Temos valorizado estarmos com Deus?

Senhor, Deus dos Exércitos, escuta-me a oração; presta ouvidos, ó Deus de Jacó! Olha, ó Deus, escudo nosso, e contempla o rosto do teu ungido. Pois um dia nos teus átrios vale mais que mil; prefiro estar à porta da casa do meu Deus, a permanecer nas tendas da perversidade.”
‭‭Salmos‬ ‭84:8-10‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/psa.84.8-10.ara

O salmista enxergou a diferença entre estar perto e longe de Deus, entre estar na presença do Pai ou em qualquer outro lugar!

E nós? Que valor temos dado à nossa intimidade com Deus?

Naquela época, estar com Deus era ir até o templo. Com a Nova Aliança em Cristo, o templo está em cada um de nós. Somos o templo do Espírito Santo e basta orarmos para estarmos falando diretamente com Deus!

O véu de separação do local onde a Arca da Aliança ficava para o interior do templo foi rasgado de cima a baixo na crucificação de Cristo. “Tudo está consumado!” – disse o mestre! Então temos livre acesso ao Pai!

Se temos acesso e não precisamos sair de casa para falar com Deus, o que precisamos é de intimidade com Ele. Estar aos seus pés é nos entregarmos a ouvi-lo, seja por meditação nas escrituras, seja em jejuns e orações, ou fazendo a obra de amor ao próximo.

Deus está conosco ainda que não o enxerguemos. Está ao nosso alcance em qualquer circunstancia ou lugar. O que nos impede de falar com ele?

Pense em você estando ao lado de alguém o tempo todo e não recebe nem um olhar dele (dela). A pessoa sabe que você está ali o tempo todo, mas fica em silêncio e nem olha para você. Ela está lhe dando atenção?

Isto é o que fazemos com Deus quando ignoramos sua presença em nós!

É isto que continuaremos a fazer por toda a vida? Então não entendemos ainda o privilégio da presença de Deus em nós. Se é isto, então, ainda vivemos como se fôssemos desconectados ou vivendo no tempo da Velha Aliança onde ter a presença de Deus era ir para um templo de paredes…

Um pai deseja se relacionar com seu filho. Um filho se agrada de estar com seu pai. Ou entendemos a paternidade de Deus ou não estaremos nos relacionando com Ele da maneira adequada. Precisamos valorizar o Pai em nossas vidas!