Jesus promete e cumpre. Confiemos nele!

No dia seguinte, que é o dia depois da preparação, reuniram-se os principais sacerdotes e os fariseus e, dirigindo-se a Pilatos, disseram-lhe: Senhor, lembramo-nos de que aquele embusteiro, enquanto vivia, disse: Depois de três dias ressuscitarei. Ordena, pois, que o sepulcro seja guardado com segurança até ao terceiro dia, para não suceder que, vindo os discípulos, o roubem e depois digam ao povo: Ressuscitou dos mortos; e será o último embuste pior que o primeiro. Disse-lhes Pilatos: Aí tendes uma escolta; ide e guardai o sepulcro como bem vos parecer. Indo eles, montaram guarda ao sepulcro, selando a pedra e deixando ali a escolta.
‭‭Mateus‬ ‭27:62-66‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/mat.27.62-66.ara

Jesus prometeu que ressuscitaria ao terceiro dia e os líderes religiosos se preocuparam com isto. O interessante é que os próprios discípulos de Jesus não estavam esperando isto, pois não entenderam a promessa! Os religiosos queriam garantir que não se conseguisse usar a fala de Jesus contra eles, enquanto quem deveria esperar o cumprimento não creu!

Muitos que dizem não crer em Jesus estão preocupados em rebater a Igreja que está anunciando o seu retorno iminente, enquanto muitos discípulos de Cristo não estão vigilantes para o seu retorno. O que aconteceu naqueles dias irá ocorrer novamente. Assim Jesus predisse, conforme também havia deixado bem claro os sinais que iria fazer.

Ele, porém, respondeu: Uma geração má e adúltera pede um sinal; mas nenhum sinal lhe será dado, senão o do profeta Jonas. Porque assim como esteve Jonas três dias e três noites no ventre do grande peixe, assim o Filho do Homem estará três dias e três noites no coração da terra. Ninivitas se levantarão, no Juízo, com esta geração e a condenarão; porque se arrependeram com a pregação de Jonas. E eis aqui está quem é maior do que Jonas. A rainha do Sul se levantará, no Juízo, com esta geração e a condenará; porque veio dos confins da terra para ouvir a sabedoria de Salomão. E eis aqui está quem é maior do que Salomão.
‭‭Mateus‬ ‭12:39-42‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/mat.12.39-42.ara

Após a morte de Jesus ele foi colocado no túmulo de José de Arimatéia por três dias e três noites, para então ressuscitar na manhã do terceiro dia, que cairá no Domingo. Até lá ficaram guardando o seu túmulo, para que o sinal não fosse manifesto a partir do roubo do seu corpo. As mulheres compraram bálsamos e esperaram passar as festividades.

Era o dia da preparação, e começava o sábado. As mulheres que tinham vindo da Galileia com Jesus, seguindo, viram o túmulo e como o corpo fora ali depositado. Então, se retiraram para preparar aromas e bálsamos. E, no sábado, descansaram, segundo o mandamento.
‭‭Lucas‬ ‭23:54-56‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/luk.23.54-56.ara

Havia o feriado da Páscoa e o Sábado, sendo que na língua hebraica tem o mesmo nome de Shabat, significando descanso. Assim, o sepultamento de Jesus ocorreu antes de um grande Shabat como definido em João 19.31 (hoje chamaríamos de feriadão), o que nos traz algumas dificuldades quando contamos o tempo entre sua morte e ressurreição quando consideramos o Sábado e não o feriado que ocorreu antes do Sábado, como o dia seguinte ao seu sepultamento.

Importa é sabermos que Jesus cumpre a sua palavra e permaneceu três dias e três noites até a ressurreição, sendo este tempo um momento de profunda reflexão para todos naquele período e nos nossos dias também! Enquanto isto precisamos guardar nossas mentes e corações confiando nas promessas que ele fez para nós! Jesus Cristo é o Filho de Deus, o Cordeiro de Deus, nosso salvador e Senhor! Nele todos seremos restaurados e abençoados. Nele podemos confiar, pois é digno!

Que possamos descansar em Cristo, pois ele é a nossa Páscoa, nosso feriado, nosso verdadeiro descanso. Ainda que não o vejamos ao nosso lado, suas promessas e ensinos estão e nos alcançarão! Podemos e devemos viver pelas suas promessas, pois é fiel para cumpri-las! Que neste dia voltemos nossos olhos para o autor e consumador da fé, aquele que sofreu para nos dar tudo, que verteu seu sangue perfeito para nos dar vida, que está preparando lugar para que vivamos com ele!

Que nesta Páscoa nos lembremos e comemoremos tão grande benção e promessas feitas a toda humanidade! Cristo morreu e ressuscitou para que todos creiam e vivam eternamente com ele, na presença do Deus santo e Todo-Poderoso! Não sejamos dos que querem provar o contrário, mas confiemos no Evangelho!

Ano 2#36

Somos desejáveis ou não? Isso tem a ver com fé?

Qual a macieira entre as árvores do bosque, tal é o meu amado entre os jovens; desejo muito a sua sombra e debaixo dela me assento, e o seu fruto é doce ao meu paladar.
‭‭Cântico‬ ‭2:3‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/sng.2.3.ara

O relacionamento homem e mulher é a força da humanidade em progredir não só na sua multiplicação, mas também no conhecimento do nosso propósito. Já discutimos que o homem e a mulher tem em si características de Deus que se complementam e que em determinadas situações nos ajudam a ter um entendimento melhor a respeito do Senhor.

Mas, hoje queremos lembrar que a humanidade não foi criada em pecado ou para o pecado, pois tudo o que Deus fez foi classificado como bom. Assim, o namoro e o romance são coisas boas para o relacionamento do futuro casal e na permanência destes no propósito do casamento.

O homem e a mulher se desenvolvem ao ponto de possuirem características que agradem ao outro. Seja a forma, inteligência, carinho, atenção, integridade ou qualquer elemento do caráter e da personalidade que se destacam, será isto que chamará a atenção do(a) possível parceiro(a).

Estas características são formadas no DNA e também pela experiência de vida. Ocorre que estas duas circunstâncias podem ser boas ou ruins, dependendo de como viveram e vivem nossos pais. Há um fator que ajuda ou atrapalha dependendo de onde nascemos e vivemos. Mas, há outra boa notícia em Jesus, pois nele somos transformados, libertos e reconstruídos, ainda que tenhamos de lutar contra experiências negativas em nossas vidas.

Servir a Deus nos transforma em pessoas com qualidades positivas para todo tipo de relacionamento e a confiança em Deus canaliza a presença dEle em nós, edificando-nos pela fé em pessoas que darão frutos espirituais e servirão de um núcleo melhor para as gerações futuras. Mulheres espirituais desejam homens espirituais e vice-versa, mas não podemos esquecer que homens e mulheres vivem ainda na carne e pela carne são experimentados e trabalhados.

Nossa espiritualidade enxerga a nossa natureza e aprende a usa-la em benefício de nossos relacionamentos. Só a religiosidade critica a sexualidade humana em prol do relacionamento, mas que fique claro que Deus não fez o homem para a promiscuidade, pornografia ou prostituição. A vida a dois é boa no casamento, mas transtorna relacionamentos que não possuem aliança e acaba por desviar o coração humano para o pecado. Por isso aprendemos que o sexo é bom no casamento e deve ficar dentro desta aliança.

Amar em todos os sentidos o cônjuge é muito bom e nos dará relacionamentos maravilhosos. Que possamos usufruir das boas coisas que recebemos de Deus, lideradas pelo Espírito, para nos desenvolvermos em todas as áreas e podermos ser apreciados em nosso caráter, personalidade e fé, para a glória de Deus!

Sim, a fé nos tornará ainda mais desejáveis porque buscaremos viver como Deus nos formou. Pela fé estaremos nos desenvolvendo como o homem e a mulher devem se desenvolver. Uma fé genuína, na oração e busca de Deus trará o coração do Senhor em nossas vidas e isto também atrairá as pessoas até nós. Sejamos fiéis ao Senhor e à Sua palavra e teremos a parceria desejada e abençoada por Deus.

Aprendamos a viver pela fé e pelo amor, sem esquecermos das boas coisas criadas por Deus para que possamos usufruir de nossas vidas passageiras nesta terra. Não sejamos ignorantes e nem egoístas, pois a vida agradável é mutuamente vivida pelos dois e não apenas por um! O versículo fala da esposa admirando as qualidades do esposo. Somos desejáveis assim? Alguém que provê conforto e alegria para a pessoa amada! Que grande benção!

O verdadeiro fermento é o Espírito Santo!

Disse-lhes outra parábola: O reino dos céus é semelhante ao fermento que uma mulher tomou e escondeu em três medidas de farinha, até ficar tudo levedado.
‭‭Mateus‬ ‭13:33‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/mat.13.33.ara

A fé em Jesus Cristo, ensinada no evangelho, traz o reino de Deus para dentro de nós, assim como o fermento é misturado à massa.

A fermentação cresce a massa, gerando volume e preparando para o aquecimento que produzirá um pão pronto.

Assim também nós, a partir da vivência do evangelho estaremos crescendo espiritualmente e superando as dificuldades do mundo, nos tornando aptos a participarmos do reino de Deus!

Sem o reino em nós não há crescimento. Erra quem acha que as obras são o fermento para sermos bons para o reino. É o reino em nós que nos transforma em pessoas melhores. É a graça que nos salva e transforma. Obras confirmam nosso estado.

O reino em nós é estabelecido pelo Espírito Santo de Deus, que nos move e nos faz crescer em entendimento e obras. As lutas da vida nos preparam para que possamos engrandecer o nome do Senhor. Afinal, um pão perfeito e gostoso para ser comido não é mérito do pão, mas do padeiro!

Já o religioso possui um fermento que estraga a massa que jamais chegará a se desenvolver ou ter um gosto agradável. Só pelo Espírito temos o crescimento espiritual adequado. Os religiosos colocarão em si mesmos o poder de adentrarem o reino dos céus, mas isto pertence somente à Deus mediante a graça.

Como não compreendeis que não vos falei a respeito de pães? E sim: acautelai-vos do fermento dos fariseus e dos saduceus. Então, entenderam que não lhes dissera que se acautelassem do fermento de pães, mas da doutrina dos fariseus e dos saduceus.
‭‭Mateus‬ ‭16:11-12‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/mat.16.11-12.ara

Só pela fé em Cristo há salvação. Creiamos e sejamos salvos em Jesus! Sejamos pães agradáveis e que levem o verdadeiro fermento ao mundo!

Há valor em tudo o que fazemos, mas conhecer a Cristo nos revelará o que realmente importa!

Sim, deveras considero tudo como perda, por causa da sublimidade do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; por amor do qual perdi todas as coisas e as considero como refugo, para ganhar a Cristo e ser achado nele, não tendo justiça própria, que procede de lei, senão a que é mediante a fé em Cristo, a justiça que procede de Deus, baseada na fé; para o conhecer, e o poder da sua ressurreição, e a comunhão dos seus sofrimentos, conformando-me com ele na sua morte; para, de algum modo, alcançar a ressurreição dentre os mortos.
‭‭Filipenses‬ ‭3:8-11‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/php.3.8-11.ara

Paulo aprendeu a dar mais importância às coisas espirituais em detrimento de tudo que havia alcançado como homem. Ignorou posição social e tudo o que havia conquistado até então.

O seu encontro com Jesus, no caminho para Damasco, quanto ia para aprisionar Cristãos, o fez perceber que as suas prioridades estavam erradas. Entendeu que em Cristo o seu caminho era muito superior ao que estava seguindo.

Jesus falou com ele e o deixou três dias com cegueira, tendo sido transformado por dentro neste período. Enxergou o poder de Deus em Cristo Jesus e não mais na Lei a qual servia.

Importa entendermos que a verdadeira cegueira era não compreender o motivo da Lei, sendo o perseguidor do princípio que estava na Lei. Assim é a religiosidade em nossos corações.

Não será nosso diploma, ou empresa, ou currículo que nos fará adentrar no Reino dos Céus, mas o nosso conhecimento de Cristo. Quando Paulo entendeu isto, mudou sua vida por completo.

Ele foi um homem de viver para o caminho de Deus e a sua transformação interior o levou a ser quem mais proclamou o Evangelho. Nem todos temos este chamado, mas todos somos convidados a conhecer a Cristo.

Nossos afazeres na Terra são oportunidades de convivermos com pessoas, de edifica-las e sermos transformados juntos. No entanto, nem sempre conheceremos apenas as que nos fazem bem.

O que importa é que, no caminho de Cristo, seremos ensinados no perdão, na esperança, na perseverança e no amor. É o caminho para aprendermos que as pessoas são mais importantes que os resultados deste mundo.

Procuremos conhecer e seguir este caminho. Aliás, é o único que nos permitirá encontrar a ressurreição em Cristo, prometida desde a queda do homem e é o princípio da Lei!

Tudo o que fazemos tem valor, seja um curso, um produto, uma meta atingida, mas são atividades que muitas vezes geram apenas orgulho e vaidade em nossos corações.

Esta é a diferença, em que podemos fazer todas as coisas que sejam convenientes para nosso crescimento e para os demais. Se as riquezas me trazem arrogância, é melhor reconhecer isto e usa-las de outra forma. Se a pobreza me traz luto e desesperança, é importante entender que na eternidade não haverá esta condição.

Riquezas, sofrimento físico, doenças, diplomas, nada disto segue a quem ressuscitar com Cristo. Na eternidade não há ganhos e perdas financeiras. Estas coisas só existem neste plano terreno. Vivemos hoje pela percepção física para adentrarmos um reino espiritual.

Há uma cortina que precisa ser arrancada e para isto precisamos de Cristo! Que possamos encontra-lo hoje, e tenhamos a revelação da graça de Deus para toda a humanidade!