#3_183 Há esperança sim!

Porque há esperança para a árvore, pois, mesmo cortada, ainda se renovará, e não cessarão os seus rebentos. Se envelhecer na terra a sua raiz, e no chão morrer o seu tronco, ao cheiro das águas brotará e dará ramos como a planta nova. O homem, porém, morre e fica prostrado; expira o homem e onde está?
Jó 14:7‭-‬10 ARA
https://bible.com/bible/1608/job.14.7-10.ARA

Jó faz está declaração na visão natural da vida. O homem morre e não ressuscita. Se não tiver descendência seu nome ficará esquecido e tudo o que produziu terá ficado apenas na terra.

Não é assim o homem espiritual. Pelo contrário, sua natureza carnal (e não a sua carne) deverá morrer primeiro para que sua espiritualidade cresça. Seus frutos espirituais serão como descendência e permanecerão tanto na terra como no céu. Morreu para o mundo mas nasceu em Cristo para a eternidade.

O homem espiritual encontra esperança nestas palavras pois no Espírito Santo estamos sempre sendo podados, exortados, trabalhados, adubados para que possamos eliminar a velha natureza e produzir brotos da nova natureza. As vezes pode acontecer de passarmos pelo fogo, mas ao cheiro das águas brotaremos para nos reeguermos como planta nova.

Precisamos entregar nossas vidas nas mãos do agricultor divino. Sim, será dolorido passar pela poda do Senhor, mas o resultado é maravilhoso. Os que não passam por suas mãos não estarão livres das pragas e morrerão, sendo arrancados e lançados no fogo eterno.

Que achemos graça diante de Deus para que Ele cuide de nós e nos transforme em árvores frondosas, ainda que precisemos de uma limpeza profunda. Há esperança para toda árvore enquanto o Senhor desejar investir nela! Anime-se pois todo dia temos está esperança de sermos encontrados por Ele! Em Cristo há esta promessa!

#3_141 Lucas 8:1

Aconteceu, depois disto, que andava Jesus de cidade em cidade e de aldeia em aldeia, pregando e anunciando o evangelho do reino de Deus, e os doze iam com ele,
Lucas 8:1 ARA
https://bible.com/bible/1608/luk.8.1.ARA

Discípulos andam com o seu mestre. Assim era e assim será. Os discípulos de Jesus ficaram com ele até a sua captura. Depois o seguiram durante os quarenta dias de sua ressurreição. Agora o Senhor anda com os seus discípulos dentro de seus corações.

Andar com Jesus é estar ouvindo sua voz em orações e meditação no evangelho. É construir uma relação diária onde estaremos caminhando em seus passos e fazendo o que ele deseja. É pregar o evangelho em ações e palavras, desenvolvendo a salvação e a santificação.

Todos os que são alcançados por Cristo desejam caminhar com ele e aprender a fazer as suas obras. Deseja se reunir com os demais discípulos e glorificar a Deus pela oportunidade da salvação. Os discípulos de Jesus se alegram em andar com ele e não temem a perseguição, pois o mestre venceu a morte e todos venceremos com ele.

Que busquemos diariamente andarmos com o mestre. Viveremos o sobrenatural e seremos edificados em todo o tempo. Poderemos servir ao próximo no amor e humildade. A caminhada seguirá até a eternidade, não importando o tempo que temos aqui. Bom é sabermos que o mestre está conosco e muitos outros discípulos também. A caminhada é um benefício para todo o que crê!!!

#3_109 1 Coríntios 6:14

Deus ressuscitou o Senhor e também nos ressuscitará a nós pelo seu poder.
1Coríntios 6:14 ARA
https://bible.com/bible/1608/1co.6.14.ARA

Somos o corpo de Cristo e este é o cabeça da Igreja. Como Cristo ressuscitou e possui um corpo glorificado, assim a Igreja ressuscitará e também possuirá tal condição. Paulo nos explica que somos reflexo de Cristo e devemos ser como ele é.

A santificação de Cristo nos compele à santificação pessoal e coletiva! Santos se santificam para serem mais santos. Pecadores permanecem presos aos seus pecados. Trilhar a santidade é, antes de tudo, estar livre das amarras do pecado. Por que acreditamos tanto que pecadores estão livres do pecado para se santificarem a si mesmos sem o auxílio divino?

Tal não é verdade. Sem o Senhor em nossas vidas estaremos buscando justificativas para erros nesta vida e até aceitando doutrinas dirfaçadas em ciência para explicar a soberania de Deus. Se somos capazes de nos autosantificar, então Cristo morreu em vão por nós. A Lei dada nos Dez Mandamentos já seria suficiente para tal, bastando andarmos nos caminhos escritos por Deus e dados a Moisés.

E não é de admirar, porque o próprio Satanás se transforma em anjo de luz.
2Coríntios 11:14 ARA
https://bible.com/bible/1608/2co.11.14.ARA

Não vos voltareis para os necromantes, nem para os adivinhos; não os procureis para serdes contaminados por eles. Eu sou o Senhor, vosso Deus.
Levítico 19:31 ARA
https://bible.com/bible/1608/lev.19.31.ARA

Não confie, pois, na vaidade, enganando-se a si mesmo, porque a vaidade será a sua recompensa.
Jó 15:31 ARA
https://bible.com/bible/1608/job.15.31.ARA

Nossa vaidade nos impede de aceitarmos a verdade de que não somos merecedores da salvação. Ao tentarmos mostrar algum valor para Deus perdemos a essência do amor de Deus, da graça e da misericórdia. Pior, passamos a exigir o mesmo de nosso próximo para que possamos justificar estender a mão. Como poderia eu ajudar um homicida? Em meu íntimo já o teria condenado à morte! Glórias a Deus que não pensa assim de nós e nos amou enquanto pecadores!

Não precisamos buscar explicação para a justiça de Deus. Ele criou todas as coisas e está no controle de tudo. Que sejamos transformados por Ele em seu corpo e nos santifiquemos por ele e para ele, pois dele vem a nossa salvação!!!

Quem, pois, conheceu a mente do Senhor? Ou quem foi o seu conselheiro? Ou quem primeiro deu a ele para que lhe venha a ser restituído? Porque dele, e por meio dele, e para ele são todas as coisas. A ele, pois, a glória eternamente. Amém!
Romanos 11:34‭-‬36 ARA
https://bible.com/bible/1608/rom.11.34-36.ARA

#3_92 Atos 1:9

Ditas estas palavras, foi Jesus elevado às alturas, à vista deles, e uma nuvem o encobriu dos seus olhos.
Atos 1:9 ARA
https://bible.com/bible/1608/act.1.9.ARA

Entre a ascensão de Cristo e o dia de Pentecostes as escrituras relatam a escolha do décimo segundo apóstolo que ficou no lugar de Judas, o traidor, e o esforço de ficarem juntos em oração.

Aprendemos com os apóstolos a necessidade de perseverar na missão, andando em unidade e aguardando o direcionamento de Deus para as nossas vidas. Em oração permaneceram juntos até a descida do Espírito Santo.

O que isto nos importa? Porque na unidade receberemos poder do alto. Tem sido assim desde o nascimento da Igreja no Pentecostes. Não é no isolamento ou na rebeldia, mas na comunhão de oração em paciência.

Nos reunamos em oração agora e sempre. O Espírito Santo já foi derramado e não precisamos de outro Pentecostes para recebê-lo. Mas ainda precisamos da comunhão dos santos para a operação de milagres e o primeiro é a conversão de almas a Cristo!

#3_47 Mateus 28:5-6

Mas o anjo, dirigindo-se às mulheres, disse: — Não tenham medo! Sei que vocês procuram Jesus, que foi crucificado. Ele não está aqui; ressuscitou, como tinha dito. Venham ver onde ele jazia.
Mateus 28:5‭-‬6 NAA
https://bible.com/bible/1840/mat.28.5-6.NAA

A ressurreição de Cristo revela a vitória sobre a morte! E porque ele vive temos a certeza de que viveremos também através dele. Morremos com ele na cruz e ressurgimos com ele na sua justiça!

O evangelho tem o poder de transformar nossa visão de apenas homens e mulheres que um dia morrerão para filhos de Deus que viverão com ele eternamente. E esta certeza está apoiada na ressurreição do Senhor!

É um ponto de virada na vida humana e, por isso, temos nossos calendários divididos por dias e anos após a vinda de Cristo e sua ressurreição. Não podemos ignorar este fato, a graça que nos é dada através do seu ato de amor e poder!

Jesus está vivo! Jesus está chamando para o reino de Deus! Aceitemos o seu convite agora e para todo o sempre! Não tenhamos medo!

Jesus venceu a morte!

Eis que vos digo um mistério: nem todos dormiremos, mas transformados seremos todos, num momento, num abrir e fechar de olhos, ao ressoar da última trombeta. A trombeta soará, os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados. Porque é necessário que este corpo corruptível se revista da incorruptibilidade, e que o corpo mortal se revista da imortalidade. E, quando este corpo corruptível se revestir de incorruptibilidade, e o que é mortal se revestir de imortalidade, então, se cumprirá a palavra que está escrita: Tragada foi a morte pela vitória. Onde está, ó morte, a tua vitória? Onde está, ó morte, o teu aguilhão? O aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei. Graças a Deus, que nos dá a vitória por intermédio de nosso Senhor Jesus Cristo.
https://bible.com/bible/1608/1co.15.51-57.ARA

A morte existe porque existe o pecado. Quando o pecado entrou no mundo a raça humana passou a ter seus dias contados. Chegou a morte com todas as suas mazelas e tristezas. Temos vontade de viver para sempre, mas não será neste corpo que degenera e é corruptível. Por causa do pecado veio a primeira morte, a do corpo, que é inevitável! No entanto, Paulo fala de um evento onde uma trombeta tocará e haverá a transformação corporal dos viventes e a ressurreição dos mortos. Tal evento é um acontecimento onde a morte terá sido destruída e a humanidade terá outra constituição.

Jesus Cristo é a única resposta para a morte, tanto da primeira quanto da segunda. Temos a fé de que ressuscitaremos para sermos recebidos por ele no céu e não seremos lançados no inferno, que é a segunda morte. Se tememos a primeira morte, a segunda é muito pior. Sem Jesus, quem passará na balança da justiça de Deus? Que obras levaremos conosco que sejam justas e feitas apenas por nossa capacidade? Aliás, nossas capacidades são nossas ou as herdamos? Temos poder até que ponto a respeito da inteligência e modelo de decisão que temos?

Nossas decisões são pautadas na experiência e na herança física e ambas não estão no nosso total controle. Por isso necessitamos de Deus para encontrarmos o caminho e não nos desviarmos dele. Por isso Jesus Cristo veio nos mostrar O caminho que não está escrito nos corações do homem porque corrompidos fomos pelo pecado. A lei mostra o pecado, mas não tem poder de mudar o nosso comportamento. Aponta o erro e a consequência, mas não transforma. Somente em Jesus recebemos a ajuda e a justificação.

Neste dia em que lembramos da morte, lembremos do autor da vida, Jesus Cristo! Com ele esta morte passará e a outra não chegará. Seremos todos transformados ou ressuscitaremos para as moradas eternas com o Pai! Não haverá choro ou saudade, tristeza ou luto, mas a alegria de estarmos juntos para sempre debaixo da luz de Deus! Olhemos para as nossas vidas e busquemos a Cristo que nos livra do pecado e do inferno. Ajudemos os vivos que estão de luto, pois não só a saudade dói, mas as lutas do mundo ficam mais difíceis quando passamos sozinhos. E não deixemos de olhar para Jesus, a graça de Deus, que nos dá vitória sobre a morte eterna!

Ano 2#248

Creiamos em Jesus se desejamos ressuscitar para a vida eterna!

De fato, a vontade de meu Pai é que todo homem que vir o Filho e nele crer tenha a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia.”
‭‭João‬ ‭6:40‬ ‭ARA‬‬
https://bible.com/bible/1608/jhn.6.40.ARA

Se quisermos a vida eterna devemos buscar a Jesus, o Cristo! Nele reside a graça e o amor do Pai. Nele há a expressão da misericórdia e da esperança, boas novas para o perdido, cansado e desenganado da vida em um mundo caótica e desesperado.

Se alguém acha que hoje as coisas estão ruins, pense em 2000 anos atrás. Havia um império tomando conta de diversas nações, forçando-as a pagar tributo, com leis marciais, sem liberdade de expressão, com guerras e pestes espalhadas por todos os cantos, sem aposentadoria, férias, garantias de apoio institucional, apenas a vontade de viver sobrepujando as dificuldades da vida e até a escravidão.

Distâncias enormes percorridas a pé, línguas diferenciadas em cada localidade, intempéries de todo tipo como ainda temos hoje, sem esperança de dias melhores ou a confiança em uma vida eterna. A certeza de que havia algum tipo de divindade que deveria ser agradada para trazer algum benefício ou não ser desagradada para não receber malefícios. Pior, dezenas de divindades diferentes a rodear sem saber em qual confiar…

Jesus Cristo veio ao mundo para apontar o caminho para o Deus único, o Pai, que definiu, criou e sustenta todo o universo, Aquele que não pode ser assistido por mãos humanas ou ensinado pela sabedoria humana. Aquele que nos criou e não deseja que nos desviemos do propósito de nossa criação, fazendo-se conhecido em todas as eras, mas agora, pelo Filho, deu-se a conhecer em profundidade!

Em Jesus Cristo temos a revelação do modelo de Adão, como deveríamos viver entre nós e com Deus! Nos servindo uns aos outros e nos relacionando com o Senhor, de podermos conversar com Ele em todo tempo. Jesus veio explicitar a graça e nos ensinar a vida com Deus e com o próximo, doando sua vida para que recebêssemos a nossa, levando sobre si nossos pecados para podermos ser justificados e encontrados limpos diante de Deus, O Santo!

Sem Jesus permaneceremos em nossos pecados e impossibilitados de viver com o Senhor. Através de Cristo somos habilitados e reconciliados com o Pai! Com Jesus ressuscitaremos, mas sem ele pereceremos. Ele é o único caminho, pois nenhum outro nos torna dignos de estarmos na presença do Senhor. Não há o que façamos que nos torne aptos a vermos a face de Deus senão o próprio Deus tirando de nós a nossa iniquidade. Quem tentar se auto-justificar falhará, quem for justificado por Cristo por ele ressurgirá para toda a eternidade!

Se desejamos ressuscitar para a eternidade com o Pai, creiamos no Filho. Ele tomou a chave da morte e do inferno e levou consigo o cativeiro e destruirá todos os inimigos de nossas vidas, inclusive a morte. Então veremos a glória e viveremos com o Senhor! Lindo será se confiarmos nesta palavra!

Ano 2#226

Confiemos no amor de Deus!

Eis que conceberás e darás à luz um filho, a quem chamarás pelo nome de Jesus. Este será grande e será chamado Filho do Altíssimo; Deus, o Senhor, lhe dará o trono de Davi, seu pai;
‭‭Lucas‬ ‭1:31-32‬ ‭ARA‬‬
https://bible.com/bible/1608/luk.1.31-32.ARA

Todavia, ao Senhor agradou moê-lo, fazendo-o enfermar; quando der ele a sua alma como oferta pelo pecado, verá a sua posteridade e prolongará os seus dias; e a vontade do Senhor prosperará nas suas mãos. Ele verá o fruto do penoso trabalho de sua alma e ficará satisfeito; o meu Servo, o Justo, com o seu conhecimento, justificará a muitos, porque as iniquidades deles levará sobre si. Por isso, eu lhe darei muitos como a sua parte, e com os poderosos repartirá ele o despojo, porquanto derramou a sua alma na morte; foi contado com os transgressores; contudo, levou sobre si o pecado de muitos e pelos transgressores intercedeu.
‭‭Isaías‬ ‭53:10-12‬ ‭ARA‬‬
https://bible.com/bible/1608/isa.53.10-12.ARA

Jesus é rei, sacerdote, Filho e Servo do Deus altíssimo. Veio para reinar, por ser descendente de Davi e descendente de Deus. Veio para dar a vida e servir à humanidade, de maneira a transformar a todos que crerem nele. O reinado de Cristo é, primeiramente, espiritual e assim tem se desenvolvido, mas será também físico quando na sua vinda futura. As Escrituras irão se cumprir cabalmente, pois Deus presenciou o futuro e nos avisou no passado!

Jesus reina e reinará para todo o sempre. João disse que tudo foi feito através dele. Isaías atesta o propósito de sua primeira vinda quando carregaria sobre si todo o pecado do mundo, sendo contado com os transgressores e tornando-se nosso intercessor. O escritor de Hebreus nos ensina sobre o sacerdócio eterno de Cristo e Paulo nos lembra que nele já vencemos o pecado e a morte!

Pedro nos fortalece ao incluir nossa parte ao olharmos para ele e o seguirmos, enquanto Lucas registrou tudo de todos para evidenciar o que a fé em Jesus proporcionou aos que se uniram aos discípulos. Toda a Bíblia foi escrita para exaltar a obra de Deus através de Cristo, pois nós caímos em Adão e fomos restaurados em Jesus. O único porém das escrituras é que atestam que nem todos verão esta glória porque não creram no Filho. Jesus é Senhor de muitos, mas não de todos. É Senhor daqueles que se submeterem ao seu ensino, sacerdócio e reinado, que forem adotados pelo Pai a partir do Filho, e não serão todos que farão esta aliança bendita.

Jesus Cristo veio para nos dar a vida eterna. Foi contado entre dois transgressores, os que foram crucificados junto com ele. Os dois refletem bem a nossa condição de que qualquer um pode receber a vida eterna em Cristo e que nem todos decidirão por ela. Os dois eram pecadores e tiveram a mesma oportunidade. Um arrependeu-se e pediu para estar com Cristo na eternidade, enquanto o outro o desprezou. Ambos morreram a primeira morte, mas aquele que recebeu a Cristo como Senhor já não verá a segunda morte!!!!

Jesus intercede por nós e já deu sua vida na cruz. Não há impedimento algum para o recebermos como Senhor, salvador, rei, amigo, irmão, mestre, conselheiro, aquele que nos resgatou das trevas para a sua maravilhosa luz. Nele não há pecado e, por isso, venceu a morte. Nele somos aperfeiçoados e transformados para sermos conforme ele é e não seremos envergonhados no Dia do Senhor. Pelo contrário, seremos justificados por aquele que deu a vida por nós, para que através dele sejamos santos e santificados por toda a eternidade!

Cristo está sendo anunciado e muitos o receberão com alegria. Façamos parte deste grupo e vivamos sem temer a morte, pois já foi vencida por ele e nós também a venceremos por causa dele! Ele carregou com os nossos pecados e intercede por todos. Não ignoremos esta dádiva, pois quem assim fizer estará vivendo por sua própria força e fora da vontade do Pai. Foi o Senhor que se agradou em moê-lo para que tivéssemos vida, para que tivéssemos oportunidade de perdão e restauração, para que finalmente pudéssemos retornar para os braços do Pai. Sim, Deus nos deu o Seu Filho para que pudéssemos nos tornar filhos também e esta graça bendita está ao alcance de todos que crerem nela.

Confiemos no amor de Deus! Que Cristo viva em cada coração e sejamos família espiritual, em nome de Jesus!

Ano 2#168

Façamos diferença pela fé em Cristo!

Havia em Jope uma discípula por nome Tabita, nome este que, traduzido, quer dizer Dorcas; era ela notável pelas boas obras e esmolas que fazia. Ora, aconteceu, naqueles dias, que ela adoeceu e veio a morrer; e, depois de a lavarem, puseram-na no cenáculo. Como Lida era perto de Jope, ouvindo os discípulos que Pedro estava ali, enviaram-lhe dois homens que lhe pedissem: Não demores em vir ter conosco. Pedro atendeu e foi com eles. Tendo chegado, conduziram-no para o cenáculo; e todas as viúvas o cercaram, chorando e mostrando-lhe túnicas e vestidos que Dorcas fizera enquanto estava com elas. Mas Pedro, tendo feito sair a todos, pondo-se de joelhos, orou; e, voltando-se para o corpo, disse: Tabita, levanta-te! Ela abriu os olhos e, vendo a Pedro, sentou-se. Ele, dando-lhe a mão, levantou-a; e, chamando os santos, especialmente as viúvas, apresentou-a viva. Isto se tornou conhecido por toda Jope, e muitos creram no Senhor.
‭‭Atos‬ ‭9:36-42‬ ‭ARA‬‬
https://bible.com/bible/1608/act.9.36-42.ARA

Esta porção da Bíblia nos fala de duas pessoas que fizeram grande diferença na vida de outras, por amor! Tabita ajudava a muitos, fazia esmolas e costurava para as viúvas. Naquele tempo a viúva não recebia aposentadoria do marido ou tinha qualquer ganho se não pudesse trabalhar ou tivesse um familiar para auxiliar nas suas despesas.

Tabita morreu e as pessoas sentiram muito. Pedro acabara de fazer um milagre em Lida, ao orar em nome de Jesus e tirar da cama um homem paralítico há 8 anos. Os amigos de Tabita que eram discípulos, sabendo que Pedro estava próximo, não duvidaram de que era possível que Pedro trouxesse a vida de Tabita de volta! Assim, chamaram rapidamente Pedro que ali também exerceu o milagre da ressurreição de Tabita.

Pedro operava maravilhas e sinais em nome de Jesus e Tabita operava o amor para com as pessoas, evidenciando o reino de Deus nos corações das pessoas! A cooperação dos dons gera a conversão de vidas para o reino do Senhor. A fé torna possível os milagres a nosso favor. Quanto mais vivermos pelo evangelho mais teremos oportunidade de vivenciar o reino de Deus sobre a Terra.

Experimentar o poder de Deus é buscar viver em serviço, tendo disponibilidade em ajudar quem precisa. Pedro foi sem vacilar e creu na manifestação da glória em Cristo. Quando experimentarmos estes dons estaremos vivendo como eles viveram. É isto que queremos? Então comecemos pela fé, confiando que estes relatos são genuínos e que o mesmo poder continua disponível hoje!

Jesus Cristo instituiu a igreja para isto e está se manifestando em todas as partes do mundo onde a igreja está praticando e exercendo a autoridade em Cristo. Oremos para que não ignoremos o poder disponível, pois há muitos necessitados hoje mesmo e Jesus está enviando a quem possa exercer fé em seu nome! Ele tem todo o poder e nos delega para que façamos, em seu nome, os sinais e maravilhas que ele fez!

Ano 2#161

Temos um embaixador celestial!

Tendo passado por Anfípolis e Apolônia, chegaram a Tessalônica, onde havia uma sinagoga de judeus. Paulo, segundo o seu costume, foi procurá-los e, por três sábados, arrazoou com eles acerca das Escrituras, expondo e demonstrando ter sido necessário que o Cristo padecesse e ressurgisse dentre os mortos; e este, dizia ele, é o Cristo, Jesus, que eu vos anuncio.”
‭‭Atos‬ ‭17:1-3‬ ‭ARA‬‬
https://bible.com/bible/1608/act.17.1-3.ARA

É necessário entender o papel de Cristo. É necessário entender por que Cristo padeceu e ressuscitou dentre os mortos. É necessário entender que Jesus é o Cristo que havia de vir! Quando se nasce em um lugar onde este ensino é praticado crescemos sem nos dar conta de que este conhecimento não é comum. Mas, há o porém de como Cristo tem sido ensinado e como as pessoas entendem a respeito dele.

Muitos hoje não entendem por que era necessário Cristo padecer em uma cruz de forma tão brutal se ele é Deus! Para que deixar a glória dos céus e se tornar homem, vivendo entre nós? Pelo mesmo motivo que uma nação estabelece uma embaixada/consulado em nações com quem pretende manter relações diplomáticas. É mostrar o que a nação visitada tem a ganhar se relacionando com a que possui o emissário e estabelecer uma parceria duradoura com vantagem mútua.

A grande diferença é que Cristo não foi bem recebido e nem desejaram manter relações duradouras com ele, pois não entenderam a mudança das relações espirituais que ele estava trazendo para nós. Ao invés de termos sacerdotes específicos a levarem nossas ofertas pelos nossos pecados, agora seríamos o próprio sacerdote que deve se santificar e dar a própria vida em sacrifício pelos outros, como Jesus fez!

A religiosidade começa na terceirização da culpa e da responsabilidade pelos meus atos e santificação. Quando ponho em alguém a responsabilidade de buscar a Deus e interceder em meu lugar, estou idolatrando e sendo religioso no aspecto de viver por regras e não por transformação pessoal. Cristo é aquele que traz até nós o reino de Deus, a compreensão do que teremos com o SENHOR se nos relacionarmos com Ele. Só temos a ganhar, nada a perder! Se deixarmos de fazer algo é porque há algo melhor a fazer e não pior!

Os valores do reino de Deus são diferentes do que a humanidade naturalmente deseja praticar. Era necessário que a santidade do SENHOR nos visitasse e falasse aos nossos corações como pessoas, a partir de um embaixador. Jesus veio até nós como homem, nascido de mulher a partir do relacionamento do Espírito Santo, não do ser humano, mas de Deus. Viveu entre nós para mostrar que, se tivermos relacionamento com o SENHOR, seremos capazes de vivermos em santidade. Ter morrido na cruz foi necessário para que se cumprisse a justiça de Deus de um cordeiro perfeito ser morto e seu sangue aspergido para justificação do pecador.

Sua ressurreição ocorreu porque nele não há pecado e a morte não tem poder sobre o justo. Em Cristo somos justificados e a morte não terá poder sobre nós também! Viu a importância de Cristo morrer e ressuscitar para mostrar o caminho para o Pai?! Este Cristo é Jesus de Nazaré, o rejeitado pelos homens, por aqueles que não enxergam o valor do verdadeiro relacionamento com Deus. Nossa cegueira deve ser rompida pela ação do Espírito Santo de Deus, a partir da acolhida da fé em Jesus Cristo.

Paulo explicou todas estas coisas entre os judeus, mas estes ainda não entenderam. Os gentios receberam e entraram antes na comunhão espiritual da família de Deus! A igreja é, majoritariamente, constituída por não judeus por causa desta questão de não entenderem a mensagem. Nos países cristãos muitos estão aprendendo de maneira errada a respeito de Cristo. Ainda hoje, pessoas que se chamam de cristãos, não entendem porque Jesus morreu na cruz, por que ele ressuscitou e quem é Cristo! Por isso não entregaram ainda as suas vidas e procuram viver pela submissão a regras e obras que não trazem a verdadeira transformação espiritual.

O relacionamento com Deus nos traz vida nova, mudança de pensamento, poder para viver de maneira mais alinhada com o reino de Deus, pois estamos sendo chamados a isto. Na embaixada de um país temos eventos para que os povos conheçam e possam aprender com a cultura evidenciada. Se não tivermos interesse de aprender não será por força que serei levado até aquele país. Entrar lá depende de sermos recebidos. Jesus trouxe a embaixada celestial para a Terra, para recebermos asilo na cidade celestial, mas só os que desejarem o visto para o passaporte lá chegarão. Não se recebe o visto se Jesus não der. Ele é o embaixador que concede o visto, o Espírito Santo. Ele recebeu este poder do Pai!

Busquemos o reino de Deus enquanto o SENHOR nos deu abertura em Cristo. Se dependermos de nosso desempenho estaremos fadados ao insucesso, pois estaremos buscando entrar através de invasão das fronteiras sem o visto de entrada. Seremos deportados e não seremos recebidos. Cristo morreu para nos dar acesso a Deus, sendo Jesus Cristo o nosso libertador e justificador! Ele é a porta de entrada ao reino de Deus! Não só o visto será dado, mas a cidadania, uma casa, uma herança e um serviço.

Muitos estão buscando fugir de seus países porque não possuem uma vida digna onde residem. Assim somos nós neste mundo. Não podemos nos sentir à vontade aqui. Nosso lugar definitivo é com o Pai, que espera que todos nos convertamos de nossos pecados e vivamos uma vida plena com Ele. Portanto, busquemos a Cristo Jesus, aquele que está preparando lugar para nos receber quando chegarmos nos portões celestiais. Lá só entrarão os justificados e que possuem o visto, o selo, o Espírito Santo dado através da fé em Jesus!

Ano 2#156