Temos valorizado estarmos com Deus?

Senhor, Deus dos Exércitos, escuta-me a oração; presta ouvidos, ó Deus de Jacó! Olha, ó Deus, escudo nosso, e contempla o rosto do teu ungido. Pois um dia nos teus átrios vale mais que mil; prefiro estar à porta da casa do meu Deus, a permanecer nas tendas da perversidade.”
‭‭Salmos‬ ‭84:8-10‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/psa.84.8-10.ara

O salmista enxergou a diferença entre estar perto e longe de Deus, entre estar na presença do Pai ou em qualquer outro lugar!

E nós? Que valor temos dado à nossa intimidade com Deus?

Naquela época, estar com Deus era ir até o templo. Com a Nova Aliança em Cristo, o templo está em cada um de nós. Somos o templo do Espírito Santo e basta orarmos para estarmos falando diretamente com Deus!

O véu de separação do local onde a Arca da Aliança ficava para o interior do templo foi rasgado de cima a baixo na crucificação de Cristo. “Tudo está consumado!” – disse o mestre! Então temos livre acesso ao Pai!

Se temos acesso e não precisamos sair de casa para falar com Deus, o que precisamos é de intimidade com Ele. Estar aos seus pés é nos entregarmos a ouvi-lo, seja por meditação nas escrituras, seja em jejuns e orações, ou fazendo a obra de amor ao próximo.

Deus está conosco ainda que não o enxerguemos. Está ao nosso alcance em qualquer circunstancia ou lugar. O que nos impede de falar com ele?

Pense em você estando ao lado de alguém o tempo todo e não recebe nem um olhar dele (dela). A pessoa sabe que você está ali o tempo todo, mas fica em silêncio e nem olha para você. Ela está lhe dando atenção?

Isto é o que fazemos com Deus quando ignoramos sua presença em nós!

É isto que continuaremos a fazer por toda a vida? Então não entendemos ainda o privilégio da presença de Deus em nós. Se é isto, então, ainda vivemos como se fôssemos desconectados ou vivendo no tempo da Velha Aliança onde ter a presença de Deus era ir para um templo de paredes…

Um pai deseja se relacionar com seu filho. Um filho se agrada de estar com seu pai. Ou entendemos a paternidade de Deus ou não estaremos nos relacionando com Ele da maneira adequada. Precisamos valorizar o Pai em nossas vidas!

Sobre o que estamos conversando?

o que temos visto e ouvido anunciamos também a vós outros, para que vós, igualmente, mantenhais comunhão conosco. Ora, a nossa comunhão é com o Pai e com seu Filho, Jesus Cristo.
‭‭1João‬ ‭1:3‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/1jn.1.3.ara

Quando conversamos com alguém sobre um assunto trazemos esta pessoa para aquilo que conversamos.

Há rodas para conversar de esporte, trabalho, hobbies, etc. Em cada roda destas há um entendimento comum, a base para a comunhão.

A ideia de João é que a nossa comunhão seja em Deus e, por isso, seu discurso versa a respeito das coisas de Deus.

Ora, a nossa boca fala do que mais existe em nossos corações. Se vivemos para o trabalho, dificilmente falaremos de outra coisa.

Se atendemos ao que Jesus nos ensina de buscarmos em primeiro lugar o Reino de Deus, então minha leitura das Escrituras me dá conhecimento para compartilha-las.

Assim poderei também ter comunhão com o Pai, o Filho e com as demais pessoas com quem falar de Deus!

É tempo de priorizarmos Deus em nossas vidas. Sempre estaremos falando disso. Afinal, Evangelho é relacionamento com Deus que nos transforma com Seu amor!

Se conversamos com Deus temos comunhão com Ele! Quanto mais relacionamento, mais intimidade. E esta intimidade com Deus fará toda a diferença em nossas vidas e na das pessoas com quem nos relacionarmos.

Tenhamos comunhão com Deus e esta se inicia pela fé em Jesus Cristo, Seu Filho e que se torna nosso irmão pela comunhão com ele!