#3_83 João 17:17-19

Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade.  Assim como tu me enviaste ao mundo, também eu os enviei ao mundo.  E a favor deles eu me santifico a mim mesmo, para que eles também sejam santificados na verdade.

João 17:17-19

Jesus é o verbo, a verdade e nos traz a santificação através dele mesmo. No conhecimento da palavra de Deus somos convencidos de nossos pecados e, através do exemplo de Cristo, temos um caminho a seguir.

Importa-nos conhece-lo, praticar sua verdade e permanecermos nela. Grande ajuda temos ao caminharmos juntos por este caminho. Sozinhos é difícil e penoso, mas em comunhão com o corpo de Cristo vencemos e permanecemos unidos pelo Espírito Santo.

Enviados ao mundo através do poder do evangelho, unidos por um propósito, cuidados pelo Senhor. Não há prazer maior!

#3_82 Permaneçamos na videira verdadeira!

Eu sou a videira, vós, os ramos. Quem permanece em mim, e eu, nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer. João 15:5

O fruto é consequência da saúde do pé de onde provém e não de si mesmo. Cristo nos lembra que sem o pé o fruto não existe, não se sustenta e não tem como ter crescimento. Assim ele nos compara a ramos de vários tipos que, conectados à videira, produzirá muito fruto.

Ainda assim ele nos alerta que o ramo que não produz é cortado. Como não produzir se estaríamos conectados ao corpo de Cristo? Justamente por não recebermos o alimento através do corpo. Muitos hoje acreditam que estar fora de uma igreja é melhor do que estar dentro. Na verdade o que ocorre que há igrejas que não são igrejas de Cristo.

Esta passagem nos revela que o amor é a fonte do conhecimento do discipulado em Cristo e não há desenvolvimento do amor estando isolados do corpo e do mundo. Já falamos sobre os que deixaram igrejas para não perderem a fé por causa de situações adversas no meio da assembleia, mas existem questões que exigem perdão e outras que nos revelam a verdadeira natureza da assembleia em que estamos vivendo.

O corpo de Cristo ama e produz amor. Não é lugar de produzir medo ou estabelecer ditaduras religiosas ou mesmo um clube de amigos de Cristo, mas um lugar onde pessoas que foram resgatados por Cristo crescem juntas em santificação e amor. Onde o amor de Cristo não é vivido não há igreja de Cristo e, portanto, estamos desconectados da videira verdadeira.

Não nos enganemos, há muitos falsos mestres e falsos pastores, ainda que conheçam a palavra e sejam constituídos líderes em suas denominações. Pelo fruto conhecereis a árvore diz o Senhor. Ele julgará o fruto de cada um de nós e cabe aos seus seguidores reconhecer o Senhor em nossos caminhos. Não adianta se ligar a um ramo desconectado de Cristo!

A Igreja será julgada antes do mundo, como estabelecido no livro de Apocalipse. Cada igreja observe como anda diante do Senhor. Ele está alertando a cada uma segundo o seu procedimento. Nós somos a igreja, cada um que se conecta a uma assembleia em nome de Cristo.

O que temos produzido? Fruto digno de arrependimento? Confusões? Edificamos pessoas ou as empurramos para fora da igreja? Estamos conectados na videira? Que o Senhor, em sua misericórdia, nos limpe e nos encha de sua seiva maravilhosa. É tempo de vivermos para o Senhor e isto significa estar ligado em seu corpo, em sua palavra, em sua assembleia!

#3_52 1 Coríntios 6:15

Não sabeis que os vossos corpos são membros de Cristo? E eu, porventura, tomaria os membros de Cristo e os faria membros de meretriz?

1 Coríntios 6:15

Unir-se pelo sexo é tornar-se um com a outra pessoa. Paulo nos adverte que a promiscuidade é nos fazer meretriz e contaminarmos o corpo de Cristo, sua Igreja, com tal pecado. Assim, que o sexo seja apenas dentro do casamento!

Esta verdade incomoda a muitos, ainda mais quando a cultura da pornografia exacerba a necessidade do sexo na juventude e por toda a vida. Como refrear tal vontade? Isto perseguirá o que se alimenta de pornografia agora e no futuro, impactando até seu relacionamento sexual no casamento.

Como se sentir satisfeito quando já vimos corpos mais bonitos e exuberantes? Como se deliciar na nossa fonte quando vimos outras fontes e as desejamos?

Em Provérbios recebemos um conselho para a nossa vida de casais:

15  Bebe a água da tua própria cisterna
e das correntes do teu poço.
16  Derramar-se-iam por fora as tuas fontes,
e, pelas praças, os ribeiros de águas?
17  Sejam para ti somente
e não para os estranhos contigo.
18  Seja bendito o teu manancial,
e alegra-te com a mulher da tua mocidade,
19  corça de amores e gazela graciosa.
Saciem-te os seus seios em todo o tempo;
e embriaga-te sempre com as suas carícias.
20  Por que, filho meu, andarias cego pela estranha
e abraçarias o peito de outra?
21  Porque os caminhos do homem estão perante os olhos do SENHOR,
e ele considera todas as suas veredas.
22  Quanto ao perverso, as suas iniquidades o prenderão,
e com as cordas do seu pecado será detido.
23  Ele morrerá pela falta de disciplina,
e, pela sua muita loucura, perdido, cambaleia.

Provérbios 5:15-23

A pornografia leva à prostituição. Muitos são os motivos de se buscar tal caminho, mas no final nos levarão à perdição e destruição. Deus não se alegra com estas coisas e devemos cuidar de nossas vidas e relacionamento conjugal. Não devemos compartilhar o que é nosso e nem desejar o que é dos outros. Cada casal permaneça fiel e usemos nossos corpos para glorificar a Deus!

Se isto já está nos afetando, então busquemos a face do Senhor e clamemos por seu livramento. O sangue de Jesus nos purifica de todo pecado e aquele que se arrepende e o busca receberá ajuda em todas as áreas em que o pecado se manifestou em nossas vidas. Há oportunidade hoje de mudarmos esta situação. Tenhamos fé no Senhor e larguemos o nosso pecado aos pés da cruz!

A unidade de alma deve ser perseguida pelo Corpo de Cristo!

Se há, pois, alguma exortação em Cristo, alguma consolação de amor, alguma comunhão do Espírito, se há entranhados afetos e misericórdias, completai a minha alegria, de modo que penseis a mesma coisa, tenhais o mesmo amor, sejais unidos de alma, tendo o mesmo sentimento.
Filipenses 2:1‭-‬2 ARA
https://bible.com/bible/1608/php.2.1-2.ARA

Paulo nos exorta a termos unidade. Como em um exército que marcha não conseguimos distinguir o indivíduo no meio da tropa, assim deve ser a igreja, ainda que haja o individual devemos funcionar como um corpo, pensando e agindo da mesma forma, como uma massa uniforme.

Tal unidade nos fortalece e isto não é atingido com a mera participação em um culto semanal. Não é possível pensarmos da mesma forma apenas ouvindo uma pregação. Sem vida em comum, trabalho em cooperação, orações e estudos comunitários não atingiremos a comunhão declarada por Paulo. A igreja primitiva possuía uma fórmula para isto:

E perseveravam na doutrina dos apóstolos e na comunhão, no partir do pão e nas orações. Em cada alma havia temor; e muitos prodígios e sinais eram feitos por intermédio dos apóstolos. Todos os que creram estavam juntos e tinham tudo em comum.
Atos 2:42‭-‬44 ARA
https://bible.com/bible/1608/act.2.42-44.ARA

Vejamos como nos tempos de Natal e Ano Novo temos mais comunhão com um grupo de pessoas com as quais passamos juntos na festividade. Estamos unidos pelo mesmo propósito, gastando um tempo juntos, comendo juntos e agradecendo um tempo abençoado por Deus em nossas vidas. Isto traz sentimento de união. Temos a oportunidade de compartilhar nossas ideias e testemunhos do que Deus fez em nossas vidas, nossos sonhos e sentimentos.

Estas coisas não devem ocorrer uma vez por ano, mas constantemente! Por isso muitas igrejas nascem nas casas de pessoas que aprendem este modelo e escalam para ambientes maiores quando o número extrapola o espaço disponível. Importa termos comunhão e unidade no evangelho de Cristo, pois além de criarmos igrejas saudáveis estaremos crescendo saudáveis no amor e no conhecimento do Senhor!

Que perseveremos em buscar a unidade do Corpo de Cristo e sejamos autênticos Cristãos e não meros expectadores de cultos semanais. É fácil viver a religiosidade se não tivermos a preocupação de expandir o reino de Deus! Sem unidade isto não é possível e criar unidade exige muito mais do que pregar ou disponibilizar os textos bíblicos. Exige viver em comunidade, estar entre as pessoas, sofrer e se alegrar com elas, ajudá-las e ser ajudado, experimentar as experiências vividas por outros, ouvir seus testemunhos, caminhar juntos!

A comunhão permite que o amor seja vivido, que as lutas sejam batalhadas juntos e a glória de Deus seja manifesta através de todo o corpo. Que esta exortação nos mova mais para perto das pessoas, ainda que isto nos custe mais em termos de perdão, suportar a ingratidão e a infidelidade. Jesus sofreu tudo isto mas nos ensinou que vale a pena, que o resultado glorifica a Deus e que importa chegarmos juntos na presença dele! Jesus Cristo sofreu por nós e devemos sofrer pelos que amamos. Sem unidade não teremos estas oportunidades.

Ano 2#300

Precisamos nos alimentar de Cristo!

Então, lhe disseram: Senhor, dá-nos sempre desse pão.
João 6:34 ARA
https://bible.com/bible/1608/jhn.6.34.ARA

Jesus é verdadeiro alimento e se deu por nós para que pudéssemos nos alimentar dele. Nem sempre estamos famintos por Cristo e isto ocorre por vários fatores. Quando alguém não está com fome? Geralmente por uma disfunção ou doença!

Para viver precisamos de água e alimentos. Viver custa energia que é gerada através de nossos diversos sistemas em equilíbrio. Nossa vida espiritual exige vivermos pela fé em Jesus (Habacuque 2:4/Romanos 1:17), o que demandará nos alimentarmos dele!

Essa verdade nunca pode ser esquecida. Esquece-la é estar em jejum, é nos alimentarmos do que não gera energia espiritual, é estar em inanição, permanecendo mortos espiritualmente. Ao nos alimentarmos de Cristo estaremos fortalecidos e capacitados a andar com ele e exercer o nosso propósito neste mundo.

Quem consegue realizar algo estando com muita fome? Só restará cansaço, dor e murmuração. Se estamos passando por este processo e estamos na Igreja de Cristo, então estamos vivendo por religiosidade e não por Jesus. Ele é aquele que nos restaura as forças e nos traz a alegria no meio das dificuldades. Se não temos isto, então não estamos nos alimentando do Senhor, mas apenas de palavras vazias, de relacionamentos de fachada, por hipocrisia e não por fé!

Se estamos nos sentindo assim e fora da Igreja, então é hora de buscarmos a comunhão com o Senhor, nos entregando em seus braços, nos arrependendo de nossa vaidade e intransigência para com o seu amor por nós!

Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma. Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve.
Mateus 11:28‭-‬30 ARA
https://bible.com/bible/1608/mat.11.28-30.ARA

Em Cristo temos descanso para nossas almas, enquanto na religião apenas mais um meio de escravidão. Em Cristo temos liberdade e alegria de viver, ainda que na perseguição, pois por ele tudo vale a pena passarmos! Sem nos alimentarmos de Cristo não chegaremos muito longe. É mister comer e beber do corpo e do sangue do Senhor, pois é verdadeira comida e verdadeira bebida espiritual que nos animará por toda a eternidade!

Ano 2#246

Que parte do corpo somos?

Pois, em um só Espírito, todos nós fomos batizados em um corpo, quer judeus, quer gregos, quer escravos, quer livres. E a todos nós foi dado beber de um só Espírito.
‭‭1Coríntios‬ ‭12:13‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/1co.12.13.ara

A Igreja de Cristo não possui fronteiras culturais, geográficas, étnicas e nem políticas. Por isso o evangelho alcança a todos que se abrem à obra do Espírito Santo em seu batismo. Morrer para o mundo e nascer no Espírito é a maneira de nos tornarmos uma só família espiritual. Pelo batismo passamos a ser um novo povo, de todas as raças e nações, formando um corpo com muitos membros e funcionalidades.

A beleza do corpo é a capacidade de realizar todas as coisas de maneira coordenada, atingindo o seu propósito sempre que a cabeça comanda e os músculos e membros obedecem. A obediência à cabeça é fruto da comunicação adequada e ao entendimento correto da ação a ser executada. Quando todos agem corretamente, tudo sai como esperado e o objetivo da ação pode ser alcançado!

Há todo um preparo físico, um aprendizado. Um corpo de um recém nascido precisa aprender a coordenar seus membros, apoiar a cabeça, a controlar músculos de maneira automática, todo um amadurecimento a ser conquistado. Assim também com todos os que entram para a Igreja. Há um tempo de aprendizado, que dependerá do esforço do indivíduo e o preparo da comunidade que o recebe.

Importa bebermos do Espírito Santo, pois é a fonte de todo amadurecimento necessário. Como crianças espirituais precisamos buscar sugar com todas as nossas forças, e nunca deixar de desejar fazer isto! Como crianças nunca estaremos satisfeitos o suficiente, mas precisamos também aprender a viver de maneira amadurecida para com o mundo.

Estar fora da comunhão do Espírito, e da Igreja, é como um pedaço de carvão longe do fogo. Estaremos frios e sem função. Juntos aqueceremos o mundo, mas afastados, para nada serviremos. Bom é estarmos em um corpo, sendo úteis ao propósito de cada organismo criado e mantido pelo poder do Espírito Santo de Deus, enviado por nossa causa, a partir do sacrifício, morte e ressurreição de Cristo! Estar de fora é como ser uma unha jogada no lixo, sem nenhuma serventia a mais.

Há uma nação espiritual chamada em Jesus e ela está em movimento para alcançar todos os povos e nações. Daqui surgirá um mundo onde a vontade de Deus será, finalmente, obedecida em amor, de coração, em adoração, para louvor e glória de Deus! Será um mundo perfeito, o paraíso na Terra e nos céus! Vai valer a pena! Para isto, somos membros uns dos outros. Qual a nossa função hoje? Que membro somos? Ou não somos?