#3_108 Deus projetou a vida!

Criou Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. E Deus os abençoou e lhes disse: Sede fecundos, multiplicai-vos, enchei a terra e sujeitai-a; dominai sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus e sobre todo animal que rasteja pela terra.
Gênesis 1:27‭-‬28 ARA
https://bible.com/bible/1608/gen.1.27-28.ARA

Olhemos para as nossas mãos. São simétricas, não iguais. Possuem destreza e força diferentes, mas têm um propósito comum. São semelhantes e foram-nos dadas para que funcionassem como ferramentas para nossa sobrevivência.

Na Engenharia de Sistemas aprendemos a gerar requisitos para que funções sejam realizadas a partir da construção e operação do sistema. Temos declarada a função da humanidade em Genesis 1:28, onde devemos ser capazes de nos multiplicar e dominar sobre toda a terra.

Para isto Deus criou a humanidade a partir de dois sexos, o masculino e o feminino. Homem e mulher foram criados como as mãos, sendo semelhantes mas não iguais, complementares para realizarem o propósito de sua criação. Não adianta termos dois homens ou duas mulheres no gênero, pois os elementos para a multiplicação não estarão ali.

Ainda que exteriormente haja alguma semelhança com o gênero identificado pelo indivíduo, interiormente não há os elementos necessários para que a função seja preenchida pelo arranjo do sistema. Temos aqui uma questão de engenharia e não de identificação de gênero.

Portanto, há que se manter os requisitos do sistema para que este se desenvolva e opere da maneira para a qual foi idealizado. Quando opera fora dos requisitos o sistema é forçado a se ajustar. Pode ser que consiga por um tempo, mas haverá uma ação de manutenção corretiva. Melhor seria fazer uma preventiva para que o sistema opere na sua condição ótima, mas isto não cabe ao próprio sistema faze-lo, mas seu operador.

Importa que não deixemos de operar segundo nos foi proposto porque alguns não conseguem operar desta forma. Podemos ajudar a mostrar como devemos operar, mas cada um sabe o motivo de estar operando da forma como está. O Construtor irá fazer um recall e as peças que estão fora da especificação serão trocadas, enquanto as demais serão lubrificadas. Há esperança para algumas que puderem ser retificadas. As já totalmente comprometidas serão retiradas e destruídas.

É tempo de olharmos para nossas vidas e nos ajustarmos ao projeto da criação. Cristo veio nos ajudar a fazer isto, não só revelando o projeto, mas restaurando-nos a tempo para a próxima inspeção. Que na misericórdia do Senhor sejamos abençoados na nobre missão de nos multiplicarmos e conquistarmos a criação, sem destruí-la.

Deus se agradou do que fez e considerou tudo bom! Não achemos que a nossa forma é melhor. Não somos capazes de saber ou fazer mais do que aquilo para o que fomos criados! Preenchemos os requisitos do projeto inicial e não os de tomarmos o lugar do Criador de todas as coisas, ainda que possuamos um requisito de semelhança para com Ele!