A correção é para o bem. Sejamos sábios!

Irmãos, se alguém for surpreendido nalguma falta, vós, que sois espirituais, corrigi-o com espírito de brandura; e guarda-te para que não sejas também tentado.”
‭‭Gálatas‬ ‭6:1‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/gal.6.1.ara

O evangelho nos ensina a sermos misericordiosos, tratando a todos de maneira espiritual.

A brandura é ter trato cordial. Neste caso aqui é ter esta postura ao encontrar alguém realizando algo errado, que venha a ser repreensível. Vejamos que não é com arrogância, pois todos estamos sujeitos às mesmas paixões e oportunidades!

Quem somos nós para afrontarmos quem errou? Não deve ser assim, ainda que estejamos trazendo entendimento e correção para esta pessoa.

No entanto, não podemos nos omitir. A pessoa deve ser corrigida para que não venha a continuar a fazer a mesma coisa. Não devemos fazer vista grossa, pois não ajudará a ninguém, nem a nós mesmos.

Evitar confrontos pessoais só denota falta de amor e lealdade nos nossos relacionamentos. Se quisermos ver o mal de alguém, basta nos calarmos. O bem virá se falarmos.

Se a pessoa não aceita repreensão, então não se entristeça, tão somente ore. Nosso papel é ajudar e não seremos os responsáveis pelas atitudes e decisões de outras pessoas que não nos ouvem.

Que o Senhor Jesus nos dê sabedoria para falarmos com alguém e quando alguém nos admoestar também. Se é para o nosso bem, ouçamos! Se é para o bem da pessoa, falemos!

Quem ama age para o bem!