Sejamos fiéis nos compromissos assumidos!

Acima de tudo, porém, meus irmãos, não jureis nem pelo céu, nem pela terra, nem por qualquer outro voto; antes, seja o vosso sim sim, e o vosso não não, para não cairdes em juízo.
‭‭Tiago‬ ‭5:12‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/jas.5.12.ara

Há algo pior do que combinarmos uma coisa com alguém, fazermos a nossa parte e a pessoa não fazer a parte dela? Pior, ainda lhe cobrar porque acha que tem direito além do combinado? Ou ainda reclamar de que não foi aquele o negócio definido?

Então, Tiago já nos ensinava que não podemos ter duas palavras e, pior ainda, não devemos colocar Deus ou qualquer coisa da qual não temos controle como contrapeso na proposta. Jurar por Deus é querer colocar Deus como concordante de nosso negócio e como se nEle fôssemos fiéis a ponto de podermos honrar o compromisso. Quem faz isso não assume sua responsabilidade, mas joga-a para Deus honra-la!

Nosso comportamento deve ser maduro, como quem tem capacidade real de julgar se dá conta ou não de cumprir o negócio. Se somos capazes e desejamos realizar a atividade proposta, a partir do momento que assumirmos o compromisso, então devemos fazer de tudo para honra-lo. Se não temos condições, então não é para aceitarmos.

Compromissos devem ser honrados a todo custo. O seu não cumprimento desonra a pessoa e, muitas vezes, sua família e seu grupo social. Por causa disto é que algumas classes têm recebido pre-conceitos em relação a negócios, onde pessoas não confiam em realiza-los por causa de experiências negativas anteriores.

Cristão não deve ser assim. O nome de Cristo está em jogo! A Igreja está em jogo! O nome de Deus e a confiança das pessoas nEle está em jogo! Mentirosos não herdarão o Reino dos Céus! Quem se diz Cristão para ganhar votos de confiança já está indo nesta linha, colocando o Senhor como fiador. Servos de Deus não precisam se pronunciar assim. Sua vida mostra que é fiel aos seus compromissos e não precisa dizer a quem serve. Será visível a todos!

Portanto, seja o nosso sim um sim até o fim e o não seja não até o fim também! Honrar compromissos significa fidelidade. Serve em amizades e, principalmente, em alianças! O casamento é a atividade que mais tem sofrido nos nossos dias com respeito a isto. Muitos casais se separam depois de terem feito um juramento diante de Deus! Será que isto é bom? Por que o fizeram e voltaram atrás?

As situações adversas surgem, mas se um compromisso foi assumido devemos buscar uma solução com todas as nossas forças. Se Deus nos suporta mesmo com todas as nossas deficiências, por que não buscamos honrar nossos compromissos como Ele honra os que realiza conosco?

Ser fiel é assumir a responsabilidade e honrar nossos compromissos. Isto é fruto do Espírito em nós e acharemos em Cristo a capacidade de sermos fiéis às pessoas que dependem de nós! Oremos para que o Senhor nos capacite em fidelidade, em nome de Jesus!