Não economizemos as flechas de vitória!

Quando Eliseu estava sofrendo da doença da qual morreria, Jeoás, rei de Israel, o visitou e chorou por ele, dizendo: “Meu pai, meu pai! Você era como os carros de guerra de Israel e seus cavaleiros!”. Eliseu lhe disse: “Pegue um arco e algumas flechas”, e o rei fez o que ele pediu. Então Eliseu lhe disse: “Ponha a mão sobre o arco”, e pôs suas mãos sobre as mãos do rei. Em seguida, ordenou: “Abra a janela que dá para o leste”, e o rei a abriu. Depois, Eliseu disse: “Atire!”, e o rei atirou uma flecha. “Essa é a flecha do Senhor”, anunciou Eliseu. “É uma flecha de vitória sobre a Síria, pois você conquistará completamente os sírios em Afeque.” Depois, Eliseu disse: “Agora pegue as outras flechas e atire-as contra o chão”. O rei pegou as flechas e atirou-as contra o chão três vezes. O homem de Deus se irou com ele. “Você deveria ter atirado contra o chão cinco ou seis vezes!”, exclamou. “Assim, teria ferido os sírios até que fossem completamente destruídos. Agora você será vitorioso apenas três vezes.””
‭‭2Reis‬ ‭13:14-19‬ ‭NVT‬‬
https://www.bible.com/1930/2ki.13.14-19.nvt

Eliseu irou-se porque o rei não soube usufruir da palavra profética. Assim tem sido a vida do Cristão que não usufrui da condição da nova vida que possui. Somos feitos novas criaturas porque renascidos do Espírito e do fogo, não mais errantes no pecado de outrora. Não estamos mais como escravos do pecado e nem servindo a Satanás, mas agora temos um Senhor e estamos fazendo parte do Exército de Deus para destruir as potestades do mal.

Temos palavras proféticas em toda a Bíblia e acabamos por não tomar posse delas. Chegamos a obedecer em parte, mas ainda tímidos em executar em toda a sua plenitude como o rei Jeoás. E por que? Ora, por causa da nossa falta de visão espiritual daquilo que Deus separou para cada um de nós. Somos chamados agora de filhos de Deus, herdeiros das promessas e justificados em Cristo. Como cavaleiros cabe a nós a condução das batalhas da vida para nos defendermos e defender àqueles que amamos.

E o que temos feito? Quando muito pedimos ajuda para uma cura ou uma benção material, como se isto fosse tudo de sobrenatural que passou a estar em nosso alcance. Jesus nos diz que a autoridade que está sobre ele agora também está sendo colocada sobre nós, seu corpo. Tudo o que ligarmos na Terra, o que concordarmos segundo o seu propósito, para a glória de Deus e edificação do Reino de Deus, está ao nosso alcance.

Mas, temos lançado duas ou três flechas, dando espaço para o inimigo permanecer na luta contra nós. Hoje é dia de mudarmos esta história. Temos um Senhor que nos comissionou a conquistarmos o mundo e já temos tudo de que precisamos, ou seja, do Espírito Santo depositado em nós! Devemos fazer com que o Fruto do Espírito gere seus rendimentos em nossas vidas e venhamos a desenvolver plenamente as obras de fé. Em Cristo somos mais que vencedores, ainda que enfrentando as mesmas doenças, dificuldades financeiras, perseguições e lutas que todos a nossa volta. Pelo Espírito podemos profetizar a mudança das circunstâncias e enfrentar de frente todos os desafios.

Não importa se desejam nos destruir ou calar, dificultar a nossa vida ou trazer dor, importa que a eternidade já nos está prometida em Cristo e devemos compartilhar esta fé em todo tempo e lugar. O custo pode ser o da nossa própria vida, mas é investimento para a vida eterna. A vitória é daqueles que creem nas promessas e atiram as flechas espirituais a destruírem as obras do mal. O inimigo não tem poder contra elas e não as temos lançado como deveríamos.

O que gostaríamos de fazer para Deus e estamos tímidos para fazer? Oremos e peguemos o arco e as flechas, declaremos a vitória sobre o inimigo de nossas vidas, lancemos em sua direção e partamos para o ataque! É na fé que venceremos. Em Cristo estabeleceremos um reino de paz nos corações e mentes e Deus será glorificado por um exército que confiou nas armas e na cobertura espiritual enviada.

Não tema. O Salmo 91 nos ensinou que no esconderijo do Altíssimo não seremos abalados, mas nós que abalaremos o mundo à nossa volta. Creia e lance as flechas da vitória sem dó do diabo e seus anjos!

Ano 2#132