos anjos no dia do julgamento.

A boa notícia do evangelho é que pela fé já recebemos a salvação e se perseverarmos, já alcançamos a eternidade como reis e sacerdotes. Ele é fiel para cumprir suas promessas!

Portanto, prossigamos com fé até o trono da graça. Deus cuida de nós em todos os aspectos e já providenciou a saída para as nossas dificuldades. No mundo passamos por aflições, mas andando com Jesus venceremos todas elas!

Até a morte já foi vencida. Não deixaremos de existir, ainda que nosso corpo mortal se desfaça. Há um corpo glorificado a ser recebido das mãos do Senhor, como o troféu é recebido pelos vencedores. Será glorioso!

E muitos precisam saber desta verdade. Nosso testemunho começa quando confessamos a Cristo diante das pessoas, continua no batismo e permanece em nossas ações e palavras. Fomos chamados para duas coisas:

1 – Amar ao próximo como Jesus nos amou; e

2 – Sermos testemunhas de Cristo em todas as nações.

Cristo é amor, então, o primeiro item é testemunho também e nos dá a forma certa de realizar o segundo. O primeiro chama-se o Grande Mandamento e o segundo a Grande Comissão. Importa amar primeiro, pois que testemunho darei de Cristo se não for por amor? Será por religiosidade ou vaidade!

Sejamos testemunhas de Cristo, perseverando no amor e na graça do Pai. Fazendo isto estaremos adorando e glorificando a Deus em todo o tempo e lugar!

Em que porta estamos entrando?

“Entrai pela porta estreita (larga é a porta, e espaçoso, o caminho que conduz para a perdição, e são muitos os que entram por ela), porque estreita é a porta, e apertado, o caminho que conduz para a vida, e são poucos os que acertam com ela.”
‭‭Mateus‬ ‭7:13-14‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/mat.7.13-14.ara

Se não houvesse o livre-arbítrio Jesus não diria para escolhermos uma porta. Ele simplesmente diria para esperarmos os tempos para que tudo estivesse decidido por nós. Assim, o destino de cada um está em nossas mãos!

Somos alertados de que o caminho para os céus é estreito como aqueles nas montanhas. São caminhos onde só passa um de cada vez, exigem perseverança e foco. Teremos ajuda na caminhada, pois assim o Senhor nos fortalece e apoia!

O caminho largo é aquele onde temos facilidade em nos mover e não é trabalhoso. A preguiça facilmente nos levará por ele. É o caminho de quem não perdoa. Perdoar é difícil e exige passar por cima da minha vontade e do meu orgulho…

O caminho largo é o caminho do traidor. Manter a aliança com as pessoas nem sempre traz lucro ou melhora minha condição. Preciso aceitar perdas ou conviver com situações que me desagradam…

O caminho largo é o caminho do caluniador. Para nos defender de alguém que nos incomoda podemos cair no erro de falar mal dela. É mais fácil destruir a pessoa do que seus argumentos…

O caminho estreito é aquele por onde Jesus Cristo passou e nos chama para passar. É o de negar-se a si mesmo e tomar a própria cruz para alcançar o nosso lugar com ele.

Em termos espirituais é o caminho da santificação onde dizemos não a tudo o que Deus abomina e que muitas vezes gostamos de fazer.

Todos os dias temos um caminho a trilhar. Qual deles vamos escolher hoje? Só um nos mantem na trajetória para o lar celestial. Se o caminho está difícil, oremos para que o Espírito Santo renove as nossas forças.

Na linha de chegada há um prêmio que vale toda e qualquer dificuldade enfrentada. Mas não esperemos o final. Nossas dores, cansaços e frustrações são carregadas diariamente quando entregamos nossa vida à Cristo! Basta confiar nele e segui-lo no único caminho para o Pai!

Por que Jesus Cristo veio ao mundo?

“Transbordou, porém, a graça de nosso Senhor com a fé e o amor que há em Cristo Jesus. Fiel é a palavra e digna de toda aceitação: que Cristo Jesus veio ao mundo para salvar os pecadores, dos quais eu sou o principal.”
‭‭1Timóteo‬ ‭1:14-15‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/1ti.1.14-15.ara

Na visão do mundo isto é um escândalo. Se a vida normal é assim, por que é chamado de pecado? Ora, já falamos que a transgressão só existe onde há lei declarando o que é transgressão.

O que ocorre é que o mundo ignora a Lei de Deus quanto ao que Ele define por pecado. Para Deus todos pecamos e, por isso, teremos a sentença de morte espiritual ao morrermos fisicamente. Nossa vida aqui é um teste para a próxima e não adianta “taparmos o sol com a peneira”.

Não importa se não desejamos ver a legislação. Conhecendo ou não eu sou responsável em cada sociedade em que eu viver. Assim é no mundo físico e também no espiritual. Como resolver o problema da ignorância às leis? Divulgação e conscientização.

Os governos fazem propagandas para que as pessoas tomem conhecimento daquilo que é prioritário para s sociedade. Vejamos o caso do COVID-19. Há propagandas para se realizar o isolamento social e uso da máscara em lugares públicos. Junto a isto há a informação do número de infectados e da contagem de mortos para que as pessoas levem à sério as orientações.

Assim também é a pregação do Evangelho. Há as orientações de Deus para que vivamos em harmonia entre nós e também a conscientização do que o pecado traz na vida das pessoas. O salário do pecado é a morte (Romanos 6.23).

Jesus Cristo veio anunciar a salvação desta morte espiritual presente na humanidade. Veio oferecer a solução para o pecado que está em nós e nos orientar para vivermos uma vida santa e abençoada.

O juiz veio ao encontro do transgressor e deu-lhe a oportunidade de arrepender-se antes que fosse levado ao tribunal!

Glórias a Deus por sua graça e misericórdia! Aproveitemos esta oportunidade enquanto ainda podemos fazer uso dela. Enquanto há vida há oportunidade. Que o Senhor nos tire do coração e mente toda dúvida e engano para que possamos usufruir da Sua graça!

Conversão significa mudar o caminho de vida alinhando-o com a vontade de Deus!

“Sais ao encontro daquele que com alegria pratica justiça, daqueles que se lembram de ti nos teus caminhos; eis que te iraste, porque pecamos; por muito tempo temos pecado e havemos de ser salvos? Mas todos nós somos como o imundo, e todas as nossas justiças, como trapo da imundícia; todos nós murchamos como a folha, e as nossas iniquidades, como um vento, nos arrebatam. Já ninguém há que invoque o teu nome, que se desperte e te detenha; porque escondes de nós o rosto e nos consomes por causa das nossas iniquidades.”
‭‭Isaías‬ ‭64:5-7‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/isa.64.5-7.ara

Se esta oração de Isaias não fosse verdade então não haveria necessidade de um salvador e nem mudança de aliança.

Porque o homem é propício ao pecado, tende a viver uma vida fora dos desígnios de Deus. Não podemos ignorar que Deus é amor e também fogo consumidor (Hebreus 12.29)!

Assim, o homem que peca não está destinado ao céu, a viver junto de Deus. Permanece expulso do Paraíso! O retorno à restauração de relacionamento com Deus depende de entrarmos na condição de justos, e isto não conseguimos fazer por nós mesmos.

Para resolver esta questão é que Jesus Cristo revela a vontade de Deus e cumpre cabalmente a Velha Aliança, entregando-se como sacrifício suficiente para tornar justo a todos os que creem neste ato diante de Deus. Deus nos ama e enviou Jesus para nosso socorro (João 3.16).

Só precisa de salvador quem reconhece ser pecador. Se este entendimento não estiver em nós, não há porque buscarmos salvação. É um entendimento espiritual e individual!

A Nova Aliança em Cristo é que nos justifica e nos torna aptos a vivermos novamente com Deus no Paraíso. Este é um momento para refletirmos sobre as nossas atitudes e identificarmos se estamos vivendo no pecado ou estamos praticando atos de justiça.

Arrepender-se é o princípio da mudança, reconhecendo o erro, enquanto converter-se é passar a caminhar na direção de Deus! É tempo de salvação, tempo de reconhecermos a Cristo como salvador e Senhor! Que o Espírito Santo nos revele e convença sobre a nossa verdadeira condição espiritual!

Um exemplo de oração de entrega a Cristo é assim:

“Senhor, reconheço que sou pecador e estou longe dos teus caminhos. Peço-te perdão pelos meus pecados e renego a vida que tenho vivido afastado de ti. Recebo Jesus Cristo como meu salvador e caminho a seguir. Escreve o meu nome no Livro da Vida e reine sobre a minha vontade. Em nome de Jesus Cristo eu entrego o meu ser a ti!”

Esta oração traz nova vida a quem a faz! É nascer de novo, pois automaticamente o Espírito Santo tomará esta vida nas mãos e a conduzirá pelo caminho de Cristo até os portais celestiais! Só a nossa própria vontade nos impede de fazer isto!

Que Jesus Cristo seja o Senhor de nossas vidas e possamos estar todos juntos quando o Cordeiro nos chamar no grande dia!