Somos desejáveis ou não? Isso tem a ver com fé?

Qual a macieira entre as árvores do bosque, tal é o meu amado entre os jovens; desejo muito a sua sombra e debaixo dela me assento, e o seu fruto é doce ao meu paladar.
‭‭Cântico‬ ‭2:3‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/sng.2.3.ara

O relacionamento homem e mulher é a força da humanidade em progredir não só na sua multiplicação, mas também no conhecimento do nosso propósito. Já discutimos que o homem e a mulher tem em si características de Deus que se complementam e que em determinadas situações nos ajudam a ter um entendimento melhor a respeito do Senhor.

Mas, hoje queremos lembrar que a humanidade não foi criada em pecado ou para o pecado, pois tudo o que Deus fez foi classificado como bom. Assim, o namoro e o romance são coisas boas para o relacionamento do futuro casal e na permanência destes no propósito do casamento.

O homem e a mulher se desenvolvem ao ponto de possuirem características que agradem ao outro. Seja a forma, inteligência, carinho, atenção, integridade ou qualquer elemento do caráter e da personalidade que se destacam, será isto que chamará a atenção do(a) possível parceiro(a).

Estas características são formadas no DNA e também pela experiência de vida. Ocorre que estas duas circunstâncias podem ser boas ou ruins, dependendo de como viveram e vivem nossos pais. Há um fator que ajuda ou atrapalha dependendo de onde nascemos e vivemos. Mas, há outra boa notícia em Jesus, pois nele somos transformados, libertos e reconstruídos, ainda que tenhamos de lutar contra experiências negativas em nossas vidas.

Servir a Deus nos transforma em pessoas com qualidades positivas para todo tipo de relacionamento e a confiança em Deus canaliza a presença dEle em nós, edificando-nos pela fé em pessoas que darão frutos espirituais e servirão de um núcleo melhor para as gerações futuras. Mulheres espirituais desejam homens espirituais e vice-versa, mas não podemos esquecer que homens e mulheres vivem ainda na carne e pela carne são experimentados e trabalhados.

Nossa espiritualidade enxerga a nossa natureza e aprende a usa-la em benefício de nossos relacionamentos. Só a religiosidade critica a sexualidade humana em prol do relacionamento, mas que fique claro que Deus não fez o homem para a promiscuidade, pornografia ou prostituição. A vida a dois é boa no casamento, mas transtorna relacionamentos que não possuem aliança e acaba por desviar o coração humano para o pecado. Por isso aprendemos que o sexo é bom no casamento e deve ficar dentro desta aliança.

Amar em todos os sentidos o cônjuge é muito bom e nos dará relacionamentos maravilhosos. Que possamos usufruir das boas coisas que recebemos de Deus, lideradas pelo Espírito, para nos desenvolvermos em todas as áreas e podermos ser apreciados em nosso caráter, personalidade e fé, para a glória de Deus!

Sim, a fé nos tornará ainda mais desejáveis porque buscaremos viver como Deus nos formou. Pela fé estaremos nos desenvolvendo como o homem e a mulher devem se desenvolver. Uma fé genuína, na oração e busca de Deus trará o coração do Senhor em nossas vidas e isto também atrairá as pessoas até nós. Sejamos fiéis ao Senhor e à Sua palavra e teremos a parceria desejada e abençoada por Deus.

Aprendamos a viver pela fé e pelo amor, sem esquecermos das boas coisas criadas por Deus para que possamos usufruir de nossas vidas passageiras nesta terra. Não sejamos ignorantes e nem egoístas, pois a vida agradável é mutuamente vivida pelos dois e não apenas por um! O versículo fala da esposa admirando as qualidades do esposo. Somos desejáveis assim? Alguém que provê conforto e alegria para a pessoa amada! Que grande benção!

Casamentos não devem acabar em divórcio. Há saída em Cristo!

“Respondeu-lhes Jesus: Por causa da dureza do vosso coração é que Moisés vos permitiu repudiar vossa mulher; entretanto, não foi assim desde o princípio. Eu, porém, vos digo: quem repudiar sua mulher, não sendo por causa de relações sexuais ilícitas, e casar com outra comete adultério [e o que casar com a repudiada comete adultério].”
‭‭Mateus‬ ‭19:8-9‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/mat.19.8-9.ara

O Evangelho a tudo responde e a questão é sobre separação. Jesus já havia declarado que o que Deus uniu o homem não separasse ( https://mensagensdoevangelho.org/2020/06/23/o-que-deus-ajuntou-nao-separe-o-homem/), pois o casamento é importante para Deus e devia também ser para o homem!

A separação de um casal só foi amparada por Jesus em casos de relações sexuais ilícitas. Entendamos isto como relações sexuais dentro do parentesco, seja para com os ascendentes, transversais ou os descendentes. Não se trata aqui especificamente de adultério com pessoas de fora, pois o perdão existe, mas com parentes de primeiro e segundo graus e filhos.

Mas, se o cônjuge não desiste de adulterar com os de fora, não se importando mais com a aliança feita, então também já não há condições de manter o relacionamento.

Se houver concerto, então que seja feito! O Espírito Santo tem poder para transformar casamentos falidos em relacionamentos formidáveis.

Jesus Cristo traz uma palavra dura aos que desejam se separar ou já se separaram por qualquer outro motivo. Os que se casarem novamente nesta situação estarão cometendo adultério, tanto o que desejou se separar como o outro que não. (Mateus 5.31,32; Lucas 16.18)

Por isso é que a decisão do casamento não deve ser feita de qualquer maneira e muito menos a decisão da separação. Se houve casamento diante de Deus é para ser conforme o voto feito a Ele, até que a morte os separe!

Devemos fazer de tudo para que esta aliança seja mantida, com perseverança e serviço mútuos. A verdade é que o casamento também é uma oportunidade de vivermos a vida com uma ajuda constante. Um ajuda ao outro, mas com a direção e sabedoria de Deus!

Os casamentos devem ser colocados em lugar de honra e santidade. São importantes para o Reino de Deus e para o reino dos homens. É uma jóia a ser guardada e vigiada todo o tempo como já nos referimos.

É muito bom podermos amar e vivermos com alguém por toda uma vida. Sendo assim, considerando que não devemos planejar uma segunda situação, não é uma escolha a ser feita sem a ajuda de Deus!

O namoro deve ser segundo a direção de Deus e também a escolha da pessoa a namorarmos. Não devemos escolher, já de cara, alguém com valores religiosos diferentes dos nossos. Isso gerará problemas já na cerimônia, entre os parentes e na educação dos filhos. Começar na dificuldade tende a gerar problemas ao longo do caminho!

Mas, se fizemos os votos, então cumpramos! Trabalhemos para transformar nossos casamentos em um jardim florido. Exige esforço de ambas as partes, regar com carinho, adubar com respeito e pedir que Deus venha com o sol do renovo!

Deus abomina o divórcio (Malaquias 2.16) e nos dá várias ferramentas para podermos consertar a situação. Busquemos nEle a saída antes de desistirmos de tudo!

Que Deus abençoe nossos casamentos. Que o Espírito Santo seja a cola da aliança e que esta seja honrada, para a glória de Deus!

#Jesus #Casamento #Divórcio

Mulheres são o apoio imprescindível!

Disse mais o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma auxiliadora que lhe seja idônea.
‭‭Gênesis‬ ‭2:18‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/gen.2.18.ara

Homens precisam das mulheres, ainda que não lhes dê atenção ou importância. Deus construiu a humanidade para que houvesse dependência mútua.

O termo auxiliadora idônea significa alguém necessário para alcançar êxito, sem o qual não conseguirá atingir a meta. Portanto, são imprescindíveis!

Assim, o homem necessita da mulher para alcançar seus objetivos na Terra como humanidade! Porque os homens são mais fortes acabaram por subjugar as mulheres, mas isto não é porque Deus assim deseje.

Quando Eva pecou recebeu o direcionamento de Deus de que o seu desejo seria para o seu marido, ou seja, iria concordar em viver com ele, mas não significa ser subjugada. Há uma grande diferença aqui!

Casais existem para vencerem juntos as demandas da vida. A força do homem, unida a estratégia da mulher, fazem com que os dois alcancem mais longe em termos de subsistência.

Homens solteiros tendem a viver uma vida cujo propósito é maximizar o seu prazer e atingir suas metas no trabalho ou de vida. Já os casados pretendem alcançar êxito para que a família tenha oportunidade de ir mais longe. Deixa de pensar em si e passa a pensar no grupo.

A comunhão do casal é imprescindível para atravessarmos todos os problemas. A racionalidade do homem é o que permite irmos além quando o emocional da mulher cristaliza as suas atitudes, em meio aos fortes impactos da vida.

Um equilibra o outro e os dois atingem juntos os propósitos de Deus! Homens precisam das mulheres e as mulheres precisam dos homens, e todos precisamos de Deus!

Nem todos irão se casar e nem todos ficarão solteiros. Há um propósito em Deus para cada um de nós e iremos cumpri-lo segundo a ajuda que buscarmos nEle.

No trabalho as mulheres também fazem diferença, pois trazem um ponto de vista diferente e agregam valor naquilo que o homem não foi construído. Merecem estar em qualquer atividade da sociedade.

Não deveria haver machismo e nem feminismo. Isto só acontece por ignorância da cultura. Se entendermos o plano de Deus estas coisas perdem o sentido! Todos somos iguais perante Deus!

Em Cristo temos esta percepção, pois somos regenerados para alcançarmos nosso propósito. Que entendamos o papel das mulheres como as ajudadoras idôneas enviadas por Deus e vivamos a plenitude da humanidade!

Namorados com ou sem a presença de Deus?

“Se alguém quiser prevalecer contra um, os dois lhe resistirão; o cordão de três dobras não se rebenta com facilidade.”
‭‭Eclesiastes‬ ‭4:12‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/ecc.4.12.ara

O amor de um casal deve estar estabelecido na vontade de Deus. Casar-se sem o vínculo do Espírito Santo é não ter a terceira dobra do cordão, é não ter a verdadeira cola que junta a corda e faz dela um instrumento capaz.

O Dia dos Namorados passou e devemos nos perguntar sobre a qualidade de nossos relacionamentos. Se sinceros diante de Deus ou não.

Adão e Eva decidiram retirar a terceira dobra quando foram rebeldes à vontade de Deus. Ananias e Safira (Atos 5.1) decidiram mentir ao Espírito Santo em concordância, vindo à morrer diante de Pedro.

Não é toda concordância de um casal que é benção diante de Deus, mas apenas aquelas estabelecidas por Deus. Entrar em um casamento sem Deus ou sair dele sem a direção de Deus trarão dor e sofrimento, podendo ir até a eternidade!

O divórcio sem que tenha ocorrido relações sexuais ilícitas por um dos cônjuges não dá oportunidade de separação diante de Deus. Nem a traição de um ou ambos. Existe perdão e oportunidade de arrependimento. O adúlteros não entrarão no Reino de Deus!

Para Deus o relacionamento homem-mulher deve ser sagrado e mantido em santidade. A sociedade atual está banalizando este conceito tão importante para Deus.

Sejamos unidos no Espírito Santo e vivamos o melhor de Deus como casais, pois isto é bom e foi criado pelo Senhor! É bom que o homem não esteja só e melhor ainda quando os dois concordam com a vontade de Deus!

Se isto não está acontecendo é momento de pararmos e consertarmos, pois o tempo da justiça está próximo e podemos acertar através de Jesus Cristo!

Que as bençãos de Deus sejam derramadas nas vida dos casais, em nome de Jesus!

O romance não deve ser esquecido. Deus criou o casal para terem uma vida feliz, em comunhão!

“Eis que és formosa, ó querida minha, eis que és formosa; os teus olhos são como os das pombas. Como és formoso, amado meu, como és amável! O nosso leito é de viçosas folhas, as traves da nossa casa são de cedro, e os seus caibros, de cipreste.”
‭‭Cântico‬ ‭1:15-17‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/sng.1.15-17.ara

O romance não pode ser esquecido! As escrituras nos mostram até o amor de um casal, o galanteio e a alegria do amor e da cumplicidade do esposo e da esposa.

Deus criou o homem e a mulher para a multiplicação da espécie e para que o casal resistisse às dificuldades do cotidiano. São dois para que um ajude o outro quando este não está bem.

As lutas diárias não devem diminuir o brilho que um tem para o outro e nem devemos nos calar a respeito disto. Pelo contrário, palavras de amor são alimento e água pelos anos de casamento.

Não deixemos de elogiar nosso próximo mais próximo, nosso cônjuge, pois é nossa responsabilidade cuidar até a morte.

Aos namorados e noivos, busquem no SENHOR pela sua “cara-metade”, pois nosso coração e olhos são enganosos e só enxergamos no curto-prazo. Deus sempre tem a melhor solução para as nossas vidas, inclusive a amorosa!

Que hoje possamos trazer um elogio, ainda que não estejamos inspirados. Pela prática aprenderemos a fazer com carinho e amor, fortalecendo nosso relacionamento.

Em qualquer circunstância o amor prevalece. Deus é amor e demonstraremos nossa filiação também através do amor. Não esqueçamos do romance, pois continuamos na natureza de homens e mulheres e isto traz saúde física e mental ao ser humano.

Vivamos o melhor de Deus, nas lutas e alegrias, na saúde e na doença, na riqueza e na pobreza, até que a morte separe o casal. Na eternidade teremos gratidão um pelo outro, pela alegria do tempo compartilhado nesta existência!!!

Se hoje está difícil, deixe Cristo entrar no seu relacionamento e busque viver nos ensinamentos de Deus. Confie e veja o seu relacionamento mudar enquanto seus corações, visão e atitudes também mudarão, para a glória de Deus!