#3_119 Provérbios 1:32-33

Os ingênuos são mortos porque se desviam da sabedoria; os tolos são destruídos por estarem satisfeitos consigo mesmos. Mas o que me der ouvidos habitará seguro, tranquilo e sem temor do mal.”
Provérbios 1:32‭-‬33 NAA
https://bible.com/bible/1840/pro.1.32-33.NAA

Temos sido ingênuos, tolos ou ouvintes a respeito das coisas de Deus? Difícil responder sem recaírmos em algum grau de vaidade. E a vaidade nos leva à tolice. Ser tolo é confiar em si mesmo por causa de experiências vividas.

Vejamos o caso de Saul. Em 1 Samuel 28 o então rei Saul consulta os mortos, algo condenado por Deus desde o princípio em sua palavra, e recebe uma resposta indesejada do além. Não havia recebido de Deus fosse por sonhos, profecia ou por sorte. Então decide fazer o proibido, como se Deus desejasse se comunicar pela forma como já havia condenado.

A experiência do rei não lhe deu resposta melhor do que tinha e piorou sua condição pecaminosa diante de Deus, ainda que confiasse no que estava fazendo. Isto é uma forma de sermos tolos, desobedecendo a Deus para provarmos um entendimento que temos a respeito da vida.

Como podemos evitar sermos ingênuos e tolos? Conhecendo a vontade de Deus pelas escrituras! Deus se revela em Cristo e o evangelho nos fala dos ensinos de Jesus para a igreja. Ouvi-lo sem obedecer é outra tolice. Não ouvi-lo é permanecer na ingenuidade. Obedecê-lo é o único caminho para a verdade.

Oremos para que a nossa vaidade seja retirada de nós, junto com a nossa natureza para o pecado. Jesus se revela em nós por nossa própria obediência. Quando nos rendemos aos pés da cruz é que começamos a entender o seu chamado. Quando respondemos positivamente nos tornamos discípulos.

Mostrar piedade é mais fácil do que segui-lo. Os tolos estão mostrando piedade para esfregar na cara de Jesus que ele não precisava morrer e dar a vida por nós. Esquecem-se de ler as escrituras e entender que salvação não é ganha por obras de musericórdia, mas por vontade de Deus. Por isso a justiça divina não será feita sem que a motivação das obras sejam levadas em consideração.

O ingênuo nem está preocupado com a questão do céu vs inferno, e sua ruína será perceber tarde demais que sem um salvador não há saída para o pecador. Quem não tem pecados? Todos precisaremos de um defensor no Tribunal de Deus!

#3_118 Lucas 17:14

Ao vê-los, disse-lhes Jesus: Ide e mostrai-vos aos sacerdotes. Aconteceu que, indo eles, foram purificados.
Lucas 17:14 ARA
https://bible.com/bible/1608/luk.17.14.ARA

Fé, intrepidez, obediência e gratidão. Os dez leprosos creram que poderiam ser curados por Jesus. Aproveitaram a oportunidade e todos foram juntos pedir a cura. A fé se uniu à vontade e não ficaram com o medo de ouvirem o não que já tinham.

Quando Jesus lhes mandou seguir caminho até os sacerdotes não duvidaram em obedecê-lo, ainda que não tivessem visto a cura até aquele momento. Apenas ao obedecerem, no caminho, é que a cura veio!

Todos receberam igualmente a benção, mas apenas um voltou para agradecer a obra que foi feita em sua vida. Não achou que era merecedor, pois não tinha feito por onde receber e não havia como pagar pela cura.

Cuidemos em como estamos recebendo a graça, a misericórdia e outras bençãos de Deus. A gratidão é o termômetro de um coração que reconhece o valor daquilo que recebe por amor, sacrifício ou cuidado de Deus e do nosso próximo para conosco.

Ainda que um pai e uma mãe tenham uma obrigação moral no cuidado com os filhos eles já fizeram a parte impossível para nós que é nos dar a vida. Só por isso já merecem nossa gratidão por toda a vida. Colegas, amigos, parentes e vizinhos, como os tratamos pelo que fazem para conosco?

Gratidão não é apenas o ato de verbalizar o reconhecimento, mas fazê-lo porque fomos tocados pelo favor recebido. Que tenhamos a prática de agradecermos por tudo o que temos recebido. Ainda, Cristo está nos orientando a fazermos coisas que são resposta de nossas orações. Confiemos nele e obedeçamos, pois certamente receberemos ao longo do caminho!

Isolamento espiritual não aperfeiçoa!

O ferro se afia com ferro, e uma pessoa, pela presença do seu próximo.
Provérbios 27:17 NAA
https://bible.com/bible/1840/pro.27.17.NAA

Ser cristão vivendo isolado do mundo é não ter oportunidade de expor-se nas situações do dia-a-dia. É dizer que se é campeão sem entrar no ringue, é declarar-se forte sem fazer força. Muitos se isolam por acharem que assim estão se santificando, mas a verdade é que estão apenas preocupados em não pecar. É mais fácil dizer que somos puros vivendo isolados do que no meio das situações cotidianas onde teremos de resistir às tentações.

Ser um peregrino é diferente de ser um heremita. Peregrinos vivem no meio das pessoas sem pertencer ao lugar, enquanto heremitas vivem longe das pessoas procurando o lugar onde se esconder melhor. A verdade é que o evangelho é viver para Cristo evidenciando o reino. É ser embaixador da graça de Deus para os povos.

Portanto, ser cristão é viver no mundo sem pertencer a ele, é aprendendo a não pecar tendo a oportunidade de faze-lo, perdoando e sendo perdoado pelos erros cometidos. Cristão aprende a amar quem se torna seu inimigo, aprende a ser humilde e reconhecer seu erro quando peca contra alguém e é este processo que traz o verdadeiro crescimento em santidade.

Cristo é o maior exemplo por ter permanecido sem pecado em nosso meio. É o nosso padrão de conduta a ser alcançado. Viveu entre nós para evidenciar o Pai e sofreu nas mãos de quem deveria tê-lo amado. Foi rejeitado pelos seus, mas decidiu obedecer até a morte de cruz.

Faz parte da vida cristã vivermos em comunidade. Assistir cultos pela internet e ouvir sermões online sem participar do corpo de Cristo não é a melhor forma de sermos discípulos do mestre. Pode ser necessário em tempos de pandemia, mas não é o meio pelo qual devemos passar a viver. Que seja o menor tempo possível e voltemos à viver em comunhão com a igreja e com o nosso próximo.

É justamente nos momentos difíceis onde daremos o testemunho de fé, da graça e do amor. É assim que podemos ser sal e luz para o mundo. Sal guardado em vidro não serve para nada além de absorver água e estragar. Lâmpada acesa dentro de gaveta fechada não serve para ninguém enxergar o conteúdo.

Sem convivermos com as pessoas não aperfeiçoaremos e nem seremos aperfeiçoados. É na dificuldade gerada pelos relacionamentos que a verdadeira santidade é desenvolvida e daremos o verdadeiro testemunho de Cristo Jesus para o mundo!

Ano 2#357

Busquemos ouvir e obedecer a voz do Espírito!

Mas o Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse ensinará a vocês todas as coisas e fará com que se lembrem de tudo o que eu lhes disse.
João 14:26 NAA
https://bible.com/bible/1840/jhn.14.26.NAA

O Espírito Santo é enviado no nome de Jesus. Por esta razão temos declarado que sem a fé na obra de Cristo não há o recebimento do Espírito Santo. Em Atos Capítulo 10 o centurião Cornélio foi visitado por um anjo para chamar Pedro para lhe expor o plano da salvação em Cristo. Era um homem piedoso, mas não conhecia ainda o salvador e Senhor Jesus, o que ocorre na visita de Pedro. Tão logo Cornélio e todos os presentes receberam o evangelho creram, sendo batizados no Espírito Santo e nas águas!

É o Espírito Santo quem nos conduz na caminhada da santificação, como um pedagogo que nos leva pelas mãos para termos o conhecimento a respeito de Deus. É através do Espírito que podemos compreender a profundidade do amor de Deus! Sem o Espírito não temos Deus em nós. Sendo o templo do Espírito Santo estaremos com o compromisso de ouvir e entender a vontade de Deus para as nossas vidas.

Busquemos este relacionamento mais profundo! Deus está conosco e quer se relacionar de maneira profunda. Precisamos dedicar tempo neste relacionamento para usufruímos da presença do Senhor! Há que se priorizar a graça recebida. Quem poderia falar diretamente com os construtor do universo? Quem poderia desejar a Sua presença? Hoje temos isto por Cristo e muitas vezes não estamos aproveitando a oportunidade! Não deixemos para depois, porque hoje precisamos tomar decisões importantes em nossas vidas!

Deus seja louvado por sua misericórdia e amor para conosco! Que possamos ouvir a voz do Espírito e obedece-la. Será grandioso o resultado em nossas vidas!

Ano 2#343

Primeiramente obedeçamos a Deus!

Trouxeram os apóstolos, apresentando-os ao Sinédrio. E o sumo sacerdote os interrogou, dizendo: — Não é verdade que ordenamos expressamente que vocês não ensinassem nesse nome? No entanto, vocês encheram Jerusalém com a doutrina de vocês e ainda querem lançar sobre nós o sangue desse homem. Então Pedro e os demais apóstolos afirmaram: — É mais importante obedecer a Deus do que aos homens. O Deus de nossos pais ressuscitou Jesus, a quem vocês mataram, pendurando-o num madeiro. Deus, porém, com a sua mão direita, o exaltou a Príncipe e Salvador, a fim de conceder a Israel o arrependimento e a remissão de pecados. E nós somos testemunhas destes fatos — nós e o Espírito Santo, que Deus deu aos que lhe obedecem.
Atos 5:27‭-‬32 NAA
https://bible.com/bible/1840/act.5.27-32.NAA

É mais importante obedecer a Deus que aos homens. Alguns pedirão que contemos mentira, outros que roubemos por eles, outros que deixemos de fazer algo para que possam usufruir de alguma vantagem. Mas, se o fizermos estaremos pecando contra Deus.

Importa conhecer a Sua vontade e obedece-la e não ao que os homens desejam. Tudo que nos dizem a fazer que nos leva a pecar contra Deus deve ser evitado. Cuidemos, portanto, de como obedecemos aos homens.

Pior é quando ensinamos nossos filhos a mentir quando pedimos a eles que digam ao telefone que não estamos para alguém em específico. Pior ainda quando destruímos amizades e relacionamentos para que tenhamos alguma vantagem com outras pessoas.

Seis coisas o Senhor Deus odeia, e uma sétima a sua alma detesta: olhos cheios de orgulho, língua mentirosa, mãos que derramam sangue inocente, coração que faz planos perversos, pés que se apressam a fazer o mal, testemunha falsa que profere mentiras e o que semeia discórdia entre irmãos.
Provérbios 6:16‭-‬19 NAA
https://bible.com/bible/1840/pro.6.16-19.NAA

Recebe o Espírito Santo quem obedece a Deus ao se arrepender de seus pecados encontrando salvação em Cristo! Estes não temerão a justiça de Deus, pois já estão justificados. Ainda que o mundo se levante contra, e se levantará, será limitada a perseguição a este mundo. No vindoura será livre em adoração e alegria na presença de Deus!

Homens desejam viver por seu orgulho, mas devemos primeiro agradarmos a Deus e não a nós mesmos. Cuidemos do que estamos fazendo e vejamos a quem estamos verdadeiramente obedecendo!

Ano 2#332

Nossa obediência diária trará o cumprimento das promessas de Deus!

Naqueles dias, foi publicado um decreto de César Augusto, convocando toda a população do império para recensear-se. Este, o primeiro recenseamento, foi feito quando Quirino era governador da Síria. Todos iam alistar-se, cada um à sua própria cidade. José também subiu da Galileia, da cidade de Nazaré, para a Judeia, à cidade de Davi, chamada Belém, por ser ele da casa e família de Davi, a fim de alistar-se com Maria, sua esposa, que estava grávida. Estando eles ali, aconteceu completarem-se-lhe os dias, e ela deu à luz o seu filho primogênito, enfaixou-o e o deitou numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na hospedaria.
‭‭Lucas‬ ‭2:1-7‬ ‭ARA‬‬
https://bible.com/bible/1608/luk.2.1-7.ARA

Já conversamos sobre a obediência às autoridades definir situações em nossas vidas. Sem este recenseamento Jesus teria nascido em Nazaré e não em Belém como estava profetizado. Muitas vezes acreditamos que para que as profecias se cumpram em nossas vidas devemos agir de forma extraordinária, mas é no ordinário que tudo acontece.

Na nossa rotina veremos o poder de Deus. Na oração diária, no trabalho que costumamos fazer, nas pequenas coisas que começavam e terminavam de uma forma e agora ocorrem de maneira melhor, Deus age em nosso favor a todo momento, e no conjunto da obra a promessa é alcançada.

Muitas vezes queremos ver a abertura do Mar Vermelho, um sinal espetacular que ocorre de uma hora para outra com grande intensidade, mas o Senhor quer operar o tempo todo em nossas vidas! Maria foi suportada em uma viagem longa, já no fim da gravidez, e teve Jesus sem estrutura alguma. Sem um lugar apropriado cumpriu-se a promessa do nascimento do salvador do mundo, veio sem ser bem recebido, mas trouxe consigo a graça e o amor de Deus!

Precisamos aprender a enxergar os cuidados de Deus em todas as coisas. Sem este exercício logo estaremos nos esquecendo dos grandes sinais também. Sem sermos fiéis no pouco também não seremos no muito. A pandemia nos fez acordar para isto, mas já estamos esquecendo de novo. Estar sem gripe ou febre tornou-se em benção e milagre, agora já não estamos mais lembrando disto se estamos onde pessoas amigas não estão sendo impactadas pelo vírus.

O nascimento de Jesus Cristo foi assim narrado, de maneira simples, sendo anunciado a alguns pastores e o sinal dado pela estrela-guia. Um nascimento ordinário de consequências extraordinárias! No ocidente inteiro o calendário foi estabelecido baseando-nos neste acontecimento narrado de maneira singela. Hoje estamos no ano 2021 depois do nascimento de Jesus! Todos os nossos dias estão sendo contados baseando-nos naquele fato ordinário, mas que nos trouxe tremendos benefícios!

E o que mais se transformou em benefícios que temos deixado de agradecer ou de prestarmos atenção? Datas comemorativas de eventos são testemunhos de transformações em nossas vidas, conquistas, ritos de passagem, coisas ordinárias que nos marcam e nos fortalecem na nossa caminhada. Que possamos ser gratos a Deus em todas as coisas, pois alcançamos tantos benefícios por perseverarmos em fazer um pouco a cada dia, mas a recompensa da promessa está no final!

Jesus nasceu para que nossos pecados fossem perdoados e pudéssemos viver sem pecar constantemente, nos santificando e sendo úteis ao Senhor! Isto ocorre nas ações simples diariamente. A recompensa é adentrarmos as portas celestiais com o Senhor! É profecia, promessa e vai acontecer aos que ordinariamente se preocupam em viver o que nos foi proposto. Teremos festa pela conquista e será um grande sinal naquele dia. No hoje, vivamos o simples e amanhã também, com fé naquele que prometeu porque É fiel!

Ano 2#173

Na obediência temos certeza do cumprimento das profecias!

Sim, eu lhes digo estas coisas agora para que, quando elas acontecerem, vocês se lembrem de que os avisei. Eu não lhes disse antes porque ainda estaria com vocês mais um pouco.” “Agora, porém, vou para aquele que me enviou, e nenhum de vocês me pergunta para onde vou. Em vez disso, entristecem-se por causa do que eu lhes disse.
‭‭João‬ ‭16:4-6‬ ‭NVT‬‬
https://www.bible.com/1930/jhn.16.4-6.nvt

Profecias acabam por nos influenciar de várias maneiras. Nem sempre as entendemos na hora em que as recebemos e, por isso, ficamos com o coração preso na busca do “como” em vez do “para que”. Jesus estava apresentando aos discípulos que voltaria para o Pai para que o Espírito Santo pudesse vir e completar a obra de salvação em todo o mundo. Completar porque é necessário que a fé seja produzida nos corações e é o Espírito quem produz este resultado em todo o mundo.

Em forma corpórea Jesus ficou estabelecido em Israel, mas o Espírito Santo seria derramado sobre todo o mundo para benefício de toda a humanidade. O custo seria não o verem até o dia do seu retorno e isto estava lhes pesando mais do que saber o benefício. No entanto Jesus prometeu estar conosco através do mesmo Espírito. Esta é uma ligação espiritual direta, como estarmos conectados em uma rede social espiritual. Não percebemos a presença de maneira a nos vermos no mesmo lugar juntos, apenas por uma tela.

Ainda que esta comparação seja de maneira bem grosseira não podemos negar que podermos nos ver e falar pelo celular durante o tempo da pandemia nos trouxe alívio e consolo em vários momentos. Estarmos conversando ainda que não nos vendo fisicamente frente a frente nos permite termos comunhão. A espiritual é muito superior à virtual, pois estamos compartilhando o Espírito e tudo o mais que está nele!!!!

Precisamos nos concentrar no “para que” estamos fazendo as coisas. O “como” é a parte de Deus em nossas vidas. Não temos controle total de nada que nos acontece. Podemos obedecer e desobedecer, trazendo problemas ao nosso caminho e interferindo a ponto de Deus não nos dar mais o que seria para nós, vide o povo morrer no deserto durante os 40 anos de peregrinação, Ananias e Safira que mentiram ao Espírito Santo e tantos outros exemplos negativos.

Mas, há o exemplo de José no Egito, quem só obedeceu e no final triunfou para que o seu povo fosse salvo por suas mãos e depois se tornasse numeroso, ainda que na escravidão. Vejamos que era uma escravidão anunciada a Abraão e tinha o propósito de mostrar que não há caminho que seja contrário quando Deus age e que tudo Ele controla e nos anuncia para nos mostrar que não importa o “como” Ele irá fazer, mas sim o “para que” está fazendo e o fim de todas as coisas.

Não nos preocupemos nas coisas anunciadas, mas sim trabalhemos em obediência pois será nela que o “como” ocorrerá naturalmente. Ora, obedecer é viver segundo o ensino do evangelho. Quem assim vive não precisa se preocupar nem com o hoje e nem com o amanhã!

Ano 2#107

Como obedecermos a Deus quando duvidamos dos homens que nos lideram?

Falaram Miriã e Arão contra Moisés, por causa da mulher cuxita que tomara; pois tinha tomado a mulher cuxita. E disseram: Porventura, tem falado o Senhor somente por Moisés? Não tem falado também por nós? O Senhor o ouviu.
‭‭Números‬ ‭12:1-2‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/num.12.1-2.ara

Este evento em que Miriã e Arão questionam a liderança de Moisés em sua qualidade de profeta antecede a rebelião que se segue na questão dos espias enviados a observarem Canaã. Muitas revoltas começam quando lideranças são questionadas e por que já não se têm fé na liderança, ou seja, no que ela diz e para onde nos leva.

Miriã ficou sete dias leprosa enquanto todo o povo passou quarenta anos no deserto por causa destas rebeldias. Deus estabelece lideranças religiosas e autoridades civis. Todas servem um propósito e teremos sempre dificuldades em um momento ou outro. Quando atende-las? A resposta será sempre quando estiverem servindo a Deus.

Até Nabucodonosor executava um propósito de Deus quando levou o povo para o cativeiro babilônico e não é fácil ficar debaixo de um povo e uma liderança contrários às nossas crenças. Muitas vezes questionamos a tudo mas esquecemos de perguntar a Deus e esperar nEle a resposta.

Se O servimos estaremos onde for necessário e resistiremos debaixo de Sua poderosa mão protetora. Iremos servir quem está sob o domínio estando nós também debaixo desta servidão, mas o propósito é mostrar a Cristo. Cristãos foram mortos em arenas, pela boca de leões, homens, mulheres e crianças, para divertirem os romanos. Serviram de tochas acesas em postes para iluminar estradas romanas, foram mortos, escarnecidos e até hoje lembrados.

Difícil permanecer onde somos perseguidos e pior ainda quando ocorre o desejo de abandonarmos nossas lideranças espirituais, mas a desgraça vem quando abandonamos a liderança de Deus para as nossas vidas. Quem somos nós senão criaturas de Deus? Qual o nosso propósito maior senão adora-lo com as nossas vidas? O que mais importa é fazermos a nossa vontade ou a vontade de Deus? Sempre cairemos nesta questão de buscarmos saber esta vontade e isto depende de nossa santificação!

Servir a Deus é desejar viver para Ele. E servi-lo é atender ao chamado tanto de lideranças civis como religiosas. Podemos e devemos analisar as atitudes das autoridades tanto civis como religiosas e permaneceremos debaixo delas se Deus assim nos falar. Não são estas autoridades que nos dirão que Deus nos manda permanecermos debaixo delas pois isto não é liderança, mas cativeiro. Devemos analisar as escrituras e colocarmos tudo diante de Deus.

Um servo de Deus serve ao Senhor e se submeterá por amor à obra de Deus. Sem isto, não importa se o líder e o governo são bons ou maus, sempre teremos nossa vaidade a combate-los. Sem o serviço a Deus faremos sempre a nossa vontade que quase sempre não estará alinhada à de Deus. Portanto, permaneçamos em oração para sempre termos a confirmação do Senhor para estarmos ou sairmos, para não contendermos contra o Altíssimo e sejamos úteis à Sua obra de fé, amor e graça!

Ano 2#102