Não devemos ignorar a graça de Deus!

Aquele que não conheceu pecado, ele o fez pecado por nós; para que, nele, fôssemos feitos justiça de Deus. E nós, na qualidade de cooperadores com ele, também vos exortamos a que não recebais em vão a graça de Deus (porque ele diz: Eu te ouvi no tempo da oportunidade e te socorri no dia da salvação; eis, agora, o tempo sobremodo oportuno, eis, agora, o dia da salvação);
‭‭2Coríntios‬ ‭6:1-2‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/2co.5.21;6.1-2.ara

Quem recebe a Jesus como Senhor é feito justiça de Deus! Esta é a salvação prometida no nascimento de Cristo, nas Boas Novas anunciadas pelos anjos aos pastores! Tremenda é esta revelação, pois ao não compreende-la continuaremos perseverando na salvação pelas obras. Não há como nos justificarmos sendo, ao mesmo tempo, operadores de obras e de pecados sem que sejamos transformados por dentro em seres santificados!

O operar do pecado nos impede de progredirmos para a santificação. Sem o Espírito Santo como combatemos a nossa natureza carnal? Ora iremos fazer coisas boas, ora coisas más! E uma árvore boa não pode dar maus frutos! Ou são bons ou ruins. Assim, nossa vida precisa ser transformada em Deus!

Ignorar a salvação é justamente abrir mão desta revelação. Receber em vão a graça de Deus é não atentar para a edificação que ela nos traz, a transformação espiritual designada para nos fazer santos, justificados por Deus sem o nosso merecimento! Ouvir e nada fazer a respeito é ainda pior, pois é com dolo que assim procedemos. Há que se atentar para as palavras de fé, pois é através delas que poderemos alcançar tão grande salvação!

Há muitas promessas nas escrituras e todas elas são vivenciadas por meio da fé. Há palavras de cura, de libertação e, a principal, de salvação. Todas são alcançadas em Cristo, a graça encarnada, a presença de Deus entre nós como homem. Ele é o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo e nos justifica diante do Pai. Nele convergem toda a palavra, promessas e profecias. Tudo o que recebemos em Cristo nos suprirá por toda a eternidade, pois estaremos conectados, preenchidos, edificados e abençoados por Deus.

O Senhor ouviu a aflição da humanidade que está mergulhada em seus próprios pecados, afastada de Deus em rebeldia, e enviou a salvação através de Cristo. Ignora-la é desejar permanecer em rebeldia, desejar a violência, o ódio, o desespero, a fome, a nudez e todo tipo de maldade que existe onde não se deseja a presença de Deus. Ignorar a graça é apegar-se à maldição do pecado e o fim é o inferno que já começou a ser vivenciado neste mundo, mas será muito pior na eternidade.

Que sejamos sensíveis à graça e nos agarremos firmemente na salvação que só há em Cristo Jesus. Não permaneceremos pecando pois já estaremos justificados e edificados em um novo nascimento. Recomeçar com novas atitudes nos levará a novos resultados. Permanecer nas velhas atitudes nos manterá no pecado. Por que permanecer assim se Cristo nos deu sua vida para que fôssemos salvos?

A falta de fé é também falta de lógica espiritual e torna-se ignorância, falta de senso e de sabedoria. Receber a graça é ter fé, humildade e entendimento de nossa condição de pecadores afastados de Deus, no caminho da perdição. Se ignorarmos esta graça que outra salvação nos resta?

Ano 2#118

Quem ama não será esquecido!

Ora, estando Jesus em Betânia, em casa de Simão, o leproso, aproximou-se dele uma mulher, trazendo um vaso de alabastro cheio de precioso bálsamo, que lhe derramou sobre a cabeça, estando ele à mesa. Vendo isto, indignaram-se os discípulos e disseram: Para que este desperdício? Pois este perfume podia ser vendido por muito dinheiro e dar-se aos pobres. Mas Jesus, sabendo disto, disse-lhes: Por que molestais esta mulher? Ela praticou boa ação para comigo. Porque os pobres, sempre os tendes convosco, mas a mim nem sempre me tendes; pois, derramando este perfume sobre o meu corpo, ela o fez para o meu sepultamento. Em verdade vos digo: Onde for pregado em todo o mundo este evangelho, será também contado o que ela fez, para memória sua.”
‭‭Mateus‬ ‭26:6-13‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/mat.26.6-13.ara

Jesus prenunciara que em todo o mundo seria pregado o evangelho. E isto ocorreu porque os discípulos obedeceram e morreram contando, testemunhando e compartilhando sobre as boas novas da salvação. E por que fizeram? Pela mesma causa desta mulher, por amor ao mestre, por terem sido salvos da condenação do mundo, por se sentirem amados de Deus a ponto de não terem nada mais precioso do que a Sua presença!

Esta mulher já não se importava mais com as suas economias e os discípulos foram até o final, com o sacrifício da própria vida. Qual o valor de nosso encontro com Jesus? Será que entendemos de verdade o que ganhamos ao conhece-lo? Será que a percepção de valor deste amor nos fará chegar nas mesmas atitudes que essas pessoas tiveram após conhece-lo?

Os mesmos discípulos que criticaram a mulher tiveram dois comportamentos distintos. Um deles vendeu o mestre por 30 moedas de prata e os demais se tornaram apóstolos e pregadores do evangelho. Não há quem fique no meio do caminho, pois se não testemunharmos a favor de Cristo então não temos a percepção de que fomos perdoados e deixaremos de buscar agradar ao Senhor eternamente.

Ora, se não desejo agrada-lo por toda a eternidade, por buscar viver uma vida justa e santificada, por que deveria ser forçado então? Deus não nos obriga e não obrigará. Cada um terá a sua oportunidade de mostrar o que deseja fazer em sua eternidade após passar por este breve período nesta terra. Aqui é um teste e cada um passa de maneiras diferentes. Poucos possuem muito e serão tentados a viverem regaladamente esquecendo-se dos que estão necessitados. Outros vivem em miséria e tormentas, podendo amaldiçoar a Deus ou buscar consolo nEle.

Nossa resposta ao evangelho é que nos trará a presença ainda maior de Deus ou nos afastará por completo dEle. A indiferença é também uma ação de não buscar aproximação. Ora, será que ter saúde em uma pandemia, recursos em um mundo de dificuldades, educação onde muitos não aprenderam a ler e escrever, conhecimento de que há um Deus que salva, cura e transforma no meio da escuridão espiritual não é motivo para estarmos desejosos de agrada-lo e adora-lo?

Aquela mulher sentiu-se liberta e amada, não foi julgada por Cristo embora julgada pelo mundo! Ela que muito havia pecado, agora muito amava o mestre e sua atitude ficou registrada para a eternidade porque assim declarou o Senhor! Quem ama não será esquecido e nem abandonado do Senhor! Estará com Ele eternamente! Podemos chorar hoje, mas a certeza do amanhã glorioso nos capacita a desejar glorificar a Deus a todo o tempo. Então comecemos agora, entoando cânticos de louvor e adoração porque Ele é santo e merecedor de toda honra!

Ano 2#105

Andar no amor é reflexo da fé em Cristo!

E agora, senhora, peço-te, não como se escrevesse mandamento novo, senão o que tivemos desde o princípio: que nos amemos uns aos outros. E o amor é este: que andemos segundo os seus mandamentos. Este mandamento, como ouvistes desde o princípio, é que andeis nesse amor. Porque muitos enganadores têm saído pelo mundo fora, os quais não confessam Jesus Cristo vindo em carne; assim é o enganador e o anticristo. Acautelai-vos, para não perderdes aquilo que temos realizado com esforço, mas para receberdes completo galardão.
‭‭2João‬ ‭1:5-8‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/2jn.1.5-8.ara

Andar em amor, segundo os mandamentos do Senhor é o que é pregado nas igrejas. É a síntese do evangelho e o trabalhar diário do Espírito Santo em nós. Nossa parte é vivermos desta forma a nós proposta, aprendendo a fazer tudo isto com alegria e gozo, porque está nos edificando em conformidade com o Filho de Deus!

Muitas filosofias do mundo desejam ensinar coisas semelhantes, mas retirando de Cristo a primazia ou mesmo ignorando-o por completo. Esta é a tática do diabo que deseja que o mundo se perca junto com ele. Não podemos deixar de pregar a Cristo, pois o mundo carece da visão do céu para ser salvo.

O mundo já tentou de tudo para melhorar e nos ciclos da história só vemos as desgraças. Só há prosperidade quando o evangelho é plenamente observado, não o evangelho distorcido, mas o que reflete a fé genuína. Quando as nações esquecem de Deus o caos volta a partir da violência e do adultério. Pela prática do pecado se perdem e voltam para a escuridão e o estado final é pior que o anterior.

Violência e adultério são características da rebeldia e do desejo da carne. O Espírito traz domínio e equilíbrio não permitindo que tais coisas sejam praticadas em nossas vidas. Somos cativos se vivemos pela carne, mas livres se vivermos pelo Espírito. Cristo nos libertou pelo sacrifício na cruz e pela fé recebemos a libertação do pecado.

Nosso galardão está sendo acrescentado no céu por vivermos no evangelho. Aqui teremos facilidades e dificuldades com isto, mas não devemos viver sem pensar no que nos aguarda. É sermos plenos na vida de agora para sermos ainda mais na vindoura. E a plenitude aqui é sermos homens e mulheres que amam e glorificam a Deus!

A santificação é vivermos para Deus segundo os seus preceitos. Pode ser que deixemos de fazer coisas que gostemos, mas certamente teremos novas experiências maravilhosas no Espírito que nos trarão resultados muito melhores. A vida com Deus supera em muito a vida pela carne!

Sejamos maduros e vivamos no crescimento espiritual contínuo. Deixemos as fraldas do viver pela carne e comamos o alimento sólido do amor ao próximo. Nesta caminhada seremos fortalecidos e preparados para adentrarmos os portões da cidade celestial que está esperando um povo semelhante ao Filho de Deus!

Ano 2#96

Estamos na caravana para reedificação da fé nos corações!

Toda esta congregação junta foi de quarenta e dois mil trezentos e sessenta, afora os seus servos e as suas servas, que foram sete mil trezentos e trinta e sete; e tinham duzentos cantores e cantoras. Os seus cavalos, setecentos e trinta e seis; os seus mulos, duzentos e quarenta e cinco; os seus camelos, quatrocentos e trinta e cinco; os jumentos, seis mil setecentos e vinte. Alguns dos cabeças de famílias, vindo à Casa do Senhor, a qual está em Jerusalém, deram voluntárias ofertas para a Casa de Deus, para a restaurarem no seu lugar. Segundo os seus recursos, deram para o tesouro da obra, em ouro, sessenta e um mil daricos, e, em prata, cinco mil arráteis, e cem vestes sacerdotais. Os sacerdotes, os levitas e alguns do povo, tanto os cantores como os porteiros e os servidores do templo habitaram nas suas cidades, como também todo o Israel.
‭‭Esdras‬ ‭2:64-70‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/ezr.2.64-70.ara

Esta caravana saiu do cativeiro de volta para Jerusalém, com a finalidade de reconstruir o templo e restabelecer o serviço sacerdotal. Não foi a única caravana a retornar do exílio, mas certamente a que teria por foco trazer de volta s comunhão com o SENHOR.

O povo não diminuiu e não voltou como escravo. Prosperou na terra em que estava cativo. Obedeceram aos estatutos de viverem para voltarem, mas ainda erraram ao tomarem mulheres de outras nações. Deus queria lhes transformar sem que cedessem a outros deuses, o que certamente não ocorreria com esta mistura. Sabemos que as mulheres são obstinadas em orações e se possuem outros deuses não os deixariam facilmente.

Ainda assim o povo retornou pelas mãos do SENHOR e começou o trabalho de reedificar uma nação. Foi necessário uma limpeza interna, buscando firmemente abrir mão do que o mundo lhes dera porque não seria possível continuar com o coração dividido. Hoje ainda estamos nesta luta interior de nos tornarmos completamente de Deus!

Enquanto nossas vidas não se tornam um sacrifício vivo, santo e agradável a Deus não conseguimos priorizar o reino de Deus e nem nos permitir passar pela transformação. Santificação é algo radical, pois não se santifica com um pé em cada lugar. Ou buscamos a Deus ou permanecemos no cativeiro do mundo.

Sair do mundo e permanecer pensando nele é o que o povo fez ao sair do Egito e atravessar o Mar Vermelho. Não demorou para reclamarem e decidirem em seus corações que deveriam retornar. Não deram o passo de fé e duvidaram de que o SENHOR lhes daria a vitória.

Santificar-sé é também andar pela fé! Importa abandonarmos o cativeiro do pecado porque temos o Espírito Santo a nos dar vitória. Em Cristo recebemos o decreto de irmos para a Jerusalém Celestial e não mais vivermos como escravos do pecado, mas como livres habitantes de uma terra abençoada!

Estamos no caminho e estamos cheio de víveres para completarmos a jornada. Não somos poucos e há várias caravanas para chegar. No entanto, a nossa está responsável por levantar a comunhão com Deus no templo dos corações e nossa oferta de amor trará o benefício para todos. Ainda assim devemos nos santificar porque o SENHOR é santo e merece o melhor de nós!

Ano 2#95

O conhecimento da verdade é a nossa vantagem espiritual!

Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade.
‭‭2Timóteo‬ ‭2:15‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/2ti.2.15.ara

Imagine um advogado que usa um parágrafo de uma lei para amparar a defesa de seu cliente e esta lei não tem a interpretação que ampare esta causa. Imagine um médico que adota uma conduta que não é pertinente a uma doença a ser tratada. Agora imagine usarmos um versículo bíblico fora do contexto para amparar nosso pecado ou para concordar com uma forma de vida errada diante de Deus!

Estamos vivendo um momento onde a preguiça por conhecermos está crescendo à medida que temos os buscadores de conteúdo na internet. Já podemos entender doenças, procedimentos de Direito, e há muitas pregações e explicações de textos bíblicos à nossa disposição. Mas, chegará o momento em que encontraremos para os mesmos sintomas diversas condutas, para uma mesma causa várias abordagens e para a interpretação do texto bíblico teses antagônicas!

Sem o estudo aprofundado de algo iremos jogar dados (lançar ao acaso) ao usarmos o conhecimento de internet. Os buscadores partem do princípio de que o número de apontamentos para uma determinada página é fator de segurança de que o conteúdo tem valor. Basta que eu crie inúmeras referências a uma página e ela comece a surgir com maior indicação de relevância nos buscadores. Claro que as ferramentas buscam com algoritmos que detectam fraudes, mas veja que não conhecem a veracidade da informação, mas partem do pressuposto de que se as pessoas confiam, então é confiável. E isto não necessariamente é verdade!

Ora, se o pecado superabunda no mundo como posso confiar na pregação online de conteúdos a partir de pessoas que não conheço o procedimento, a fé ou a intenção? Este blog mesmo, por que confio nesta Mensagem do Evangelho? Sem conhecer a Deus e o Seu Espírito Santo posso ser ludibriado por textos bem escritos que manipulam minha mente e coração. Disfarçados em graça e misericórdia podem estar cheios de armadilhas para desviarem a minha vida do verdadeiro propósito de Deus.

Se não busco estudar as Escrituras dificilmente perceberei sutilezas que desviam o caráter Cristão e que podem levar à minha morte espiritual. Pior, vou replicar a outros o texto que li e gostei, sendo prejuízo na vida de outras pessoas também. Imagine apontar um conteúdo de saúde para uma pessoa doente que passe a acreditar naquela receita natural e perde a janela de oportunidade de entrar com a medicação correta?

Não saber manejar a palavra da verdade é como ter uma arma de fogo e não saber como utiliza-la com segurança. Torna-se tão perigoso como o bandido que vem nos assaltar! Usamos a busca online para identificarmos alternativas que possivelmente não pensamos, mas temos discernimento para aplicar a melhor sugestão. Quando não sabemos acabamos por colocar as nossas vidas nas mãos de quem escreveu o conteúdo. Oremos bastante antes disto, para que Deus não permita que venhamos a acessar o erro e entrarmos em grande perda!

Em questões de fé e salvação não podemos delegar para outros o conhecimento da verdade, pois a nossa eternidade e a dos que nos cercam depende disto. Qual a fonte que é viva e eficaz, que já perdura mais de 2000 e outras partes mais de 3000 anos e é unanimidade em todas as gerações? Onde devo buscar a fonte para a vida eterna e o conhecimento do Deus único e verdadeiro? Onde encontrar as palavras de vida eterna e aprender sobre quem nos prometeu e morreu por nós para que a recebêssemos? Não há outro lugar para aprendermos de Deus que não a Bíblia!

Não há website ou promotor do Evangelho melhor que o próprio escritor, o Espírito Santo! É na comunhão com o Senhor que teremos pleno conhecimento de Sua pessoa e isto não se aprende a partir somente da experiência alheia, precisamos ter a nossa próprio. Portanto, busquemos meditar na Palavra da Verdade de dia e de noite, pois serão vida para nós, bálsamo para quem nos ouvir e fortalecimento de fé para aqueles que virem o nosso proceder segundo o propósito de Deus em Cristo Jesus!

Sem conhecer a palavra de Deus terei vergonha de falar sobre ela, de dar testemunho e de buscar ensinar. Se não conheço estarei vivendo de maneira errada diante de Deus por princípio. Mas, conhecer e não praticar será ainda pior! Que possamos aprender e praticar. O obreiro é aquele que aponta para Cristo ressurreto e o aprovado é o que faz segundo o ensino. Não haverá vergonha no dia que nos apresentarmos diante do SENHOR!!!!

Ano 2#90

Mais uma vitória que temos em Cristo: do espírito sobre a carne!

Então, ao querer fazer o bem, encontro a lei de que o mal reside em mim. Porque, no tocante ao homem interior, tenho prazer na lei de Deus; mas vejo, nos meus membros, outra lei que, guerreando contra a lei da minha mente, me faz prisioneiro da lei do pecado que está nos meus membros. Desventurado homem que sou! Quem me livrará do corpo desta morte? Graças a Deus por Jesus Cristo, nosso Senhor. De maneira que eu, de mim mesmo, com a mente, sou escravo da lei de Deus, mas, segundo a carne, da lei do pecado.
‭‭Romanos‬ ‭7:21-25‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/rom.7.21-25.ara

Paulo fala a respeito de uma luta interior onde há a carne lutando para permanecer no pecado e a mente sendo transformada pelo evangelho nos apontando uma vida de santidade. Embora já tenhamos adentrado nesta questão, não podemos nos esquecer de como sairmos vitoriosos nesta luta diária interior!

Nossa carne milita contra nós, pois foi treinada a pecar e a desejar. Não podemos ignorar nossa condição de viventes em um corpo que possui sentidos para nos guiar e trazer informações para a nossa tomada de decisão. Nossas ações são tomadas a partir de uma fusão de dados sensoriais incrementadas por nosso racional em uma base de conhecimentos e, por isso, ocorre este embate.

Quando recebemos a Cristo como Senhor recebemos também um acréscimo de nossa base de conhecimentos onde as questões espirituais vão se desdobrando. A leitura das Escrituras vão nos trazendo novas descobertas, alterando regras que tínhamos para nós mesmos e acabamos por ir substituindo aos poucos as respostas aos mesmos estímulos que o mundo continua nos apresentando.

Mas, e quando ainda algumas regras construídas ao longo de anos estão sendo regravadas e entram em conflito com as novas? Quando passamos anos treinando nossas vistas a olhar para mulheres e de uma hora para outra percebemos que o deseja-las era uma forma de nos prepararmos para o adultério que agora não desejamos cometer? Os olhos continuam a buscar, mas o cérebro diz para parar.

Este simples exemplo explica uma luta de transformação interior que pode levar alguns minutos, dias, anos e até pode ser permanente se não conseguirmos ajuda do Espírito Santo! É no Senhor que temos a vitória do espírito sobre a carne! É na perseverança espiritual que venceremos nosso sistema carnal, que demandará energia nossa. Passar por esta luta é natural e não constitui um estágio de quem não é salvo em Cristo, mas o contrário. Se não for o Espírito Santo que agora habita em nós, jamais entraríamos no embate da carne contra o Espírito.

Portanto, estejamos felizes por estarmos nesta luta interior. Perseverando até o fim nos dará condições de adentrarmos com alegria na presença de Deus, pois Ele É santo e a nossa luta contra a nossa carne é o que chamamos de santificação. Iremos lutar contra a nossa vaidade, imoralidades, glutonarias, todo tipo de excesso em que não traria benefícios nem para nós e nem para os outros. Se temo a Deus desejarei agrada-lo como um filho deseja agradar o seu pai e sua mãe. Se não desejo é porque não os amo…

Nossa alegria advém de termos Cristo em nós, um espírito sendo fortalecido e uma direção segura para atravessarmos esta luta interior. Nossa carne será vencida e nos apresentaremos com as vestes lavados no sangue do Cordeiro que nos tornou santos para corrermos a corrida da santificação! Só corre quem é corredor, só pinta quem é pintor e só se santifica quem é santo! Se Jesus não nos santificar, perderemos a batalha contra a carne e permaneceremos em nossos pecados.

Já buscamos a Cristo para recebermos dele a justificação e a santidade?

Ano 2#87

Busquemos o poder do Espírito!

Então, Jesus, no poder do Espírito, regressou para a Galileia, e a sua fama correu por toda a circunvizinhança. E ensinava nas sinagogas, sendo glorificado por todos.
‭‭Lucas‬ ‭4:14-15‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/luk.4.14-15.ara

Muitos desejam fazer a obra de Deus, mas nem todos estão realizando no poder do Espírito. A obra é proclamar a Cristo como Senhor e salvador, mas quem convence o homem do pecado, da justiça e do juízo é o Espírito Santo!

Jesus não estava apenas como homem, mas totalmente revestido da divindade. Nos ensina, cura e restaura através do mesmo Espírito que estava com ele enquanto passou entre nós. Assim deve ser com todos os que desejam segui-lo. Sem o poder do Espírito estaremos falando sem entregar a convicção, sem levar o temor, sem conectar os corações ao de Deus.

Atuar sem o Espírito seria o mesmo que levar um placebo a quem precisa do remédio ativo. É como lançar água morna para refrescar em um dia quente, é sermos incapazes de mudar a percepção de quem ouve para a mensagem ministrada.

Precisamos buscar a Deus e isto ocorre através do Espírito Santo que está derramado sobre toda a Terra desde o Pentecostes logo após a ressurreição e ascensão de Cristo. Nos entregou para termos o poder de levar a fé aos corações e o alimento espiritual aos famintos.

Busquemos ao Senhor enquanto podemos acha-lo. Sejamos perseverantes e diligentes, pois sem a presença do Espírito estaremos vivendo sem a força espiritual que nos transforma e leva transformação, e que nos dá testemunho da salvação e condições de darmos este testemunho aos que precisam de uma luz para os guiar a Cristo.

Glorifiquemos ao Senhor Jesus Cristo, pois pela sua obra redentora temos acesso ao poder de Deus para as nossas vidas e a dos que estão à nossa volta!

Ano 2#85

A nova vida é um trabalho diário de santificação!

Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que creem no seu nome; os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus. E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai.
‭‭João‬ ‭1:12-14‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jhn.1.12-14.ara

A graça e a verdade vieram abundantemente à Terra na pessoa de Cristo, o messias, o Filho de Deus encarnado! Era o Filho único, o unigênito, mas ao se entregar na cruz por nós, passou a ser o primogênito! Fez com que todos que crescem em seu sacrifício redentor se tornassem filhos de Deus e, portanto, irmãos e co-herdeiros das promessas do Pai!

Passar a ser irmão de Jesus significa possuir o Espírito Santo em nós e sermos capazes de fazer o que Jesus fez, trazendo a graça e a verdade a outros. Este é o papel da família espiritual criada em Cristo e chamada de Igreja. Não há Igreja sem Cristo e não há filiação em Deus sem termos recebido do Seu Espírito Santo através de Cristo!

Ser Cristão é buscar a filiação em Deus através de Jesus e seguir o caminho da vida à serviço do próximo para glorificar o nome do Pai. Isto em amor e gratidão por termos recebido a salvação que não merecíamos. O pecado nos impede de servirmos em amor e é necessário nascermos novamente de Deus para que isto seja possível.

Este novo nascimento faz com que boa parte do nosso velho homem/mulher sejam abandonados, enquanto a nova natureza começa a fazer uma transformação interna. Esta transformação se chama santificação e leva um tempo para cada um de nós.

Enquanto nos santificamos uma parte do velho homem continua lutando contra a nova natureza e isto é um processo pessoal em que temos de perseverar, não desanimar e clamar muitas vezes que o Espírito nos fortaleça para que a nossa carne morra de vez. Mas, algumas vezes leva mais tempo e precisamos continuar lutando. Isto é o caminhar com Jesus!

Os apóstolos passaram por isto e no livro de Atos lemos discussões, situações de conflito no abandono da Lei para a graça e outros fatores que fizeram com que os discípulos recebessem a direção do Espírito e nos ajudassem hoje em nosso tempo.

Sentir desejos antigos não é pecar, desde que não os acolhamos em nossas mentes e corações. Precisamos lutar contra isto, mas não significa que não fomos regenerados. Ser regenerado é ser capaz de lutar contra isto, pois antes não tínhamos força e muitas vezes nem o desejo de interromper tais situações, mas no Espírito Santo temos o domínio próprio que nos capacita a dizer não para o que não desejamos mais praticar!

Os filhos do Pai receberam poder em Jesus para viverem buscando e exercendo a santificação, um trabalho diário voluntário e dependente do pleno conhecimento de Cristo. Isto é maravilhoso, pois agora temos acesso a Deus pelo Filho, para vivermos o propósito a nós entregue na nova vida! Deus seja louvado!

Ano 2#66

Onde temos buscado as palavras de vida eterna?

Então, perguntou Jesus aos doze: Porventura, quereis também vós outros retirar-vos? Respondeu-lhe Simão Pedro: Senhor, para quem iremos? Tu tens as palavras da vida eterna; e nós temos crido e conhecido que tu és o Santo de Deus.
‭‭João‬ ‭6:67-69‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jhn.6.67-69.ara

Ao reconhecermos Jesus Cristo como Senhor e salvador já não conseguimos deixar de segui-lo. Ao reconhecer que ele tem as palavras de vida eterna, como abandona-lo? No entanto, se não entendermos suas palavras também iremos nos escandalizar como muitos discípulos fizeram e o deixaram.

A questão fundamental reside em conhecer Jesus como o dono da vida, aquele que nos dá de si mesmo para que vivamos através dele. Se entendermos isto e nos apegarmos a esta verdade, então não o abandonaremos e nem o trairemos. E este discernimento vem através do Espírito Santo. Sendo assim, sem a manifestação de Deus para nos abrir a mente e coração, não temos como compreender a maravilha da graça que salva o homem.

Viver em Cristo requer mais que acreditar nele, é realizar as obras que ele deixou para nós. É andar nos seus passos através de nos alimentarmos do próprio Cristo. Isto é o espiritual agindo no material. É recebermos do Espírito Santo para agirmos neste mundo.

Ora, sem crer que Jesus é o Cristo e sem conhece-lo jamais seria possível confiarmos no Evangelho. Não há Evangelho sem Jesus e nem caminhar no Evangelho sem Jesus! Por isso a mensagem que ele deixou era de nos alimentarmos dele que é o Pão que desceu do céu, e que deveríamos beber do seu sangue que nos traz as promessas da Nova Aliança.

Glórias a Deus por tão grande graça! Tomemos posse desta herança bendita e prossigamos em conhecer a Cristo nos alimentando do Senhor e caminhando com ele! Seremos abençoados, transformados, cuidados, libertos e justificados em todo o tempo da caminhada.

Nosso propósito é o de nos santificarmos para nos encontrarmos com o Deus Santo e tremendo. No Dia do Julgamento exultaremos porque a fé que nos foi dada em Cristo terá feito a obra em nós e teremos o nosso nome escrito no Livro da Vida! Portanto, estejamos alegres pois as palavras de vida eterna em Cristo já estão nos transformando para a glória do SENHOR. Creiamos no Santo do Deus!

Ano 2#64

Oremos pela igreja perseguida!

Houve ocasiões em que foram expostos a insultos e espancamentos; em outras, ajudaram os que passavam pelas mesmas coisas. Sofreram com os que foram presos e aceitaram com alegria quando lhes foi tirado tudo que possuíam. Sabiam que lhes esperavam coisas melhores, que durarão para sempre. Portanto, não abram mão de sua firme confiança. Lembrem-se da grande recompensa que ela lhes traz. Vocês precisam perseverar, a fim de que, depois de terem feito a vontade de Deus, recebam tudo que ele lhes prometeu.
‭‭Hebreus‬ ‭10:33-36‬ ‭NVT‬‬
https://www.bible.com/1930/heb.10.33-36.nvt

O início da igreja foi tão difícil como está sendo agora. Nenhum povo que possuía sua religião definida se sentiu em paz quando o Evangelho entrou em suas fronteiras. A mudança de crença traz uma desestabilização em fatores da fé e da cultura que geralmente é desenvolvida em função da fé. Se há determinados alimentos julgados impuros então estes não entram naquela região. Se há usos e costumes considerados adequados ou inadequados pela religião, isso balizará o código de conduta dos habitantes do local. Se há a determinação de que uma determinada casta, cor de pele ou condição social deve prevalecer sobre outras, então isto será feito desta forma.

Agora imaginemos nações estruturadas sobre tais paradigmas receberem uma fé onde há apenas um Deus, um mediador entre Deus e os homens, não tendo nenhum sacerdote para levar sacrifícios. Não há um templo para adora-lo, pois nós homens somos o templo do próprio Espírito Santo. Não há ninguém melhor ou maior que ninguém, pois todos pecaram e destituídos foram da glória de Deus e quem crer já está salvo. Nenhum alimento é impuro se dermos glória a Deus pelo alimento recebido. Que se nos vestirmos para a glória de Deus, sem escandalizar, mantendo o visual bem definido de homem e mulher, estará bem onde quer que estivermos. Que a mulher tem os mesmos direitos dos homens na salvação, tendo homem e mulher funções diferentes na construção da família por definição biológica. E que o estrangeiro, a viúva e o órfão devem ter a nossa atenção permanente. Ora, isto é uma grande loucura para muitas nações!

Tal fé perturba onde quer que vá, pois tira o poder da tirania de homens sobre homens e nos torna iguais diante de Deus e diante dos homens. O rico serve ao pobre e o pobre ao rico. O homem serve à mulher e a mulher serve ao homem. O pai cuida do filho e o filho cuida do pai. Um sistema em harmonia não é proveniente do homem e, por isso, não agrada aos homens. Ainda assim não é um sistema comunista pois nos é dada a oportunidade de termos propriedades, sendo justos com quem não tem. Não é socialista pois o governo não é o dono de tudo, mas nós é que construímos e suportamos todas as coisas. Não é capitalista pois não desejamos receber mais do que o justo e nos tornarmos ricos a custa da pobreza de outros, tudo isto no sentido de aplicação espiritual dos conceitos (não me levem a mal).

A fé Cristã baseia-se na Teocracia, não em regimes de governo. Podemos viver sob qualquer regime, mas nenhum regime resiste a Deus e a sua justiça. Este é o medo das nações quando veem o Cristianismo crescer em suas cidades, pois será questão de tempo para que as pessoas sejam libertas da ignorância em que são forçadas a viverem e aos terrores a que precisam se submeter. Neste ambiente há severa perseguição e nenhum Cristão será poupado se tal regime permanecer. Cristãos são humilhados, impedidos de cultuarem livremente, suas igrejas estão sendo destruídas, suas casas lhes são retiradas, seus direitos à propriedade revogados, são violentados de todas as formas, até mesmo mortos.

No ano de 2020 houve um aumento considerável em quase todos os lugares, o que nos leva a entender que esta pandemia também traz aumento da perseguição de minorias em todos os lugares. Vide nas nações também às quais creditávamos ser incapazes de fazerem tais coisas e hoje há assassinatos a luz do dia contra pessoas de outras raças, e nem é por credo ou identidade de gênero, política, etc. Estamos vivendo tempos inimagináveis, pois em guerras se espera o pior das pessoas, mas quando estamos buscando sobreviver a um inimigo comum, espera-se umidade e comunhão.

Para nós Cristãos há uma promessa. Jesus Cristo foi preparar lugar para nós os que cremos nele. Precisamos nos manter firmes onde quer que estejamos. Saiba de uma coisa:não é porque hoje estamos vivendo em um país onde não estamos sendo perseguidos que isto não irá ocorrer amanhã. Enquanto quem estiver no poder tiver temor a Deus teremos paz, mas se não tiver, seremos perseguidos. Nossa vida aqui é para louvor a Deus e devemos glorifica-lo abençoando vidas com o nosso testemunho de amor e fé. Sem isto, não traremos benefícios pois só verão a nossa inconformidade com as suas condições de vida sem verem vantagem em ser perseguidos e se entregarem ao Deus Todo-Poderoso que trouxe um reino invisível!

O Evangelho pode ser difícil de ser vivido quando estamos em pequena quantidade, mas traz uma grande alegria e transformação quando nos tornamos maioria. Portanto, precisamos perseverar no amor, ajudando a todos que estão sofrendo a nossa volta. Jesus Cristo mesmo nos sustentará nesta caminhada, trazendo direção, força e saída nos momentos mais difíceis. Na morte, estaremos com ele por toda a eternidade. Assim, viver é Cristo e morrer é lucro. Não estamos aqui para derrubar governos, mas certo é que nenhum governo humano pode sobrepujar o governo de Deus. No final, Jesus voltará e governará toda a terra!

A igreja é perseguida desde o início e será até a volta de Cristo. Oremos e ajudemos nossos irmãos em todo o mundo, pois a situação só piorou com esta pandemia, e precisamos nos preparar para os tempos futuros. Não temamos, pois Cristo está conosco!

Ano 2#45