A liberdade traz a oportunidade da prática das boas obras em Cristo!

Somos instruídos a abandonar o estilo de vida ímpio e os prazeres pecaminosos. Neste mundo perverso, devemos viver com sabedoria, justiça e devoção, enquanto aguardamos esperançosamente o dia em que será revelada a glória de nosso grande Deus e Salvador, Jesus Cristo. Ele entregou sua vida para nos libertar de todo pecado, para nos purificar e fazer de nós seu povo, inteiramente dedicado às boas obras.
‭‭Tito‬ ‭2:12-14‬ ‭NVT‬‬
https://www.bible.com/1930/tit.2.12-14.nvt

O povo de Deus se dedica às boas obras porque fomos salvos e libertos de nossos pecados de outrora. Assim como o povo estava cativo no Egito e na Páscoa houve a libertação da escravidão juntamente com o livramento de morte a partir do sangue do cordeiro passado nos umbrais, assim o sangue de Cristo nos trouxe tanto a salvação como a libertação do mundo da escravidão do pecado. Estamos livres para vivermos através de Cristo!

Vocês são salvos pela graça, por meio da fé. Isso não vem de vocês; é uma dádiva de Deus. Não é uma recompensa pela prática de boas obras, para que ninguém venha a se orgulhar. Pois somos obra-prima de Deus, criados em Cristo Jesus a fim de realizar as boas obras que ele de antemão planejou para nós.
‭‭Efésios‬ ‭2:8-10‬ ‭NVT‬‬
https://www.bible.com/1930/eph.2.8-10.nvt

As boas obras devem ser feitas em gratidão pela conquista da liberdade e por termos novamente comunhão com Deus! Quando reconhecemos que não merecemos nada e estamos recebendo porque Deus nos ama, então a gratidão nos invade e gera em nós a motivação para as boas obras. Em amor, fé e gratidão!

Este mover é trazido pela presença do Espírito Santo em cada um que crê no Senhor Jesus e pela convivência com a sua palavra estaremos sendo aperfeiçoados através das boas obras. Isto é uma dádiva de Deus para as nossas vidas, um verdadeiro privilégio!

Boas obras são feitas em prol das pessoas à nossa volta. Os tempos estão muito difíceis e basta olharmos com cuidado e veremos as necessidades de cada pessoa. Para uns bastará uma palavra de fé, para outros uma oração, alguns uma visita e outros uma ajuda financeira. Cada um faça segundo sua fé, sua capacidade e pelo que o Espírito Santo lhe confiar. Importa que tudo seja feito em amor e para a glória de Deus.

Evitemos a propaganda das boas obras, pois podem se tornar em vaidade e nos desviar do bom caminho. Se perseverarmos em humildade isto não crescerá em nossos corações e o nome do Senhor será exaltado e não o nosso! Que em tudo Deus seja engrandecido!!!! Paz seja convosco!

Ano 2#44

Por que regras possuem exceções?

Mas ele lhes disse: Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também. Por isso, pois, os judeus ainda mais procuravam matá-lo, porque não somente violava o sábado, mas também dizia que Deus era seu próprio Pai, fazendo-se igual a Deus.
‭‭João‬ ‭5:17-18‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jhn.5.17-18.ara

Jesus combateu a religiosidade mostrando a hipocrisia dos homens religiosos. Por isto foi tão perseguido! Fazia curas nos dias de sábado e acabou sendo jurado de morte, pois a Lei dizia que não se devia fazer atividade alguma nos dias de sábado. Ora, por que então os animais eram tratados naquele dia sem que as pessoas fossem condenadas à morte? Se podiam cuidar dos animais, por que então não se poderia fazer o bem curando ou ajudando pessoas que são mais importantes que os animais?

Disse-lhe, porém, o Senhor: Hipócritas, cada um de vós não desprende da manjedoura, no sábado, o seu boi ou o seu jumento, para levá-lo a beber? Por que motivo não se devia livrar deste cativeiro, em dia de sábado, esta filha de Abraão, a quem Satanás trazia presa há dezoito anos?
‭‭Lucas‬ ‭13:15-16‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/luk.13.15-16.ara

Muitas pessoas estão esquecendo o que mais importa e estão mais preocupadas com regras e definições de grupos. O que é mais importante, seguir uma regra e pessoas morrerem ou usar um tratamento ainda não recomendado mas que pode salvar vidas, mesmo que não possamos comprovar a eficácia? Se há uma chance, por que não tentar? Vamos manter um protocolo que nos levará ao colapso?

Precisamos olhar o aspecto geral da obra de Deus. Religiosos diriam que não entram em bares porque estariam em um lugar de má fama e de pessoas não comprometidas com Deus. Jesus entraria lá porque é lá onde as vidas machucadas estão buscando esquecer ou até mesmo desistir da vida. Jesus não está preocupado com o que vão falar dele, e até já morreu justamente por causa dos que não lhe entenderam. Mas ressuscitou e nos chama à vida, principalmente quando mais precisamos, não importando onde estejamos.

Pessoas que se preocupam demais com suas carreiras e nomes, e deixam de fazer o bem que deveriam fazer, acabam por se esquecerem do porque estão onde estão. Regras existem para organizar o caos e devem ser seguidas tanto quanto possível, mas todo legislador sabe que regras não atendem 100% dos casos e, quando são quebradas, precisam ser analisadas. Jesus quebrou a regra do sábado sempre que uma vida precisava ser salva. O sábado foi feito para o homem e não o contrário. Regras não vieram para nos destruir, mas para nos ajudar. Se estão nos destruindo, então perderam suas finalidades ou estamos totalmente fora da realidade para a qual foram estabelecidas, o que também é um grande problema!

Peçamos sabedoria de Deus para não sermos religiosos em nossas vidas. Não é só no aspecto espiritual, mas também na vida cotidiana. Para toda regra há exceções, que existem para casos especiais. Não usemos da exceção como regra e nem ignoremos as exceções. Precisamos amar mais e neglicenciar menos as necessidades das pessoas. Jesus nos ensinou isto e devemos seguir os seus passos. Seguir Jesus é ter a mente dele, que conhece a vontade de Deus para que todos sejam salvos!

Ano 2#30

Não há vergonha quando estamos em Cristo!

Muitos dos que creram vieram confessando e denunciando publicamente as suas próprias obras.”
‭‭Atos‬ ‭19:18‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/act.19.18.ara

Diferentemente do pecado, o perdão não nos envergonha. Viver em pecado traz peso e faz com que nos escondamos nas trevas. Quando todos pecam, já não há percepção de pecado e ninguém se esconde mais, o que chamamos iniquidade. Nesta passagem de Atos o evangelista Lucas descreve o momento em que houve o arrependimento de pecados pela fé em Cristo e os novos convertidos denunciavam os pecados que haviam deixado para trás, como vitória!

Sim, deixar o pecado é uma vitória e só se expõe o pecado aquele que foi liberto dele, pois tem certeza que não o cometerá novamente. A confissão de pecados traz cura interior e expressa a superação da questão. No meio de pessoas espirituais isto trará alegria a todos e ninguém irá julgar a ninguém, pois todos sabem de sua própria história e de quais pecados fora liberto!

Do lado da iniquidade, proclamar os pecados também é motivo de vanglória no meio dos iníquos, com a motivação da vaidade em se dizer quem é o maior transgressor. A diferença trazida na passagem de Atos está na palavra “denunciando”. Denunciar é expor o erro. Ou seja, entende-se que se está errado, portanto o seu apontamento se torna uma denúncia e não vanglória!

Muitos hoje expõem seus erros mas não há um tom de denúncia, mas às vezes até de auto-piedade como se tivesse sido conduzido irresistivelmente a praticar o ato do pecado. Pior é quando quem denuncia torna-se mais confrontado do que quem realizou o ato pecaminoso. Imagine uma adolescente expondo ter sido abusada por um tio ou outro parente? Muitas vezes será acusada de ter destruído a família ao invés do abusador receber a própria culpa. Há que se estabelecer os limites para não ocorrer tais desvios.

Estamos vivendo tempos onde ninguém assume suas responsabilidades e autoridades estão se esquivando de seus erros, não denunciando seus atos, mas buscando transferir a culpa. Isto não procede no comportamento Cristão e espiritualmente está sendo registrado diante de Deus. Não haverá nada escondido que não será exposto no tribunal do Justo juiz e todos saberão. Importa hoje nos arrependermos e recebermos o perdão divino enquanto há tempo.

Muitos dependem das nossas decisões e devemos assumir nossas responsabilidades. Melhor conhecer a Palavra de Deus que irá nos conduzir pelo reto caminho do que vivermos pecando, nos desviando e desviando outros. O evangelho nos traz a correção e a alegria de sabermos o caminho a seguir. Com Jesus teremos segurança em cada passo e não seremos envergonhados no Dia do Senhor, porque passamos da transgressão para a justiça, do pecado para a santidade, da morte para a vida!

Venceremos com Jesus, não na nossa força!

Com o teu auxílio, vencemos os nossos inimigos; em teu nome, calcamos aos pés os que se levantam contra nós. Não confio no meu arco, e não é a minha espada que me salva. Pois tu nos salvaste dos nossos inimigos e cobriste de vergonha os que nos odeiam. Em Deus, nos temos gloriado continuamente e para sempre louvaremos o teu nome.
‭‭Salmos‬ ‭44:5-8‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/psa.44.5-8.ara

A descoberta de que a nossa vitória vem de Deus traz dois pensamentos de pronto. O primeiro é que, no final, nossos esforços atingem o nosso objetivo apenas quando Deus permite ou nos auxilia e o segundo é que nEle podemos buscar auxílio sempre que precisarmos!

É, ao mesmo tempo, um alívio para os humildes e abatimento para os vaidosos. Saber que meu esforço depende das mãos de Deus me traz o conforto de esperar o melhor quando estou dependendo dEle e uma incógnita quando busco fazer na minha força. Na minha experiência de vida sou feliz enquanto me coloco nas mãos do Pai quando vou fazer algum trabalho. Aprendi duramente a lição ao tentar fazer na minha força e perder quase tudo o que eu desejava.

Nossos planos muitas vezes são caminhos de morte e precisamos da ajuda de Deus para nos desviar do mal.

Eu é que sei que pensamentos tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que desejais. Então, me invocareis, passareis a orar a mim, e eu vos ouvirei. Buscar-me-eis e me achareis quando me buscardes de todo o vosso coração.
‭‭Jeremias‬ ‭29:11-13‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jer.29.11-13.ara

Estamos em um momento propício em nos alinharmos com os planos de Deus para as nossas vidas. Ele nos dá o querer e o realizar, enquanto nos separamos para fazer a Sua vontade.

Assim, pois, amados meus, como sempre obedecestes, não só na minha presença, porém, muito mais agora, na minha ausência, desenvolvei a vossa salvação com temor e tremor; porque Deus é quem efetua em vós tanto o querer como o realizar, segundo a sua boa vontade.
‭‭Filipenses‬ ‭2:12-13‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/php.2.12-13.ara

Desenvolver a salvação é viver operando em favor do reino, como instrumentos bem afinados. Ao desejar fazer do meu jeito desafino, mas se sigo as orientações do Senhor produzo as notas esperadas e me alegro com o resultado. Não estamos desconectados do restante das pessoas e nossas atitudes as impactarão, para o bem ou para o mal. Precisamos reconhecer que não sabemos o que ocorrerá no futuro e dependemos daQuele que sabe todas as coisas!

Oremos por nossas vidas, de nossa nação, para que possamos viver dias melhores e atuemos em prol da edificação das vidas e do reino de Deus, em Cristo Jesus!

Ano 2#18

Não procrastine em abraçar a fé em Cristo!

Então, Filipe explicou; e, começando por esta passagem da Escritura, anunciou-lhe a Jesus. Seguindo eles caminho fora, chegando a certo lugar onde havia água, disse o eunuco: Eis aqui água; que impede que seja eu batizado? [Filipe respondeu: É lícito, se crês de todo o coração. E, respondendo ele, disse: Creio que Jesus Cristo é o Filho de Deus.] Então, mandou parar o carro, ambos desceram à água, e Filipe batizou o eunuco.”
‭‭Atos‬ ‭8:35-38‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/act.8.35-38.ara

O Eunuco de Candace teve uma escola bíblica apenas, antes de seu batismo. Felipe foi efetivo em explicar a respeito de quem é Jesus Cristo e como devemos buscar o novo nascimento, representado no batismo, para confirmar a nossa fé e atitude em viver pelos preceitos de Deus.

Nosso batismo nos fortalece para a caminhada. É uma iniciação e reconhecimento do pertencimento ao grupo dos novos nascidos em Cristo! Morrer para os pecados é decidir não continuar nas práticas de antes, enquanto nascer em Cristo é vivenciar novas experiências espirituais e a filiação em Deus!

Ambas ocorrem em paralelo. Enquanto buscamos aprender como viver no Espírito vamos deixando de viver na carne. Passamos a frutificar no Espírito e abandonar as obras da carne. Para um novo nascido o diabo não tem mais poder de influencia-lo a ponto de arranca-lo das mãos de Cristo. Perdeu este poder e não há culpa do diabo na decisão de operar na carne pelo novo nascido. O Espírito Santo é muito mais forte tanto em força como em expressividade e a decisão em ouvi-lo ou ignora-lo é apenas nossa.

O que ocorre muitas vezes é a indecisão em ouvir e obedecer ao Espírito, o que permite que a voz do diabo consiga ser ouvida. Ainda assim, quem decide pecar somos nós e o diabo não pode nos forçar a isto. Um novo nascido precisa reconhecer que é liberto do diabo e não pode mais culpa-lo de suas faltas para com Deus.

Ao pecarmos como novos nascidos estaremos ofendendo ainda mais a Deus, pois o Espírito Santo está habitando em nós e é como ter filhos dentro do carro ouvindo um pai dando uma “cantada” em outra mulher que não sua mãe e até mesmo os colocando no quarto de motel durante seu ato de adultério. Lembrando que o Espírito Santo ouve nossos pensamentos, imaginemos quantas ofensas fazemos a Deus enquanto não buscamos nos santificar. Este homem era Eunuco e não tinha este desejo sexual, e olha a atitude que tomou! Muitas vezes achamos que só o sexo nos faz pecar, mas a lista é enorme!

O Eunuco entendeu a necessidade premente de morrer para o pecado e, arrependido, viver em santificação e adoração pela vida espiritual. Bastou reconhecer a filiação em Jesus e a proposta da salvação pela fé na presença do Espírito Santo em nós que imediatamente decidiu-se pelo batismo e perseverar em uma vida plena com Deus. E nós? Iremos procrastinar esta decisão? Empurraremos com a barriga como se houvesse alguma vantagem em deixar isto para depois? O que nos impede de tomarmos esta atitude?

Possivelmente ainda não tivemos a mesma percepção do Eunuco para tomar esta decisão imediata. É premente, pois a cada dia estamos mais próximos de nossa saída deste mundo e o que fizermos aqui impactará na forma como entraremos na eternidade. Qual será nossa resposta para a proposta de Deus? O batismo é atitude, um ponto de passagem obrigatória para quem decidiu por se arrepender e receber a salvação por Cristo e não pararemos por aí.

Que possamos entender o chamado em Jesus, uma vida livre dos pecados e do diabo, ainda que lutemos contra a nossa natureza. Glórias a Deus pela presença do Espírito Santo para quem tomar esta atitude de fé!

Ano 2#13

Estejamos sujeitos à Deus!

Porque para todo propósito há tempo e modo; porquanto é grande o mal que pesa sobre o homem. Porque este não sabe o que há de suceder; e, como há de ser, ninguém há que lho declare. Não há nenhum homem que tenha domínio sobre o vento para o reter; nem tampouco tem ele poder sobre o dia da morte; nem há tréguas nesta peleja; nem tampouco a perversidade livrará aquele que a ela se entrega. Tudo isto vi quando me apliquei a toda obra que se faz debaixo do sol; há tempo em que um homem tem domínio sobre outro homem, para arruiná-lo.
‭‭Eclesiastes‬ ‭8:6-9‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/ecc.8.6-9.ara

Não sabemos o que há de ocorrer no dia de amanhã! Muitos gastam fortunas tentando entender ciência e paranormalidade para, de alguma forma, obter previsibilidade dos fatos que irão acontecer. É assim nas guerras, mundo dos negócios e para que governos se preparem para os dias que virão.

A pandemia que estamos vivendo foi anunciada, pois o homem busca desenvolver vírus há tempos e houve até datas e locais de previsão. Da mesma forma, a Bíblia nos ensina a olharmos para as coisas a nossa volta porque muitas delas podem ser observadas em sua evolução e saberemos esperar desdobramentos. No entanto, esta palavra fala de imponderáveis, daquilo que não se pode prever ou dominar.

Ainda que façamos de tudo pela segurança de voo, do trabalho, equipamentos mais seguros, Air-bags, ABS, acidentes fatais continuam ocorrendo. Desenvolvemos vacinas, mas vírus se transformam nos corpos e podem se tornar mais fortes que nossas defesas. A verdade é que não temos certeza de nada, somente que todos os que nasceram neste mundo irão partir dele um dia! Não sabemos o como e nem quando e isto tem se tornado um motivo para o domínio das pessoas.

Religiões auxiliam na descoberta de como será após a morte ou como vivermos aqui para podermos viver “melhor” depois, ou se existe ou não um depois. A vida e a morte são condicionadas a acesso à àgua, alimentos, moradia e saúde. Em todas estas áreas há homens controlando homens, dominando e arruinando vidas. Estamos vivendo tempos extremamente complexos em um cabo de guerra entre homens que na sua vaidade acreditam possuir a solução do que não se pode solucionar pela razão do homem. Nesta luta pelo domínio ninguém está a salvo.

Sempre foi e será assim até que Jesus venha em seu trono de glória e estabeleça seu reino na Terra. Aqui teremos direção certeira, conhecimento do amanhã, cuidado espiritual e físico, sem lutas por conquistas ou domínio de homens sobre homens. Teremos equilíbrio e paz, até que venha o momento de nova oportunidade de por a prova as escolhas dos homens. Infelizmente Deus já escreveu que sempre tentaremos nos dominar uns aos outros enquanto não tivermos nossos corações voltados para Ele.

A saída é crer em Cristo e nos submetermos à ele. E em Cristo não temos de dominar ninguém, ou forçar ninguém para qualquer caminho, pois o Espírito Santo é quem confirma nos corações os dons e propósitos de cada um. Não devemos estabelecer separações baseadas nas nossas determinações, mas nas de Deus! Senão, de que adiantou termos o Espírito Santo se ainda dominamos homens? Isto será destruição para todos.

Portanto, confiemos em Deus e não em nós mesmos, homens. Prossigamos em conhecer o Senhor e vivamos em harmonia, uns para com os outros, revelando a graça e a misericórdia de Deus em um mundo atribulado pela ignorância das verdades contidas no Pai! Não sejamos dominadores, mas aqueles que apontam o caminho para Cristo, o Senhor!

Haverá autoridades constituídas sobre nós, para que haja regras e respeito às leis, mas não significa domínio, mas serviço. Os que estão investidos de autoridade são servos e merecem respeito. E servir não é dominar! Precisamos estar debaixo do domínio de Deus, para que possamos servir melhor e nos submetermos às autoridades. Isto trará benefício a todos!

Ano 2#9

Muitos vivem um inferno enquanto não perdoam.

Ouvistes que foi dito: Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo. Eu, porém, vos digo: amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem; para que vos torneis filhos do vosso Pai celeste, porque ele faz nascer o seu sol sobre maus e bons e vir chuvas sobre justos e injustos. Porque, se amardes os que vos amam, que recompensa tendes? Não fazem os publicanos também o mesmo? E, se saudardes somente os vossos irmãos, que fazeis de mais? Não fazem os gentios também o mesmo? Portanto, sede vós perfeitos como perfeito é o vosso Pai celeste.
‭‭Mateus‬ ‭5:43-48‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/mat.5.43-48.ara

Até a vinda de Jesus mal seríamos capazes de amar o nosso próximo. Em verdade, ainda estamos lutando contra nosso ser interior que muitas vezes deseja para si o que precisa ser para nós. Na Lei seríamos cobrados para amarmos somente o nosso próximo, mas em Cristo somos chamados para perdoar quem nos ofende e ama-los também!

Em Cristo somos influenciados diretamente pelo Espírito Santo e passamos a olhar a humanidade com os olhos do Senhor. Passamos a entender a dificuldade humana em viver para a edificação do coletivo, pouco presente na cultura ocidental. A oriental já possui uma vantagem estabelecida de que a coletividade possui importância maior que o indivíduo, mas nem sempre ensina sobre o Deus Todo-Poderoso, o criador do universo. É uma vantagem, mas não a verdade.

Assim ocorre com muitas doutrinas que ensinam preceitos importantes da Bíblia, sem ensinarem a verdadeira motivação para fazermos isto. Muitas vezes ensinam que praticando estas coisas nos tornaremos melhores e até subiremos de patamar espiritual. Ora, quem define os níveis a serem atingidos não seriam também criados? E quem estaria acima deles? Está longe demais para ser acessado e muitas vezes não deve ser incomodado…

A Bíblia nos ensina sobre Deus triuno: o Pai, o Filho e o Espírito Santo, um Deus de relacionamento pessoal, ao nosso alcance por uma simples oração, que se interessa por cada um de nós e deseja salvar a todos. Um Deus justo que salvará quem responder ao Seu chamado em Cristo, mas permitirá a vida errática de quem não desejar viver por meio de Seus preceitos, vindo a deixa-los no exílio espiritual eterno do fogo que não se apaga.

Temos um Deus que se importa com cada um e deseja que nos amemos de verdade, ainda que estejamos inimigos uns dos outros. Por que? Porque se amarmos nossos inimigos amaremos a todos. Inimigos amados se tornam novos amigos e a edificação será de todos. Em Cristo conquistamos o poder de viver desta forma, glorificando a Deus!

Seremos perfeitos com a presença de Deus em nós. Não devemos nos preocupar com o aspecto de ceder para alguém que nos fez mal. O amor destrói todo o pecado cometido contra nossas vidas e restaura no mundo espiritual o que foi destruído aqui. Isto é o que importa. Não é um caminho fácil, mas é transformador e edificante. É a saída para um mundo transtornado pelo ódio, vaidade e egoísmo. Temos escolha porque Jesus nos deu, não porque somos capazes de sozinhos alcançarmos, mas porque o Espírito de Deus nos capacita.

Hoje devemos tomar a decisão de mudar de atitude e confiar em Deus. Perdoemos nossos ofensores, se dentro da família ou fora. Se na área sentimental, espiritual, sexual ou material não importa, pois o resultado será o mesmo e seremos libertos daquilo que nos prende aos pensamentos de vingança e maldição. Ou nos agarramos à saída em Cristo ou seremos eternamente acorrentados aos pensamentos ruins do que nos arrasta em masmorras da tristeza e inconformismo com o mal recebido.

É tempo de destruir as correntes do mal feito contra nós e isto só é possível perdoando e amando (não é gostar, mas decidir fazer-lhe o bem e esquecer o mal feito). Perdoar é esquecer e não imputar mais o mal. É poder conviver sem apontar ou sentir o terror retornando, porque a ofensa foi esquecida. Perdoar é saber expor a dor e colocar para fora toda a sujeira do corte que foi feito. A cicatriz fica, mas não irá doer mais e nem precisará ser protegida.

Cada um sabe a dor que sente e dos horrores que viveu. Não é melhor perdoar e esquecer do que viver o terror eternamente? Quem perdoa já se livrou do inferno de se lembrar eternamente do mal e deixa de sofrer o pecado recebido. Quem perdoa será também perdoado por Deus. Será um duplo livramento do inferno!

Cuidemos dos sinais. Que sejam fruto da fé e boas obras em Cristo!

Novamente, se retirou para além do Jordão, para o lugar onde João batizava no princípio; e ali permaneceu. E iam muitos ter com ele e diziam: Realmente, João não fez nenhum sinal, porém tudo quanto disse a respeito deste era verdade. E muitos ali creram nele.
‭‭João‬ ‭10:40-42‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jhn.10.40-42.ara

Há os que creem pelo que ouvem e leem e há os que creem por ver os sinais. Há os que não creem ouvindo e/ou vendo e os que nunca viram e nem ouviram falar de Jesus Cristo. Em meio a tantas circunstâncias diferentes há ainda os que viram e creram e, depois, se desviaram e buscam desviar a outros. Afinal, qual é a verdade à respeito de Jesus? Onde obte-la?

Jesus está explicado e apontado nas Escrituras Sagradas. Ele é revelado na Bíblia para que possamos entender o Pai. Sem conhecermos Jesus continuaremos na ignorância de Deus e do propósito da humanidade. Profetas apontaram o desvio do caminho, e João Batista apontou o caminho, pois o viu em vida! Jesus fez mais que os profetas, pois além de mostrar o caminho para o Pai ainda libertou cativos espirituais e curou enfermidades de todos os tipos.

Ainda hoje Jesus continua esta obra a partir da igreja instituída em seu sangue, seu sacrifício, para que possamos participar do seu corpo e da eternidade com ele. Se a igreja mostra o caminho e pratica os sinais, então vidas serão alcançadas e transformadas. Se os que se chamam de igreja não viverem como Jesus viveu, então não importará os sinais realizados diante dos homens.

Sem transformação interior não haverá ganho algum pelos sinais. A Bíblia ensina que o diabo faz sinais também. Ensina que no nome de Jesus, ainda que vivamos em pecado, poderemos expressar sinais:

Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos, naquele dia, hão de dizer-me: Senhor, Senhor! Porventura, não temos nós profetizado em teu nome, e em teu nome não expelimos demônios, e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então, lhes direi explicitamente: nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, os que praticais a iniquidade.
‭‭Mateus‬ ‭7:21-23‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/mat.7.21-23.ara

Temos sido exaustivos sobre a salvação ser estabelecida pela fé em Jesus Cristo e não pelas obras. Mas a resposta da fé em Jesus são obras! Elas são a consequência da salvação. Quem recebe o Espírito Santo por ter sido salvo não permanece praticando pecados, pois passou das trevas para a luz. Já não precisa se esconder, pois em sua transformação interna passa a desejar as boas obras!

A igreja transformada faz a diferença onde estiver. A não transformada nem igreja é! Não podemos viver pelo nome de Cristo e não sermos convertidos de verdade, como convencidos. O convertido vive para Deus e tem compaixão pelo seu próximo. Não vira os olhos para o perdido e não se alegra com a maldade. Deseja ver um mundo melhor e participa desta construção. Calar-se e ignorar tudo à volta é omissão e não é característica do povo de Deus.

Jesus fez sinais e maravilhas e muitos creram nele. No entanto, hoje muitos podem fazer o mesmo em seu nome. Não podemos nos amparar apenas neste quesito para concordarmos com a santidade de quem opera tais milagres. Jesus é santo. Deus é santo e somos chamados a sermos santos. Os sinais seguirão os que creem, ainda que estejam deixando a santidade.

Precisamos cuidar de nossas vidas e conhecer Jesus Cristo profundamente. Fazendo assim não iremos nos esquecer de quem somos e como precisamos dele. Iremos cuidar de fazer a sua obra e amar o próximo. Iremos usufruir do amor de Deus e da vida eterna. Seremos luz e sal para que outros sejam abençoados! Seremos justos e poderemos alcançar superior conhecimento de Deus. Alegraremos o coração do Pai e não desviaremos ninguém da presença dEle!

Quem se esconde nas trevas, nelas viverá pela eternidade…

O julgamento é este: que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz; porque as suas obras eram más. Pois todo aquele que pratica o mal aborrece a luz e não se chega para a luz, a fim de não serem arguidas as suas obras. Quem pratica a verdade aproxima-se da luz, a fim de que as suas obras sejam manifestas, porque feitas em Deus.
‭‭João‬ ‭3:19-21‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jhn.3.19-21.ara

Adão e Eva se esconderam de Deus logo que pecaram. Nosso reconhecimento do mal praticado nos faz querer que tais coisas fiquem em segredo. Alguém que rouba esconde a prática, da mesma forma que o vício da bebida, drogas e sexo não são comumente praticados de dia, na frente de qualquer pessoa.

Tais atos, no entanto, já estão ficando comuns de se ver de noite. Pessoas se prostituem e se drogam em áreas públicas, sem se darem conta de terem perdido a vergonha de esconderem seus atos. O mesmo está acontecendo na corrupção, onde receber “propina” se tornou algo comum, sem nem mais esconderem de juízes e promotores, alegando ser a prática adotada por todos.

Ora, se todos fazem, então deixou de ser um problema, certo? Errado! Pecado continua sendo pecado, erro continua sendo erro, corrupção continua sendo corrupção, bem como prostituição, adultério e mentiras, para enumerarmos alguns pecados. O viver deste modo é amar as trevas ao invés da luz. É amar as obras do diabo e ignorar as de Jesus!

Cristo veio trazer a única forma de vivermos com Deus, pois se continuamos a viver em pecado, jamais entraremos no reino dos céus. Sem o sacrifício de Cristo não poderíamos receber a justificação de nossos pecados, zerar a conta. Como pagar uma dívida quando estamos cheios de dívidas? Mas se alguém pagar as anteriores e pararmos de ter de pagar os juros, não será possível honrar novos compromissos?

Sem o perdão de nossos pecados não haveria como deixarmos de pecar. Com o Espírito Santo em nós, seremos capazes de dizer sim para Deus e não para o pecado. Viveremos na luz e não nas trevas, amaremos a verdade e não a mentira, a santidade ao invés das mazelas do pecado!

Sem Cristo não seremos transformados e continuaremos nas trevas. Ama-lo é amar a luz. Ignorar sua redenção é amar as trevas, pois não estamos desejando mudar de atitude diante de Deus. Haverá um dia em que seremos julgados, na luz, onde tudo o que tivermos feito e não tiver sido perdoado será usado para nos mostrar que não desejamos a luz e seremos mantidos nas trevas que desejamos ficar. O inferno é o lugar onde os que vivem nas trevas permanecerão por toda a eternidade, dentro do lago de fogo, pois é o desejo de quem preferiu viver afastado de Deus.

Deus será justo com a humanidade, pois a ama enquanto pecadores somos, dando a todos a opção de irem para a luz através de Cristo ou permaneceram nas trevas por vontade própria. Não vai adiantar colocar a culpa no diabo, serpente ou Satanás, pois ele não decide em nosso lugar. Ele apenas coloca na nossa frente aquilo que nos faz desejar o erro, mas não faz por nós. Cada um examine-se a si mesmo e tome a decisão de sair das trevas para a luz!

A porta é estreita, mas ainda está aberta para a nossa salvação! E aí? Vamos busca-la ou permaneceremos escondidos de Deus para sempre?

Eu sou a porta. Se alguém entrar por mim, será salvo; entrará, e sairá, e achará pastagem.
‭‭João‬ ‭10:9‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jhn.10.9.ara

Precisamos de unidade espiritual em Cristo!

Porquanto há um só Deus e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem, o qual a si mesmo se deu em resgate por todos: testemunho que se deve prestar em tempos oportunos.
‭‭1Timóteo‬ ‭2:5-6‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/1ti.2.5-6.ara

Em uma empresa há pessoas de Recursos Humanos, atendentes, diretoria, profissionais de diversas áreas que contribuem para o mesmo fim. Nas Forças Armadas, temos uma para defender nos ares, outra nos mares e outra na terra, mas todas possuem um mesmo objetivo a ser defendido:a soberania da nação a que servem.

Este versículo nos trás a lembrança que em todos os círculos Cristãos não podemos esquecer que há um só Deus e só Jesus é o mediador entre nós e este Deus! Nossas doutrinas nos ajudam a entender como executar nossas tarefas de acordo com as nossas capacidades e convicções de dons recebidos, mas jamais podemos entrar em desacordo à respeito da missão e da nação a que servimos.

Enquanto Fariseus e Saduceus discutiam entre si quem estava certo Jesus estava curando e libertando cativos espirituais. Os religiosos perderam a festa tão aguardada por séculos e hoje isto está acontecendo de novo entre as denominações genuinamente Cristãs. Não importa se um é Católico ou Protestante, Tradicional, Pentecostal ou Carismático, enquanto estivermos brigando entre nós para dizermos quem está certo, Cristo terá de voltar para fazer o trabalho que nos foi dado por ele.

Forças armadas e perfis profissionais de empresa tem seu papel a desenvolver, cada um com sua característica. Não é questão de certo ou errado, mas de trabalharmos em conjunto para realizarmos a tarefa, cada um na sua especialidade. Só precisamos estar de baixo da mesma bandeira ou organização, e isto precisa ser resolvido de uma vez por todas.

Cristão tem em Cristo o único mediador entre si e Deus, pois era necessária a expiação (perdão completo) de pecados a partir de um sacrifício perfeito. A morte de Jesus na cruz foi necessária para que a justiça de Deus pudesse ser aplicada a toda a humanidade que nele crer. Portanto, ninguém mais é digno e nem pode estar à direita de Deus intercedendo por nós. Se esta não é a sua crença então ainda não és Cristão por fé e nem entendimento de quem é Cristo, o Filho de Deus! Se temos a mesma fé, então temos a mesma tarefa a realizar, que é caminhar com Cristo amando-o e ao próximo.

Nesta caminhada teremos desafios e batalhas. Uns executarão a tarefa que possuem a nível gerencial, outros na execução. Uns combaterão com uma doutrina, outros com outra. E todos estão fazendo a sua parte em direção a alcançarmos a missão de fazermos Cristo conhecido de todos. Se eu ensinar um Jesus diferente do que a Bíblia ensina, então sou um espião dentro das fileiras, sou um profissional que destruirá a organização ou alguém das fileiras que trairá o próprio exército incitando fogo “amigo”.

Ao invés de lutarmos entre as denominações Cristãs devemos é nos amar primeiro, respeitando as nuances operacionais, desde que o Deus seja o mesmo e assim o mediador Cristo. De resto, cada um dará contas ao Senhor no dia de recebermos a promessa. Até lá, cuidemos de como vivemos e como falamos. Sejamos colaboradores ao invés de julgadores no lugar de Deus. Não podemos cair no erro dos Judeus e perdermos a festa que Jesus nos chamou para atendermos, pois o preço é ficarmos de fora por toda a eternidade.

Quem não é por mim é contra mim; e quem comigo não ajunta espalha.”
‭‭Mateus‬ ‭12:30‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/mat.12.30.ara