Aprendamos com o evangelho do Senhor!

Isto deliberei por mim mesmo: não voltar a encontrar-me convosco em tristeza. Porque, se eu vos entristeço, quem me alegrará, senão aquele que está entristecido por mim mesmo?
2Coríntios 2:1‭-‬2 ARA
https://bible.com/bible/1608/2co.2.1-2.ARA

Exortar é querer o bem das pessoas e não é algo simples de fazer. Quando nos preocupamos com a vida espiritual das pessoas acabamos por sofrer pelo que acreditamos ser-lhes prejudicial. Chamar a atenção para aquilo que prejudica suas vidas acaba por entristecer tanto a quem exorta como a quem é exortado e só há alívio quando o exortado reconhece e aceita mudar sua forma de agir.

Paulo declara que confia na resposta positiva daquele grupo de pessoas, pois acredita que farão a coisa certa e ele poderá visitar-lhes com alegria. Como temos ouvido as pessoas mais experientes quando nos sugerem outra forma de agir? E os mais novos a respeito das atitudes que muitas vezes tomamos sem perceber o impacto que trazemos sobre eles?

Sabedoria é, primeiramente, saber ouvir aqueles que desejam o nosso bem. O Espírito Santo é o maior deles, nossos cônjuges, familiares e amigos, líderes e liderados. Ouçamos e coloquemos na balança do evangelho. O que Jesus faria em nossa posição? E os discípulos? Importa ouvir e também falar para os que dependem da nossa ajuda. Omitir-se quando podemos ajudar também é pecado.

O reino de Deus é lugar de aprimoramento pessoal e precisamos saber tanto ouvir como falar a respeito das verdades do evangelho. Os Coríntios ouviram o que Paulo escreveu e realmente atenderam ao chamado para o arrependimento coletivo. Quem ganhou com isto foram eles mesmos e a comunidade em que viviam. Quando ignoramos uma exortação somos os primeiros a perder com isto. Quando não exortamos muitos poderão perder e deixar de aprender.

Jesus Cristo veio nos ensinar a respeito do reino e da vida com Deus. Todo o evangelho é uma exortação para que olhemos para o Senhor e sigamos os seus passos. Bom se atendermos ao seu chamado!!!

Ano 2#250

Jesus venceu a morte!

Eis que vos digo um mistério: nem todos dormiremos, mas transformados seremos todos, num momento, num abrir e fechar de olhos, ao ressoar da última trombeta. A trombeta soará, os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados. Porque é necessário que este corpo corruptível se revista da incorruptibilidade, e que o corpo mortal se revista da imortalidade. E, quando este corpo corruptível se revestir de incorruptibilidade, e o que é mortal se revestir de imortalidade, então, se cumprirá a palavra que está escrita: Tragada foi a morte pela vitória. Onde está, ó morte, a tua vitória? Onde está, ó morte, o teu aguilhão? O aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei. Graças a Deus, que nos dá a vitória por intermédio de nosso Senhor Jesus Cristo.
https://bible.com/bible/1608/1co.15.51-57.ARA

A morte existe porque existe o pecado. Quando o pecado entrou no mundo a raça humana passou a ter seus dias contados. Chegou a morte com todas as suas mazelas e tristezas. Temos vontade de viver para sempre, mas não será neste corpo que degenera e é corruptível. Por causa do pecado veio a primeira morte, a do corpo, que é inevitável! No entanto, Paulo fala de um evento onde uma trombeta tocará e haverá a transformação corporal dos viventes e a ressurreição dos mortos. Tal evento é um acontecimento onde a morte terá sido destruída e a humanidade terá outra constituição.

Jesus Cristo é a única resposta para a morte, tanto da primeira quanto da segunda. Temos a fé de que ressuscitaremos para sermos recebidos por ele no céu e não seremos lançados no inferno, que é a segunda morte. Se tememos a primeira morte, a segunda é muito pior. Sem Jesus, quem passará na balança da justiça de Deus? Que obras levaremos conosco que sejam justas e feitas apenas por nossa capacidade? Aliás, nossas capacidades são nossas ou as herdamos? Temos poder até que ponto a respeito da inteligência e modelo de decisão que temos?

Nossas decisões são pautadas na experiência e na herança física e ambas não estão no nosso total controle. Por isso necessitamos de Deus para encontrarmos o caminho e não nos desviarmos dele. Por isso Jesus Cristo veio nos mostrar O caminho que não está escrito nos corações do homem porque corrompidos fomos pelo pecado. A lei mostra o pecado, mas não tem poder de mudar o nosso comportamento. Aponta o erro e a consequência, mas não transforma. Somente em Jesus recebemos a ajuda e a justificação.

Neste dia em que lembramos da morte, lembremos do autor da vida, Jesus Cristo! Com ele esta morte passará e a outra não chegará. Seremos todos transformados ou ressuscitaremos para as moradas eternas com o Pai! Não haverá choro ou saudade, tristeza ou luto, mas a alegria de estarmos juntos para sempre debaixo da luz de Deus! Olhemos para as nossas vidas e busquemos a Cristo que nos livra do pecado e do inferno. Ajudemos os vivos que estão de luto, pois não só a saudade dói, mas as lutas do mundo ficam mais difíceis quando passamos sozinhos. E não deixemos de olhar para Jesus, a graça de Deus, que nos dá vitória sobre a morte eterna!

Ano 2#248

Casamentos não devem acabar em divórcio. Há saída em Cristo!

“Respondeu-lhes Jesus: Por causa da dureza do vosso coração é que Moisés vos permitiu repudiar vossa mulher; entretanto, não foi assim desde o princípio. Eu, porém, vos digo: quem repudiar sua mulher, não sendo por causa de relações sexuais ilícitas, e casar com outra comete adultério [e o que casar com a repudiada comete adultério].”
‭‭Mateus‬ ‭19:8-9‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/mat.19.8-9.ara

O Evangelho a tudo responde e a questão é sobre separação. Jesus já havia declarado que o que Deus uniu o homem não separasse ( https://mensagensdoevangelho.org/2020/06/23/o-que-deus-ajuntou-nao-separe-o-homem/), pois o casamento é importante para Deus e devia também ser para o homem!

A separação de um casal só foi amparada por Jesus em casos de relações sexuais ilícitas. Entendamos isto como relações sexuais dentro do parentesco, seja para com os ascendentes, transversais ou os descendentes. Não se trata aqui especificamente de adultério com pessoas de fora, pois o perdão existe, mas com parentes de primeiro e segundo graus e filhos.

Mas, se o cônjuge não desiste de adulterar com os de fora, não se importando mais com a aliança feita, então também já não há condições de manter o relacionamento.

Se houver concerto, então que seja feito! O Espírito Santo tem poder para transformar casamentos falidos em relacionamentos formidáveis.

Jesus Cristo traz uma palavra dura aos que desejam se separar ou já se separaram por qualquer outro motivo. Os que se casarem novamente nesta situação estarão cometendo adultério, tanto o que desejou se separar como o outro que não. (Mateus 5.31,32; Lucas 16.18)

Por isso é que a decisão do casamento não deve ser feita de qualquer maneira e muito menos a decisão da separação. Se houve casamento diante de Deus é para ser conforme o voto feito a Ele, até que a morte os separe!

Devemos fazer de tudo para que esta aliança seja mantida, com perseverança e serviço mútuos. A verdade é que o casamento também é uma oportunidade de vivermos a vida com uma ajuda constante. Um ajuda ao outro, mas com a direção e sabedoria de Deus!

Os casamentos devem ser colocados em lugar de honra e santidade. São importantes para o Reino de Deus e para o reino dos homens. É uma jóia a ser guardada e vigiada todo o tempo como já nos referimos.

É muito bom podermos amar e vivermos com alguém por toda uma vida. Sendo assim, considerando que não devemos planejar uma segunda situação, não é uma escolha a ser feita sem a ajuda de Deus!

O namoro deve ser segundo a direção de Deus e também a escolha da pessoa a namorarmos. Não devemos escolher, já de cara, alguém com valores religiosos diferentes dos nossos. Isso gerará problemas já na cerimônia, entre os parentes e na educação dos filhos. Começar na dificuldade tende a gerar problemas ao longo do caminho!

Mas, se fizemos os votos, então cumpramos! Trabalhemos para transformar nossos casamentos em um jardim florido. Exige esforço de ambas as partes, regar com carinho, adubar com respeito e pedir que Deus venha com o sol do renovo!

Deus abomina o divórcio (Malaquias 2.16) e nos dá várias ferramentas para podermos consertar a situação. Busquemos nEle a saída antes de desistirmos de tudo!

Que Deus abençoe nossos casamentos. Que o Espírito Santo seja a cola da aliança e que esta seja honrada, para a glória de Deus!

#Jesus #Casamento #Divórcio

Confiemos a Deus as nossas lutas e Ele trará paz aos nossos corações!

“Sejam amáveis com todos. O Senhor virá logo. Não se preocupem com nada, mas em todas as orações peçam a Deus o que vocês precisam e orem sempre com o coração agradecido. E a paz de Deus, que ninguém consegue entender, guardará o coração e a mente de vocês, pois vocês estão unidos com Cristo Jesus.”
‭‭Filipenses‬ ‭4:5-7‬ ‭NTLH‬‬
https://www.bible.com/211/php.4.5-7.ntlh

Já havia compartilhado que o entendimento sobre gratidão a Deus havia trazido paz ao meu coração, principalmente na hora de enxergarmos o tempo bom e o tempo ruim acontecendo simultaneamente nas vidas a nossa volta.

O mesmo se aplica a nossa vida. Paulo nos ensina que a nossa preocupação pode ser vencida com uma oração de entrega a Deus sobre as nossas dificuldades. E mais, quando entregarmos, que seja com um coração grato, como se estivéssemos já alegres contemplando a solução.

A fé é elemento que precisa participar de nossas orações. Se não crermos, como enxergaremos Deus resolvendo a situação? Por isso não devemos descarregar nossas tristezas e sermos desagradáveis aos outros, mas amáveis e ajudando os outros nas suas dificuldades. Nossa fé alimentará a de outras pessoas.

Certo é que, em Cristo, nossas mentes e corações são trabalhados pelo Espírito Santo para que a fé, a esperança e a gratidão aumentem, trazendo uma paz que o mundo e a razão humana não conseguem explicar.

É estar calmo na tempestade, sentir-se seguro em meio a pandemia, sentir-se livre estando no cárcere… Com Deus à frente não há momento difícil que não possa ser superado. Lembremos que a morte, para um Cristão, é o encontro com Deus e a chegada na morada celestial e não o fim.

Quando a preocupação bater à porta deveremos dobrar os joelhos e entrega-la à Deus, agradecendo pelo que Ele vai fazer. Façamos a nossa parte, pois Deus É fiel e nos ama a ponto de transformar céus e terra à nosso favor!

Ele não poupou o próprio Filho para que pudéssemos nos achegar a Ele. O que não fará mais a nosso favor? Que a paz do Senhor cubra agora nossos corações, em nome de Jesus Cristo!

“Por que estou tão triste? Por que estou tão aflito? Eu porei a minha esperança em Deus e ainda o louvarei. Ele é o meu Salvador e o meu Deus.”
‭‭Salmos‬ ‭42:5‬ ‭NTLH‬‬
https://www.bible.com/211/psa.42.5.ntlh

Na gratidão somos restaurados e estaremos caminhando para Cristo!

“Está alguém entre vós sofrendo? Faça oração. Está alguém alegre? Cante louvores.”
‭‭Tiago‬ ‭5:13‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jas.5.13.ara

Este é um momento em que temos muitos em sofrimento pelas dificuldades que estamos enfrentando e alguns alegres, principalmente os que estão vencendo o vírus.

Precisamos, mais do que nunca, vivenciarmos estes versículos. Pessoas em todo o mundo estão vivendo o terror das mortes às dezenas e centenas por dia, enquanto milhares conseguem passar sem nenhum problema pela doença.

Nessas ocasiões, nossas emoções são como uma gangorra. Agora estamos felizes porque alguém saiu do hospital curado, logo após recebo a notícia e fico triste porque alguém entrou no hospital em estado crítico… Aprendi que só há uma maneira de passar por isso: gratidão!

A gratidão à Deus nivela todas as circunstâncias. Se estou vivo, glórias a Deus! Se estou à beira da morte, agradeço pela vida que recebi e creio que para os braços dEle estou indo!

Assim, se estou grato por mim e pelos demais, tudo está nas mãos de Deus e por Ele controlado. O que para mim pode ser mal, como a morte, deixa de ser para quem morreu, ao se encontrar e ser recebido por Deus na eternidade. Como não cabe a mim julgar quem será recebido ou não por Ele no céu, tenho paz!

Importa vivermos o hoje para Deus e o amanhã também! Sermos gratos nos liga às pessoas e nos dá capacidade de ajuda-las com uma palavra de esperança e paz. Deus é bom e nada que passamos por aqui fica sem justificativa diante dEle.

Assim, oremos pela situação de nossa comunidade, sendo agradecidos à Deus por cada oportunidade. Liberte-se da dor e do cansaço, lançando todo o fardo em Jesus Cristo.

“Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma. Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve.”
‭‭Mateus‬ ‭11:28-30‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/mat.11.28-30.ara

Caminhemos para Cristo!