Olhemos com os olhos de Cristo!

Ora, estando Jesus em Betânia, em casa de Simão, o leproso, aproximou-se dele uma mulher, trazendo um vaso de alabastro cheio de precioso bálsamo, que lhe derramou sobre a cabeça, estando ele à mesa.
‭‭Mateus‬ ‭26:6-7‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/mat.26.6-7.ara

Betânia era um povoado próximo a Jerusalem, à distância de caminhada máxima permitida em um dia de Sábado para os Judeus. Interessante ver como pessoas dali foram impactadas pela presença de Jesus.

Temos Maria, irmã de Lázaro, pecadora, que veio derramar o bálsamo sobre Jesus, o próprio Lázaro que devia ser chamado de morto-vivo depois da ressurreição e Simão, ainda chamado de leproso, mas não devia mais estar porque sentou-se à mesa com o mestre nesta ocasião.

Hoje somos nós, fulano o assassino, sicrano o adúltero, beltrana a prostituta, etc, comendo à mesa com Jesus! O mundo pode ainda se lembrar de como éramos antes de conhecermos a Cristo, mas depois que o conhecemos, o Pai só enxerga o Filho em nós!

Já não somos os pecadores de outrora, mas pessoas vivendo em busca da santidade em honra ao nome de Deus. Não importa como o mundo nos chama, mas como o Pai nos vê e ama!

Logo, todo aquele que está em Cristo se tornou nova criação. A velha vida acabou, e uma nova vida teve início!”
‭‭2Coríntios‬ ‭5:17‬ ‭NVT‬‬
https://www.bible.com/1930/2co.5.17.nvt

Esta promessa se cumpre na vida de todo aquele que crer em Cristo Jesus, não importando a vida que levou até então. Contas do passado de pecado ainda precisarão ser pagas na terra, mas as dívidas celestiais já não existem mais para com Deus!

Simão julgou a mulher que entrou em sua casa para derramar o bálsamo sobre Jesus, porque conhecia o passado dela. Jesus lhe mostrou sua religiosidade e como deixou de praticar com Jesus as boas obras mas teve a preocupação em pensar da mulher o que não lhe convinha (Lucas 7.39).

A verdade é que precisamos também mudar a forma como olhamos para as pessoas. Precisamos ser como o mestre, O artista, que do barro cria coisas maravilhosas. Assim Jesus faz conosco, sendo o Espírito Santo o instrumento!

Ficamos a olhar os vasos e critica-los, enquanto Jesus já vê o resultado da sua obra em nós! Precisamos mudar como olhamos para as pessoas e deixar de julga-las. Precisamos visualizar o potencial e não o que foi feito até aqui. Não cabe a nós fazermos julgamento para salvação ou qualquer outra coisa (acepção) porquanto o Senhor não age assim para conosco.

Vejamos vidas abençoadoras, pessoas de bem, edificadores. Se olharmos com maus olhos, o que restará para nós em termos de relacionamentos? Por que exigir algo que nem sempre conseguimos dar em troca? Não podemos ser hipócritas e nem injustos, pois amanhã seremos cobrados na mesma medida.

Cabe-nos hoje fazer a nossa parte como novas vidas, criação espiritual de Deus, sabendo que outros estão e estarão passando pelo mesmo processo de transformação. Assim, tenhamos os olhos de Cristo para com as pessoas a nossa volta, com compaixão e ternura, sabendo ainda que ninguém mesmo é bom!

O Oleiro nos transforma em novos vasos e faz com amor, ainda que nos quebre para fazer nova criação. O resultado será a eternidade com ele. Os vasos que vemos hoje, quebrados, sujos e feios como nós, serão reparados e refeitos segundo a vontade de Deus. São vasos, portanto tem utilidade e importância, ainda que não as vejamos agora.

Precisamos mudar nossa visão sobre o reino, pois somos chamados para a olaria do Senhor. Será que Jesus está buscando os melhores apenas? Será que são diferentes em estrutura? Na olaria de Deus não importa a forma ou condição, pois todos precisarão ser refeitos. A natureza espiritual não está na estrutura do vaso, mas no que ele carrega!