#3_173 Longe de casa

Às margens dos rios da Babilônia, nós nos assentávamos e chorávamos, lembrando-nos de Sião.
Salmos 137:1 ARA
https://bible.com/bible/1608/psa.137.1.ARA

Duro foi para o povo levado ao cativeiro lembrar-se de casa e não poder fazer nada além de lamentar. O choro da perda é legítimo e nos permite apresentar a nossa dor diante de Deus.

Antes donos da terra agora eram peregrinos no estrangeiro, sem direito de posse e nem perspectiva do amanhã. Quem já foi desterrado como os que hoje estão em campos de refugiados sofrem e lamentam por não poderem continuar as suas vidas que foram deixadas para trás.

Não é assim com o Cristão. Não lamentamos por termos sido conquistados por Cristo e nem por termos saído da terra do pecado. Nossa lamentação não é pelo que perdemos, mas por ainda não termos chegado ao novo lugar onde pertencemos.

Estamos aguardando podermos ir para a Sião celestial e nossos cânticos falam de uma saudade impressa em nossos corações para um lugar que desejamos viver. Nossa melancolia está relacionada à necessidade de estarmos com o nosso mestre e queremos que ele volte logo.

Maranata Jesus, pois estamos longe da nossa verdadeira casa e somos peregrinos nesta terra. Busca-nos Senhor e não nos deixe à mercê de nossos inimigos. Nos guardamos em ti e louvamos o teu nome, Desejamos ardentemente adentrarmos os portões celestiais e sermos reunidos contigo. Rogamos no teu nome!