A opinião de Deus é a mais importante!

Estava próxima a Festa dos Pães sem Fermento, chamada Páscoa. Os principais sacerdotes e os escribas procuravam uma forma de matar Jesus; porque temiam o povo. Ora, Satanás entrou em Judas, chamado Iscariotes, que era um dos doze. Judas foi entender-se com os principais sacerdotes e os capitães sobre como lhes entregaria Jesus. Eles se alegraram e combinaram em lhe dar dinheiro. Judas concordou e buscava uma boa ocasião para lhes entregar Jesus, longe da multidão.
Lucas 22:1‭-‬6 NAA
https://bible.com/bible/1840/luk.22.1-6.NAA

Os líderes religiosos não estavam satisfeitos com a popularidade de Jesus e queriam mata-lo por inveja e acharem que ele não era quem dizia ser. Esperavam um líder diferente, um que comandaria exércitos de pessoas e não legiões de anjos!

Sem entendermos quem é Jesus Cristo estaremos em um grupo ou em outro. Ou seremos religiosos combatendo servos de Deus ou nos alegraremos com eles enquanto nos servem e os descartaremos tão logo façam fofoca a respeito deles.

Temiam o povo porque o povo gostava de Jesus e não queriam que se revoltasse contra eles. Perderiam não só a autoridade, mas também o controle da situação. O povo em si também não entendia a figura de Jesus como o Cristo, mas estava feliz com os grandes sinais. Logo logo esqueceriam tudo isto para crucifica-lo.

A opinião dos homens teve um peso maior do que a opinião de Deus sobre a pessoa de Cristo. Temiam o povo ao invés de temerem a Deus. Fizeram pior, removeram a opinião do povo para o colocarem contra Jesus para poderem destrui-lo sem oposição. Tudo estratégia de Satanás. Mas, Cristo sabia de tudo e entregou-se para realizar o seu propósito.

Não há nada fora do controle de Deus e o caráter das pessoas produz as ações que determinam e realizam o que Ele já sabe e conhece. Para mudarmos nosso caráter e natureza precisamos de Cristo. Deus não precisa de nós, mas nós precisamos dEle! Sem o Senhor continuaremos a nos destruir e destruir a criação. Isto trará o julgamento e sentença contra nós.

Temer a Deus é nos posicionarmos na Sua vontade e buscá-la em primeiro lugar. Se temermos o povo estaremos errando e buscando manter nosso poder e autoridade, enquanto o verdadeiro servo serve ao Senhor. Temer a Deus nos levará a produzirmos frutos espirituais que ajudarão aos outros. Não nos importemos com os que temem o povo e nem com o povo, pois certamente falarão contra nós.

Se fizeram isto com o mestre, teremos o mesmo destino. Importa que estaremos reunidos com o Senhor quando ele voltar!!!! Cuidemos também para não sermos Judas nesta vida, pois andando com o mestre ignorou o seu amor e amizade, importando-se também com o que alcançaria das pessoas. Importa nos sujeitamos a Deus!

Ano 2#334