#3_156 Marcos 14:22-24

E, enquanto comiam, tomou Jesus um pão e, abençoando-o, o partiu e lhes deu, dizendo: Tomai, isto é o meu corpo. A seguir, tomou Jesus um cálice e, tendo dado graças, o deu aos seus discípulos; e todos beberam dele. Então, lhes disse: Isto é o meu sangue, o sangue da [nova] aliança, derramado em favor de muitos.
Marcos 14:22‭-‬24 ARA
https://bible.com/bible/1608/mrk.14.22-24.ARA

Não ignore esta grande e preciosa benção! Jesus chamou a muitos para ceiar com ele pela eternidade! Quem além dele pode prometer isto? Que Deus promete a vida eterna vertendo o seu próprio sangue como aliança perpétua?

Somente o Todo-Poderoso o faz! Somente em Cristo ele o fez! Ceiar com Jesus Cristo é a oportunidade que toda a humanidade precisava e esperava. Na ceia temos comunhão com o Senhor, comunhão perdida pelo pecado no Éden.

Mas agora, já restabelecida, podemos novamente caminhar com o Senhor. Não há benção maior! Em Cristo a Nova Aliança é trazida até nós como restauração de vida. Este cálice significa participar da vida e da morte de Cristo, para renascermos em glória.

Nem todos poderão participar. Se sabemos dar valor a metais e terras raras, precisamos valorizar a salvação dada por Cristo Jesus! Não só porque é para os escolhidos, mas porque é a redenção, amor e poder de Deus para aqueles que a recebem.

Este tesouro é infinitamente superior ao que podemos adquirir na terra e não pode ser conquistado por nosso esforço, beleza ou capacidade. A melhor parte é que não é requerido uma vez que foi dado. Em Cristo a ceia é para todo o sempre, a começar do momento em que nos é dada como aliança do seu amor!!!!

#3_110 Hebreus 8:6

Agora, com efeito, obteve Jesus ministério tanto mais excelente, quanto é ele também Mediador de superior aliança instituída com base em superiores promessas.
Hebreus 8:6 ARA
https://bible.com/bible/1608/heb.8.6.ARA

Alianças são feitas para que duas partes estabeleçam um procedimento de comum acordo. Geralmente ambas procuram favorecimento mútuo, mas o que poderíamos oferecer a Deus? Ele nos pede fidelidade!

A primeira aliança teve seu fim porque a humanidade não conseguiu cumprir com a sua parte. A segunda veio em Cristo para nos capacitar a sermos fiéis por obra do Espírito Santo em nossas vidas.

Deus proveu uma aliança para que pudéssemos cumprí-la! Isto é graça! Por isto é superior à primeira e rompeu com o sacerdócio levítico. Temos um Mediador eterno, ressurreto e poderoso para nos levar diante de Deus, pois que também é Deus!

Conheçamos e andemos nos caminhos deste Mediador maravilhoso! Busquemos servir em fidelidade, pois a promessa da eternidade é infinitamente superior a tudo o que conhecemos ou podemos conhecer nesta vida. Deus é fiel e o devemos ser também! Somente no Espírito Santo conseguiremos ser! Por isso precisamos deste Mediador!

#3_64 Hebreus 10:16-18

Esta é a aliança que farei com eles, depois daqueles dias, diz o Senhor: Porei no seu coração as minhas leis e sobre a sua mente as inscreverei, acrescenta: Também de nenhum modo me lembrarei dos seus pecados e das suas iniquidades, para sempre. Ora, onde há remissão destes, já não há oferta pelo pecado.

Hebreus 10:16-18

A Nova Aliança, também instituída por Deus, encerra a Velha Aliança, onde o sangue de animais era derramado de tempos em tempos para cobrir pecados que eram praticados. Na Nova Aliança, no sangue de Jesus, o sangue dele foi derramado uma vez por todas para que os nossos pecados fossem eternamente perdoados (esquecidos por Deus) e não apenas encobertos (fora da vista).

Assim, o ter a Cristo como salvador confirma a ação do derramamento do Espírito Santo em nós, entrando nos nossos corações e mentes a lei perfeita de Deus. Isto nos capacita a dizer não ao pecado que praticamos, ainda que venhamos a faze-lo de tempos em tempos, pois ainda não somos perfeitos e precisamos perseverar na santificação.

Sem esta ação de Deus é impossível nos salvarmos através de sacrifícios, sejam eles obras ou literalmente matar um animal para recebermos a misericórdia de Deus. Não é o que fazemos para merecer, mas o que Deus fez a nossos favor que traz a salvação. Esta é a forma certa de se entender as Boas Novas do Evangelho: Cristo morreu por nós uma vez para que tenhamos a vida eterna! Esta é a Nova Aliança!

Em Cristo temos a certeza da salvação!

Tendo, pois, irmãos, intrepidez para entrar no Santo dos Santos, pelo sangue de Jesus, pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou pelo véu, isto é, pela sua carne, e tendo grande sacerdote sobre a casa de Deus, aproximemo-nos, com sincero coração, em plena certeza de fé, tendo o coração purificado de má consciência e lavado o corpo com água pura. Guardemos firme a confissão da esperança, sem vacilar, pois quem fez a promessa é fiel.
Hebreus 10:19‭-‬23 ARA
https://bible.com/bible/1608/heb.10.19-23.ARA

A fidelidade de Deus para com as suas promessas nos garante que em Jesus Cristo recebemos a salvação eterna. Estar em Cristo é necessitar de um salvador, pois nos reconhecemos pecadores, nos arrependemos de nossos pecados e encontramos em Cristo o senhorio de nossas vidas.

Cristo sacrificou-se para se tornar o redentor de todos os que crêem. Foi obra dele e não nossa. Esta fé no Senhor é também proveniente de sua fidelidade e aproximação para que o conhecêssemos. Ora, isto é a graça de Deus! Sem ele não seria possível.

O cristão vive na certeza da salvação por causa do triunfo de Cristo na cruz e ressurreição. Sem esta certeza não temos o entendimento de quem é o Senhor. Se ainda duvidamos de nossa salvação, então Jesus Cristo não é nosso salvador e Senhor. Então não somos cristãos também!

A verdade é Cristo, o autor e consumador da fé, aquele que é o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo, o Alfa e o Ômega, o único caminho, que está nos céus preparando lugar para os seus. Quem não crê em Jesus não está a salvo da justiça de Deus e permanece em seus pecados. Jesus é salvador porque tem poder de perdoar pecados!

Ora, para que saibais que o Filho do Homem tem sobre a terra autoridade para perdoar pecados — disse ao paralítico: Eu te mando: Levanta-te, toma o teu leito e vai para tua casa. Então, ele se levantou e, no mesmo instante, tomando o leito, retirou-se à vista de todos, a ponto de se admirarem todos e darem glória a Deus, dizendo: Jamais vimos coisa assim!
Marcos 2:10‭-‬12 ARA
https://bible.com/bible/1608/mrk.2.10-12.ARA

Por isso, quem crê no Filho tem a vida eterna; o que, todavia, se mantém rebelde contra o Filho não verá a vida, mas sobre ele permanece a ira de Deus.
João 3:36 ARA
https://bible.com/bible/1608/jhn.3.36.ARA

Em Cristo temos certeza da salvação e fora dele a da condenação. Em quem estamos confiando a nossa vida eterna? É tempo de confiarmos no Filho de Deus e sermos religados ao Senhor! A certeza da salvação traz paz no meio das aflições. Traz cura, alegria e amor. É o pivô de nossa mudança, pois nos dá o entendimento de pertencimento a Deus, a um reino de paz que deve ser multiplicado.

A salvação é o que nos torna aptos à santificação. Tudo isto nos é dado em Cristo. Não há maior herança que esta. Por isso o Novo Testamento é constituído pela aliança através do sangue do sacrifício de Jesus. Sua morte nos deu direito à vida e sua ressurreição, o poder de caminharmos com ele nesta certeza!

Ano 2#318

Restabelecer o propósito de Deus em nós deve nos trazer alegria!

Cantavam alternadamente, louvando e rendendo graças ao Senhor, com estas palavras: Ele é bom, porque a sua misericórdia dura para sempre sobre Israel. E todo o povo jubilou com altas vozes, louvando ao Senhor por se terem lançado os alicerces da sua casa. Porém muitos dos sacerdotes, e levitas, e cabeças de famílias, já idosos, que viram a primeira casa, choraram em alta voz quando à sua vista foram lançados os alicerces desta casa; muitos, no entanto, levantaram as vozes com gritos de alegria. De maneira que não se podiam discernir as vozes de alegria das vozes do choro do povo; pois o povo jubilava com tão grandes gritos, que as vozes se ouviam de mui longe.
Esdras 3:11‭-‬13 ARA
https://bible.com/bible/1608/ezr.3.11-13.ARA

Esdras nos conta o momento do início da reconstrução do templo em Jerusalém, após o cativeiro na Babilônia. Velhos que viram quando criança o primeiro templo e agora contemplavam o segundo estavam tristes e choraram porque, aos seus olhos, este segundo era muito menor e seria menos esplendoroso. Os que não conheceram o primeiro louvaram a Deus porque estavam fazendo o que estava ao seu alcance.

Gritos e choros se confundiram naquele dia, entre júbilos e tristezas o mesmo projeto estava sendo realizado. Muitas vezes nos deparamos com a questão do copo meio cheio ou meio vazio. Como encarar uma situação, de maneira positiva ou negativa. Ora, precisamos enxergar a questão de outra perspectiva, a de Deus, o que nem sempre é fácil, ou quase sempre é difícil para nós!

Restaurações, ainda que demonstrem que o original deixou de estar na sua plenitude são o esforço para não deixarmos aquele símbolo perdido ou ignorado. Algo tão importante como o templo de Jerusalém não poderia estar destruído e não ser refeito. Ainda que não houvesse mais as riquezas do reinado de Salomão, eis que o que podiam foi colocado à disposição dos construtores. Para Deus a motivação interior é mais importante que o resultado visto exteriormente!

A glória do primeiro templo não impediu a queda na idolatria de Salomão e todo o povo, mas este templo bem mais singelo não foi feito para ser o mais esplendoroso, mas para resgatar a importância de Deus no meio do povo. Por isso o culto no tabernáculo construído por Davi foi restaurado neste segundo templo pois, ainda que só os fundamentos haviam sido inseridos, levitas e sacerdotes se alternaram para que o louvor e adoração não parassem diante de Deus!

Em meio a erros e acertos o culto no segundo templo foi restabelecido ao longo dos anos e assim o povo foi redirecionado ao Senhor. Homens se levantaram para que isto acontecesse e muito trabalho foi feito para que a ordem e a vontade de Deus prevalecesse naquele lugar. Embora não tão portentoso, ainda assim a restauração do templo permitiu a restauração da aliança.

Olhemos para as nossas vidas. Nosso compromisso com Deus precisa ser restaurado? Não estamos vivendo como devíamos? Nossa vida já não está totalmente separada para o Senhor? Voltemos para onde havíamos parado na presença de Deus! Restauremos nosso compromisso com o Senhor. Sirvamos com alegria por estarmos voltando a buscá-lo de todo coração e veremos o benefício de estarmos no caminho certo.

Em Cristo há restauração de vida. Ele é o grande construtor de propósitos e galardoador dos que perseveram na adoração. Em Cristo seremos o templo do Espírito Santo e em nós ocorrerá o grande milagre. Nossa vida espiritual será restabelecida para a glória de Deus e seremos luz e sal para outros porque assim estabeleceu o Senhor! Portanto, entreguemos agora as nossas vidas e sejamos restaurados ao propósito do Pai. Grande júbo haverá em nossas vidas porque aprouve a Deus restabelecer em nós a sua aliança através de Jesus Cristo!

Ano 2#289

Em quem estamos pondo o esforço para termos fé?

Ora, a fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que se não veem.
Hebreus 11:1 ARA
https://bible.com/bible/1608/heb.11.1.ARA

Já comentamos várias vezes a respeito da fé, em como é a responsável pela nossa atitude diária diante das circunstâncias, mas acredito que não tenhamos discutido exaustivamente a respeito de sua origem. Paulo nos explica em Romanos:

E, assim, a fé vem pela pregação, e a pregação, pela palavra de Cristo.
Romanos 10:17 ARA
https://bible.com/bible/1608/rom.10.17.ARA

Há um Deus que desconhecemos até que somos tocados por sua existência. Há um Senhor que nos ensina a respeito do nosso estado de afastamento de Deus e suas consequências. Somos alcançados pelo entendimento da justiça e da graça de Deus mediante os ensinos de Cristo que confirmou a lei e os profetas. Jesus nos mostrou nossa incapacidade em cumprir a lei pelo nosso esforço e caíram as escamas da nossa arrogância quando entendemos a nossa dependência da graça de Deus para a nossa salvação.

Fomos expostos ao conhecimento do Altíssimo e do seu poder, da sua misericórdia e infinito amor. A fidelidade de Deus, então, nos diversos sinais e milagres, nos provocou a certeza das coisas a serem esperadas, coisas que ainda não vimos acontecer mas que agora sabemos que acontecerão. A fé é provida e não é proveniente de nós, mas daquele que é fiel para cumprir com a sua palavra!

Por que confio em alguém? Pois adquiri confiança depois que ela mostrou ser confiável. A fé é produzida pela atitude de quem é fiel. Muitas vezes estamos declarando que somos fervorosos porque acreditamos em Deus. Isto é vaidade e trazer para nós o poder da fé, enquanto cremos em Deus porque Ele cumpre fielmente as suas promessas! Ou seja, estamos dizendo que a fé é uma obra nossa enquanto ela é obra de Deus em nossas vidas, construída por ouvirmos a pregação do evangelho de Cristo! Quando desconfio do poder de Deus não tenho fé, mas quando confio a tenho!

Nossa fé está apoiada no conhecimento de Deus. Jesus reclamava com seus discípulos porque tinham pouca fé. Eles mesmos pediram para que tivessem a fé acrescentada! É o mesmo que dizermos a Deus que se mostre ainda mais a nós! Cada nova experiência nos acrescenta fé, pois passamos a confiar ainda mais. No entanto o Senhor chama de bem-aventurados os que não viram e creram, pois não se apoiaram por visão, mas pelo entendimento de Deus!

Sem entendermos quem Deus É dificilmente teremos fé. Importa conhecermos o evangelho e entendermos Cristo, sua importância para a nossa salvação e para nossa transformação. Os discípulos andavam com ele e se assustavam com os milagres e poder sobre os elementos. Não entenderam que iria ressuscitar dos mortos e nem acreditaram quando lhes contaram a respeito. Hoje temos acesso a tudo o que aconteceu e acontecerá. Se confiarmos nestas palavras então a fé virá em nossos corações, pois quem prometeu é fiel e cumpriu todas as suas promessas!

Esta é a fé que não está baseada na minha capacidade de confiar, mas na aceitação da capacidade de executar de quem prometeu! Parece ser a mesma coisa, mas não é. Enquanto coloco o esforço em mim tenho dúvidas se vale a pena a decepção, mas quando o esforço é de quem prometeu, a conta será paga por Ele! E Deus não é homem para mentir!!!! Ouçamos o evangelho e confiemos nas promessas de Deus! A principal é recebermos a salvação pela justificação advinda do sacrifício de Cristo por nós pecadores. As demais serão críveis com maior facilidade, pois o Espírito Santo se encarregará de nos mostrá-las em cada momento de necessidade em nossas vidas!

Ano 2#244

O Renovo é Cristo!

Ouve, pois, Josué, sumo sacerdote, tu e os teus companheiros que se assentam diante de ti, porque são homens de presságio; eis que eu farei vir o meu servo, o Renovo. Porque eis aqui a pedra que pus diante de Josué; sobre esta pedra única estão sete olhos; eis que eu lavrarei a sua escultura, diz o Senhor dos Exércitos, e tirarei a iniquidade desta terra, num só dia. Naquele dia, diz o Senhor dos Exércitos, cada um de vós convidará ao seu próximo para debaixo da vide e para debaixo da figueira.
Zacarias 3:8‭-‬10 ARA
https://bible.com/bible/1608/zec.3.8-10.ARA

São tantas as promessas de Deus a respeito de Cristo que percebemos quanto cuidado o Senhor teve em confirmar que nEle teríamos a salvação. Deus deu a visão ao profeta Zacarias a respeito do sacerdote Josué, onde o anjo de Deus repreende Satanás, manda que as vestes sujas do sacerdote sejam trocadas por limpas e declara a promessa do Renovo, a pedra onde haveria a edificação de um novo povo. Este povo viveria em comunhão uns com os outros, sem malícia ou maldade.

Grandes são os benefícios prometidos por Deus sobre o povo de Sua aliança. É inquestionável que tenhamos nossas vestes limpas pelo Santo. Quem pode dizer que é santo sem ser vaidoso e cair de sua santidade? Assim, todo o santo é reconhecido por intermédio de outro e só se torna santo o que crê em Jesus Cristo e realiza as obras e os sinais que ele prometeu a todos que se tornassem seus discípulos.

Nossa maior dificuldade é enxergarmos a verdade do pecado e suas consequências, a necessidade do perdão de Deus. Sem está percepção não iremos buscar arrependimento e salvação. Sem reconhecermos a santidade de Deus e nossa óbvia separação do Senhor por causa disto não precisaremos do evangelho. A causa é simples. Tire o valor das Escrituras Sagradas e as torne um livro de homens. Assim ninguém se ocupará em achar que é mais importante que qualquer outro conhecimento advindo de livros.

Torne as Escrituras Sagradas como o manual de fé e regra, as disposições divinas para a humanidade, as prescrições de um Deus eterno e Todo-Poderoso, teremos temor e desejo de buscá-lo. Sem a pregação do evangelho não há quem ouça a condenação do pecador. Toda vez que esquecermos quem somos e quem Deus É teremos a tendência de nos mantermos distantes de seus preceitos. Enquanto temos identidade em Cristo sabemos por quem e por que fomos chamados à uma vida santa.

Essa santificação começa com Deus trocando as nossas vestes e nos edificando sobre a rocha, o servo, o Renovo. Somos feitos novas criaturas, não mais nascidos da carne, mas do Espírito. Esta nova realidade deve ser vivida na plenitude da comunhão com o corpo de Cristo, a igreja, onde cada um chama o seu companheiro para estarem juntos por toda a eternidade. Estamos buscando viver assim? Estamos ouvindo o chamado e chamando outros? Bom será se estivermos, pois o que está para vir será ainda melhor!!!!

Ano 2#240

Cristo é o Soberano dos reis da terra!

João, às sete igrejas que se encontram na Ásia, graça e paz a vós outros, da parte daquele que é, que era e que há de vir, da parte dos sete Espíritos que se acham diante do seu trono e da parte de Jesus Cristo, a Fiel Testemunha, o Primogênito dos mortos e o Soberano dos reis da terra. Àquele que nos ama, e, pelo seu sangue, nos libertou dos nossos pecados, e nos constituiu reino, sacerdotes para o seu Deus e Pai, a ele a glória e o domínio pelos séculos dos séculos. Amém!
‭‭Apocalipse‬ ‭1:4-6‬ ‭ARA‬‬
https://bible.com/bible/1608/rev.1.4-6.ARA

Quando Jesus encarnou, viveu, morreu e ressuscitou houve a expressão física do Filho de Deus, embora tudo o que havia sido feito fora feito a partir de sua participação. A Trindade ainda é uma revelação a ser completamente compreendida para nós, mas neste momento nos importa entender Cristo!

Ele é a revelação de Deus que esteve entre nós em carne e hoje é o mediador entre Deus e os homens. Ele é o Alfa e o Omega, o Soberano dos reis da terra, o Primogênito dos filhos de Deus, a Testemunha Fiel do Santo! Em Cristo recebemos a redenção de nossos pecados e nele somos feitos justos. Já não há mais condenação para os que estão em Cristo Jesus (Mateus 8.1). Em Jesus somos feitos reino e sacerdotes, ministros do evangelho da nova vida!

Porque Jesus veio tivemos a oportunidade do novo nascimento. Sem que nossos espíritos sejam reativados pela conexão com o Espírito Santo de Deus somos seres meramente carnais tentando uma espiritualidade muito aquém do que poderíamos alcançar. Sem ele permaneceremos na tendência ao pecado e não evoluiremos como sociedade de Deus. No novo nascimento somos reino e constituídos sacerdotes do Altíssimo em nossas vidas e na vida do nosso próximo, nova perspectiva e transformação serão os frutos desta conexão com Deus.

como está escrito: Não há justo, nem um sequer, não há quem entenda, não há quem busque a Deus; todos se extraviaram, à uma se fizeram inúteis; não há quem faça o bem, não há nem um sequer.”
‭‭Romanos‬ ‭3:10-12‬ ‭ARA‬‬
https://bible.com/bible/1608/rom.3.10-12.ARA

O mundo ignora tal graça e é justamente por isso que o evangelho continua sendo pregado persistentemente. Sem Cristo não nos voltaríamos para Deus, mas com ele estaremos com o Pai por toda a eternidade. Quem é Jesus para mim? Como a minha vida está em relação ao que conheço de Deus? Cada um precisa se perguntar a respeito. As cartas às igrejas que se iniciam no capítulo seguinte trazem luz a estas perguntas. Estamos em um tempo em que o evangelho está sendo descaracterizado pela aceitação do mundo no seio da igreja e tantas outras mazelas.

Sem uma autoavaliação podemos incorrer em permanecermos na vida carnal, sem recebermos a vida nova do Espírito Santo. Se tenho o Espírito viverei pelo Espírito. Se continuo em meus pecados então não fui regenerado e preciso me arrepender e entregar minha vida à Cristo. Se não somos reino e nem sacerdócio, então não estamos em comunhão com o Cordeiro. Importa termos o nosso nome escrito no Livro da Vida e só ele pode colocar o nosso nome lá, porque nos ama e deu o seu sangue por nós!

Ano 2#235

Busquemos a revelação de Deus!

Revelação de Jesus Cristo, que Deus lhe deu para mostrar aos seus servos as coisas que em breve devem acontecer e que ele, enviando por intermédio do seu anjo, notificou ao seu servo João, o qual atestou a palavra de Deus e o testemunho de Jesus Cristo, quanto a tudo o que viu. Bem-aventurados aqueles que leem e aqueles que ouvem as palavras da profecia e guardam as coisas nela escritas, pois o tempo está próximo.”
‭‭Apocalipse‬ ‭1:1-3‬ ‭ARA‬‬
https://bible.com/bible/1608/rev.1.1-3.ARA

A revelação é um processo que se inicia em Deus e culmina com a entrega para o ser humano das verdades que transformarão a nossa vida. As revelações contidas em Apocalipse, o livro das revelações, colocam a pessoa de Jesus Cristo como mediador entre Deus e os homens, da mesma forma que em 1 Timóteo 2.5. Deus dá a Jesus uma revelação a ser transmitida. O anjo de Jesus expõe a revelação ao homem João em seu estado espiritual, que as escreve para que a humanidade pudesse ter acesso em todos os tempos.

A linguagem usada por João precisa ser recheada de significações para poder ser interpretada por todas as gerações, pois a mensagem é bendita e deve ser guardada pelos que a recebem e buscam entende-la. Há uma chave aqui, pois é para os servos do Senhor a interpretação! Portanto, recebe-la e considera-la já é um benefício e graça!

Há diversas formas de se interpretar as revelações em Apocalipse e não caberia neste espaço diário considera-las. Há cursos teológicos e diversas linhas que trazem profundas discussões a respeito, sendo que nosso intuito aqui é dar a importância a este tema que muitos não se preocupam em se aprofundar. Se a mensagem vem de Deus para os seus servos, então é importante. Se Jesus Cristo nos ensina para que possamos entender os tempos é porque importa para nós fazermos a correta distinção.

As revelações se iniciam expondo a visão de um Cristo em sua glória e de muitas advertências para a igreja antes de expor o julgamento que o mundo enfrentará. Jesus começa julgando a própria igreja antes de olhar para o mundo. E o que estamos vendo hoje é a prova de que realmente a igreja precisa se consertar com Deus. Movimentos de cristãos entre denominações e linhas nunca tiveram tantos números. Quantos católicos estão se tornando protestantes? Por que isto? Quantos protestantes estão mudando de denominação protestante? Por que isto? Quantos líderes religiosos sendo questionados por sua conduta diante do rebanho de Deus?

Importa conhecermos esta mensagem o quanto antes! Se não a conhecermos estaremos a mercê dos falsos profetas, do anticristo e dos movimentos bestiais que estão ocorrendo em nossos dias. Os servos do Senhor não serão confundidos porque estão se ocupando nos avisos e na busca de perseverar em viver pela verdade do evangelho. Há igrejas sendo formadas por ex-integrantes de igrejas porque líderes estão se perdendo na conduta do rebanho e as ovelhas estão sendo destruídas e mal-tratadas. Há que se voltar ao primeiro amor, fugir das falsas doutrinas, perseverar na verdade do evangelho antes que o Senhor volte e retire o candelabro, trazendo justiça para que os eleitos não se percam.

Que mensagem estamos seguindo? Que vida estamos levando? Nossas obras refletem tudo isto e queremos acertar, não é verdade?! Portanto, prossigamos em conhecer a mensagem revelada e cuidar de nossas vidas e apontar para Cristo, nosso mestre e Senhor que nos levará até dentro dos portões celestiais. O tempo se abrevia e devemos ser diligentes!

Ano 2#234

Estamos prontos a dizer: – Eis-me aqui?

Então, disse Maria ao anjo: Como será isto, pois não tenho relação com homem algum? Respondeu-lhe o anjo: Descerá sobre ti o Espírito Santo, e o poder do Altíssimo te envolverá com a sua sombra; por isso, também o ente santo que há de nascer será chamado Filho de Deus. E Isabel, tua parenta, igualmente concebeu um filho na sua velhice, sendo este já o sexto mês para aquela que diziam ser estéril. Porque para Deus não haverá impossíveis em todas as suas promessas. Então, disse Maria: Aqui está a serva do Senhor; que se cumpra em mim conforme a tua palavra. E o anjo se ausentou dela.
‭‭Lucas‬ ‭1:34-38‬ ‭ARA‬‬
https://bible.com/bible/1608/luk.1.34-38.ARA

Gabriel esclarece a forma como Maria conceberia um ente santo, como a promessa de Deus seria cumprida em sua vida, tendo de tomar uma decisão que mudaria para sempre a sua vida e a de toda a humanidade. Maria tinha a opção de escolha e decidiu confiar e executar a tarefa a ela apresentada. Confiou em Deus e até hoje é conhecida como a mãe de Jesus! Se não houvera aceito a oferta conheceríamos a mãe do mestre por outro nome!

Assim Deus faz para com todos os que Ele apresenta o evangelho da graça. Há a mensagem de aliança, a promessa de recebermos o Espírito Santo e gerarmos santidade. Podemos confiar ou não no mensageiro, pois a decisão é nossa. Quando confiamos somos tremendamente abençoados e temos a oportunidade de mudarmos o mundo! Estaremos gerando filhos na fé em Jesus Cristo!

Há o momento de decidirmos e dizermos aqui está a serva ou o servo do Senhor! Este é o momento mais importante, pois estaremos decidindo confiar 100% no chamado, na aliança a nós apresentada, passando a viver por ela e para a glória de Deus! Que tremenda oferta, nos dada através da vinda de Cristo! Até aquele momento isto não seria possível. Até Jesus nos trazer a salvação por meio de seu sacrifício estávamos vivendo no desespero de estarmos no rio caudaloso da vida e enxergarmos a cachoeira da morte eterna e não termos força para remar contra a queda ou chegar até às margens da salvação.

Em Cristo temos a vida eterna. Deus está enviando mensageiros a todas as vidas para que sejamos alcançados pelo Seu amor e nos tornemos filhos da graça e geradores de outros filhos de Deus! Isto é também ser bem-aventurado, pois veremos o trabalho de nossas mãos recompensados na eternidade!

Ouçamos atentamente ao convite! Recebamos a Jesus Cristo como Senhor dizendo a Deus: – Eis aqui o servo (a serva) do Senhor. Que se cumpra em mim a tua vontade, conforme a tua palavra! Perdoe os meus pecados através do sacrifício de Cristo e que o meu nome seja escrito no Livro da Vida e eu seja útil para a tua obra, em nome de Jesus!

Haverá festa nos céus para cada um que fizer de coração esta oração de entrega e muitas outras virão ao nos propormos em vive-la todos os dias de nossas vidas aqui e no reino de Deus! Que o Senhor seja louvado em todo tempo!

Ano 2#169