Somos desejáveis ou não? Isso tem a ver com fé?

Qual a macieira entre as árvores do bosque, tal é o meu amado entre os jovens; desejo muito a sua sombra e debaixo dela me assento, e o seu fruto é doce ao meu paladar.
‭‭Cântico‬ ‭2:3‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/sng.2.3.ara

O relacionamento homem e mulher é a força da humanidade em progredir não só na sua multiplicação, mas também no conhecimento do nosso propósito. Já discutimos que o homem e a mulher tem em si características de Deus que se complementam e que em determinadas situações nos ajudam a ter um entendimento melhor a respeito do Senhor.

Mas, hoje queremos lembrar que a humanidade não foi criada em pecado ou para o pecado, pois tudo o que Deus fez foi classificado como bom. Assim, o namoro e o romance são coisas boas para o relacionamento do futuro casal e na permanência destes no propósito do casamento.

O homem e a mulher se desenvolvem ao ponto de possuirem características que agradem ao outro. Seja a forma, inteligência, carinho, atenção, integridade ou qualquer elemento do caráter e da personalidade que se destacam, será isto que chamará a atenção do(a) possível parceiro(a).

Estas características são formadas no DNA e também pela experiência de vida. Ocorre que estas duas circunstâncias podem ser boas ou ruins, dependendo de como viveram e vivem nossos pais. Há um fator que ajuda ou atrapalha dependendo de onde nascemos e vivemos. Mas, há outra boa notícia em Jesus, pois nele somos transformados, libertos e reconstruídos, ainda que tenhamos de lutar contra experiências negativas em nossas vidas.

Servir a Deus nos transforma em pessoas com qualidades positivas para todo tipo de relacionamento e a confiança em Deus canaliza a presença dEle em nós, edificando-nos pela fé em pessoas que darão frutos espirituais e servirão de um núcleo melhor para as gerações futuras. Mulheres espirituais desejam homens espirituais e vice-versa, mas não podemos esquecer que homens e mulheres vivem ainda na carne e pela carne são experimentados e trabalhados.

Nossa espiritualidade enxerga a nossa natureza e aprende a usa-la em benefício de nossos relacionamentos. Só a religiosidade critica a sexualidade humana em prol do relacionamento, mas que fique claro que Deus não fez o homem para a promiscuidade, pornografia ou prostituição. A vida a dois é boa no casamento, mas transtorna relacionamentos que não possuem aliança e acaba por desviar o coração humano para o pecado. Por isso aprendemos que o sexo é bom no casamento e deve ficar dentro desta aliança.

Amar em todos os sentidos o cônjuge é muito bom e nos dará relacionamentos maravilhosos. Que possamos usufruir das boas coisas que recebemos de Deus, lideradas pelo Espírito, para nos desenvolvermos em todas as áreas e podermos ser apreciados em nosso caráter, personalidade e fé, para a glória de Deus!

Sim, a fé nos tornará ainda mais desejáveis porque buscaremos viver como Deus nos formou. Pela fé estaremos nos desenvolvendo como o homem e a mulher devem se desenvolver. Uma fé genuína, na oração e busca de Deus trará o coração do Senhor em nossas vidas e isto também atrairá as pessoas até nós. Sejamos fiéis ao Senhor e à Sua palavra e teremos a parceria desejada e abençoada por Deus.

Aprendamos a viver pela fé e pelo amor, sem esquecermos das boas coisas criadas por Deus para que possamos usufruir de nossas vidas passageiras nesta terra. Não sejamos ignorantes e nem egoístas, pois a vida agradável é mutuamente vivida pelos dois e não apenas por um! O versículo fala da esposa admirando as qualidades do esposo. Somos desejáveis assim? Alguém que provê conforto e alegria para a pessoa amada! Que grande benção!

Empreendedores do reino ou farsantes?

Chegando, por fim, o que recebera um talento, disse: Senhor, sabendo que és homem severo, que ceifas onde não semeaste e ajuntas onde não espalhaste, receoso, escondi na terra o teu talento; aqui tens o que é teu. Respondeu-lhe, porém, o senhor: Servo mau e negligente, sabias que ceifo onde não semeei e ajunto onde não espalhei? Cumpria, portanto, que entregasses o meu dinheiro aos banqueiros, e eu, ao voltar, receberia com juros o que é meu. Tirai-lhe, pois, o talento e dai-o ao que tem dez. Porque a todo o que tem se lhe dará, e terá em abundância; mas ao que não tem, até o que tem lhe será tirado. E o servo inútil, lançai-o para fora, nas trevas. Ali haverá choro e ranger de dentes.”
‭‭Mateus‬ ‭25:24-30‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/mat.25.24-30.ara

Muitos se intrigam porque Jesus ora fala de um reino de abundância e outra hora do inferno, onde haverá choro e ranger de dentes, fora dos céus!

A questão acaba sendo simples quando se entende que o reino espiritual é binário, só existindo a situação de salvo e de não salvo. Ou se tem ou não se tem. Ou se é ou se não é. É sim sim ou não não, não havendo tons de cinza. Nada no céu é ambíguo ou indistinguível. Deus já estabeleceu todas as coisas.

Jesus sempre declara o que permite enxergarmos como estamos em relação ao reino de Deus. O evangelho torna-se, portanto, um termômetro espiritual.

Nesta parábola dos talentos o Senhor jesus aponta uma vida de procrastinação e de mau uso dos recursos, dons e ministério de quem os recebeu e não usou à serviço do reino. É alguém que tem uma missão e não a realiza, não entendendo a necessidade e nem o valor daquilo que está em suas mãos.

Havia três servos e cada um recebeu de acordo com a sua capacidade naquele momento. Um recebeu 5 talentos, outro recebeu 2 e este último 1. Um talento era muito dinheiro e podemos dizer que é algo acima de 30 mil dólares em dinheiro de hoje.

Portanto, mesmo o que recebera menos recebeu muito e poderia ter feito muita coisa. Ainda que achemos que um recurso não é muito, conhecemos pessoas que começaram com muito pouco e se transfomaram em pessoas bem sucedidas. Não só isto, mas em Deus buscaram a sabedoria para transformar o pouco em muito como Jesus fez na multiplicação de pães e peixes.

O que nos impede de aplicar um pequeno recurso? Medo de perder o pouco que conquistamos? Esperar o pior a todo tempo nos impedirá de alcançar coisas maiores. Quem olha para o tempo não semeia. Quem espera que a situação melhore para investir já perdeu a oportunidade de auferir maiores ganhos.

Deus confia em nós para empreendermos. Quem não for empreendedor no reino não conquistará muitas coisas e pode até ser que enterre o talento recebido. Esta mensagem é um alerta, para que possamos dar valor a tudo o que obtemos das mãos de Deus. Tanto o que recebeu 5 e ganhou mais 5 como o que recebeu 2 e ganhou mais dois foram recebidos com a mesma satisfação pelo senhor. Cada um faça com o que tem na mão. A fidelidade trará ainda mais oportunidades enquanto a infidelidade nos mostrará que ainda não estamos com o coração no reino, mas fora dele.

Atitudes demostram a nossa condição espiritual. Que cada um examine-se a si mesmo e busque em Deus a transformação que nos traz o Espírito Santo. Sejamos empreendedores do reino de Deus e não servos farçantes que não têm compromisso com a obra do evangelho. Quem tem o Filho tem o Pai e o mesmo compromisso de trazer a salvação ao mundo.

O evangelho é pregado com recursos financeiros. Uns pregam enquanto outros os enviam a pregar. Precisamos cuidar dos feridos, pobres, viúvas e órfãos, de todo tipo de situação. E isto custa dinheiro. Deus é dono de todo ouro e toda a prata e distribuiu no ceio dos seus filhos que estarão multiplicando esta graça sobre outras vidas.

Quem multiplica mais recebe mais. Quem multiplica menos recebe menos e quem não multiplica não entendeu seu chamado e está perdendo tempo! Urge fazermos a obra de Deus! Não sejamos servos inúteis e nem filhos descuidados dos interesses da família. Quem cuida da herança não é só o Pai, mas também os filhos, pois são estes que precisam entender o valor para poderem continuar a desenvolve-la!

A obra de Deus é amor e usar o talento é transforma-lo em atitudes de amor e abençoar vidas. Como multiplicar? Perguntemos ao Senhor que nos deu tanto o querer como o realizar. Cada um terá uma maneira de fazer, segundo a orientação de Deus!

Não devemos procurar a riqueza para nós, mas a riqueza que produz bençãos para muitos. Isto poderá nos tornar até ricos, mas nosso coração não estará nas riquezas deste mundo, mas do vindouro. Portanto, não temamos a riqueza se estamos multiplicando no reino! Quem assim faz é servo e será recebido nas moradas eternas, seja rico ou pobre na terra, pois é rico para com o Senhor!

Somos cooperadores da obra de Deus!

“Saiu aquele que estivera morto, tendo os pés e as mãos ligados com ataduras e o rosto envolto num lenço. Então, lhes ordenou Jesus: Desatai-o e deixai-o ir.”
‭‭João‬ ‭11:44‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jhn.11.44.ara

Toda vez que leio esta passagem fico maravilhado ao imaginar o evento, presenciando o espanto e admiração, o milagre e a euforia dos amigos e familiares, da satisfação de Cristo ao ver a alegria tomar conta da tristeza!

Cristo veio para dar vida. Temos visto tanto sofrimento neste mundo porque a humanidade não busca a Deus. Não há interesse em crescer ajudando, mas destruir outros para reinar sobre eles.

Nossos corações precisam estar preparados para não nos alegrarmos na tristeza dos outros, mas chorar com eles. Muitas empresas fecharam e pessoas foram demitidas. Não é tempo ainda de comemorarmos porque subsistimos como empresas e muito menos porque somos dos poucos que agora poderão crescer em um mercado com menos competição.

Precisamos crescer por competência e não na alegria da derrota dos demais. Precisamos ser éticos e deixar os costumes do mundo para trás. É tempo de luto enquanto trabalhamos para levantar os que caíram. É tempo de trabalhar para que eles possam voltar.

Uma nação forte é aquela em que os cidadãos trabalham para que ela se fortaleça e não na que estes se enriquecem para levar para fora as riquezas. Se estamos pensando em enriquecer neste país apenas para podermos ir para outro, estamos enganados.

Podemos até ir para fora, mas a nossa motivação deve ser a de levar o amor de Deus e não de buscar conforto em outro lugar. Somos chamados a sermos edificadores aonde estivermos e não meros consumidores. Na velhice ainda daremos frutos e em todo tempo poderemos ser luz para os que se perdem.

Sejamos gratos se permanecemos de pé e humildes para pedir ajuda se cairmos. Nesse tempo, tenhamos compaixão uns pelos outros, crendo e trabalhando para termos dias melhores!

Não há situação que permaneça ruim se temos Deus conosco, Emanuel, Jesus Cristo! Vamos desatar os panos que cobriram os que estão mortos, pois o Senhor está chamando à vida! Somos dos que abrem as portas dos túmulos e tiram as ataduras.

O milagre do ressuscitar é de Cristo! Somos cooperadores dele! Iremos nos alegrar quando a vida voltar e presenciarmos o agir de Deus em nosso meio! Isso é prosperidade!

O perdão é também a percepção da graça de Deus em nossas vidas!

Disse José a seus irmãos: Agora, chegai-vos a mim. E chegaram-se. Então, disse: Eu sou José, vosso irmão, a quem vendestes para o Egito. Agora, pois, não vos entristeçais, nem vos irriteis contra vós mesmos por me haverdes vendido para aqui; porque, para conservação da vida, Deus me enviou adiante de vós.
‭‭Gênesis‬ ‭45:4-5‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/gen.45.4-5.ara

O perdão de José para os irmãos é um dos momentos mais marcantes da Bíblia. Somente um coração transformado por Deus consegue perdoar tamanha traição.

José entendeu que o ocorrido foi usado por Deus para proveito de toda a família dele. O erro havia sido transformado por Deus em oportunidade.

Assim, José tornou-se instrumento da graça para todos os povos da região, não apenas para o seu. Deus é poderoso para mudar situações que eram contra nós em algo favorável.

O perdão é enxergar a misericórdia de Deus e ter a Sua natureza. Não pagar o mal com o mal é divino! José restaurou toda a casa de Israel e sob sua governança tornou-se povo numeroso, conforme Deus havia descrito a Abraão.

Deus usa as situações criadas pelo homem para executar os Seus propósitos. Portanto, confiemos em Deus em todo tempo!

Em Jesus temos a oportunidade de glorificarmos a Deus pela fé! Devemos buscar a face do Senhor a todo momento, derramando sobre ele toda a nossa ansiedade, porque ele tem cuidado de nós! (1 Pedro 5.7)

Dias melhores virão. Confiemos em Deus e na sua providência!

Antes de chegar a fome, nasceram dois filhos a José, os quais lhe deu Asenate, filha de Potífera, sacerdote de Om. José ao primogênito chamou de Manassés, pois disse: Deus me fez esquecer de todos os meus trabalhos e de toda a casa de meu pai. Ao segundo, chamou-lhe Efraim, pois disse: Deus me fez próspero na terra da minha aflição.
‭‭Gênesis‬ ‭41:50-52‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/gen.41.50-52.ara

A vida de José foi muito difícil quando entregue para ser escravo no Egito. Trabalhou anos como escravo e ainda teve de cuidar dos presos, sem poder ver a luz do dia.

Mas quando foi feito governador do Egito, tudo mudou. Recebeu um anel símbolo do poder, a autoridade sobre todos os oficiais de Faraó e ainda uma esposa que lhe deu dois filhos.

O primeiro filho recebeu o nome Manassés que significava o esquecimento de todas as dores que ele vivenciou, físicas e emocionais. José venceu as agruras e agora estava feliz! Sua sorte mudara.

Assim como uma mulher se esquece das dores de parto depois de haver nascido a criança, assim deve ser com todos os que recebem uma graça depois de terem vivenciado dificuldades.

A vida mostrou a José que não valia a pena viver do passado, carregando as mágoas. Ele aproveitou a oportunidade de ser feliz nas novas condições.

Muitas vezes não entendemos os planos de Deus ou porque Ele permite que coisas ruins, aos nossos olhos, aconteçam conosco. Mas, a verdade é que Ele enxerga todas as coisas e nós não.

A ida de José para o Egito foi proveitosa, ainda que tenha lhe custado muitos anos de vida e a sua juventude. No final, tudo foi restituído e com uma posição favorável a ele e a toda a sua parentela.

O temor a Deus e obediência aos Seus propósitos nos permite viver pelas mãos dEle. Não percamos a esperança, mas tenhamos fé, pois Ele É fiel!

No final, o filho Efraim trouxe o entendimento da prosperidade onde só havia tristeza. Com Deus, daremos a volta por cima!

Recebemos esta esperança através de Jesus! Nele temos as mesmas promessas da graça e da misericórdia de Deus em todo tempo! Esta é a fé que nos sustentará nos tempos de dificuldade e nos trará a recompensa!

Toda sabedoria vem de Deus!

Disse Faraó aos seus oficiais: Acharíamos, porventura, homem como este, em quem há o Espírito de Deus? Depois, disse Faraó a José: Visto que Deus te fez saber tudo isto, ninguém há tão ajuizado e sábio como tu. Administrarás a minha casa, e à tua palavra obedecerá todo o meu povo; somente no trono eu serei maior do que tu.
‭‭Gênesis‬ ‭41:38-40‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/gen.41.38-40.ara

É certo que Deus tinha propósito na vida de José com relação ao seu povo, mas José temeu a Deus e fez o que lhe agradava também.

A obediência aos preceitos de Deus gera bençãos em nossas vidas. Agir segundo o interesse de Deus abre oportunidade de sermos usados por Ele em seus propósitos.

José não perdeu as esperanças no seu Deus Todo-Poderoso e nem usurpou da glória que o Senhor lhe dava quando interpretava os sonhos das pessoas. À Faraó ele não se gabou, mas deixou claro que era Deus quem estava dando direção aos dois.

Esta humildade é característica dos sábios, das pessoas que entendem que não nascemos sabendo de tudo, que a nossa inteligência é fruto de um DNA recebido e o que aprendemos veio de alguém que nos ajudou.

Nossas atitudes é que nos marcam e podem nos tornar sábios se entendermos como o reino espiritual funciona. De lá vem a direção para cá. O que aconteceu a José até então deu oportunidade a todos de saberem que Deus era com ele e faria prosperar onde ele colocasse as mãos.

José acabou sendo o homem mais poderoso de seu tempo, pois era ele quem dava as ordens e não havia Democracia ou Parlamentarismo naquela época. Todo o poder era emanado dele!

Toda a terra do Egito e proximidades foi beneficiada na sua gestão e os povos não morreram de fome. A graça e a misericórdia de Deus vieram através de José!

Assim deve ser a vida do que crê em Deus e ouve, obedecendo aos Seus princípios. Deus age através daquele que recebe o Espírito Santo. Se desejamos ser usados por Deus, então precisamos fazer segundo a Sua justiça.

E a justiça de Deus se chama Jesus Cristo, aquele que deu a vida por nós pecadores, para que através do seu sacrifício tivéssemos nossos pecados perdoados.

A sabedoria que vem do alto é divina e está no Espírito Santo. Creiamos na obra de Deus para nós e sejamos sábios e instrumentos de Deus nesta geração!

Jesus é o modelo de liderança e submissão. Precisamos aprender com ele!

Então, o Senhor Deus fez cair pesado sono sobre o homem, e este adormeceu; tomou uma das suas costelas e fechou o lugar com carne. E a costela que o Senhor Deus tomara ao homem, transformou-a numa mulher e lha trouxe. E disse o homem: Esta, afinal, é osso dos meus ossos e carne da minha carne; chamar-se-á varoa, porquanto do varão foi tomada.
‭‭Gênesis‬ ‭2:21-23‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/gen.2.21-23.ara

A Bíblia registra a primeira clonagem humana com transformação genética. Do homem foi tirada uma costela, mostrando que homens e mulheres tem uma origem comum e são complementares.

Interessante observar que quem deu nome à mulher foi o homem Adão. Ora, quem dá nome tem liderança e assim surgiu este aspecto entre a relação homem-mulher.

No entanto, ter liderança não significa humilhar quem está sob a sua liderança. Não significa violentar ou imputar medo. Liderança é, antes de tudo, responsabilidade para com quem está conosco a orientar o caminho e dar condições de apoiar nos seus desígnios.

Líderes servem para que os que estão sob sua responsabilidade atinjam a plenitude de suas capacidades. Homens precisam orientar e suportar as necessidades das mulheres a quem servem em sua liderança.

Por isso o Evangelho ensina que o marido deve amar a sua esposa a ponto de dar a própria vida por ela, como Cristo deu a vida pela igreja. Também diz que a esposa, de bom grado, deve concordar com as orientações do marido e ajudar-lhe (submeter-se) como a igreja se submeteu à Cristo (Efésios 5.22-30).

Isto é um amadurecimento que homens e mulheres precisam alcançar ao longo do casamento, onde cada um tem um papel que, se bem desempenhado, fará com que a família seja próspera e multiplicadora da graça de Deus no mundo.

Liderança não é mandar, mas suportar! Um líder conduz para o alvo. Assim deve ser o homem em relação à mulher. Mas só enxerga o propósito de Deus quem é homem de Deus e só vive em harmonia a mulher que também é de Deus.

A caminhada espiritual de homens e mulheres dura toda a vida. Com a presença de Deus estaremos fazendo com que a Terra seja uma fonte inesgotável da benção do SENHOR para toda a humanidade.

Se falharmos nisto o mundo continuará destilando o confronto dos sexos, homens serão chefes mandões e não líderes, e as mulheres buscarão tomar a liderança para discordar e confrontar os homens.

O caos está aí. Não é questão de machismo ou feminismo, mas de ignorarmos a constituição humana como Deus a construiu!

Jesus veio reparar todas as coisas. Se crermos nele estaremos vivendo novamente nestes preceitos e a harmonia voltará a reinar entre nós. Jesus é o caminho e o modelo que homens e mulheres devem seguir para trazermos a glória de Deus para o nosso meio!

O que realmente precisamos é da presença de Deus!

“Por esse motivo, eu me ajoelho diante do Pai, de quem todas as famílias no céu e na terra recebem o seu verdadeiro nome. E peço a Deus que, da riqueza da sua glória, ele, por meio do seu Espírito, dê a vocês poder para que sejam espiritualmente fortes.”
‭‭Efésios‬ ‭3:14-16‬ ‭NTLH‬‬
https://www.bible.com/211/eph.3.14-16.ntlh

Importa a presença de Deus em nossas vidas! Não há melhor situação do que termos Deus conosco! No princípio do mundo, Deus andava com o homem no jardim e agora, pelo Seu Espírito, anda novamente conosco. Cristo tornou isto possível na cruz!

O poder de Deus nos é transmitido pelo Espírito Santo, no caminhar Cristão. Há diferentes formas do Pai se apresentar em nossas vidas, e a mais perceptível não é pelas bençãos recebidas, mas pela paz e a alegria na caminhada com Ele.

Há muitas pessoas com saúde e dinheiro, mas sem paz ou alegria. Há muitos com poder e autoridade, mas não tem a presença do SENHOR!

O que é melhor? A presença dEle ou a falsa sensação de benção porque temos facilidades materiais? Não é porque sou rico que sou abençoado ou porque sou pobre e sou amaldiçoado. Benção e maldição são espirituais.

A presença de Deus traz conforto espiritual em qualquer circunstância, assim como a sua ausência nos impede de termos este conforto. A presença do Espírito Santo em nós é mais do que sermos abençoados, é sabermos que estamos com Deus e em Deus!

Paremos para refletir sobre a nossa vida espiritual. Estamos satisfeitos porque nos sentimos abençoados? No que consiste nossa fé? Estamos buscando o Deus da benção ou a benção de Deus somente?

O Pai deseja o melhor para os filhos e gosta de estar com eles. E os filhos? Gostam do Pai ou dos Seus presentes?

Oremos pela presença de Deus em nossas vidas e sejamos gratos pela nossa situação de hoje, seja ela qual for! Com Ele, seremos abençoados, eternamente!

Estamos valorizando quem realmente nos ajuda em nossas vitórias?

“Não foi com espadas que os nossos antepassados conquistaram aquela terra; não foi com o seu próprio poder que eles venceram. Eles venceram com o teu poder, com a tua força e com a luz da tua presença. Assim tu mostraste o teu amor por eles.”
‭‭Salmos‬ ‭44:3‬ ‭NTLH‬‬
https://www.bible.com/211/psa.44.3.ntlh

Como temos entendido o que ocorre em nossas vidas? Como a soma das nossas competências e incompetências? Seria justo pensar assim. No entanto, há muito mais por detrás disto tudo.

Nascemos com uma carga de DNA que nos dá certas capacidades que podemos ou não desenvolve-las na plenitude. Nascemos em famílias ricas ou pobres que podem estar em processo de empobrecimento ou enriquecimento.

Há tanto a corrente que declara que somos produto do meio como a que declara que somos o que somos porque nascemos assim. Mas, em Jesus Cristo, somos o que Deus diz que somos! Somos Filhos e eleitos, a menina dos olhos do Pai!

Quando Deus entra em nossas vidas transforma situações, corrige caráter, cura doenças e muda nossa condição financeira também. Muitas vezes veremos pessoas empobrecerem por causa do Evangelho e pessoas enriquecerem por causa do mesmo Evangelho.

Assim, ao vivermos pela Palavra de Deus, nossas vitórias virão do Senhor, nossa prosperidade virá dEle e nosso desejo de compartilhar o que temos também virá de Deus. Ele promoverá tudo isto a partir de pessoas usadas por Ele em nossas vidas e pela ação do Espírito Santo em nós.

Nosso DNA será o celestial e o ambiente que nos transforma será o espiritual. No amor de Deus encontramos a verdade de que somos herança do SENHOR!

Glorifiquemos a Deus nas nossas vitórias! Sejamos gratos a Ele e às pessoas que nos têm ajudado nesta terra, pois não chegamos até onde chegamos sozinhos e não iremos para a eternidade sozinhos!

A vida com Jesus é abundante!

“Disse-lhes Jesus: Vinde, comei. Nenhum dos discípulos ousava perguntar-lhe: Quem és tu? Porque sabiam que era o Senhor. Veio Jesus, tomou o pão, e lhes deu, e, de igual modo, o peixe. E já era esta a terceira vez que Jesus se manifestava aos discípulos, depois de ressuscitado dentre os mortos.”
‭‭João‬ ‭21:12-14‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jhn.21.12-14.ara

Jesus se apresenta a nós de muitas maneiras. O que sabemos sobre ele está na Bíblia e na experiência pessoal. Aqui os apóstolos tiveram outra experiência que apenas Jesus poderia realizar, o que lhes deu a certeza de que era o mestre ressuscitado.

Jesus trouxe os peixes, as chamas e o descanso para os seus discípulos. Não conseguiam pescar, mas quando Jesus chegou, pescaram grandes peixes. Sem Jesus Cristo a obra de Deus não é feita em nossas vidas, mas com ele tudo acontece!

Com Jesus teremos a certeza de que seremos apoiados a todo momento. Nosso cansaço nele é removido. Nossa fome, nele saciada. Nele não teremos sede e ainda fluirão rios de água viva de dentro de nós!

Jesus traz a abundância e a segurança de estarmos com ele na eternidade. Ainda assim teremos aflições no mundo, porque estaremos batalhando neste lugar de dores, tristezas e mazelas. Enquanto estivermos aqui ainda estaremos sob a influência da carne e de paixões e, por isso, as aflições ainda permanecem.

Mas, chegará a hora de nos reunirmos com o Senhor e, daquele dia em diante, nada mais nos trará tristeza ou dor, fome ou doença!

Olhemos para o autor e consumador da nossa fé, Jesus Cristo, o Filho de Deus que vive e cuida de nós!