Natal é amor! Cristo nasceu para nos trazer vida!

Entrando na casa, viram o menino com Maria, sua mãe. Prostrando-se, o adoraram; e, abrindo os seus tesouros, entregaram-lhe suas ofertas: ouro, incenso e mirra.
‭‭Mateus‬ ‭2:11‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/mat.2.11.ara

Os magos encontraram Jesus pois seguiram os sinais e diretivas. Acharam-no em casa, com alguns dias de nascido, e se alegraram! Viram a promessa se cumprir e seus olhos contemplaram a salvação de Deus!

Aproximaram-se do Senhor, ainda que um recém-nascido, e o trataram como a um rei. Vieram à sua presença com presentes caros, como oferta a quem tem toda a honra e a glória!

Estes magos entenderam o que os judeus não haviam sequer esperado. Enxergaram os sinais e se aproximaram para louvor e adoração ao Rei dos reis e Senhor dos senhores, ao maravilhoso conselheiro, Deus forte, pai da eternidade e príncipe da paz!

Jesus é rei, sacerdote, Senhor, salvador, o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo, o redentor, o Cristo, o messias que havia de vir! Ele veio em forma humana, nascido de uma virgem, para luz da humanidade. Hoje a história se divide em antes e depois da primeira vinda de Jesus e depois será marcada pelo reino milenar de Cristo!

Como estamos vivenciando nossa entrega a Cristo? O adoramos e louvamos como Senhor? Temos a noção de sua divindade ou a desprezamos? Importa saber que somos irmãos de Jesus. Mas, precisamos aprender com Tiago e Judas que também nasceram de Maria, a partir da união com José, que entenderam a condição de servos, ainda que irmãos.

Jesus é amigo e também pastor! Ele é o que precisamos que ele seja em nossas vidas, desde que saibamos quem somos em Jesus também! Portanto, louvemos e adoremos o Senhor!

Que a ação do Espírito Santo nos revele a cada dia mais as grandezas de Cristo e nos capacite a nos tornarmos como ele é! Fomos chamados a isto, a sermos a imagem e semelhança de Deus. E, para nós, não há como não olharmos para Cristo, pois foi assim que o Pai nos revelou o Seu amor!

Que estas revelações nos façam admirar a criação e respeitar o nosso próximo. Se Jesus é Deus e veio nos servir na Terra, como nós não poderíamos deixar nossa vaidade e servirmos a quem precisa? Assim, amemos como Cristo nos ama. Esta é a lição que o Natal nos ensina! Deus desceu até nós por amor!

Precisamos é do DNA espiritual em Jesus!

Então, disse Maria ao anjo: Como será isto, pois não tenho relação com homem algum? Respondeu-lhe o anjo: Descerá sobre ti o Espírito Santo, e o poder do Altíssimo te envolverá com a sua sombra; por isso, também o ente santo que há de nascer será chamado Filho de Deus.
‭‭Lucas‬ ‭1:34-35‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/luk.1.34-35.ara

Em muitas obras antigas houve quem falasse do nascimento de homens a partir da descida de um deus a ter um filho com uma mulher. Nas mitologias não era incomum e até mesmo no livro de Gênesis (Gênesis 6:1-4) temos o relato de anjos caídos tendo relações com mulheres e daí nascendo homens poderosos na antiguidade.

Ora, nestes mesmos versículos de Gênesis 6:3 o Senhor não se agradou disto, pois a raça humana havia sido contaminada e desvirtuada de seu propósito. Não demorou e veio o dilúvio para restabelecer a natureza humana a partir do DNA de Noé e seus familiares.

O que acontece em Jesus é a única permissão de inserção da glória de Deus no DNA humano, sendo este não reproduzido diretamente, pois Jesus não teve filhos humanos, mas os da fé que continuam sendo gerados todos os dias!

A luta espiritual é estabelecer um reino para a glória única de Deus. A alteração do DNA humano é alterar a criação original e constitui-se uma afronta ao Criador. É como se disséssemos que a Sua criação não é boa o suficiente e precisa de conserto! Mas Deus disse que tudo era bom, sendo a única excessão que o homem estava sozinho e não tinha uma companheira idônea. Daí a criação da mulher!

A vinda de Jesus ocorre de maneira sobrenatural, pela presença de Deus sem conjunção carnal, como ocorria nas mitologias ou como exposto em Gênesis 6. Foi produto da inserção direta no ventre de Maria a semente divina, sem relação sexual, sem pecado, sem estupro ou constrangimento. Maria recebe com respeito e honra, sendo feliz por tal escolha vinda do Altíssimo!

Jesus Cristo é o Filho de Deus, vindo para trazer a orientação dos céus para que a humanidade entendesse novamente o seu propósito. Estávamos na escuridão e veio a luz divina, o Senhor Jesus, descido dos céus pela graça e misericórdia de Deus.

A humanidade desviou-se por vários motivos e em toda a sua história. Deus interviu em várias oportunidades, sendo a vinda de Jesus a definitiva para a constituição de Seu reino celestial. Jesus foi preparar lugar na casa do Pai para que a Igreja seja recebida no tempo certo. Aqui ela está sendo constituída para ser desposada. Em breve o noivo voltará!

Estejamos atentos e não deixemos nenhuma interferência em nosso DNA nos tirar a glória de Deus em nossas vidas. Não precisamos de nada que nos aperfeiçoe fisicamente. Precisamos é de aperfeiçoamento espiritual e este somente em Jesus Cristo!

Não se amarram frutos em galhos para tornar uma árvore frutífera. Por que se espera que fazer boas obras gerem pessoas santas?

Verificais que uma pessoa é justificada por obras e não por fé somente.”
‭‭Tiago‬ ‭2:24‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jas.2.24.ara

Muitas vezes nos pegamos na discussão de como proceder diante do evangelho. Temos o entendimento de que as obras não trazem salvação, mas ao mesmo tempo sabemos que estas mesmas obras são as que serão usadas no dia do julgamento para expor nossa salvação.

Ora, afinal a salvação é ou não dada pelas obras?

A resposta continua sendo não, não é, para que ninguém se glorie ao invés de identificar a graça como a origem de todas as coisas (Efésios 2,8-10).

Uma árvore boa dá bons frutos e a má, frutos ruins. Pelos frutos conheceremos a árvore, diz o Senhor (Mateus 7.17,18).

Portanto, se não formos transformados pela graça de Deus em boas árvores, nunca evidenciaremos bons frutos. Por que a graça? Pois uma árvore nasce da semente de outra árvore! Sem a semeadura, jamais teríamos sido gerados, seja em vida carnal, seja na espiritual.

Ora, se fui gerado, então o meu nascimento se deve a um processo externo que derivou na minha vida! Assim, meu nascimento não é glória minha, mas de Deus!

Portanto, sejamos gratos a Deus por quem somos ou seremos. Sejamos devotados a nos tornarmos árvores de fruto agradável, que gera sementes boas para gerar outras boas árvores. Ainda assim a terra, a luz do Sol e as chuvas são de Deus! Tudo vem dele, é por Ele e para Ele!

Assim, nosso fruto será avaliado em todo tempo, mas o fruto é consequência da qualidade da árvore. Amarre um fruto da Manga no galho de um arbusto e veja se ele se transforma na árvore Mangueira…

Sejamos coerentes com a vida que levamos. Não serão os frutos que nos tornarão salvos, mas a obra do salvo é um bom fruto e estes serão apontados no dia do julgamento.

Alegremo-nos porque Cristo nos enxerta na árvore de Deus para que possamos dar bons frutos! Esta é a nossa parte no Reino, onde poderemos frutificar para a glória de Deus e para a benção dos homens a quem Ele quer bem!

Clamemos a Deus para sermos enxertados na videira verdadeira e possamos frutificar abundantemente em Deus!

Imagem obtida em http://www.plantasonya.com.br/dicas-e-curiosidades/o-que-usar-para-fazer-enxertia.html