Não esqueçamos do Pai!

Tornai-vos, pois, praticantes da palavra e não somente ouvintes, enganando-vos a vós mesmos. Porque, se alguém é ouvinte da palavra e não praticante, assemelha-se ao homem que contempla, num espelho, o seu rosto natural; pois a si mesmo se contempla, e se retira, e para logo se esquece de como era a sua aparência. Mas aquele que considera, atentamente, na lei perfeita, lei da liberdade, e nela persevera, não sendo ouvinte negligente, mas operoso praticante, esse será bem-aventurado no que realizar.
‭‭Tiago‬ ‭1:22-25‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jas.1.22-25.ara

Já tivemos a oportunidade de falarmos desta passagem, mas é realmente importante voltarmos nela. Precisamos considerar que a falta de prática não nos melhora em nada. Sem uma boa palavra a alguém, como esta pessoa saberá que está sendo considerada? Sem um abraço, como uma criança saberá que é amada? Sem orarmos a Deus, como estaremos falando com Ele e pedindo direção para as nossas vidas?

Atitudes representam condições mentais. Ações expressam nossas intenções. Não fazer, expressa a atitude de aguardar. Portanto, ações que tomamos irão representar nossa natureza interior e se não fazemos o que está ensinado na Palavra de Deus, então estamos deixando de ser o que ela nos diz para sermos.

Não fazer o que é esperado de nós significa a nossa falta de consideração para com o Senhor. Quando um filho ignora o que seu pai falou lhe declara que não se importa ou não concorda. Somos falhos assim como nossos pais terrenos, mas o Deus Pai não falha e se O tratamos da mesma forma, erramos!

Se somos filhos de Deus iremos agir como filhos, mas se não estamos agindo assim é porque já nos esquecemos de quem somos ou nunca soubemos! Filhos se parecem com seus pais, é só olhar no espelho. Se estamos esquecendo de nossas imagens no espelho, então estamos esquecendo de nossa paternidade também.

O que Deus espera de nós neste tempo? Como Jesus agiria durante estas condições? E o que iremos fazer? Cada um deve buscar refletir e olhar a sua volta. Nossa fé declara quem somos em Cristo. Podemos ficar apenas olhando o que Deus irá fazer neste tempo ou podemos participar da reconstrução do mundo. A pandemia paralisou as nações e muitos estão se esquecendo que há um Deus Todo-Poderoso que está movendo céus e Terra a favor dos que crêem nEle. Podemos nos esquecer de como éramos, mas isto só se esquecermos de quem Ele É!

Guardemos nossos corações de toda falta de fé e esperança. Deus não mudou e nos trará a saída. Continuemos firmes no propósito de adora-lo, pois esta é a nossa atitude mais sensata neste momento. Ajudemos nosso próximo e vivamos com fé no nosso Senhor! Com a atitude de filhos ajudaremos a muitos, e honraremos o nome do dEle!

Proclamemos os feitos do Senhor!

O que ouvimos e aprendemos, o que nos contaram nossos pais, não o encobriremos a seus filhos; contaremos à vindoura geração os louvores do Senhor, e o seu poder, e as maravilhas que fez. Ele estabeleceu um testemunho em Jacó, e instituiu uma lei em Israel, e ordenou a nossos pais que os transmitissem a seus filhos, a fim de que a nova geração os conhecesse, filhos que ainda hão de nascer se levantassem e por sua vez os referissem aos seus descendentes; para que pusessem em Deus a sua confiança e não se esquecessem dos feitos de Deus, mas lhe observassem os mandamentos; e que não fossem, como seus pais, geração obstinada e rebelde, geração de coração inconstante, e cujo espírito não foi fiel a Deus.
‭‭Salmos‬ ‭78:3-8‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/psa.78.3-8.ara

A humanidade cresce em conhecimento quando os registramos e ensinamos às gerações futuras. A gestão do conhecimento é também uma ciência, pois há que se escrever o que deu certo e o que deu errado e disseminar as boas práticas como lições aprendidas. A Bíblia é justamente um conjunto de livros que ensina a fé em Deus e o que acontece com quem tem fé nEle e com quem não tem esta fé. Como viver nas boas práticos e o que é estar fora delas.

A Palavra de Deus é um legado tão poderoso que apenas o Antigo Testamento manteve uma nação unida em propósito por quase 2000 anos sem ter o próprio território, mas com os mesmos valores, tradições e fé! O Novo Testamento gerou uma infinidade de filhos na fé de Abraão e que servem ao Senhor sendo uma só família em Cristo!

Não importa quanto tempo passe, sendo a humanidade a mesma desde Adão, o que serviu antes continua servindo hoje e servirá amanhã. Recebemos o legado e o passaremos a outros. Somos os mensageiros de nossa geração, mas que a mensagem não seja apenas repetida, mas vivida! Falar de boca para fora não nos transformará, ainda que outros possam ouvi-la e serem bons executores.

Precisamos passar pelo processo e experimentar cada exercício proposto. O primeiro é a fé e depois vem o amor! Sem estes dois não entenderemos o conteúdo e seremos apenas papagaios a repetir coisas desconexas, imitando sons sem lhes entender a motivação e significados. Sons não mudam nosso ser, mas atitudes!

Sejamos fiéis a Deus como Ele é para conosco. Conheçamos os seus feitos e preceitos e os declaremos às gerações futuras. Isto transformará a nós e ao nosso mundo. Se falharmos nisto estaremos nos preparando para vivermos na falta de amor e desconhecimento de Deus, em meio a guerras, fomes e violências. O mundo permanece no caos enquanto desconhecer a Deus e Sua vontade! A escolha é nossa!

Ano 2#8

Somos desejáveis ou não? Isso tem a ver com fé?

Qual a macieira entre as árvores do bosque, tal é o meu amado entre os jovens; desejo muito a sua sombra e debaixo dela me assento, e o seu fruto é doce ao meu paladar.
‭‭Cântico‬ ‭2:3‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/sng.2.3.ara

O relacionamento homem e mulher é a força da humanidade em progredir não só na sua multiplicação, mas também no conhecimento do nosso propósito. Já discutimos que o homem e a mulher tem em si características de Deus que se complementam e que em determinadas situações nos ajudam a ter um entendimento melhor a respeito do Senhor.

Mas, hoje queremos lembrar que a humanidade não foi criada em pecado ou para o pecado, pois tudo o que Deus fez foi classificado como bom. Assim, o namoro e o romance são coisas boas para o relacionamento do futuro casal e na permanência destes no propósito do casamento.

O homem e a mulher se desenvolvem ao ponto de possuirem características que agradem ao outro. Seja a forma, inteligência, carinho, atenção, integridade ou qualquer elemento do caráter e da personalidade que se destacam, será isto que chamará a atenção do(a) possível parceiro(a).

Estas características são formadas no DNA e também pela experiência de vida. Ocorre que estas duas circunstâncias podem ser boas ou ruins, dependendo de como viveram e vivem nossos pais. Há um fator que ajuda ou atrapalha dependendo de onde nascemos e vivemos. Mas, há outra boa notícia em Jesus, pois nele somos transformados, libertos e reconstruídos, ainda que tenhamos de lutar contra experiências negativas em nossas vidas.

Servir a Deus nos transforma em pessoas com qualidades positivas para todo tipo de relacionamento e a confiança em Deus canaliza a presença dEle em nós, edificando-nos pela fé em pessoas que darão frutos espirituais e servirão de um núcleo melhor para as gerações futuras. Mulheres espirituais desejam homens espirituais e vice-versa, mas não podemos esquecer que homens e mulheres vivem ainda na carne e pela carne são experimentados e trabalhados.

Nossa espiritualidade enxerga a nossa natureza e aprende a usa-la em benefício de nossos relacionamentos. Só a religiosidade critica a sexualidade humana em prol do relacionamento, mas que fique claro que Deus não fez o homem para a promiscuidade, pornografia ou prostituição. A vida a dois é boa no casamento, mas transtorna relacionamentos que não possuem aliança e acaba por desviar o coração humano para o pecado. Por isso aprendemos que o sexo é bom no casamento e deve ficar dentro desta aliança.

Amar em todos os sentidos o cônjuge é muito bom e nos dará relacionamentos maravilhosos. Que possamos usufruir das boas coisas que recebemos de Deus, lideradas pelo Espírito, para nos desenvolvermos em todas as áreas e podermos ser apreciados em nosso caráter, personalidade e fé, para a glória de Deus!

Sim, a fé nos tornará ainda mais desejáveis porque buscaremos viver como Deus nos formou. Pela fé estaremos nos desenvolvendo como o homem e a mulher devem se desenvolver. Uma fé genuína, na oração e busca de Deus trará o coração do Senhor em nossas vidas e isto também atrairá as pessoas até nós. Sejamos fiéis ao Senhor e à Sua palavra e teremos a parceria desejada e abençoada por Deus.

Aprendamos a viver pela fé e pelo amor, sem esquecermos das boas coisas criadas por Deus para que possamos usufruir de nossas vidas passageiras nesta terra. Não sejamos ignorantes e nem egoístas, pois a vida agradável é mutuamente vivida pelos dois e não apenas por um! O versículo fala da esposa admirando as qualidades do esposo. Somos desejáveis assim? Alguém que provê conforto e alegria para a pessoa amada! Que grande benção!

Busquemos edificação espiritual em nossas decisões para o ano!

Porque nós é que somos a circuncisão, nós que adoramos a Deus no Espírito, e nos gloriamos em Cristo Jesus, e não confiamos na carne. Bem que eu poderia confiar também na carne. Se qualquer outro pensa que pode confiar na carne, eu ainda mais: circuncidado ao oitavo dia, da linhagem de Israel, da tribo de Benjamim, hebreu de hebreus; quanto à lei, fariseu, quanto ao zelo, perseguidor da igreja; quanto à justiça que há na lei, irrepreensível. Mas o que, para mim, era lucro, isto considerei perda por causa de Cristo.
‭‭Filipenses‬ ‭3:3-7‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/php.3.3-7.ara

Confiar na carne é basear as nossas conquistas naquilo que atingimos na vida secular, até em termos de diplomas e trabalho. Paulo declara que a sua vida pregressa de berço religioso e tradição familiar não lhe trouxe vantagem alguma em termos de atendimento da vontade de Deus!

Paulo chegou a levar ao pé da letra a Lei de Deus, mas isto ele não considerou como a verdadeira circuncisão, mas o termos o Espírito Santo em nós para adoração ao Senhor!

O Espírito Santo é o vínculo necessário e suficiente na Nova Aliança em Cristo. Através do sacrifício de Jesus é que podemos entrar e nos estabelecer na circuncisão do Espírito! Nada mais importa, ainda que tenhamos conquistas terrenas. Elas serão apenas vaidade na carne e em nada nos ajudarão em termos espirituais.

Nossa conduta baseada no Espírito é que nos trará vantagens no Reino de Deus. Condição financeira e diplomas nos permitirão facilidades ou dificuldades na vida na carne, e esta conduta deve estar debaixo do propósito de Deus para nós.

Quando somos convertidos ao Senhor nossa vida deve refletir a vontade de Deus para nós e não há limites para isto. Ele nos dá o querer e o realizar justamente para que sejamos dEle em todos os aspectos e façamos tudo para que o nome do Senhor seja glorificado.

Nossas decisões para o ano devem refletir isto. Por que iremos começar um novo curso? Está nos planos de Deus? Onde isto nos levará? O novo trabalho a nós oferecido glorifica a Deus? Estou fazendo algo que espiritualmente é contra o que aprendo nas escrituras?

Nosso estilo de vida fala muito da nossa fé. Se somos guiados pelo Espírito Santo de Deus não iremos viver em desacordo com a vontade do Senhor. Assim, não importa mais conquistas terrenas que não venham a estar debaixo da benção de Deus. Como estabelecer isto? É só analisar o lucro espiritual para nós e para os que estão à nossa volta. Se não edifica e traz oportunidade de edificação, então é melhor não fazer.

Há vários trabalhos que um servo de Deus não deveria realizar porque nos afasta de Deus. A prostituição (física e emocional), o roubo, trabalhos que geram corrupção em nós e nos outros são alguns exemplos. Assim, não é uma atividade em si, mas como esta atividade me impacta em termos espirituais.

Se um cargo político me torna corrupto, então não o exercerei, mas se consigo não me corromper, posso exerce-lo. Há trabalhos que nos fazem nos prostituir para alcançarmos posições mais altas. Se consigo evitar a prostituição posso permanecer ali, senão é hora de sair! Nada que nos conduza para longe da vontade de Deus é benção para nós. Importa crescer espiritualmente e não profissionalmente. Na dúvida consultemos o Espírito nas escrituras!

Na hora de nos reposicionarmos estejamos atentos. Importa não deixarmos a família desamparada, mas sem colocarmos em risco a nossa vida espiritual que é mais importante. Deus não desampara o justo e nem os seus filhos! Seremos testados na fé e venceremos sempre que nos submetermos à Cristo.

Assim, oremos para que continuemos sendo prósperos e fortalecidos no Espírito! Peço a Deus que nos ajude a nos desenvolvermos cada vez mais em todas as áreas, pois crescendo no Espírito posso também galgar posições maiores em termos da carne sem me corromper com o mundo. Podemos sim ser ricos e ajudarmos a muitos enquanto submetidos à Deus! Se meu coração está desviado de Deus a pobreza não trará vantagem alguma!

Portanto, peçamos sabedoria e estejamos vivendo no Espírito. Fazendo assim, honraremos a Deus com nossas decisões e posições no mundo e seremos edificadores de vidas por onde estivermos!

O mundo precisa de amor. Então, precisa de Jesus!

Justificados, pois, mediante a fé, temos paz com Deus por meio de nosso Senhor Jesus Cristo; por intermédio de quem obtivemos igualmente acesso, pela fé, a esta graça na qual estamos firmes; e gloriamo-nos na esperança da glória de Deus. E não somente isto, mas também nos gloriamos nas próprias tribulações, sabendo que a tribulação produz perseverança; e a perseverança, experiência; e a experiência, esperança. Ora, a esperança não confunde, porque o amor de Deus é derramado em nosso coração pelo Espírito Santo, que nos foi outorgado.
‭‭Romanos‬ ‭5:1-5‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/rom.5.1-5.ara

Fé, esperança e amor! Estes três componentes andam sempre juntos. Paulo nos ensina que a fé nos levará à situações abençoadas, mas também momentos de tribulação, porquanto entraremos em batalhas por nossas e outras vidas. Estas tribulações geram experiências que nos capacitarão a olhar além das dificuldades que virão.

Davi aprendeu a confiar em Deus quando matou um leão e depois um urso ao proteger suas ovelhas. Isto lhe deu o combustível para enfrentar o gigante Golias. Na perseverança de nossas atividades teremos experiências de vida que nos prepararão para novas situações até mais difíceis. Quem passou por várias tribulações aprende a ter esperança, passando a acreditar que esta será apenas mais uma a ser vencida.

Na vida espiritual isto se traduzirá em atitudes de amor, quando não desistiremos de abençoar e batalhar pela edificação do reino de Deus! Não importa se há problemas a serem vencidos, pois confiamos no Deus provedor, restaurador, criador do universo e o gerador da vida! Ao experimentarmos o Espírito Santo de Deus este amor nos é revelado e não há mais impossíveis para nós.

Sejamos ousados no Espírito, ainda que não estejamos enxergando o final da situação, mas Deus está e nos guiará no processo. Importa estarmos ligados no Espírito e direcionados no Senhor!

Esta é a realidade a ser experimentada, através da salvação em Jesus Cristo, que nos trará a paz com Deus e uma nova forma de vivermos! Tudo se faz novo e ao alcance da fé! Tenhamos a mente de Cristo e sejamos transformados no projeto de Deus para a humanidade, como filhos que serão responsáveis por transformar a face da terra, em amor!

E amor gera obras! Não descansemos ainda, pois o mundo precisa do amor de Deus em Cristo jesus!

A linha de chegada é o começo da eternidade!

Combati o bom combate, completei a carreira, guardei a fé. Já agora a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, reto juiz, me dará naquele Dia; e não somente a mim, mas também a todos quantos amam a sua vinda.”
‭‭2Timóteo‬ ‭4:7-8‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/2ti.4.7-8.ara

Há um aspecto difícil no entender do evangelho. Como uma salvação recebida pela fé pode ser perdida na caminhada, já que tudo é providência de Deus em nós?

A resposta é que não fomos robotizados, mas temos capacidade de aceitar e abrir mão daquilo que Deus nos dá. Foi assim na escolha de Adão e Eva e é assim nos nossos dias.

Quando Paulo declara que combateu o bom combate, completou a carreira e guardou a fé é porque viveu intensamente as escolhas pela perspectiva apostólica, dedicação exclusiva ao reino de Deus.

Viver exclusivamente pelo reino é chamado, dom, vocação de quem deixa a vida tradicional de casa-trabalho para pessoas-pregação. O trabalho passa a ser um meio de subsistência, não mais uma carreira em busca de sucesso na empresa, aumento salarial ou um cargo executivo.

Paulo está falando da carreira do servo, em meio à edificação de igrejas, fortalecimento da fé de pessoas, chorar com os que choram e se alegrar com os que se alegram. A carreira do servo é cansativa emocionalmente, pois há altos e baixos nas condições de vida das pessoas.

Em calamidades como os incêndios de cidades, perseguição das igrejas, inundações, pandemias e etc, estes servos se deparam com toda uma desestruturação de lares e suportando a dor da morte de muitos entes queridos das pessoas assistidas. Além de colocar a própria vida em risco, vivem na dependência da caridade e apoio de outras pessoas engajadas no apoio humanitário e nas orações.

Viver para ajudar em situações difíceis, não provocadas por nós e nem sempre em condições de resolver a questão seja por recursos financeiros ou espirituais tornam a caminhada estressante também. Há que se perseverar. Há que continuar porque é um chamado.

Fazer a obra de Cristo traz fortalecimento e amadurecimento. Enxergamos a graça e a misericórdia de Deus. Somos transformados em instrumentos nas mãos do Senhor e podemos vislumbrar a glória de encontra-lo esperando na linha de chegada!

Não importa quanta distância ainda está para ser percorrida. Importa lembrar que no final seremos vencedores com Cristo e poderemos, juntos, festejarmos a conquista de termos vivido para a edificação de vidas para um reino celestial maravilhoso!

Haverá um dia onde nenhuma dor existirá para os vencedores da fé. Será o pódio, a alegria da vitória, da conquista da eternidade com Cristo, que é um caminho a vencermos diariamente com a ajuda do Espírito Santo. Cada dia a sua preocupação, derramando nossas dúvidas e dificuldades sobre ele, pois é o nosso cuidador e Senhor!

Que dia glorioso será!

Somos justificados e santificados por Deus!

“O mesmo Deus da paz vos santifique em tudo; e o vosso espírito, alma e corpo sejam conservados íntegros e irrepreensíveis na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo. Fiel é o que vos chama, o qual também o fará.”
‭‭1Tessalonicenses‬ ‭5:23-24‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/1th.5.23-24.ara

A visão e ensino dos apóstolos é sempre a de que seremos transformados por Deus e não pelo nosso esforço pessoal apenas.

Quem nos santifica? O Deus da paz! Quem nos cura? O Deus da criação! Quem nos conserva para o retorno de Cristo? O Deus da salvação!

Se Deus não nos criasse, não estaríamos aqui. Se não se revelasse, não o adoraríamos. Se não expusesse os nossos pecados e a salvação em Jesus, não nos arrependeríamos.

Sem o Espírito Santo não há santidade, fruto do Espírito ou segurança da salvação em nós! Sem Deus estamos a nossa própria sorte, sem finalidade ou esperança.

Com Ele há desenvolvimento, edificação, esperança e, o mais importante, a salvação. Será loucura achar que alguns irão para um lugar de comunhão com Deus e outros para um lugar sem a graça dEle?

Onde Deus estiver ali a Sua graça será manifesta. Onde Ele não estiver não haverá consolo. Se isto é razoável de se entender então podemos considerar a possibilidade de haver um paraíso e um inferno.

Cabe a cada um buscar a verdade entregue nas escrituras e decidir crer ou não nelas. Os que confiam o chamam de fiel e justo, e esperam a conclusão da obra espiritual que ocorrerá na volta de Jesus Cristo.

Qual a sua visão a respeito destas coisas? Saiba que nossa vida espiritual depende da decisão de acreditar nestas palavras dadas por Deus mediante Cristo. Esta é a fé que salva. Se ainda não a alcançou então peça, pois Deus a entrega a todos, sem acepção de pessoas.

Deus é bom, ainda que sejamos maus. A justiça é justamente dar a todos a mesma oportunidade de arrependimento. Não ignoremos a salvação, pois só em Deus ela existe e nos traz a paz de quem foi perdoado da impagável dívida do nosso pecado!

Somos cooperadores da obra de Deus!

“Saiu aquele que estivera morto, tendo os pés e as mãos ligados com ataduras e o rosto envolto num lenço. Então, lhes ordenou Jesus: Desatai-o e deixai-o ir.”
‭‭João‬ ‭11:44‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jhn.11.44.ara

Toda vez que leio esta passagem fico maravilhado ao imaginar o evento, presenciando o espanto e admiração, o milagre e a euforia dos amigos e familiares, da satisfação de Cristo ao ver a alegria tomar conta da tristeza!

Cristo veio para dar vida. Temos visto tanto sofrimento neste mundo porque a humanidade não busca a Deus. Não há interesse em crescer ajudando, mas destruir outros para reinar sobre eles.

Nossos corações precisam estar preparados para não nos alegrarmos na tristeza dos outros, mas chorar com eles. Muitas empresas fecharam e pessoas foram demitidas. Não é tempo ainda de comemorarmos porque subsistimos como empresas e muito menos porque somos dos poucos que agora poderão crescer em um mercado com menos competição.

Precisamos crescer por competência e não na alegria da derrota dos demais. Precisamos ser éticos e deixar os costumes do mundo para trás. É tempo de luto enquanto trabalhamos para levantar os que caíram. É tempo de trabalhar para que eles possam voltar.

Uma nação forte é aquela em que os cidadãos trabalham para que ela se fortaleça e não na que estes se enriquecem para levar para fora as riquezas. Se estamos pensando em enriquecer neste país apenas para podermos ir para outro, estamos enganados.

Podemos até ir para fora, mas a nossa motivação deve ser a de levar o amor de Deus e não de buscar conforto em outro lugar. Somos chamados a sermos edificadores aonde estivermos e não meros consumidores. Na velhice ainda daremos frutos e em todo tempo poderemos ser luz para os que se perdem.

Sejamos gratos se permanecemos de pé e humildes para pedir ajuda se cairmos. Nesse tempo, tenhamos compaixão uns pelos outros, crendo e trabalhando para termos dias melhores!

Não há situação que permaneça ruim se temos Deus conosco, Emanuel, Jesus Cristo! Vamos desatar os panos que cobriram os que estão mortos, pois o Senhor está chamando à vida! Somos dos que abrem as portas dos túmulos e tiram as ataduras.

O milagre do ressuscitar é de Cristo! Somos cooperadores dele! Iremos nos alegrar quando a vida voltar e presenciarmos o agir de Deus em nosso meio! Isso é prosperidade!

Para quem trabalhamos?

“E os judeus perseguiam Jesus, porque fazia estas coisas no sábado. Mas ele lhes disse: Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também. Por isso, pois, os judeus ainda mais procuravam matá-lo, porque não somente violava o sábado, mas também dizia que Deus era seu próprio Pai, fazendo-se igual a Deus.”
‭‭João‬ ‭5:16-18‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jhn.5.16-18.ara

Jesus Cristo nos declarou que receberíamos o Espírito Santo ao crermos nele. Somos ensinados pelos apóstolos a nos enxergarmos como filhos de Deus, irmãos de Cristo e co-herdeiros das promessas dadas a Abraão.

Sendo assim, a obra de Deus é transmitida a nós por Cristo na Grande Comissão e no Grande Mandamento. Somos os responsáveis por derramar a graça de Deus sobre a humanidade através do amor!

Assim, se somos filhos, nossa missão na verdade é a nossa posse da herança. Estaremos fazendo por nós, pois o Reino dos Céus nos foi prometido!

Se nos apoderamos do Reino pela fé, então assumamos nossa posição no Reino e trabalhemos para que o Reino prospere, pois somos comprometidos com o sucesso dele!

Se o Reino não é nosso, apenas de Deus, vamos fazer o mínimo necessário e dizermos que o fizemos por nossas limitações.

A verdade é que quando desejamos algo para nós, não há limites em nossas atitudes e vontade, não é mesmo?!

Então, precisamos enxergar de quem é o Reino! Jesus declarou firmemente que o Pai trabalhava no Sábado e que assim ele trabalharia também, pois era necessário.

Ora, somente quem tem a identidade de filho de Deus tomará esta atitude de chamar para si a paternidade do Deus celestial! Isto é algo que o Espírito Santo de Deus nos dá, e só ele!

De quem é o Reino de Deus? Só da Trindade? Como sei que sou filho de Deus?

Se sou filho, importo-me com a herança, pois ela é minha também, pois meu pai está juntando para mim e meus irmãos. Cuidarei do que é dele para que eu e meus filhos possamos usufruir pelas gerações!

“Procura conhecer o estado das tuas ovelhas e cuida dos teus rebanhos, porque as riquezas não duram para sempre, nem a coroa, de geração em geração.”
‭‭Provérbios‬ ‭27:23-24‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/pro.27.23-24.ara

Muitos reinos e riquezas foram comprometidas entre gerações, porque os descendentes não tomaram posse da herança como fizeram seus antepassados!

Deus não tem filhos assim, pois os chama e justifica, entregando-lhes o Espírito que lhes dá a herança espiritual. Assim, o próprio Espírito impele a todo filho de Deus a fazer a obra do Pai!

Se somos filhos, façamos com alegria a obra de Deus, pois é a nossa herança e a nossa oportunidade de edifica-lo para as próximas gerações!

Toda honra e toda glória sejam dadas ao Senhor que nos adota como filhos, através do Primogênito Jesus Cristo!

Testemunhar é compartilhar a fé, em palavras e atitudes de amor ao próximo!

“Tu, pois, filho meu, fortifica-te na graça que está em Cristo Jesus. E o que de minha parte ouviste através de muitas testemunhas, isso mesmo transmite a homens fiéis e também idôneos para instruir a outros.”
‭‭2Timóteo‬ ‭2:1-2‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/2ti.2.1-2.ara

Assim é o evangelho, passado de testemunha a testemunha de Cristo, para edificação de fé em cada coração!

O evangelho tem quase 2000 anos e continua atual. Nos impressiona lermos cartas que parecem terem sido escritas nos dias de hoje.

Pedro, Paulo, João, Tiago, Judas, Lucas e o autor de Hebreus nos revelam que as mazelas da humanidade são atemporais e presentes em todas as culturas.

No entanto, os ensinamentos do evangelho vieram de muito antes. O próprio Jesus Cristo usou citações dos profetas do Velho Testamento para corroborar com as suas pregações.

Todas as escrituras apontavam para a salvação de Deus, o Messias Ungido que traria a restauração à Israel.

O que não havia sido revelado era que Jesus era o Messias, embora as dicas estavam tão claras que até os magos do oriente o encontraram no seu nascimento.

O momento da entrada triunfal de Jesus em Jerusalém havia sido previsto por Daniel, precisamente no ano e na festa em que ele entraria pelos portões aclamado como rei!

Jesus ensinou um reino espiritual, não material. Onde o amor é a moeda, a recompensa e o produto!

Jesus é a verdade da graça de Deus para com a humanidade que continua fazendo as mesmas coisas pelos mesmos motivos, com o mesmo resultado: pecado!

Portanto, nascemos dentro de um ambiente que ainda é antagônico a Deus e dependemos do evangelho para termos comunhão com Ele novamente.

A fé vem pela pregação do evangelho que é suportada pelos testemunhos e sinais que continuam sendo compartilhados entre os que creem.

Jesus é quem lidera a igreja que ele comprou com o seu sangue derramado na cruz. A redenção dos que agora vivem para ele e não mais para o mundo.

Guerras, pandemias, terremotos, calamidades, depressão econômica, tudo isto não é novidade debaixo do céu. Já houve e acontecerá de novo, até que Jesus venha reinar sobre a Terra.

Antes, agora ou depois, iremos testemunhar das maravilhas de Deus, feitas em Cristo Jesus, para nos trazer a verdadeira riqueza humana. Pela fé seremos transformados!

Ouçamos, testemunhemos, trabalhemos para que o evangelho seja conhecido por toda a Terra.

Afinal, se isto para nós é um tesouro e entendemos que é bom, não podemos esconde-lo do mundo.

Jesus desceu até nós para nos revelar o amor de Deus, agora é a nossa vez de transmitir as Boas Novas da salvação!

E isto, faremos pela fé, amor e gratidão pela salvação de Deus aos que não o buscavam e nem o conheciam! Glórias a Deus nas maiores alturas e paz na Terra aos homens a quem Ele quer bem!