#3_144 Mateus 18:3

E disse: Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos tornardes como crianças, de modo algum entrareis no reino dos céus.
Mateus 18:3 ARA
https://bible.com/bible/1608/mat.18.3.ARA

Converter-se e se tornar como uma criança são demonstrações de uma nova vida em Cristo. Nele é que podemos fazer estas coisas. Que obras faríamos para nos tornarmos como crianças? Com este pensamento é que Nicodemos (João 3) perguntou a Jesus como alguém poderia nascer de novo já sendo velho.

Isto é espiritual e não carnal. Não são obras de ações feitas pela mão do homem, mas pela regeneração só existente em Cristo. Ser criança é ter um coração sem malícia, sem maquinar o mal e nem guardar o mal recebido. É poder iniciar o dia sem as marcas do dia anterior.

Crianças não estão em busca de poder, posição ou condição social. Vivem pelo prazer e brincam sem se importar a respeito de onde veio a outra criança. Os que já estão pensando nestas coisas já deixaram de ser crianças pois já se preocupam com coisas de adulto malicioso. Crianças que são racistas, ou isolam os menos favorecidos, já não andam em pureza de coração.

Se deixamos a fase da inocência então precisamos nos converter de nossos pensamentos e ações. Se não formos como crianças não poderemos adentrar no Reino de Deus. E para o sermos precisamos de Cristo, o Salvador e Senhor! Sem Cristo continuaremos adultos maliciosos e de fora do Reino. Importa-nos buscar a Cristo!

No reino de Deus as crianças não são os pequenos!

Naquela hora, aproximaram-se de Jesus os discípulos, perguntando: Quem é, porventura, o maior no reino dos céus? E Jesus, chamando uma criança, colocou-a no meio deles. E disse: Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos tornardes como crianças, de modo algum entrareis no reino dos céus. Portanto, aquele que se humilhar como esta criança, esse é o maior no reino dos céus.
Mateus 18:1‭-‬4 ARA
https://bible.com/bible/1608/mat.18.1-4.ARA

Muitos confiam em suas ações para merecerem o reino de Deus ou para se tornarem grandes no reino, mas Jesus nos adverte para repensarmos nossos valores. A conversão é o processo de nos enxergarmos pecadores condenados, a caminho do precipício do inferno, e nos apegarmos ao Cristo, Jesus, como Senhor e salvador que nos liberta do domínio do pecado e nos reconcilia com Deus.

Ser como uma criança é enxergar nossa dependência de Deus como Pai e nos submetermos ao seu senhorio e amor. Sem estas atitudes não estaremos aptos a entrarmos no reino de Deus. Porque Jesus morreu por nós é que podemos receber tão grande salvação. Se não formos como crianças que obedecem, estaremos buscando viver na nossa força, ficando de fora do reino.

Não é a síndrome de Peter Pan, onde pessoas não desejam crescer ou amadurecer, mas é se enxergar como um necessitado de colo, proteção e amor de Deus! São estas coisas que nos mostram como a nossa vaidade em querermos ser autos suficientes nos afastam da verdade do evangelho.

Dependemos de um salvador capaz de nos reconciliar com Deus e nenhum outro além de Jesus Cristo pode fazer isto por nós. Os discípulos que estavam com ele ouviram estas palavras e nos contaram. Termos fé é confiarmos que Jesus é o caminho! Sejamos como as crianças que confiam no pai amoroso. Deus É Pai e nos aguarda de braços abertos. Por isso enviou Jesus para nos buscar, pois estávamos no caminho da morte eterna!

Glórias a Deus nas alturas e paz aos homens a quem ele quer bem!

Ano 2#270

Bom é conhecermos o evangelho desde cedo!

Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele.
Provérbios 22:6 ARA
https://bible.com/bible/1608/pro.22.6.ARA

Aprendemos muitas coisas quando somos pequenos em tamanho e bem novos em idade. Uma criança é como uma folha em branco. Ensine-a o bem e ela saberá o que é certo a fazer. Ensine-a o mal e ela saberá como realizar maldades.

Quando vemos uma criança pequena realizar algo de ruim é porque aprendeu com alguém e está repetindo o que viu, leu ou ouviu. Construir um cidadão é ensina-lo a viver pelas regras da sociedade. Construir um cidadão celestial é ensina-lo na fé em Jesus Cristo!

Abandonar os caminhos de Jesus é nos desviarmos da verdade e da bondade de Deus. Se eu perder a fé no Deus Todo-Poderoso, o que me resta senão a vida de pecados? Por isso devemos ensinar desde cedo os pequenos a terem fé naquele que deu a vida por nós pecadores. As crianças deixarão de ser inocentes e pecarão, mas se já conhecem o Cristo poderão entregar suas vidas a ele e se arrependerem dos maus caminhos.

O Espírito Santo nos ajuda a não nos desviar do caminho do Senhor. Quando aprendemos isto não queremos outra forma de viver. Ensine isto a uma criança e ela terá plenitude de vida desde cedo. Sem fé no salvador não resistiremos às tentações do mundo!

Ano 2#269

De quem é o Reino de Deus?

“Então Jesus chamou as crianças para perto de si e disse: — Deixem que as crianças venham a mim e não proíbam que elas façam isso, pois o Reino de Deus é das pessoas que são como estas crianças.”
‭‭Lucas‬ ‭18:16‬ ‭NTLH‬‬
https://www.bible.com/211/luk.18.16.ntlh

No Reino de Deus não há malícia, não há maquinação do mal. Nossos pensamentos devem estar na vontade de estarmos juntos, desenvolvendo atividades que fortalecem a comunhão e a unidade.

Crianças sabem que estão protegidas pelos seus pais e dependem deles para tudo, enquanto se capacitam no crescimento natural. Até a maturidade estão sob a dependência emocional e financeira deles.

Deus é o Pai que cuida de todos os Seus filhos. Nem todos são filhos de Deus, mas todos são criaturas. Todo o que crê em Cristo se torna filho de Deus, herdeiro e co-herdeiro das promessas de Deus.

O Pai deseja cuidar de todos, por isso enviou Jesus Cristo, para que todo aquele que nele crer tenha a vida eterna (João 3.16), por amor!

Foi Deus quem se reaproximou de nós que estávamos afastados por causa do pecado. Crianças aprendem com os seus erros mais facilmente e desejam agradar os pais. Fica triste quando erra e pede desculpas clamando por um abraço!

Neste tempo onde estamos esperando o mundo retornar ao ritmo normal, precisamos recobrar este comportamento. Um pai amoroso quer o melhor para seu filho. Aproveita o tempo para estarem juntos e direcionar o futuro da criança.

Ouçamos a voz de Deus para as nossas vidas. Não sejamos desobedientes e rebeldes, mas filhos obedientes e que se deixam ser embalados, cuidados e ensinados pelo Pai maravilhoso!

Quem tem o Filho tem o Pai. Tempo de arrependimento e entrega. Tempo de ouvir a voz de Deus e caminhar com Ele! Tempo de abraça-lo e descansar no Seu colo!

Tenhamos um dia de vitória, em nome de Jesus Cristo!