Em Cristo nossa consciência é purificada!

Quando, porém, veio Cristo como sumo sacerdote dos bens já realizados, mediante o maior e mais perfeito tabernáculo, não feito por mãos, quer dizer, não desta criação, não por meio de sangue de bodes e de bezerros, mas pelo seu próprio sangue, entrou no Santo dos Santos, uma vez por todas, tendo obtido eterna redenção. Portanto, se o sangue de bodes e de touros e a cinza de uma novilha, aspergidos sobre os contaminados, os santificam, quanto à purificação da carne, muito mais o sangue de Cristo, que, pelo Espírito eterno, a si mesmo se ofereceu sem mácula a Deus, purificará a nossa consciência de obras mortas, para servirmos ao Deus vivo!
Hebreus 9:11‭-‬14 ARA
https://bible.com/bible/1608/heb.9.11-14.ARA

O autor de Hebreus faz um paralelo entre o sacerdócio temporário do Velho Testamento e o sacerdócio permanente de Cristo no Novo Testamento. Enquanto no Velho os sacerdotes precisavam se purificar para fazer os sacrifícios pelo povo, Cristo é perfeito e não necessita de purificação, sendo o seu sacrifício suficiente de uma vez por todas.

Sendo o sacerdócio de Cristo eterno e suficiente não necessitamos de outros subterfúgios para a nossa salvação. Jesus Cristo nos salva através de sua morte e ressurreição e isto basta. Nada mais é necessário! É o que ele fez por nós que garante nossa salvação.

Assim, tal sacrifício é o que purifica a nossa consciência. Portanto, é nele que devemos depositar a nossa confiança e clamar por perdão e santificação. Em Cristo temos acesso às promessas de justiça, paz, cura e libertação. Nele há esperança e benevolência para nossas vidas. Em Jesus somos consolados e suportados em nossas dificuldades.

Ter a consciência purificada é receber o perdão de nossos pecados e viver de maneira a não pratica-los mais. É sermos capazes de sobrepujar a vontade da carne por causa do Espírito que passou a habitar em nós. É importante podermos ter este perdão porque sem ele não conseguimos deixar para trás nossa vida de pecados. Seria como se o pecado estivesse agarrado a nós, nos arrastando para pratica-los constantemente.

Em Cristo estes pecados são removidos e não mais tem poder sobre nós. Ainda assim nossa consciência precisa ser purificada para não sentirmos a vontade de pratica-los. Esta é a força que recebemos para resistir ao pecado que antes não conseguíamos deixar de realizar. Com o perdão através de Cristo temos nova conduta, uma resistência espiritual que não teríamos sem ele.

Cristo restaura nossas mentes e purifica nossa consciência. Onde mais teríamos esta benevolência para conosco? Graças a Deus que nos deu seu Filho para alcançarmos tão grande misericórdia!

Ano 2#317