#3_164 Falsa segurança

Os teus profetas te anunciaram visões falsas e absurdas e não manifestaram a tua maldade, para restaurarem a tua sorte; mas te anunciaram visões de sentenças falsas, que te levaram para o cativeiro.
Lamentações 2:14 ARA
https://bible.com/bible/1608/lam.2.14.ARA

Confiar em profecias não é o mesmo que confiar em Deus. A Bíblia nos ensina a julgar as profecias segundo as Escrituras e esperarmos por sua conclusão para sabermos se realmente vieram de Deus ou não. Profecias são alertas ou direcionamento de Deus para que um grupo de pessoas fique alerta ou mude de direção em suas vidas.

Profecias determinam resultados no futuro porque Deus já as viu ocorrendo ou porque Deus está criando uma nova versão. Eu mesmo já recebi profecias que se cumpriram a partir de profetas que viram o que iria ocorrer. Tais profecias me ajudaram a entender por que eu cheguei onde cheguei e como.

No entanto, outras não ocorreram e possivelmente Deus não as entregou, mas profetas acharam que receberam de Deus ou eu estava me desviando do meu propósito. Nas Escrituras há profecias entregues pela mão de Deus para confundir os que saíram de sua aliança, pois se tornaram rebeldes e permaneceram na sua própria sabedoria. Estes ouviram os profetas que desviaram o povo que não conhecia a vontade de Deus porque viviam das profecias e não da Sua Palavra!

Profecias não substituem as Escrituras e devem ser analisadas segundo estas. Se adulterar é pecado não acredite em uma profecia que lhe diga que Deus está dizendo para você se relacionar amorosamente com alguém já casado(a). Nem confie que Deus está lhe mandando roubar ou corromper a partir de um negócio comercial que estaria vindo das mãos dEle. Deus não gera confusão!

Profecias podem ser dadas até para nos provar o coração, sendo que nos humilhar diante de Deus é sempre a melhor opção. Jerusalém na época de Jeremias não se humilhou e ouviu a voz de profetas que já não lhes exortava contra a maldade que estavam praticando, mas apenas dando-lhes a oportunidade de permanecerem em seus maus caminhos.

O resultado foi o cativeiro que Deus já havia dito que iria lhes dar se se desviassem de Sua aliança. Ou seja, as Escrituras prevalecem sobre as profecias. Estamos confiando mais no que os profetas de hoje estão falando ou o que a Bíblia nos diz? Será que aceitar o pecado é de Deus? Absolutamente não! Então por que estamos aceitando no meio da Igreja quem seja adúltero, corrupto, imoral, maledicente, etc sem os exortarmos ou até tira-los do convívio?

Se abandonarmos as Escrituras como nosso estatuto então os profetas passarão a falar do que não é segundo a vontade de Deus e nos desviaremos de nossos propósitos. Profecias de Deus vem para nos alertar de nossos erros até o momento em que decidimos não ouvir mais o que Deus nos deixou escrito. Cuidemos de conhecer a Cristo, o messias prometido, pois aquele povo o ignorou e hoje podemos estar ignorando o Senhor também.

Não é porque estamos em uma igreja Cristã que todos estamos em obediência. Nossas ações mostrarão se nossos corações estão inclinados para Deus ou não e se nossos ouvidos estão prontos a receber mais de Deus para nosso benefício ou castigo. Deus é soberano e abençoa os humildes e derruba os que se exaltam. Sem conhecê-lo continuamos andando em nossos próprios passos. Clamemos por Sua misericórdia e busquemos permanecer debaixo de Suas asas!