Cristo socorre os seus irmãos espirituais!

Visto, pois, que os filhos têm participação comum de carne e sangue, destes também ele, igualmente, participou, para que, por sua morte, destruísse aquele que tem o poder da morte, a saber, o diabo, e livrasse todos que, pelo pavor da morte, estavam sujeitos à escravidão por toda a vida. Pois ele, evidentemente, não socorre anjos, mas socorre a descendência de Abraão. Por isso mesmo, convinha que, em todas as coisas, se tornasse semelhante aos irmãos, para ser misericordioso e fiel sumo sacerdote nas coisas referentes a Deus e para fazer propiciação pelos pecados do povo. Pois, naquilo que ele mesmo sofreu, tendo sido tentado, é poderoso para socorrer os que são tentados.
‭‭Hebreus‬ ‭2:14-18‬ ‭ARA‬‬
https://www.bible.com/1608/heb.2.14-18.ara

Quem passou pelo problema sabe a angústia de quem está passando. Jesus Cristo veio em carne para vencer todas as lutas humanas e nos defender quando também passarmos pelas mesmas dificuldades. Ele é nosso defensor, pois venceu o diabo e prometeu estar conosco todos os dias. É como o irmão mais velho a defender o mais novo!

É deste Jesus, o Cristo, que não nos cansamos de vos anunciar, pois quem por ele vive já venceu a morte espiritual, ainda que a da carne venha a ocorrer. O diabo não pode mais nos impedir de sermos salvos em Cristo, nem nos levar à força com ele para o inferno, nós que somos de Cristo. Ainda há tempo de derrotar o diabo, sujeitando-se à vontade de Deus em vivermos pelos preceitos de Jesus!

O sacerdócio de Cristo é eterno e por ele somos novamente aceitos pelo Pai. Não podemos enganar ao Fiel Senhor, pois nenhum pecador resoluto entrará no reino de Deus! Somente os justificados entrarão e o único que nos justifica é Jesus Cristo. Não cansaremos de alertar a todos que isto é desígnio de Deus. Está escrito e foi ensinado por Jesus. Nenhum evangelho esconde, pelo contrário, e as demais cartas do Novo Testamento confirmam em Jesus a única salvação.

Ora, porque somos pecadores é que precisamos de um sacerdote que nos faça aceitos diante de Deus. Agora temos O sumo sacerdote que nos levou de uma vez por todas e podemos nos achegar ao Pai livremente, pois nos tornou filhos de Deus! Nesta liberdade é que vivemos e testemunharemos.

É tempo de enxergarmos nossa filiação e vivermos de acordo com ela. Olhemos com os olhos de Deus e saberemos o que precisamos fazer. Amar o próximo como Jesus faz é adorar à Deus! É amando que vivemos para o Senhor e seremos recebidos em seus braços eternamente. E amar não é fechar os olhos ao erro e nem permitir que a pessoa caia nas armadilhas do inimigo de nossas almas. Sejamos pró-ativos e não nos calemos.

Que o Senhor faça de nós seus instrumentos e contemos com a ajuda dEle em todo o tempo, porque está conosco até a consumação dos séculos!