Glorifiquemos a Deus e não ao homem!

Chegando-se, tocou o esquife e, parando os que o conduziam, disse: Jovem, eu te mando: levanta-te! Sentou-se o que estivera morto e passou a falar; e Jesus o restituiu a sua mãe. Todos ficaram possuídos de temor e glorificavam a Deus, dizendo: Grande profeta se levantou entre nós; e: Deus visitou o seu povo.
‭‭Lucas‬ ‭7:14-16‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/luk.7.14-16.ara

Os milagres de Jesus trouxeram glórias a Deus no meio do povo. A humildade de Cristo transportava seus atos para o reconhecimento da graça de Deus. A medicina ainda não consegue trazer mortos à vida até hoje, portanto as ressurreições continuam sendo milagres atribuídos ao divino.

No entanto, Jesus é Deus e, por isso, tem o reconhecimento de todo Cristão que o segue. Outros não vieram dos céus, não estavam na criação do universo e nem conheceram ao Pai! Por que, então, colocar sobre eles o reconhecimento dos milagres?

Cristo estabeleceu que a igreja seria o seu corpo na terra e lhe daria poderes ainda maiores que os que ele praticou na terra para continuarmos o seu trabalho de glorificar a Deus. Se Jesus não tomou a glória para si, tampouco nós deveremos fazer desta forma.

Assim, glorificar a homens e mulheres por milagres praticados através deles não é certo. Sejamos gratos sim e os honremos até com recursos do mundo, mas a glória é de Deus! Errado é dobrar-se diante de homens suplicando por milagres, estejam vivos ou mortos. Isso é idolatria e condenado por Deus.

Podemos pedir ajuda, orações, ir até onde estas pessoas são usadas por Deus em vida, mas a glória é do Senhor, que distribuiu os dons. Se há dom é porque Deus distribuiu segundo a sua misericórdia.

Adoremos a Deus, pois ele é bom e a sua misericórdia dura para sempre. Dobremos nossos joelhos e entremos em nossos quartos, buscando o Senhor em espírito e em verdade, e ele nos encontrará e nos ajudará!

Homens são instrumentos de Deus e merecem nosso reconhecimento, mas não a nossa adoração. Isto lhes seria por laço para que na vaidade caíssem no erro de Satanás e sejam julgados culpados de subtrair a glória de Deus para si mesmos.

Deus e somente Deus seja glorificado!