Estaremos com Lázaro ou com o rico? Precisamos decidir agora!

“Disse, porém, Abraão: Filho, lembra-te de que recebeste os teus bens em tua vida, e Lázaro igualmente, os males; agora, porém, aqui, ele está consolado; tu, em tormentos. E, além de tudo, está posto um grande abismo entre nós e vós, de sorte que os que querem passar daqui para vós outros não podem, nem os de lá passar para nós. Então, replicou: Pai, eu te imploro que o mandes à minha casa paterna, porque tenho cinco irmãos; para que lhes dê testemunho, a fim de não virem também para este lugar de tormento. Respondeu Abraão: Eles têm Moisés e os Profetas; ouçam-nos. Mas ele insistiu: Não, pai Abraão; se alguém dentre os mortos for ter com eles, arrepender-se-ão. Abraão, porém, lhe respondeu: Se não ouvem a Moisés e aos Profetas, tampouco se deixarão persuadir, ainda que ressuscite alguém dentre os mortos.”
‭‭Lucas‬ ‭16:25-31‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/luk.16.25-31.ara

Jesus conta uma história onde coloca nomes e declara uma situação. Como não se trata de uma ilustração, entendemos que é a verdade espiritual retratada em como será após a morte de cada um. O seio de Abraão é onde os salvos esperam para o reencontro com Jesus na ceia do Cordeiro, enquanto os tormentos são a ante-sala do inferno, à espera da condenação individual.

Certo é que Abraão declara que não há como passar de um lado para o outro depois da morte. O rico não tem mais a oportunidade de ir até Abraão e nem Lázaro poderia ir até o lugar de tormentos ajudar o rico.

Jesus também usa esta palavra para descrever que não seria pela volta da alma de mortos que o Evangelho seria pregado, mas pelas Escrituras enquanto os vivos a pregam e leem. Assim, Jesus descarta o ensino para salvação através do contato com almas de mortos. Se as pessoas não ouvem a pregação do Evangelho pelos vivos também não ouvirão pelos mortos!

Importa que hoje decidamos ouvir e nos entregarmos ao amor de Deus que está descrito em toda a Sua Palavra. Jesus é o verbo que encarnou e trouxe a luz de Deus para que pudéssemos entender e receber as Escrituras com alegria. Ele é a própria Escritura viva, que nos transforma diariamente!

Importa decidirmos hoje, pois não temos o amanhã. O COVID-19 é só mais uma forma de doenças. Nada mudou para o ser humano, pois não sabemos quando e nem de que forma partiremos desta terra. Importa sabermos para onde vamos, porque estaremos em Cristo e com Cristo, ou separados dele por toda a eternidade!