#3_260 Confiemos no SENHOR!

Tornei-me objeto de deboche para todos os meus adversários, de espanto para os meus vizinhos e de horror para os meus conhecidos; os que me veem na rua fogem de mim. Estou esquecido no coração deles, como morto; sou como vaso quebrado.
Salmos 31:11‭-‬12 NAA
https://bible.com/bible/1840/psa.31.11-12.NAA

Vários motivos podem levar uma pessoa a se sentir como a pior pessoa do mundo. Situações não controladas podem ter levado uma pessoa ao colapso seja por drogas, violência, abusos, dívidas, etc., que as impede de viverem vidas prósperas.

Davi se tornou rei, mas na sua caminhada passou por esta situação. Já possuía a promessa de se tornar o rei de Israel, mas vivia perseguido por Saul e pelos inimigos. Passou anos no deserto em fuga, não tendo tranquilidade nem para dormir. Mas, as promessas de Deus se cumpriram na vida dele e vão se cumprir nas nossas também!

Quando olhamos para as circunstâncias podemos cair no erro de acharmos que só há saída vindo de alguma brecha que elas possam trazer. No entanto, Deus traz a solução de lugares que nem sempre estão envolvidos por estas circunstâncias. Precisamos entender que o SENHOR não é limitado pelos nossos parâmetros!

Esperar em Deus significa continuar lutando sabendo que dele virá a saída, principalmente quando não estamos enxergando! Fé é confiar sem ver, baseando-nos nas promessas de Deus. Hoje podemos contar com as misericórdias e graça divinas, sem sermos merecedores delas. Deus é bom e em Cristo nos amou enquanto ainda pecadores!

Olhemos para Deus agora. Não importa que situação estamos vivendo, nele acharemos saída. A morte ocorre para todos nós, mas só Deus pode permitir tirar as nossas vidas. Não é nossa, temos um propósito e devemos perseverar em alcançá-lo. Está difícil, glorifiquemos a Deus. Perdemos tudo, glorifiquemos a Deus. Estamos acorrentados, glorifiquemos a Deus!

Paulo escreveu palavras de consolo enquanto estava preso. Suas correntes eram apenas físicas, mas seu coração e mente estavam livres em Cristo! Morreu assassinado por seus inimigos, mas glorificou a Deus até o fim e hoje está vivo aguardando a ressurreição dos justos em Jesus!

Se estivermos centrados no SENHOR seremos vitoriosos nesta vida e alcançaremos a eternidade prometida. Tenho outra boa notícia, o próprio SENHOR é quem se aproxima para nos reanimar. Chamemo-lo e confiemos em suas palavras. Davi confiou e se tornou rei, fez diferença em sua e todas as gerações seguintes, ele que estava em condição de amargura e depressão foi o maior rei da história da Bíblia!

#3_259 Um dia a morte chega e nossos bens permanecerão para outros!

Há um mal que vi debaixo do sol e que pesa sobre a humanidade: aquele a quem Deus conferiu riquezas, bens e honra, e nada lhe falta de tudo o que a sua alma deseja, mas Deus não lhe concede que desfrute disso; ficará para um estranho. Também isto é vaidade e grande mal.
Eclesiastes 6:1‭-‬2 NAA
https://bible.com/bible/1840/ecc.6.1-2.NAA

Salomão identifica uma situação sem solução para nós e que a considera um mal. O ser rico e próspero e vir a morrer sem poder aproveitar o que adquirimos. Bem, a morte pode nos alcançar a qualquer momento, inclusive ao alcançarmos fama e poder.

Isto não deve ser uma preocupação em nossas vidas. Não devemos viver para alcançarmos poder e glória achando que temos direito de usufruir porque atingimos objetivos neste mundo. A Bíblia nos ensina que não temos como acrescentar nem um segundo às nossas vidas, pois que nossos dias estão nas mãos de Deus.

Não há problemas em termos riquezas, mas nelas terem poder sobre nós. Se isto acontecer será realmente um mal para o que morreu. No entanto, se a pessoa soube enxergar e viver para a eternidade, não importa quanto tempo teremos ou até onde alcançamos, pois será muito melhor estarmos com Deus!

Como estamos tratando nossas vitórias em Deus? Como bençãos alcançadas ou dívidas para conosco? Se tudo vêm de Deus para nós estaremos sempre gratos, ainda que deixemos de ter o que conquistarmos. Precisamos nos lembrar que nosso tempo de vida chega a algumas décadas e nada mais. Em um momento estaremos na presença de Deus e teremos de prestar contas de tudo o que fizemos e deixamos de fazer.

Graças a Cristo seremos justificados e o morrer nele trará júbilo e não tristeza, benefício e não o mal. Só pesa o ter e não usufruir para quem vive para isto. O servo de Cristo não deixará seu coração nestas coisas e não achará mal o deixar tudo isto para trás. Que o Senhor nos acrescente fé para não duvidarmos de sua palavra bendita!

#3_184 Vivamos intensamente!

Dá-me a conhecer, Senhor, o meu fim e qual a soma dos meus dias, para que eu reconheça a minha fragilidade. Deste aos meus dias o comprimento de alguns palmos; à tua presença, o prazo da minha vida é nada. Na verdade, todo homem, por mais firme que esteja, é pura vaidade.
Salmos 39:4‭-‬5 ARA
https://bible.com/bible/1608/psa.39.4-5.ARA

Como piloto perdi amigo bem jovem, fui testemunha ocular de uma ejeção de outro piloto em voo, aprendi que não sabemos o que irá acontecer daqui há cinco minutos. A pandemia nos relembrou deste fato de que não temos muito tempo na terra e que não controlamos quem vai e quem fica.

Vivemos muitas vezes pela vaidade de nos sentirmos eternos na terra, não levando em conta nosso restrito prazo de validade. O que faríamos se soubessemos o nosso número de dias de vida? Ficaríamos vivendo cada segundo contado ou os esbanjariamos por acharmos que são demais?

Certo é que o não sabermos deve nos dar a pressa de não deixar nada para depois e fazermos o que pudermos para deixar um mundo melhor do que encontramos. A intenção faz toda a diferença e seremos felizes com a mão de Deus nos ajudando todos os dias. Sem Ele sucumbiremos ao medo do dia da morte, mas com Jesus nos alegraremos ao chegarmos na sua presença após o nosso último suspiro aqui!

#3_183 Há esperança sim!

Porque há esperança para a árvore, pois, mesmo cortada, ainda se renovará, e não cessarão os seus rebentos. Se envelhecer na terra a sua raiz, e no chão morrer o seu tronco, ao cheiro das águas brotará e dará ramos como a planta nova. O homem, porém, morre e fica prostrado; expira o homem e onde está?
Jó 14:7‭-‬10 ARA
https://bible.com/bible/1608/job.14.7-10.ARA

Jó faz está declaração na visão natural da vida. O homem morre e não ressuscita. Se não tiver descendência seu nome ficará esquecido e tudo o que produziu terá ficado apenas na terra.

Não é assim o homem espiritual. Pelo contrário, sua natureza carnal (e não a sua carne) deverá morrer primeiro para que sua espiritualidade cresça. Seus frutos espirituais serão como descendência e permanecerão tanto na terra como no céu. Morreu para o mundo mas nasceu em Cristo para a eternidade.

O homem espiritual encontra esperança nestas palavras pois no Espírito Santo estamos sempre sendo podados, exortados, trabalhados, adubados para que possamos eliminar a velha natureza e produzir brotos da nova natureza. As vezes pode acontecer de passarmos pelo fogo, mas ao cheiro das águas brotaremos para nos reeguermos como planta nova.

Precisamos entregar nossas vidas nas mãos do agricultor divino. Sim, será dolorido passar pela poda do Senhor, mas o resultado é maravilhoso. Os que não passam por suas mãos não estarão livres das pragas e morrerão, sendo arrancados e lançados no fogo eterno.

Que achemos graça diante de Deus para que Ele cuide de nós e nos transforme em árvores frondosas, ainda que precisemos de uma limpeza profunda. Há esperança para toda árvore enquanto o Senhor desejar investir nela! Anime-se pois todo dia temos está esperança de sermos encontrados por Ele! Em Cristo há esta promessa!

#3_155 Não se debata na teia do pecado!

Quanto ao perverso, as suas iniquidades o prenderão, e com as cordas do seu pecado será detido. Ele morrerá pela falta de disciplina, e, pela sua muita loucura, perdido, cambaleia.
Provérbios 5:22‭-‬23 ARA
https://bible.com/bible/1608/pro.5.22-23.ARA

Esta descrição me lembra de uma mosca detida na teia de uma aranha. Terrível será seu fim, tentando se desvencilhar de uma armadilha onde caiu por não enxergá-la. Assim é a rede do pecado na vida dos homens e mulheres!

Uma vida descuidada, sem observar os preceitos de Deus nos levará ao descabido de andarmos sem rumo, sem forças, sem visão de contexto. Pecados são ações e pensamentos governados pelos nossos desejos, provocando resultados que interessam à carne, mas não necessariamente ao espírito.

À carne porque satisfarão vontades que nos levam a saborear conquistas que nem sempre edificam aos que nos cercam, mas nos dão crédito e visibilidade. Sucesso pode ser pessoal ao custo do coletivo. Assim são os pecados, mas estes terão pagamento também espiritual.

Isso porque o mal que praticamos contra alguém gera uma ação espiritual contra as nossas vidas. Como? Engrenagens espirituais produzem a lei da semeadura e colheita. O que semearmos colheremos, e ainda na medida que o fizermos. Muitas vezes não nos damos conta porque esperamos receber na mesma moeda, por pura vaidade…

Certo é que nossos pecados geram redes que nos amarram e nos impedem de fugirmos do mal que estamos construindo contra nós mesmos. Nosso pecado é o material da teia e da aranha. Sem perdão de pecados estaremos prontos para a morte que nos aguarda a todos e não teremos escape.

Glórias a Deus que Jesus Cristo veio para perdoar pecados, destruir as teias e as aranhas em nossas vidas! Por seu amor nosso destino muda da morte para a vida e teremos o sol que nos revela nossos desejos a serem coibidos, negados e destruídos em favor do serviço ao reino!

Ao invés de teias construiremos degraus que nos levarão mais alto, com visão de maior alcance e preparando caminho para que outros sejam abençoados conosco! Cristo é a nossa luz e o destruidor de pecados. Não se debata na teia, clame por Cristo!!!!!

#3_75 João 7:37-39

No último dia, o grande dia da festa, levantou-se Jesus e exclamou: Se alguém tem sede, venha a mim e beba.  Quem crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva.  Isto ele disse com respeito ao Espírito que haviam de receber os que nele cressem; pois o Espírito até aquele momento não fora dado, porque Jesus não havia sido ainda glorificado.

João 7:37-39

O Espírito Santo é referenciado muitas vezes como água nas escrituras. Jesus foi glorificado em sua morte e ressurreição e, no Dia de Pentecostes, o Espírito Santo foi derramado sobre toda a Terra. Daquele dia em diante os que creram em Jesus recebem o Espírito Santo em seu interior! Rios de água viva fluem do dentro, conforme a promessa de Cristo, desenvolvendo o Fruto do Espírito naquele que o recebeu!

Isto é vida para si e para outros, ser fonte de vida porque Deus habita no que creu e se torna um servidor do Reino de Deus. O compromisso em viver como discípulo é uma fonte de vida para que outros se acheguem e também creiam. Jesus estabeleceu sua igreja a partir da fé em sua obra e assim o caminho para o Pai está estabeleceido.

Quem crer passou da morte para a vida e se torna uma fonte para outros. Quem não crê permanece morto em seus pecados. Dura são estas palavras, por isso precisamos tanto da salvação em Jesus. Os judeus o menosprezaram e hoje muitos continuam fazendo isto. Importa conhecê-lo e nos rendermos ao seu chamado!

#3_45 Lucas 23:55-56

As mulheres que tinham vindo com Jesus desde a Galileia seguiram José e viram o túmulo e como o corpo foi colocado ali. Então se retiraram para preparar óleos aromáticos e perfumes. E, no sábado, descansaram, segundo o mandamento.
Lucas 23:55‭-‬56 NAA
https://bible.com/bible/1840/luk.23.55-56.NAA

Há os que nos amam na vida e na morte, e há os que não amam nem na vida e muito menos na morte. Cristo nos ama, vindo até nós enquanto mortos em nossos pecados.

Que este amor seja transmitido neste dia e nos que virão. Que o legado de Cristo viva em nós e venhamos a amar o nosso próximo, como Jesus nos amou!

Tragada será a morte pela vitória em Cristo!

E, quando este corpo corruptível se revestir de incorruptibilidade, e o que é mortal se revestir de imortalidade, então, se cumprirá a palavra que está escrita: Tragada foi a morte pela vitória. Onde está, ó morte, a tua vitória? Onde está, ó morte, o teu aguilhão? O aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei. Graças a Deus, que nos dá a vitória por intermédio de nosso Senhor Jesus Cristo. Portanto, meus amados irmãos, sede firmes, inabaláveis e sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o vosso trabalho não é vão.
1Coríntios 15:54‭-‬58 ARA
https://bible.com/bible/1608/1co.15.54-58.ARA

Se a morte será tragada pela vitória é porque há uma guerra contra ela. Quem deseja morrer e sair deste mundo? Geralmente enfermos graves e quem está passando por depressão profunda. Ainda assim há um desejo de viver em todos os nascidos. Desejamos a vida e trabalhamos para tê-la. Respiramos o ar, nos alimentamos, buscamos realizar nossos desejos com a esperança de alcanca-los no tempo que temos.

Nos apegamos à vida ainda que esteja a nos escapar, sabendo que será inútil lutar quando a hora chegar. Mas Cristo mudou este cenário. Ainda que este corpo que recebemos ao nascer neste mundo, corruptível e degradável venha a morrer, em Cristo haverá a constituição de um novo corpo, incorruptível que será dado a todo o que nele crer. A morte não alcançará este segundo corpo e, então, viveremos pela eternidade.

Esta será a vida após a morte, diferente de tudo o que conhecemos. Já usamos anteriormente o paralelo da lagarta e da borboleta para exemplificar a transformação que teremos, sendo necessário que este corpo morra para que outro seja constituído para o novo ciclo que virá. Somente no novo corpo feito em Cristo teremos a vitória sobre a morte. Não será assim para quem não crer no Filho de Deus. Não há vitória sobre a morte para quem não crer em Jesus.

Graças a Deus por Cristo nos mostrar o caminho e nos dar saída! Tudo que fizermos em Cristo nos trará alegria na outra vida. É lá que depositaremos o esforço e lá colheremos. Aqui só vemos o que é passageiro e pouco uso se nos dará. Que possamos nos alegrar pela vitória de Cristo sobre a morte e caminhemos com ele, vencendo o pecado diariamente e realizando as boas obras em santificação. A morte já foi vencida no Senhor e no momento certo veremos o reino de Deus! Aleluias!!!

Ano 2#321

O que está ocupando a nossa mente?

E, descendo com eles, parou numa planura onde se encontravam muitos discípulos seus e grande multidão do povo, de toda a Judeia, de Jerusalém e do litoral de Tiro e de Sidom, que vieram para o ouvirem e serem curados de suas enfermidades; também os atormentados por espíritos imundos eram curados. E todos da multidão procuravam tocá-lo, porque dele saía poder; e curava todos.
Lucas 6:17‭-‬19 ARA
https://bible.com/bible/1608/luk.6.17-19.ARA

Jesus Cristo é o Filho de Deus. Ele tem poder e sabedoria. Cura enfermos, liberta os atormentados por espíritos imundos e dá sabedoria aos que ouvem o seu evangelho. Por que o buscamos hoje? Por causa das belas palavras? Estamos buscando cura? Desejamos experimentar do seu poder? Certo é que devemos buscar sermos seus discípulos, porque estas coisas seguirão os que crêem nele e não precisaremos buscá-las, porque virão até nós pelo próprio Senhor!

Muitos se preocupam com as renúncias que deverão fazer, mas o evangelho mostra o valor do reino de Deus como de valor inestimável, a ponto de deixarmos tudo para trás para podermos tê-lo em nossas vidas. Nosso problema é que olhamos mais para as coisas desta vida do que as do mundo que virá depois de nossa morte. Se entendermos que este mundo é a ante-sala da eternidade, acabaremos por viver aqui de maneira diferente. Aqui será uma peregrinação e não o nosso destino final.

Jesus veio até nós para nos mostrar este caminho, para que não ficassemos seduzidos pelo que o mundo nos dá, mas para que possamos dar ao mundo o que ele precisa de nós. Nos darmos ao mundo é buscar evidenciar o reino de Deus. Primeiro em nossas vidas, senão não temos o que oferecer ao mundo. Se ficarmos buscando nos abastecer do mundo só teremos coisas do mundo para dar a outros, mas a obra de Deus é fé nos corações. É isto que muda o mundo, mentes e corações transformados.

Com o que estamos preocupados hoje? Se for com o reino de Deus, então estamos no rumo certo. Com Jesus temos a vitória, mas longe dele só as preocupações comuns da vida e estas passarão com a nossa morte. O que restará depois?

Ano 2#314

Jesus venceu a morte!

Eis que vos digo um mistério: nem todos dormiremos, mas transformados seremos todos, num momento, num abrir e fechar de olhos, ao ressoar da última trombeta. A trombeta soará, os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados. Porque é necessário que este corpo corruptível se revista da incorruptibilidade, e que o corpo mortal se revista da imortalidade. E, quando este corpo corruptível se revestir de incorruptibilidade, e o que é mortal se revestir de imortalidade, então, se cumprirá a palavra que está escrita: Tragada foi a morte pela vitória. Onde está, ó morte, a tua vitória? Onde está, ó morte, o teu aguilhão? O aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei. Graças a Deus, que nos dá a vitória por intermédio de nosso Senhor Jesus Cristo.
https://bible.com/bible/1608/1co.15.51-57.ARA

A morte existe porque existe o pecado. Quando o pecado entrou no mundo a raça humana passou a ter seus dias contados. Chegou a morte com todas as suas mazelas e tristezas. Temos vontade de viver para sempre, mas não será neste corpo que degenera e é corruptível. Por causa do pecado veio a primeira morte, a do corpo, que é inevitável! No entanto, Paulo fala de um evento onde uma trombeta tocará e haverá a transformação corporal dos viventes e a ressurreição dos mortos. Tal evento é um acontecimento onde a morte terá sido destruída e a humanidade terá outra constituição.

Jesus Cristo é a única resposta para a morte, tanto da primeira quanto da segunda. Temos a fé de que ressuscitaremos para sermos recebidos por ele no céu e não seremos lançados no inferno, que é a segunda morte. Se tememos a primeira morte, a segunda é muito pior. Sem Jesus, quem passará na balança da justiça de Deus? Que obras levaremos conosco que sejam justas e feitas apenas por nossa capacidade? Aliás, nossas capacidades são nossas ou as herdamos? Temos poder até que ponto a respeito da inteligência e modelo de decisão que temos?

Nossas decisões são pautadas na experiência e na herança física e ambas não estão no nosso total controle. Por isso necessitamos de Deus para encontrarmos o caminho e não nos desviarmos dele. Por isso Jesus Cristo veio nos mostrar O caminho que não está escrito nos corações do homem porque corrompidos fomos pelo pecado. A lei mostra o pecado, mas não tem poder de mudar o nosso comportamento. Aponta o erro e a consequência, mas não transforma. Somente em Jesus recebemos a ajuda e a justificação.

Neste dia em que lembramos da morte, lembremos do autor da vida, Jesus Cristo! Com ele esta morte passará e a outra não chegará. Seremos todos transformados ou ressuscitaremos para as moradas eternas com o Pai! Não haverá choro ou saudade, tristeza ou luto, mas a alegria de estarmos juntos para sempre debaixo da luz de Deus! Olhemos para as nossas vidas e busquemos a Cristo que nos livra do pecado e do inferno. Ajudemos os vivos que estão de luto, pois não só a saudade dói, mas as lutas do mundo ficam mais difíceis quando passamos sozinhos. E não deixemos de olhar para Jesus, a graça de Deus, que nos dá vitória sobre a morte eterna!

Ano 2#248