Tenhamos uma vida de adoração!

Assim, o rei Salomão concluiu toda a sua obra no templo do Senhor. Então trouxe todos os presentes que seu pai, Davi, havia consagrado — a prata, o ouro e os diversos objetos — e os guardou na tesouraria do templo de Deus.
‭‭2Crônicas‬ ‭5:1‬ ‭NVT‬‬
https://www.bible.com/1930/2ch.5.1.nvt

O templo construído por Salomão foi uma obra colossal para o seu tempo, feito com o melhor dos materiais e com os melhores artífices. O hino a ser cantado na inauguração foi composto pelo melhor dos ministradores da época, não se poupando nada para que o templo fosse erigido para a glória de Deus.

No Antigo Testamento Deus era buscado através da presença da Arca da Aliança no meio do povo e esta passou séculos no tabernáculo também construído com primazia dentro das possibilidades de um deserto, de maneira a ser transportável. Agora chegara a época de estabelecer a Arca em um local fixo, mas ainda construído por mãos humanas.

Na Nova Aliança nos tornamos o templo do Espírito Santo, não construídos por homens, mas pela mão de Deus! No entanto, em ambas as alianças há um serviço no templo, em santificação e em gratidão aos pecados perdoados por Deus. Há um propiciatório que da Arca se tornou Cristo, a presença de Deus em nosso meio, que na igreja é o Espírito que habita nos corações para louvor e adoração a Deus nos dado pelo sacrifício de Jesus!

Neste serviço diário nos tornamos o templo, o sacerdote e o material a ser ofertado em adoração. Assim como Cristo se ofereceu por nós na cruz para nos salvar, estaremos oferecendo nossa vida para levar o evangelho a outros. Estamos tomando as nossas cruzes e seguindo a Jesus!

Que materiais estamos usando nesta obra? A sobra de outras obras? Reciclagem? O que encontramos em qualquer lugar? Estamos dando o tempo que sobra para a obra de Deus? Nosso pior momento quando estamos cansados e estressados? Estamos nos santificando para esta obra ou pretendemos faze-la de qualquer maneira?

A obra de Deus é prioridade para o Pai e deve ser na nossa vida também. Se Deus não estiver em primeiro lugar não serei um bom cônjuge, um bom pai ou mãe, um bom trabalhador e nem um cidadão responsável. Quando o Senhor está em primeiro lugar desejo fazer o melhor para Ele e isto se reflete em minhas atitudes para com tudo e todos a minha volta!

O templo de Salomão glorificou a Deus assim como o tabernáculo de Davi! Na adoração estaremos fazendo em amor, fé e gratidão e daremos o nosso melhor. Esta é a atitude certa e pelo Espírito Santo a encontramos. Oremos ao Espírito para que vivamos de maneira a agradar o coração do Pai, pois o Filho já nos entregou o legado a ser continuado!

Ano 2#115

Deus tem interesse em nos usar para a Sua glória!

Então um anjo do Senhor lhe apareceu, à direita do altar de incenso. Ao vê-lo, Zacarias ficou muito abalado e assustado. O anjo, porém, lhe disse: “Não tenha medo, Zacarias! Sua oração foi ouvida. Isabel, sua esposa, lhe dará um filho, e você o chamará João. Você terá grande satisfação e alegria, e muitos se alegrarão com o nascimento do menino, pois ele será grande aos olhos do Senhor. Nunca tomará vinho nem outra bebida forte. Será cheio do Espírito Santo, antes mesmo de nascer. Fará muitos israelitas voltarem ao Senhor, seu Deus.
‭‭Lucas‬ ‭1:11-16‬ ‭NVT‬‬
https://www.bible.com/1930/luk.1.11-16.nvt

Deus escolhe outro casal também velho, cuja mulher também era estéril, para trazer a existência o Seu propósito. Assim como Sara, esposa de Abraão, não podia ter filhos e também Ana, mãe do profeta e Juiz Samuel, Isabel passa a ser mãe por obra divina, porque Deus trouxe vida a quem não podia gerar antes!

O Criador tem poder sobre toda a criação. Imaginemos um ourives que cria jóias, como ele tem o poder de inserir e retirar pedras conforme a sua escolha e interesse para aquele objeto valioso. Sob seu controle e atenção também faz restaurações, acréscimos e ajustes para que a jóia atinja o seu objetivo para com o seu usuário.

Somos jóias nas mãos de Deus, vasos construídos pelas mãos de misericórdia e graça. Se precisamos de concerto ou restauração, basta estarmos nas mãos do Senhor! Qual a nossa necessidade hoje? Qual o nosso propósito para o qual devemos estar caminhando?

João Batista veio para mostrar ao mundo que o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo, estava chegando. Iniciou seu ministério cedo, antes do de Cristo, preparando o terreno para que o mestre e Senhor fosse recebido pela humanidade. Seus pais oraram e pediram este filho, mas não imaginaram que a importância dele era tremenda diante de Deus. Dos nascidos de mulher foi considerado o maior dentre todos os mortais pelo próprio Jesus (Lucas 7.28).

João pagou um alto preço, pois santificou-se vivendo totalmente para o ministério. Vivia no deserto comendo mel, era magro e vestia-se apenas com pele de carneiro. Não houve vaidades de sua parte e foi fiel ao seu propósito. E nós? Estamos dispostos a trazer ao mundo a glória de Deus? De vive-la nos santificando para o nosso propósito? Zacarias e Isabel buscaram viver assim e receberam a alegria de ter o filho que faria diferença para os judeus. Seu testemunho lhes permitiu gerar um ser que recebeu o Espírito Santo desde o ventre de Isabel.

Não há melhor dádiva do que receber o Espírito Santo, nem maior alegria ou benção! Que possamos desejar, buscar e nos alegrarmos com a presença de Deus em nossas vidas. Nada se compara a estarmos no colo do Pai amoroso! NEle temos consolo, alimento, proteção e cuidados todo o tempo. Nada se compara a isto e em Cristo estaremos nos tornando filhos, herdeiros, protegidos e amados por toda a eternidade!

João Batista se esforçou para apontar a Cristo para o mundo e nós devemos fazer o mesmo. Não como ele fez, pois o ministério dele era único, mas como filhos que desejam expor o amor do Pai a todos que encontram pela frente, por tanta alegria do amor recebido. Se ainda não enxergamos ou sentimos este amor, então é hora de nos entregarmos à Cristo! Ore e faça a oração de entrega agora mesmo e receba a salvação e a presença do Espírito Santo em sua vida!

Ano 2#114

O SENHOR É tremendo!

Quem dera abrisses os céus e descesses! Os montes tremeriam em tua presença! Assim como o fogo faz a lenha queimar e a água ferver, tua vinda faria as nações estremecerem; então seus inimigos entenderiam a razão de tua fama! Quando desceste muito tempo atrás, realizaste coisas maravilhosas que não esperávamos; ah, como os montes tremeram diante de ti! Porque desde o começo do mundo, nenhum ouvido ouviu e nenhum olho viu um Deus semelhante a ti, que trabalha em favor dos que nele esperam.
‭‭Isaías‬ ‭64:1-4‬ ‭NVT‬‬
https://www.bible.com/1930/isa.64.1-4.nvt

Glórias a Deus! O Todo-Poderoso trabalha em favor dos que nele esperam! Romanos 8.28 declara da mesma forma que “…Deus faz todas as coisas cooperarem para o bem daqueles que o amam…”, e enxergamos a vinda de Cristo como mais uma manifestação da vinda de Deus à Terra para nos proporcionar a salvação em Cristo!

Ora, a providência divina nos revela seu amor e desejo em salvar um mundo que deseja o pecado antes de desejar a Deus. A misericórdia se revela na vontade do SENHOR em nos perdoar e desejar que todos sejamos salvos, ainda que não tenhamos feito nada para merecermos a salvação!

Quem espera em Deus possui fé e esta característica separa as pessoas diante dEle. Ter fé em Deus traz o benefício de colocar nEle a nossa esperança e não em nós. Faz sabermos que há um Criador, superior a nós. É mais fácil alguém que crê em um deus passar a ter fé no único e verdadeiro Deus do que alguém que não possui fé alguma em nada além de si mesmo.

No entanto, ser idólatra não ajuda a ninguém a estar mais perto do único Deus, mas pelo contrário. Ele abomina a idolatria de todos os tipos e não receberá nos céus aquele que o substitui por qualquer outro ser ou criatura. Dobrar os joelhos diante de representações de criaturas ou da criação é também pecado:

Então o Senhor deu ao povo todas estas palavras: “Eu sou o Senhor, seu Deus, que o libertou da terra do Egito, onde você era escravo. “Não tenha outros deuses além de mim. “Não faça para si espécie alguma de ídolo ou imagem de qualquer coisa no céu, na terra ou no mar. Não se curve diante deles nem os adore, pois eu, o Senhor, seu Deus, sou um Deus zeloso. Trago as consequências do pecado dos pais sobre os filhos até a terceira e quarta geração dos que me rejeitam, mas demonstro amor por até mil gerações dos que me amam e obedecem a meus mandamentos.”
‭‭Êxodo‬ ‭20:1-6‬ ‭NVT‬‬
https://www.bible.com/1930/exo.20.1-6.nvt

O SENHOR não mudou e não mudará, pois é pré-existente e não está sob influência de sua criação. Nós é que precisamos nos curvar diante dEle e só dEle para termos acesso à sua maravilhosa graça. Que tenhamos dias de reflexão por tantas bençãos recebidas diariamente das suas dadivosas mãos e esperemos cada vez mais, porque Ele É bom e a sua benignidade dura para sempre!

Jesus Cristo veio a 2000 anos e voltará em breve. Novamente os montes tremerão e a glória de Deus será vista por todos e não haverá dúvida alguma sobre quem Cristo é! Ele está convocando hoje os que servirão com ele no seu regresso. Alistemo-nos pois o tempo se abrevia! Não temos ideia de como será, mas pela fé será glorioso porque o SENHOR assim É e tudo o que Ele faz também!

Ano 2#111

Há o ouvir e o pregar do evangelho de Cristo. Em que situação estamos hoje?

No sábado, saímos da cidade e fomos à margem do rio, onde esperávamos encontrar um lugar de oração. Sentamo-nos e começamos a conversar com algumas mulheres ali reunidas. Uma delas era uma mulher temente a Deus chamada Lídia, da cidade de Tiatira, comerciante de tecido de púrpura. Enquanto ela nos ouvia, o Senhor lhe abriu o coração, e ela aceitou aquilo que Paulo estava dizendo. Foi batizada, junto com sua família, e pediu que nos hospedássemos em sua casa. “Se concordam que creio de fato no Senhor, venham ficar em minha casa”, disse ela, e insistiu até que aceitamos.
‭‭Atos‬ ‭16:13-15‬ ‭NVT‬‬
https://www.bible.com/1930/act.16.13-15.nvt

Lídia era de Tiatira, mas estava em Filipos quando fora abordada por Paulo e seu grupo. Sua família estava com ela e era temente a Deus, embora não conhecesse ainda a Cristo.

Há esta questão no evangelho que fazemos sempre questão de mencionar. Nosso desejo não é de confrontarmos a percepção de Deus no coração de alguém ou na sua obediência aos seus princípios religiosos adquiridos em família, mas sim de evidenciarmos a oportunidade que o evangelho de Cristo traz na produção da salvação em quem nele crê!

Muitos ainda buscam se aperfeiçoar espiritualmente para serem tidos por merecedores do céu, em temor a Deus que sabemos ser santo! Outros ainda não creem em um Deus que julgará a todos e separará em dois grupos de acordo com o desempenho espiritual alcançado.

O evangelho ensina que em Jesus Cristo somos aperfeiçoados por obra do Espírito Santo em nós, a partir de nossa fé! Só depois de alcançarmos a graça da salvação por causa do sacrifício de Jesus é que partimos para a prática das boas obras que são a expressão da espiritualidade atingida na santificação. Ou seja, as boas obras provenientes de uma vida já separada para Deus em edificação através do Espírito Santo são a consequência da salvação e não a causa!

Lídia era do time que cria em Deus mas não conhecia a salvação em Cristo. Ela e sua família estavam em Filipos e foram alcançados pela pregação de Paulo. Ao buscar um local de oração Paulo não perdeu tempo para apresentar o evangelho. A obra de Deus é assim, pois não perde tempo e nem oportunidade, não julga as pessoas por aparência, gênero ou poder aquisitivo para que seja apresentado. Lídia não era pobre, pois era comerciante e possuía casa. Através dela muitos foram beneficiados, abrindo espaço para a constituição da igreja dos Filipenses.

Que oportunidades temos tido em crer em Jesus Cristo como Senhor e salvador? Temos verdadeiramente entendido a proposta do evangelho? Ainda pretendemos mostrar que podemos alcançar a salvação por nossas boas obras ou já entendemos que sem a graça de Deus não chegaremos nunca a sermos verdadeiramente bons o suficiente?

E na pregação do evangelho estamos escolhendo pessoas, lugar e momento ou não estamos perdendo tempo? Há muitas Lídias aguardando serem alcançadas e o evangelho de Cristo só precisa ser exposto. É o Espírito Santo quem tem o poder de abrir o entendimento das pessoas. Não sabemos quem atenderá e quem não. Não somos os julgadores de quem deve ouvir e quem não deve. Se estamos praticando boas obras então não estamos fazendo justiça com as próprias mãos, mas obedecendo ao chamado de Deus de pregar o evangelho!

Ano 2#110

Nossas decisões geram impacto na nossa eternidade!

Pilatos perguntou: “Que é a verdade?”. Depois que disse isso, Pilatos saiu outra vez para onde estava o povo e declarou: “Ele não é culpado de crime algum. Mas vocês têm o costume de pedir que eu solte um prisioneiro cada ano, na Páscoa. Vocês querem que eu solte o ‘rei dos judeus’?”. Não! Esse homem não! Queremos Barrabás!” Esse Barrabás era um criminoso.”
‭‭João‬ ‭18:38-40‬ ‭NVT‬‬
https://www.bible.com/1930/jhn.18.38-40.nvt

Que escolhas estamos fazendo em nossas vidas? Toda escolha tem uma consequência. A dos Judeus da época foi de abrir mão da visitação de Deus na pessoa de Jesus Cristo, o salvador de toda a humanidade! Jesus foi entregue à morte e um criminoso foi solto. O justo ficou no lugar do injusto, morrendo e sofrendo a condenação que não era dele!

Não há maior expressão da graça de Deus que não esta! Na decisão dos Judeus, acabaram por ficarem de fora do período da graça que já dura quase 2000 anos. E nós nos dias de hoje? Estamos escolhendo a vida de pecado vivendo a mesma experiência que eles? Vamos decidir pela rebeldia e vivermos segundo os nossos próprios propósitos?

Jesus Cristo já efetuou o sacrifício por todos nós! Aquele que não pecou e entregou sua vida nos faz hoje o mesmo convite. Iremos gritar por ele ou por uma vida longe dele? Iremos ignorar a graça ou vamos agarrar a oportunidade de vivermos por ela?

O convite não estará disponível após a nossa morte e ninguém hoje ousa dizer que terá todo o tempo do mundo após observarmos tantos conhecidos partirem de maneira drástica e inesperada. Não temos e nunca tivemos a certeza de estarmos vivos amanhã e cabe a cada um de nós tomarmos a nossa decisão por Cristo hoje! Se você já tomou, então convide a outros a buscarem este Deus maravilhoso. Se não, reflita em suas decisões e analise a questão principal: “Onde passarei a eternidade quando morrer?” Se ainda não tens certeza, então é hora de conversar com Jesus e entregar sua vida a ele!

Jesus disse: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém pode vir ao Pai senão por mim.
‭‭João‬ ‭14:6‬ ‭NVT‬‬
https://www.bible.com/1930/jhn.14.6.nvt

Ano 2#108

Há um antes e um depois de conhecermos a Cristo!

Então, caí por terra, ouvindo uma voz que me dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues? Perguntei: quem és tu, Senhor? Ao que me respondeu: Eu sou Jesus, o Nazareno, a quem tu persegues.
‭‭Atos‬ ‭22:7-8‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/act.22.7-8.ara

Paulo testemunhou muitas vezes a respeito do seu encontro com Jesus. Era um perseguidor de cristãos antes de conhecer a Cristo. Depois, passou a ser o maior evangelizador descrito na Bíblia. Assim como no calendário ocidental temos a escala temporal dividida em antes e depois da vinda de Cristo, assim será a vida de quem desconhecia e passa a conhecer o Senhor!

Jesus Cristo é a manifestação presente da graça de Deus em forma humana, em palavra, em ação, em misericórdia, redenção e amor dentre tantas outras manifestações possíveis de serem apontadas. Em Cristo recebemos a visão do que era para sermos na criação do mundo. O Filho tornou-se o modelo do Adão que não fora no Éden, da obediência até a morte para que a vida de todos os que creem seja preservada.

Antes da humanidade ser criada Cristo já existia e permanecerá para sempre, pois nele tudo que existe se mantém e no seu poder são geradas. Enquanto o desconhecemos não conseguimos estabelecer o entendimento de quem verdadeiramente somos e a natureza santa de Deus. É por isso que podemos nos desviar tanto ao ponto de perseguirmos aqueles que vivem para a glória do próprio Deus e achamos que também O estamos adorando!

Testemunhar o antes e depois de nosso encontro com Cristo é uma atividade perene na vida do cristão. É a oportunidade de ajudarmos a construir fé no coração dos desesperançados, dos que ignoram a oportunidade trazida por Cristo e a verdade do que espera a humanidade no Dia do Juízo de Deus. Jesus é a esperança dos que estão mortos em seus pecados e caminhando para a auto-destruição. É a virada na vida de todos nós, quem traz a verdadeira vida e que ilumina as trevas existentes em nossos corações e mentes.

Antes de Jesus estar em nós seremos egoístas e vaidosos. Não teremos a visão celestial e nossa lógica será a do mundo. Ao termos Jesus em nossos corações passaremos a buscar a natureza espiritual. Nossa lógica será a do Espírito e desejaremos sermos abençoadores de vidas. O mundo, ainda que sombrio, torna-se um lugar de exercícios, passa a possuir cores diferentes e apresenta novas oportunidades. A diferença agora está em nossa percepção de filiação e propósito e isto faz toda a diferença!

Com Cristo já vencemos o mundo, mas sem ele ainda estamos lutando pelo trivial, com desânimos e tribulações que parecem não ter solução. Quando o conhecemos tudo se transforma e até a tribulação se torna um trampolim para coisas maiores em nossas vidas. Quem deseja ter uma vida segundo a vontade de Deus precisa conhecer Jesus. Ignora-lo é permanecer sem esperança, com medo do amanhã e com a percepção do julgamento de Deus.

Conhecer Jesus Cristo é tudo de bom para as nossas vidas. Nele há salvação e vida eterna, alimento e descanso, segurança nas tribulações e a certeza de estarmos com Deus no Grande Dia! Busquemos ao Senhor!

Ano 2#100

Sejamos o corpo de Cristo!

Tu, pois, filho meu, fortifica-te na graça que está em Cristo Jesus. E o que de minha parte ouviste através de muitas testemunhas, isso mesmo transmite a homens fiéis e também idôneos para instruir a outros.
‭‭2Timóteo‬ ‭2:1-2‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/2ti.2.1-2.ara

O evangelho torna-se vivo nos testemunhos e no compartilhar da graça de Deus. É, portanto, necessário que estejamos fortalecidos na graça do Senhor Jesus Cristo! Nesta graça somos movidos pelo amor e na gratidão. Isso nos leva a não retermos a graça conosco, mas o desejo de compartilhar para que outros se beneficiem dela também. Quem tenta comer um grande bolo sozinho acaba com dor de barriga ou deixa o bolo estragar!

A graça de Deus é superabundante ao ponto de não termos como usufruir sozinhos. Precisamos compartilha-la, mas quem a recebe também precisa entender a graça alcançada. Pessoas que recebem empresas como herança sem nunca terem trabalhado nelas tem a tendência de não saber direciona-las adequadamente. Viver o evangelho sem conhecer a Cristo é tentar pilotar uma aeronave sem saber dirigir um carro. Embora os comandos facilitem a vida do homem o não entendimento da dinâmica e da física acabará por destrui-lo e a outros.

A comunhão para o testemunho e compartilhamento do evangelho nos traz a oportunidade de expormos a graça recebida através do sacrifício de Cristo. Nestas ocasiões somos fortalecidos e apresentados ao plano da salvação de Deus. Ao percebermos nossa situação de pecadores afastados de Deus desejaremos um salvador. Sem conhecer estas coisas não faz sentido prestarmos um culto a um deus desconhecido que nem sabemos o motivo para adora-lo. Seria pura religiosidade e fazer mecanicamente a nossa parte, sem alegria ou prazer.

Conhecer a Cristo é entender como o seu sacrifício nos tornou aptos, pela fé, a sermos justificados e termos nossos pecados perdoados diante de Deus, nos fazendo seus filhos e tendo o céu por herança. Sem Jesus isto não seria possível. É na comunhão com Cristo, a partir do seu corpo oferecido em sacrifício, que temos acesso a Deus. Somos chamados para sermos co-herdeiros com Cristo, o seu corpo na Terra.

A Igreja é o corpo de Cristo e esta é constituída no compartilhamento da fé mediante a graça recebida pelo amor de Deus. Se não tivesse sido nos dada em Cristo jamais conseguiríamos alcança-la!

Mas Deus, sendo rico em misericórdia, por causa do grande amor com que nos amou, e estando nós mortos em nossos delitos, nos deu vida juntamente com Cristo, — pela graça sois salvos, e, juntamente com ele, nos ressuscitou, e nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus; para mostrar, nos séculos vindouros, a suprema riqueza da sua graça, em bondade para conosco, em Cristo Jesus. Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie. Pois somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas.
‭‭Efésios‬ ‭2:4-10‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/eph.2.4-10.ara

Glorifiquemos a Deus através do nosso testemunho em Cristo. Andemos em amor e compartilhemos o evangelho da graça. Os fiéis sãos os que permanecem no caminho do testemunho e buscam alcançar e multiplicar esta graça. Sejamos o corpo de Cristo!

Ano 2#99

Andar no amor é reflexo da fé em Cristo!

E agora, senhora, peço-te, não como se escrevesse mandamento novo, senão o que tivemos desde o princípio: que nos amemos uns aos outros. E o amor é este: que andemos segundo os seus mandamentos. Este mandamento, como ouvistes desde o princípio, é que andeis nesse amor. Porque muitos enganadores têm saído pelo mundo fora, os quais não confessam Jesus Cristo vindo em carne; assim é o enganador e o anticristo. Acautelai-vos, para não perderdes aquilo que temos realizado com esforço, mas para receberdes completo galardão.
‭‭2João‬ ‭1:5-8‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/2jn.1.5-8.ara

Andar em amor, segundo os mandamentos do Senhor é o que é pregado nas igrejas. É a síntese do evangelho e o trabalhar diário do Espírito Santo em nós. Nossa parte é vivermos desta forma a nós proposta, aprendendo a fazer tudo isto com alegria e gozo, porque está nos edificando em conformidade com o Filho de Deus!

Muitas filosofias do mundo desejam ensinar coisas semelhantes, mas retirando de Cristo a primazia ou mesmo ignorando-o por completo. Esta é a tática do diabo que deseja que o mundo se perca junto com ele. Não podemos deixar de pregar a Cristo, pois o mundo carece da visão do céu para ser salvo.

O mundo já tentou de tudo para melhorar e nos ciclos da história só vemos as desgraças. Só há prosperidade quando o evangelho é plenamente observado, não o evangelho distorcido, mas o que reflete a fé genuína. Quando as nações esquecem de Deus o caos volta a partir da violência e do adultério. Pela prática do pecado se perdem e voltam para a escuridão e o estado final é pior que o anterior.

Violência e adultério são características da rebeldia e do desejo da carne. O Espírito traz domínio e equilíbrio não permitindo que tais coisas sejam praticadas em nossas vidas. Somos cativos se vivemos pela carne, mas livres se vivermos pelo Espírito. Cristo nos libertou pelo sacrifício na cruz e pela fé recebemos a libertação do pecado.

Nosso galardão está sendo acrescentado no céu por vivermos no evangelho. Aqui teremos facilidades e dificuldades com isto, mas não devemos viver sem pensar no que nos aguarda. É sermos plenos na vida de agora para sermos ainda mais na vindoura. E a plenitude aqui é sermos homens e mulheres que amam e glorificam a Deus!

A santificação é vivermos para Deus segundo os seus preceitos. Pode ser que deixemos de fazer coisas que gostemos, mas certamente teremos novas experiências maravilhosas no Espírito que nos trarão resultados muito melhores. A vida com Deus supera em muito a vida pela carne!

Sejamos maduros e vivamos no crescimento espiritual contínuo. Deixemos as fraldas do viver pela carne e comamos o alimento sólido do amor ao próximo. Nesta caminhada seremos fortalecidos e preparados para adentrarmos os portões da cidade celestial que está esperando um povo semelhante ao Filho de Deus!

Ano 2#96

Tudo está escrito para nos servir de guia e alerta!

Porém, no primeiro ano de Ciro, rei da Pérsia, para que se cumprisse a palavra do Senhor, por boca de Jeremias, despertou o Senhor o espírito de Ciro, rei da Pérsia, o qual fez passar pregão por todo o seu reino, como também por escrito, dizendo: Assim diz Ciro, rei da Pérsia: O Senhor, Deus dos céus, me deu todos os reinos da terra e me encarregou de lhe edificar uma casa em Jerusalém, que está em Judá; quem entre vós é de todo o seu povo, que suba, e o Senhor, seu Deus, seja com ele.
‭‭2Crônicas‬ ‭36:22-23‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/2ch.36.22-23.ara

Nada está fora do controle de Deus. Sua presciência nos traz as profecias, avisando-nos o que há de fazer. Jeremias escreve que Judá passaria setenta anos no cativeiro da Babilônia até o reino da Pérsia ser iniciado, o que ocorre com o rei Ciro. Daniel entende esta palavra e a registra em seu livro, tomando uma atitude para que o preparo fosse iniciado.

O livro das Crônicas registra após o ocorrido e declara a conexão entre o fato e a profecia, entre a determinação dos fatos a partir da declaração divina. A forma da Bíblia expressar este controle é a colocação: “Para que se cumprisse a palavra do Senhor”. No evangelho de Mateus temos inúmeras referências desta forma, mostrando que a vinda de Cristo havia sido anunciada e tudo o que estava dito sobre ele foi cumprido!

Estamos no tempo das revelações proféticas do Apocalipse, mas não precisamos nos desesperar com o fator temporal, pois é um livro que fala de centenas de anos. Nem é preciso dizer que toda a Bíblia é assim, quando expressa tempos de gerações que nem percebemos ao ler rapidamente. Nosso imediatismo nos impede de enxergar o grande plano e, principalmente, a longanimidade de Deus. Ele trabalha o Chronos em nós, pois somos limitados e só conseguimos racionalizar no tempo e pequenos momentos.

Perto do regresso está o Senhor, sempre um dia mais perto a cada dia que se passa. Em um determinado momento, em um abrir e fechar de olhos, cumprir-se-á nova profecia, conforme os livros já declararam. Jesus Cristo é o Alfa e o Ômega, nele não há variação e tudo o que está escrito ocorrerá sem que possamos alterar. Não porque está apenas determinado, mas porque o Deus onipresente, onisciente e onipotente já viu e anunciou. Ele controlou o resultado lá na frente e anunciou o que havia de ser, e nos dá oportunidade de nos arrependermos.

Como nos filmes de super-heróis há realidades alternativas em fluxos temporais, há finais que o nosso livre-arbítrio permite alcançar e outros não serão permitidos, pois a destruição seria certa. Como um pai cuida para que a criança pequena não se mate eletrocutada ou caia de escadas, assim o Pai celestial não permite que façamos algo irreversível sem que haja um escape. Um final já está escrito e neste há uma cidade celestial suspensa nos ares aguardando a visita dos reis da Terra.

Neste final há um povo que glorifica ao único Deus e este é a luz do mundo que já não possui noite. Não há trevas e nem maldade. Lá não entra pecado ou pecadores, pois todo o mal já foi destruído e a natureza humana restaurada. Neste final há uma continuação pela eternidade e nunca mais teremos o terror, doenças e violência. Serão dias maravilhosos e estamos seguindo para eles.

Quem irá morar nesta cidade? Os que hoje decidem seguir o Cordeiro. A decisão é no Chronos, mas a vida eterna ocorrerá no Kairós, tempo de Deus, que não entendemos. Importa nos entregarmos de corpo e alma nas mãos do Senhor e buscarmos atender os seus propósitos, pois a separação já está declarada e não poderemos dizer que não sabíamos, pois tudo está escrito na Bíblia!

Ano 2#94

Busquemos o poder do Espírito!

Então, Jesus, no poder do Espírito, regressou para a Galileia, e a sua fama correu por toda a circunvizinhança. E ensinava nas sinagogas, sendo glorificado por todos.
‭‭Lucas‬ ‭4:14-15‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/luk.4.14-15.ara

Muitos desejam fazer a obra de Deus, mas nem todos estão realizando no poder do Espírito. A obra é proclamar a Cristo como Senhor e salvador, mas quem convence o homem do pecado, da justiça e do juízo é o Espírito Santo!

Jesus não estava apenas como homem, mas totalmente revestido da divindade. Nos ensina, cura e restaura através do mesmo Espírito que estava com ele enquanto passou entre nós. Assim deve ser com todos os que desejam segui-lo. Sem o poder do Espírito estaremos falando sem entregar a convicção, sem levar o temor, sem conectar os corações ao de Deus.

Atuar sem o Espírito seria o mesmo que levar um placebo a quem precisa do remédio ativo. É como lançar água morna para refrescar em um dia quente, é sermos incapazes de mudar a percepção de quem ouve para a mensagem ministrada.

Precisamos buscar a Deus e isto ocorre através do Espírito Santo que está derramado sobre toda a Terra desde o Pentecostes logo após a ressurreição e ascensão de Cristo. Nos entregou para termos o poder de levar a fé aos corações e o alimento espiritual aos famintos.

Busquemos ao Senhor enquanto podemos acha-lo. Sejamos perseverantes e diligentes, pois sem a presença do Espírito estaremos vivendo sem a força espiritual que nos transforma e leva transformação, e que nos dá testemunho da salvação e condições de darmos este testemunho aos que precisam de uma luz para os guiar a Cristo.

Glorifiquemos ao Senhor Jesus Cristo, pois pela sua obra redentora temos acesso ao poder de Deus para as nossas vidas e a dos que estão à nossa volta!

Ano 2#85