Busquemos ter a mente de Cristo!

E dizia: O que sai do homem, isso é o que o contamina. Porque de dentro, do coração dos homens, é que procedem os maus desígnios, a prostituição, os furtos, os homicídios, os adultérios, a avareza, as malícias, o dolo, a lascívia, a inveja, a blasfêmia, a soberba, a loucura. Ora, todos estes males vêm de dentro e contaminam o homem.
Marcos 7:20‭-‬23 ARA
https://bible.com/bible/1608/mrk.7.20-23.ARA

Quando nossa mente está limpa não vemos maldade nas coisas. O que nos é apresentado terá conotação maliciosa se formos maliciosos. A queda do homem ocorreu justamente nesta área, quando passou a conhecer o bem e o mal e sua mente enxergou a maldade, preferindo-a. Assim que comeram da árvore do conhecimento do bem e do mal Adão e Eva perceberam que estavam nus e se envergonharam. Crianças não se envergonham de nudez, apenas os que enxergam a conotação sexual.

Nossa sociedade está tão preocupada com estas questões de vestimenta, se geram luxúria, devassidão e etc, porque nos tornamos maliciosos. Da mesma forma sobre comportamentos, alimentos e tantas outras coisas. Isto não era diferente no tempo em que Jesus veio em carne e continuará ainda enquanto não mudarmos nossos pensamentos. Enxergo e reconheço o que conheço. Sou pre-conceituoso quando conheço parcialmente e tomo uma percepção como verdade absoluta.

Cada cabeça enxerga o mundo de uma forma e a interpretação está dentro de nós, ainda que alguém tenha o interesse em nos subverter. O evangelho nos traz blindagem contra estas coisas. Nos ensina que todos os alimentos, quando damos graças a Deus, são limpos e podem ser comidos. Não comerei se isto ofender ao meu próximo, mas não é por come-los que deixarei de ser santificado por Deus.

A nudez deve ser evitada para não provocar lascívia no próximo, e cuidar dos nossos olhos impedirá tentações que porventura possam acontecer. Sem pornografia nossa juventude seria muita mais saudável e assim nossa velhice não teria dificuldades nestas áreas. Fora isto, a nudez não importa porque é a nossa natureza. Só importa para quem tem dificuldades nesta área.

Assim é todo costume em Cristo. Se somos livres do pecado, então nada destas coisas nos afetam. Se ainda somos escravos do pecado, tudo nos afeta e precisamos fugir destas coisas ou gerar regras de não fazer isto, usar aquilo, comer coisas tais e tais. O pecado em nossas mentes e corações é que irá gerar nossas atitudes contrárias e maldosas. Nosso linguajar não será apropriado e nem nossa conduta.

Portanto, precisamos de uma transformação interior para que nossa mente seja transformada e assim nossas atitudes. Isto é obra do Espírito Santo que nos ajuda em nossa santificação. Aliás, santificar-me é estar à disposição de Deus e não esconder-se do mundo. É ser capaz de andar no mundo sem se contaminar. Só é possível isto se a minha mente for diferente do que me é apresentado. Ter a mente de Cristo é o nosso alvo!

E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.
Romanos 12:2 ARA
https://bible.com/bible/1608/rom.12.2.ARA

Ano 2#320

Em Cristo temos a certeza da salvação!

Tendo, pois, irmãos, intrepidez para entrar no Santo dos Santos, pelo sangue de Jesus, pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou pelo véu, isto é, pela sua carne, e tendo grande sacerdote sobre a casa de Deus, aproximemo-nos, com sincero coração, em plena certeza de fé, tendo o coração purificado de má consciência e lavado o corpo com água pura. Guardemos firme a confissão da esperança, sem vacilar, pois quem fez a promessa é fiel.
Hebreus 10:19‭-‬23 ARA
https://bible.com/bible/1608/heb.10.19-23.ARA

A fidelidade de Deus para com as suas promessas nos garante que em Jesus Cristo recebemos a salvação eterna. Estar em Cristo é necessitar de um salvador, pois nos reconhecemos pecadores, nos arrependemos de nossos pecados e encontramos em Cristo o senhorio de nossas vidas.

Cristo sacrificou-se para se tornar o redentor de todos os que crêem. Foi obra dele e não nossa. Esta fé no Senhor é também proveniente de sua fidelidade e aproximação para que o conhecêssemos. Ora, isto é a graça de Deus! Sem ele não seria possível.

O cristão vive na certeza da salvação por causa do triunfo de Cristo na cruz e ressurreição. Sem esta certeza não temos o entendimento de quem é o Senhor. Se ainda duvidamos de nossa salvação, então Jesus Cristo não é nosso salvador e Senhor. Então não somos cristãos também!

A verdade é Cristo, o autor e consumador da fé, aquele que é o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo, o Alfa e o Ômega, o único caminho, que está nos céus preparando lugar para os seus. Quem não crê em Jesus não está a salvo da justiça de Deus e permanece em seus pecados. Jesus é salvador porque tem poder de perdoar pecados!

Ora, para que saibais que o Filho do Homem tem sobre a terra autoridade para perdoar pecados — disse ao paralítico: Eu te mando: Levanta-te, toma o teu leito e vai para tua casa. Então, ele se levantou e, no mesmo instante, tomando o leito, retirou-se à vista de todos, a ponto de se admirarem todos e darem glória a Deus, dizendo: Jamais vimos coisa assim!
Marcos 2:10‭-‬12 ARA
https://bible.com/bible/1608/mrk.2.10-12.ARA

Por isso, quem crê no Filho tem a vida eterna; o que, todavia, se mantém rebelde contra o Filho não verá a vida, mas sobre ele permanece a ira de Deus.
João 3:36 ARA
https://bible.com/bible/1608/jhn.3.36.ARA

Em Cristo temos certeza da salvação e fora dele a da condenação. Em quem estamos confiando a nossa vida eterna? É tempo de confiarmos no Filho de Deus e sermos religados ao Senhor! A certeza da salvação traz paz no meio das aflições. Traz cura, alegria e amor. É o pivô de nossa mudança, pois nos dá o entendimento de pertencimento a Deus, a um reino de paz que deve ser multiplicado.

A salvação é o que nos torna aptos à santificação. Tudo isto nos é dado em Cristo. Não há maior herança que esta. Por isso o Novo Testamento é constituído pela aliança através do sangue do sacrifício de Jesus. Sua morte nos deu direito à vida e sua ressurreição, o poder de caminharmos com ele nesta certeza!

Ano 2#318

Em Cristo nossa consciência é purificada!

Quando, porém, veio Cristo como sumo sacerdote dos bens já realizados, mediante o maior e mais perfeito tabernáculo, não feito por mãos, quer dizer, não desta criação, não por meio de sangue de bodes e de bezerros, mas pelo seu próprio sangue, entrou no Santo dos Santos, uma vez por todas, tendo obtido eterna redenção. Portanto, se o sangue de bodes e de touros e a cinza de uma novilha, aspergidos sobre os contaminados, os santificam, quanto à purificação da carne, muito mais o sangue de Cristo, que, pelo Espírito eterno, a si mesmo se ofereceu sem mácula a Deus, purificará a nossa consciência de obras mortas, para servirmos ao Deus vivo!
Hebreus 9:11‭-‬14 ARA
https://bible.com/bible/1608/heb.9.11-14.ARA

O autor de Hebreus faz um paralelo entre o sacerdócio temporário do Velho Testamento e o sacerdócio permanente de Cristo no Novo Testamento. Enquanto no Velho os sacerdotes precisavam se purificar para fazer os sacrifícios pelo povo, Cristo é perfeito e não necessita de purificação, sendo o seu sacrifício suficiente de uma vez por todas.

Sendo o sacerdócio de Cristo eterno e suficiente não necessitamos de outros subterfúgios para a nossa salvação. Jesus Cristo nos salva através de sua morte e ressurreição e isto basta. Nada mais é necessário! É o que ele fez por nós que garante nossa salvação.

Assim, tal sacrifício é o que purifica a nossa consciência. Portanto, é nele que devemos depositar a nossa confiança e clamar por perdão e santificação. Em Cristo temos acesso às promessas de justiça, paz, cura e libertação. Nele há esperança e benevolência para nossas vidas. Em Jesus somos consolados e suportados em nossas dificuldades.

Ter a consciência purificada é receber o perdão de nossos pecados e viver de maneira a não pratica-los mais. É sermos capazes de sobrepujar a vontade da carne por causa do Espírito que passou a habitar em nós. É importante podermos ter este perdão porque sem ele não conseguimos deixar para trás nossa vida de pecados. Seria como se o pecado estivesse agarrado a nós, nos arrastando para pratica-los constantemente.

Em Cristo estes pecados são removidos e não mais tem poder sobre nós. Ainda assim nossa consciência precisa ser purificada para não sentirmos a vontade de pratica-los. Esta é a força que recebemos para resistir ao pecado que antes não conseguíamos deixar de realizar. Com o perdão através de Cristo temos nova conduta, uma resistência espiritual que não teríamos sem ele.

Cristo restaura nossas mentes e purifica nossa consciência. Onde mais teríamos esta benevolência para conosco? Graças a Deus que nos deu seu Filho para alcançarmos tão grande misericórdia!

Ano 2#317

Deus se aproximou de nós em Cristo!

Aproximavam-se de Jesus todos os publicanos e pecadores para o ouvir. E murmuravam os fariseus e os escribas, dizendo: Este recebe pecadores e come com eles.
Lucas 15:1‭-‬2 ARA
https://bible.com/bible/1608/luk.15.1-2.ARA

Jesus Cristo veio para todos os pecadores, sem exceção. A promessa é que todo aquele que crer em Jesus como Senhor e Salvador está salvo por toda a eternidade. Quem não crer já está condenado. Isto significa que não há ascepção de pessoas. Não há denominação religiosa, cor, raça, nacionalidade ou condição financeira que traga salvação para alguém, somente Jesus Cristo!

A religiosidade impõe condições outras que não a fé em Jesus. Por isso se torna necessário não comer isto ou aquilo, guardar dias e festas, realizar obras e etc. Se Jesus nos salvou para toda a eternidade então não sou salvo pelo que fiz ou faço, mas pelo que ele fez por mim na cruz.

Paulo, em sua carta aos Romanos, explica que o amor de Deus derramado sobre nós a partir desta união em Cristo nos torna novas criaturas em Deus que passam a realizar as boas obras. Elas são consequência e não a causa de nossa salvação. Porque sou salvo vivo como um salvo. Não está em mim o ser santo, mas em Deus. Portanto é necessário que eu receba o Espírito Santo de Deus para me ajudar a santificar-me em resposta à salvação recebida.

Cristianismo onde Cristo não é o autor e consumador da fé e da nossa salvação não é Cristianismo, mas religiosidade que não salva e nem transforma. Há muitas denominações religiosas que se tornam semelhantes aos fariseus e os escribas. Pessoas que vivem o evangelho segundo suas tradições e não glorificam a Deus em seus corações, condenando a si mesmos e aos que lhes seguem.

No tempo de ministério de Jesus Cristo havia tais homens e hoje estes continuam a realizar tais obras que pervertem o entendimento de Cristo. A própria palavra quer dizer Messias, o prometido que traz a salvação de todos. Ora, crer nos ensinos de Jesus e não fazê-lo senhor de nossas vidas é viver atormentado por não saber se está salvo ou não e ainda se sentir obrigado em ajudar o próximo. Em Cristo não há nem a dúvida e nem o peso da obra. Ele nos liberta das práticas doutrinárias de homens e nos traz a paz e a alegria em servir.

Cuidemos de entregar nossas vidas ao verdadeiro Senhor, o autor da vida, o redentor e Cordeiro perfeito que tira o pecado do mundo. Estar em um lugar onde Cristo não é suficiente para nos trazer salvação é estar debaixo da religiosidade que não salva. A salvação traz a santificação que nos transformará de tal forma que o pecado de outrora nos incomodará, mas teremos força de dizer não. Em Cristo vencemos o pecado, mas sem ele permanece a nossa natureza pecaminosa.

Sem Cristo tentaremos ser santos sem alcançarmos o resultado esperado, mas em Cristo já somos justificados e teremos a alegria de vivermos a transformação diária. A religiosidade é a expressão exterior, para que outros vejam, mas Cristo nos transforma por dentro, obra do Senhor em nós que, certamente, aparecerá aos outros como consequência de quem nos tornamos. Se não estamos sendo transformados é porque estamos sendo religiosos. A fé dada pelo Senhor em suas promessas nos garante que não permaneceremos na iniquidade porque o obedeceremos de coração

Deixemos nossa religiosidade hoje e nos entreguemos de corpo, alma e espírito ao nosso Senhor e único mediador entre Deus e os homens, Jesus o Cristo!

Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim.
João 14:6 ARA
https://bible.com/bible/1608/jhn.14.6.ARA

Todo aquele que nega o Filho, esse não tem o Pai; aquele que confessa o Filho tem igualmente o Pai.
1João 2:23 ARA
https://bible.com/bible/1608/1jn.2.23.ARA

Aquele que tem o Filho tem a vida; aquele que não tem o Filho de Deus não tem a vida.
1João 5:12 ARA
https://bible.com/bible/1608/1jn.5.12.ARA

Jesus é o Filho de Deus! Creiamos nele somente e sejamos servos do Deus altíssimo. Nada mais importa para a salvação. Fora de Cristo tudo se torna religiosidade que castra a fé, impõe peso e não transforma. Ser Cristão é abandonar o pecado porque Deus se aproximou de nós e nos santificou no Filho!

Ano 2#310

Por que só Jesus salva?

Esteja absolutamente certa, pois, toda a casa de Israel de que a este Jesus, que vós crucificastes, Deus o fez Senhor e Cristo. Ouvindo eles estas coisas, compungiu-se-lhes o coração e perguntaram a Pedro e aos demais apóstolos: Que faremos, irmãos? Respondeu-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo para remissão dos vossos pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo. Pois para vós outros é a promessa, para vossos filhos e para todos os que ainda estão longe, isto é, para quantos o Senhor, nosso Deus, chamar. Com muitas outras palavras deu testemunho e exortava-os, dizendo: Salvai-vos desta geração perversa. Então, os que lhe aceitaram a palavra foram batizados, havendo um acréscimo naquele dia de quase três mil pessoas.
Atos 2:36‭-‬41 ARA
https://bible.com/bible/1608/act.2.36-41.ARA

Jesus é Senhor e Cristo para nosso benefício. Foi crucificado, morto e sepultado, mas a morte não o podia reter porque é santo e não pecador! Jesus Cristo ressuscitou para ser Senhor, o Messias anunciado, aquele por quem fomos chamados à mesma santidade! Ele cumpriu os mandamentos da Lei e se tornou o sacrifício perfeito. Em seu sangue há remissão de todos os pecados!

Ao crermos em Jesus recebemos o dom do Espírito Santo como anunciado por Pedro no dia de Pentecostes. Este é o dom que faz toda a diferença em nossas vidas. Através do Espírito Santo é que a santificação prossegue. Em Cristo somos salvos e com o dom do Espírito nos santificamos. Não recebemos o dom e nem a salvação se não cremos em Jesus e ele não se torna nosso Senhor e Salvador pessoal.

Batizar-se é uma consequência da fé, um testemunho para todos os que nos cercam. Nos batizamos para morrermos e ressuscitarmos com Cristo de maneira simbólica, mas poderosa. O arrependimento é o processo que passamos por reconhecermos nossos pecados, entendermos que sem Cristo não estamos aptos aos céus e que dependemos dele para a salvação. Também é a atitude tomada de deixarmos os nossos pecados, atendendo ao chamado divino.

Sem Cristo estaríamos condenados ao fogo eterno,mas com ele estamos seguros pela promessa feita em seu sangue. Não é mérito nosso, mas totalmente dele. Não somos salvos por nossas obras e nem nos mantemos salvos por elas. É pela graça e misericórdia de Deus! Santificar-se sem Deus também seria impossível. Portanto, sejamos humildes, agradecidos e obedientes, pois grande foi o livramento recebido através de Cristo.

Quem não acredita no inferno não precisa de um salvador. Por isso a salvação começa pelo entendimento da santidade de Deus e do pecado que nos afasta dEle. Sem isto não há arrependimento. Cristo veio nos ajudar a enxergarmos nossa religiosidade que nos dava falsa segurança, evidenciando uma vida de hipocrisia e insensatez. Olhemos para nós mesmos e avaliaemos nossos corações. Quem não tiver pecados que atire pedras nos Cristãos, pois estes somos os que enxergaram seus pecados e se humilharam diante do Deus da graça e do amor, através de Cristo Jesus!

Ano 2#301

Cristo não é um sobrenome de Jesus, é o seu título de Messias!

tendo-o encontrado, levou-o para Antioquia. E, por todo um ano, se reuniram naquela igreja e ensinaram numerosa multidão. Em Antioquia, foram os discípulos, pela primeira vez, chamados cristãos.
Atos 11:26 ARA
https://bible.com/bible/1608/act.11.26.ARA

Jesus é Cristo, o Messias prometido, aquele que traria a solução para nossos pecados, o rei que reinará sobre todos nós! Cristo é o título dado a Jesus por ser nosso resgatador, redentor, salvador! Jesus é Senhor!

Ser cristão é ser discípulo de Cristo. É ser um pequeno Cristo, fazer o que ele fez, seguindo seus passos. Muitos se chamam de cristãos, mas o ser cristão é ser discípulo, é ter o mesmo pensamento, não apenas as mesmas obras.

A feitiçaria e o curandeirismo podem gerar cura em alguém. Por vários motivos alguém pode morrer no lugar de um ou de muitos. Mas, só Jesus nasceu da concepção de uma virgem a partir de Deus, viveu sem pecados, sendo também Deus. Só ele, tendo vivido entre nós de maneira perfeita era capaz de nos dar a remissão de nossos pecados por meio de seu sacrifício. Só Jesus é o Cordeiro de Deus que pode tirar o pecado do mundo!

Por isso só ele é o Cristo e o que melhor podemos fazer é sermos discípulos que crêem em sua obra, recebem do seu Espírito e reproduzem os ensinos do mestre.

Pai justo, o mundo não te conheceu; eu, porém, te conheci, e também estes compreenderam que tu me enviaste. Eu lhes fiz conhecer o teu nome e ainda o farei conhecer, a fim de que o amor com que me amaste esteja neles, e eu neles esteja.
João 17:25‭-‬26 ARA
https://bible.com/bible/1608/jhn.17.25-26.ARA

Ser cristão é receber e dar o amor que vem de Deus. É viver para Deus e ser instrumento dele na vida de outros. Cristão é um pequeno Cristo e, para isto, precisa ser transformado e santificado. Não é pelas obras que realizamos, mas pela fé e conhecimento de Cristo. Se Cristo não nascer em nossos corações seremos apenas interessados na doutrina, querendo viver por um coaching e não por um salvador e Senhor.

Cristão aponta para Cristo e leva outros a conhecerem o mestre. Ser um bom cidadão do mundo não nos torna cristãos, mas o crer e viver com Cristo! Todo cidadão deve obedecer leis e ser respeitoso com autoridades e ser bom pagador. Achar que ser cristão é ser um bom cidadão do mundo é reduzir ao natural a expressão máxima do espiritual. Cristão é cidadão celestial, aquele que confessa Jesus como Senhor e possui o Espírito Santo. Este está se preparando para viver a vida eterna e não a que é deste mundo.

Cristo deu a vida por nós, viveu entre nós para nos reconciliar com Deus. Assim deve ser todo cristão, um reconciador no amor, na paz e na misericórdia. Isto não é produzido por obras, mas pela fé no Cristo, aquele que está assentado à direita de Deus Pai! Que caiam todas as nossas vaidades e pecados diante daquele que sustenta o universo por sua infinita bondade!

Cristo é Senhor e Jesus é o Cristo! E nós, quem temos sido?

Ano 2#295

Toda a criação depende de Cristo!

Este é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação; pois, nele, foram criadas todas as coisas, nos céus e sobre a terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam soberanias, quer principados, quer potestades. Tudo foi criado por meio dele e para ele.
Colossenses 1:15‭-‬16 ARA
https://bible.com/bible/1608/col.1.15-16.ARA

Jesus não foi criado, sendo também pré-existeste à criação, tendo participado da formação de todas as coisas. Tudo foi criado por meio dele e para ele. Tornou-se o primogênito para liderar a humanidade de volta ao caminho da santidade.

Jesus é o que podemos conhecer de Deus, a manifestação em nossa realidade, pois não suportaríamos toda a sua glória enquanto estamos neste plano. Assim, Jesus é a imagem do Todo-Poderoso, aquele que nos mostra o caminho para o Pai.

Imaginemos o poder que está em Cristo, pois nele foram criados e estão sendo sustentadas todas as coisas que hoje conseguimos perceber. Ainda assim derramou o seu sangue para nos trazer vida, perdão de nossos pecados e nos socorrer em todos os momentos de aflição.

Temos um Deus pessoal que se importa com cada um de nós. Que move as regiões celestiais a nosso favor e não se cansa ou dorme enquanto estamos em necessidade. Este é Senhor e salvador, tendo se importado com cada um neste mundo.

Cristo é rei, sacerdote, intercessor e mediador. Cristo é a imagem que nos faz perceber a glória de Deus e nos convida a participarmos dela. Observemos e Caminhemos em seus passos, pois assim estaremos na direção certa em nossas vidas! Deus seja louvado por tão grande graça!

Ano 2#287

Cristo é a resposta de Deus para a iniquidade da humanidade!

Porque as nossas transgressões se multiplicam perante ti, e os nossos pecados testificam contra nós; porque as nossas transgressões estão conosco, e conhecemos as nossas iniquidades, como o prevaricar, o mentir contra o Senhor, o retirarmo-nos do nosso Deus, o pregar opressão e rebeldia, o conceber e proferir do coração palavras de falsidade. Pelo que o direito se retirou, e a justiça se pôs de longe; porque a verdade anda tropeçando pelas praças, e a retidão não pode entrar. Sim, a verdade sumiu, e quem se desvia do mal é tratado como presa. O Senhor viu isso e desaprovou o não haver justiça. Viu que não havia ajudador algum e maravilhou-se de que não houvesse um intercessor; pelo que o seu próprio braço lhe trouxe a salvação, e a sua própria justiça o susteve.
Isaías 59:12‭-‬16 ARA
https://bible.com/bible/1608/isa.59.12-16.ARA

A humanidade caminha na injustiça e acredita estar escolhendo o que é melhor para si. Acredita no livre-arbítrio, mas como dizer que há liberdade de escolha sem ter todas as opções à disposição? Em um mundo caótico e problemático, sem o conhecimento do verdadeiro Deus, as pessoas estão escolhendo pelo que conhecem. Por isso a importância de falarmos a respeito da salvação em Cristo!

Somente Deus poderia realizar este ato, nos capacitando a cumprir nossos propósitos. A humanidade precisa de um ajudador para lhe conduzir no processo de santificação e um intercessor para que nossos pecados fossem perdoados diante de Deus. Assim Cristo veio até nós e nos ensinou o caminho, morreu para nos dar vida, perdoou nossos pecados, ressuscitou para vencer sobre a morte e enviou o Espírito Santo para nos ajudar em nossa caminhada espiritual até a Jerusalém celestial.

Jesus está preparando lugar para nós que éramos pecadores despreparados, ignorantes, sem mérito para recebermos salvação, mas nos chamou para si como o sumo sacerdote, Senhor e intercessor!  Não há outro como Cristo e nunca haverá! Não há outro capaz de nos trazer a vida de santidade que buscávamos e não conseguíamos atingir. Com Cristo vencemos a morte e estamos na caminhada da santificação. Com Cristo já vencemos a morte!

Já estamos vivendo com Cristo ou ainda estamos tentando fugir do seu senhorio? Ou estamos em Cristo ou continuamos em pecado, pois não há outro nome pela qual possamos clamar por perdão. A equação fica simples de resolver, basta nos entregarmos ao convite do Senhor para podermos entender nossa nova condição. Que possamos ter entendimento e sermos recebidos com amor por aquele que está à direita do Pai, pois para isto fez todas as coisas!

Ano 2#284

O aprisco do Senhor nos aguarda!

Tu, ó Sião, que anuncias boas-novas, sobe a um monte alto! Tu, que anuncias boas-novas a Jerusalém, ergue a tua voz fortemente; levanta-a, não temas e dize às cidades de Judá: Eis aí está o vosso Deus! Eis que o Senhor Deus virá com poder, e o seu braço dominará; eis que o seu galardão está com ele, e diante dele, a sua recompensa. Como pastor, apascentará o seu rebanho; entre os seus braços recolherá os cordeirinhos e os levará no seio; as que amamentam ele guiará mansamente.
Isaías 40:9‭-‬11 ARA
https://bible.com/bible/1608/isa.40.9-11.ARA

Jesus Cristo é Senhor!

Jesus Cristo é Deus, porquanto a Trindade é uma só. Grande é este mistério que ainda buscamos compreender. Tentando descrever o Deus Todo-Poderoso é como uma folha de papel buscar entender uma nuvem que por ela passa. O que está em contato é perceptível, mas o papel não entende três dimensões. Assim somos nós em relação ao Senhor!

Sem o Espírito Santo não seria possível termos melhor compreensão e capacidade de receber a revelação de Deus. Por isso Jesus nos avisou que o Espírito Santo nos revelaria pouco a pouco o que precisaríamos saber. Não conseguiríamos assimilar tudo de uma vez e nem corresponder! Assim, a santificação é um processo, uma caminhada!

O Senhor está recolhendo um rebanho e preparando lugar para colocar todos juntos. Enquanto isto ele está cuidando de todos aqueles que estão debaixo de suas mãos. Está chamando pessoas de todos os povos e nações para salvação! Fora dos apriscos de Deus não haverá oportunidade de livramento. Lobos virão, pois eles estão ávidos para devorar quem está sem proteção.

Há um rebanho e um pastor que apascenta por amor. Este pastor deu a vida por mim e por você e agora nos chama para nos reunir com as suas ovelhas! Este é Deus e reinará para sempre com o seu rebanho. São notícias maravilhosas, boas novas, sabermos que há salvação para o perdido e amor para o que ainda se sente desamparado. Basta ouvir a sua voz e entrar no seu aprisco! Já estamos ouvindo o chamado? O que estamos esperando então?

Ano 2#267

Jesus traz caminhos aplanados sob os nossos pés!

Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor; endireitai no ermo vereda a nosso Deus. Todo vale será aterrado, e nivelados, todos os montes e outeiros; o que é tortuoso será retificado, e os lugares escabrosos, aplanados. A glória do Senhor se manifestará, e toda a carne a verá, pois a boca do Senhor o disse.
Isaías 40:3‭-‬5 ARA
https://bible.com/bible/1608/isa.40.3-5.ARA

Linda promessa nos foi dada através do profeta Isaías! Uma promessa da glória do Senhor se manifestando para nossa ajuda! A vida tem caminhos tortuosos e difíceis, mas a promessa é que os montes seriam aplanados à nosso favor!

Mas há um detalhe importante, que o endireitar tais caminhos teria início no ermo, fora das cidades e preocupações do mundo. No ermo só nos preocupamos com a própria vida e nada mais. No ermo precisamos sobreviver em primeiro lugar.

Quando João Batista se torna a voz que clama no deserto muitos saíam de suas cidades para poderem ouvir o profeta e por ele serem batizados. Quando estamos muito ocupados com os afazeres e prazeres da vida não prestamos muita atenção ao que o Senhor tem para nos falar.

O endireitar das veredas de nossas vidas começa quando filtramos o que realmente importa em termos espirituais e passamos a nos afastar do que tira o nosso foco. O ermo, então, torna-se um lugar de retiro para termos um tempo separado para ouvirmos a voz de Deus que nos exorta à santificação.

A promessa foi cumprida em Jesus Cristo e toda carne verá o Santo e Senhor, aquele que trouxe a reconciliação que era tortuosa através das obras da lei, mas que agora são exequíveis pelo poder do Espírito Santo em nós!

Que hoje exaltemos a Deus em sua graça e misericórdia, pois nos trouxe grande salvação que nos era por impossível alcançar, e gemíamos de pavor por conhecermos o resultado do julgamento contra os nossos pecados. Glórias a Deus pelo Filho Unigênito que no ermo deu sua vida por nós para que hoje pudéssemos viver na retidão do evangelho!

Ano 2#266