Deus se aproximou de nós em Cristo!

Aproximavam-se de Jesus todos os publicanos e pecadores para o ouvir. E murmuravam os fariseus e os escribas, dizendo: Este recebe pecadores e come com eles.
Lucas 15:1‭-‬2 ARA
https://bible.com/bible/1608/luk.15.1-2.ARA

Jesus Cristo veio para todos os pecadores, sem exceção. A promessa é que todo aquele que crer em Jesus como Senhor e Salvador está salvo por toda a eternidade. Quem não crer já está condenado. Isto significa que não há ascepção de pessoas. Não há denominação religiosa, cor, raça, nacionalidade ou condição financeira que traga salvação para alguém, somente Jesus Cristo!

A religiosidade impõe condições outras que não a fé em Jesus. Por isso se torna necessário não comer isto ou aquilo, guardar dias e festas, realizar obras e etc. Se Jesus nos salvou para toda a eternidade então não sou salvo pelo que fiz ou faço, mas pelo que ele fez por mim na cruz.

Paulo, em sua carta aos Romanos, explica que o amor de Deus derramado sobre nós a partir desta união em Cristo nos torna novas criaturas em Deus que passam a realizar as boas obras. Elas são consequência e não a causa de nossa salvação. Porque sou salvo vivo como um salvo. Não está em mim o ser santo, mas em Deus. Portanto é necessário que eu receba o Espírito Santo de Deus para me ajudar a santificar-me em resposta à salvação recebida.

Cristianismo onde Cristo não é o autor e consumador da fé e da nossa salvação não é Cristianismo, mas religiosidade que não salva e nem transforma. Há muitas denominações religiosas que se tornam semelhantes aos fariseus e os escribas. Pessoas que vivem o evangelho segundo suas tradições e não glorificam a Deus em seus corações, condenando a si mesmos e aos que lhes seguem.

No tempo de ministério de Jesus Cristo havia tais homens e hoje estes continuam a realizar tais obras que pervertem o entendimento de Cristo. A própria palavra quer dizer Messias, o prometido que traz a salvação de todos. Ora, crer nos ensinos de Jesus e não fazê-lo senhor de nossas vidas é viver atormentado por não saber se está salvo ou não e ainda se sentir obrigado em ajudar o próximo. Em Cristo não há nem a dúvida e nem o peso da obra. Ele nos liberta das práticas doutrinárias de homens e nos traz a paz e a alegria em servir.

Cuidemos de entregar nossas vidas ao verdadeiro Senhor, o autor da vida, o redentor e Cordeiro perfeito que tira o pecado do mundo. Estar em um lugar onde Cristo não é suficiente para nos trazer salvação é estar debaixo da religiosidade que não salva. A salvação traz a santificação que nos transformará de tal forma que o pecado de outrora nos incomodará, mas teremos força de dizer não. Em Cristo vencemos o pecado, mas sem ele permanece a nossa natureza pecaminosa.

Sem Cristo tentaremos ser santos sem alcançarmos o resultado esperado, mas em Cristo já somos justificados e teremos a alegria de vivermos a transformação diária. A religiosidade é a expressão exterior, para que outros vejam, mas Cristo nos transforma por dentro, obra do Senhor em nós que, certamente, aparecerá aos outros como consequência de quem nos tornamos. Se não estamos sendo transformados é porque estamos sendo religiosos. A fé dada pelo Senhor em suas promessas nos garante que não permaneceremos na iniquidade porque o obedeceremos de coração

Deixemos nossa religiosidade hoje e nos entreguemos de corpo, alma e espírito ao nosso Senhor e único mediador entre Deus e os homens, Jesus o Cristo!

Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim.
João 14:6 ARA
https://bible.com/bible/1608/jhn.14.6.ARA

Todo aquele que nega o Filho, esse não tem o Pai; aquele que confessa o Filho tem igualmente o Pai.
1João 2:23 ARA
https://bible.com/bible/1608/1jn.2.23.ARA

Aquele que tem o Filho tem a vida; aquele que não tem o Filho de Deus não tem a vida.
1João 5:12 ARA
https://bible.com/bible/1608/1jn.5.12.ARA

Jesus é o Filho de Deus! Creiamos nele somente e sejamos servos do Deus altíssimo. Nada mais importa para a salvação. Fora de Cristo tudo se torna religiosidade que castra a fé, impõe peso e não transforma. Ser Cristão é abandonar o pecado porque Deus se aproximou de nós e nos santificou no Filho!

Ano 2#310